No princípio criou Deus os céus e a Terra


Actualização de Páscoa 2012
Abril 7, 2012, 1:15 pm
Filed under: Convicções / Fé

Olá caros leitores do blog,

Os visitantes assíduos do blog vão achar este post estranho, na medida em que já não escrevia nada há mais de um ano. Uma vez que falhei em dizer alguma coisa relativamente à minha longa ausência, achei que a época da Páscoa era a ideal para postar algo.

Só para dizer que ainda estou vivo (🙂 ) e que não virei evolucionista (como alguns conhecidos me perguntam na brincadeira). Acontece apenas que não tenho a mesma disponibilidade que tinha na altura em que postava regularmente (bons tempos de estudante sem responsabilidades).

É para mim motivo de grande alegria ver que, mesmo sem postar há mais de um ano, o blog continua a ter uma média de 600 visitas diárias. Isso deve-se, em grande parte, ao grande número de conteúdos diversificados que o blog contém, trazendo assim muita gente do google.

Disfrutem dos conteúdos, usem-nos nas vossas discussões com evolucionistas ateus, partilhem… enfim, usem este blog como uma espécie de enciclopédia de discussão “Criacionismo/Evolucionismo”.

Com os melhores cumprimentos e com votos de uma feliz Páscoa,

Marcos Sabino


63 comentários so far
Deixe um comentário

Olá Sabino, tudo bem?
Evolucionista …sim; o ateu é por sua conta e risco.
Em pleno século XXI, achar que o mundo tem 6500 anos, só alguém com muita fé e pouco raciocínio.
Um abraço e Feliz Pàscoa
Franco

Comentar por franco1952agora

Sabino, Feliz Páscoa e quando der e arrumar, nem que seja um tempinho, volte a postar.

Comentar por Adalberto Felipe

Em pleno século XXI, achar que o mundo tem 6500 anos, só alguém com muita fé e pouco raciocínio.

Em plano século XXI, acreditar em vidas passadas e futuras, que só por encontrar alguém já sentimos atração misteriosa por causa de vidas passadas (quando acreditava nessa lorota achava isso também, mas quebrei a cara), num maçom racista que disse: “Os negros, pois, como organização física, serão sempre os mesmos; como Espíritos, sem dúvida, são uma raça inferior, quer dizer, primitiva; são verdadeiras crianças às quais pode-se ensinar muita coisa;” [“Perfectibilidade da raça negra” Revue Spirite, Abril de 1862], só alguém muito tolo, ingênuo e com pouco raciocínio.

Comentar por Adalberto Felipe

“…são verdadeiras crianças às quais pode-se ensinar muita coisa.”
Amigo Adalberto, você por acaso já ouviu falar em tribos de índios, que vivem nas florestas africanas, que comem gente, que andam nús, e que se comunicam por grunhidos??
“são verdadeiras crianças às quais pode-se ensinar muita coisa.”
Deu para entender? Por que será que Deus os criou tão “diferentes” nós? E por que será que Deus foi tão imparcial?
A Bíblia não nos diz que “Deus não faz acepção de pessoas?”
Estranho né, Deus fazer privilégios?!?!?!?!?
Será porque não aprecia a “raça” negra?

Comentar por franco1952agora

Amigo Adalberto, você por acaso já ouviu falar em tribos de índios, que vivem nas florestas africanas, que comem gente, que andam nús, e que se comunicam por grunhidos??

Índios africanos???? Nunca ouvi falar, mas lhe dando benefício da dúvida, vamos supor que existam. E sim, muitas tribos africanas praticam canibalismo, se matam e há enúmeros conflitos assim na África.

Quer dizer que TODOS os negros foram assim? Allan Kardec foi claro, disse com todas as letras NEGRO. Existem muitos outros trechos que ele se refere assim!

Creio que Kardec era inteligente e podia ter escrito então: “índios africanos”.

Ah, isso é só com pessoas da África?

Será que Allan Kardec desconhece os bárbaros, os citas, o canibalismo que existiu e ainda existe na Ásia? Que existe entre os índios, incluindo povos que os espíritas consideram mais evoluídos como os incas, maias e astecas? Que existem muitos povos atrasados até hoje na Ásia? Por quê não os citou?

Por que será que Deus os criou tão “diferentes” nós? E por que será que Deus foi tão imparcial?

Ao fazer essas perguntas, você mostra que demonstra mais fé nesse MAÇOM Allan Kardec do que em Deus.

Em que Deus você acredita?

Será que Allan Kardec é Deus para você?

Por quê você não ajoelha e faz essas perguntas diretamente a Deus, a quem você parece não acreditar?

Já não chega uma pergunta extremamente estúpida, chegando a ser a pior que já vi, que você me fez aqui uma vez: “Por quê Deus não quis salvar Jesus na cruz?”

Você sabia que até os brancos já foram selvagens uma vez?

Já ouviu falar dos citas?

Muitos desses povos citados ainda desconhecem e desconheciam o verdadeiro Deus e o que mais poderia resultar?

Quem disse que os negros são diferentes de nós? Diga isso aos milhares de negros cristãos no Brasil, que se integram bem, respeitam o próximo.

Estranho né, Deus fazer privilégios?!?!?!?!?
Será porque não aprecia a “raça” negra?

Quem disse que Deus não aprecia a raça negra?

Será que você desconhece que coisas assim aconteciam e acontece com os asiáticos (amarelos) e até com os brancos?

Não há privilégio nenhum. O primeiro cristão não gentio foi um etíope (muito provavelmente um negro) e existem muitos negros heróis cristãos, ao contrário de Allan Kardec, que foi bem específico, ao invés de falar dos “índios africanos”.

Comentar por adalbertofelipe

Sabino,

Lembrei de orar especificamente por você há poucos dias (creio que outros leitores aqui fazem também o mesmo).
Bom ter boas notícias tuas.
Um grande abraço!
III João 1:2

Comentar por Darcy

O sabino disse uma coisa uma vez que destruiu minha pequenina fe no evolucionismo…mais ou menos assim…vc cre que uma bacteria se transformou em um dinossauro de 100 toneladas sem interferencia inteligente? Me pus a meditar e por mais sofisticado que seja o pensamento evolucionista e por mais forte que seja a sua propaganda nao consigo crer em uma abobrinha dessas

Comentar por nene bei¢ola

Apesar das gritantes evidências contrárias à teoria da evolução: cálculo de probabilidade com chance zero para o acaso, existência de informação guardada no DNA dando a vida caracteristica de complexidade especificada, ausência de espécies intermediárias no registro fóssil,etc a elite científica continua intransigente: Houve evolução. Verdade absoluta. Ai de quem disser o contrário! A elite científica diz: “você acredita em mim ou nos seus próprios olhos?” Quem disser: “nos meus próprios olhos” leva tiro! Depois ainda dizem que a teoria da evolução pode ser falseada. Tente entender…

Comentar por José David Alcântara Cruz Filho

É um prazer o retorno de Marcos Sabino. internet. É uma alegria participar de um espaço online que une ciência e fé para a glória de Deus. Tudo isto é a preparação do cumprimento da profecia biblíca: “toda Terra se encherá da glória do Senhor como as águas cobrem o mar. Quando Jesus voltar e reinar não vai haver lugar para o materialismo.E se nós não nos encontrarmos aqui vamos nos ver no dia do arrebatamento.

Comentar por José David FIlho

Amigo Adalberto, você por acaso já ouviu falar em tribos de índios, que vivem nas florestas africanas, que comem gente, que andam nús, e que se comunicam por grunhidos??
Índios africanos???? Nunca ouvi falar, mas lhe dando benefício da dúvida, vamos supor que existam. E sim, muitas tribos africanas praticam canibalismo, se matam e há enúmeros conflitos assim na África.
R.do Franco: Falha nossa. É que, a gente está tão acostumado com a palavra “índio” muito comum no Brasil, que acaba confundindo tudo. O que eu quis dizer foi “tribo de selvagens.”
Quer dizer que TODOS os negros foram assim? Allan Kardec foi claro, disse com todas as letras NEGRO. Existem muitos outros trechos que ele se refere assim!
R. do Franco: No princípio, sim. Foi assim também com os brancos e amarelos.
Creio que Kardec era inteligente e podia ter escrito então: “índios africanos”.
Ah, isso é só com pessoas da África?
R.do Franco: Já respondi acima.
Será que Allan Kardec desconhece os bárbaros, os citas, o canibalismo que existiu e ainda existe na Ásia? Que existe entre os índios, incluindo povos que os espíritas consideram mais evoluídos como os incas, maias e astecas? Que existem muitos povos atrasados até hoje na Ásia? Por quê não os citou?
R. do Franco: Todos foram criados simples e ignorantes; e aí foram evoluindo. Tanto é verdade, que se todos tivessem se originado de Adão e Eva, na mesma época, não haveria uma distância tão grande de cultura e civilização. A propósito, como surgiu a raça negra? Qual será que era a cor de Adão e Eva?
Por que será que Deus os criou tão “diferentes” de nós? E por que será que Deus foi tão imparcial?
Ao fazer essas perguntas, você mostra que demonstra mais fé nesse MAÇOM Allan Kardec do que em Deus.
R.do Franco: Esta é a típica resposta de quem está perdido, esnucado, sem saída, encurralado, sem argumento, morto. Fala qualquer coisa para não passar vergonha; não “passar em branco”.
Em que Deus você acredita?
R. do Franco: Naquele que o Mestre Jesus nos mostrou. Um Deus onisciente e não naquele que cria para depois se arrepender e destruir. Não naquele Deus que cobra o dízimo em troca da salvação eterna.
Será que Allan Kardec é Deus para você?
R.do Franco: Não, mas sim filho de Deus, assim como Jesus, como eu, você, os selvagens africanos, os religiosos, os ateus, e até os ignorantes.
Por quê você não ajoelha e faz essas perguntas diretamente a Deus, a quem você parece não acreditar?
R.do Franco: Já disse acima no Deus que eu acredito.
Já não chega uma pergunta extremamente estúpida, chegando a ser a pior que já vi, que você me fez aqui uma vez: “Por quê Deus não quis salvar Jesus na cruz?”
R. do Franco: Poderia me mostrar aonde eu disse isso? Será que foi isso mesmo que eu disse?
Você sabia que até os brancos já foram selvagens uma vez?
R. do Franco: Já respondi.
Já ouviu falar dos citas?
R. do Franco: Sim, porquê? Qual é o problema? Era um povo nômade que vivia na Pérsia, atual Irã.
Muitos desses povos citados ainda desconhecem e desconheciam o verdadeiro Deus e o que mais poderia resultar?
R. do Franco: Isto significa que, segundo Jesus, “ninguém vai ao Pai senão através de Mim”. Assim sendo, queimarão no mármore do inferno, ou Deus lhes dará uma nova chance? Sim, pois se não conhecem Deus, e “ninguém vai ao Pai senão através de Mim”, muitos morrerão sem conhecê-Lo.
Quem disse que os negros são diferentes de nós? Diga isso aos milhares de negros cristãos no Brasil, que se integram bem, respeitam o próximo.
R. do Franco: Com certeza, há milhares ou milhões de anos, não se integravam bem, e muito menos respeitavam o próximo. Assim como faziam os brancos e os amarelos. Hoje, assim como os brancos, evoluíram.
Estranho né, Deus fazer privilégios?!?!?!?!?
Será porque não aprecia a “raça” negra?
Quem disse que Deus não aprecia a raça negra?
R. do Franco: Amigão, presta atenção: 1,2,3 e…já! Plin!
Vamos ver se você consegue entender:
O que eu disse, se refere ao negro das tribos africanas, praticamente selvagem, que é tão inferior aos brancos civilizados, porém igual ao selvagem branco que vive em diversas partes do Planeta.
Como o tema era o negro, mencionei o negro, assim como, se o tema fosse o selvagem branco, diria também porque Deus privilegiou o branco civilizado. Capito? (significa entendeu em italiano).

Será que você desconhece que coisas assim aconteciam e acontece com os asiáticos (amarelos) e até com os brancos?
R.do Franco: Ô!
Não há privilégio nenhum. O primeiro cristão não gentio foi um etíope (muito provavelmente um negro) e existem muitos negros heróis cristãos, ao contrário de Allan Kardec, que foi bem específico, ao invés de falar dos “índios africanos”.
R.do Franco: Também acho. O que pode ter acontecido, é que Deus olhou para um negão e disse:
“Não vou com a tua cara, negão; daqui prá frente serás escravo dos brancos”.
Cara, abre teus olhos, Deus, o Verdadeiro, não comete erros, não privilegia ninguém, não cria para depois destruir, não castiga ninguém.
Deus, tem Suas Leis, que são imutáveis, Ele jamais as derroga. Não é preciso que Ele nos castigue; basta que deixemos de cumprir a Sua Lei e pagamos caro.
Já falei aqui e em muitos outros lugares, que Deus não comete erros, não tem inveja, não tem raiva, não tem ciúme; Deus não tem adversário; essa bobagem de achar que o diabo é adversário de Deus, só serve para diminuí-Lo. Coisa de quem não tem a mínina noção do que seja DEUS; tudo em letra maiúscula.
Tenho pena, mas muita pena mesmo, de pessoas que querem atribuir a DEUS nossas limitações.
Fique com DEUS.

Comentar por franco1952agora

Franco,

Falha nossa. É que, a gente está tão acostumado com a palavra “índio” muito comum no Brasil, que acaba confundindo tudo. O que eu quis dizer foi “tribo de selvagens.”

Há uma certa diferença entre índios e “tribos de selvagens”. Creio que você devia ter usado o bom senso nisso.

R. do Franco: No princípio, sim. Foi assim também com os brancos e amarelos..

Você poderia me mostrar alguma fonte de que NO PRINCÍPIO foi assim com todos os negros?

Lhe dando benefício a dúvida, por quê Allan Kardec não falou dos brancos e dos amarelos, que como você mesmo disse foi assim também?

Já respondi acima.

Ótimo, por quê ele citou somente os negros ou pelo menos não deixou claro que outras raças também faziam e até? Por quê ele não especificou que era só com um grupo específico de negros?

Todos foram criados simples e ignorantes; e aí foram evoluindo.

Como?

Tanto é verdade, que se todos tivessem se originado de Adão e Eva, na mesma época, não haveria uma distância tão grande de cultura e civilização.

Não, na época de Adão e Eva também havia muita coisa errada e absurda, assim como sempre houve em todos os lugares do planeta, independente da raça.

A propósito, como surgiu a raça negra? Qual será que era a cor de Adão e Eva?

O que o surgimento da raça negra tem a ver com o tema original?

Quanto a cor de Adão e Eva, provavelmente eram mestiços, que contém tanto o gene da raça negra quanto o da branca, ou você não conhece o diagrama de Punnet?

Esta é a típica resposta de quem está perdido, esnucado, sem saída, encurralado, sem argumento, morto. Fala qualquer coisa para não passar vergonha; não “passar em branco”.

Tô nada. É você que quer atacar para dispistar o que você perguntou e o que o racista do Alan Kardec disse: você é quem perguntou por quê Deus criou os negros tão diferentes de nós, quando para nós, cristãos, todos somos iguais perante a Deus e coisas horríveis aconteceram e acontecem em todas as raças.

Se você realmente acredita no Deus cristão, você deve saber disso, não é?

Os negros são “tão diferentes de nós”, como você mesmo perguntou, em quê?

Naquele que o Mestre Jesus nos mostrou. Um Deus onisciente e não naquele que cria para depois se arrepender e destruir. Não naquele Deus que cobra o dízimo em troca da salvação eterna.

Se você não sabe a pena de morte é bíblica. Nos tempos de Noé, as pessoas tiveram a oportunidade de voltar a Deus e não voltaram e coisas horríveis aconteciam em Gênesis de partir o coração. Como essas pessoas que faziam coisas horríveis, não se arrependeram, Deus as destruiu, pois Deus é bom, mas também é justo. Do mesmo jeito que um bandido que não se arrepende de um crime que não se arrependeu, tem que ser condenado a morte.

Ah, em nenhum momento a bíblia fala para dar dízimo em troca da salvação eterna. Como você pode falar do Deus que Jesus mostrou e ao mesmo tempo dizer que ele cobra dízimos?

Já disse acima no Deus que eu acredito.

Que bom que você acredita no Deus cristão que enviou o seu filho ao mundo! O Deus que nunca faria uma teoria em que os mais fortes sobrevivem, que condena o espiritismo e que em nenhum momento fala de vidas passadas e futuras, um Deus que condena o ocultismo que é muito comum na maçonaria que Alan Kardec freqüentava, que mostra muitas evidências de que Ele criou o mundo a “pouco tempo” e não a bilhões de anos como pregam os evolucionistas.

Pena que um certo racista maçom, conhecido como Alan Kardec tampou um pouco de suas visões, fazendo você fazer até perguntas pérolas como estas “Por que será que Deus os criou tão “diferentes” nós? E por que será que Deus foi tão imparcial? A Bíblia não nos diz que “Deus não faz acepção de pessoas?” Estranho né, Deus fazer privilégios?!?!?!?!? Será porque não aprecia a “raça” negra?” a qual a própria bíblia responde.

Se você realmente acredita, vou até ser mais ousado: você está a um passo de ter a verdadeira fé! É só largar esse espiritismo e essas teorias ridículas de vidas passadas, ou que se encontarmos uma pessoa e sentirmos uma atração misteriosa é porque ela foi amiga da gente numa vida passada, quando não é (quando eu era espírita, ái que vergonha, acreditava nisso e quebrei a cara várias vezes) e não fui só eu não… e o que eu via os espíritas fazerem e pensarem não era brincadeira.

Poderia me mostrar aonde eu disse isso? Será que foi isso mesmo que eu disse?

Sim: “você não me respondeu se para Jeová, Eliseu era mais importante que Seu filho Jesus. Ou será que o “crime” de Jesus, amar a Deus sobre todas as coisas e pregar o amor ao próximo, como nós espíritas fazemos, não foi perdoado pelo Seu Pai que deixou que O levassem à crucificação, enquanto que por chamarem Eliseu de careca Jeová vingou-o e destruiu os “rapazinhos”?”

Me lembro que nesse dia ia discorrer a você inúmeras evidências dos índios, de que eles se assemelhavam a muitos povos antigos da Ásia e até da Europa, no modelo de escrita, construções, de que a navegação e até exploração intercontinental aconteceu muito antes dos europeus. Ia mostrar até achados arqueológicos antigos da Europa aqui nas américas e muito mais. É um tema tão legal, tinha inúmeras referências preparadas (agora nem sei se posso conseguí-las mais, só se for pela internet), muitos especialistas em histórias, que concordam plenamente com isso, mas ao fazer essa pergunta, achando que Cristo não foi perdoado, que ele foi deixado levar a crucificação, em detrimento de Eliseu. Desisti. Foi “1, 2, 3 e… já! Plin!” Fui.

Amigão, presta atenção: 1,2,3 e…já! Plin!
Vamos ver se você consegue entender:
O que eu disse, se refere ao negro das tribos africanas, praticamente selvagem, que é tão inferior aos brancos civilizados, porém igual ao selvagem branco que vive em diversas partes do Planeta.
Como o tema era o negro, mencionei o negro, assim como, se o tema fosse o selvagem branco, diria também porque Deus privilegiou o branco civilizado. Capito? (significa entendeu em italiano).

Ótimo, Franco, já vi que tens bom senso. Já vi que sabes que coisas horríveis aconteceram com os brancos e os amarelos, mas será que você se questionou por quê Alan Kardec não especificou que era só com certos negros? Por quê ele disse frases que mostram claramente um teor racista? Por quê ele não especificou que isso também acontecia com os brancos e os amarelos?

Ô!

Que bom que conheces que isso aconteceu com outras raças. Seu amigo parece não ter conhecido e é isto que quero saber:

“O progresso não foi, pois, uniforme em toda a espécie humana; as raças mais inteligentes naturalmente progrediram mais que as outras, sem contar que os Espíritos, recentemente nascidos na vida espiritual, vindo a se encarnar sobre a Terra desde que chegaram em primeiro lugar, tornam mais sensíveis a diferença do progresso. Com efeito, seria impossível atribuir a mesma antiguidade de criação aos selvagens que mal se distinguem dos macacos, que aos chineses, e ainda menos aos europeus civilizados” (Allan Kardec, A Gênese, ed. cit. p. 187, ).

No meu caso, não diria “Ô!”, diria “Puts!”, sobre esse idiota maçom racista que alguns acreditam.

Também acho. O que pode ter acontecido, é que Deus olhou para um negão e disse:
“Não vou com a tua cara, negão; daqui prá frente serás escravo dos brancos”.

O que você quis dizer com isso? Sobre a escravidão, houve muitos erros dos brancos civilizados, mas é claro, que muitos não contam que a escravidão teve, em parte, uma grande colaboração dos negros.

Cara, abre teus olhos, Deus, o Verdadeiro, não comete erros, não privilegia ninguém, não cria para depois destruir, não castiga ninguém.
Deus, tem Suas Leis, que são imutáveis, Ele jamais as derroga. Não é preciso que Ele nos castigue; basta que deixemos de cumprir a Sua Lei e pagamos caro.
Já falei aqui e em muitos outros lugares, que Deus não comete erros, não tem inveja, não tem raiva, não tem ciúme; Deus não tem adversário; essa bobagem de achar que o diabo é adversário de Deus, só serve para diminuí-Lo. Coisa de quem não tem a mínina noção do que seja DEUS; tudo em letra maiúscula.
Tenho pena, mas muita pena mesmo, de pessoas que querem atribuir a DEUS nossas limitações.

Também sei disso, não é atôa que a evolução não existe. Deus, todo poderoso pode crair tudo perfeitametne na hora, sem precisar de bilhões de anos e algo que exclua os mais fracos. Isso também que você falou é relevante para o tema do racismo de Allan Kardec.

Fique com DEUS.

Amém. Você também.

Comentar por adalbertofelipe

PS: se possível, ao responder, dê mais enter entre uma resposta e outra, pois fica complicado de mais ler as respostas assim, talvez tenha até errado, ignorado alguma coisa e posto fora de ordem as minhas respostas por causa disso. =/

Comentar por adalbertofelipe

Amigo Adalberto; o que seria o diagrama de Punet? Realmente não sei.
Poderia me explicar?
Um abraço
Franco

Comentar por franco1952agora

Não.

Comentar por adalbertofelipe

Orra, meu! Quanto egoísmo! É feio ter conhecimento e não repartir.
Ou você também não sabe??
Fica a dúvida?!?!?!?!?!?!?

Comentar por franco1952agora

Meu amigão Adalberto; tudo bem? Por que você me abandonou? Você é um cara que joga sujo; sabe das coisas e não quer repartir com quem é ignorante. Lembre-se do que dizia o grande sábio Sêneca:
“A vantagem é recíproca, pois os homens, enquanto ensinam, aprendem.”
Você não; quer guardar todo seu conhecimento.
Bem, fazer o quê?Mas vamos lá assim mesmo.

Franco,
Falha nossa. É que, a gente está tão acostumado com a palavra “índio” muito comum no Brasil, que acaba confundindo tudo. O que eu quis dizer foi “tribo de selvagens.”
Há uma certa diferença entre índios e “tribos de selvagens”. Creio que você devia ter usado o bom senso nisso.
R. do Franco: No princípio, sim. Foi assim também com os brancos e amarelos..
—————————————————————————
Você poderia me mostrar alguma fonte de que NO PRINCÍPIO foi assim com todos os negros?
Franco- Você poderia me mostrar uma fonte de que não foi assim?
—————————————————————————
Lhe dando benefício a dúvida, por quê Allan Kardec não falou dos brancos e dos amarelos, que como você mesmo disse foi assim também?
Já respondi acima.
Ótimo, por quê ele citou somente os negros ou pelo menos não deixou claro que outras raças também faziam e até? Por que ele não especificou que era só com um grupo específico de negros?
Franco- Olha, se você conhecesse um pouquinho só da Doutrina Espírita, veria que ela ensina especificamente que todos nós nascemos “simples e ignorantes”. Se ela fala TODOS, significa que nisso estão inclusos os brancos, negros e os que ainda são ignorantes.
—————————————————————————
Todos foram criados simples e ignorantes; e aí foram evoluindo.
Como?
Tanto é verdade, que se todos tivessem se originado de Adão e Eva, na mesma época, não haveria uma distância tão grande de cultura e civilização.
Não, na época de Adão e Eva também havia muita coisa errada e absurda, assim como sempre houve em todos os lugares do planeta, independente da raça.
Franco: Essa “coisa errada”, fez com que algumas raças regredissem tanto, que ainda hoje vivem em cavernas, sem sequer articular palavras?
—————————————————————————
A propósito, como surgiu a raça negra? Qual será que era a cor de Adão e Eva?
O que o surgimento da raça negra tem a ver com o tema original?
Quanto a cor de Adão e Eva, provavelmente eram mestiços, que contém tanto o gene da raça negra quanto o da branca, ou você não conhece o diagrama de Punnet?
Franco: A tá, mestiços?!?!?! E a raça amarela; será que tinham também o gene da raça amarela dos orientais e dos olhos puxados?
Engraçado, nunca li na Bíblia que Adão e Eva fossem mestiços!
Quanto ao diagrama de Punnet, pelo pouco que conheço de biologia, seriam os genes herdados dos pais. Tipo assim: se o pai tem olhos azuis, os filhos têm grande chance de ter olhos azuis; se a mãe é loira, os filhos têm grande chance de nascerem loiros. E assim vai. A grosso modo, seria um “aperfeiçoamento” da lei de Mendel. Só fica uma dúvida:
Adão e Eva herdaram de quem os genes: de Deus? Mas Deus não é Espírito? Vai entender!
—————————————————————————
Esta é a típica resposta de quem está perdido, esnucado, sem saída, encurralado, sem argumento, morto. Fala qualquer coisa para não passar vergonha; não “passar em branco”.
Tô nada. É você que quer atacar para dispistar o que você perguntou e o que o racista do Alan Kardec disse: você é quem perguntou por quê Deus criou os negros tão diferentes de nós, quando para nós, cristãos, todos somos iguais perante a Deus e coisas horríveis aconteceram e acontecem em todas as raças.
Se você realmente acredita no Deus cristão, você deve saber disso, não é?
Os negros são “tão diferentes de nós”, como você mesmo perguntou, em quê?
Franco: A tá, então você acha que uma tribo de pigmeus ou canibais da África, que o único Deus que eles conhecem, é o Sol, a Lua, o trovão, se comunicam por grunhidos, é igual à população da Europa.
Se, como você diz que “todos somos iguais perante Deus”, chegamos à conclusão de que alguns são menos iguais.
A propósito; que tal você ir até uma tribo de canibais no coração da África, e trocar de moradia: ele na sua casa e você na casa dele? Afinal, todos somos iguais perante Deus!
—————————————————————————
Naquele que o Mestre Jesus nos mostrou. Um Deus onisciente e não naquele que cria para depois se arrepender e destruir. Não naquele Deus que cobra o dízimo em troca da salvação eterna.
Se você não sabe a pena de morte é bíblica. Nos tempos de Noé, as pessoas tiveram a oportunidade de voltar a Deus e não voltaram e coisas horríveis aconteciam em Gênesis de partir o coração. Como essas pessoas que faziam coisas horríveis, não se arrependeram, Deus as destruiu, pois Deus é bom, mas também é justo. Do mesmo jeito que um bandido que não se arrepende de um crime que não se arrependeu, tem que ser condenado a morte.
Franco: A pena de morte bíblica é aquela do a.T. No n.T. não tem pena de morte nenhuma. Jesus disse para perdoarmos setenta vezes sete vezes, que na antiguidade significava infinitas vezes.
—————————————————————————
Ah, em nenhum momento a bíblia fala para dar dízimo em troca da salvação eterna. Como você pode falar do Deus que Jesus mostrou e ao mesmo tempo dizer que ele cobra dízimos?
Franco: Mas os novos intérpretes da Lei, sim.
—————————————————————————
Já disse acima no Deus que eu acredito.
Que bom que você acredita no Deus cristão que enviou o seu filho ao mundo! O Deus que nunca faria uma teoria em que os mais fortes sobrevivem, que condena o espiritismo e que em nenhum momento fala de vidas passadas e futuras, um Deus que condena o ocultismo que é muito comum na maçonaria que Alan Kardec freqüentava, que mostra muitas evidências de que Ele criou o mundo a “pouco tempo” e não a bilhões de anos como pregam os evolucionistas.
Franco: Os mais fortes vivem e sobrevivem, pela fé e pelas obras, até chegarem ao Criador.
Jesus disse: “Meu Pai não quer que nenhuma ovelha se perca”.
A tá; criou o Mundo a pouco tempo. Se existem estrelas que estão a bilhões de anos-luz de distância da Terra, significa que foram criadas há bilhões de anos; certo?
Prove-me o contrário. Ou você vai dizer, assim como disseram os “cientistas” criacionistas Whitcomb e Morris, que “Deus congelou a luz para dar a aparência de jovem à Terra?”
—————————————————————————
Pena que um certo racista maçom, conhecido como Alan Kardec tampou um pouco de suas visões, fazendo você fazer até perguntas pérolas como estas “Por que será que Deus os criou tão “diferentes” nós? E por que será que Deus foi tão imparcial? A Bíblia não nos diz que “Deus não faz acepção de pessoas?” Estranho né, Deus fazer privilégios?!?!?!?!? Será porque não aprecia a “raça” negra?” a qual a própria bíblia responde.
Se você realmente acredita, vou até ser mais ousado: você está a um passo de ter a verdadeira fé! É só largar esse espiritismo e essas teorias ridículas de vidas passadas, ou que se encontarmos uma pessoa e sentirmos uma atração misteriosa é porque ela foi amiga da gente numa vida passada, quando não é (quando eu era espírita, ái que vergonha, acreditava nisso e quebrei a cara várias vezes) e não fui só eu não… e o que eu via os espíritas fazerem e pensarem não era brincadeira.
Franco: Acho que você não deve ter vergonha de ter sido Espírita, mas sim, ter vergonha de ter sido Espírita e não ter compreendido nada. Isso acontece muito. As pessoas não têm capacidade de entender, abandonam e saem criticando. Buscam algo mais simples.
É como uma pessoa que sonha a vida inteira ser médico, e quando consegue entrar na faculdade, abandona logo no primeiro ano por não conseguir entender nada; não consegue acompanhar os outros alunos. Acaba optando por fazer um curso mais simples; a altura de sua capacidade intelectual. Sabe como é o nome disso? Tire você mesmo as conclusões.
—————————————————————————
Poderia me mostrar aonde eu disse isso? Será que foi isso mesmo que eu disse?
Sim: “você não me respondeu se para Jeová, Eliseu era mais importante que Seu filho Jesus. Ou será que o “crime” de Jesus, amar a Deus sobre todas as coisas e pregar o amor ao próximo, como nós espíritas fazemos, não foi perdoado pelo Seu Pai que deixou que O levassem à crucificação, enquanto que por chamarem Eliseu de careca Jeová vingou-o e destruiu os “rapazinhos”?”
Franco: Agora, muito mais, entendo porque você deixou de ser Espírita. Você custa um pouco entender as coisas mais simples e sublimes. Fazer o que! Mas tempo para aprender é o que não falta. Estamos sempre evoluindo. Não desista. Eu também era assim como você.
—————————————————————————
Me lembro que nesse dia ia discorrer a você inúmeras evidências dos índios, de que eles se assemelhavam a muitos povos antigos da Ásia e até da Europa, no modelo de escrita, construções, de que a navegação e até exploração intercontinental aconteceu muito antes dos europeus. Ia mostrar até achados arqueológicos antigos da Europa aqui nas américas e muito mais. É um tema tão legal, tinha inúmeras referências preparadas (agora nem sei se posso conseguí-las mais, só se for pela internet), muitos especialistas em histórias, que concordam plenamente com isso, mas ao fazer essa pergunta, achando que Cristo não foi perdoado, que ele foi deixado levar a crucificação, em detrimento de Eliseu. Desisti.
Franco: Ainda bem que você desistiu.
Amigão, presta atenção: 1,2,3 e…já! Plin!
Vamos ver se você consegue entender:
O que eu disse, se refere ao negro das tribos africanas, praticamente selvagem, que é tão inferior aos brancos civilizados, porém igual ao selvagem branco que vive em diversas partes do Planeta.
Como o tema era o negro, mencionei o negro, assim como, se o tema fosse o selvagem branco, diria também porque Deus privilegiou o branco civilizado. Capito? (significa entendeu em italiano).
Ótimo, Franco, já vi que tens bom senso. Já vi que sabes que coisas horríveis aconteceram com os brancos e os amarelos, mas será que você se questionou por quê Alan Kardec não especificou que era só com certos negros? Por quê ele disse frases que mostram claramente um teor racista? Por quê ele não especificou que isso também acontecia com os brancos e os amarelos?
Franco: Acho que já expliquei. Se você não entendeu, paciência. Um dia você chega lá.
Além do mais, que eu saiba, Kardec não tinha nenhum escravo, nem branco nem negro, enquanto que na Bíblia (a.T), o que mais se vê é neguinho proprietário de escravos, com a anuência de “Deus”.
_______________________________________________
Ô!
Que bom que conheces que isso aconteceu com outras raças. Seu amigo parece não ter conhecido e é isto que quero saber:
“O progresso não foi, pois, uniforme em toda a espécie humana; as raças mais inteligentes naturalmente progrediram mais que as outras, sem contar que os Espíritos, recentemente nascidos na vida espiritual, vindo a se encarnar sobre a Terra desde que chegaram em primeiro lugar, tornam mais sensíveis a diferença do progresso. Com efeito, seria impossível atribuir a mesma antiguidade de criação aos selvagens que mal se distinguem dos macacos, que aos chineses, e ainda menos aos europeus civilizados” (Allan Kardec, A Gênese, ed. cit. p. 187, ).
Franco: Bem, eu te respondo com uma pergunta:
Se Deus não faz acepção de pessoas, porque alguns nascem cegos, aleijados, surdos, mudos, doentes mentais, com problemas de coração, outros nascem e em seguida morrem, doentes mentais e aí vai, enquanto outros nascem perfeitos. Poderia me explicar?
A propósito, qual seria a razão de Deus criar um ser anencéfalo?
_______________________________________________
No meu caso, não diria “Ô!”, diria “Puts!”, sobre esse idiota maçom racista que alguns acreditam.
Franco: Que dizer de David, Salomão e outros expoentes bíblicos que mantinham milhares de escravos, fora as concubinas, sendo que Jesus disse: Ouvistes o que foi dito: “Não cometerás adultério”. Eu, porém, vos digo: todo aquele que olha para uma mulher com desejo libidinoso já cometeu adultério com ela em seu coração (Mt 5,27-28).
Aí você vai me dizer: Mas a naquela época, não conheciam os ensinamentos de Jesus; e aí eu respondo:
Mas já conheciam o Sexto Mandamento: Não cometer adultério.
_______________________________________________
Também acho. O que pode ter acontecido, é que Deus olhou para um negão e disse:
“Não vou com a tua cara, negão; daqui prá frente serás escravo dos brancos”.
O que você quis dizer com isso? Sobre a escravidão, houve muitos erros dos brancos civilizados, mas é claro, que muitos não contam que a escravidão teve, em parte, uma grande colaboração dos negros.
Franco: Que mal teriam feito os negros para se tornarem escravos, nesta vida?
_______________________________________________
Cara, abre teus olhos, Deus, o Verdadeiro, não comete erros, não privilegia ninguém, não cria para depois destruir, não castiga ninguém.
Deus, tem Suas Leis, que são imutáveis, Ele jamais as derroga. Não é preciso que Ele nos castigue; basta que deixemos de cumprir a Sua Lei e pagamos caro.
Já falei aqui e em muitos outros lugares, que Deus não comete erros, não tem inveja, não tem raiva, não tem ciúme; Deus não tem adversário; essa bobagem de achar que o diabo é adversário de Deus, só serve para diminuí-Lo. Coisa de quem não tem a mínina noção do que seja DEUS; tudo em letra maiúscula.
Tenho pena, mas muita pena mesmo, de pessoas que querem atribuir a DEUS nossas limitações.
Também sei disso, não é atôa que a evolução não existe. Deus, todo poderoso pode crair tudo perfeitametne na hora, sem precisar de bilhões de anos e algo que exclua os mais fracos. Isso também que você falou é relevante para o tema do racismo de Allan Kardec.
Franco: Sua resposta é muito boa. Continue na sua religião. Vai demorar para você entender o Espiritismo.

Comentar por franco1952agora

Franco

Leio seus comentarios e percebo cada vez mais uma certa ”ignorancia” quanto ao assunto Deus e Homem, não quero te acusar de ignorante a tudo, mas sim relatar sua falta de percepção e entendimento no contexto geral biblico.

________________________________________________
Também acho. O que pode ter acontecido, é que Deus olhou para um negão e disse:
“Não vou com a tua cara, negão; daqui prá frente serás escravo dos brancos”.

Você Realmente atribui a culpa a Deus?Deus o ”Racista”?
Quando realmente o culpado disso somos ”nós”!Até que ponto chegará nossa ignorancia?De jogar toda a culpa de mal e punição em Deus?Oque realmente queremos?
Temos sim liberdade, podemos fazer tudo oque quisermos, mas realmente devemos fazer tudo oque queremos?
A culpa do mal realmente é de Deus ou somos nós os criadores do mal?
_________________________________________________

Cara, abre teus olhos, Deus, o Verdadeiro, não comete erros, não privilegia ninguém, não cria para depois destruir, não castiga ninguém.
Deus, tem Suas Leis, que são imutáveis, Ele jamais as derroga. Não é preciso que Ele nos castigue; basta que deixemos de cumprir a Sua Lei e pagamos caro.

Ai não dá pra entender,
”pagamos caro se desobedecermos a lei de Deus porém Ele não nos castiga?”
Naquela epoca biblica Deus castigava por que eram como um filho recém nascido.
Deus ensinou,falou,avisou porém não deram ouvidos então meu querido se ele deixasse do jeito q tava, hoje esse mundo estaria pior do que já está.
É como um filho q vc ensina ele desde os 4 anos a ser educado a respeitar os outros porém chega aos 6 já está respondendo até você então voce fala e ensina, dai aos 8 já tá pedindo tudo na mão e birrando q nem um doido e vc aconselha e ensina de novo , aos 10 o muleque já tá tirando tua saude, aos 12 já não fala com , aos 16 meu querido tu perdeu teu filho.
Eu tenho certeza que é assim que Deus se sente na maioria de seus filhos, Ele deve estar muito triste com inumeras pessoas porém ama cada um.
É claro q com uma criança não se deve castigar e punir rigorosamente por que ele não sabe e não tem noçao de muitas coisas.
Já o homem crescido em sua maioria já sabe, não é inocente e muito menos coitado.

Então por isso Deus puniu e castigou NAQUELA epoca, pra mostrar aos outros quão ignorantes e rebeldes somos nós os Homens.
Não sei se vc já leu Exodo, que mostrar quão mal criado são os homens que reclamam de diversas coisas.

Agora vamos pensar , Deus realmente não tem o direito de punir SUA PRÓPRIA criação?
Deus já deveria estar é cansado e acabar logo com essa humanidade porém ele permanece amando cada um de nós e sabe que ainda existem corações puros e arrependidos no meio de tantos endurecidos e gelados.
Como nas parabolos do nosso Senhor Jesus Cristo ,ainda existe Trigo no meio do Joio.

Deus abençoe

Comentar por junior

Oi Júnior, tudo bem? É prazer discutir com você certos assuntos que causam muita controvérsia; tanto é que da mesma Bíblia, a cada dia surgem dezenas, quiçá centenas de novas religiões.
Você disse:
“Leio seus comentarios e percebo cada vez mais uma certa ”ignorancia” quanto ao assunto Deus e Homem, não quero te acusar de ignorante a tudo, mas sim relatar sua falta de percepção e entendimento no contexto geral biblico.”
Franco: Não é preciso colocar a palavra ignorante entre aspas, visto que, junto comigo, existem centenas de milhares de ignorantes nesse assunto; tanto é que, como citei acima, a cada dia surgem dezenas ou centenas de religiões por causa dessa ignorância; cada um achando que “entendeu” a mensagem; com aspas.
________________________________________________
Também acho. O que pode ter acontecido, é que Deus olhou para um negão e disse:
“Não vou com a tua cara, negão; daqui prá frente serás escravo dos brancos”.
Você Realmente atribui a culpa a Deus? Deus o ”Racista”?
Quando realmente o culpado disso somos ”nós”!Até que ponto chegará nossa ignorancia?De jogar toda a culpa de mal e punição em Deus? O que realmente queremos?
Temos sim liberdade, podemos fazer tudo oque quisermos, mas realmente devemos fazer tudo oque queremos?
A culpa do mal realmente é de Deus ou somos nós os criadores do mal?
Franco: Amigo Júnior. Acho que você não entendeu direito a colocação que eu fiz. Eu disse:
O que pode ter acontecido, é que Deus olhou para um negão e disse:
“Não vou com a tua cara, negão; daqui prá frente serás escravo dos brancos”.
Como você disse que lê meus comentários, deve ter percebido que, na maioria das vezes sou um pouco irônico; ou na verdade muito. E, na frase acima, você deve ter percebido que foi o que aconteceu. Só que, você entendeu justamente o contrário. O que eu quis dizer foi o seguinte:
Se, Deus não faz acepção das pessoas, e muitas pessoas já nascem ou nasceram escravas, (fora as deformações físicas e saúde) obviamente sem ter cometido pecado algum, significa duas coisas:
Ou Deus é parcial, (impossível) e ao nascer diz:
1- “Não vou com tua cara; irás sofrer o resto da tua vida” ou
2- Esta pessoa está pagando por alguma coisa errada que fez. Como já nasceu com essa “cruz” só pode estar pagando dívidas de outras vidas.
Por favor, estou aceitando outras explicações racionais.
Você diz:
“Ai não dá pra entender,
”pagamos caro se desobedecermos a lei de Deus porém Ele não nos castiga?”
Franco: Caro amigo Júnior. Leia com mais atenção o que eu escrevi e tenho certeza absoluta que você vai entender:
“Deus, tem Suas Leis, que são imutáveis, Ele jamais as derroga. Não é preciso que Ele nos castigue; basta que deixemos de cumprir a Sua Lei e pagamos caro.”
Vou te dar dois pequenos exemplos:
Se você se jogar de um prédio de 20 andares, é certo que, pelas leis naturais da física, vai morrer, ou no mínimo, se tiver muita sorte de cair sobre uma árvore, vai se quebrar todo; certo? E aí, você acha que foi Deus que castigou, ou foi você que não obedeceu a lei da física, criada por Ele?
Se você mata uma pessoa e vai preso, vai preso porque quebrou uma Lei divina, NÃO MATAR, ou foi Deus que te castigou?
Deus colocou suas Leis na nossa consciência e através dos Dez mandamentos. Não cumpriu, paga. Não é Deus quem pune, NÓS é que NÃO obedecemos Suas Leis e nos punimos. Deu para entender? Fácil né? Simples de tudo!
Você disse:
“Eu tenho certeza que é assim que Deus se sente na maioria de seus filhos, Ele deve estar muito triste com inumeras pessoas porém ama cada um.”
Franco: Tenha certeza de que Deus não está triste não; tristeza é um atributo de nós humanos. Deus é onisciente; Ele sabia e sabe direitinho o caminho que iremos trilhar. Ele nos dá o conhecimento do Bem e do Mal; nós escolhemos. Como é onisciente, sabe que vamos errar muitas vezes, e nos dará inúmeras chances de repararmos nossos erros; assim como fazemos com nossos filhos. Caso contrário não seria Deus.
Você disse;
“Deus já deveria estar é cansado e acabar logo com essa humanidade porém ele permanece amando cada um de nós e sabe que ainda existem corações puros e arrependidos no meio de tantos endurecidos e gelados.”
Franco: Mais uma vez, você tira a onisciência de Deus. Se tudo está assim, é pela vontade d’Ele.

Abraços
Franco
OS. Estou com saudade do Adalberto; parece que ele me abandonou.

Comentar por franco1952agora

Franco
________________________________________________
Não é preciso colocar a palavra ignorante entre aspas, visto que, junto comigo, existem centenas de milhares de ignorantes nesse assunto; tanto é que, como citei acima, a cada dia surgem dezenas ou centenas de religiões por causa dessa ignorância; cada um achando que “entendeu” a mensagem; com aspas.

Bom coloquei esse comentário e as aspas somente porque não queria que te ofendesse, as vezes chamar outra pessoa de ignorante é como uma ofensa mas oque queria dizer é q as contradições são apenas uma leitura ou perceção errada.
Sim é verdade que muitas religiões surgiram por causa da Biblia por isso digo que não busco respostas na religião mas sim na propria Biblia.Oque está havendo são doutrinações diferentes porque a mensagem Biblica é unica:
A salvação por meio de Jesus Cristo!
_______________________________________________

Se, Deus não faz acepção das pessoas, e muitas pessoas já nascem ou nasceram escravas, (fora as deformações físicas e saúde) obviamente sem ter cometido pecado algum, significa duas coisas:
Ou Deus é parcial, (impossível) e ao nascer diz:
1- “Não vou com tua cara; irás sofrer o resto da tua vida” ou
2- Esta pessoa está pagando por alguma coisa errada que fez. Como já nasceu com essa “cruz” só pode estar pagando dívidas de outras vidas.

Oque pra você não é perfeito para Deus é, o ”achismo” de que :
– O cara não tem a perna ele é anormal, está pagando!
É simplesmente ridículo, pra mim todos somos iguais sem perna com perna,pobre ou rico, negro ou amarelo ou branco,vamos morrer do mesmo jeito e virar pó do mesmo jeito, agora por que as pessoas defeituosas nascem assim eu não sei, mas os Por quês da vida não cabe a mim saber e sei que um dia tudo teve seu proposito.

Veja este video:

De coração reflita depois
______________________________________________

Se você se jogar de um prédio de 20 andares, é certo que, pelas leis naturais da física, vai morrer, ou no mínimo, se tiver muita sorte de cair sobre uma árvore, vai se quebrar todo; certo? E aí, você acha que foi Deus que castigou, ou foi você que não obedeceu a lei da física, criada por Ele?
Se você mata uma pessoa e vai preso, vai preso porque quebrou uma Lei divina, NÃO MATAR, ou foi Deus que te castigou?
Deus colocou suas Leis na nossa consciência e através dos Dez mandamentos. Não cumpriu, paga. Não é Deus quem pune, NÓS é que NÃO obedecemos Suas Leis e nos punimos. Deu para entender? Fácil né? Simples de tudo!

Junior:Isso é obvio não!?Eu concordo Deus não pune !
Deus não pune mais como no velho testamento, PORÉM Ele permite que as consequências aconteçam.
_______________________________________________

Mais uma vez, você tira a onisciência de Deus. Se tudo está assim, é pela vontade d’Ele.

Junior:
Franco não tirei nenhuma onisciência de Deus.
Se ele nós prometeu e concedeu Livre Arbítrio está feito!!
Sua Palavra é imutável como vc disse, então ele cumpre, soube das consequências porém ai que ele demonstra quão Grande é seu Amor.
1 – deu-noas Vida ( que palavra maravilhosa)
2 – deu-nos Livre Arbítrio.
e 3 – com o Livre Arbítrio veio o pecado mas dai vem o maior presente A Salvação!

Então ele nos Criou, nós erramos!
Ele nos chamou de volta e nós O rejeitamos
Ele nos Deus seu UNICO Filho para demonstrar Sua bondade, Sua Sabedoria e Seu Amor!

Acredito que Deus ama cada um de nós mas nossos duros corações são o problema, não reconheçemos oque é o real e Verdadeiro Amor.

Deus abençoes Franco até+

Comentar por junior

Você disse:
“são apenas uma leitura ou perceção errada.”
Aí eu pergunto:
Percepção errada de quem? Se você perguntar a qualquer religioso, estudioso da Bíblia, ele dirá a mesma coisa: A minha interpretação é a certa; as demais erradas.
-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
Você disse:
“…O cara não tem a perna ele é anormal, está pagando!”
É simplesmente ridículo, pra mim todos somos iguais sem perna com perna,pobre ou rico…”
Bem, não tenho muita certeza, se você ou qualquer outra pessoa diria ao Criador antes de nascer:
“Senhor, faça-me cheio de doenças; cego, sem pernas, sem braços, pobre e com muitas dores no corpo, afinal, que diferença faz?” Se assim for, porque procuramos um médico quando estamos doentes?
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
Você disse:
“…agora por que as pessoas defeituosas nascem assim eu não sei…”
Experimenta colocar na sua dúvida a palavra reencarnação, mais conhecido como “a cada um, segundo suas obras” e você vai entender direitinho.
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
Quanto ao vídeo, que eu já conhecia, é muito bom, mas, conforme ele nos mostra, causou muitos sofrimentos a ele e a seus familiares, enquanto que, a grande maioria nasce sem nenhum “defeito”. E aqueles que nascem sem cérebro; qual será a razão, como poderão entender as coisas, e os loucos de todo gênero, para que servirá esta vida? É difícil entender sem aceitar a doutrina de que estamos pagando por algo que fizemos pois, se não erramos nesta vida, não vejo outra saída que não seja a de erros praticados em outras vidas.
É uma questão de bom senso; de inteligência; de
lógica.
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
Você disse;
“Acredito que Deus ama cada um de nós mas nossos duros corações são o problema, não reconheçemos oque é o real e Verdadeiro Amor.”
Como eu já citei acima, não entendo como uma tribo de selvagens, que moram no coração da África, sem nunca terem tido contato com a civilização, sem nunca terem ouvido falar de Deus ou Jesus, possam entender o que é o ” real e Verdadeiro Amor.”
Um grande abraço meu querido amigo
Júnior.

Comentar por franco1952agora

Não dá nem p debater

Comentar por Clayton Luciano

Prezado Clayton
Quando a emoção abandona a razão, é só confusão. Não tem jeito mesmo; ela cega as pessoas. Vide muçulmanos. O fanatismo faz as pessoas ficarem cegas. Quando ficam sem saída são capazes de matar; e o que é pior: em nome de Deus.
Usem a razão meus caros; e verão quem é o verdadeiro Deus; e não o deus dos fanáticos, que querem construí-Lo à nossa imagem e semelhança.
Pena que todos caiam fora do debate; ficam encurralados, sem argumentos e fogem.
É compreensível.
Abraços
Franco
Próximo.

Comentar por franco1952agora

Nem queria comentar mais com esse Franco, mas lá vai:

OS. Estou com saudade do Adalberto; parece que ele me abandonou.

Exatamente.

Pena que todos caiam fora do debate; ficam encurralados, sem argumentos e fogem.

Não que esteja julgando, mas creio que não vai adiantar muito dizer a uma pessoa como você que não cai fora, nem fiquei encurralado, nem fiquem sem argumentos e nem fugi, apenas abandonei, mesmo assim, pense como quiser.

Comentar por Adalberto Felipe

Caro amigo Adalberto; boa noite.
Você disse:
“Nem queria comentar mais com esse Franco, mas lá vai: OS. Estou com saudade do Adalberto; parece que ele me abandonou. Exatamente. Pena que todos caiam fora do debate; ficam encurralados, sem argumentos e fogem. Não que esteja julgando, mas creio que não vai adiantar muito dizer a uma pessoa como você que não cai fora, nem fiquei encurralado, nem fiquem sem argumentos e nem fugi, apenas abandonei, mesmo assim, pense como quiser.”
Caro Adalberto, e a todos os que pensam como você.
Não é que você e os outros que vão caindo fora, não queiram mais comentar comigo; a verdade é que a razão sempre prevalece. Não tem como refutar meus argumentos.
Eu debato com o pessoal do blog “Adventismo em foco”, que, cá pra nós, aquilo é um poço de fanatismo e cabeça dura, e o que acontece, é que estão sempre caindo fora quando os coloco contra a parede. A única coisa que sabem fazer, é criticar qualquer religião que não seja a deles e, tentar mostrar que se não guardarmos o sábado, é fogo eterno na certa.
Olha meus amigos; eu até entendo o pensamento de vocês e acho normal; cada um acredita no que quiser; é um direito inalienável, líquido e certo. Porém, magoam-me quando criticam o que não conhecem, que é Espiritismo; o verdadeiro cristianismo ensinado por Jesus. Se procurassem compreendê-lo, veriam que eu falo a verdade, estou com a razão. Pois, como dizia Paulo, “Por que a letra mata e o espírito vivifica.”
Volto a insistir:
Deus não tem raiva, ciúme,
Deus não erra e,
Deus não cria para depois destruir; isso tudo são atributos HUMANOS; da criatura e não do CRIADOR! Ponham isso nas vossas cabecinhas, e aí sim entenderão um pouquinho a natureza de Deus. NÃO ATRIBUAM A DEUS NOSSOS DEFEITOS E FRAQUEZAS!
E, para finalizar, Deus NÃO tem adversário, esse tal de diabo, demônio, são nossas fraquezas.
Quando Jesus foi tentado pelo tal diabo, Ele estava apenas exorcizando seus pensamentos mundamos; estava se livrando de todo e qualquer vício terrestre; estava entrando para uma nova vida limpo das impurezas humanas.
Pensem nisso.
Um grande abraço e que Deus o ilumine e dê sabedoria..
Franco

Comentar por franco1952agora

Franco:
“Usem a razão meus caros; e verão quem é o verdadeiro Deus; e não o deus dos fanáticos, que querem construí-Lo à nossa imagem e semelhança”

Acredito que pela razão, não dá para confirmar Deus (nem para negar).

Veja o seguinte: Se Deus é tão bondoso e poderoso, então por que ele permite o mal? Por causa do livre arbítrio?

Ora, não há livre escolha, eu não posso, por exemplo, passar minhas férias em Marte. Concluo então que sou livre, mas posso escolher apenas entre os eventos possíveis, e se mesmo assim eu tenho o livre arbítrio, bastaria então que Deus desse as pessoas, a possibilidade de exercer a livre escolha, porém sem que estivesse o mal entre as possibilidades, uma vez que assim como uma férias em Marte não está entre as minhas escolhas possíveis, o mal também não estaria, então todos seriam livres, porém o mal não existiria.

Alguém pensa: “mas aí não é livre arbítrio, não há como ter livre arbítrio sem a possibilidade do mal, assim é impossível que haja livre arbítrio”. Eu respondo: “Mas você mesmo é quem diz que para Deus NADA é impossível.”.

Comentar por Clayton Luciano

Amigo Sabino, por que você não dá uma força para seus amigos; parece que eles estão precisando de uma mãozinha de alguém mais experiente.

Comentar por franco1952agora

Caro Franco
”bla bla bla e pense na reencarnação”.
Não adianta atirar sua logica de reencarnação, ela sim não faz sentido algum, só por que existe sofrimento com alguma pessoa é por que está pagando? isso sim seria de um deus injusto e Infiel, deixar que um pessoa viva e reviva diversas e diversas vezes sofrendo e ainda mais sem um proposito, então quer dizer que nosso amigo Hitler está ai perambulando na boa mesmp se estiver ”pagando” pelo que fez ”sem uma perna” hoje está vivendo novamente, este e outros centenas de milhares que fizeram o mal e hoje estão ”reencarnados”, já que é assim vamos fazer oque quisermos afinal reencarnaremos e teremos outra chance trocentas vezes.

Voce bagunçou as coisas ali, é claro que ninguem quer sofrer mas oque eu queria dizer é q pra Deus somos todos iguais e as vezes um cara sem duas pernas vai fazer mais do que um com dois, entendeu?
tudo tem proposito no caso do Nick ele diz que talvez se ele tivesse os braços e as perna ele não faria metade da metade do que faz hoje,Para os cristãos não somos um corpo com alma somos uma alma que tem um corpo.

quanto as tribos existe um trabalho missionario dos cristãos a milhares de anos,com esse objetivo levar a palavra de Deus para eles, por isso está na Biblia ”ide e pregai o evangelho a toda e criatura”.

Não cabe a mim perguntar os porquês da Vida,e não é por isso que perco a razão pois existem e vão continuar existindo diversar duvidas e perguntas.
A vontade de Deus era um mundo perfeito sem maldade, sem pecado, sem doença e sem sofrimento porém com a queda do homem surgiu tudo isso ( estou tirando isso da Biblia ).

Agora me desculpa se não foi sua intenção as comprar uma cristão protestante a um mulçumano não é legal.
O mulçumano mata pra ir pro tal paraiso pro proprio beneficio, e os cristões morrem pera levar o a palavra pros outros.

Que palavra faz mais sentido?
Jesus nos ensinou a amar uns aos outros só por isso já dá pra perceber qual Verdade leva a real felicidade.

Que o amor do Senhor entre em sua vida e de sua familia cada vez mais Franco.
Abraços

Comentar por junior

Caro Júnior; tudo bem?
Olha, como eu já citei diversas vezes, o Espiritismo é um pouco difícil de entender, para quem insiste na fé sem razão. Se você e todas as outras pessoas que pensam como você, deixar de lado o fanatismo cego e usar a razão, vai ter um outro entendimento; as coisas ficam claras.
Eu tenho certeza de que entendeu o que eu quis dizer, porém, se concordasse publicamente, iria contra o que você aprendeu com as pessoas que têm a mente um pouco fechada e, por tabela, com você mesmo, com sua crença. Paciência.
Você disse:
“Não cabe a mim perguntar os porquês da Vida,e não é por isso que perco a razão pois existem e vão continuar existindo diversar duvidas e perguntas.”
Bota pra fora esse ranço religioso, abre sua mente e pega um livrinho chamado “O Livro dos Espíritos”. Lá, você vai ver, que entre as 1019 perguntas e respostas, não existe uma contradição qualquer. Faça isso, não é pecado não, pois como disse nosso Mestre Jesus, “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Você vai ver como é bom conhecer a verdade que liberta; que tira toda e qualquer dúvida.
Como dizia o estudioso do Espiritismo Leon Denis:
” Espiritismo não será a religião do futuro, mas, sim, o futuro das religiões.”
Se assim não fosse, Jesus não teria dito:
“E eu rogarei ao Pai, e Ele vos enviará outro Consolador, a fim de que permaneça eternamente convosco: o Espírito de Verdade, que o mundo não pode receber porque não o vê e não o conhece…o Pai enviará em meu nome, e esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito” (João, XIV, 16 a 26).
O Espírito da Verdade já veio, mas, assim como quando Jesus veio, o mundo demorou para reconhecê-Lo. cada coisa no seu tempo.
Quem viver verá.
Você disse:
“quanto as tribos existe um trabalho missionario dos cristãos a milhares de anos,com esse objetivo levar a palavra de Deus para eles, por isso está na Biblia ”ide e pregai o evangelho a toda e criatura”.
Aí eu pergunto:
E quem ainda não recebeu a “palavra de Deus”, como essas tribos que eu citei, nos países muçulmanos, onde eles aprendem desde pequenos que o grande profeta é maomé e não Jesus, e na Coréia do Norte, onde só em fala em cristianismo a pessoa é morta, ou mesmo no Brasil, onde existem tribos de índios que nunca tiveram contato com a civilização como fica, se Jesus disse:
“Ninguém vai ao Pai senão através de Mim?”
Complicado né?
Mata essa.
Fica com Deus; confia n’Ele que com certeza vai abrir seu entendimento.
Franco.

Comentar por franco1952agora

Franco,

“a verdade é que a razão sempre prevalece. Não tem como refutar meus argumentos.”

Não Franco, não é por causa disso.

É porquê quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão e xinga o debatedor de louco, ridículo, burrinho, patético, ignorante, ingênuo e fanático e ainda afirma que está tirando onda com a cara do debatedor…

Quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão, mas adora julgar os debatedores, o que o debatedores falam, nossas referências e links, mesmo quando são de assuntos que não tem nada haver com o criacionismo e evolucionismo…

Quando a gente vai debater com alguém que se diz evolucionista, vomita ataques contra o criacionismo e os criacionistas, mas tem a cara de pau de afirmar ter poucos conhecimentos de biologia…

Quando a gente vai debater com alguém que se diz evolucionista, mas não sabe o que é Diagrama de Punnet e ainda pede ajuda a um criacionista para saber o que é isso…

Quando a gente vai debater com alguém que se diz evolucionista e que, ao pedirmos evidências da evolução, parece que dá uma rápida googleada e cita o apêndice como órgão vestigial, mesmo já estando provado que não é nenhum órgão vestigial, depois afirma que entende pouco de biologia e ainda insiste que passou evidências da evolução…

Quando a gente vai debater com alguém que fala que estamos vindo com achismo e suposições sem nenhum fundamento, quando a própria pessoa vem com achismos e suposições sem fundamentá-las…

Quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão e fala mal do povo de judeu…

Quando a gente vai debater com alguém que transfere o ônus da prova ao debatedor na maior cara de pau…

Quando a gente vai debater com alguém, que diz que o debatedor está “perdido, esnucado (?), sem saída, encurralado, sem argumento e morto”, quando a própria pessoa ignora certas coisas que o debatedor disse e quando o debatedor lança um argumento, essa pessoa diz: “sem comentários”…

Quando a gente vai debater com alguém que adora criticar a bíblia por ela não estar escrito tal coisa, mas não fala e nem questiona nada do espiritismo, por não estar escrito “tais coisas” também e ainda se contradiz…

Quando a gente vai debater com alguém, que cita o sábio Sêneca e critica o debatedor por não repartir conhecimento com quem é ignorante, mas julga as referências do debatedor e quando o debatedor afirma que ia passar muitas referências históricas e científicas sobre os índios, repartir esse conhecimento, essa mesma pessoa diz: “ainda bem que você desistiu”…

Quando a gente vai debater com alguém, em que ao respondermos suas perguntas e questionamentos, vive vindo com OUTROS assuntos, de OUTRAS categorias irrelevantes em relação ao assunto original…

Quando a gente vai debater com alguém, que admite que gosta de ser muito irônico do debate, mesmo se tratando de assuntos sérios, em que não se pode perder tempo com coisas inúteis e ainda insiste em querer vir provocações e ironias e em responder de um jeito mau formatado e dificultoso para ler, parecendo que quer fazer com que o debatedor se perca ou que nem sabe para que serve a tecla “Enter”…

Quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão, mas pergunta por que que Deus não quis salvar Jesus Cristo na cruz…

Quando todos esses fatores são somados e a pessoa ainda acha que está abafando, quando na verdade está fazendo é outra coisa

… a gente percebe, Franco, que estamos a ser forçados a abandonar.

Comentar por Adalberto Felipe

Franco,
“a verdade é que a razão sempre prevalece. Não tem como refutar meus argumentos.”
Não Franco, não é por causa disso.
É porquê quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão e xinga o debatedor de louco, ridículo, burrinho, patético, ignorante, ingênuo e fanático e ainda afirma que está tirando onda com a cara do debatedor…
Franco – As palavras são colocadas dentro de um contexto; assim como vocês costumam dizer quando cito alguma passagem bíblica. É apenas um elogio.
Quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão, mas adora julgar os debatedores, o que o debatedores falam, nossas referências e links, mesmo quando são de assuntos que não tem nada haver com o criacionismo e evolucionismo…
Franco – Eu uso a razão e não a emoção. Para mim, meu Deus é muito maior daquele que vocês adoram; meu Deus não erra, não se arrepende, não se vinga, não tem raiva, inveja, ciúme, não cria para depois destruir e outros atributos que os judeus antigos lhe atribuíram e vocês assinam embaixo. E, principalmente NÂO tem adversários, vulgo satanás, lúcifer, diabo, demônio e outras bobagens que os espertalhões inventaram para manter as pessoas sob seu jugo e domínio.
Quando a gente vai debater com alguém que se diz evolucionista, vomita ataques contra o criacionismo e os criacionistas, mas tem a cara de pau de afirmar ter poucos conhecimentos de biologia…
Franco – O problema, é que vocês estão cegos e não conseguem entender que evolucionismo, também significa que foi DEUS quem criou tudo, mas ao contrário da fábula do Gênesis, baseada em contos antigos, mas em conformidade com o Cosmos, Deus plantou a semente, ela germinou e foi se aperfeiçoando.
Quando a gente vai debater com alguém que se diz evolucionista, mas não sabe o que é Diagrama de Punnet e ainda pede ajuda a um criacionista para saber o que é isso…
Franco- Amigo Adalberto; não pensa que você vai me impressionar com esse tal diagrama de Punnet, que tenho certeza, não sabe muita coisa não. Achou no Google, e vem querer dar uma de sabidão; mesmo porque, é apenas mais uma teoria igual a tantas outras. Além do mais, eu já te mostrei o que seria o tal diagrama; ou você vai querer uma dissertação sobre o tema; uma aula?
Quando a gente vai debater com alguém que se diz evolucionista e que, ao pedirmos evidências da evolução, parece que dá uma rápida googleada e cita o apêndice como órgão vestigial, mesmo já estando provado que não é nenhum órgão vestigial, depois afirma que entende pouco de biologia e ainda insiste que passou evidências da evolução…
Franco- Amigo Adalberto; eu sou advogado; não sou biólogo.
Quando a gente vai debater com alguém que fala que estamos vindo com achismo e suposições sem nenhum fundamento, quando a própria pessoa vem com achismos e suposições sem fundamentá-las…
Franco –
Que tal esta resposta à pergunta: A propósito, como surgiu a raça negra? Qual será que era a cor de Adão e Eva?
“Quanto a cor de Adão e Eva, provavelmente eram mestiços” seria achismo?
Bem, achismo me parece ser uma constante nas respostas irrespondíveis dos criacionistas, como a resposta do “cientista” criacionista Morris, que soltou essa pérola quando a seguinte pergunta lhe foi feita:
“ Por que é que vemos luz de estrelas que estão a bilhões de anos-luz de distância?
Resp. “Este requisito é uma coisa insignificante para um Criador! […] A ‘luz’ que banhou a terra nos primeiros três dias foi criada no espaço, como [se estivesse] en route desde os inumeráveis ‘luzeiros’ que só seriam constituídos no quarto dia […] De fato, tendo em vista o poder e os propósitos de Deus, esse é de longe o modo mais razoável, mais eficiente, e mais gracioso em que Ele o podia ter feito.” (Morris, 1972, pp. 61-62).
Sem comentários.
Quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão e fala mal do povo de judeu…
Franco – Que mandou Jesus para a cruz.
Quando a gente vai debater com alguém que transfere o ônus da prova ao debatedor na maior cara de pau…
Franco – Quando testamos o conhecimento de alguém, devemos saber a reposta, que não parece ser o seu caso.
Quando a gente vai debater com alguém, que diz que o debatedor está “perdido, esnucado (?), sem saída, encurralado, sem argumento e morto”, quando a própria pessoa ignora certas coisas que o debatedor disse e quando o debatedor lança um argumento, essa pessoa diz: “sem comentários”…
Franco – Argumentos toscos… sem comentários.
Quando a gente vai debater com alguém que adora criticar a bíblia por ela não estar escrito tal coisa, mas não fala e nem questiona nada do espiritismo, por não estar escrito “tais coisas” também e ainda se contradiz…
Franco – ???????????????????????????
Quando a gente vai debater com alguém, que cita o sábio Sêneca e critica o debatedor por não repartir conhecimento com quem é ignorante, mas julga as referências do debatedor e quando o debatedor afirma que ia passar muitas referências históricas e científicas sobre os índios, repartir esse conhecimento, essa mesma pessoa diz: “ainda bem que você desistiu”…
Franco – Mantenho minha opinião.
Quando a gente vai debater com alguém, em que ao respondermos suas perguntas e questionamentos, vive vindo com OUTROS assuntos, de OUTRAS categorias irrelevantes em relação ao assunto original…
Franco – Você não responde as perguntas, mas sim tenta uma saída honrosa, porém ineficaz do ponto de vista lógico.
Quando a gente vai debater com alguém, que admite que gosta de ser muito irônico do debate, mesmo se tratando de assuntos sérios, em que não se pode perder tempo com coisas inúteis e ainda insiste em querer vir provocações e ironias e em responder de um jeito mau formatado e dificultoso para ler, parecendo que quer fazer com que o debatedor se perca ou que nem sabe para que serve a tecla “Enter”…
Franco – “A ironia é a expressão mais perfeita do pensamento.”
Quando a gente vai debater com alguém que se diz cristão, mas pergunta por que que Deus não quis salvar Jesus Cristo na cruz…
Franco – Então, Deus deixou que Jesus fosse humilhado, crucificado e morto, enquanto que, porque um bando de garotos chamou Eliseu de careca, Ele enviou dois ursos que estraçalharam os bandidões, os facínoras.
Será que você consegue perceber aqui a ironia?
Misericórdia meu Deus. E ainda tem gente que acredita.
Quando todos esses fatores são somados e a pessoa ainda acha que está abafando, quando na verdade está fazendo é outra coisa…
… a gente percebe, Franco, que estamos a ser forçados a abandonar.
Franco – Bem, sem nenhuma surpresa; deu a lógica.
Mais uma vez, que venha o próximo discutir sobre Espiritismo, mas que tenha conhecimento da matéria.
E, para terminar:
Me responde aquela pergunta que eu fiz:
“Se somos todos filhos de Adão e Eva, como existem pessoas como nós, civilizadas e outras que vivem no meio das selvas em estado selvagem, que se comunicam por grunhidos, assim como os animais?”
Mata essa.
Um abraço
Franco
E fique com Deus; o de a amor que Mestre nos mostrou não o dos judeus, vingativo, rancoroso e ciumento.

Comentar por franco1952agora

E aí, amigo Adalberto, vai ou não responder a minha pergunta?
“Se somos todos filhos de Adão e Eva, como existem pessoas como nós, civilizadas e outras que vivem no meio das selvas em estado selvagem, que se comunicam por grunhidos, assim como os animais?”

Comentar por franco1952agora

cara, até eu que sou ateu tô achando esse franco ridículo, mas é assim mesmo.

Deu para entender o porquê do Adalberto e outros aí não postarem mais.

Comentar por Rodrigo

Caro Rodrigo; você disse:
“cara, até eu que sou ateu tô achando esse franco ridículo, mas é assim mesmo. Deu para entender o porquê do Adalberto e outros aí não postarem mais”.
Ridículo, é você fazer um cementário desses e dizer que é ateu.
Só faltou você dizer:
“Deus vai te castigar”.
Eu mereço!

Abraços
Franco

Comentar por franco1952agora

“Ridículo, é você fazer um cementário desses e dizer que é ateu.
Só faltou você dizer:
“Deus vai te castigar”.
Eu mereço!”

Não concordo com o criacionismo, mas isso não me impede de ver o que falam e não me impede também de ver quando uma pessoa vem com falácias com eles, seja o que acreditam ou não.

Você merece mesmo

Comentar por Rodrigo

Rodrigão; se liga vai. Eu já debati com centenas de ateus e evangélicos. Nas duas primeiras frases, eu já sei com quem estou debatendo. Não tenta me enganar não com esse papo de que é ateu. Você é crente e dos brabos; dos mais fanáticos.
Abraços
Franco

Comentar por franco1952agora

Francão, se liga vai. Eu já debati com centenas de crentes, evangelicos, catolicos, espiritas, mulçumanos e ingleses. Nas duas primeiras frases, eu já sei com quem estou debatendo. Não adianta tentar me enganar com esse papo de que você é crente (ou espírita, sei lá). Você é crente e dos brabos, dos mais fanáticos

Comentar por Rodrigo

Cara, você é o crente mais hilário que eu conversei. Só rindo para não chorar.
Valha-me Deus; misericórdia, Senhor.

Comentar por franco1952agora

franco: http://www.youtube.com/watch?v=gUeeIjyI7QQ

Comentar por Rodrigo

Agradeço pelo carinho em nome de todos os criacionistas (e não evolucionistas brasileiros =)
Graças a Deus que não se tornou evolucionista, sim, pois depois de tanto estudar sobre a ciência, somente se vendendo é que alguém conseguiria negar os fatos…

Seu blog é uma pérola para todos nós… obrigado por compartilhar conosco tão belo e rico conhecimento… mas tudo na vida tem o seu tempo, como diz o autor de Eclesiastes, e acho que o seu tempo de postar por aqui já passou, ao menos por hora…

Deixo-lhe um abraço fraterno e carinho direto de São Paulo, Brasil…

Comentar por dannillors

Mas jáááááá??????

Comentar por franco1952agora

Muito boa Rodrigão. Essa é para os ateus que amam Deus.
Abraço
Franco

Comentar por franco1952agora

Epa, faltou o principal. Falha nossa.

Comentar por franco1952agora

Como sempre, o Franco continua surpreendendo e felizmente não é só eu que estou vendo isso e quase todo mundo parou de debater com ele:

Eu uso a razão e não a emoção.

(…) eu sou advogado; não sou biólogo.

Quando testamos o conhecimento de alguém (!!!), devemos saber a reposta, que não parece ser o seu caso.

Bem, sem nenhuma surpresa; deu a lógica.

É só eu dar uma passadinha nesse blog e o Franco continua a surpreender com sua incrível falta de lógica e isto vem de uma pessoa que afirma estar do lado da razão. Vejam só:

Usem a razão meus caros; e verão quem é o verdadeiro Deus; e não o deus dos fanáticos, que querem construí-Lo à nossa imagem e semelhança.

Rodrigão; se liga vai. Eu já debati com centenas de ateus e evangélicos. Nas duas primeiras frases, eu já sei com quem estou debatendo.

Cara, você é o crente mais hilário que eu conversei. Só rindo para não chorar.

Como ele mesmo diz: “só rindo para não chorar”.

Comentar por Adalberto Felipe

Olá Adalberto, tudo bem?

Adalberto, você continua o mesmo. Fala, fala, e não diz nada. Responder algumas das perguntas que eu fiz, nada. Cita frases minhas antigas, fora do contexto, e acha que isso é o máximo. Misericórdia.
Sabe por que ninguém quer mais debater comigo? Porque ninguém consegue responder as perguntas que eu faço; só por isso. Criticam o Espiritismo, mas na hora que são apertados, caem fora para não passar vergonha.
Esse tal de Rodrigo então, vem com um papo brabo dizendo que é ateu. Como se eu não conhecesse a conversa estúpida dos ateus.
Entra no blog do ateu André Cancian, ateus.net, e vê a conversa dele. Eu não posso acessar porque ele me bloqueou. Coitado; outro que se deu mal tentando ser esperto criticando o Espiritismo.
Antes, quando entrei no outro blog dele, Ceticismo Ciência e Tecnologia, e botei ele na parede, visto que já de cara veio com aquela sua prepotência de pessoas ignorantinhas, fugiu com o rabinho entre as pernas. Deu a lógica: me bloqueou.
Adalberto; eu não sou mais inteligente, mais esperto e muito menos superior a alguém; apenas defendo o que acredito e com lógica, com bom senso e com racionalidade, diferente dos detratores do Espiritismo que só criticam, mas NÃO CONHECEM ABSOLUTAMENTE NADA DO QUE FALAM. Eu não, modéstia à parte CONHEÇO por isso discuto e não aceito que pessoas ignorantes sobre a Doutrina critiquem.
Ao invés de ficar com essa lenga-lenga de citar frases soltas que eu disse, porque não vai direto ao assunto e responde às perguntas que eu fiz:
Por que, se todos nós somos filhos de Adão e Eva, existem povos que pouco se diferenciam dos macacos?
Como surgiu a raça negra? Qual será que era a cor de Adão e Eva?
Se, o primeiro homem surgiu no Oriente Médio, como chegaram até o Brasil ( são mais de 15 mil km. de mar), antes de Cabral? Lembra, Cabral encontrou aqui homens selvagens.
Se houver uma explicação, como esqueceram a língua que falavam de onde partiram?
Como esqueceram do Deus que os livrou do dilúvio?
Se existem estrelas que estão a bilhões de anos-luz de distância da Terra, significa que foram criadas há bilhões de anos; certo? Então como explicar que a Bíblia nos mostra que o mundo foi criado há 6500 anos?
Como Caim encontrou sua esposa, após ser expulso do Éden, se só havia no mundo ele, Adão e Eva?
Pronto; responde essas perguntinhas, que eu já fiz para o Sabino, e aí eu jogo a toalha, levanto a bandeira branca e aceito, passivamente que critiquem o Espiritismo.
Abraços
Franco
PS. Não me vem com “achismos”.

Comentar por franco1952agora

Franco:

O que tem de comprovado no espiritismo que passa de uma fé pessoal? Quais os métodos usados nesta comprovação? Quais as inseguranças destes métodos?

Comentar por Clayton Luciano

Amigo Clayton,
Eu te respondo com outra pergunta:
Fora a fé pessoal, quais são os métodos usados na comprovação para crer que Deus existe?
Fácil né?
Abraços
Franco.

Comentar por franco1952agora

Aproveita e responde as perguntas que eu fiz ao Adalberto, pois tenho certeza absoluta que ele não vai conseguir.

Comentar por franco1952agora

Não vejo comprovação alguma na existência ou inexistência de Deus. Nem em termos puramente de lógica formal.

Fé por fé, ter fé no espiritismo, em Deus, no ateísmo, nas fadas, tanto faz. Nem a lógica as crenças seguem, como eu disse acima:

(…) Veja o seguinte: Se Deus é tão bondoso e poderoso, então por que ele permite o mal? Por causa do livre arbítrio?

Ora, não há livre escolha, eu não posso, por exemplo, passar minhas férias em Marte. Concluo então que sou livre, mas posso escolher apenas entre os eventos possíveis, e se mesmo assim eu tenho o livre arbítrio, bastaria então que Deus desse as pessoas, a possibilidade de exercer a livre escolha, porém sem que estivesse o mal entre as possibilidades, uma vez que assim como uma férias em Marte não está entre as minhas escolhas possíveis, o mal também não estaria, então todos seriam livres, porém o mal não existiria.

Alguém pensa: “mas aí não é livre arbítrio, não há como ter livre arbítrio sem a possibilidade do mal, assim é impossível que haja livre arbítrio”. Eu respondo: “Mas você mesmo é quem diz que para Deus NADA é impossível.”.
:

Comentar por Clayton Luciano

Oi Clayton, esta questão do livre arbítrio, nós já dicutimos há algum tempo.
Afinal, você acredita em Deus?

Comentar por franco1952agora

“Afinal, você acredita em Deus”

Em termos de meus sentimentos, acredito numa força sobrenatural, não muito identificável, que me transparece ser do bem, mas não posso afirmar que dispõe de poder infinito. O problema é que tenho ciência de que este sentimento pode não passar de uma característica de nossa espécie (as formigas trabalham e o ser humano, em regra, tem crenças, se eu sou um ser humano, logo eu tenho crenças).

Em termos científicos não há como afirmar, nem como negar. Em de lógica, estou mais para negar a doutrina cristã, até pelos argumentos do livre arbítrio e do Deus ao mesmo tempo bondoso e poderoso que permite o mal (mas, a lógica que uso para analisar é a lógica humana, deve haver provas de que a lógica humana seja suficiente e/ou universal).

Quanto mais eu leio livros de História referente à Bíblia e leituras envolvendo outras religiões também, mais me transparece que tudo parece que foi criado pelos homens mesmo, política daquela época, não que inventaram os fatos, mas sim a interpretação dos fatos, por exemplo, uma enchente mundial, que pode até ser um fato acontecido, como obra de Deus, que é a interpretação dos fatos. Hoje quando um repórter diz na televisão que um terremoto aconteceu, na época dos fundamentos da Religião, aquele que fizesse o papel de repórter diria que Deus mandou um terremoto.

São muitas incógnitas que se mostram invencíveis: 1. se existe algo sobre natural, 2. Se é do bem, 3. Se é poderoso, 4. Se criou alguma coisa, 4. Se podemos conhecê-lo; 5. Sé é um só; 6.como podemos conhecê-lo; 7. Se nossa razão é suficiente para isto; 8. Se os sentimentos que temos sobre estas coisas não passam de meras características humanas sem qualquer correspondência fora da espécie. 9. Se o algo existe é do mal e os humanos acham que é do bem (pela cadeia alimentar, já dá para desconfiar disto, pois são muitas desculpas esfarrapadas dos religiosos para explicar o sofrimento de muitos animais na África, a última que ouvi é que animais não tem alma, por isto não temos que ficar com dó deles.

Do fundo do coração, não consigo ainda explicar como pessoas inteligentes aqui em meu meio ainda advogam em voz alta para um Deus bondoso e poderoso e uma natureza perfeita.

O que acontece com uma pessoa a pronto de chegar nisso? (não estou afirmando que seja totalmente imperfeita, e desculpa a sinceridade, minha intenção não é ofender).

Comentar por Clayton Luciano

Olha Clayton, na verdade nem você sabe em que acreditar; acho que essa dúvida não é exclusividade sua.
Se você abre a Bíblia e lê:
EXODUS 32:27 “Cada um ponha a sua espada sobre a sua
coxa; e passai e tornai pelo arraial de
porta em porta e mate cada um a seu irmão, e cada um a
seu amigo, e cada um a seu próximo. E os
filhos de Levi fizeram conforme a palavra de Moisés;
e caíram do povo aquele dia uns 3.000
homens.”
x-x-x-x-x-x

“Deut. 21.18 Quando alguém tiver um filho contumaz e rebelde, que não obedecer à voz de seu pai e à voz de sua mãe, e, castigando-o eles, lhes não der ouvidos, Deut. 21.19 então, seu pai e sua mãe pegarão nele, e o levarão aos anciãos da sua cidade e à porta do seu lugar,
Deut. 21.20 e dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz, é um comilão e beberrão.
Deut. 21.21 Então, todos os homens da sua cidade o apedrejarão com pedras, até que morra; e tirarás o mal do meio de ti, para que todo o Yashorul (Israel) o ouça e tema”.
x-x-x-x-x-x-x-x
Se uma jovem é dada por esposa a um homem e este descobre que ela não é virgem, então será levada para a entrada da casa de seu pai e a apedrejarão até a morte.
– Deuteronômio 22:20-21
x-x-x-x-x-x-x
“Se uma mulher for estuprada na cidade, e não gritar alto suficiente, ela deve ser apedrejada até à morte (Dt
22:23-24). Caso seja no campo, então ela vive (Dt 22:25). Enfim, se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar
uma quantia ao pai e casar com a estuprada (Dt 22:28-29).”
x-x-x-x-x-x-x
“Se uma mulher for estuprada na cidade, e não gritar alto suficiente, ela deve ser apedrejada até à morte (Dt
22:23-24). Caso seja no campo, então ela vive (Dt 22:25). Enfim, se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar
uma quantia ao pai e casar com a estuprada (Dt 22:28-29).”
x-x-x-x-x-x
ÊXODO : 20-21 Se alguém ferir a seu servo ou a sua serva com pau, e este morrer debaixo da sua mão, certamente
será castigado; mas se sobreviver um ou dois dias, não será castigado; porque é dinheiro seu”, e outras barbaridades tão ou mais cruéis, atribuídas a Deus, vai sim ficar em dúvida se esse Deus é bom ou é mau.
Porém, se você atribuir essas atitudes a uma pessoa, Moisés, que, naquele tempo, para que o povo acreditasse que Deus, para ser Deus, necessitava ser vigoroso, belicoso, vingativo, guerreiro, aí a coisa ganha sentido.
Naquela época, seria muito difícil fazer aquele povo embrutecido, semi-selvagem, acreditar que “devemos amar nossos inimigos”. Veja que, mesmo quase 3 mil anos depois, alguém tentou implantar esse ensinamento e acabou sendo morto na cruz.
Quase 2 mil anos depois, vem outra pessoa tentar ratificar o que este Homem disse, dando ainda mais força às palavras e acrescentando que “fora da caridade não existe salvação”, tentam linchá-lo moralmente e chamar seus seguidores de “seguidores de satanás”.
Cento e cinquenta anos depois, vem outro homem, (Chico Xavier) que escreve e vende 40 milhões de livros, arrecada uma fortuna imensa, distribui tudo para os pobres e ratifica o que aquele outro Homem disse, para amarmos, primeiramente a Deus e perdoarmos nossos inimigos, também o tomam por seguidor de satanás.
Caro amigo Clayton, realmente fica difícil, se creditarmos todas as maldades contidas no a.T. a Deus, saber se Ele é bom ou mau.
Bem, na verdade não sei se você tem alguma religião; isso não faz nenhuma diferença. Porém, se você quiser entender melhor Deus, as ” muitas incógnitas” e sua “pretensa maldade”, vai numa livraria, compra um livrinho chamado “Livro dos Espíritos”, (são 1019 perguntas e respostas, bem curtas e claras) abre em qualquer página e você vai entender um pouco mais porque Deus é bom ou mau.

Comentar por franco1952agora

Franco:
Eu tenho que respeitar a sua opção, mas para mim que não acredita que a existência de Deus esteja ao menos provada, fica difícil eu querer procurar resolver questões relativas à bondade ou maldade de Deus. Meu foco de estudo é mais na área de Ciências das Religiões.

Eu não me lembro direito se foi você quem disse que era advogado, mas se for você, uma breve visão destas passagens da Bíblia sob a ótica de quem trabalha no mundo do direito, para mim fica bem provável que estas passagens não passam de normas elaboradas pelos homens e que são atribuídas a Deus como autor de forma dogmática, em adaptação à cultura da época. Não que as pessoas que elaboram estivessem enganando o povo, mas de alguma forma estas normas foram sendo incorporadas à cultura e não vejo nada de sobrenatural nisto.

Vejo que estas normas não passam de normas do Direito Antigo. Hoje no Brasil dizem que todo o Poder emana do povo, que o exerce diretamente ou por intermédio de seus representantes (CF,1º, PU), antes diziam que tudo vinha de Deus, ou seja, só aconteceu uma evolução do Direito.
Hoje, quando querem mudar, foi o povo por intermédio de seus representantes que mudaram (na teoria), já antes, para mudar só alegando que Deus veio aqui e mudou (Jesus pode ser uma destas adaptações de mudanças).

Uma demonstração disto é que esta previsão de que o estuprador se casando com a vítima extinguia a sua punibilidade estava prevista no Código Penal até se eu não engano 2005.

“Enfim, se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar uma quantia ao pai e casar com a estuprada (Dt 22:28-29).”

Agora veja isto:

Conforme o texto revogado do inc. VII do art. 107 do Código Penal, a punibilidade seria extinta: “pelo casamento do agente com a vítima, nos crimes contra os costumes, definidos nos Capítulos I, II, e III do Título VI da Parte Especial deste Código”.

Ao que tudo indica para mim, a Bíblia (inclusive outros livros religiosos) não passa de um livro de Direito antigo e que se fundava em relatos históricos, uns inventados e outros aumentados.

Comentar por Clayton Luciano

Caro amigo Clayton

Você disse:
“Eu tenho que respeitar a sua opção, mas para mim que não acredita que a existência de Deus esteja ao menos provada, fica difícil eu querer procurar resolver questões relativas à bondade ou maldade de Deus. Meu foco de estudo é mais na área de Ciências das Religiões.”

Opa, agora fica mais fácil discutirmos, sabendo qual é o seu perfil. Muitas vezes, eu discuto com uma pessoa e acabo falando bobagens por não entender direito a sua linha de pensamento. Agora ficou claro. Eu sugeri a leitura do citado livro, pois achei que você tivesse entrado na discussão, assim como fazem todos, tentando mostrar que o Espiritismo está errado, mas sem nenhum conhecimento da Doutrina.

Bem, quanto a existência de Deus estar provada ou não, realmente fica difícil. Uso sempre essa máxima:

“Para quem acredita, Deus é tudo; para quem não acredita, Deus é nada.” Penso ser a melhor definição.

Você disse:

“Eu não me lembro direito se foi você quem disse que era advogado, mas se for você, uma breve visão destas passagens da Bíblia sob a ótica de quem trabalha no mundo do direito, para mim fica bem provável que estas passagens não passam de normas elaboradas pelos homens e que são atribuídas a Deus como autor de forma dogmática, em adaptação à cultura da época. Não que as pessoas que elaboram estivessem enganando o povo, mas de alguma forma estas normas foram sendo incorporadas à cultura e não vejo nada de sobrenatural nisto.”

Disse sim; sou formado em Direito, mas nunca exerci a profissão, decepcionei-me com o Direito; basta ter dinheiro, pagar o melhor advogado e sair sempre ileso. Como dizia o grande Chico Anísio:

“Enquanto isso, o pobre… ó”.

Bem, o restante da questão, me parece que está de acordo com seu entendimento, quando eu digo na postagem anterior:

“Porém, se você atribuir essas atitudes a uma pessoa, Moisés, que, naquele tempo, para que o povo acreditasse que Deus, para ser Deus, necessitava ser vigoroso, belicoso, vingativo, guerreiro”, aí a coisa ganha sentido.

Você disse:

“Uma demonstração disto é que esta previsão de que o estuprador se casando com a vítima extinguia a sua punibilidade estava prevista no Código Penal até se eu não engano 2005.

“Enfim, se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar uma quantia ao pai e casar com a estuprada (Dt 22:28-29).”

Conforme o texto revogado do inc. VII do art. 107 do Código Penal, a punibilidade seria extinta: “pelo casamento do agente com a vítima, nos crimes contra os costumes, definidos nos Capítulos I, II, e III do Título VI da Parte Especial deste Código”.

Bem, a única e determinante diferença, é que naquela época não era necessário o consentimento da ofendida, bastava o agressor pagar a quantia estipulada e casar. No nosso Código Penal de 1940, era necessário, claro, o consentimento da ofendida para extinção da punibilidade.

Você disse:

“Ao que tudo indica para mim, a Bíblia (inclusive outros livros religiosos) não passa de um livro de Direito antigo e que se fundava em relatos históricos, uns inventados e outros aumentados.”

Bem, para mim, a Bíblia, mais precisamente o antigo Testamento, é apenas a história do povo judeu que, segundo minhas convicções religiosas, foi através de Moisés que, inspirado por alguma entidade que não sei muito bem definir, plantou os primeiros códigos de moral, duros, tirânicos, discutíveis, porém necessários para aquela época e aquele povo.

Como provar se Deus existe ou não também não sei; depende de fé. Quem acredita acha absurdo alguém não acreditar n’Ele; quem não acredita acha absurdo o contrário. Ninguém até hoje conseguiu provar cientificamente se existe ou não.

É como perguntar a alguém se o Universo é finito ou Infinito.

Se a pessoa responder que é finito, eu pergunto:

E depois do fim, existe o quê; uma parede?

Se a pessoa responder que é infinito, eu pergunto:

????????????????????????Perguntar o quê??????????Como algo pode não ter fim?

Impossível alguém saber. Assim é Deus.

Às vezes me pego a pensar:

Como o Universo começou? E antes de “começar”, existia o quê?

O Universo um dia vai ter fim? E depois do fim, onde vai parar tudo?

Aí, eu mesmo tento me consolar com a seguinte “solução” caseira:

No dia de hoje, estamos no número ZERO. Se colocarmos números à direita, podemos ficar a vida inteira colocando números que não chegaremos ao fim (tempo passado).

Se colocarmos números à esquerda, da mesma forma ficaremos toda a eternidade colocando números, que nunca chegaremos ao fim (tempo futuro).

Há alguns dias, estava assistindo à entrevista do renomado físico Marcelo Gleiser, sobre a origem do Universo, o tal do Big Bang. A dado momento o entrevistador perguntou se “Deus teria se tornado dispensável” para explicar a origem. Mais que depressa, ele afirmou que sim, pois a ciência já havia “decifrado” a equação. Tudo teria começado com a explosão de uma ínfima quantidade de massa, mas que dentro dela havia energia tão concentrada, suficiente para criar o Universo.

Achei a resposta muito boa e consistente; só não explicou como essa monstruosa energia foi parar dentro dessa partícula.

Acho que Deus é mais ou menos isso. Essa energia. Não me pergunte de onde Ele veio; pelo amor de Deus.

Só quem tem fé…entende.

Gosto de discutir com pessoas que não se acham donas da verdade, não tentam impor suas “verdades” e seus credos pois como dizia Fedro,

“É perigoso crer e não crer”

Um abraço forte

Comentar por franco1952agora

Franco:

“Acho que Deus é mais ou menos isso. Essa energia. Não me pergunte de onde Ele veio; pelo amor de Deus.”

Parece que uma grande diferença entre nós dois é que eu digo que a origem de tudo nós não sabemos e talvez nunca teremos condições de decifrar, é questão de capacidade, como um chimpanzé resolver uma equação de segundo grau, equivale ao homem resolver sobre estas questões, e na minha opinião, vem a religião explicar com dogmas.

Com relação à diferença do consentimento da ofendida, ao que tudo indica em tempos passados o consentimento da mulher era dispensado até para ela se casar, e está dentro da tese da evolução do Direito, sendo a Bíblia num caminho anterior e as Constituições modernas mais a frente nesta evolução, e daí o que vier ainda.

Não desanima com o Direito porque o ramo é bom e palhaçadas envolvendo o dinheiro existe em todas as profissões.

A dois anos e meio que sou advogado profissional não tenho visto gente com dinheiro se sair bem por causa de dinheiro, muito pelo contrário, meus clientes estão é ganhando dinheiro deles na justiça.

Comentar por Clayton Luciano

“…Parece que uma grande diferença entre nós dois é que eu digo que a origem de tudo nós não sabemos e talvez nunca teremos condições de decifrar…”
Quem sabe quando morrermos?
“…não tenho visto gente com dinheiro se sair bem por causa de dinheiro…”
Como a origem desse blog é de Portugal, não sei de onde você é. Se for brasileiro, vai ver que “gente com dinheiro se sai bem sim”; vide o sr.; Paulo Maluf & Cia.
Um forte abraço.

Comentar por franco1952agora

Franco, sou de Itabirito, MG/ Brasil, acho meio pouco técnico tentar obter uma regra (geral) sem um número de casos suficiente.

Comentar por Clayton Luciano

Oi Clayton, tudo bem?
Você disse:
“…acho meio pouco técnico tentar obter uma regra (geral) sem um número de casos suficiente.”
-Não é regra geral, mas é uma constante. Veja o caso do jornalista Pimenta Neves, réu confesso, que matou a namorada Sandra Gomide, processo transitado em julgado, portanto sem mais possibilidade de recursos, ficou seis anos livre, e só foi preso porque a imprensa não deu trégua. Tanto é verdade, que A ministra Ellen Gracie afirmou que “o caso Pimenta Neves é um dos “mais difíceis” de se explicar. “Como justificar que, num delito cometido em 2000, até hoje não cumpre pena o acusado?”.
Aí amigo, prevaleceu sim o dinheiro e a influência. Se fosse um Zé qualquer, já teria cumprido a pena.
Bem, você sabe muito bem, que com esta postergação, ele atingiu setenta anos e aí, tudo fica mais leve.
Um abraço
Franco
PS. E aí, continuas ateu ou semi-ateu?

Comentar por franco1952agora

Olá.

Pensa na origem da discussão, você deixou de ser advogado por causa do Pimenta Neves e do Paulo Maluf?

Vamos supor que a regra é que se tiver muito dinheiro, a justiça não pega, se a maioria dos criminosos não tem dinheiro, logo a justiça funciona com a maioria, então em regra, funciona.
Tenho muito o que reclamar também, mas largar uma profissão, nem pensar, até porque todos estamos sujeitos às forças do Direito.
Se Deus existe eu não sei, mas o Direito existe, e independente da profissão que eu exercer, eu posso sofrer as injustiças do Direito.

Comentar por Clayton Luciano

Olá Clayton
Na verdade, eu citei apenas esses dois casos dentro de um universo muito grande. Porém, outros fatores influenciaram.
Um abraço
Franco.

Comentar por franco1952agora

Ai, ai…

Olá Adalberto, tudo bem?

Eu tô uma maravilha!

Adalberto, você continua o mesmo. Fala, fala, e não diz nada.

Somos 2.

Responder algumas das perguntas que eu fiz, nada.

Você é um advogado, não um biólogo, historiador, etc…. coisa que também não sou.

Cita frases minhas antigas, fora do contexto, e acha que isso é o máximo.

Citei e vou continuar citando, não para me achar um máximo, mas para de expor a todos o tipo de gente preconceituosa e arrogante como você.

Sabe por que ninguém quer mais debater comigo?

Sim: porque você desanima qualquer um de debater com suas atitudes.

Esse tal de Rodrigo então, vem com um papo brabo dizendo que é ateu. Como se eu não conhecesse a conversa estúpida dos ateus.

Não vi ele sendo brabo com você e o fato dele ser ateu, não deixa de permitir que ele enxergue gente desonesta e que nos xinga. É igual a um ateu chamado ‘bluezão’ no youtube e outro chamado Luciano Ayan no seu blog, que mesmo sendo ateus saíram em defesa dos religiosos em relação às críticas absurdas do movimento ateu na internet. Muitos neo ateus já falaram que eles não são ateus de verdade, mesmo eles tendo dito milhares de vezes que são.

Entra no blog do ateu André Cancian, ateus.net, e vê a conversa dele. Eu não posso acessar porque ele me bloqueou. Coitado; outro que se deu mal tentando ser esperto criticando o Espiritismo.

Entra no blog do ateu agnóstico André, ceticismo.net, e vê a conversa dele. Alguns não podem acessar porque ele bloqueou. Coitado; outro que também se deu mal tentando ser esperto criticando o criacionismo.

Adalberto; eu não sou mais inteligente,

Discordo de você!!! Você é sim! Você já nos chamou de burrinhos, sempre afirmou que usa a razão, que somos de pouco raciocínio e outras coisas aí… você usa a razão… é muito mais racional do que nós… se você disse, quem somos nós para discordar?

Ah, sim, é ironia e estou tirando o contexto, certo?

diferente dos detratores do Espiritismo que só criticam, mas NÃO CONHECEM ABSOLUTAMENTE NADA DO QUE FALAM. Eu não, modéstia à parte CONHEÇO por isso discuto e não aceito que pessoas ignorantes sobre a Doutrina critiquem.

Sim porque para criticar o espiritismo, temos que estudar bastante e conhecê-lo… e com o criacionismo não temos que estudar nada… e podemos generalizar qualquer coisa que eles dizem.😉

Ao invés de ficar com essa lenga-lenga de citar frases soltas que eu disse, porque não vai direto ao assunto e responde às perguntas que eu fiz:
Por que, se todos nós somos filhos de Adão e Eva, existem povos que pouco se diferenciam dos macacos?
Como surgiu a raça negra? Qual será que era a cor de Adão e Eva?
Se, o primeiro homem surgiu no Oriente Médio, como chegaram até o Brasil ( são mais de 15 mil km. de mar), antes de Cabral? Lembra, Cabral encontrou aqui homens selvagens.
Se houver uma explicação, como esqueceram a língua que falavam de onde partiram?
Como esqueceram do Deus que os livrou do dilúvio?
Se existem estrelas que estão a bilhões de anos-luz de distância da Terra, significa que foram criadas há bilhões de anos; certo? Então como explicar que a Bíblia nos mostra que o mundo foi criado há 6500 anos?
Como Caim encontrou sua esposa, após ser expulso do Éden, se só havia no mundo ele, Adão e Eva?
Pronto; responde essas perguntinhas, que eu já fiz para o Sabino, e aí eu jogo a toalha, levanto a bandeira branca e aceito, passivamente que critiquem o Espiritismo.

[ironic_mode]

Nah… eu não sou biólogo, arqueólogo, historiador, teólogo, astrofísico, nem nada… não entendo nada desses assuntos… que peninha, né?

Assim como você é um advogado, não um biólogo e nem nada dessas coisas aí… você também não pode entender… é igual as evidências da evolução, que foram pedidas a você aí primeiramente, mas você não soube responder, pois é um advogado… e também, já tivemos a incrível experiência em debater com você.🙂

[/ironic_mode]

Comentar por Adalberto Felipe

Adalberto, então responde as perguntinhas, que eu não perturbo mais vocês.
Por que, se todos nós somos filhos de Adão e Eva, existem povos que pouco se diferenciam dos macacos?
Como surgiu a raça negra? Qual será que era a cor de Adão e Eva?
Se, o primeiro homem surgiu no Oriente Médio, como chegaram até o Brasil ( são mais de 15 mil km. de mar), antes de Cabral? Lembra, Cabral encontrou aqui homens selvagens.
Se houver uma explicação, como esqueceram a língua que falavam de onde partiram?
Como esqueceram do Deus que os livrou do dilúvio?
Se existem estrelas que estão a bilhões de anos-luz de distância da Terra, significa que foram criadas há bilhões de anos; certo? Então como explicar que a Bíblia nos mostra que o mundo foi criado há 6500 anos?
Como Caim encontrou sua esposa, após ser expulso do Éden, se só havia no mundo ele, Adão e Eva?
Pronto; responde essas perguntinhas, que eu já fiz para o Sabino, e aí eu jogo a toalha, levanto a bandeira branca e aceito, passivamente que critiquem o Espiritismo.
Não é preciso ser nem biólogo, arqueólogo, historiador, teólogo, astrofísico; só inteligente e conhecedor da Bíblia. Inteligente eu penso que você é, pois escreve muito bem.
Vai responder ou apenas ficar abraçado na fé, crendo no Deus dos judeus ao invés do Deus que Jesus nos mostrou??
Abraços
Franco

Comentar por franco1952agora

A todos aqui (e algumas verdades inconvenientes sobre a questão do Franco, pela última vez):

Existem pessoas que adoram afirmar que estão do lado da razão, mas são essas pessoas que são impossíveis de se debater com elas, nos xingam, soltam cada pérola e falácia… o Franco é um exemplo perfeitíssimo disso e uma das melhores coisas a se fazer é ignorar o expor o que a pessoa está fazendo.

Vejam só:
Franco- Amigo Adalberto; eu sou advogado; não sou biólogo.

Para quem não sabe, em um debate com um membro aqui chamado Isaías, foi pedido para que o Franco desse evidências da evolução, afinal, se ele defende tanto a evolução assim, que dê evidências, daí ele citou o apêndice e o cóccix como evidências da evolução.

O Isaías retrucou, falando que isso não é evidência e que já está mais do que provado que não é e o que o Franco fez?

Ao invés dele ter sido humilde, admitir o erro, aprender ou buscar outras evidências para defender seu ponto de vista, não: continuou insistindo que isso é evidência da evolução sim e com xingamentos e ‘tics’ com o membro Isaías e ainda disse: “paciência”! Uma atitude covarde, estúpida, burra, ignorante e infantil!

Ele dá a desculpa que ele é advogado e não biólogo, mas isso não faz com que ele não possa aprender outras coisas, do mesmo jeito que eu que sou programador e funcionário público posso aprender sobre astronomia.

Olha que engraçado, como que aqui ele já entende as coisas: “Por que é que vemos luz de estrelas que estão a bilhões de anos-luz de distância?
Resp. “Este requisito é uma coisa insignificante para um Criador! […] A ‘luz’ que banhou a terra nos primeiros três dias foi criada no espaço, como [se estivesse] en route desde os inumeráveis ‘luzeiros’ que só seriam constituídos no quarto dia […]

Ah, que explicação ridícula… tão ridícula que nunca vi nenhum site criacionista sério defendendo… mas será que ele quer generalizar todos os criacionistas só porquê alguém falou isso? Será que ele não sabe que existem muitos evolucionistas e espíritas que falaram coisas absurdas também?

Uai, gente, ele é um advogado e não um astrofísico… como que aqui ele já entende?

Eu sou um funcionário público e programador, não um astrofísico… e se eu quiser falar que isso é uma evidência da criação e dar a mesma moeda que ele fez com o Isaías? Será que ele vai gostar?

Ele toda hora xinga a gente e vem com assuntos que não tem nada haver e desmerecendo a igreja. Veja uma amostra dita por ele aqui:
(…) Não naquele Deus que cobra o dízimo em troca da salvação eterna.

Que p**** dízimo tem haver com o assunto?

Não é a primeira vez que ele vem falando sobre isso e criticando a igreja, especialmente os evangélicos e desmerecendo-os por causa dessa minoria de pastores idiotas que fazem isso, como se o espiritismo fosse perfeito, não houvesse corrupção, espíritas nunca errassem e fossem imunes de críticas.

Será que ele não sabe que existe muita corrupção no meio espírita, do tipo médiuns que ficam cobrando horrores e prometendo falsas coisas, gente dando maus conselhos como aconteceu comigo, gente que fica prometendo fazer contato com pessoa falecidas, gente que fica psicografando mensagens de auto-ajuda e no final só fingem e modificam a letra, etc.? Eu que sou ex-espírita sei disso e não é só eu não: tá cheio de relato disso na internet!

Parece que para o Franco, espíritas nunca erram e isso non ecziste no meio espírita e se existe, não são espíritas e nem médiuns, pois só eles seguem o que Jesus falou. Somente os católicos, adventistas e especialmente crentes evangélicos que erram… quando espíritas “supostamente” erram “a culpa é nossa”. “Por não estudarmos”… pois se estudarmos “veríamos que não tem nada haver”. Já o erro dos católicos, adventistas e evangélicos “tem tudo haver e a igreja deles foi fundada justamente para isso” e eles é que não seguem a Palavra de Jesus.

Espíritas também se irritam pela menor crítica e o Franco confirma isso com exclusividade:
Sabe o que me deixa irritado e eu não consigo me conter? Pessoas que querem discutir Espiritismo sem conhecimento nenhum. Colocam no mesmo saco, Espiritismo, Candomblé, macumba, feitiçaria, bruxaria, trabalho de despacho e outros absurdos que NADA, mas NADA mesmo tem a ver com Espiritismo.” [mas colocar os criacionistas como pessoas de pouco raciocínio, burras, ingênuas e fanáticas comparáveis a terroristas, pode, né Franco?]

Que lindo, gente! Alguém chamou o espiritismo de feio e agora eu vou ficar brabo!

Todos os dias eu vejo ateus criticando o cristianismo e dizendo horrores de maneiras bem piores no youtube, como o Daniel Fraga, PC Siqueira, etc… e vejo comentários absurdos e ateus festejando isso… no entanto, uma minoria de evangélicos, adventistas e católicos está lá, a todo momento desmentindo as falácias deles e refutando . Nunca vi espíritas fazendo isso e protestando contra o aborto, contra a ditadura gay, contra os absurdos do governo de esquerda brasileiro.

É raro ver um espírita defendendo o cristianismo, mas é fazer a menor crítica ao espiritismo que seja que já vem aqueles montes: “o espiritismo não prega isso”, “vá se ferrar seu evangélico fanático” e é claro: “você tem que estudar o espiritismo”.

Me lembro quando eu era espírita: frequentava os centros, li os livros de Allan Kardec algumas vezes e mais alguns materiais pela internet… era fascinado! Cheguei até a enviar um e-mail criticando duramente um site que criticava o espiritismo… as coisas iam muito bem até que eu resolvi entrar para o curso de ciência da computação.

Quando eu ia entrar uma ‘amiga’ falou para eu não entrar, pois o curso era complicado e tinha muita matemática e eu nunca fui bom nisso (e realmente na adolescência não era mesmo não e tirava notas ruins), que era indício que eu não tinha esse dom e que só aprenderia em outras vidas… ela disse que ela e outros evitaram também fazer cursos difíceis, pois já sentia que era outra missão… ela disse isso quase igual ao Franco, que nos seus ‘tics’ com o Isaías disse que espiritismo era complicado demais para ele entender e só aprenderia em outras vidas.

Daí eu retruquei falando que era só eu ir em frente, dedicar e tal, mas ela falou que como eu não era bom, era sinal que eu não tinha o dom, que isso era coisas para eu aprender em outras vidas.

Quando eu entrei, vi era mesmo muito complicado o curso e os professores davam muita matéria num ritmo acelerado e eu ficava boquiaberto com tanta coisa cabulosa… falei com ela, falando que eu tentei estudar, não ia desistir e que tinha muitos alunos bons que pegavam com facilidade lá e ela me disse que eu não tinha esse dom e que essas pessoas já tinham um conhecimento de matemática de vidas passadas e que eu obteria esse dom depois de algumas reencarnações e que por mais que tentasse não adiantaria… minha missão era outra.

Comecei a acreditar, achando que os alunos e professores eram pessoas mais evoluídas, mas não podia largar o curso, pois meu pai ficaria muito chateado, daí comecei a faltar ou até me esconder dentro de casa e tirava zero em tudo.

No segundo semestre eu nem ia mais a faculdade, mas fingia ir para o meu pai não ver… até que um dia, já no 2º semestre, vi o caderno do curso aberto e tentei estudar de novo, de curiosidade… fui insistindo na matéria e insistindo e foi dificultoso no começo, mas fui conseguindo… pesquisei na internet e fui indo, até que eu fui pegando a matéria.

Fui pegando e pegando, até que aprendi a matéria que eu achava muito difícil… não só aprendi como comecei a gostar de matemática! No outro ano eu entrei de novo e minha ‘amiga’ falou que tava louco ao fazer isso e até eu duvidei.

Entrei no curso, contei com os professores, monitores, amigos… usei e abusei dos recursos que tinha e o resultado foi excelente!! Cheguei a tirar notas melhores do que alunos bons! Passei nas matérias com sucesso e até com reconhecimento dos alunos e professores! Fiquei extremamente feliz, mas apesar disso, o anta aqui continuou sendo espírita.

Quando eu mostrei as notas, essa minha ‘amiga’ e uns lá duvidaram, falavam que eu tava copiando, pagando professores para passar, que eu não podia fazer isso, pois estava em uma outra ‘missão’, fiquei chateado e deixei de ir lá. Ia esperar a poeira baixar para voltar, mas felizmente isso não aconteceu, pois conheci um pastor que me orientou, e amigos na minha cidade e na internet me também… teve também outros fatores também (coisas que não gostava, experiências ruins e estranhas e que até tenho vergonha de contar) que me ajudaram a largar também… e bem depois até uma amiga atéia que teve uma experiência negativa com o espiritismo (conheceu uma médica espírita que levou ela e a filha dela em centros) me ajudou a compreender esse outro lado.

De todos os debatedores aqui o Franco é o que mais xinga, mais vem com falácias e preconceitos… podem reparar nos outros debates com outros ateus e outras pessoas que não concordam com este blog… a maioria debateu bem… houve debates sadios, mas o Franco é o único que nos xinga! Podem notar que não há (quase) nenhum outro!

Sempre quando falamos algo ele desvia o assunto, nos xinga, diz que é suposição, achismo, sem dizer o por quê, sem justificar, sem apresentar algo contra.

Veja as desculpas sem pé nem cabeça dele em relação a isso:
As palavras são colocadas dentro de um contexto; assim como vocês costumam dizer quando cito alguma passagem bíblica. É apenas um elogio.

Se nós costumamos fazer isso de acordo com ele, que nos mostre, ao invés de nos xingar, pois assim ele não vai convencer ninguém! Isso não os dá o direito de nos insultar.

Ele adora também ler nossas mentes:
Amigo Adalberto; não pensa que você vai me impressionar com esse tal diagrama de Punnet, que tenho certeza, não sabe muita coisa não. Achou no Google, e vem querer dar uma de sabidão; mesmo porque, é apenas mais uma teoria igual a tantas outras.

Gente do céu, pelo amor de Deus! Como eu vou saber que ele não sabia que o que era isso? Como eu vou demonstrar um ponto de vista sem demonstrar detalhes mais técnicos? Como ele sabe que eu achei o no google e nunca estudei isso? Como ele sabe que eu não sei sobre isso? Quer dizer que para provar algo eu não posso mostrar algo mais técnico? Ah, é apenas uma teoria igual a tantas outras… igual a evolução que ele defende e não apresentou provas irrefutáveis, que me deixaram estupefado como o apêndice e o cóccix, mas aqui ele já usa o argumento “é apenas mais uma teoria” a favor dele, né?

O Franco também inverte o ônus da prova na maior cara de pau e tenta ler minha mente, quando eu perguntei qual é a prova de que os negros foram sempre selvagens e ele pergunta qual é a prova de que não foram assim, ele justifica isso, dizendo… bem, prestem atenção no que ele diz:
Quando testamos o conhecimento de alguém, devemos saber a reposta, que não parece ser o seu caso.

Que negócio é esse de testar conhecimento? Em um debate ou um ponto de vista é verdadeiro ou falso, não tem essa de testar conhecimento… se ele disse que todos os negros eram assim, que prove, ao invés de pedir para eu provar o contrário.

Poderia até fingir de bobo e falar, mas para quê vou falar sobre antigos povos negros, que tinham uma sociedade organizada, eram ótimos na cerâmica, tinham escrita e construíram até pirâmides como os kushitas, etíopes, os núbios, etc.? Para que ele faça igual fez com o Isaías? Para que ele diga que não falei nada, que é só suposição, achismo, e blá blá blá, mesmo sendo coisas que podem ser facilmente consultadas? Para que ele me xingue? Para que depois ele diga que é um advogado e não um historiador? Não senhor.

E também sendo ou não isso não refuta em nada o racismo de Kardec. Ele foi um racista, um racista e um racista. Falo isso infinitas vezes:

a frase dele é clara e em todas elas ele se refere aos negros;
em nenhum momento ele se referiu a povos antigos ou pigmeus e sim aos negros;
pigmeus e certas tribos atrasadas da África não são o suficiente para colocar todos os negros no mesmo saco;
dizer que ele quis dizer outra coisa não ajuda em nada. Está bem claro o que ele disse;
dizer que tem que estudar o espiritismo também não ajuda em nada, não adianta tirar o seu da reta, pelo contrário, estudando mais, vemos que há mais frases racistas e numa o bonitão até termina: “por quê tornar[um negro]cristão?
perguntar: ‘ah, por quê existem tribos atrasadas na África?’ e outras coisas não adianta. Isso é uma falácia ‘tu quoque’, do tipo: A diz que Alan Kardec é racista. B diz que não e pergunta por quê existem tribos atrasadas. Logo, Alan Kardec é inocente.;
o assunto é o racismo de Alan Kardec e não o porquê Deus isso ou aquilo… isso é outro assunto e mesmo se eu não soubesse responder ou se a bíblia ou o mundo todo estivessem errados, isso não inocentaria Alan Kardec.

Por falar em falácia, o Franco tem uma incrível lógica:

A pessoa pede evidências da evolução. (Pessoa: 1, Franco: 0)
O Franco diz que o apêndice e o cóccix são evidências da evolução. (Pessoa: 1, Franco: 1)
A pessoa retruca e diz que isso não são evidências e está mais que provado que não são…
Qualquer um pensaria: Pessoa: 2, Franco: 1… mas não o Franco… parece que ele pensa: Pessoa: 0, Franco: 34534534787978998999999,999 elevado a 5ª potência vezes infinito.

Isso também lembra um pouco dos ataques do Franco ao Isaías e a nós criacionistas em geral, depois de ataca-lo e insistir que ele respondesse as tais perguntas dele, tirar sarro com as respostas dele e de outros criacionistas sem contestá-las, ele ainda se achou o tal, por nós não termos respondidos.

Uma das perguntas dele é de um tema que estudei e gostaria de discorrer: sobre a origem dos índios. Fiquei de falar muita coisa ao Franco sobre isso, pois é um assunto fascinante! É uma área da ciência que tá crescendo cada vez mais, com teses e livros surgindo todo ano! Achei até que ele tinha um conhecimento sobre isso também para trocarmos ideias, mas depois cheguei a achar que ele estava influenciado por crenças espíritas de que índios não são capazes nem nada e tô voltando a achar… tentei procurar algum historiador que defende esse absurdo e não encontrei… pelo contrário, encontrei muito mais pesquisas sobre isso!

Ia falar com ele sobre os índios brancos de olhos azuis que falavam galês, sobre a intrigante semelhança do idioma dos índios, seja em palavras ou até frases com o significado igualzinho ao de idiomas de povos antiguíssimos como os egípcios, os gregos, semíticos, asiáticos, etc., que a navegação “pra valer” começou a existir há muito mais tempo do que se imagina, registros de índios na Escócia, sobre a misteriosa a inteligência de povos antigos e dos índios, a semelhança das esculturas indígenas e pinturas que eles fazem com a de outros povos antigos, achados e inscrições arqueológicas de povos antigos da África, Ásia, etc., aqui nas Américas, testes de DNA mostrando uma enorme semelhança do s índios com outros povos, especialmente os da Ásia, estudos que também mostram semelhanças entre os índios norte americanos e os mongóis, tudo isso e muito mais!

Isso tudo não é por acaso e isso minha gente, não é fé, isso é ciência! É a ciência mostrando a origem dos índios! Mas para que vou postar, depois de tudo que ele fez com a gente? Eu já tive amostras do que vai acontecer se eu postar:

Ainda bem que você desistiu.

Claro, porque ele “usa a razão” e iria fazer igual fez com o Isaías… além de estar acima de todas essas pessoas que todos os anos investem dinheiro e fazem pesquisas sérias em relação a origem dos índios, trazendo resultados fascinantes e iria desmerece-las automaticamente, porque “usa a razão”.

Mantenho minha opinião.

Sim, porque tem muitas pessoas que não sabem a diferença entre opinião e verdade e ego também.

Ah, e não esqueçamo-nos: o Franco é um advogado, não um… ah, deixa pra lá.

Logo nem precisa dizer a lógica: já está Adalberto (e muitas outras pessoas pesquisam isso): 0, Franco: infinito.

Uma outra estratégia do Franco:

A pessoa diz que Alan Kardec era racista. (Pessoa: 1, Franco: 0)
O Franco diz que não e pergunta vem com falácias ‘tu quoque’, do tipo: “porque Deus em Sua infinita bondade e sabedoria não criou todos os homens iguais?”. (Pessoa 1, Franco 1)
A pessoa diz que esse assunto pertence a outra categoria, que o assunto de Deus não ter criado todos iguais é outra coisa e o assunto do racismo de Alan Kardec é outro, e que mesmo se Deus tivesse errado ou eu não soubesse responder, isso nunca inocentaria Alan Kardec. (Pessoa 2, Franco 1)
Daí, o que o Franco faz? Diz que é nós que estamos mudando de assunto, que está pondo nós crentes em “saia justa” e nós estamos falando mentira acusando ele de mudar de assunto! (e para ele, é claro: Pessoa -32325455, Franco, infinito × infinito).

Como se pode ver, é impossível manter um debate com o Franco: prepara-se para ser xingado, ouvir falácias e mais falácias, vir com mudança de assunto, falácias tu quoque e mais xingamentos.

Debater com ele é quase como debater com aqueles políticos e simpatizantes da esquerda que adoram criticar quem não pensa como eles fazendo o seguinte: “Acusem do que você faz! Xingue-os do que você é!”.

Ironicamente, o Rodrigo me mostrou que não é tão impossível assim, mas temos que dar a mesma moeda:

Se ele vir com as perguntinhas dele sobre a velocidade da luz, não precisa nem dizer a ele que é um problema até no Big Bang isso, conhecido como “problema do horizonte”, diga que é porquê deus parou a luz e que isso é sim uma evidência, igual ele fez com o Isaías… e se ele reclamar diga que você trabalha de outra coisa, não de astrofísico.
Se ele vir falando mal dos evangélicos e outras religiões, fale do espiritismo também e se ele disser que tem que estudar o espiritismo, diga que tem que estudar o evangelismo. Faça o mesmo em relação ao criacionismo.
Se ele disser que os espiritismo não prega tais coisas, diga: “Mas os novos intérpretes da Lei, sim”, igualzinho ele fez com os evangélicos… ou seja lá o que ele disse do espiritismo use contra ele.
Se ele vier generalizando a igreja por causa de erro de seus membros, faça o mesmo com o espiritismo.
Não dê enter! No seu computador a tecla enter está com defeito!
Coloque muitas interrogações e exclamações nas suas frases e perguntas, pois tem gente como o Franco que acha que isso vai dar ênfase aos argumentos ridículos.
Mude de assunto toda hora e venha com coisas que não tem nada haver com o assunto original, de preferência (mas não precisa ser sempre) começando com “A propósito”.
Se ele reclamar que estamos mudando de assunto, diga que está colocando “espíritas” em saia justa e que está fazendo acusações absurdas.
Use bastante ironias, use e abuse, especialmente na hora de mudar de assunto.
“Leia” a mente dele e fale coisas sem ter certeza (ou não), igual ele faz. Um exemplo: “’Tu quoque’ é algo bem conhecido no meio jurídico, mas pelo jeito o Franco não entende nada de advocacia!!!!!!!!!!!!!!!”
Se ele disser que o deus dele “não erra, não se arrepende, não se vinga, não tem raiva, inveja, ciúme, não cria para depois destruir”, diga que o seu Deus “não erra, é justo, pune quando é necessário, não tem inveja nenhuma, não permite contato com os mortos , não precisa de bilhões de anos para criar algo e pode com seu infinito Poder criar tudo em seis dias”.
Se ele disser que nós assinamos coisas dos judeus, diga que existem judeus e judeus e que preferimos assinar algo de um bom judeu do que de um mau judeu, coisa que Alan Kardec fazia, pois além de um racista ele era maçom e qualquer cristão bem informado sabe a quantidade de ocultismos judaicos (dos maus judeus em Apocalipse 2:9) envolvidos nisso.
Qualquer coisa que ele argumentar diga: “São apenas suposições / achismos / é opinião de crente / sem comentários / você é patético, burrinho / não respondeu nada / você só enche lingüiça / ignorante / fanáticos religiosos / responda as perguntas / pare de enrolar / etc., etc., e etc.”

Como disse o Sabino em um tópico que fala das várias versões do dilúvio, em que o Franco estava vindo com suas “incríveis” argumentações: “Portanto, se for exactamente igual é plágio de mito, se houver coisas diferentes é plágio de mito. Par eu ganho, ímpar tu perdes.

Há muito mais também:

Corrupções nas igrejas católicas, evangélicas ou adventistas? Isso aí, todos eles erram mesmo e nunca seguem a Deus. Corrupção no espiritismo? Isso não existe e tem que estudar o espiritismo. Isso é crente fanático falando asneira… espíritas e médiuns tem suas máximas e seguem as leis de Deus.

Quando um espírita ou um evolucionista diz algo ridículo? Acontece, isso não desmerece os espiritas e os evolucionistas. Quando um criacionista diz algo ridículo? É isso aí, eles sempre são assim.

Criticar o espiritismo: não pode. Criticar o criacionismo e ainda dizer que criacionistas são fanáticos, ingênuos, burros, irracionais e comparáveis a terroristas: pode deve.

Para criticar o espiritismo: você tem que estudar o espiritismo. Para criticar o criacionismo: não precisa estudar nada e mesmo não sabendo evidências da evolução por trabalharmos de outra coisa podemos criticar.

Defender algo para colaborar com nossos pontos de vista: não pode, porque “é para impressionar” e “é apenas mais uma teoria igual a tantas outras”. Defender a TEORIA da evolução, pode, porquê… é uma teoria, né?

Racismo de Alan Kardec? Ele quis dizer outra coisa, você tem que entender o que ele disse e tem que estudar o espiritismo. ‘Contradições’ e questões complicadas na bíblia? O sentido é esse, literal, quis dizer isso mesmo… você não tem que estudar, nem entender nada, pois é isso aí.

Divisões da igreja (tipo católicos, evangélicos, adventistas, etc.): é isso aí, a igreja erra mesmo. Divisões no espiritismo (tipo emanuelistas, os de Chico Xavier, kardercismo, científicos, etc.): não, não, o espiritismo é um só.

Ser irônico com a gente: pode, afinal “a ironia é a expressão mais perfeita do pensamento”. Ser irônico com o Franco (como o Rodrigo foi): não pode, pois quem faz isso “é o crente mais hilário com quem ele conversou”.

Não saber dar evidências da evolução: tudo bem, é porque trabalhamos de outra coisa, não de biólogo e podemos esculhambar e xingar criacionistas a vontade, pois mesmo não sabendo dar as evidências ela é um fato. “Não saber” responder as tais perguntas dele: ótimo, criacionistas são burros e isso mostra que a criação é falsa.

Apenas defender a criação ao invés da evolução: é ser um “fanático, burro, ingênuo e irracional”. Fazer todas as atitudes já descritas acima: é “usar a razão”.

Ou seja: par ganhamos, ímpar o Franco perde (se bem que na opinião dele ele sempre ganha)!

Tem lógica debater com alguém assim?

Comentar por Adalberto Felipe

Antes de finalizar quero dar os parabéns a todos os membros aqui, em especial ao Isaías, pela defesa dele na fé em Deus, no entanto, Isaías, tenho que admitir uma coisa: o Franco, por mais arrogante que ele tenha sido e continua sendo, sem querer, acertou uma coisa sobre você: você foi ingênuo.

Você foi ingênuo, não pelo que você defende ou deixa de defender, mas sim porque depois de tudo que o Franco fez com você, como as evidências da evolução, xingamentos, etc., você continuou debatendo com ele… e fazer isso com pessoas assim, é alimentar trolls.

O resultado de alimentar troll é que eles continuam nos xingando, zoando, rejeitando tudo o que falamos… tanto que chegou uma hora que o Franco disse que estava tirando sarro de sua cara.

O Franco não gosta da gente, acha que somos fanáticos, de pouco raciocínio… ele vem com conversa fiada de que usa a razão… ele é preconceituoso com nós criacionistas!

Quando ele fez aquilo você podia ter largado a conversa imediatamente! Até Jesus teve que fazer isso, pois viu que com certas pessoas seria difícil debater.

Você tinha que ter largado a conversa e o exposto igual eu estou fazendo para que outras pessoas não percam tempo com ele!

É bom ter aquele debate prazeroso, que dá gosto em debater, que faz a gente “brigar” (no bom sentido) pelo que defendemos, correr atrás, ver as referências dos outros e defender, refutar. Uma falaciazinha ou um errozinho aqui e ali acontece em ambas as partes, mas o importante é ter um debate sadio, sem preconceitos, xingamentos, nem nada.

Aqui mesmo vemos debates sadios entre ateus e outras pessoas que, mesmo não concordando com a criação foram educadas, gente boas e não nos xingaram. Só o Franco (e o Romano Lima Aros) e pessoas preconceituosas, que nos xinga, faz todas essas coisas já descritas e vem com conversa fiada de que usa razão não dá!

Parabéns a todos aqui, criacionistas e ateus que não são preconceituosos. Conheçam a criação e são sempre bem vindos a esse blog. Espíritas também são bem vindos, é claro, mas espíritas como o Franco podem ir a…

Sempre gente, mas sempre tomem cuidado com pessoas que dizem usar a razão, do tipo: “Eu uso a razão e você usa a emoção”, “Usem a razão meus caros”, etc., etc…. em debates é muito comum vermos gente falando isso… é uma maneira de se auto-promover e atrair o público para as sua sardinhas, no entanto, isso é conversa furada… acreditar (ou não) em algo não torna alguém mais racional do que outro.

Políticos dizem isso o tempo todo, sempre: “O meu partido tem mais razão do que outro”… e o resultado nós sabemos.

Dizer isso é fácil! É uma maneira puxar lenha para as sardinhas dizendo que é o tal ao público e o oponente não… acreditar em alguém só porque disse que está do lado da razão é algo bem irracional… não se pode acreditar em alguém só porque chegou falando algo de si mesmo… aliás, muita gente até fala que a maioria das pessoas que dizem algo positivo de si mesmas, sem provar, no fundo é até o contrário!

Para provar já é outra coisa… provar que tem mais razão teria que fazer um laudo mostrando todas as decisões dele ao longo de alguns anos sobre como ele tem mais razão com a gente… emitir um laudo detalhado, mostrando como o seu ponto de vista faz dele racional e até um scan cerebral mostrando maior uso do neocórtex em relação a gente, como bem disse o Luciano Ayan.

Desculpem se exagerei em algo a até mesmo ao Franco. Uma coisa boa dele (não vou falar só as ruins, pois ele não chega tão ao extremo), é que às vezes, ele é educado e não chega e não chega tão perto do nível dos ateus no youtube assim não… mesmo assim essas pessoas, na maioria das vezes, não tem nenhuma dó de serem rígidas, nos xingar e desmerecer quem pesquisa sobre isso, mesmo sendo algo que não tem muito haver com o assunto do blog, como a origem dos índios, os povos negros antigos, etc.

Sempre, mas sempre tomem cuidado com gente assim!
Abraços

Comentar por Adalberto Felipe




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: