No princípio criou Deus os céus e a Terra


Mito sobre o Homem de neandertal finalmente morreu?
Outubro 11, 2010, 10:00 am
Filed under: Evolução/Big-Bang | Etiquetas: ,

Se já abandonaste as carteiras da escola há algum tempo, provavelmente mostraram-te imagens como esta associada ao homem de neandertal:

Não te podiam mostrar um homem como o teu pai como ilustração de um homem que viveu há 300 mil anos e se extinguiu há uns 30 mil anos. Afinal de contas, há uma história evolutiva para manter, um cenário que deve mostrar que o ser humano moderno evoluiu de seres mais grotescos, mais primitivos, mais brutos e menos inteligentes. Em suma, menos humanos. E nada melhor para isso do que usar o poder da imagem para gravar algo na memória da criançada.

Neste processo, nem passa pela cabeça da criança que aquilo que está a ver é apenas uma representação arbitrária do tal ser humano em questão e, na maioria dos casos, longe de corresponder à verdade. Afinal de contas, é o próprio Viktor Deak, um dos mais conhecidos paleoartistas da actualidade que o afirma: Recriações desse tipo são hipóteses. Dez especialistas diferentes produzirão dez imagens diferentes.

Cartada final?

Agora, uma nova análise levada a cabo por cientistas da University of Colorado Denver mostra que os neandertais foram subestimados e, na realidade, são mais avançados do que se pensava (1). Os evolucionistas pensavam que os neandertais só conseguiam desenvolver ferramentas modernas quando em contacto com o Homo Sapiens. No entanto, segundo os autores deste novo estudo, os neandertais conseguiam adaptar-se, inovar e desenvolver tecnologia por eles próprios (algo que outros investigadores já tinham mostrado).

Julien Riel-Salvatore, coordenador do estudo, disse que o mesmo desafia meio século de sabedoria convencional que defendia que os neandertais eram homens das cavernas primitivos que foram ultrapassados por humanos mais avançados. Ele afirmou: “Basicamente, eu estou a reabilitar os neandertais“. “O facto de os neandertais conseguirem adaptar-se a novas condições e serem inovadores mostra que eles eram culturalmente semelhantes a nós“, disse.

Concluiu dizendo: “A minha investigação sugere que eles eram tipo de humano diferente, mas humano, apesar de tudo. Nós somos mais irmãos do que primos distantes“. Isto é aquilo que os criacionistas têm vindo a dizer neste último meio século. Pelos vistos estamos 50 anos à frente dos evolucionistas. Os neandertais eram diferentes, mas humanos. Tal como um romeno é diferente de um brasileiro, ou um moçambicano é diferente de um dinamarquês, ou um pigmeu é diferente de um japonês. Diferentes, mas humanos.

Neandertais também tinham sentimentos

Para além de se maquilharem, eles também tinham uma grande sentido de compaixão, uma das características tipicamente humana. Foi a conclusão de um estudo realizado por investigadores da Universidade de York (2).

CONCLUSÃO

Perante tudo isto, é difícil perceber por que razão a ScienceDaily mantém uma representação grotesca do homem de neandertal (à esquerda). À falta de evidências que corroborem o conto fantasioso da teoria da evolução, nada melhor do que continuar a usar o poder da imagem e mostrar um homem de neandertal que está longe de se adequar ao que dizem os factos científicos.


8 comentários so far
Deixe um comentário

Seguindo a boa tradição evolucionista (“nós nunca dissemos que o apêndice não tinha função!!!”), eles vão fugir ao assunto e dizer que eles sempre disseram que o Homem de Neandertal era quase humanos.

Ou seja, vão mudar a história.

Comentar por Mats

Mats,
o recurso evasivo mais usado é “a ciência é assim mesmo, não somos dogmáticos como a religião, não temos problema em admitir erros”…

como se “ciência” e “religião” fossem opostos e como se “eles” fossem o default de “cientista”.

Isso qdo não apelam para o argumento inteligentíssimo do “fizemos o avião e a internet, portanto calem a boca ‘crias’!”.

Comentar por Vanessa Meira

não pintes o filme pior do que ele é
http://pt.wikipedia.org/wiki/Homem-de-neandertal

Comentar por Nuno Dias

Nuno,

“não pintes o filme pior do que ele é
http://pt.wikipedia.org/wiki/Homem-de-neandertal

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/d/d9/Neanderthal_child.jpg

Não estou a pintar nenhum filme. Tu, como já é usual nos evolucionistas, é que estás a tentar minimizar o fiasco neandertal. Primeiro, a wikipedia é editável (o lixo evolucionista vai sendo actualizado). Segundo, estás a apresentar uma representação que tem menos de 5 anos. É claro que nos últimos anos, mediante toda a evidência científica a favor da humanidade do neandertal, os evolucionistas têm vindo também a humanizar a caricatura.

Experimenta antes ir às primeiras representações que se fizeram do neandertal, quando foi descoberto em 1857 (https://alogicadosabino.wordpress.com/2008/11/09/nao-e-arte-fantasiosa-e-ciencia/). E depois disso pergunta por que é que os evolucionistas que fazem este tipo de descobertas sobre o neandertal dizem que as pessoas têm de deixar de ver o sujeito como um débil mental.

Comentar por Marcos Sabino

Concordo com o Sabino!!!!

É lamentável que o H. neandertalensis seja representado desta maneira abjecta. Por esta altura já deveriam saber que o H. neandertalensis usava risco ao meio ao contrário do penteado tipo “desgrenhado-primitivo” com que os evolucionistas sistematicamente o representam, para diminuirem a sua humanidade… E o calhau também era desnecessário!

Comentar por Rosália Vargas

“Experimenta antes ir às primeiras representações que se fizeram do neandertal, quando foi descoberto em 1857”

A obra de Darwin foi publicada em 1859… Em 1857 ainda não havia “evolucionistas”. Se a reconstituição que criticas é de 1857, então deve ter sido obra de criacionistas, né?! Cadé a “lógica” do Sabino?!

Comentar por Iolanda

Olá iolanda,

“A obra de Darwin foi publicada em 1859… Em 1857 ainda não havia “evolucionistas”. Se a reconstituição que criticas é de 1857, então deve ter sido obra de criacionistas, né?! Cadé a “lógica” do Sabino?!”

Chama-lhes “naturalistas”, “homenzinhos que acreditavam que as bananas e os seres humanos partilhavam um ancestral”, etc… se “evolucionistas” te faz confusão, chama-lhes o que tu quiseres. Já agora, em que é que o teu comentário enriquece o debate?

Comentar por Marcos Sabino

Iolanda,

A obra de Darwin foi publicada em 1859… Em 1857 ainda não havia “evolucionistas”. Se a reconstituição que criticas é de 1857, então deve ter sido obra de criacionistas, né?! Cadé a “lógica” do Sabino?!

Não havia evolucionistas darwinistas, mas havia evolucionistas lamarckistas, por exemplo.
O conceito (ou a noção) de evolução é muito antiga do que Darwin.. Tudo o que o padroeiro Darwin fez foi tentar dar-lhe um ar mais científico baseando-se num novo modelo. Falhou rotundamente, mas há pessoas que ainda não sabem.

Comentar por Mats




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: