No princípio criou Deus os céus e a Terra


Que credibilidade tem um paleontólogo evolucionista? (Ou: como medir o teu nível de ingenuidade)

A reavaliação do fóssil Ardi e as subsequentes conclusões de que ela não pertence à linhagem humana veio perturbar alguns evolucionistas que frequentam este blogue. Eu compreendo… deve ser duro estar sempre a perder “elos perdidos”. Mas eu não tenho culpa, meus ricos. São vocês que decidem acreditar constantemente em indivíduos que desenterram meia dúzia de ossos do chão e os tornam em antepassados vossos.

Eu fico surpreendido (bem, na verdade não fico) com o facto de os evolucionistas amadores (os que andam pela blogosfera) não pensarem nem por um momento algo do género: “Por que é que os alegados elos perdidos são constantemente desmentidos?“. O evolucionista lê no jornal online “Encontrado elo perdido” e nem sequer se questiona “Visto dezenas de outros elos perdidos terem sido falsamente anunciados, será que este é mesmo aquilo que eles dizem ser?“.

Os elos perdidos deveriam ser a coisa mais normal

Se a evolução tivesse realmente acontecido, a coisa mais normal do mundo seria encontrar elos perdidos. Todos os meses, ou até todas as semanas, deveria ser anunciado um elo perdido. Afinal, se todos os animais actualmente vivos estão todos ligados numa gigantesca  árvore da vida, então deveriam existir milhões de elos perdidos e não apenas aqueles anunciados de longe a longe (e mesmo esses disputados por outros evolucionistas).

Infelizmente para os evolucionistas, não é isso que acontece. Eles rejubilam de alegria quando um alegado elo perdido é anunciado. É aí que eles se apercebem da escassez dos mesmos. E para piorar a situação, mesmo esses acabam por ser desmascarados. Mas o mais engraçado é que eles nem sequer desconfiam de que algo de errado se passa.

Os elos que já estiveram perdidos

O celacanto foi, outrora, um grande elo perdido que provava que os peixes tinham rastejado para fora da água. Deixou de o ser quando foi pescado ainda vivo, igual ao seu fóssil de sensivelmente 400 milhões de anos (!!!). Depois, recentemente, apareceu o Tiktaalik para o substituir nessa posição. Foi descartado há pouco tempo.

Daqui a algum tempo vai aparecer outro para ocupar o trono que se encontra sem rei. Eu não tenho dúvida alguma. E vai ser engraçado ver os evolucionistas virem para aqui dizer: “Viste… foi encontrado o elo transitório entre peixes e terópodes. A evolução é real“. Neste processo, esquecem-se dos casos do celacanto e do tiktaalik e nem colocam a hipótese de lhes estar a ser vendido gato por lebre novamente.

Outros que já foram perdidos

A Ida foi até há bem pouco outro ícone evolucionista, festejado com grande pompa. A Lucy foi um elo perdido durante 35 anos até ser descoberta a Ardi. A descoberta da Ardi retirou a Lucy desse estatuto. Agora dizem-nos que a Ardi também não é uma antepassada humana.

Perante tudo isto, que credibilidade pode ter um paleontólogo evolucionista? E a desculpa ronda sempre a mesma treta: “a ciência é assim, está sempre a construir-se“.

Já imaginaram se o evolucionista conseguisse pensar fora da sua caixa?

O constante destronar de elos perdidos deveria fazer os evolucionistas pensarem que algo de estranho se passa. Se os evolucionistas têm dificuldade em encontrar elos perdidos que não sejam disputados, então é porque, se calhar, a evolução não aconteceu. Mas o evolucionista não pode admitir isso porque a outra forte opção, o criacionismo, é impensável porque não naturalista.

Neste processo, eles ignoram o facto de pegadas humanas que supostamente têm 3,6 milhões se encontrarem dentro da variação humana hoje existente.

Para concluir… uma boa maneira de saberes se és uma pessoa ingénua é avaliares com que entusiasmo recebes a notícia “Encontrado elo perdido”. Experimenta da próxima vez. É giro!


103 comentários so far
Deixe um comentário

O argumento dos evolucionistas é “ah e tal, mas quem descobriu que não era um fóssil relevante para a evolução foi um evolucionista” ou “quem descobriu que era uma fraude foi um evolucionista e não um criacionista”.

Mas os criacionistas sempre disseram que a ARDI não era nada de relevante para a mitologia da evolução. Eles não ouvem os criacionistas, mas quando um evolucionista vem e diz o mesmo, eles dizem que quem descobriu isso foi o…….. evolucionista!

É como se os criacionistas não existissem.

Comentar por Mats

Tens toda razão!!

Comentar por Fernando

O que de fato vocês criacionistas estão apresentando é que o fato de um cientista ter errado ao buscar glória e fama apresentando um suposto elo perdido nega todo um trabalho feito ao longo de muitos anos por vários cientistas e que é comprovada sua veracidade científica. O fato de um erro no caminho ter acontecido nao signfica q a premissa básica está errada, só mostra que aquela pessoa está. Interpretações diferentes ocorrem tanto na ciência quanto na teologia (na verdade, na teologia é muito mais visível), e por causa disso você vai seguir a mesma linha de raciocínio e dizer que, portanto, assim como os cientistas se desmentirem é prova de que o evolucionismo é mentira, o fato de pastores, padres, rabino e outros se desmentirem mais ainda é sinal de que com certeza Deus não existe??

Comentar por Rodrigo

como medir o teu nível de ingenuidade; veio perturbar; Eu compreendo… deve ser duro ; Mas eu não tenho culpa, meus ricos.; Eles rejubilam de alegria ; Mas o mais engraçado; para ocupar o trono ; E vai ser engraçado ; a ser vendido gato por lebre ; festejado com grande pompa. ; ronda sempre a mesma treta;

a exposição dos teus argumentos é mais para atacar os evolucionistas do que propriamente para expor a ideia de maior racionalidade de análise. Claro que podes contrapor com: tu estás a escrever sobre o que eu escrevi.

A inexistência de elos perdidos é perfeitamente natural. Aposto que não fazes ideia onde para os restos mortais dos avós dos teus avós.

Comentar por ND

Olá Nuno,

“A inexistência de elos perdidos é perfeitamente natural. Aposto que não fazes ideia onde para os restos mortais dos avós dos teus avós.”

E imagina se eu viesse dizer que encontrei meia dúzia de ossos na terra e que esses ossos tinham pertencido aos avós dos meus avós e traçasse o seu perfil e modo de vida (o que comiam, como se deslocavam, como passavam os dias, etc). É isso que os evolucionistas fazem… mas numa escala proporcionalmente mais ridícula ; )

Comentar por alogicadosabino

não era propriamente esse o ponto de vista que eu estava a tentar levantar, antes, se não se consegue localizar os restos mortais de quem morreu há 100/200 anos quanto mais de quem morreu há uns milhões de anos.

Mas é justo, muita coisa é deduzida com base em muito pouca informação

Comentar por ND

O artigo do Público fala numa troca de argumentos entre cientistas. O Marcos apresenta o caso como definitivamente selado: o Ardil é uma farsa.

Poder-se-ia pensar que é desleixo ou apenas ignorância. Mas como o Marcos já foi alertado para isso, a única conclusão é que é desonestidade. Já não espanta. Só cansa.

Por isso, faço uma proposta. Da próxima vez que aparecer um “elo perdido”, o Marcos pode tentar apresentar o assunto de forma menos aldrabona. Não “é giro” nem engrandece o Senhor Nas Alturas, mas será uma experiência nova.

Comentar por PP

Que credibilidade têm os posts do Sabino? (ou como medir o teu nível de Squareness)

Deus vê-te a mentir Sabino…

Comentar por Selfish Gene

“Se minha teoria for verdadeira, numerosas variedades intermediárias ligando mais entre si todas as espécies do mesmo grupo certamente deveriam ter existido… Conseqüentemente, deverão ser encontradas evidências da sua existência anterior somente entre os restos fósseis que se encontrem preservados, como tentaremos mostrar em capítulo seguinte, em um registro extremamente imperfeito e intermitente.”

“Porém, exatamente na mesma proporção em que esse processo de extermínio atuou em tão grande escala, deveria ter existido um número de variedades intermediárias verdadeiramente enorme, variedades estas que teriam existido sobre a terra. Por que então todas as formações geológicas, em todos os estratos, não estão repletas de formas de transição como essas? A geologia certamente não revela nenhuma cadeia orgânica com gradação tão fina como esta; e isto talvez seja a objeção mais óbvia e mais grave que possa ser feita contra a minha teoria.”

Darwin.

Comentar por Fabricio Lovato

È verdade: Que acham os criacionistas da nova célula sintética do Craig Venter??

Comentar por Selfish Gene

“A retórica é interessante. O que eles fizeram foi enfiar um genoma sintético dentro de uma célula não sintética. No entanto, eles falharam ao falar de ‘síntese de célula bacteriana’. De fato, uma manchete diz: ‘A primeira célula sintética autorreplicante’. Isso é enganador. Se alguma coisa vai ser chamada de ‘sintética’, não devia a totalidade dessa coisa ser sintetizada, e não apenas uma parcela minúscula da mesma? E não sabemos que essa célula evidencia design e, em caso afirmativo, por que não haveriam as células que não foram tocadas pela Synthetic Genomics fazer o mesmo, ou seja, implicar design?”

William Dembski

Comentar por Fabricio Lovato

O genoma é sintético, é um ser vivo novo… vai autoreplicar-se

Comentar por Selfish Gene

È verdade: Que acham os criacionistas da nova célula sintética do Craig Venter??

Confirma o que dissemos: Vida é originada de inteligência🙂

Comentar por MVR

Craig Venter: o designer que apenas trabalhou num projeto pronto.

Basta-nos agora crer que aconteceu naturalmente, sem intenção e sem projeto o que Venter conseguiu com projeto e intenção.

Não entendo porque há um tímido som de festa no arraial evolucionista…

Comentar por Vanessa Meira

Tímido som de festa?? Uma das maiores notícias da Biologia em 2010, o nascimento definitivo da biologia sintética…

E não prova de forma alguma que a evolução é falsa -_-

Comentar por Selfish Gene

Não prova que a evolução é falsa, mas prova que a vida é fruto de projeto, de design.🙂

Comentar por Fabricio Lovato

Lovato, onde está a prova disto?
O que afirma ser “prova” é uma interpretação tendenciosa.

Interpretar o desenvolvimento como esta técnica como prova cabal de um design é tão forçada como outras interpretações (como a da inexistência divinas). São interpretações, e não necessariamente provas.
(outras técnicas científicas também são usadas, a muito tempo, para muita interpretação externa ao escopo da mesma; mas isso não lhes garante que digam isso).

Ou seja existe uma diferença bem apropriada entre interpretação fora do escopo da pesquisa e o que realmente uma pesquisa se limita a dizer. E como interpretações, devemos estar cientes disto para não confundirmos alhos com bugalhos.

Comentar por Arnaldo

A explicação disto à luz da única ciência que deve reconhecida (a do criacionismo bíblico) é muito fácil:
– A Ardi foi levada por Noé na arca (e o respectivo marido também). O problema é que começou a atirar fezes a toda a gente (o chimpanzés também fazem isso);
– Depois de vários dias a aturar este comportamento inaceitável Noé mandou-a borda fora e aproveitou para cozinhar o macho e fazer umas espetadas;
– Passados 4000 anos uns ateus evolucionistas acharam-no e aproveitaram para publicar 11 artigos na Science tendo erradamente (que atrasados mentais!!!) datado o bicho como tendo 4.4 milhões de anos;
– Um ano depois o génio Sabino (sim ele é um génio!!!) disse que afinal isto não é um elo perdido (este terminologia não existe em ciência), mas também não diz o que é, nem onde andam os outros membros da sua espécie.
A resposta para isto é fácil: extinguiram-se. O macho foi comido e a fêmea foi borda fora.

É para aprenderem a comportar-se como deve ser em ambientes fechados….

Comentar por carlinhos

Sabino. Você tá doido cara? Então você fala em milhões de anos aqui??? São 6000 anos cara!!! O Tiktaalik tem a idade do dilúvio e ninguém encontrou pegadas de terópodes 18 milhões de anos mais antigas. ISSO NÃO EXISTE!!!!!! NÃO EXISTE !!!!! Não leiam o artigo na NATURE
http://www.youtube.com/NatureVideoChannel?gl=GB&hl=en-GB

Comentar por Carlão

O grande problema do criacionismo é que basicamente é a “ciência” da negação. Ou seja, em vez de desenvolveram teorias, procurarem-nas substanciar em evidências e efectuarem investigação, limitam-se a negar o trabalho dos outros. Ao percorrer este blog nota-se que Marco Sabino procura fundamentalmente discussões e opiniões distintas entre investigadores da evolução que, como qualquer campo da ciência, está aberto a discussão e a confronto de ideias. Mas são raros os posts que desenvolvem a teoria do criacionismo. Penso que o evita para não cair no ridículo. De facto para sermos criacionistas temos que a acreditar que:
– A Terra tem cerca de 6000 anos. Neste momento é facto pacífico na comunidade científica que a Terra tem cerca de 4,5 mil milhões de anos (biliões nos EUA – usam uma designação diferente). Neste campo os criacionistas não só ignorantes em biologia, estão a negar factos de física, geologia, cosmologia, arqueologia, história e química. Métodos de datação como o C14, a dendrocronologia e a radioactividade facilmente provam que a idade da Terra é muito superior a 6 000 anos. Isto para não falarmos da paleoclimatologia, datação de corais, estudos com pólens, etc. etc.;
– Cerca de 2300 A.C. Deus aniquilou a humanidade e praticamente toda a vida na Terra porque não gostava do que tinha sido criado e só poupou Noé (que tinha 600 anos na altura) e a sua família. E para evitar que as espécies terrestres se extinguissem (isto não deveria ser problema para Deus porque facilmente criava tudo de novo) Noé levou exemplares de todas dentro da arca. Para não entrarmos no mais óbvio que torna este lenda da Idade do Ferro impossível, vamos só ver alguns exemplos:
1. A cronologia egípcia: A pirâmide de Gizé foi construída cerca de 2590 A.C. (a cronologia dinástica egípcia confirma isto e o C14 também) e manteve-se no mesmo sítio apesar do dilúvio ter destruído tudo e formado os continentes actuais e todas as formas geológicas (outro embuste). Ao mesmo tempo a literatura egípcia não faz qualquer referência a qualquer dilúvio;
2. Árvores vivas mais antigas que o dilúvio a crescerem sobre substrato que só formou (de acordo com o criacionismo) durante o dilúvio (de facto para os criacionistas as cartas geológicas não existem, nem as eras geológicas)
3. A impossibilidade de alguns animais (isto para não dizer todos) se deslocarem do monte Ararat (actual Turquia) para áreas tão distantes com as ilhas do sul do pacífico. Isto é totalmente impossível para aves não voadoras e não nadadoras.

– Antes do diluvio todos os animais eram herbívoros. Tal como disse anteriormente os criacionistas preferem focalizar a sua atenção nos aspectos da teoria da evolução que não são consensuais, evitando assim defender o indefensável. Mas de facto esta afirmação é tão ou mais perversa do que as anteriores. Começa por ser ecologicamente impossível. Imaginemos o que seriam populações de roedores ou insectos sem o controlo da predação, ou animais filtradores (como o tubarão baleia) a alimentarem-se só de fitoplancton (cuspiam todas as partículas de origem animal????), ou parasitas que não parasitavam. E o que acontecia aos cadáveres sem decompositores? Depois temos o paradoxo de existirem animais fossilizados (que de acordo com os criacionistas se fossilizaram durante o díluvio) com vestígios de terem sido predados ou de se terem alimentado de restos de animais.
De facto, utilizar argumentos para defender o criacionismo que o contrariam (datações com milhões de anos) não é propriamente inteligente. Depois há a característica típica de todos os criacionistas: não andam no campo, não fazem investigação e não levantam o rabo da cadeira….

Comentar por José Pires Gonçalves

Cara passa la no deusilusão.wordpress.com
Gostei muito do que expos aqui.

Comentar por Adamantdog

Muito interessante este comentário.
Sintetiza muito bem o tiro no pé que os criacioniastas fazem ao dar credibilidade numa datação baseada na interpretação bíblica em detrimento da datação científica (corroborada por diversas áreas).

Comentar por Arnaldo

Algumas considerações:

1 – os críticos da questão da Ardi afirmam que ela é anterior a linhagem humana, mas pertence na verdade á linhagem dos antropóides, podemos dizer que ela faria parte da microevolução desses primatas;
2 – As pegadas que o Sabino afirmou que “destronavam” o Tiktaalik e o Panderichthys, na verdade, já foi mostrado em estudo, podem ter pertencido a um sarcopterígio não descoberto ainda do mesmo tipo dos já citados e não a um tetrápode definitivo como o Acanthostega (também meio peixe meio anfíbio…)
3 – A “Lucy”, ou melhor, Australopithecus, não foi “destronada”. Existem muitas espécies desse gênero e no caso do Afarensis e do Africanus por exemplo há registros de crânios completos (não estou falando de imaginação de cartunista), aliás, atualmente só os CTJ consideram os Australopithecus como chimpanzés (a anatomia da caixa craniana do Australopithecus era mais similar ao do Orangotango que a do Chimpanzé, enquanto a bacia destes era pouco diferente da humana, e isso é reforçado com a descobertas recentes de pegadas de Australopithecus que mostram que eles andavam eretos);

Comentar por Rodrigo Henrique

4 – Existem centenas de milhares de transicionais que são sempre omitidos pelos criacionitas t.j, mas que estão muito bem documentados, e vou citar uma pequena parcela deles: os terapsidas (são alguns dos mais evidentes da transição réptil-mamífero), o Pikaia(primeiro cordado), o Confuciusornis(transição entra as archaeopterigiformes e aves modernas), o Euparkeria(um dos muitos transicionais entre tecodontes e dinossauros), o Psitacosaurus(transicional entre dinossauros ornitópodes e marginocéfalos), o Scleromochlus(antepassado dos pterossauros), o Sacisaurus (transicional entre dinossauros saurísquios e ornitísquios), o protarchaeopteryx (transicional entre dinos e aves), pelicossaurios (transicionais entre os primeiros répteis e os terapsidas), Phiomia (um dos muitos transicionais entre os moeritérios e os elefantes), homo ergaster (o único fóssil hominídeo que até onde sei não sofreu crítica criacionista), Beipaosaurus (transicional entre Terópodes carívoros e dinos-foice herbívoros como o Therizinosaurus), Moropus (exemplar primitivo de Chalicotheridae), Protosuchus (transicional entre crocodilos modernos e tecodontes), e etc…etc…etc…

Volto a dizer: os transicionais acima eu não vi até agora nenhum criacionista levantar críticas construtivas…(o que não significa que tais críticas não possam ser levantadas).

————————————————

Antes de qualquer “ataque”, quero deixar claro que creio na bíblia TODA e sou evangélico (embora eu tenha uma concepção sólida diferente da do Sabino acerca da questão criaçãoXevolução).
Quem achar que estou mentindo sobre minha posição ou que estou “em cima do muro” no assunto:
1 – Tenho uma certa amizade com o Criacionista Sodré Gonçalves;
2 – Estou organizando uma exposição na igreja O Brasil Para Cristo que fala sobre as digitais do Criador;
3 – Pra terem certeza meu email é odidohg@yahoo.com.br

Muito obrigado.

Comentar por Rodrigo Henrique

Rodrigo, já que você é cristão:

por que Jesus morreu por você?

Comentar por Fabricio Lovato

“Na discussão sobre a possibilidade de formas evolutivas intermediárias, deve-se discernir cuidadosamente noções descritivas e interpretativas. Os seres vivos que reúnem características de diversos grupos são qualificados como formas-mosaico ou formas de transição. Estes conceitos devem ser entendidos como descritivos e não dizem nada sobre a relação de origem. Se as formas-mosaico forem interpretadas como de transição filogenética entre esses grupos, usamos o conceito de ‘elos de ligação’ ou ‘formas de transição’. As formas-mosaico como, por exemplo, a ‘ave’ primitiva (Archaeopteryx) não podem ser automaticamente avaliadas como formas evolutivas de transição; em muitos casos, isto nem sequer é possível (por exemplo, com o ornitorrinco)” (Evolução – Um Livro Texto Crítico, Reinhard Junker e Siegfried Scherer, SCB, Brasília, 2002).

Comentar por Fabricio Lovato

Rodrigo não é cristão, ele é um ateu (provavelmente neo ateu) que vai aos blogs cristãos e se passa por cristão apenas para tentar fazer o estilo cavalo de tróia.

Ou seja, faz-se de crente para tentar nos representar, o que caracteriza picaretagem e safadeza, que é bastante comum aos neo ateus.

Comentar por MVR

Fabrício,

Jesus morreu por mim e por você para nos salvar.
Como assim?
Porque no princípio Deus criou Adão e Eva, o 1º casal humano, sem pecado e sem estarem sujeitos a morte; o pecado, que veio a partir de uma decisão errada do 1º casal, trouxe tristeza e morte á humanidade, e nos afastou do Criador, entretanto Deus amou o mundo, de tal modo, que deu seu filho para pagar em nosso lugar uma dívida que nós (todos nós, pois a Bíblia diz que todos, repito, TODOS pecaram) jamais poderíamos pagar; Deus se fez homem e deu a Sua vida por nós, sem falar que, e é bem importante frizar isso, Ele venceu a morte, pois ressuscitou ao 3° dia (e ainda nos deixou o Espírito Santo como consolador), sem falar na promessa da Sua Vinda, para nos arrebatar, que ninguém sabe o dia ou a hora…

O que postei acima, sim, pode trazer salvação (Jesus é o caminho a verdade e a vida), e não o Criacionismo da Terra Jovem; Crer na Bíblia como completa e inerrante palavra de Deus é indispensável para o crente, agora condenar alguma coisa só porque ela não se adequa á forma que o homem, tradicionalmente, imagina que o relato histórico- bíblico se deu, não creio que leve alguém para a Vida Eterna. Só Jesus salva. A Palavra salva.

Essa é minha visão, Fabrício. Deus te abençõe!
(OBS: quanto a questão dos transicionais, poderíamos debater, respeitosamente, sobre o assunto via email, que tal? meu email tá na postagem anterior)

Agora, quanto á MVR:
Tenho 7 anos de crente; e você acha que eu iria brincar com uma coisa dessas? Sei muito bem quem são os neo-ateus e concordo tratar-se de picaretagem o que eles fazem, sou totalmente contra isso também porque na minha opinião isso é no mínimo antiético; respeito a crença de cada um, eu respeito a sua, e você deveria respeitar meu ponto de vista sobre a questão da evolução. Como eu já falei, a questão da salvação é concernente á Cristo, já a teoria da evolução (“pura”, sem antiteísmo ou materialismo excessivo) nem condena nem salva. O que traz condenação é a não-crença em Deus, no Seu Filho Jesus e na Sua Palavra, inspirada por Ele.

Pra sua informação estou congregando na igreja O BRASIL PARA CRISTO.

Comentar por Rodrigo Henrique

Rodrigo,

mas se Deus criou as formas de vida através da evolução, isso significa que morte, doenças, extinções, sobrevivência do mais apto já existia antes da queda do 1º casal humano.
Como acreditar que um Deus de amor, na forma que você retratou, criaria usando um processo tão cruel e doentio?
E se a Palavra é inspirada por Deus, por que Ele inspirou em Gênesis fábulas sobre uma questão tão importante quanto à das origens, para que somente 3500 anos depois viesse Darwin e nos revelasse a Verdade?
Veja, não é só o Gênesis que fala da Criação e dilúvio, mas a Bíblia toda se refere a esses eventos como históricos e reais, mencionados inclusive por Jesus.
Sem o Criacionismo, a teologia bíblia perde todo o sentido.
E a propósito, se o Gênesis é simbólico, como você sabe que a vinda de Jesus também não é simbólica? Por que escolher um como alegoria e outro como fato?

Deus te abençõe.
Fabricio Lovato

Comentar por Fabricio Lovato

Fabrício Lovato:

Peo que parece, toda interpretação e promessa na Bíblia é simbólica

Comentar por Clayton Luciano

Cara não tinha pensado nisto da uma passadinha la no deusilusão.wordpress.com qdo puder

Comentar por Adamantdog

Fabrício,

Eu em momento nenhum eu disse crer num gênesis simbólico, digo mais, a minha visão sobre o gênesis é a Criacionista da Terra Antiga, visão essa também da igreja que congrego. O fato é que eu, depois de analisar muito mesmo essa questão consegui traçar uma relação sólida entre bíblia, Criação e Evolução.
E por que eu creio num gênesis literal? Pelos mesmos motivos que você crê que ele é literal, naturalmente.
E devo admitir que as questões que você levantou são relevantes e realmente é necessário, no meio cristão, um bom esclarecimento sobre esses fatos, senão não há relação nenhuma entre o que a Bíblia diz e o que a biologia moderna mostra (partir daí vem os desentendimentos). Quando me dediquei a estudar o assunto (2 anos atrás) priorizei muito as questões que você colocou, e sim, há resposta para elas, até dentro da Palavra. O problema é que eu não tenho tempo suficiente para postá-las. Se você quiser eu elaboro um texto cuidadosamente sobre o assunto e te envio via email.

Mas é isso aí.
Deus te abençõe muito, Fabricio!Paz!

OBS: Achei muito bom você ter feito citações do livro “Evolução-um livro-texto crítico”. O Sodré me disse que é um livro muito bem elaborado e crucial para se entender o Criacionismo da Terra Jovem.

Comentar por Rodrigo Henrique

Olá Rodrigo.
Desculpe ainda não poder ter te respondido, a faculdade me tomou muito tempo nesta última semana. Muitos trabalhos.
Mas assim que eu dispor de um tempo (espero que em breve), voltarei a falar com você.

Paz do Senhor Jesus!

Fabricio

Comentar por Fabricio Lovato

Ah, e sobre a frase:
“Sem o Criacionismo, a teologia bíblia perde todo o sentido.”:

Eu concordo com esta frase. O Criacionismo, na minha opinião, é um dos pilares da teologia. É tão importante quanto a Soterologia (A “Teoria da Salvação”, pra quem não sabe).

Entretanto, acredito que o criacionismo fundamental para a teologia é aquele que diz que “no início, Deus criou todas as coisas, e criou homem á sua imagem e semelhança”, e não o criacionismo que diz: “as espécies não tem ligação nenhuma uma com as outras, a terra tem 6 mil anos só e os dinossauros foram extintos no dilúvio de Noé”.

Criacionismo é uma coisa; Movimento Terra Jovem é outra, ao meu ver.

Comentar por Rodrigo Henrique

Eu sou novo na leitura desse blog; e gostaria de saber, porque fiquei curioso.

Mas os Criacionistas aqui são de terra jovem?

Ps: sou Cristão. Mas não acredito que a terra seja jovem, e nem a raça humana seja jovem como os Criacionistas da terra jovem dizem.

Abraços

Comentar por paulojuniodeoliveira

Paz do Senhor, Paulo.

Sim, infelizmente a maior parte é criacionista da terra jovem. Entretanto eu sou, asssim como vc, cristão e também não acredito que a humanidade nem a terra sejam jovens.

Bom, de qualquer forma aí vai um conselho: cuidado ao ler o que tem nesse site(a lógica do sabino), pois os métodos de exposição de argumento (sofisma) são bem estratégicos de modo que alguém desinformado consegue ser facilmente convencido pelos c.t.j.

Mas, se quiser pode visitar tb meu blog. Ele ainda está em construção, ainda falta muita coisa nele, mas espero que goste:

genesisum.blogspot.com

Faça bom proveito!
Fica na paz e que Deus te abençõe! abraços!

Comentar por Rodrigo Henrique

Obrigado,

desculpem, mas é porque não achei sites ainda que tenha a coragem de defender uma terra jovem, pensei que era só papo dos ateus e dos evolucionistas naturalistas, e alguns evolucionistas moderados.

Mas não entendo como é possível que alguém defenda que a terra seja jovem.

Enfim,

Abraços,

Pj

Comentar por paulojuniodeoliveira

Sim, infelizmente a maior parte é criacionista da terra jovem.

Por quê infelizmente?

Você por um acaso sabe como funciona os métodos de datação e nunca viu alguns exemplos em que essas datações falharam?

Entretanto eu sou, asssim como vc, cristão e também não acredito que a humanidade nem a terra sejam jovens.

Claro, você não é cristão de verdade… a bíblia no novo testamento está com centenas e centenas de passagens referindo-se ao antigo testamento.

Bom, de qualquer forma aí vai um conselho: cuidado ao ler o que tem nesse site(a lógica do sabino), pois os métodos de exposição de argumento (sofisma) são bem estratégicos de modo que alguém desinformado consegue ser facilmente convencido pelos c.t.j.

Esse não é o único site criacionista do mundo, existem vários que expõe fatos sobre o evolucionismo, datação e coisas que os ateus não querem ver.

Eu recomendo é os ateus terem cuidado com os sites deles, como o ceticismo.net, que xinga e expulsa sem dó quem tem uma opinião diferente, que faz os ateus terem uma imagem errada de quem acredita na criação, que dá exemplos que não tem nada haver afirmando que é evolução.

Comentar por Adalberto Felipe

Sabino, você está de férias?

Comentar por Gil do Brasil,

«[O celacanto] foi pescado ainda vivo, igual ao seu fóssil de sensivelmente 400 milhões de
anos (!!!).»

Na verdade, as espécies de celacanto actualmente vivas (Latimeria chalumnae e
Latimeria menadoensis) são diferentes das espécies do registo fóssil (Undina
penicillata
, Axelrodichthys araripensis, etc.).

Comentar por Jaime

Adalberto Felipe,

Falei “infelizmente” porque eu estudei muito o C.T.J, o suficiente para “abrir os olhos” e perceber que o criacionismo da terra jovem não é tão honesto quanto parece, e a situação é tão complicada que nem os criacionistas t.j. percebem isso. Você por exemplo deve achar que as evidências contra a evolução são sólidas, não é? Sobre as falhas de datação, que você citou, você sabia que a história não é bem essa? Mas esse é outro assunto.

Quero que você saiba que eu conheço e creio também no antigo testamento. Novamente digo: Eu NUNCA disse crer num gênesis simbólico, e eu disse isso alguns posts atrás. Recomendo que não se precipite em argumentos. E eu jamais disse que um criacionista não é cristão de verdade; o que te dá direito então de afirmar que não sou? Se eu sou falso cristão, o R.R.Soares, por exemplo, também é, pois ele é C.T.A.

Quanto a sites criacionistas, sei que eles existem e isso me preocupa pois usam sempre as mesmas argumentações. Os fatos expostos geralmente são falsos. O ceticismo.net, apesar de ter um bom conteúdo sobre evolução, “peca” ao defender o ateísmo e desprezar a crença em Deus e na Bíblia; em relação á arrogância para as pessoas que pensam diferente eles ficam em pé de igualdade com os criacionistas da terra jovem. Ambos, também creio eu, não enxergam a maneira que tratam as demais pessoas.

O problema maior, mesmo, é que sites ateus tratam os crentes assim. Agora criacionistas da terra jovem, é difícil ver um tratar bem alguém que pensa diferente ou possui uma proposta diferente(há excessões), tratam assim até os evangélicos que discordam da terra jovem. Afinal o que é mais importante? A salvação em Cristo ou a idade da Terra? E mais: por que não respeitar opiniões diferentes e ficar chamando de “falso cristão” só porque uma pessoa pensa diferente sobre uma questão que nem sequer interfere na salvação dela?

Pense nisso

Paz.

Comentar por Rodrigo Henrique Gomes

Falei “infelizmente” porque eu estudei muito o C.T.J, o suficiente para “abrir os olhos” e perceber que o criacionismo da terra jovem não é tão honesto quanto parece, e a situação é tão complicada que nem os criacionistas t.j. percebem isso.

Os ateus evolucionistas, Rodrigo, também afirmam que estudaram muito a bíblia, Jesus Cristo e tal.

Que situação tão complicada é essa que você alega?

Você por exemplo deve achar que as evidências contra a evolução são sólidas, não é?

Não são só evidências: Deus não precisa de milhões de anos… não precisa de algo em que o mais forte vence e os mais fracos são os menos favorecidos.

Sobre as falhas de datação, que você citou, você sabia que a história não é bem essa? Mas esse é outro assunto.

Sim, tanto que nós sempre afirmávamos que o decaimento radioativo não era constante e vocês não acreditaram… vinham com outras explicações e só depois acabaram vendo que é, através de um estudo.

Quero que você saiba que eu conheço e creio também no antigo testamento. Novamente digo: Eu NUNCA disse crer num gênesis simbólico, e eu disse isso alguns posts atrás. Recomendo que não se precipite em argumentos. E eu jamais disse que um criacionista não é cristão de verdade; o que te dá direito então de afirmar que não sou?

Em quê você realmente acredita no Gêneses, sendo que o novo testamento mostra várias e várias passagens dele?? Sem contar também os pisos que a ciência tem dado na teoria da evolução que blogs criacionistas como esse mostram, fatos que os ateus ignoram, o fanatismo deles quando questionamos.

Você pode falar: “Eu acredito em Deus, em Jesus Cristo, mas não acredito que Ele tenha criado o mundo em seis dias. Não o acho capaz. É ilógico, tem que ter milhões de anos porquê a ciência (coisa do homem) comprova, vide os fósseis que a datação mostra ter milhões de anos e o fato da evolução ser um fato, pois acontece, mas demora muito…”, ou seja: não acreditar no poder de Deus, que Ele pode, que você pode ver isso se você quiser, que ele te mostra o caminho.

Já vi um homossexual que acredita na criação, mas sempre quando mostrava aquelas passagens bíblicas que condenam o homossexualismo ele falava: “ah, a bíblia foi distorcida, foi manipulada e tal…” e alguns cristãos evolucionistas também falam a mesma coisa, mas certamente concordam que a bíblia condena o homossexualismo. Esse também não era um cristão de verdade.

É quase sempre esse argumento.

Se eu sou falso cristão, o R.R.Soares, por exemplo, também é, pois ele é C.T.A.

Apesar de não conhecê-lo (gostaria que me falasse um pouco sobre essa pessoa), ele deve ser sim, pois se ele acredita nos supostos milhões de anos, ou seja: não acha Deus capaz de criar o mundo em pouco tempo e acredita numa teoria que, por mais que você não adimitam, exclui Deus sim.

Quanto a sites criacionistas, sei que eles existem e isso me preocupa pois usam sempre as mesmas argumentações. Os fatos expostos geralmente são falsos

Quais? Sendo que aqui já foi mostrado vários fatos sobre o ateísmo, a evolução, a datação e muito mais. Seria interessante você dizer, alguns, como por exemplo: este daqui..

Diria que são os sites ateus que estão sempre com o mesmo argumento, vide a quantidade de gente que vem vendo Dawkins de mais e falando: “Você não acredita em dragão na garagem, bule voador, unicórnio rosa”, “Você é ateu em relação a outros deuses”, “criacionismo não é ciência”, “vá estudar um livro de primeira série”, “seu criaburricionista (by andré – ceticismo.net)”, “die creationist” (acredite, já vi isso), “a bíblia não fala sobre dinossauros”, etc., etc…

O ceticismo.net, apesar de ter um bom conteúdo sobre evolução, “peca” ao defender o ateísmo e desprezar a crença em Deus e na Bíblia;

Bom conteúdo? O Sabino desmentiu muita coisa aqui nesse blog, pois ele já postou lá uma vez, foi xingado e deu tanta dor de cabeça aquele André que ele covardemente chegou a ponto de editar os posts dele, colocando coisas que ele não colocou.

Lá, Rodrigo, assim como em muitos sites ateus (sem generalizar) você é xingado caso conteste qualquer coisa. Até o Clayton Luciano – uma pessoa que não acredita no que nós acreditamos e que trola posta aqui há muito tempo – foi expulso.

O ceticismo.net, apesar de ter um bom conteúdo sobre evolução, “peca” ao defender o ateísmo e desprezar a crença em Deus e na Bíblia; em relação á arrogância para as pessoas que pensam diferente eles ficam em pé de igualdade com os criacionistas da terra jovem.

Nao vi pessoas sendo expulsas e xingadas aqui até e se você acha que te ofende te xinguei, peço-lhe desculpas, mas como falei, não acreditar que Deus realmente fez todas as coisas, através de 6 dias, ena sua criação, é o memso que dizer que Ele não é capaz.

O problema maior, mesmo, é que sites ateus tratam os crentes assim.

Sim, a grande maioria.

Agora criacionistas da terra jovem, é difícil ver um tratar bem alguém que pensa diferente ou possui uma proposta diferente(há excessões), tratam assim até os evangélicos que discordam da terra jovem.

Não vi isso acontecendo na maioria dos sites criacionistas e comunidades no orkut que frequento, é claro que há alguns que com certeza são assim, mas nos sites e fórums ateus que vi a maioria é assim mesmo.

Afinal o que é mais importante? A salvação em Cristo ou a idade da Terra?

A Salvação em Cristo, que foi enviado por Deus que criou todas as coisas, o céu e a terra, os animais, os pássaros, os peixes.

Buscar também o conhecimento, a verdade e não se deixar levar por certas coisas.

E mais: por que não respeitar opiniões diferentes e ficar chamando de “falso cristão” só porque uma pessoa pensa diferente sobre uma questão que nem sequer interfere na salvação dela?

Como falei, peço-lhe desculpas se te ofendi, mas como falei, isso não é acreditar em Deus de verdade, pois é crer que Ele não é capaz de criar tudo que há no mundo, que ele precisa de milhões de anos, sem intervir e através da opção do mais forte. A bíblia alerta várias vezes sobre coisas assim, ok?

“Pois eles de propósito ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste; pelas quais coisas pereceu o mundo de então, afogado em água; mas os céus e a terra de agora, pela mesma palavra, têm sido guardados para o fogo, sendo reservados para o dia do juízo e da perdição dos homens ímpios.” 2 Pedro 3:5-7

Ah, outra coisa: vou citar uma das várias passagens bíblicas que envolvem coisas mensionadas no novo testamento:

“… e sairá a enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, a fim de ajuntá-las para a batalha.” Apocalipse 20.8

Repare no nome Magogue. Ele está sendo mencionado no último livro da bíblia numa profecia e é mencionado também nos capítulos 38 e 39 do livro de Ezequiel. Magogue (o provável antecessor dos citas e dos chineses, japoneses e coreanos) é o filho de Jafé, que é filho de Noé.

Já que o novo testamento para você não existe, então Magogue não existe, pois Noé não existe, e por conseguinte os 10 patriarcas antecessores a ele (Adão, Sete, Enos, etc.) não existe e o Apocalipse não está falando a verdade, assim como o livro de Ezequiel. Isso é só um pequeniníssimo exemplo do que implica não acreditar realmente e buscar a verdade através do que Deus disse.

A bíblia fala também de dias trabalhosos, na volta de Cristo e uma delas menciona o seguinte: “Como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.” Mateus 24:37, logo, essa passagem, no novo testamento, também não é verdade. Sem comentários, aos cristãos que se dizem evolucionistas, como explicar e justificar certas coisas.

Comentar por Adalberto Felipe

Parabéns por defender essas verdades, Sabino.
A Bíblia foi o fundamento da civilização que unificou o mundo. Os ateus portugueses, franceses, holandeses, ingleses, italianos estão destruindo seus respectivos países.As pessoas não tem mais filhos, não acreditam na família de um único homem e uma única mulher como ideal, não tem mais valores e vêem tudo como “relativo”. O problema é que os mulçumanos não pensam assim e é claro que eles acabam sendo mais fortes. Sabe o que Cristo mandava fazer com os ateus? “Ide e Ensinai para que tenham a Vida Eterna”, ou seja, aquilo que o Sabino está fazendo. Mas sabe o que Maomé mandava fazer? “Exterminai os infiéis onde quer que eles estejam” Numa Eurabia não vai ter Dawkins, tenham certeza disso.

Comentar por Rodrigo César Nunes Pino

Rodrigo Henrique Gomes

A Terra Jovem não tem uma base bíblica tão solída assim, ela se baseia na união da idade dos patriarcas da humanidade, mas a Bíblia em nenhum momento fala que o mundo tem apenas 6000 anos, isso é uma tradição rabinica que foi adotada pelas igrejas protestantes, mas não pela Igreja.
A questão é, a Bíblia também chama o Messias de filho de Davi, e filho neste caso quer dizer descendente direto através de Maria. E se os patriarcas da humanidade forem realmente descendentes um do outro, mas séculos e mesmo milênios os separem?
Os dias da Criação podem representar períodos de milhões de anos. Deus deve ter deixado com que os animais e as plantas se adaptassem e “enchessem a Terra” antes de criar o homem. Quanto tempo demorou para que uma espécie animal sendo criada num ponto do mundo, se alastrasse sobre o globo? Quanto tempo não demorou para que os animais que saibaram da Arca repovoassem o mundo? O Díluvio pode ter acontecido no final da Era Mezozoica e ter sido o verdadeiro responsavel pela extinção dos dinossaros. Não creio que Noé tenha levado TODOS os animais, Deus deve ter feito uma seleção daqueles que era preciso conservar e dos que eram preciso desaparecer para o bem da humanidade. Que bem para a humanidade representa um Tiranossauro Rex? É evidente que algumas espécies de dinossauros devem ter sido levadas, pois existem lendas sobre dragões, mas a maioria deve ter sido deixada para morrer, literalmente GRAÇAS À DEUS!!!!!!!

Comentar por Rodrigo César Nunes Pino

Rodrigo Nunes

Na atualidade o criacionismo da terra jovem tem tido uma base, mas isso não quer dizer que ele tenha a verdade, e devo ressaltar acerca do dilúvio ter ocorrido na Era Mesozóica, como voê disse, pois:

* a era mesozóica acabou há 65 milhões de anos e os vestígios diluvianos datam de milênios apenas;

* Não foi só na Era Mesozóica que existiram “bestas pré-históricas”. O Indricotério, gigantesco rinoceronte que mais lembrava um camelo gordo, data de bem depois da extinção dos dinossauros.

* Há evidências de que houve alagamentos extremos no final do Pleistoceno, soterrando mamutes, gliptodontes, esmilodontes, megatérios, etc…e alterando a geografia do planeta para ficar como é hoje. Esses fatos acredito que se devam ao dilúvio bíblico, o mais catastrófico que houve, segundo a Bíblia.(embora não 100% global – a ilha de Galápagos e Madagascar por exemplo parecem não ter sido afetadas).

* As lendas de dragões provém dos fósseis de dinossauros encontrados pelos antigos (tal era o estado de preservação que certamente pensavam que o animal havia morrido há pouco tempo).

E uma pergunta, não posso deixar de fazê-la: você é cristão mesmo ou é um ateu fingindo ser um? Me responda por favor, pois muitas de suas respostas soaram como sarcasmo, sei lá…

Comentar por Rodrigo Henrique

Adalberto,

O seu comentário foi muito grande, mas vou comentá-lo mesmo assim, se me permite.

Eu, sinceramente, já sabia que você iria responder isso tudo. Você não vê ligação da pré-história com a Bíblia, acha ilógico. Eu não disse que essa relação era fácil de ser notada, pelo contrário, os ateus tem contribuído muito para que essa percepção ficasse cada vez mais obscura.

Eu estudei a Palavra mas não na intenção de refutá-la, pelo contrário, vendo se havia alguma relação da Criação com a Evolução sem alterar a mensagem original nem sua inerrância. Duvido que algum ateu tentou fazer isso…

Agora, acerca da minha conduta cristã:
Em primeiro lugar, Deus é atemporal. Ele não está preso ao tempo, pois tempo e espaço são criaturas dele e pertence ao plano material. Deus é espírito. Eu acredito em Jesus, acredito que em 6 dias, como diz o Gênesis, Deus criou tudo o que vemos hoje. A diferença é que há a possibilidade desses dias serem dias no tempo de Deus. No final de sua postagem você mostrou argumentos muito usados contra o C.T.A. Conheço bem esses argumentos e existe resposta pra eles, mas como falei pro Fabrício falta tempo, embora tentarei arranjar um tempo para colocar uma matéria falando sobre os dias criativos no meu blog.
E outra: eu não acredito na evolução como um processo aleatório onde rege puramente o acaso ou a seleção natural (ou seja, a teoria evolucionista de Dawkins), também porque a Bíblia não dá margem para se crer assim. Na verdade eu aceito parte da T.E, aceitá-la no todo seria negar a Bíblia (frizando que a questão da idade da terra NÃO FAZ PARTE DA TEORIA DA EVOLUÇÃO. E isso nenhum criacionista mostra).

O R.R.Soares é pastor da Igreja Internacional da Graça, tem um programa numa emissora de tv. Estou surpreso de você não conhecê-lo. Mas ele não é o único: Já ouviu falar do Marcos Feliciano? E a Igreja Renascer? E a Mundial do poder de Deus? E as Assembleías de Deus renovadas? E a Quadrangular? E a O Brasil Pra Cristo?…Todas discordam dos dias de Gênesis não serem no tempo de Deus!

Infelizmente, repito isso, para explicar o C.T.A detalhadamente demoraria muito tempo…

E de novo, DE NOVO, reafirmo: não há uma parte da Palavra que eu não acredite. E sei muito bem sobre o que está por vir. Eu conheço bastante de escatologia.

—————————

Sobre o criacionismo e o ceticismo.net:

Os ateus (nem todo evolucionista é ateu, aliás, a maioria não o é, e isso é verdade) em sua maioria acham “absurdo” alguém crer em Deus, mesmo quando as evidências dentro da ciência aparecem…Contudo, até onde li os argumentos do Sabino desmentindo o ceticismo.net foi mais com relação á ateísmo e Bíblia.

E quanto aos criacionistas, bem, dou como exemplo o MVR: Só pelo fato de eu conseguir conciliar evolução e Bíblia sem problemas disse que sou um ateu disfarçado. Você mesmo afirmou várias vezes: “você não crê nisso”, “não crê naquilo”, quando eu realmente cria, ou melhor, creio. Enfim, a fixação que o criacionismo da terra jovem é tão grande que aqueles que o seguem não percebe tudo o que está por trás do criacionismo. É claro que a mídia exagera, existem pesquisas científicas mal intencionadas, mas isso também existe muito no criacionismo (as pegadas de Baugh são um bom exemplo)

Não tenho tempo para comentar mais, mas daria pra falar ainda muita coisa. Minha sugestão é orar pedindo a verdade absoluta da questão. Eu fiz assim.

Deus abençõe sua vida abundantemente! Paz do Senhor!

Comentar por Rodrigo Henrique

Descobertos pêlos de mamífero conservados em âmbar com 100 milhões de anos
15.06.2010 – 13:34 Por PÚBLICO

Os pêlos de mamífero a três dimensões mais antigos foram encontrados num fóssil de âmbar. Com 100 milhões de anos, estes pêlos pertenceram a uma espécie que viveu ao lado dos dinossauros.

De http://www.publico.pt/Ciências/descobertos-pelos-de-mamifero-conservados-em-ambar-com-100-milhoes-de-anos_1441993

Comentar por Sónia

Os pelos dos mamíferos modernos são os mesmos de 100 milhões de anos atrás… Não evoluíram…

Comentar por Fabricio Lovato

Os pelos não “evoluem” (tal com a mente dos criacionistas), não se reproduzem… Só os grupos biológicos, formados por organismos vivos, o fazem.

Comentar por Joana

Fabrício,

a respeito da afirmação:

“Os pelos dos mamíferos modernos são os mesmos de 100 milhões de anos atrás… Não evoluíram…”

Eu não sei se você já ouviu falar nos répteis terapsidas. São transicionais entre répteis e mamíferos que não sei por que até agora nunca foram postos á prova por nenhum criacionista, ate onde sei. Dessa categoria de animais existem muitas espécies, como o cinodonte, o cinognato, o gorgonops, a placéria…engraçado é que eles:
– mostram no decorrer das diferentes famílias “transição” da postura lateral (reptiliana) para a semi-ereta;
– Os cinodontes ao que parece possuíam sangue quente, e o crânio das espécies mais recentes, internamente, era semelhante ao dos primeiros mamíferos como o Morganucodon (um monotremado como o ornitorrinco)
– Apresentavam diferenciação dentária
– etc…
No wikipédia tem uma breve definição desses animais:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Therapsida

Espero que o que coloquei tenha servido para ampliação de conhecimento.

Paz do Senhor!

Comentar por Rodrigo Henrique Gomes

Rodrigo Henrique!

Paz!

Quanto à sua interpretação dos “dias divinos”, tenho algumas objeções:

1)Ken Ham, do ministério Answers in Genesis, escreveu: “A palavra hebraica para dia (yom) é usada 2301 vezes no Velho Testamento. Fora de Gênesis 1, yom + número ordinal (usado 410 vezes) sempre indica um dia comum, quer dizer, um período de 24 horas. As palavras ‘tarde’ e ‘manhã’ juntas (38 vezes) sempre indicam um dia comum. Yom + ‘tarde’ ou ‘manhã’ (23 vezes cada) sempre indica um dia comum. Yom + ‘noite’ (52 vezes) sempre indica um dia comum”.

2)O texto de Gênesis deixa muito claro o que se deve entender por “dia”: uma tarde (periodo escuro) e manhã (periodo claro), total de 24 horas.

3)O dia está relacionado à rotação da Terra, o ano à translação, o mês ao movimento da Lua…mas a semana não pode ser depreendida de nenhum fenômeno natural. Em Êxodo 20:8-11, no mandamento do Sábado (o qual é transgredido pela maioria da Cristandade hoje) Deus diz que usou seis dias literais para criar o mundo e para servir como modelo da semana de trabalho do homem: trabalhar seis dias, descansar um. O 7º dia é um memorial no tempo da obra criadora de Deus, em 6 dias literais.

4) Se os dias representam milhões de anos, então as plantas surgiram milhões de anos antes dos animais. E como ficam as [muitas] plantas que necessitam de animais para dispersão de sementes / polinização?

Comentar por Fabricio Lovato

Fabrício

Como da outra vez vc levantou importantes questões.
Eu estou montando um estudo cuidadoso sobre essa questão no meu blog, em partes. Curiosamente ele trata justamente do que você postou.
Confira:
http://genesisum.blogspot.com/search/label/Os%20Dias%20da%20Cria%C3%A7%C3%A3o

Comentar por Rodrigo Henrique

Rodrigo,

estarei ocupado na faculdade até sexta da próxima semana, então, peço que me dê mais esses dias para analizar seu material.

Paz!

Comentar por Fabricio Lovato

Quanto à transição répteis/mamíferos, outra hora lhe mando alguns comentários, devido à falta de tempo no momento.

A paz do Senhor Jesus!

Fabricio.

Comentar por Fabricio Lovato

Mais um desafio à nomenklatura:

“Vida complexa e multi-celular há 2 bilhões de anos atrás”.

Eis um dilema…

Se os métodos de datação são fidedignos, o achado põem em questão a evolução gradualista e selecionista.

Se a evolução gradualista e selecionista está correta, então são os métodos de datação que estão em cheque.

Que coisa, não?

Comentar por nilo

Para quem quiser ler em portugues: Vida complexa surgiu há 2 bilhões de anos, diz grupo

Um evolucionista gradualista e selecionista, sobre o assunto:

..Como quase não há registros no buraco que separa 2,1 bilhões de anos de 600 milhões de anos, pode ser que se trate de um experimento abortado da vida multicelular, um ensaio que não vingou. Assim, as criaturas do Gabão não seriam ancestrais de nenhum ser vivo de hoje.

Hahahahhaa… olha ai o paradigma sobrepondo o empirismo, de novo.

Comentar por nilo

essa conclusão retirada desse evolucionista não me parece um absurdo, pois o mesmo deu-se com certas criaturas de Burgess Shale, como o Opabinia (vc conhece?). Existem determinadas criaturas que não deixaram nenhum descendente hoje devido a algum cataclisma.

O problema é a forma que ele colocou: “experimento abortado”. Como se a evolução fosse, como vc mesmo citou, totamente gradualista e selecionista.

Aliás, a respeito da concepção filosófica da evolução e os problemas dela para o cristianismo, sugiro que leia o artigo que publiquei no meu blog:
http://genesisum.blogspot.com/2010/06/qual-o-problema-da-evolucao.html

Comentar por Rodrigo Henrique

Paz, Nilo.

Eu analisei o artigo em português e verifiquei que, se por um lado isso não afeta na teoria científica da evolução e só acrescenta em termos de conhecimento(vc precisa entender BEM o que é teoria científica da evolução para chegar a essa conclusão), tampouco as datações, por outro lado isso abala sim as concepções tradicionais de uma evolução desnorteada da vida, “gradualista e selecionada”, como a sugerida pelos Neo-ateus, a exemplo de Dawkins.

Conclusão?

Não adianta tentarem provar que Deus não criou nada; como está em Rm 1,20 a própria Criação, de uma forma ou de outra, acaba revelando a verdade sobre o Autor da Vida.

Paz!!!

Comentar por Rodrigo Henrique

Legal.🙂

Comentar por nilo

Olá,

Sabem…

Na idade média a Igreja Católica abraçou e dogmatizou a modelo aristotélico do heliocentrismo, então teve dificuldades quando surgiram novos modelos.

Antes de dogmatizar o modelo darwiniano, reducionista, da evolução gradual, baseada e dependente da seleção natural e de mutações aleatórias, não dirigidas, sem intencionalidade e sem design… devemos julgar se isto vale a pena e ainda supor o que faremos quando os novos modelos estiverem maduros.

Observem o que alguns evolucionistas já estão começando a dizer por ai:

The myth of Darwinism endures because it maintains media dominance, and need not answer to the realm of fact, substituting speculation, and educational indoctrination, for science.
[A máquina de propaganda darwiniana]

Em google tradução:

O mito do darwinismo resiste porque mantém o domínio da mídia, e não precisa responder ao domínio do fato, substituindo a especulação e a doutrinação educacional, por ciência.

Abraço.

Comentar por nilo

Realmente, a mídia consegue dar um “empurrãozinho a mais” ao darwinismo, e consequentemente, a richa criação X evolução cresce, cresce, cresce…

Lamentavelmente eu já vi um artigo, inclusive, no superinteressante, intitulado: “Darwim: o homem que matou Deus”. Vc vê, taí um exemplo de até onde a mídia pode ir com tudo isso…

Paz!

Comentar por Rodrigo Henrique

Hahaha…

O engraçado é que é o darwinismo que esta morrendo.

O fracasso da seleção natural sobre variação aleatória como resposta final para a criação de complexidade tem levado evolucionistas a buscarem novos modelos, incorporando nada mais, nada menos, do que design – ainda que disfarçado com outros nomes.

Se puder, leia esta resenha evolucionista:

“Assim como o lápis de madeira foi criado a partir de indivíduos auto-interessados, assim foi a árvore de onde veio a madeira.”
[Post-darwinismo: The New Synthesis]

[..]

Vale a pena sacrificar a interpretação bíblica para favorecer este ou aquele modelo transitório?

A Paz, maninho.🙂

Comentar por nilo

Mais exemplos:

A “árvore filogenética da vida” e a ancestralidade comum, linear e com ramos discretos, são conceitos darwinistas ultrapassados, são os modernos evolucionas que o dizem:

“a moderna genética revelou que a … forma mais realista de representar as origens e inter-relação das espécies é um bosque impenetrável.”
[ Charles Darwin esta errado sobre árvore da vida ]

“Assim como as simples e elegantes idéias do universo físico de Newton foram substituídas pelo mundo real e complexo das teorias de Einstein, então também as idéias de Darwin da evolução linear podem ser substituídas por novas teorias da evolução, que irão refletir a verdadeira complexidade da vida.”
[Ciência genética ‘arranca’ a Árvore da Vida]

Henrique.. vale a pena sacrificar a interpretação bíblica para favorecer modelos transitórios não baseados exclusivamente no empirismo?

Forte abraço.

Comentar por nilo

Quero sublinhar outra parte do primeiro link que está no final da matéria:

“A árvore da vida está sendo enterrado educadamente”, disse Michael Rose, biólogo evolucionista da Universidade da Califórnia, Irvine. O que é menos aceito, porém fundamental, é que a nossa visão inteira de biologia precisa mudar. “

Poucas pessoas sabem disso, mas há biólogos sérios trabalhando por novos modelos evolucionistas, isto porque o clássico darwinismo não fecha com as observações empíricas.

Então, insisto em perguntar, de que valeu dizer que o darwinismo pode ser lido nas escrituras?

Não é o mesmo erro cometido na Idade média, quando a ICR tentou “encaixar” o heliocentrismo aristotélico na Biblia?

Comentar por nilo

Desculpe, onde escreví “heliocentrismo” leia-se “geocentrismo”, modelo defendido principalmente por Aristóteles e Ptolomeu onde a Terra estaria fixa no centro do universo com, inclusive, o Sol e a Lua girando em seu entorno.

Esta modelo científico, tão em voga no passado, foi incorporado pela Igreja Católica na Idade média, o que se provou ter sido um grande erro posteriormente.

Comentar por nilo

Paz, Nilo

O assunto dos modelos transitórios, pra começar, nem é antibíblico (ao contrário do que muito descrente [e até crente]diz por aí)…confira aqui: http://genesisum.blogspot.com/2010/07/criacao-especial-ou-criacao-gradual.html

Agora, fale que o Senhor Deus é o Criador pra “ver o que acontece”…rsrs

O fato é que os neo-ateu acham que quem crê na Palavra é fanático, anti-científico, e por aí vão os “belos adjetivos”.
Inclusive no Orkut já fui criticado por defender a minha posição quanto á questão…

Mas sabe o que é que realmente importa no final das contas?

Podemos ser chamados de loucos por acreditar na Bíblia (também porque geralmente os neo-ateus costumam atacar TODA a bíblia, mesmo sem conhecimento teológico prévio…), por crermos num Deus ativo em Sua criação…Porém nós sabemos que Deus usa as coisas loucas desse mundo para confundir as sábias…então…

Que pelo menos eles (ateus) respeitem nossa crença em Deus…rsrs

Paz, irmão!

OBS: vc tá convidado para a exposição que vai ter na minha igreja dia 17, se der pra vc ir:
http://genesisum.blogspot.com/2010/06/maravilhas-da-criacao-17-de-julho-no.html

Comentar por Rodrigo Henrique Gomes

Legal.🙂

Sabe, não encontro motivos para misturar o ultrapassado darwinismo com a interpretação bíblia.

E, quando a Nova Sítese Evolutiva estiver madura, ao ponto de chegar aos livros escolares, então vou avaliar se ela está validada somente por provas empíricas, caso não esteja vou continuar olhando para Genesis como Jesus o fazia:

“Então, respondeu ele: Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne?”
(Mt 19:4-5)

A Paz!

Comentar por nilo

Henrique, você leu o comentário que fiz sobre a “árvore filogenética da vida” de Darwin? Abraço.

Comentar por nilo

Olá a todos.

A nova Sítese Evolutiva está sendo construída para, definitivamente, deixar as barras de Darwin.

Sei que muita gente por aqui gosta da seleção natural, da evolução por mecanismos adaptativos, da “sobrevivência do mais apto”, do gradualismo, da “bonitinha” árvore filogenética de Darwin… mas sabem? É hora de rever conceitos gente.

O artigo abaixo contém um pouco da moderna discussão que, possivelmente, ainda desembocará como mudanças dentro do paradigma evolucionista nos livros de biologia:

[Darwinian evolution in the light of genomics]

Há uma tabela comparativa bem interessante e resumida:
[Tabela Resumo.]

Das novas idéias, destaco que:

a. Os motores da evolução serão processos não-adaptativos.

b. A evolução não precisará ser gradual.

c. A Seleção Natural terá papel secundário.

d. As regras de evolução pré-LUCA provavelmente serão diferentes das regras de evolução pós-LUCA.
(hahaha.. serão processos miraculasos?? agora vale tudo então? hahah..)

É claro que tudo isso esta sendo chamado de “grandes avanços das teorias evolutivas”, mas me deixem ao menos comentar que:

O neo-darwinismo, forrado nos livros de biologia, obrigatório nos vestibulares… nunca fez o que prometia fazer!!!!!

[…]

Continuo por aqui, aguardando provas de macro-evolução. Enquanto espero continuo chamando Gênesis de fato e não símbolo.. muito menos mito.

Abraço.🙂

Comentar por nilo

😉

Comentar por nilo

Paz, Nilo.
Tudo bem?

Epa! li o artigo sim e embora resumido não deixa de ser interessante! E se você analisá-lo bem, o artigo é uma crítica ao darwinismo clássico. Os estudos na área de Genética e Cladística, assim como vemos por esse artigo, estão mostrando uma “teoria da evolução” diferente e digamos muito mais complexa do que a proposta por Darwim (posso citar como exemplo a Teoria do Equilíbro Pontuado”). Temos muito o que aprender…

Sem falar da questão da idade da Terra, que é uma coisa que tem crente que não sabe. O estudo das eras geológias (paleogeologia) não faz e nunca fez parte da teoria da evolução (a designação do período Permiano foi posta muuuito antes de “A Origem das Espécies”), embora a T.E necessite que a Terra tenha mais de um milhão de anos pelo menos. Só que a idade avançada na terra não necessita de evolucionismo nenhum.

Aos poucos estou colocando no meu blog acerca dessa questão, priorizando a questão bíblica, pois, as vezes o que achamos que é pode não ser aquilo que realmente é, como mostra o último artigo do meu blog: “criação especial ou criação gradual”.

Comentar por Rodrigo Henrique

Nilo,

Não posso deixar de responder a pergunta que você fez lá atrás:

“Então, insisto em perguntar, de que valeu dizer que o darwinismo pode ser lido nas escrituras?”

No artigo “Qual é o problema da evolução” eu deixei claro que não dá, não tem como, alguém “ler” o darwinismo nas Escrituras sem forçar ou alegorizar o texto bíblico, o que por sua vez distorcerá a Soterologia. Mas deve-se diferenciar, como falei lá também, evolução biológica (essa sim não altera e nem precisa alterar o que a bíblia diz) de darwinismo. Há diferença entre eles e é a não-percepção dessa diferença que faz com que criacionistas “ataquem” os fósseis transicionais, por exemplo. A intenção (de provar a autenticidade bíblica por a+b) é boa, entretanto por muitas vezes partir de pressupostos muitas vezes escassos ou distorcidos acaba até afastando mais as pessoas do evangelho do que atraindo. O assunto da richa CriaçãoXEvolução é muito prolongado, como você pode ver. Aliás eu embora tenha 7 anos de evangelho foi só há uns 2 – 3 anos que adquiri a perspectiva bíblica que hoje possuo. Mesmo assim precisei de muito estudo e oração, pois o assunto é mais sério e “perigoso” do que você imagina.

Pois bem, e lógico, conheço a “guerra” HeliocentrismoXGeocentrismo, e é clássica, não?… E você pode notar que a “guerra” partiu de uma INTERPRETAÇÃO BÍBLICA equivocada que o clero católico fez do gênesis. Não dá para comentar agora, mas problemas de interpretação bíblica botaram e ainda botam lenha na fogueira da guerra ideológica das origens (não sei se vc sabe, mas o catolicismo “ajudou” bastante no ateísmo de Charles Darwim…)

———————–

Estou gostando bastante da conversa!

Se vc quiser podemos conversar também por email. O meu é odidohg@yahoo.com.br

Forte abraço e que Deus te Abençõe!!
Paz!!

Comentar por Rodrigo Henrique

Olá, legal.

Sabe, o geocentrismo existia muito antes da igreja católica, vem desde a grécia antiga.

A ICR forçou a interpretação bíblica para encaixar a visão científica corrente.. depois deu no que deu.

Todos que tentaram enfiar o darwinismo/neo-darwinismo na Bíblia no último século erraram igualmente.. “o neo-darwinismo nunca fez o que prometia fazer”, lembra-se?.

Rodrigo, honestamente, esta abordagem não dá em nada bom, só desmoraliza o texto santo.

Na Bíblia encontramos uma mensagem clara sobre como reavermos o relacionamento com o nosso Criador, este é o foco, o urgente foco.

A nova Síntese Evolutiva esta vindo ai, e me diga, você vai tentar forçá-la na Palavra para ganhar “pontos” com os ateus… depois perde-los quando outro modelo surgir?

Sabe o que realmente faz um cristão ser respeitado?

Bom testemunho.

O que ridiculariza os cristãos não são as posições científicas que defendem, mas a pedofilia de alguns padres, a ganância de alguns pastores, a infidelidade conjugal, os divórcios, a falta de amor ao próximo, a teologia da prosperidade etc

Se você for exemplar em sua conduta, não precisará fazer concessão nenhuma para obter “respeito”.

Comentar por nilo

O que ridiculariza os cristãos não são as posições científicas que defendem, mas a pedofilia de alguns padres, a ganância de alguns pastores, a infidelidade conjugal, os divórcios, a falta de amor ao próximo, a teologia da prosperidade etc

Nilo, isso foi a coisa mais sensata que eu já li aqui. Parabens. Ganhou uma estrelinha🙂

Comentar por Icarus

Paz Nilo.

Muita coisa do que você falou é verdade.
Sobre a teologia da prosperidade também estou de acordo com você.

Mas olha, a questão Criação X Evolução é muito mais polêmica, perigosa e complexa do que, pelo o que vi, voce imagina. Falo isso por experiência própria

Eu falei lá atrás: para se dissertar sobre teoria da evolução tem que saber bem o assunto. Já inclusive analisei a Bíblia em sua totalidade para ter a conclusão que tenho. E tem mais:

– “ver” a evolução nas Escrituras não desmoraliza nem “descanoniza” o texto sagrado. No últimos posts do meu blog dá pra ver isso.

– Essa posição não é defendida SÓ por mim. O criacionismo da Terra Antiga (me considero um C.T.A) faz parte de muitas igrejas como Assembléias de Deus, Brasil Para Cristo, Renascer, etc… aliás vc já leu o estudo que fiz sobre os dias criativos?

Escrevi rápido essa postagem pois tenho que fazer mais um monte de coisas hoje, mas da próxima vez escreverei com mais calma.

Paz do Senhor

Comentar por Rodrigo Henrique

“Sabe o que realmente faz um cristão ser respeitado?

Bom testemunho.”

É que não dá pra falar agoa, mas isso não é visível infelizmente por parte de muitos cientistas CRIACIONISTAS hoje.

Comentar por Rodrigo Henrique

Para quem não sabe o que é teologia da prosperidade, clique no link – não é uma análise exata, mas dá uma boa idéia.

De minha parte digo que é uma farça doutrinária que podemos chamadar de “o falso evangelho das ‘bençãos’ materiais”.

Um total absurdo do ponto de vista bíblico, vejam:

“Porque nada temos trazido para o mundo, nem coisa alguma podemos levar dele.

Tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes.

Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição.

Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores.

Tu, porém, ó homem de Deus, foge destas coisas; antes, segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão.”
(ITm 6:7-11)

Comentar por nilo

Legal Rodrigo,

Os pontos de vista ficaram bem claros, estender mais o assunto não levaria a nada proveitoso.

Em relação a Jesus imagino que estamos do mesmo lado, e isso é o que importa, então:

Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.”
(Colossenses 3:13)

Forte abraço maninho.🙂

Comentar por nilo

Disse tudo!!!

Um forte abraço pra voc~e também, maninho!

Paz!

OBS: Vai dar para você ir na exposição amanhã?

Comentar por Rodrigo Henrique

Num tô afim não, mas valeu.🙂

Comentar por nilo

Sabino , vais estar sempre em vantagem perante quem tenta contradizer o criacionismo, tens DEUS do teu lado.

grande abraço amigo ( proponho-te que faças um livro )

Comentar por Ruben

O problema é que ficar confrotando ciência com criacionismo e ciência com o filme do Senhor dos Anéis, dá na mesma, pois o criacionismo não tem o mínimo de provas a seu respeito, já a evolução tem ao menos o mínimo de provas

Comentar por Clayton Luciano

(Clayton) “O problema é que ficar confrotando ciência com criacionismo e ciência com o filme do Senhor dos Anéis, dá na mesma, pois o criacionismo não tem o mínimo de provas a seu respeito…”.

Declaração no mínimo, infeliz.
Há seculos os ciacionistas dizem que o mundo e o universo são frutos de uma mente inteligente e não do mero acaso ou sorte. E a ciência já reconhece isto.

“…já a evolução tem ao menos o mínimo de provas”.

Vejamos algumas destas “provas”:

Órgãos vestigiais – Já descartado pela medicina;

Recapitulação (Lei biogenética – As fraudes de Haeckel) – Já desmascarada também pela medicina;

Homem de Neanderthal (antigo troglodita) – Também já descartado. O Homem de Neanderthal é totalmente humano. Como você e eu.

Homem de Nebraska, Ramapitecus, Ardi, Ida, Archaeopterix e etc – Todos já descartados.

Mutações evolutivas: Peixes gerando anfíbios, anfibios gerando répteis…Macacos gerando humanos… – Já descartados pelo código genético.

E tem muito mais. É só dar uma olhada no menu à esquerda.

Comentar por Isaias S. Oliveira

Paz,Isaias.

Respeito teu ponto de vista sobre as origens, que deve ser o da Terra Jovem.

Porém, as “provas mínimas” que você colocou sobre a evolução não estão exatamente corretas (por exemplo a questão do Neanderthal, ele não era troglodita mas também não era homo sapiens, e você pode ver isso por aqui:
http://genesisum.blogspot.com/2009/03/o-homem-de-neanderthal-e-geracao-de.html). Enfim, o fato é que muitas das contrargumentações usadas por muitos criacionistas, ainda que honestamente, são distorções.

Não dá tempo para comentar uma por uma mas aqui vai um exemplo:

Sobre os Órgãos vestigiais, gostaria de ver um exemplo da medicina descartando os braços do T.rex, ou o olho vestigial do Sphenodon punctatum (lembando: vestigial não é a mesma coisa que: órgão que não serve pra nada), ou o “dedo extra” no meio das “asas” do Quetzalcoatlus, ou então o “teco de dedo” que a archaeopteryx, o confuciusornis, o Titanis, o Gallus, etc possuem na ponta das asas…

Se estiver falando do apêndice, leia este artigo: http://www.evo.bio.br/LAYOUT/criaecien.html

Não é preciso “atacar ferozmente” uma teoria científica para provar que Deus é o Criador ativo de todas as coisas e que a Sua Palavra narra a verdade.

O que é importante é o “combate” á incredulidade e a pregação do Evangelho de Cristo para aqueles que necessitam. Eis o nosso dever!

Paz do Senhor!

Comentar por Rodrigo Henrique

Isaias:

“Declaração no mínimo, infeliz.
Há seculos os ciacionistas dizem que o mundo e o universo são frutos de uma mente inteligente e não do mero acaso ou sorte. E a ciência já reconhece isto.”

1 – Ciência pastoral né.

2 – E mesmo que fique provada alguma mente inteligente, isto não quer dizer Deus,

(por que tem que ser uma mente? Por que não um time de mentes inteligentes? Seus argumentos não passam nem mesmo pelo teste de silogismo).

Conclusão: Não está provado mente inteligente, e mesmo que vier a estar, não quer dizer Deus

e outra que é a mais importante:

qualquer estória, filme de ficção, novela, peça teatral… que seja montada, não significa que por coincidência não poderia vir a se confirma na realidade.

Voces não se baseiam em método científico, voces se baseiam numa crença a qualquer custo e quando dá certo, a explicação lógica é que foi pura coincidência.

Eu afirmo que no ano que vem o Brasil vai bater o recorde em recolhimento de impostos. Espera aí, se der certo, eu sou o messias.

“Órgãos vestigiais – Já descartado pela medicina;

Pára de mentira Isaías.

“Homem de Neanderthal (antigo troglodita) – Também já descartado. O Homem de Neanderthal é totalmente humano. Como você e eu.”

Pára de mentira Isaías.

Mutações evolutivas: Peixes gerando anfíbios, anfibios gerando répteis…Macacos gerando humanos… – Já descartados pelo código genético.

E tem muito mais. É só dar uma olhada no menu à esquerda.

Pára de mentira Isaías.

Comentar por Clayton Luciano

(Clayton)
1 – Ciência pastoral né.
2 – E mesmo que fique provada alguma mente inteligente, isto não quer dizer Deus,
(por que tem que ser uma mente? Por que não um time de mentes inteligentes? Seus argumentos não passam nem mesmo pelo teste de silogismo)…
…Voces não se baseiam em método científico, voces se baseiam numa crença a qualquer custo e quando dá certo, a explicação lógica é que foi pura coincidência.

A nossa fé não é sem razão, Clayton.
“Pela fé ENTENDEMOS que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente”. (Hebreus 11:3).
Como a bíblia já dizia, o mundo visível foi feito de pequenas coisas invisíveis a olho nú.
São células, moléculas, átomos, prótons, elétrons… E o tamanho vai diminuindo cada vez mais… Que “concidência”, não?

“ O norte estende sobre o vazio; E SUSPENDE A TERRA SOBRE O NADA”. Jó 26:7
E então, Clayton? Você acredita que a Terra é sustentada por elefantes e tartarugas?

Eu poderia citar muitos outros exemplos mas você dirá: É tudo coincidência!

Quando a igreja de Cristo for arrebatada, você dirá: É tudo coincidência!
Quando o último anticristo se manifestar e obrigar todos a terem a marca sobre a mão direita ou na testa você dirá: É tudo coincidência!
Quando Cristo voltar com seu poder e glória, você dirá: É tudo coincidência!
Se você não se arrepender serás julgado culpado e, ao ser lançado no inferno, dirás então pela última vez: É tudo coincidência!

Bom… Científicamente não dá para confirmar isto ainda. Mas quando a “ciência” descobrir isto, espero que não seja tarde demais para ti.

(Rodrigo) …Porém, as “provas mínimas” que você colocou sobre a evolução não estão exatamente corretas (por exemplo a questão do Neanderthal, ele não era troglodita mas também não era homo sapiens, e você pode ver isso por aqui:
http://genesisum.blogspot.com/2009/03/o-homem-de-neanderthal-e-geracao-de.html).

Antes era um “fato” que o Homem de Neanderthal era meio humano e meio macaco. Mas com as recentes descobertas, mais este mito evolucionista cai por terra. Os evolucionistas não admitem a total humanidade do Neanderthal por que seriam, mais uma vez, motivo de piada entre os criacionistas.

(Rodrigo)…lembando: vestigial não é a mesma coisa que: órgão que não serve pra nada)…

Esta é a velha tática evolucionista: Antes eles diziam que órgãos vestigiais não tinham função; eram apenas vestígios de antepassados evolutivos e que com o tempo desapareceriam por completo. Mas diante das descobertas da medicina, agora vem com esta desculpa esfarrapada.

(Rodrigo) Enfim, o fato é que muitas das contrargumentações usadas por muitos criacionistas, ainda que honestamente, são distorções.

Distorção é encontrar uma criatura desconhecida ou com má formação e batizá-la de “intermediário”, extrapolando as observações.

(Rodrigo)Sobre os Órgãos vestigiais, gostaria de ver um exemplo da medicina descartando os braços do T.rex, ou o olho vestigial do Sphenodon punctatum…

Vamos deixar o passado inobservado de lado e vamos falar de criaturas de nossos dias: O avestruz.
Para os contorcionistas do evolucionsimo, a asa do avestruz é apenas um vestígio de antepassados alados.
Mas vejamos o quê os ESPECIALISTAS falam desta ave:
Os avestruzes pertencem ao grupo das ratitas, aves que não voam devido ao peso e a características especiais de suas asas (só utilizadas para MANTER O EQUILÍBRIO DO CORPO EM MOVIMENTOS DE CORRIDA E PARA FAZER A CORTE).
http://www.parana-online.com.br/editoria/mundo/news/163811/?noticia=A+MAIOR+AVE+DO+MUNDO
…As asas são reduzidas, pois não em função de vôo e sim [FUNÇÃO] de auxiliar o animal durante as corridas, dando-lhe equilíbrio e direção.
http://www.panoramaavestruz.com.br/avestruz_biologia.php
Resumindo: Arranque as asas do avestruz e ele não conseguirá fugir dos predadores e acasalar com eficiência. Resultado: Extinção.
Se o avestruz não precisasse de asas, não as teria; como o casuar e do kiwi.

(Rodrigo) Se estiver falando do apêndice, leia este artigo: http://www.evo.bio.br/LAYOUT/criaecien.html

E você dê uma olhada aqui:
Se você pensa que o apêndice não serve para nada e só causa problemas – já que pode inflamar e acabar mandando você para um centro cirúrgico -, é melhor começar a mudar de idéia. Em setembro de 2007, um grupo de cirurgiões e imunologistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, publicou um trabalho que mostra o contrário: o apêndice tem uma função, sim: ele promove o crescimento populacional de bactérias benéficas para o nosso organismo e facilita o repovoamento dessas bactérias no cólon…
educacao.uol.com.br/…/apendice-humano.jhtm
“Remover o apêndice de alguém ao primeiro sinal de incômodo, é considerado hoje erro médico”. – Kevin Trudeau – Livro Curas Naturais que Eles Não Querem que Você Saiba.

(Rodrigo) Não é preciso “atacar ferozmente” uma teoria científica para provar que Deus é o Criador ativo de todas as coisas e que a Sua Palavra narra a verdade.

Se o evolucionismo fosse uma teoria científica, se basearia em observações e não em especulações. Portanto eu não ataco teorias científicas (macaco+macaco=macaco). O que eu contra-ataco são as filosofias ateístas travestidas de ciência (macaco+macaco=humanos).

Comentar por Isaias S. Oliveira

(Clayton)
1 – Ciência pastoral né.
2 – E mesmo que fique provada alguma mente inteligente, isto não quer dizer Deus,
(por que tem que ser uma mente? Por que não um time de mentes inteligentes? Seus argumentos não passam nem mesmo pelo teste de silogismo).
Conclusão: Não está provado mente inteligente, e mesmo que vier a estar, não quer dizer Deus
e outra que é a mais importante:
qualquer estória, filme de ficção, novela, peça teatral… que seja montada, não significa que por coincidência não poderia vir a se confirma na realidade.
Voces não se baseiam em método científico, voces se baseiam numa crença a qualquer custo e quando dá certo, a explicação lógica é que foi pura coincidência…

A nossa fé não é sem razão, Clayton.
“Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente”. (Hebreus 11:3).
Como a bíblia diz, o mundo visível foi feito de pequenas coisas invisíveis a olho nú.
São células, moléculas, átomos, prótons… E o tamanho vai diminuindo cada vez mais… Que “concidência”, não?

“ O norte estende sobre o vazio; E SUSPENDE A TERRA SOBRE O NADA”. Jó 26:7
E então, Clayton? Você acredita que a Terra é sustentada por elefantes e tartarugas?

Eu poderia citar muitos outros exemplos mas você dirá: É tudo coincidência!

Quando a igreja de Cristo for arrebatada, você dirá: É tudo coincidência!
Quando o último anticristo se manifestar e obrigar todos a terem a marca sobre a mão direita ou na testa você dirá: É tudo coincidência!
Quando Cristo voltar com seu poder e glória, você dirá: É tudo coincidência!
Se você não se arrepender serás julgado culpado e, ao ser lançado no inferno, dirás então pela última vez: É tudo coincidência!
E quando a “ciência” descobrir que isto TAMBÉM é verdade, espero que não seja tarde demais para ti.

(Rodrigo) …Porém, as “provas mínimas” que você colocou sobre a evolução não estão exatamente corretas (por exemplo a questão do Neanderthal, ele não era troglodita …

Antes era um “fato” que o Homem de Neanderthal era meio humano e meio macaco. Mas com as recentes descobertas, mais este mito evolucionista cai por terra. Os evolucionistas não admitem a total humanidade do Neanderthal por que seriam, mais uma vez, motivo de piada entre os criacionistas.

(Rodrigo) Enfim, o fato é que muitas das contrargumentações usadas por muitos criacionistas, ainda que honestamente, são distorções.

Distorção é encontrar uma criatura desconhecida ou com má formação e batizá-la de “intermediário”, extrapolando as observações e pisando no que diz a bíblia: “…Segundo a sua espécie””.

(Rodrigo)Sobre os Órgãos vestigiais, gostaria de ver um exemplo da medicina descartando os braços do T.rex, ou o olho vestigial do Sphenodon punctatum …

Vamos deixar o passado inobservado de lado e vamos falar de criaturas de nossos dias: O avestruz.
Para os contorcionistas do evolucionsimo, a asa do avestruz é apenas um vestígio de antepassados alados.
Mas vejamos o quê os ESPECIALISTAS falam desta ave:
Os avestruzes pertencem ao grupo das ratitas, aves que não voam devido ao peso e a características especiais de suas asas (só utilizadas para MANTER O EQUILÍBRIO DO CORPO EM MOVIMENTOS DE CORRIDA E PARA FAZER A CORTE).
parana-online.com.br/editoria/mundo/news/163811/?noticia=A+MAIOR+AVE+DO+MUNDO

…As asas [do avestruz] são reduzidas, pois não em função de vôo e sim [FUNÇÃO] de auxiliar o animal durante as corridas, dando-lhe equilíbrio e direção.
panoramaavestruz.com.br/avestruz_biologia.php

Resumindo: Arranque as asas do avestruz e ele não conseguirá fugir dos predadores e acasalar com eficiência na natureza. Resultado: Extinção.
Se o avestruz não precisasse de asas, não as teria; como o casuar e do kiwi.

(Rodrigo)…(lembando: vestigial não é a mesma coisa que: órgão que não serve pra nada),..

É a velha tática evolucionista. Antes eles diziam que órgãos vestigiais eram apenas vestígios sem função de antepassados simios e que conforme o homem fosse evoluindo, tais órgãos desapareceriam por completo. Mas com as descobertas da medicina (verdadeira ciência) eles agora vem com a seguinte desculpa; Órgãos vestigiais podem ou não ter função. Parecem até “Testemunhas de Jeová”. A cada mentira descoberta, mudam o discurso mas não abandonam o erro.

(Rodrigo) Se estiver falando do apêndice, leia este artigo: evo.bio.br/LAYOUT/criaecien.html

E você dê uma olhada aqui:

Se você pensa que o apêndice não serve para nada e só causa problemas – já que pode inflamar e acabar mandando você para um centro cirúrgico -, é melhor começar a mudar de idéia. Em setembro de 2007, um grupo de cirurgiões e imunologistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, publicou um trabalho que mostra o contrário: o apêndice tem uma função, sim: ele promove o crescimento populacional de bactérias benéficas para o nosso organismo e facilita o repovoamento dessas bactérias no cólon…
educacao.uol.com.br/…/apendice-humano.jhtm

“Remover o apêndice de alguém ao primeiro sinal de incômodo, é considerado hoje erro médico”. – Kevin Trudeau – Livro Curas Naturais que Eles Não Querem que Você Saiba.

(Rodrigo) Não é preciso “atacar ferozmente” uma teoria científica para provar que Deus é o Criador ativo de todas as coisas e que a Sua Palavra narra a verdade.

Se o evolucionismo fosse uma teoria científica, se basearia em observações e não em especulações. Portanto eu não ataco teorias científicas (macaco+macaco=macaco). O que eu faço é contra-atacar as filosofias ateístas/evolucionistas travestidas de ciência (macaco+macaco=humanos) que tentam destruir e/ou minar a fé cristã.

“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas”.
(2 Tim.4:3,4)

Comentar por Isaias S. Oliveira

Isaías:

“A nossa fé não é sem razão, Clayton.
“Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente”. (Hebreus 11:3).”

Tudo que está aqui é feito do que é aparente (matéria), o que muda em relaçao a nossa visão, é a organização desta matéria entre si, o que não faz com não seja feita por ela que é aparente (matéria).

“Como a bíblia diz, o mundo visível foi feito de pequenas coisas invisíveis a olho nú.
São células, moléculas, átomos, prótons… E o tamanho vai diminuindo cada vez mais… Que “concidência”, não?”

Onde está átomos, moléculas, protons na Bíblia?

Fácil demais é fazer uma frase vazia de sentido e deixar que os demais leitores encham de sentido utilizando ajustes conforme o andar da coisas.

Assim até eu escrevo algo que pode perdurar para sempre.

Vou dar um exemplo:

“Tudo começou no meio do início”

(Se nunca ficar conhecida a origem da matéria, eu estou certo porque vão dizer que eu previ que não teve início proprialemte dito

e se algum dia ficar conhecida tal origem eu também estarei certo, porque eu disse que teve um início, olha palavra início lá).

Viu Isaías, se eu tivesse nascido a milhares de anos atrás eu seria um profeta.

““ O norte estende sobre o vazio; E SUSPENDE A TERRA SOBRE O NADA”. Jó 26:7
E então, Clayton? Você acredita que a Terra é sustentada por elefantes e tartarugas?”

Isaías, a terra não está suspensa, pois esta relação de baixo ou alto é em relação ao centro da terra, sentido da gravidade,

presta atenção no colega aqui, no espaço não há como dizer absolutamente o que é de “cabeça para baixo”, “para cima”, “suspensa”, etc,

porque não há referencial absoluto conhecido,

AO Relacionar no espaço sem utilizar o centro do planeta, se voce suspender algo aqui no Brasil é abaixar algo em relação ao Japão. (digo centro do planeta como referência)

Ao dizer isto, a Bíblia errou.

“Eu poderia citar muitos outros exemplos mas você dirá: É tudo coincidência!”

Qualquer um que escreva um livro de dez mil páginas fazendo previsões e visões, é de se esperar um acerto de uma parte, isto se chama probabilidade em jogos aleatórios.

“Quando a igreja de Cristo for arrebatada, você dirá: É tudo coincidência!”

Quando voce me trouxer uma bíblia sem frases vazias que dão margem para sempre serem preenchidas pela situação, por ajustes, ou seja, coisa certa, eu parode acreditar em coincidências.

“Quando o último anticristo se manifestar e obrigar todos a terem a marca sobre a mão direita ou na testa você dirá: É tudo coincidência!”

Promessas

“Quando Cristo voltar com seu poder e glória, você dirá: É tudo coincidência!
Se você não se arrepender serás julgado culpado e, ao ser lançado no inferno, dirás então pela última vez: É tudo coincidência!”

Inferno só existe para mim apartir de provas ,ameaças não me aflingem.

“E quando a “ciência” descobrir que isto TAMBÉM é verdade, espero que não seja tarde demais para ti.”

A mim voces não converteram pelo medo.

Comentar por Clayton Luciano

(Clayton) Fácil demais é fazer uma frase vazia de sentido e deixar que os demais leitores encham de sentido utilizando ajustes conforme o andar da coisas… e etc

Por toda a bíblia vemos afirmações CLARAS (e não sem sentido) de que a vida foi CRIADA. Por Deus. As evidências do criador estão nas criaturas. Olhe para o teu computador, por exemplo. Não é preciso esquentar muito a cabeça para perceber que foi projetado por alguém. A bíblia está cheia de afirmações claras de que a vida foi criada por alguém. Não há como entender de outra forma.

Tudo começou do início (Clayton).

Isto sim é uma declaração vazia que pode dar margem a inúmeras interpretações.
Mas:
No princípio criou Deus os céus e a Terra (Gên.1:1 – e outras passagens corroborantes) não dá margem a nenhum outro tipo de interpretação além do que já está escrito.

(Clayton) A mim voces não converteram pelo medo.

Não quero e não posso te converter.
Só estou te avisando que o abismo está bem perto de ti. Se cair, não poderás dizer que foi por falta de aviso.

(Isaias)“Quando o último anticristo se manifestar e obrigar todos a terem a marca sobre a mão direita ou na testa você dirá: É tudo coincidência!”
(Resposta) Promessas.

Vejamos: Lei da Mordaça Gay, censura de passagens bíblicas contra o homossexualismo, microchips subcutâneos, o controle cada vez maior dos governos sobre os cidadãos… Estas coisas não são promessas; já são realidade.
Já sei, já sei. Para você é tudo coincidência.

Comentar por Isaias S. Oliveira

(Isaías) Antes era um “fato” que o Homem de Neanderthal era meio humano e meio macaco. Mas com as recentes descobertas, mais este mito evolucionista cai por terra. Os evolucionistas não admitem a total humanidade do Neanderthal por que seriam, mais uma vez, motivo de piada entre os criacionistas.

Bem, o Neanderthal não era meio macaco, mas sim uma espécie paralela á do Homo sapiens, a Homo neanderthalensis, e isso todo cientista que se preza sabe. Para entender melhor a questão e ainda á luz da Bíblia, acesse: http://genesisum.blogspot.com/2009/03/o-homem-de-neanderthal-e-geracao-de.html

(Isaías) Distorção é encontrar uma criatura desconhecida ou com má formação e batizá-la de “intermediário”, extrapolando as observações e pisando no que diz a bíblia: “…Segundo a sua espécie””.

Intermediários, ao seu ver, então, seriam animais com má formação ou desconhecidos, certo? Pois bem, tendo por base seu ponto de vista acho que é estranho existirem vários terapsidas muito bem catalogados (não são desconhecidos) com uma mesma “má formação”. Aliás, poucos criacionistas sabem o que é um terapsida. O mesmo valeria para várias espécies consideradas de transição. Aliás, se você soubesse o que realmente a Bíblia quer dizer com “conforme suas espécies” (foi o que entendi pelo que você digitou) você saberia que o conceito de ancestralidade comum não é tão absurdo como você imagina. Para mais veja: http://genesisum.blogspot.com/2010/07/criacao-especial-ou-criacao-gradual.html

(Isaías) Vamos deixar o passado inobservado de lado e vamos falar de criaturas de nossos dias: O avestruz.
Para os contorcionistas do evolucionsimo, a asa do avestruz é apenas um vestígio de antepassados alados.
Mas vejamos o quê os ESPECIALISTAS falam desta ave:
Os avestruzes pertencem ao grupo das ratitas, aves que não voam devido ao peso e a características especiais de suas asas (só utilizadas para MANTER O EQUILÍBRIO DO CORPO EM MOVIMENTOS DE CORRIDA E PARA FAZER A CORTE).
parana-online.com.br/editoria/mundo/news/163811/?noticia=A+MAIOR+AVE+DO+MUNDO
…As asas [do avestruz] são reduzidas, pois não em função de vôo e sim [FUNÇÃO] de auxiliar o animal durante as corridas, dando-lhe equilíbrio e direção.
panoramaavestruz.com.br/avestruz_biologia.php
Resumindo: Arranque as asas do avestruz e ele não conseguirá fugir dos predadores e acasalar com eficiência na natureza. Resultado: Extinção.
Se o avestruz não precisasse de asas, não as teria; como o casuar e do kiwi.

Eu já sabia dessa questão do Avestruz. E repito: órgão vestigial =/= órgão não funcional. Á propósito, o Kwi tem um “toco” de asas, você sabia disso? É considerado um órgão vestigial isso também, assim como as asas do Raphus cucculatus ou Dodô. E mais, de acordo com a sistemática (conhece?) a adaptação que as ratitas e pingüins sofreram é chamada de Especiação. Recomendo que estude sobre especiação, é um assunto deveras interessante.

(Isaías) É a velha tática evolucionista. Antes eles diziam que órgãos vestigiais eram apenas vestígios sem função de antepassados simios e que conforme o homem fosse evoluindo, tais órgãos desapareceriam por completo. Mas com as descobertas da medicina (verdadeira ciência) eles agora vem com a seguinte desculpa; Órgãos vestigiais podem ou não ter função. Parecem até “Testemunhas de Jeová”. A cada mentira descoberta, mudam o discurso mas não abandonam o erro.

Olha, até onde eu sei NUNCA foi dito que órgãos vestigiais não servem para nada. Fosse assim a Especiação nem teria sentido. Um órgão vestigial é um órgão que não possui mais a função original que possuía antes ao longo das adaptações filogenéticas que se seguiram (exemplo: enquanto o Albatroz usa suas asas para o vôo, o pingüim as usa como remo).

Ah, e eu tenho um bom conhecimento das táticas dos testemunhas de Jeová, e o método deles se assemelha mais a uma outra “tese” que não quero falar qual é para não gerar desavenças.

(Isaías) Se o evolucionismo fosse uma teoria científica, se basearia em observações e não em especulações.

A evolução se baseia em dados que podem ser coletados, e a partir desses dados toma-se uma conclusão. Isso também é ciência. Se não fosse assim, a teoria atômica não seria uma teoria científica, pois ninguém jamais viu ou mediu um elétron, por exemplo.

(Isaías) Portanto eu não ataco teorias científicas (macaco+macaco=macaco). O que eu faço é contra-atacar as filosofias ateístas/evolucionistas travestidas de ciência (macaco+macaco=humanos) que tentam destruir e/ou minar a fé cristã.

Você está misturando evolução com ateísmo, tal como faz o Richard Dawkins… Para começar a ver a questão da evolução sob outro prisma, é preciso desfazer essa “miscelânia”. Recomendo que leia o texto dessa página:http://genesisum.blogspot.com/2010/06/qual-o-problema-da-evolucao.html

Quanto a questão do apêndice, o texto é interessante, obrigado, mas isso não tira o apêndice da colocação de “órgão vestigial”, pois ele não possui mais a mesma função que originalmente possuiria nos outros seres que não humanos.

Isaías, estude a questão criação X evolução com uma mente mais aberta (mas sem perder o foco, que é a Bíblia e o Autor dela)

é o que recomendo.

Paz do Senhor!
Fica na paz!

Comentar por Rodrigo Henrique

Isaías:

“Por toda a bíblia vemos afirmações CLARAS (e não sem sentido) de que a vida foi CRIADA. Por Deus. As evidências do criador estão nas criaturas.”

Tudo que está de forma direta na Bíblia não está nada provado, só coisas do tipo obscuras que podem ser preenchidas de acordo com o andar das coisas é que podem ser invocados e aí fica fácil demais.

“Olhe para o teu computador, por exemplo. Não é preciso esquentar muito a cabeça para perceber que foi projetado por alguém.”

Pelo fato de que há inúmeras provas empíricas de seres humanos projentando computadores.

“A bíblia está cheia de afirmações claras de que a vida foi criada por alguém. Não há como entender de outra forma.”

Tudo que lá está claro é afirmações sem provas.

“No princípio criou Deus os céus e a Terra (Gên.1:1 – e outras passagens corroborantes) não dá margem a nenhum outro tipo de interpretação além do que já está escrito.”

Sempre que está claro não está provado em nada.

“Não quero e não posso te converter.
Só estou te avisando que o abismo está bem perto de ti. Se cair, não poderás dizer que foi por falta de aviso.”

(Quando morrermos, se houver algum “além”) voce também corre o risco de morrer sem curtir sua vida e depois se arrepender por seguir algo que te priva dos prazeres da vida, caso nada se comprove.

“Vejamos: Lei da Mordaça Gay, censura de passagens bíblicas contra o homossexualismo, microchips subcutâneos, o controle cada vez maior dos governos sobre os cidadãos… Estas coisas não são promessas; já são realidade.
Já sei, já sei. Para você é tudo coincidência.”

A vida está cada vez melhor, pobreza e violência sempre existiram e se for fazer um cálculo de proporções, a média de qualidade de vida hoje está cada vez melhor.

Computador, microondas, DVD, celular, roupas bonitas etc até pouco tempo era coisa de rico, hoje pobre tem (não me refiro a miseráveis).

Eu não vou ficar sem curtir os prazeres sexuais que a vida me proporciona para seguir religião, e já que tudo para o além é uma aposta no escuro, não aposterei nesta bobeira de que se eu levar mais de uma mulher p a cama eu vou pro inferno porque eu sei que sexco é bom e com muita gente (comprovado|) agora aquela estória de inferno é só estória sem comprovação.

Como tudo é uma aposta, aí vai a minha: Voce está deixando de fazer coisas prazerosas que voce tem vontade em detrimento de uma supertição (religião).

Comentar por Clayton Luciano

Vejam agora no globo.com, pais negros tem filha loira dos olhos azuis, não e albina nem houve traição, isso mostra que sim todos os povos podem ter descendido de um unico casal.

Comentar por Vic Damone Junior

Estou convocando leitores cristãos a me mandarem via e-mail barros@bk.ru um texto dissertativo com o seguinte tema: “Um motivo para crer”, que será publicado no meu blog, tal e qual me for enviado.

É isso. O religioso escreveria umas 2 páginas sobre o maior motivo que ele tem para acreditar que Deus não é uma invenção humana.

Comentar por Barros

Interessante, mas você podia postar também seus motivos para não crer e publicá-los no seu blog.

Comentar por Adalberto Felipe

Coincidentemente, eu estava lendo um artigo com o mesmo teor, alias, hoje o que mais se vê são assuntos relacionados a falta de ética no meio da sociedade científica, infelizmente.
http://www.cacp.org.br/movimentos/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=2435&menu=12&submenu=4

Comentar por Jocemar

Alguém possui notícias do Sabino? Por que ele nunca mais postou nada aqui?

Comentar por Gil do Brasil,

O que aconteceu com a tal “evolução”?

Cadê a “iluminação”? Os avanços tecnológicos que nos fariam “melhores”?

Os níveis mundiais de fitoplâncton caíram 40% desde os anos 50, de acordo com estudo publicado na edição desta semana da revista científica Nature. A causa provável é o aquecimento global, que dificulta o acesso do plâncton a nutrientes, dizem os pesquisadores.

Os números são desconcertantes e assustadores, dizem os pesquisadores canadenses que conduziram o estudo e um especialista dos Estados Unidos.
[Cientistas detectam declínio no plâncton dos oceanos]

O homem caído virou uma doença, uma praga, uma peste, uma maldição… para a criação.

Comentar por nilo

Então, Sabino, não já não escreves? Agora já só apagas os posts de que não gostas?! Fossilizaste de vez?! Perdeste o pio ou viste a luz e decidiste mudar de ares?!

Comentar por Ardi

Divirtam-se com mais esta:

http://www.publico.pt/Ciências/a-australopiteca-lucy-ja-comia-carne-e-usava-faca_1451073

3,4 milhões de anos?! Se calhar tem só 3400 anos! Estes cientistas estão sempre a tentar enganar o povo!

Comentar por Luci

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=44050&op=all

Mais uma ataque dos malandros dos evolucionistas e mais um post para o Sabino apagar…

Difundir conhecimento sobre a evolução da espécie humana é o objectivo principal do museu inaugurado terça-feira em Burgos (província de Castela e Leão, Espanha). Foi a partir dos achados e da investigação que se realiza há várias décadas na Serra de Atapuerca, que nasceu Museu da Evolução Humana (MEH). O Museu quer ser uma referência mundial nesta matéria, até porque Atapuerca (situada na província de Burgos), sítio declarado património da Humanidade pela Unesco, em 2000, constitui o maior conjunto de achados sobre a história humana.

Organizado a partir de um guião científico elaborado por José María Bermúdez de Castro, Eudald Carbonell e Juan Luis Arsuaga, os três directores do projecto de Investigação da serra de Atapuerca, que fazem agora parte do comité científico do MEH, o espaço, de 12 mil metros quadrados, divide-se em vários pisos.

O projecto de paisagismo no interior do edifício recria a cenografia da Serra de Atapuerca. O piso menos um, concebido como o coração do museu, é um espaço expositivo que reproduz o complexo arqueológico-paleontológico daquele sítio.

O piso zero é dedicado à Teoria da Evolução de Darwin e à história da evolução humana. Aqui, pode encontrar-se a reprodução da popa do famoso Beagle, navio onde Darwin fez a expedição de investigação que motivou a escrita de «A Origem das Espécies».

No seguinte fala-se, principalmente, de cultura humana. O que nos liga e nos diferencia do homem caçador-recolector de há 9 mil anos e como foi a evolução da cultura material e tecnológica ao longo do tempo são as questões aqui propostas.

Há também uma zona dedicada à arte rupestre e várias maquetes que recriam os povoados das comunidades tanto nómadas como sedentárias.

Por fim, no último piso, recriam-se os três ecossistemas fundamentais da evolução humana: a selva, a savana e a estepe da última glaciação.

De referir que outro dos grandes atractivos do museu são as esculturas da artista francesa Elisabeth Daynès, especialista em reinventar a imagem dos nossos antepassados.

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=44050&op=all

Comentar por Necas

Olha…é duro esse blog!!!
De um lado tem ateus que leem a biblia e falam: “me prova cientificamente” de outro fanaticos perguntando:”e isso que a ciencia provou, onde esta na biblia?”
Eu ia ficar do lado dos cientificos aqui, mas depois de ler o comentario do Clayton Luciano eu resolvi mudar de ideia…como voce é infeliz nas suas ideias..quem te disse que servir a D’us não é prazeroso??? Voce deve ter uma idade mental de 15 anos e achar que todo prazer na vida esta no sexo, e transar com 400 pessoas (homens e mulheres) ao mesmo tempo é um baita negocião…coitado (lê-se: vitima de coito), um dia voce vai amadurecer e descbrir que o sexo é apenas um dos milhares de prazeres que o Senhor preparou, principalmente com UMA pessoa que voce ama de verdade!

Outra coisa, é imossivel não acreditar em D’us. Quando Ele se apresenta a Moisés se intitula de Jeovah, que significa Eu sou, dessa forma Ele é tudo, se voce acredita na existencia da matéria voce tem que acreditar nEle, porque Ele é toda matéria! Inclusive Ele é o mal, Isaias 45:5 “Eu sou o Senhor, e não há outro; fora de mim não há D’us; eu te cinjo, ainda que não me conheças”…Isaias 45:7 “Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu sou o Senhor, que faço todas estas coisas.”

Cientificos e fanaticos, vamos juntar as coisas?
D’us pode ter criado todas as coisas atraves de um processo evolutivo! Um dia na criacão pode representar milhoes de anos, pois esta escrito em 2Pedro 3:8 “Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.” Isso mostra que o tempo do Senhor é diferente do nosso, alias Ele criou o tempo e faz dele o que bem entender!
Moisés por ser oriental (não japonês, eu falo isso pq tem cara que vai pensar isso) contava as coisas atraves de parabolas…pô, imagina pra um cara ha milhares de anos ver a criação do universo, ele tinha que usar sentido figurado pra explicar…dessa forma a historia contado no livro de Genesis é figurada, ou seja, uma parabola!
Outra coisa, o ponto de vista de Moises na criação foi terreno, e nao universal. Isso fica claro quando ele coloca a criação da terra antes do sol, o que é impossivel…não podemos ficar cegos para a ciencia, pois ela tambem é criacao de D’us.
Ca entre nós, é muito mais poderoso o D’us que antes de iniciar o big bang ja sabia que hoje eu estaria aqui escrevendo nesse blog haha, mesmo depois de toda evolução que minha especie sofreu ate chegar ao homo sapiens sapiens e entao ate a mim. Outra coisa, D’us sabe de todas as coisas, se Ele é (Jeohova), então Ele sempre foi e sempre será, dessa forma, se um folha cai no chão hoje, D’us já sabe seu proposito daqui milhares de anos, nem o passado nem o fuuturo são misterios paro Senhor (como Tu és poderoso meu Senhor, glorificarei Teu nome eternamente)!
Pessoal, vamos parar pra pensar, se Ele criou o tempo e as leis da fisica, e tudo que acontece como hoje vemos, porque Ele mudaria isso na criação? Porque Ele usaria uma varinha de condao e em um estalo criaria as coisas? Porque burlaria regras que ele mesmo criou?
Eu realmente admiro o dono desse blog por defender sua fé no Senhor, botando a cara pra bater contra esse bando de metido a cientistinha e ateuzinho de meia tigela…admiro a forma como defende as escrituras, porem vamos parar pra pensar e se fortalecer nas coisas, para que nossa certeza nao seja facilmente abalada por ciencia barata…é obvio que as especies evoluem e isso nao tira o merito da criacao e nem desmente as escrituras! E outra coisa tambem, que diferença faz se Ele criou em um dia, ou fez evoluir em um milhão de anos, Ele continua sendo o Senhor que faz todas as coisas!!!

Por eu ter escrito rápido e ainda inspirado pel Espirito Santo, as coisas podem ter saido confusas e tudo mais, mas fiquem a vontade para conversarmos mais!

Um abraço aos meus irmãos em Cristo!
“E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo da planta de vossos pés naquele dia que preparei, diz o Senhor dos exécitos.” (Malaquias 4:3)

Comentar por Navalon

ótimo comentário, na minha opinião.

Fica na paz!

Comentar por Rodrigo Henrique Gomes

Top Ten Creationist Arguments…

Comentar por Necas




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: