No princípio criou Deus os céus e a Terra


Não foi um asteróide que matou os dinossauros. Foi o frio!
Outubro 28, 2010, 9:30 pm
Filed under: Evolução/Big-Bang

Esqueçam o asteróide destruidor. Esta é a nova teoria para a extinção dos dinossauros: os dinossauros podem ter sido extintos não pela ação de um cometa, mas por uma queda brusca de temperatura. Segundo investigadores da universidade de Plymouth, nos Estados Unidos da América, fósseis encontrados na Noruega indicam que a temperatura dos mares caiu de uma variação entre 9ºC e 13ºC para entre 4°C e 8°C há cerca de 137 milhões de anos (Em português).

De acordo com os cientistas, a extinção dos dinossauros deveu-se a uma série de eventos ambientais que começaram com a mudança na temperatura. Os pesquisadores afirmam que o frio foi muito severo para as espécies que viviam em locais mais quentes, como áreas mais rasas de oceanos, além da terra e pântanos. Esses animais teriam morrido por não aguentar a mudança.

CONCLUSÃO

Temos uma teoria que afirma que a extinção dos dinossauros se deveu a um evento catastrófico repentino, há 65 milhões de anos. Temos outra que afirma que a sua extinção foi gradual e provocada pela alteração da temperatura. Reparem como os mesmos dados permitem chegar a conclusões tão diferentes. O problema não são os dados existentes. O problema são as diferentes interpretações que se dão aos factos.

Os criacionistas sempre alertam para este facto. Todos os dados requerem uma interpretação. Os fósseis encontrados no solo requerem uma interpretação, as camadas sedimentares requerem uma interpretação, certos dados genéticos requerem uma interpretação. Os dados não se interpretam a si próprios. Se és daqueles que fica fascinado ao ler uma notícia sobre um suposto elo perdido encontrado, deverias pensar duas vezes e lembrares-te que aquela é apenas a interpretação daqueles que encontraram o fóssil e que o precisam de “vender”.

Quanto à extinção dos dinossauros, eu tenho outra teoria: o dilúvio global catastrófico reportado em Génesis foi o principal responsável pelo desaparecimento dos dinossauros. Só assim se explica a existência de largos cemitérios de dinossauros com uma excelente preservação, inclusive tecidos moles como vasos sanguíneos e ADN.


37 comentários so far
Deixe um comentário

“Só assim se explica a existência de largos cemitérios de dinossauros com uma excelente preservação, inclusive tecidos moles como vasos sanguíneos e ADN”.

Mas e então qual a realção entre um dilúvio e preservação de tecidos moles e DNA?

Comentar por hermogenes

Hemogenes:

“Mas e então qual a realção entre um dilúvio e preservação de tecidos moles e DNA?”

Deve ser porque a “teoria criacionista” diz que tal extinção foi a poucos mil anos

Comentar por Clayton Luciano

O Naturalismo Ontológico do materialismo faz ele passar por estes constrangimentos para “estabelecer” um cenário hipotéticamente evolutivo.Se o Darwinismo quizer ser estabelecido como Ciência,deveria passar pelo crivo do Método Científico,o que se torna impossível, já que a falseabilidade de suas predições são nulas.Acredita-se que “foi assim,porque foi assim” para se sustentar o Naturalismo Ontológico.E as evidências a favor do Design estão a margem por causa de uma cosmovisão que há muito já se tornou dogmática e religiosa com postulações axiomáticas e infalseáveis.Agora entendi porque o Darwinismo é desperadamente e acriticamente defendido: é a pedra angular do materialismo.

Comentar por jonas

Jonas:

Seu texto é totalmente contraditório, pois se o evolucionismo não fosse falseável, ele não passaria por constragimentos, pois só se passa por constrangimentos, se está sendo falseado

Comentar por Clayton Luciano

Clayton!
Conceito de falseabilidade:”Para uma asserção ser falseável ou refutável,em princípio será possível fazer uma observação ou FAZER UMA EXPERIÊRNCIA que tente mostrar que esta asserção é falsa.”O Darwinismo nos cenários hipotéticamente evolutivos,não consegue fazer experiências tanto pelos “milhões de anos” quanto pelos processos imaginários decorridos a “milhões e milhões de anos”.Concluindo ele (darwinismo) é não falseável,e não se poderá dizer se esta observação é falsa,chegando ao terreno especulativo,que usa de axiomas para se estabelecer.”Os constrangimentos” são pela base especulativa em qual está assentado.O Darwinismo não consegue ser avaliado pelo Método Científico por estas razões citadas a cima.Meio confuso mas é assim.Abraços

Comentar por jonas

Jonas:

“O Darwinismo nos cenários hipotéticamente evolutivos,não consegue fazer experiências tanto pelos “milhões de anos” quanto pelos processos imaginários decorridos a “milhões e milhões de anos”.Concluindo ele (darwinismo) é não falseável,e não se poderá dizer se esta observação é falsa,chegando ao terreno especulativo,que usa de axiomas para se estabelecer.”

Pelos seus argumentos, para confirmar que o sol produz hélio, teria que colocá-lo num laboratório.

“Os constrangimentos” são pela base especulativa em qual está assentado.O Darwinismo não consegue ser avaliado pelo Método Científico por estas razões citadas a cima.Meio confuso mas é assim.Abraços”

Ele está sendo avaliado, por isto as vezes é reprovado em alguns aspectos, pois caso contrário, seria impossível reprovar A TE.

Comentar por Clayton Luciano

Clayton!
Tenho certeza que já ouviste falar o que é um espectrômetro.Esta “coisa” mede a radiação que todos os corpos(sólidos,liquidos e gasosos)emitem,e isto não é preciso ir ao Sol para ter tal informação.Como sabes o Sol emite radiação de H e He que tem suas respectivas cores no espectrograma.O arco íris é um espectro visível da luz.Então não é preciso deste laboratório no espaço,e sim observar a radiação que o Sol emite e ver em qual comprimento de onda,já sabendo-se de antemão os espectros de cada elemento.
Sobre a reprovação,o que eu quero argumentar e quem sabe não me tornei claro, é que a Teoria da Evolução não produz “evidências materiais”claras e testáveis pois ela usa de um processo imaginário e também hipotético de “mudanças graduais” ao longo do tempo. Também a vida se originando de um “ser simples” há 3,8 bilhões de anos atrás,tudo isso sem passar pelo Método Científico.Como tu irás falsear a origem da vida há 3.8 bilhões de anos?Como irás falsear a Evolução a “passagem” de um Australosphitecus em um Botânico Australiano?Como irias falsear o “modus operandi” dos seres vivos em seus habitats há zilhões de anos???Vês dificuldade da falseabilidade?Mesmo que se ache um fóssil de um possível antepassado,qual ramo da ciência estava lá para observar esta transformação?Ou como se falseará este fato empíricamente em um laboratório?É disto que estou a falar.

Comentar por jonas

Jonas:

“Tenho certeza que já ouviste falar o que é um espectrômetro.Esta “coisa” mede a radiação que todos os corpos(sólidos,liquidos e gasosos)emitem,e isto não é preciso ir ao Sol para ter tal informação.Como sabes o Sol emite radiação de H e He que tem suas respectivas cores no espectrograma.O arco íris é um espectro visível da luz.Então não é preciso deste laboratório no espaço,e sim observar a radiação que o Sol emite e ver em qual comprimento de onda,já sabendo-se de antemão os espectros de cada elemento.”

É uma valiação indireta, assim como os diverso mecanismo de avaliar o tempo, que são usados para concluir sobre a origens das espécies.

“Sobre a reprovação,o que eu quero argumentar e quem sabe não me tornei claro, é que a Teoria da Evolução não produz “evidências materiais”claras e testáveis pois ela usa de um processo imaginário e também hipotético de “mudanças graduais” ao longo do tempo.”

É testável, tanto que voces a décadas e décadas atráz diziam que quando surgisse a genética, a Te seria rejeitada, apesar de que aconteceu o contrário.

“Também a vida se originando de um “ser simples” há 3,8 bilhões de anos atrás,tudo isso sem passar pelo Método Científico.Como tu irás falsear a origem da vida há 3.8 bilhões de anos?”

Por exemplo, descobrindo que o mundo tem menos de 3.8 bilhões de anos.

“Como irás falsear a Evolução a “passagem” de um Australosphitecus em um Botânico Australiano?

Por exemplo com uma descoberta genética concluindo que não se passa de uma espécie para outra.

“Como irias falsear o “modus operandi” dos seres vivos em seus habitats há zilhões de anos???Vês dificuldade da falseabilidade?Mesmo que se ache um fóssil de um possível antepassado,qual ramo da ciência estava lá para observar esta transformação?Ou como se falseará este fato empíricamente em um laboratório?É disto que estou a falar.”

TEMPO X ESPAÇO

Se não estava (tempo) lá, só por avaliação indireta.

Se não está lá (espaço), só por avaliação indireta, exemplo, o que é feito para afirmar algo sobre um ser a 150 milhões de quilômetros daqui, o sol.

Científicafmente a conclusão, baseada na premissa de que ninguém estava lá no passado:

1 – Para afirmar que houve transformação de uma espécie em outra, é preciso de reforçadas provas sobre a tal afirmação

2 – Para afirmar que NÃO houve transformação de uma espécie em outra, é preciso de reforçadas provas sobre a tal afirmação.

Comentar por Clayton Luciano

“Quanto à extinção dos dinossauros, eu tenho outra teoria: o dilúvio global catastrófico reportado em Génesis foi o principal responsável pelo desaparecimento dos dinossauros.”

Mas peraê… Por que Noé não colocou um casal de cada espécie de dinossauro na Arca? Eles também compartilhavam do Pecado Original, e mereceram ser extintos?

Outra questão: estima-se que no planeta haja algo em torno de 1.260.000.000.000.000.000.000 de litros de água (http://ciencia.hsw.uol.com.br/questao157.htm), dessa forma, para que haja uma grande inundação esse volume de água teria q aumentar, para cobrir toda a Terra. De onde veio e pra onde foi esse excedente?

Uma última dúvida: De acordo com esse site (http://palavraedificante.blog.terra.com.br/2009/04/16/noe-antes-do-diluvio/), Noé teria demorado 120 anos para construir a Arca, e contavam 600 anos na época do dilúvio. Por qual razão nossa espécie não é capaz de viver tanto tempo desde os últimos milênios?

Abçs!

Comentar por ThiagoZiul

Thiago!
Estou te mandando um site para ao menos perceber que existe uma teoria chamada “Teoria das Hidroplacas” do engenheiro mecãnico Walter Brown(mas como é criacionista é tida como pseudo ciência,por explicar alternativamente a Tectônica de Placas).Ela é apresentada pelo Adauto Lourenço.
Tem outras apresentações onde explica de onde veio toda água.veja!

A medicina contemporânea está a volta de uma vida mais longeva,e parece que alguns fatores como o tamanho dos telomeros parece influenciar.A cada divisão celular os nossos telomeros ficam menores e possibilitando que a transmissão das informações genéticas sejam comprometidas.2-Há também o fator que mudanças ambientais importantes pós diluvianas favoreceram á mutações deletérias em nosso Dna criando disfunções,assim como um carro que quando submetido a misturas inaproprias de combustíveis tem a sua vida reduzida(este ultimo é especulação minha).Como sei que já conheces a Biblia,lei-a e interpre-a sem preconceitos,sabendo que em ciência a verdade de hoje pode ser a mentira do amanhã.Abraços

Comentar por jonas

Jonas,

Honestamente… A Teoria das Hidroplacas não faz sentido pra mim.

Você disse que com o passar das gerações, a danificaçãos das estruturas genéticas nos torna menos longevos que nossos ancestrais. Isso contrapõe dos dados estatísticos reais sobre longevidade: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Lifeexpectancy-region.jpg. Este é apenas um exemplo. E ainda estamos muito longe de viver os duradouros nove séculos de Matusálem.

“Como sei que já conheces a Biblia,lei-a e interpre-a sem preconceitos” – Mas é justamente isso o que faço! Costumo ler as parábolas e passagens Bíblia como ensinamentos para o dia-a-dia. Essas passagens mais folclóricas, como a história de Jonas, tem um significado mais metafórico que histórico.

“sabendo que em ciência a verdade de hoje pode ser a mentira do amanhã” – Pensando dessa forma, seguir a Bíblia é a verdade do passado! É um registro histórico que deve ser constantemente revisto e atualizado. Cada religião toma os livros que mais lhe convém. Essa é a grande vantagem da Ciência: ela evoliu. A Igreja não, ela tende a entrar em decadência por pressão dos fiéis.

Comentar por ThiagoZiul

Pior é que tem quem acredita.
Ele falou em Pangéia, teoria de que há aproximadamente 200 milhões de anos a Terra seria um único continente.
Ou seja, ele mesmo se contradiz, visto que, segundo a Bíblia, a Terra tem pouco mais de 6500 anos.

Comentar por Franco

Sabem…

A narrativa bíblica do dilúvio não dá maiores detalhes sobre a restauração do planeta e o repovoamento da vida terrestre pós-diluvianas.

Já que Jesus transformou àgua em vinho, reconstituiu o deformado sistema ocular de um homem cego usando apenas saliva e terra, alimentou milhares multiplicando alguns peixes e alguns pães…

Então fico me perguntando: – Quantos seres diferentes Deus poderia produzir a partir dos genes daqueles exemplares vivos que sairam da arca?

Não estou falando apenas de reprodução natural, estou falando no poder de Deus em transformar, multiplicar, criar variações, usando coisas que já existem.

Acho que, além de restaurar toda a Terra, o Criador poderia muito bem repovoá-la em poucos dias com uma grande variação de seres.

Não exatamente os mesmos animais e insetos do passado, mas tão somente seres adaptáveis aos novos climas do mundo pós-dilúvio, o que obviamente incluiria a criação de seres jamais vistos até então e que fossem necessários para o equilíbrio dos novos ecossistemas.

Isso é apenas uma idéia doida que tive esses dias, mas será que faz sentido?

Comentar por nilo

Então e que tal untar as duas? O asteróide fez as temperaturas caírem e isso matou os dinossauros. Estes, obviamente, tentaram sobreviver em zonas melhores, em zonas onde havia alimento ou temperaturam mais agradáveis. Por isso estavam juntos.

Comentar por Dário S. Cardina Codina

Dário,

“Então e que tal untar as duas?”

Não me parece mal. É possível juntar também uma inundação ou isso já é religião?

Comentar por Marcos Sabino

Sabino :

Não há MAL ou MAU algum em citar a inundação. Veja com certeza ocorreu uma inundação, mas uma inundação global só pode ser aceita no âmbito holístico, nunca no âmbito científico.

Para colocar qualquer *pitada* científica a respeito disto, você terá que apelar para alguma Lei Física, que foi *descartada*.

Seja na questão de que a
a) A Terra não poderia suportar toda esta pressão…,

b) não haveria tempo dos animais únicos repovoarem todos os confins da terra

c) Nâo haveria tecnologia suficiente para acomodar toda a bicharada na arca

e) Não há questão lógica para dizer como que o Tucano ou a Capivara que só existem no Brasil, apareceram aqui

Para cada uma das questões acima, você deverá ter como ingrediente o *milagre*.

Entendeu ?

Eu não condeno ninguém, muito menos os meus alunos, a *acharem* (de achismo mesmo) que um belo dia, a terra encheu toda de água,e só sobrou a arquinha de Noé. Cada um tem a crença que deseja, PORÉM, ao tentar dar uma ar científico nisto, todos se estrepam.

Abração

Comentar por Ricardo Muradas

a) Por que se já existe um monte de água a 10, 12 kilometros abaixo da terra e a geologia na época do dilúvio era bem diferente, sendo mais plana.

b) E para que a pressa? e sem a agressão do homem a multiplicação foi rápida.

c) Noé pos o gênero dos animais e não todas as espécies conhecidas hoje. E obviamente pos filhotes, não adultos.

e) Na divisão dos continentes após o dilúvio ainda havia muito movimento geológico; algumas espécies “embarcaram” nesses blocos continentais e tchau!
Assim como existem outros bichos (ursos, camelos, tigres, koala …) que só existem em outros continentes.

Comentar por Cícero

Tens é que explicar bem a inundação.

Comentar por Dário S. Cardina Codina

Antes da Inundação, mas o artigo principal é falseável.

Já que já foi identificado o METEORO que baniu os dinossauros da face da terra.

http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1882821-EI302,00.html

Comentar por Ricardo Muradas

Ricardo Muradas:

Voce dá aula de que e para que série?

Comentar por Clayton Luciano

É verdade, já foi identificado, em Chiksculumb

Comentar por Dário S. Cardina Codinha

Teorias científicas não são absolutas.São um esforço constante para descobrir a verdade das coisas e muitas vezes comporta várias explicações para determinados acontecimentos.Isso é diferente de acreditar em baboseiras religiosas totalmente contraditórias e impossíveis e ter a cara-de-pau de procurar suposta contradições na ciência que lida com fatos possíveis.

Comentar por joelson

Como vc mesmo disse: “Teorias científicas não são absolutas”
Sim como no caso da extinção dos dinossauros por um meteoro. Ora ele não extinguiu nem um cão! quanto mais dinossauros veja aqui: http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=63088.

Comentar por Cícero

Estava lendo Genesis, sobre a criação, está lá que a luz, o dia e a noite, e os vegetais surgiram primeiro que o sol.

Comentar por Clayton Luciano

“No princípio criou Deus OS CÉUS e a terra.”
Os céus já estão incluidos todos os astros, como é descrito depois …

Comentar por Cícero

Cícero:

“No princípio criou Deus OS CÉUS e a terra.”
Os céus já estão incluidos todos os astros, como é descrito depois”

Viaja não Cícero, pois na Bíblia há ainda a especificação de quais dias foram criados cada elemento, e os céus a que se refere a criação do PRIMEIRO DIA, só tem cabimento se for céu sem o sol, pois o sol, a lua e as estrelas foram criados no quarto dia:

PRIMEIRO DIA (os céus e a terra):

“No princípio criou Deus os céus e a terra.

E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.

E disse Deus: Haja luz; e houve luz.

E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas.

E Deus chamou à luz Dia; e às trevas chamou Noite. E foi a tarde e a manhã, o dia primeiro.

SEGUNDO DIA:

E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas.

E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi.

E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo.

TERCEIRO DIA (fez os vegetais):

E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca; e assim foi.

E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares; e viu Deus que era bom.

E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra; e assim foi.

E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie, e a árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.

E foi a tarde e a manhã, o dia terceiro.

QUARTO DIA (fez o Sol, a lua e as estrelas):

E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos.

E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi.

E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.

E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra,

E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.

E foi a tarde e a manhã, o dia quarto.”

Comentar por Clayton Luciano

Clayton, leia com mais atenção; de preferência com sede da salvação.
A descrição do 4o dia é apenas mais detalhada:

1 – Para fazer separação dia/noite
2 – Para função de indicar sinais e tempos ao homem.
3 – Para localização geográfica espacial, em suas expansões de cada um: sol,lua,estrelas.

Comentar por Cícero

Há lá alguma coisa sobre o Sabino ter virado ateu? As má-línguas dizem que sim…

Comentar por Nuno Dias

As boas línguas dizem que ele foi arrebatado😉

Comentar por supericarus

…ou está passando pelo “vale, deserto, cova” que TODO crente passa; ou foi martirizado por sua fé, algo comum em países islâmicos e comunistas.

Comentar por Cícero

Cícero:

“Clayton, leia com mais atenção; de preferência com sede da salvação.
A descrição do 4o dia é apenas mais detalhada:

1 – Para fazer separação dia/noite
2 – Para função de indicar sinais e tempos ao homem.
3 – Para localização geográfica espacial, em suas expansões de cada um: sol,lua,estrelas.”

1. Voce apenas especificou os MOTIVOS do porque Deus fez o Sol no quarto dia, mas está explícito lá que o Sol foi feito no quarto dia e não no primeiro, pois o terceiro dia se encerrou antes,

e depois há o verbo “fez”, no quarto dia, como escrevi em caixa alta na passagem abaixo. Suas tese faria sentido se não houvesse em Genesis, a divisão em dias especificados de cada criação:

“QUARTO DIA (fez o Sol, a lua e as estrelas):

E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite (CRIAÇÃO); e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos (FUNÇÃO DA CRIAÇÃO).

E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi.

E FEZ Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.

E Deus os PÔS na expansão dos céus para iluminar a terra,

E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.

E foi a tarde e a manhã, o dia quarto.”

2. Dizer que a criação do quarto dia é a penas um detalhamento do primeiro dia, então o Homem também foi feito no primeiro dia, e é o mesmo que dizer que o descanso do sétimo dia é um detalhamento do primeiro dia, então,

pela sua forma de raciocinar, Deus fez o homem e também descansou foi no primeiro dia, sendo o sexto e o sétimo dia apenas detalhamementos.

3. Então nada foi criado em sete dias, e sim tudo foi criando em apenas um dia.

4 . Com uma interpretação mirabolante desta, qualquer texto nunca erra.

Comentar por Clayton Luciano

Clayton, se Deus quisesse poderia ter feito todo o Universo em menos de 1 seg.

Esse período de 7 dias é muito mais para mostrar sua riqueza, majestade, poder e grandeza a nós com os devidos detalhamentos da criação. Note que até o sentido de tempo teve que ser criado.

Mais uma vez vc se esquece de uma palavra importante na descrição do 4o dia indicando função:

– PARA haver separação entre o dia e a noite …
– PARA sinais e PARA tempos determinados …
– PARA luminares na expansão dos céus …
– PARA governar o dia, e o luminar menor PARA governar a noite …
– PARA iluminar a terra, …
– PARA governar o dia e a noite, e PARA fazer separação …
…s.

Comentar por Cícero

Cícero:

A questão não para que ele fez, e sim quando ele fez, que de acordo com Gênesis, o sol foi feito no quarto dia, agora, o porque foi feito, é outra discussão.

Comentar por Clayton Luciano

Se é feito é para um objetivo. Daí a explicação do 4o dia.
Em Gn 2:1 Deus engloba tudo, como em Gn 1:1 dá uma lida.

Comentar por Cícero

Cicero
Acompanhado o debate entre vc e o Sr Clayton percebe se que está havendo um redirecionamento dentro da conversa.
No primeiro dia Deus definiu o que é dia e o que é noite. Neste dia ele criou a claridade, a luz e fez a distinção entre a treva e a luz.

No decorrer dos dias, em especial no quarto ele cria uma instrumento, no próprio universo, para gerar a luz. Neste momento deixa de existir luz criada por Deus e passa a funcionar a luz emanada do sol criado por DEUS no 4º dia.

“E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.”

Por favor preste em atenção na passagem ” E fez Deus” e fez Deus, ou seja, fez um grande luminar para governar o dia, ou seja, criou o sol no quarto dia.

Comentar por Wellington

Cícero:

“Se é feito é para um objetivo. Daí a explicação do 4o dia.
Em Gn 2:1 Deus engloba tudo, como em Gn 1:1 dá uma lida.”

Ok, Deus fez o Sol com tal objetivo (no quarto dia), após ter feito o vegetal (terceiro dia), e após ter feito a luz (primeiro dia).

Comentar por Clayton Luciano

Tenho estudado ultimamente a Teoria da Evolução e gostaria de saber se existem fósseis antigos de animais modernos. Digo, já encontraram fósseis antigos de animais que existem hoje?

Obrigada

Comentar por Lilian




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: