No princípio criou Deus os céus e a Terra


Físico diz que Big-Bang é mito religioso mas defende posição anti-científica
Maio 25, 2010, 5:59 pm
Filed under: Evolução/Big-Bang | Etiquetas: ,

Mario Novello é doutor em física pela Universidade de Genebra e investigador do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), e segundo a Folha, está no rol dos cientistas mais respeitados do mundo. Este físico lançou recentemente um livro intitulado “Do Big Bang ao Universo eterno”. Ele diz que a teoria do Big Bang “é equivalente aos mitos religiosos“.

Uau senhor PhD Novello… mito religioso? Se ainda é o Sabino, aquele criacionista ignorante em ciência, a dizer tal coisa eu até compreendia. Agora um PhD em Física? Assim você vai obrigar os ateus a deixarem de afirmar que o debate é entre “Ciência vs. Religião”.

É interessante vermos, mais uma vez, que a crítica ao modelo do Big Bang (e também da teoria da evolução) vem da Ciência. Os papagaios ateus que afirmam constantemente que só os “religiosos ou ignorantes é que não aceitam o Big Bang ou a Evolução” têm de começar a passar menos tempos a ler sites ideologicamente parciais (aka sites ateus).

No seu livro, Mario Novello aponta as razões que tornam o Big Bang “equivalente aos mitos religiosos“. O triste é ver que, reconhecendo que o Big Bang é uma teoria furada, este físico vá defender uma posição também ela anti-científica.

Se o doutor Mario Novello acredita que o Universo é eterno, certamente vai ter sérios problemas com certas observações científicas (referentes à termodinâmica, causa-efeito e coisas do género).

Mas se há coisa que nós sabemos é que aqueles que dizem que a afirmação “Deus criou o mundo” é religiosa esquecem-se de colocar as suas crenças ao escrutínio.
__________________________________________________________________

Agradeço ao Rodrigo ter-me enviado esta notícia por email.


68 comentários so far
Deixe um comentário

O que a teoria da evolução tem a ver com isso? O Big Bang pode até ser uma hipótese carente de evidências, mas a teoria da evolução está mais que comprovada meu caro.

Comentar por Robson

aonde? mais que comprovada? se assim o fosse, não seria teoria e sim fato!

Comentar por Lobo Eremita

Você sabe o que é uma teoria no meio científico? Você sabe a diferença entre teoria e hipótese? Quer dizer que a teoria da gravidade e a teoria da relatividade, por serem assim chamadas, não são fatos comprovados?

Comentar por Robson

Comprovada como, se muitas das tais ‘provas’ já foram descutidas e refutadas aqui?

Comentar por Adalberto Felipe

Ah! Já foram refutados? E aqui mesmo?!
Então estão devendo alguns prêmios para o Sabino.
Esses cientistas ateus do mundo inteiro…
…não sabem reconhecer ciência de verdade!

Forçou muito com essa Adalberto!
Desculpe amigo, mas doeu o “figo”!

Comentar por fabenrik

fabenrik,

“Então estão devendo alguns prêmios para o Sabino.”

Podes ficar tu com os prémios.

“Desculpe amigo, mas doeu o “figo”!”

A cirrose começa assim.

Paz*

Comentar por alogicadosabino

fabenrik,

Qual é a sua opinião, sobre fósseis de peixes no monte Everest?
Sobre terem sido descobertas bíblicas no novo testamento?
Sobre sérios problemas de datação, de fósseis, de farsas, etc, envolvendo a evolução?
Sobre não ter sido descoberto a origem de uma única célula?
Sobre povos antiguíssimos com nomes (e até alguns relatos) sobre os netos de Noé?
Sobre a enorme complexidade numa célula, em um olho, na natureza, no corpo humano, etc.?
Sobre o fanatismo e preconceito de alguns ateus quando contestamos a evolução e mostramos coisas que eles não gostem que mostremos?

Isso é apenas um pouco das razões que refutam a evolução e mostram fatos sobre ela.

Comentar por Adalberto Felipe

Sabino, parabéns pelo excelente trabalho feito neste site, Brasil, Paraná

Comentar por Jocemar

Vou usar este espaço para responder o Adalberto Felipe.
Até agora não vi nenhuma postagem do Sabino que não seja bem parecida com essa acima, todas sem consistência argumentativa, e por aí vai. Mas acredito na capacidade do Marcos Sabino, não acho que seja uma pessoa burra, muito pelo contrário, de sério mesmo.
Porém sendo provado científicamente creio até em coisas para mim absurdas no momento, inclusive essas. Mas não está falando com alguém que não conhece o blog do Sabino.
Muitas vezes não comento, mas venho aqui.
As coisas mais fortes que ele costuma apresentar aqui é exatamente isso: A ciência é discutível. Não vejo erro nenhum nisso. Mas parece que isso é pretexto para que continue com sua crença. Um dia, quiçá (adoro essa palavra) estarão errados ou serão banidos esses ateus safados destruídores da moral e bons costumes.
Em que nível tem que ser provado alguma coisa para largarem o Deus de vocês?
Me responda Adalberto e quem quiser responder!
Espero mais que desesperadamente!
Que provas são precisas para demonstrar incoerências da possível existência do Deus de vcs. Respondam! Qual prova é preciso? Quero ver quem é que vai peitar e responder!
Eu já digo que não tenho compromisso nenhum com visão nenhuma, largo o ateísmo assim que for possível provar a existência de qualquer divindade, segui-la é outra coisa (para mim é discutível, se ela não gostar me manda para o inferno, o problema já é meu com a divindade, pq se ela for divindade mesmo e eu não gostar de seus preceitos não vou ser falso para agradar, nem poderia pq ela saberia muito provavelmente)!
Eu largo o ateísmo.
Quem aqui larga Deus?
E como?

Devolvo todas as perguntas que me fez junto com essas, que é as que quero que responda principalmente, mas substitua evolução por cristianismo e ateus por teístas.

Tudo Conspiração? De 9 entre dez cientistas conspiram contra Jeová?

Cara desculpa, mas força muito Adalberto.

Nada pessoal amigo, até gosto da sua pessoa, e preciso de pessoas iguais a você para ir lá no meu blog e mostrar que não estou sendo cético como deveria, te agradeço, mas parece que não tira o mesmo proveito que tiro de conversar com vc, ao menos o pouco que conheço parabenizo por ser essa pessoa, mas a ideologia que tá brabo de concordar. Só vejo o ceticismo vir da parte que toca o ateísmo, olhar ou duvidar de suas provas à favor NEM PENSAR(lembro-te que tu que tens a obrigação de provar se afirma existir e não o contrário).

Fabenrik
ateu e à toa

Comentar por fabenrik

A letra mata; tente pelo menos com o tanto de conhecimento (?) que tú adquiristes e ou faça uma visão introspectiva…
Penso eu que, se não conheces a tí mesmo, não és um ser qualificado para questionar divindades que tem aos montes neste mundãoo, em razão do próprio homem ter que depender (e como depende) de algo ou alguém superior a ele, principalmente quando se vê em sérios apuros; resumindo: NÃO QUESTIONE AQUILO QUE VC NÃO CONHEÇE ATÉ PORQUE VC NÃO TEM ESTRUTURA FÍSICA, EMOCIONAL E ESPIRITUAL PARA ENTENDER…
DETALHE: ” DEUS vai te pegar pra louco! “

Comentar por MIKADABLIW

Aos colegas que não concordam sobre os vestígios que comprovam a teoria evolução. Podemos resumir tudo isso com um experimento muito simples e comum a todas as espécies, o desenvolvimento embrionário. Durante este processo somos todos iguais, aves, répteis e mamíferos durante os primeiros dias. Em nove meses desenvolvemos de uma única célula a seres complexos e diversificados ou seja, a natureza resumiu o processo evolutivo em uma gestação. Esta é a maior prova da evolução meus amigos é claro acho que não estou sozinho mas é a minha opinião.

Comentar por Márcio Santana

Parabéns Sabino! Sua pesquisa é fantástica!Seu site é fantástico. Acompanho-o há tempos aqui de Manaus- Brasil. Obrigado por essas informações valiosas!

Comentar por Leandro

Sensacional, Sabino! Grande sacada!

Eu acho que a coisa mais difícil na ciência é ser um ateu convicto dada as provas e evidências de engenharia e beleza, tanto na natureza particular do planeta Terra, quanto no universo. Que é um imenso lugar onde, principalmente entendendo-o, é algo magnífico de ser admirado.

Quanto a teoria da evolução, sinceramente, não sei o que foi comprovado. Se olharmos para trás, veremos o Homem Floresiensis, o de Neandertal, o meu preferido Homem de Nebraska. Sem contar o Celacanto e tantos outros animais que esquartejaram e queimaram as especulações evolucionistas. E o próprio registro fóssil onde não se encontrou nenhuma espécie transiocional até hoje. Só pedaços de ossos que dizem ser parente do homem – mas isso só dura alguns meses, poucos anos no máximo!

Eis outra indagação: O que a teoria evolucionista tem a dizer sobre o significado da origem de uma mação no planeta Terra? Foi por acaso também?

Haja Fé na evolução!

Comentar por Allan G. Silva

permitam-me não comentar o conteúdo do artigo mas todos os “fantástico” e o “Sensacional” em cima e os que virão.
Como são assim tão boas estas notícias?! ESTAS são as excepções ao que é a MAIORIA! O quanto será que custa a compreender?!

Vão a 10 médicos, 9 dizem é preciso quimioterapia, 1 diz que uma reza basta. Resultado: “Pai nosso que estais no céu…”

E já agora, alguém que escreva “Porreiro, pá.”

Comentar por ND

Ótima essa!
Não poderia dizer melhor!

Comentar por fabenrik

Argumentum ad populum? Ótima lógica, a sua. kkkkkkkkkkkk
Aposto que você ainda não leu o livro e não conhece os argumentos do PhD citado. Portanto, não pode simplesmente rebaixá-lo como “anti-científico” e deixá-lo de lado. Apelou a maioria.

Ainda, utilizando eu o seu exemplo ridículo, pior é: quando, depois de um tempo, o placar torna-se 1 x 9.

Exemplo tão bom esse seu, quanto o da mariposa Biston betularia. Não passa de um cenário artificial…

Comentar por JeremiasMezenga

Se ele CONTRAPROVAR o Big-Bang, JeremiasMezenga, pode ser com qualquer outra coisa, será ciência.
Há possibilidade, se a notícia é verdadeira, do mesmo estar certo, isso é ciência. Só resta aguardar o que o mesmo apresenta para refutar o Big-Bang. Ele só tem que tomar cuidado, pois se apresentar algo que não confirme ou até seja neutro em relação à divindades, ainda mais se esta for Jeová, vai ganhar bilhões de inimigos e seu nome estará aqui como um pseudo-cientista-ateu-safado-que-fala-contra-Deus-que-não-sabe-se-defender-por-si-só.
O problema está na ciência ou no que a religião tenta substituir e sem provas?
Até se eu, Fabenrik, escrever em um papel higiênico, que quem criou o universo foi uma batata com pernas, será mais confiável como ciência do que qualquer Escritura Sagrada, pois ao menos é possível saber vários aspectos a meu respeito e analisar sobre a minha pessoa, nem isso é possível segundo os livros guias religiosos, confiábilidade.
Somente fé, medo, ignorância ou todos combinados sustentam tais mitos.
Logicamente que algum valor possui, mas não para substituir o conhecimento científico.
Se acham que está tudo errado, vão lá e contraprovem, adoraria saber como demonstrariam suas divindades como autoras sem tentar enfiar goela abaixo a premissa do “é tão belo, tão maravilhoso, tão perfeito que SÓ PODE SER DEUS!” (isso não é ciência).

Enquanto não se prova o contrário, no meio científico, o ad populum tá valendo.

Abç

Fabenrik
ateu e à toa

Comentar por fabenrik

Eu também acho.

Umas dúvidas no big-bang e noutra coisa qualquer provam:

A terra tem seis mil anos e o criacionismo da terra jovem é verdade.

Vale tudo !

Desde que te possas distinguir da Igreja Católica.

Quando começas a defender a teologia da prosperidade ?

– Vida e vida em ABUNDÂNCIA !

Em maiúsculas que quando se pede é em maiúsculas.

Para devolver é, claro, em minúsculas.

Desculpa a interrupção!

Dizias tu que se houver dúvidas na hipótese do big-bang logo a evolução por selecção natural é errada.

Mesmo os criacionistas aceitam a selecção por evolução. Tentas é negar a mesma, mudando de espécie, porque há coisas pouco explicadas no big-bang.

Big-bang que tem tanto a ver com a T.E. como a relatividade.

Enfim!

Gaças a deus doxa(opinião) e não episteme (sabedoria)

Bem aventurados……….

Comentar por Joao Melo De Sousa

“Bem aventurados……….”
…Aqueles que ensinam o Big Bang e o evolucionismo, pois manterão seus empregos por toda a vida, permanecerão mamando nas tetas dos cofres públicos sendo sustentados por muitos que não acreditam em nada disto, mas que mesmo assim são obrigados a serem doutrinados nesta filosofia desde a infância. Amém.

Comentar por Isaias S. Oliveira

“Mesmo os criacionistas aceitam a selecção por evolução.”
Ou evolução por selecção? Baralhei-me.
Ah, mas não te esqueças: é a selecção e as mutações…

Comentar por JoanaPaz

Saudoso Sabino,
la por um pHD diz que o BB e um mito isso nao quer dizer que seja verdade.muita gente diz muita coisa sobre tudo mas dados concretos que afundem a teoria do BB no meio cientifico ainda ninguem apresentou.
ficamos a espera de factos concretos

Comentar por hermogenes

em nenhum momento ele falou de terra de 6000 anos ou qualquer das fabulas biblicas….

Comentar por hermogenes

Hum…

Portanto, o tipo é um PhD creditado quando diz que o Big Bang não tem sustentação científica, mas já está errado quando diz que o Univero sempre existiu. Muito bem. O argumento resume-se a: quando ele concorda comigo está certo, quando não concorda está errado.

E o Marcos consegue saber tudo isto sem ter sequer um PhD (e, julgo, nem uma licenciatura). Genial. Tem de me ensinar o truque.

Comentar por PP

Caro PP,

“Portanto, o tipo é um PhD creditado quando diz que o Big Bang não tem sustentação científica, mas já está errado quando diz que o Univero sempre existiu. O argumento resume-se a: quando ele concorda comigo está certo, quando não concorda está errado. “

O argumento está longe de ser esse. Trata-se apenas de mostrar aos ateus desinformados como tu que o “ataque” às teorias “científicas” não vem só da parte dos “religiosos fanáticos”.

Best wishes

Comentar por alogicadosabino

Se a ideia era mostrar que as teorias científicas são sujeitas a debate, duvido que haja grande novidade. A comunidade científica está habituada a rever ideias. Mas compreendo que para quem se atenha a um livro há 2000 anos isso pareça uma coisa espectacular.

Comentar por PP

PP, discordo. Faz uns 150 anos que não😉

Comentar por JeremiasMezenga

Mmmm… Que curioso. No link abaixo o tal Novello rejeita explicitamente o criacionismo. http://www.virobscurus.com.br/secao.asp?id=1&c_id=81

Marcos Sabino, continua na senda da honestidade intelectual. Não podes desapontar os fãs. (Nem Deus, que deve estar orgulhoso das patranhas que tentas enfiar pela goela de quem passa por aqui).

A evangelização não pode parar.

Comentar por PP

Desculpa lá PP, mas em alguma vez o post diz que o referido físico defende o criacionismo?

Só estou a tentar perceber se és preguiçoso mental ou se apenas não lês os posts até ao fim…

Cumprimentos

Comentar por alogicadosabino

Se apresentas as credenciais do físico como prova de que o Big Bang está errado, espera-se que concedas o mesmo peso às suas outras afirmações.

Comentar por PP

Sabino,

Há várias teorias em debate neste momento. O motivo pelo qual não há certezas sobre qual é a melhor é porque não temos tecnologia suficiente.

Aqui fica um post sobre o tema “não existiu um big bang?” (http://astropt.org/blog/2010/01/25/nao-existou-um-big-bang/)

Na teoria quântica há umas 6 teorias diferentes mas não quer dizer que estejam 5 erradas. São diferentes, vão por caminhos diferentes.

Comentar por Dário Cardina

Poi é, a própria teoria do big-bang também está aberta. Exemplo:

Será que ocorreram várias expanções em efeito “bolha”?
Now some physicists are arguing that we ought to reconsider whether the cosmos had a bubbly “boiling” birth after all: new analyses suggest the QGP could have bubbled violently as it cooled and might even have been preceded by an additional phase of rapid expansion of the universe.
[Big bang, part 2: the second inflation]

Comentar por nilo

“Pois é” e “expansões”

Comentar por nilo

É verdade !

Lembrei-me agora!

Há não sei quanto tempo ando a pedir que tentem conciliar o relato do Génesis com a história.

Isso é que era de arromba!

Um trabalho cientifico que conciliasse a datação dos CTJ com a história.

E até poderia ser apresentado numa universidade católica. Benza-os deus que são rigorosos e sabem bem distinguir ciência de tretas.

Isso é que era. Apresentarem um trabalho ao Prof Hermano Saraiva, ao José Matoso que demonstrasse que o paleolítico inferior se deu há menos de seis mil anos e que as grutas de Lascaux são muito recentes…

Estou a brincar.

Sabemos todos que não conseguem.

Vá lá continuemos no registo CTJ

Até a Nasa sabe que há um dia grande de mais, como diz na bíblia, mas os ateus escondem isso.

kkk!

Comentar por Joao Melo De Sousa

Sousa,

Há não sei quanto tempo ando a pedir que tentem conciliar o relato do Génesis com a história.”

E ha nao sei quanto tempo que as devidas respostas te foram dadas, onde foi denunciada o que realmente querias dizer com “trabalho cientifico” e todas as restantes tretas. Por mim e pela Vanessa.

O que era de arromba era tu parares de pedir sempre as mesmas coisas que te foram respondidas. Isso é que era de arromba. Mas se te divertes, ninguém tem nada com isso😉

Comentar por alogicadosabino

Desculpa mas não consegui ligar ao link do original do tal trabalho.

Erro meu ?

Homem, o que eu peço é um trabalho cientifico que concatene a datação bíblica dos CTJ com a história.

Não é só paleio.

Esse trabalho está onde ?

Comentar por Joao Melo De Sousa

João,

A própria bíblia literal explica tudo isso:🙂

“Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda.”
Filipenses 1:18

Comentar por Alexandro

“Alguns, efetivamente, proclamam a Cristo por inveja e porfia; outros, porém, o fazem de boa vontade; estes, por amor, sabendo que estou incumbido da defesa do evangelho; aqueles, contudo, pregam a Cristo, por discórdia, insinceramente, julgando suscitar tribulação às minhas cadeias.

Todavia, que importa? Uma vez que Cristo, de qualquer modo, está sendo pregado, quer por pretexto, quer por verdade, também com isto me regozijo, sim, sempre me regozijarei.”

Vivei, acima de tudo, por modo digno do evangelho de Cristo, para que, ou indo ver-vos ou estando ausente, ouça, no tocante a vós outros, que estais firmes em um só espírito, como uma só alma, lutando juntos pela fé evangélica; e que em nada estais intimidados pelos adversários…”
[Filipenses 1:15-18,27-28]

Enquanto Paulo estava preso o evangelho continuou sendo pregado em todos os lugares, porém algumas pessoas estavam pregando o evangelho motivados por inveja e interesse – eles queriam ser admirados na igreja, achavam-se melhores do que os apóstolos e queriam sobrepujá-los.

Paulo não se deixa levar pelas intenções destes homens pretenciosos – ele não quer a glória dos homens, mas é a glória de Deus que almeija. Por isso ele diz na sequência:

“Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.”
Filipenses 1:21

Melhor, mais “lucrativo”, é receber a honra e prêmio de Deus, na vida eterna, do que receber qualquer honra e glória que vem dos homens.

Comentar por nilo

Nilo,

Você provavelmente esta usando uma versão inglesa que deu uma “maquiada”🙂

A versão de João Ferreira de Almeida traduz como fingimento.

Então vamos ao original:

τι γαρ πλην οτι παντι τροπω ειτε προφαϲει ειτε ε αληθεια χϲ καταγγελλεται

Ai diz farsa e não pretexto. A versão João Ferreira de Almeida esta correta.

Comentar por Alexandro

Independentemente da palavra, o sentido da passagem foi explicado pelo Nilo.
E vc já não é o primeiro que vem com esse verso aqui fora do contexto.

Comentar por Fabricio Lovato

Fabrício,

Independentemente da palavra, o sentido da passagem foi explicado pelo Nilo.
Independente da palavra? Isso foi uma piada certo?🙂
Não dá para desassociar o sentido de uma palavra com a compreensão de um texto.

E vc já não é o primeiro que vem com esse verso aqui fora do contexto.
Mesmo que a explicação do Nilo esteja correta, o que não está pela adoção da tradução errada,
mesmo assim Paulo esta de qualquer forma avalisando os falsos cristãos.

Comentar por Alexandro

Alexandro,

“pretexto” é a palavra usada em diversas traduções para o português, eu citei João Ferreira de Almeida R.A. da respeitada Sociedade Bíblica Brasileira (SBB).

Outras possibilidades de tradução como “fingimento” não representam problema nenhum, porque o texto se interpreta pelo contexto, tanto textual quanto histórico.

Isto vale para qualquer documento antigo e, sem este cuidado, qualquer absurdo se concluí de frases ou textos “soltos”, menos o sentido original pretendido pelo autor do documento.

Agora, quero ver você provar, pelo contexto textual e histórico, que Paulo estivesse propondo a sandice que você insinuou quanto selecionou e verso.

Tchau.

Comentar por nilo

Aliás, este texto está muito claro na tradução da NVI:

“É verdade que alguns pregam Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade. Estes o
fazem por amor, sabendo que aqui me encontro para a defesa do evangelho.

Aqueles pregam Cristo por ambição
egoísta, sem sinceridade
, pensando que me podem causar sofrimento enquanto estou preso.

Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro.

De fato, continuarei a alegrar-me…”

Comentar por nilo

Nilo,

“pretexto” é a palavra usada em diversas traduções para o português, eu citei João Ferreira de Almeida R.A. da respeitada Sociedade Bíblica Brasileira (SBB).
Não mesmo.
A versão revisada de João Ferreira de Almeida, de 1898 traduz fielmente o texto como fingimento.
A Imprensa Bíblica Brasileira, sob influencia da Igreja Batista, altera propositalmente em 1967 a palavra fingimento para pretexto.
Os protestantes, principalmente os nativos da lingua inglesa já haviam percebido a muito tempo o problema teológico que o texto original iria causar.

Outras possibilidades de tradução como “fingimento” não representam problema nenhum,
Fingimento para pretexto muda muito o sentido do texto, se não mudasse, a Imprensa Bíblica não iria alterar a tradução original.

porque o texto se interpreta pelo contexto,
Exatamente, o próprio contexto interpreta. Paulo declara que sabe que tem pessoas que não são verdadeiros cristãos pregando o evangelho, e mesmo assim dá o aval.
Isso não era esperado de um líder escolhido pelo próprio Jesus para pregar a verdade.

tanto textual quanto histórico.Isto vale para qualquer documento antigo e, sem este cuidado, qualquer absurdo se concluí de frases ou textos “soltos”, menos o sentido original pretendido pelo autor do documento.
Concordo. Por este motivo não dá para ler a bíblia sem confrontar com outras referências.
Principalmente afirmar que a Terra tem 6000 anos, baseado só na bíblia, quando todas as outras referências indicam que a Terra é velha.
Obrigado por se auto refutar.

Agora, quero ver você provar, pelo contexto textual e histórico, que Paulo estivesse propondo a sandice que você insinuou quanto selecionou e verso.
Muito fácil. O cristianismo que conhecemos é fruto da disseminação das idéias de Paulo de Tarso.
Paulo de Tarso era um ser humano e cometia erros como nós cometemos hoje. Muitos deles, justificavam-se pela sua época.
A intolerancia contra os homossexuais, a desigualdade no trato com as mulheres e a tolerancia a escravidão são provas disso.

Comentar por Alexandro

Nilo,

“Aliás, este texto está muito claro na tradução da NVI”

A NVI não é bem vista em muitas igrejas evangélicas:
http://www.baptistlink.com/creationists/expondoerrossbinvi.htm

Sociedade Bíblica Internacional usa na NVI, o falso método da Equivalência Dinâmica.
Esse método é a maior desonestidade que um tradutor pode cometer. Isso foi inventado por um apóstata chamado Eugene Nida15. A Equivalência Dinâmica é uma mentira que se comete com o leitor, pois as palavras de uma língua não são vertidas para outra, ficando o tradutor numa posição de manipular o texto ao seu bel-prazer.”

Comentar por Alexandro

Nada a ver.

Vou te ajudar: a versão João Ferreira de Almeida R.C., que usa “fingimento” também é editada pela SBB.

O que estou falando, e que você ainda não percebeu, é que basta ler o capítulo da epístola [não importa se na versão Almeida RC, RA, ou versão católica, ou NVI,… com “fingimento” ou “pretexto”….] e qualquer pessoa logo nota que Paulo não ensinou o que você insinuou lá no começo desta discução.

[…]

Alexandro,

É claro que Paulo era imperfeito:
“Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.”
[Filipenses 3:12 – Almeida RC, se faz questão]

E também é evidente que você tem o direito de pensar o que quiser sobre Paulo e o cristianismo: Deus te fez livre e responsável, amigo.

Porém não é justo ficar insinuando que Paulo ensinou algo que, tão evidentemente, no texto em questão, ele não ensinou.

Desculpa.

Comentar por nilo

Eu também posso jogar “evolução” no google, pegar o primeiro link contrário a ela e postar aqui. Isso não leva a nada Alexandro.

Comentar por nilo

Nilo,

Nada a ver.

Vou te ajudar: a versão João Ferreira de Almeida R.C., que usa “fingimento” também é editada pela SBB.
Eu sei que tem. O Versículo que eu colei saiu de uma delas. Eu espero então dá próxima vez que você for me corrigir, use uma tradução mais fidedigna da original.

O que estou falando, e que você ainda não percebeu, é que basta ler o capítulo da epístola [não importa se na versão Almeida RC, RA, ou versão católica, ou NVI,… com “fingimento” ou “pretexto”….] e qualquer pessoa logo nota que Paulo não ensinou o que você insinuou lá no começo desta discução.
Qualquer pessoa? Tem certeza?
Existem algumas igrejas cristãs espalhadas pelo mundo, que acreditam que Paulo mudou a mensagem de Cristo sabia?
Já vi judeu rindo dos cristãos por causa dos absurdos que Paulo escreveu nas cartas.
Os ateus tambem vivem batendo neste versículo.
Talvez você precise reconsiderar o seu conceito de “qualquer pessoa”.

Comentar por Alexandro

Nilo,

Eu também posso jogar “evolução” no google, pegar o primeiro link contrário a ela e postar aqui. Isso não leva a nada Alexandro.
Qual é o problema? Se for um site científico sobre evolução que dá suporte a uma idéia sua, não vejo problemas.

Eu já ouvi um batista, amigo meu, descendo a lenha na NVI. Só usei um link como referência.

Comentar por Alexandro

Existem algumas igrejas cristãs espalhadas pelo mundo, que acreditam que Paulo mudou a mensagem de Cristo sabia?

Eu entendendo e, acredite, respeito muito àqueles que pensam desta forma.

Mas eu não estou falando disso, estou falando do texto em questão, e mostrando que a sua insinuação particular não condiz nem mesmo com o contexto direto do texto.

Por exemplo, é claro que Paulo esta denunciando que há pessoas anunciando a verdade do evangelho (o que é bom), mas com motivações erradas (inveja).

É a isto que eu me refiro quando digo que qualquer um que ler o capítulo logo percebe.

Aliás, leia um pouco antes:

E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento, para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo; cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
[Filipenses 1:9-11 – Almeida, RC]

Comentar por nilo

Sabe a que isso é semelhante?

É semelhante à uma pessoa rica que faz um ato de caridade, por exemplo doando legalmente dinheiro para um orfanato, mas com o objetivo de se auto-promover nos meios midiáticos (televisão, revistas) e na sociedade.

Esta pessoa finge se importar com as crianças e faz isto com pretexto de se promover.

[…]

Note que, no texto, Paulo denuncia a motivação daquelas pessoas e não o conteúdo da mensagem que elas estavam pregando.

Do ponto de vista do evangelho, elas estavam pregando verdades e não mentiras.

Comentar por nilo

Nilo,

Por exemplo, é claro que Paulo esta denunciando que há pessoas anunciando a verdade do evangelho (o que é bom), mas com motivações erradas (inveja).
Ele não fala só de inveja, mas até aqui eu concordo com você.

O problema vem depois disso. O comportamento de regozijo diante do fato. O esperado era o repudio.

Comentar por Alexandro

Se ele não repudiasse a motivação nem tocaria no assunto.

Ele está denunciando o erro e, lendo o capítulo, vemos que ele quer que o leitor faça as coisas por amor (verso que coloquei acima) e viva dignamente:

“Somente deveis portar-vos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos veja, quer esteja ausente, ouça acerca de vós que estais num mesmo espírito, combatendo juntamente com o mesmo ânimo pela fé do evangelho.”
[vs. 27]

Comentar por nilo

Nilo,

Se ele não repudiasse a motivação nem tocaria no assunto.
Ele está denunciando o erro e, lendo o capítulo, vemos que ele quer que o leitor faça as coisas por amor (verso que coloquei acima) e viva dignamente:

Esta denunciando com regozijo?🙂 Bela maneira de denunciar

Comentar por Icarus

Icarus,

Ele não se regozija com a motivação daquelas pessoas, ele se regozija com a pregação do evangelho, pois esta verdade salva e liberta.

E tem mais:

Note como Paulo faz forte contraste entre os dois grupos:

“Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões.
Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho.”

[vs 16-17]

Mas, afinal, qual é o comportamento que Paulo nos exortou a buscar neste contexto?

E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento, para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo; cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.”
[vs 9-11]

Comentar por nilo

Nilo,

Sabe a que isso é semelhante?

É semelhante à uma pessoa rica que faz um ato de caridade, por exemplo doando legalmente dinheiro para um orfanato, mas com o objetivo de se auto-promover nos meios midiáticos (televisão, revistas) e na sociedade.
Esta pessoa finge se importar com as crianças e faz isto com pretexto de se promover.

É aceitavél para pessoas que estão fazendo doações.
Mas ele deveria condenar as pessoas que estão pregando o evangelho com falsos motivos e não se regozijar com o fato.

Comentar por Alexandro

Você não se alegraria em ver as crianças sendo assistidas?

Paulo esta desqualificando a motivação, mas se alegra pelo fato de que Cristo está sendo anunciado e vidas estão sendo transformadas.

Alexandro, Jesus mudou a minha vida!

Não estou falando de religião, estou falando da paz, esperança, segurança que me rodeia… Jesus me fez feliz: eu sou o orfão deste exemplo e, Paulo, é só outro orfão que cresceu e virou voluntário no orfanato.

Comentar por nilo

Nilo,

Eu acredito em Cristo. Não acredito em homens. Para mim a bíblia é falha porque é escrita por homens.

Comentar por Alexandro

Eu respeito sua posição, eu tenho amigos queridos que pensam da mesma forma e não deixam de serem queridos por isso.

Só espero ter conseguido demostrar que o sentido de Filipenses 1 está distante do que você supôs, no início.

Comentar por nilo

Ok !

A discussão acaba quando se pede o tal trabalho em história.

A partir daqui começa a conversa da treta.

Venha lá o trabalho e eu calo-me !

Comentar por Joao Melo De Sousa

Ah Sabino, dinheiro e prêmios/reconhecimento nunca são demais, ainda mais quando se trata de argumentos que derrubam a evolução.
E se não é a evolução…
Lógico que foi Jeová! Evidente! Isso sim é ciência!
O resto é para os meninos ateus e iludidos.
Cuidado! Pois estamos conspirando! Não olhe para trás! (ironic mode off)

Fala sério, Sabino.
Não acredita mesmo que “refutou” a evolução, não é mesmo? É inteligente, até o presente momento, tenho certeza disso. Apesar de que não precisa do atestado “Fabenrik de inteligência” para assim o ser.
Ou será que o objetivo do seu blog é só aquietar as mentes pensantes que procuram uma resposta para as incoerências da religião e aquietá-las e prestidigitar mais textos complementares à visão religiosa para o rebanho continuar em sua devida proporção?
Certamente a ciência mantém-se discutível, seu post é prova disso, ao menos disso, mas será que o mesmo acontece no meio religioso? Ou o debate só diz respeito à assuntos do tipo: se Jesus era Jeová e vice-versa, ou se Maria foi virgem mesmo, mas duvidar da existência divina nem entra em debate, ceticismo é da religião para ciência, mas para a própria casa NUNCA! Por que? Simples: Fé!

Fabenrik
ateu e à toa

Comentar por fabenrik

Há poucos dias Craig Venter mostrou ter sintetizado um genoma artificial, que foi introduzido dentro de uma célula bacteriana, e foi capaz de desencadear o movimento da vida. Bravo. Mas o código genético que utilizou não foi inventado por ele. É partilhado por todos os organismos da Terra, tem pelo menos 3,5 mil milhões de anos, e une-nos desde sempre, apesar de só termos tido consciência disso no século XIX, quando Charles Darwin se lembrou de desenhar no seu caderno de apontamentos a primeira árvore evolutiva e escreveu por cima “I think”.

O evolucionista pensou, desenhou, teorizou. Adeus criacionismo e Adão e Eva, adeus teoria da geração espontânea. Olá evolução e primos chimpanzés. Ao longo do século XIX e XX a evolução continuou a ganhar argumentos. A demonstração das características hereditárias que Gregor Mendel fez com as ervilhas, a descoberta da cadeia dupla de ADN e a conclusão de que o código genético é quase universal, ou seja, que os organismos usam o mesmo dicionário para traduzir a informação que está no ADN para as proteínas, confirmaram o que a teoria de Darwin previa.

“Todos os seres orgânicos que alguma vez viveram nesta Terra descendem de uma forma primordial”, está escrito no livro A Origem das Espécies do naturalista. Mas a estatística nunca tinha posto as probabilidades a favor da forma primordial – o antepassado comum universal. Era demasiado complexo. Há 15 dias isto mudou. Um artigo publicado na revista Nature, escrito pelo bioquímico Douglas Theobald, ofereceu à evolução a prova estatística de que há muito, muito tempo, uma população de células deu origem a toda a vida que se conhece.

Três domínios

“Todas as provas clássicas para a existência de um antepassado comum são qualitativas e estão assentes em características parecidas”, explicou o investigador que trabalha na Universidade de Brandeis, em Massachusetts, nos Estados Unidos, citado pela revista Scientific American. Apesar de se assumir que as características genéticas parecidas são fruto de uma ligação evolutiva, a natureza apresenta inúmeros casos de adaptação semelhante de espécies que estão afastadas, como plantas que desenvolvem espinhos em regiões diferentes do mundo por estarem sujeitas ao mesmo clima quente e seco. Este fenómeno pode ocorrer a um nível microscópico, como duas proteínas com estruturas semelhantes por terem a mesma função. É necessário a estatística para dar uma prova quantitativa.

Para isso o investigador teve que comparar os três domínios da vida: os eukaryota, o grupo dos organismos com células com núcleos, que inclui organismos unicelulares, plantas, fungos e animais; os bacteria, unicelulares sem núcleo, alguns causam doenças; e os archaea, o último domínio a ser descoberto, também formado por unicelulares sem núcleo, muito diferentes das bactérias e que estão mais próximos dos eukaryota.

Theobald focou-se em quatro espécies de cada domínio (12 no total). O Homem, a levedura, o bacilo da tuberculose e o Archaeoglobus fulgidus – um archaea que vive em fontes hidrotermais – foram alguns dos utilizados. O investigador escolheu 23 proteínas muito conservadas, esticou estas proteínas para identificar cada sequência de aminoácidos e comparou cada sequência entre as 12 espécies.

Por serem muito conservadas “todas estas proteínas apresentam provas de remontarem a um único antepassado”, explicou por e-mail ao P2 David Penny, co-autor de um comentário sobre a descoberta publicado na mesma revista. “Theobald comparou estatisticamente a probabilidade de haver um único antepassado versus a probabilidade de haver mais”, explicou o matemático da Nova Zelândia. O resultado foi avassalador: a existência de um antepassado comum é 10 elevado a 2860 vezes mais provável do que mais do que um.

“Nunca houve uma demonstração formal desta hipótese”, confirmou por telefone ao P2 Manuel Santos, que lidera o laboratório de biologia do ARN (ácido ribonucleico, responsável pela síntese de proteínas da célula e que funciona como um tradutor directo do ADN) na Universidade de Aveiro. Mas há mais.

A origem

Desde a década de 1980 que se descobriu um fenómeno chamado “transferência lateral de genes”: a passagem de genes de um organismo de uma espécie para outro que não pertence à mesma espécie. O fenómeno está enraizado nos unicelulares como as bactérias, foi sendo cada vez mais descrito e para alguns investigadores põe em causa a árvore da vida de Darwin.

“Os organismos evoluem a partir dos organismos pré-existentes por origem de mudanças nos genes que já existem. Se os genes começam a ser transferidos de uma espécie para a outra, o genoma torna-se numa espécie de mosaico, depois é muito difícil traçar o antepassado comum”, explica o português. Apesar da transferência lateral de genes se tornar incipiente nos organismos mais complexos, durante mais de dois mil milhões de anos só existiu vida unicelular na Terra. Mesmo assim, Theobald introduziu este fenómeno nos testes que fez e obteve um resultado ainda mais robusto que confirma a existência deste antepassado.

Como é que esta população surgiu? “Vamos supor que a vida se originou várias vezes em vários lugares. Caso tenha sido assim, a teoria explica que ocorreu um afunilamento durante a evolução, com os descendentes de uma das linhagens que surgiu independentemente a sobreviverem até ao presente”, disse em comunicado Theobald. Todas as outras linhagens terão desaparecido.

A outra hipótese é mais complexa. “Em alternativa, populações separadas podem ter-se fundido, ao trocarem genes suficientes ao longo do tempo e tornaram-se numa única espécie que acabou por ser o antepassado de todos nós.” De ambas as formas, a vida que se conhece está toda relacionada, mesmo que seja “artificial”, como a que Craig Venter produziu.

http://www.publico.pt/Ci%C3%AAncias/as-probabilidades-estao-do-lado-de-darwin_1439057

Comentar por Ivan

Ivan!
O próprio Craig Venter afirmou que pela grande diversidade de genes a descendência comum seria uma improbabilidade,(estaria mais para um gramado do que uma árvore)Pela grande diversidade de genes já descobertos(a ponta do iceberg) e a probabilidade de existirem muitos mais,faria com que este tal “ancestral comum” deveria ter um genoma extenso,dada a diversidade absurda de genes.Então é preciso observar as controvérsias científicas e não “proteger” uma Teoria que está ruíndo em seus principais fundamentos.

Comentar por jonas

Olá,

Vou dize o que eu, modestamente, entendí:

Qual é o fato?
Existem semelhanças estruturais entre as espécies [inclusive não-funcionais pelo que sei].

O que o pesquisador fez, afinal?

* Ele identificou semelhanças deste tipo em 12 espécies distintas.

* Ele pressupôs que as semelhanças eram resquícios macro-evolutivos.

* Então comparou as chances matemáticas das para 2 cenários:

(a) a vida evoluiu de um antepassado comum [como os galhos em uma àrvore].

ou

(b) a vida evoluiu de antepassados diferentes, paralelamente [como um campo cheio de àrvores], contudo evoluindo em características semelhantes dado a semelhanças ambientais de lugares distintos.

O que, enfim, ele concluiu

* a opção (a) é estatísticamente melhor.

* se a opção (b) realmente ocorreu, então:

ou

– houve um “afunilamento durante a evolução”

ou [por que não e/ou?]

– populações separadas se fundiram “ao trocarem genes suficientes ao longo do tempo” gerando enfim nossa característica de ancestralidade comum.

[…]

Minha, mais uma vez, modesta reflexão sobre tudo isso:

O pesquisador, evidentemente, pressupõem macro-evolução, daí concluir o que concluí, porém existem outras formas de se ver a questão.

Por exemplo, penso que o fato das semelhanças estruturais entre as espécies favorece a TDI (Teoria do Desenho Inteligente), pois indicam que houve um projeto comum, o desenho de uma base de informação, a construção de um modelo de partes e genes de onde, com pequenas modificações, se podia criar todo tipo de ser vivo [os quais, evidentemente, passaram a variar desde então, com recombinações, hibridação, mutação, etc].

Ou seja, o (ou “os”) Designer, projetou as peças, criou uma base de dados de informação, e “mandou ver” na produção em larga escala, como um computador sintetizando espécies apartir de um laborioso projeto inteligente tanto na base de dados quanto no algorítmo.

Abraço.

Comentar por nilo

PS: que gramática e concodância horríveis, me desculpem.😉

Comentar por nilo

Sobre esse assunto do Douglas Theobald e as “conclusões” divulgadas sobre o paper dele (se se trata do mesmo artigo no Público), o resumo do Cornelius:

“Of course all of this is false. It is junk science at its worst.”
“É claro que tudo isso é falso. É a ciência da sucata no seu pior.”

O interessante que quem aparece para comentar lá no blog dele ( a discussão segue) é o próprio Theobald e, salvo engano, também o Nick Matzke, que citei outro dia aqui mesmo neste post do Sabino.

http://darwins-god.blogspot.com/2010/05/let-worship-begin.html

A seguir, parte do post. A tradução é do google translator, sem tirar nem pôr uma vírgula (serve de “amostra” para que quem tem dificuldades com o inglês veja o que é possível “captar” dos links “in english” que às vezes são colocados aqui.)

“It is always striking to see the certainty with which evolutionists promote their philosophies and metaphysics. You can see it in the history of evolutionary thought, and today it just keeps on coming. They impose their philosophies, as though they were facts, on the world. Their faulty logic is exceeded only by their boldness.”

É sempre impressionante ver a certeza com que os evolucionistas promover a sua filosofia e metafísica. Você pode vê-lo na história do pensamento evolutivo, e hoje ele simplesmente continua a chegar. Impõem suas filosofias, como se fossem fatos, no mundo. Sua lógica falha é ultrapassado apenas pela sua ousadia.

“a scientist or a statistician would merely claim that the hypothesis with the significantly higher score is the winner of the group. That is entirely different than his high claim that the results constitute very strong empirical evidence for the hypothesis. That conclusion is simply false. The hypothesis may be true, it may not be true, but the study does not provide such powerful empirical evidence for it.”

um cientista ou um estatístico que se limitam a afirmar que a hipótese com a pontuação significativamente mais elevada é o vencedor do grupo. Isso é totalmente diferente do que o seu pedido de alta que os resultados constituem forte evidência empírica para a hipótese. Esta conclusão é simplesmente falsa. A hipótese pode ser verdadeira, não pode ser verdade, mas o estudo não fornece fortes evidências empíricas de que tais.

“But contrastive thinking has been at the heart of evolutionary thought for centuries. From Kant to Darwin, and on up, what has always been rather revealing is how evolutionists have presented their proofs as though they were objective, undeniable findings. It is always a bit shocking to see such bold claims made on such faulty logic.”

Mas, pensando contrastiva tem sido o cerne do pensamento evolutivo ao longo dos séculos. De Kant a Darwin, e em cima, o que sempre foi bastante revelador é a forma como os evolucionistas apresentaram as suas provas como se fossem objectivos, resultados incontestáveis. É sempre um pouco chocante ver essas afirmações ousadas feitas em tal lógica defeituosa.

“Repeatedly I have found that evolutionists are unable to see the problems and fallacies with their theory. And so when you point out those problems, the evolutionist ultimately can only conclude that the problem lies with you. You are an obstructionist, or biased, or anti science, or something.”

Repetidamente Eu descobri que os evolucionistas são incapazes de ver os problemas e as falácias de sua teoria. E assim, quando você apontar esses problemas, o evolucionista, em última análise só pode concluir que o problema está com você. Você é uma obstrução ou parcial, ou anti-ciência, ou algo assim.

“Evolution is a metaphysically-driven tradition and like most such traditions has built-in protections against objective critique. The result, unfortunately, is junk science. This new paper will be erroneously celebrated far and wide as yet a new level of certainty for evolution. Let the worship begin.”

Evolução é uma tradição metafísica-driven e como a maioria dessas tradições foi construído com proteção contra a crítica objetiva. O resultado, infelizmente, é a ciência da sucata. Este novo documento vai ser erroneamente comemorou muito grande e ainda um novo nível de segurança para a evolução. Vamos começar o culto.

Feliz Sábado!

Comentar por Darcy

Oferta-relâmpago para quem queira ganhar um livro do Michelson Borges “Por que Creio”(Criacionismo). Seja o número 2000 lá no Twitter dele(faltam só 5).

http://twitter.com/criacionismo

Comentar por Darcy

fabenrik,

Até agora não vi nenhuma postagem do Sabino que não seja bem parecida com essa acima, todas sem consistência argumentativa, e por aí vai. Mas acredito na capacidade do Marcos Sabino, não acho que seja uma pessoa burra, muito pelo contrário, de sério mesmo.

Este blog assim como muitos criacionistas mostra várias coisas que os evolucionistas não enxergam.

Porém sendo provado científicamente creio até em coisas para mim absurdas no momento, inclusive essas. Mas não está falando com alguém que não conhece o blog do Sabino.

Ironicamente, outro dia li no seu blog um tópico que falava: “Entendi. Mas, um ateu realmente acredita que tudo deve ser provado cientificamente para que seja declarado como verdadeiro?”, e aquele tópico parecia de um certo modo defender o naturalismo indiretamente ou talvez quem criou (você??) o defendeu sem perceber.

Sabe, acho muito curioso os ateus, pois eles sabem que a ciência não prova que Deus existe, no entanto, lutam e relutam contra o criacionismo, porque de acordo eles “envolve algo sobrenatural”.

Eles não param para pensar se a ciência, definida pelo homem atualmente tem suas falhas, que o homem que se afastar e se colocar acima de Deus, que a criação envolve o que eles não querem acreditar, que Deus está muito acima da ciência, definida pelo homem.

Muitas vezes não comento, mas venho aqui.
As coisas mais fortes que ele costuma apresentar aqui é exatamente isso: A ciência é discutível. Não vejo erro nenhum nisso. Mas parece que isso é pretexto para que continue com sua crença.

Muitos ateus também falam que somos fixistas, mas eles se opõe totalmente a criação e ficam com a evolução “porque está provada cientificamente”, sem pensar naquilo que falei.

Um dia, quiçá (adoro essa palavra) estarão errados ou serão banidos esses ateus safados destruídores da moral e bons costumes.

Nós cristãos não falamos isso, mas foi fato que houve muitas guerras e mortes por causa do comunismo que está intimamente ligado ao ateísmo: “Nosso programa inclui necessariamente a propaganda do ateísmo” (Vladimir Lenin) (essa é apenas uma de várias frases céticas dos comunistas).

Tem uma passagem na bíblia que acho muito interessante que diz: “Por mim mesmo tenho jurado, já saiu da minha boca a palavra de justiça, e não tornará atrás; que diante de mim se dobrará todo o joelho, e por mim jurará toda a língua. De mim se dirá: Deveras no SENHOR há justiça e força; até ele virão, mas serão envergonhados todos os que se indignarem contra ele.” Isaías 45:23-24

Essa passagem mostra a grandeza de Deus, e que quem não acreditou e fez outras coisas erradas em suas dobrará seu joelho um dia. Lendo isso, talvez você e outros ateus podem falar que não e até zombar, mas imagine lá, você fazendo isso e pensando como foi deixar se levar pelas oposições falsamente chamada ciência (essa passagem em 1 Timóteo 6:20-21 também é interessantíssima, pois Deus já previu a mais de 2.000 anos que a ciência é falsa em certos casos, que é usada contra Ele e contra as pessoas).

Em que nível tem que ser provado alguma coisa para largarem o Deus de vocês?
Me responda Adalberto e quem quiser responder!
Espero mais que desesperadamente!

A resposta não envolve ciência, mas sim o que Deus promete: Deus fez muito em nossas vidas, nos ama, nos mostra a sua palavra, nos tira de caminhos ruins (igual já aconteceu na minha vida) e nos mostra evidências de sua criação, basta acreditar e não ficar colocando a ciência acima de Deus, pois no fundo vocês sabem que a evolução exclui Deus e a criação envolve o que vocês não querem acreditar.

Que provas são precisas para demonstrar incoerências da possível existência do Deus de vcs. Respondam! Qual prova é preciso? Quero ver quem é que vai peitar e responder!

Mesmo, fabenrik, que você tente nos mostrar alguma prova refutaremos, se não souber a resposta buscaremos e pediremos a Deus. Um exemplo: vamos supor que você mostre algum suposto defeito em um órgão que não foi descoberta a função ainda, nós podemos simplesmente pesquisar, quem sabe incentivar algum médico pesquisador sobre isso, que cedo ou tarde a resposta aparece.

Um exemplo disso é que muitos ateus criticam o olho, pelo fato de haver vasos sanguíneos passando na frente na ‘tela de captura’, mas recentemente o Mats postou uma descoberta recente de cientistas alemães sobre isso, aqui.

Eu já digo que não tenho compromisso nenhum com visão nenhuma, largo o ateísmo assim que for possível provar a existência de qualquer divindade, segui-la é outra coisa (para mim é discutível, se ela não gostar me manda para o inferno, o problema já é meu com a divindade, pq se ela for divindade mesmo e eu não gostar de seus preceitos não vou ser falso para agradar, nem poderia pq ela saberia muito provavelmente)!
Eu largo o ateísmo.

Crendo em Deus você certamente já entenderia muita coisa, pode ter certeza e não seria falso para agradá-lo não, pois certamente seguiria a Jesus e seus ensinamentos, o amaria, pois você sabe que Ele existe!

Quem aqui larga Deus?
E como?

Isso é o que muitos ateus querem, para quando darmos certas repostas falarem que somos fanáticos, vir com ciência e outras falácias.

Devolvo todas as perguntas que me fez junto com essas, que é as que quero que responda principalmente, mas substitua evolução por cristianismo e ateus por teístas.

Não entendi direito o que você quis dizer com isso, mas seja lá o que for, espero que esteja compreendendo as respostas.

Tudo Conspiração? De 9 entre dez cientistas conspiram contra Jeová?

Não é bem isso, mas muitos são ensinados desde pequenos a acreditar na evolução, na faculdade também são ensinados e nunca a contestam.

Cara desculpa, mas força muito Adalberto.

Ah, fabenrik, creio que o que força é acreditar que répteis se transformaram em evas, nos supostos métodos de datação, em radiação radiométrica, que em milhões e bilhões de anos, os rios que existem simplesmente não mandaram todos os continentes para o fundo do mar, no sensacionalismo que a mídia faz a respeito da evolução (a Ardi foi o exemplo).

Nada pessoal amigo, até gosto da sua pessoa, e preciso de pessoas iguais a você para ir lá no meu blog e mostrar que não estou sendo cético como deveria, te agradeço, mas parece que não tira o mesmo proveito que tiro de conversar com vc, ao menos o pouco que conheço parabenizo por ser essa pessoa, mas a ideologia que tá brabo de concordar.

Obrigado, fabenrik, também digo o mesmo, gosto muito da sua pessoa, pois você, mesmo tendo uma opinião diferente está aberto a outras opiniões, é educado, respeita, é coerente, até falei outra vez que você não é atoa de modo algum! Pode contar comigo e todos nós aqui, qualquer coisa!:)
Sobre seu blog visito ele sim para ver (ah, falando nisso, estou curioso para saber: quem é aquela mulher ao lado do Richard Dawkins na foto no topo do seu blog?).

Só vejo o ceticismo vir da parte que toca o ateísmo, olhar ou duvidar de suas provas à favor NEM PENSAR(lembro-te que tu que tens a obrigação de provar se afirma existir e não o contrário).

Ah, fabenrik, mas você sabe que Deus não é provado através da ciência, e também nós questionamos muitas coisas como datação, fósseis, certos fatos e mostramos a verdade.

Um abraço e bom domingo aí.

Comentar por Adalberto Felipe

[…] também: Físico diz que Big-Bang é mito religioso mas defende posição anti-científica, do blog No princípio criou Deus os céus e a […]

Pingback por Universo eterno, uma válvula de escape « Ecclesia Una




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: