No princípio criou Deus os céus e a Terra


Mais evidências irrefutáveis do Evolucionismo
Março 27, 2010, 6:29 pm
Filed under: Estupidez/Fanatismo/Ignorância ateísta, Evolução/Big-Bang

Atenção… o professor Ludwig deu mais uma evidência de como é possível toda a biodiversidade existente ter surgido de um único ser de uma célula: a existência de lagartos de cores diferentes.

O evolucionismo e as suas evidências irrefutáveis…


27 comentários so far
Deixe um comentário

Pronto. Ele me convenceu.
Virei evolucionista.

Especialmente por isso:
“A maior tristeza do criacionismo nem é a incapacidade de explicar esta complexidade. O pior de tudo é a incapacidade de sequer se aperceber dela, imaginando em vez disso um universo de desenhos animados no qual cada bicharoco tem o seu boneco e não passa daquilo.”

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa :

Não se vira evolucionista, relativista ou quantista.

Ou se entende ou não se entende a questão.

A maior parte das pessoas não podem ser relativistas ou quantistas. A questão está para lá da sua compreensão.

Agora pelo facto de mecânica quântica ser de difícil compreensão e pôr em causa a forma como vemos o universo não legitima que se tente afastar a mesma do ensino, não é ?

A fé não a discuto.

Tentar criar confusão e ruído por que não se percebe patavinas de ciência ou porque esta é contrária aos nosso interesses é que é errado.

No entanto parece-me que todo o ruído causado em volta da ciência não tem produzido efeitos.

Por todo o mundo a ciência vai de vento em popa e as tentativas de afastar a ciência das salas de aula para a substituir por religião tem , felizmente, saído goradas.

E gostava de ver esta sanha toda contra a ciência ser também virada para as outras ciências que contrariam a vossa peculiar visão da Bíblia.

Um apelo às academias de história para acertarem a cronologia histórica com os tais 6000 anos

Um apelo aos museus de história natural para alterarem as datas dos fósseis.

à Nasa para deixar de atribuir idades tão diferentes dos 6000 anos aos corpos e fenómenos celestes

à UIQPA para não permitir que se date nada com mais de 6000 anos.

E, já que agora, pedir ao governo português e francês que encerrem as mostras de pinturas rupestres por serem recentes…

Não deixava de ser picaresco mas, dentro da vossa lógica, seria pelo menos coerente.

Claro que falar de coerência a CTJ é como procurar neve no inferno…

Comentar por Joao Melo De Sousa

Caramba! Ainda tem gente que pensa que o evolucionismo é ciência!
Depois de uma dessas, vou dormir. Boa noite.

Comentar por Isaias S. Oliveira

ah tá! e o criacionismo é ciência?!

Acho que devemos começar a pensar o que é ciência, seus limites e escopos. Além de refletir a desenfreada busca de algumas vertentes criacionistas em querer transformar, a qualquer cursto, um ideário de fé em teoria científica; além da estratégia de pegar teorias científicas, com escopos científicos, e tentar PERSUADIR incautos como se não fosse teoria científica.
Ser, ou não ser uma teoria científica é uma coisa. Ser uma teoria científica certa ou errada é outra.

A má-fé do argumento de alguns criacionistas é enorme, ao tentar desqualificar teorias, como a teoria da evolução (e o big bang também, em algumas vertentes criacionistas) como “não sendo uma teoria científica” é enorme.

E para quê existe esta desqualificação superficial? Porque os criacionistas querem propor seus ideáis como científicos utilizando uma garantia social para amparar suas crenças.
Poxa, a crença religiosa não precisa estar atrelada ao status de científica como os criacionistas querem. Isto torna uma característica muito grave de pseudociência.

Isto é muito sério. Pois há muita confusão superficial neste ponto; quando criacionistas exibem um estandarte dizendo “não é teoria científica”.

Abordo estes temas nos links
http://arnaldo.networkcore.eti.br/?p=619
http://arnaldo.networkcore.eti.br/?p=500
http://arnaldo.networkcore.eti.br/?p=557
http://arnaldo.networkcore.eti.br/?p=370

E neste outro abordo sobre as modificações em teorias científicas (o limite aceitável):
http://arnaldo.networkcore.eti.br/?p=405

Arnaldo.

Comentar por Arnaldo

“procurar neve no inferno”Será que isso tem a ver com a tão propalada Seleção Natural,que através de mutações aleatórias consegue transformar um Australopitecus em um antropólogo brasileiro???A fé dos evolucionistas,é digna de nota.

Comentar por jonas

Isaias e Jonas :

E quanto às tais petições ?

Ou é só a T.E. que não é ciência ?

Comentar por Joao Melo De Sousa

João,
patacoada hein… Evolução como uma espécie de cosmovisão, teoria-de-tudo, nem é comparável à relatividade.
E por que insistir nesse mito “ciência x religião”? Coisa mais fora de moda… Os questionamentos à T.E. são primeiramente científicos, não religiosos.

Que tal comentar o tema do post: a incrível evidência pró-evolução a partir da mudança de cor nos lagartos?
Explique-me o incrível raciocínio: “se lagartos mudam de cor, isso explica escamas virarem penas (?)”. Ou qq coisa desse tipo.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa :

Se quer entender os mecanismos da evolução é claro que só a questão dos lagartos não chega.

Tem de começar do inicio. Há bons manuais escolares que explicam tim-tim por tim-tim porque a T.E. é a teoria mais explicativa, quais as alternativas que existiram, porque é aceite, como se poderia falsificar e isso tudo.

E tem razão: é mais fácil que mecânica quântica ou relatividade até porque nem é necessária grande matemática.

E olhe que a relatividade e a mecânica quântica também contrariam frontalmente a sua visão dos 6000 anos…

Ou também são evolucionismo ?

Comentar por Joao Melo De Sousa

JOão, o adivinho leitor de mentes:
qual é a minha visão dos 6 mil anos? Do que está falando?

Seria interessante mesmo vc explicar a evidência evolucionista do caso dos lagartos.

Podes até invocar o deus dos milhares de anos mágicos que tornam possíveis todas as coisas. Amém.
Aguardo.

Comentar por Vanessa Meira

Agora é que os centros criacionistas de todo o mundo vão fechar.

Comentar por Mats

Claro que não !

A homeopatia, bruxaria, Wicca, new age, Iurd´s e similares vão de vento em popa!

Porque é que o criacionismo, as “teorias” da terra plana, dos deuses astronautas e do Elvis a viver na Brandoa iam morrer?

E nem me incomodam muito desde que estejam devidamente afastadas do sistema de ensino…

Comentar por Joao Melo De Sousa

João!
Qual é a evidência da evolução que é falseável quanto a macro-evolução??Se tiver alguma,quem sabe o darwinismo possa adentrar as portas de “científico”.

Comentar por jonas

Acho que o dono da lotérica perto de minha casa foi contaminado pelo modus operandi do marketing “evoilusionista”.

Ele fixou um banner à frente da loja: “Um bilhete premiado da quina (valor X) saiu daqui”. Não é uma lógica e uma propaganda brilhante?
Que apostador racional precisaria de mais argumentos?

Comentar por Darcy

A conversa continua igual.

Criam artificialmente uma divisão entre ciência e religião ao afirmarem que tudo o que contrarie a visão literal da bíblia é evolucionismo.

Depois fogem à questão principal:

Eu digo que só atacam a teoria da evolução não ligando ao resto do corpo da ciência que contraria frontalmente a veracidade literal do Génesis.

Há aqui uma grande incoerência:

Afirmam que a T.E. está errada por implicar periodos de tempo superiores aos 6000 anos que inferiram da leitura da bíblia. Lutam para que ela seja retirada do sistema de ensino. No entanto não se opõe que nas aulas de história, geologia, astronomia , etc e etc as datas da terra e universo sejam totalmente incompatíveis com uma terra jovem.

Aí já não vem problema?

É esta inconsistência básica que me faz confusão.

E a T.E. não é contrária à religião. Pelo menos é o que dizem os crentes.

Os CTJ respondem a isto com uma lógica avassaladora:

Nós temos uma procuração de deus e somos os únicos a saber a sua vontade, que salvo melhor opinião me parece duma vaidade extrema, e tudo o que não esteja de acordo connosco chama-se evolucionismo e ou e ateu ou obra do diabo (que por acaso tem costas largas)

Já há muito tempo que vos peço uma coisa simples:

Um programa de ensino que seja racional e que concatene a visão literal do Génesis com as diversas ciências.

Claro que sabemos que não é possível.

Gostava de saber o que faziam com a história, geologia, astrofísica, química e etc e etc.

Comentar por Joao Melo De Sousa

João1
Porque tens tanta certeza daquilo que falas em relação a teorias, pois elas são baseadas em cosmovisões,muitas delas com premissas “had hoc” para satisfazer a religião do ateísmo.Quase todas as teorias tem pressupostos não falseáveis,e isto enfraquece em muito a cientificidade das afirmações.Desde o Big-Bang,a formação de estrelas e galáxias,a origem da vida,a origem da informação complexa e especificada,a macro-evolução,os métodos de datação,a geologia e tantas outras,estão recheadas de pressupostos,e o mais difícil disto com muitas inconsistências e insuficiências.Então não sejas tão “crente” á aquilo que te vendem,procure ter uma crítica sem paixão e seguir evidências,mesmo que elas contradigam a sua cosmovisão.Abraços

Comentar por jonas

Este texto não refuta o argumento criacionista:mutações e seleção natural não criam órgãos e estruturas novas.Sem isto, a macroevolução não pode ocorrer. A mutação mais seleção natural produzindo variações do gênero, ou seja novas espécies (microevolução)é perfeitamente aceita pelos criacionistas. Por falar nisto, quero agradecer ao comentarista Clayton Luciano por ter me indicado o artigo:”Genética do Desenvolvimento e Evolução dos Grandes Grupos Animais”. Embora reconheça sua atenção em me responder, lamento informar que o artigo não responde satisfatoriamente meu questionamento. O referido artigo trata do mecanismo da organogênese embrionária, e do argumento evolucionista das estruturas semelhantes entre os diversos seres vivos. Não dá nenhum exemplo de órgão ou estrutura nova oriunda de mutações fortuitas,quer seja observado na natureza ou produzida em laboratório. Continuo aberto e grato a qualquer pessoa que me apresentar artigo científico que responda a esta dúvida.
José David Filho

Comentar por José David Filho

José David Filho:

Por que não aproveita e peça evidências de que o sol produz hélio?

Comentar por Clayton Luciano

O mecanismo ainda não é conhecido.

É de esperar que se encontre porque, de acordo com o registo fóssil, os seres vivos tem mostrado alterações grandes e novas estruturas.

Podes procurar pistas em dois fenómenos procurando no google :

Poliploidia ou transposons.

Repara que a genética e o adn são descobertas recentes e cada problema resolvido levanta milhares de outros.

Repara que a ignorância dum mecanismo não invalida o todo. A evolução já estava bem definida como teoria antes da descoberta do adn.

A ciência é mesmo assim. Por cada problema resolvido levantam-se logo mil por resolver.

De qualquer modo digo-te que se pretendes aprofundar os conhecimentos nesta área deves começar pelos mecanismos mais básicos.

Se não podes achar a coisa muito árida.

Comentar por Joao Melo De Sousa

Grato pela sugestão. Mas minha pergunta não é como o fenômeno ocorre, mas se ocorre e isto comprovado pelas evidências ( Observação na natureza OU experiência de laboratório). No DVD Criação ou Evolução, de Adauto Lourenço, físico brasileiro, consta sobre experimento com a mosca Drosófila melanogaster em que se realizou mutações e seleção artificial e não surgiu nem gen, nem proteína, nem enzima, nem órgão ou estrutura nova. O resultado é sempre a mesma Drosófila melanogaster.De qualquer forma pesquisarei com mais detalhes acerca dos termos por ti propostos. Será um prazer e muito útil trocar idéias num alto nível, como tu fazes.

Comentar por José David Filho

Jonas:

“Qual é a evidência da evolução que é falseável quanto a macro-evolução??Se tiver alguma,quem sabe o darwinismo possa adentrar as portas de “científico”.”

Por exemplo uma conclusão na esfera genética de que a mutação não tem potencialidade para tal.

Comentar por Clayton Luciano

Havia muitas mais:

Se lamark tivesse razão Darwin estava errado

Uma terra com poucos milhares de anos

Restos de animais de épocas diferentes nos mesmos extractos.

Tudo isto foi discutido pelos cientistas no século XIX.

Digamos que até aos primeiros anos do século XX houve dúvidas.

Se calhar seria interessante os criacionistas lerem as polémicas do século XIX sobre a evolução.

Grande parte das dúvidas que apresentam foram resolvidas nessa época.

Continuo é sem saber porque é que querem afastar a T.E. do ensino e continuam sem apresentar uma alternativa às outras ciências que contrariam a visão peculiar do CTJ.

As aulas seriam algo de divertido:

A terra tem 6000 anos, no entanto as populações que há cerca de 20000 anos habitavam o território que agora é a França pintavam grutas.

Os grandes mamíferos extinguiram-se depois da ultima glaciação há cerca de dez mil anos. Depois disto deus criou o céu e a terra há cerca de seis mil anos. A luz da Via láctea demora cerca de cem mil anos a chegar cá…e por aí fora.

Comentar por Joao Melo De Sousa

“ah tá! e o criacionismo é ciência?!”

É voce quem diz. O criacionismo é aceito por fé. O evolucionismo também. Só que seus adeptos tem vergonha de o admitir e ficam chamando a suas crenças de teoria.
Eu nunca ví Deus assim como voce jamais viu os tais homens-macacos.

Comentar por Isaias S. Oliveira

João!
Karl Popper,aquele que introduziu a falseabilidade no contexto pseudo-científico disse:A CIÊNCIA SE FAZ NA VIRTUDE DA HUMILDADE.
Temos na ciência tão poucas verdades (ou nenhuma)que é temerário exercer juízo em coisa alguma,pois a verdade de hoje,pode ser a mentira do amanhã.Para um universo que começou do NADA,segundo a ci~encia,DEUS é bem plausível e lógico.Num universo onde os campos e a radiação são os atores primordiais e aleatóriamente formaram esta complexidade abundante,DEUS continua sendo plausível e mais lógico.Abraços.

Comentar por jonas

José David:

“O resultado é sempre a mesma Drosófila melanogaster”

Se surge uma asa nova, num experimento, está surgindo algo novo, só não mudará o nome dela (Drosófila) porque a mudança é artificial. Lógico que o surgimento natural de uma asa nova numa Drosófila Megalogaster, ela não continuaria a se chamar Drosófila Megalogaster.

Comentar por Clayton Luciano

Já toda a gente sabe que, com base nos poucos elementos que existem, anda toda a gente a mandar palpites sobre a evolução das espécies. Por isso se chamam teorias. Este é mais um estudo que tem uma interpretação.

Eu prefiro a ignorância paleontóloga às certezas criacionistas.

Comentar por ND

Desafio:

Provar, com meios e métodos científicos e totalmente empíricos, que a cor do vento é transparente.

Regra importante:

A prova deve concidir 102% com a Teoria da Evolução de Darwin, e não se basear em filosofias, ideologias e mitos religiosos obscurantistas.

Prêmio: £200

Comentar por eclypse

Eu sou e sempre serei criacionista pois:

O tamanho do planeta terra. Segundo os astrônomos mais credenciados, se a terra fosse maior ou menor a vida não seria possível neste planeta. O tamanho da terra está rigorosamente planejado para a adaptabilidade da vida. Assim como o caos não produz ordem, também uma explosão não poderia gerar um mundo com leis tão precisas e com movimentos tão harmônicos. Precisaríamos ser despojados de nossa inteligência antes de nos rendermos à sandice dessa teoria.
A inclinação do eixo da terra. A terra está inclinada num eixo de vinte e três graus. Isso possibilita que todas as regiões da terra sejam atingidas pela luz e calor do sol como um frango numa churrasqueira. Se a terra não tivesse essa inclinação, os polos seriam gelados demais e as áreas centrais, quentes demais. Assim, a vida seria impossível no planeta.

Comentar por Gabi




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: