No princípio criou Deus os céus e a Terra


Deu no twitter d’A Lógica do Sabino (3 de Dezembro)
Janeiro 27, 2010, 9:34 am
Filed under: Evolução/Big-Bang

Estes foram os tweets que A Lógica do Sabino lançou no dia 3 de Dezembro. Vou explaná-los um pouco mais aqui.
________________________________________________________

1) Um cérebro grande não significa, necessariamente, mais inteligência. É o que lembram investigadores da Universidade de Londres. Apesar de possuírem um cérebro do tamanho da cabeça de um alfinete, pequenos insectos podem ser tão inteligentes quanto os animais grandes e com grandes cérebros.

Por favor, alguém avise os paleoantropólogos. Estes sujeitos afirmam que um cérebro mais pequeno que o normal é indicador de uma criatura mais primitiva e com menos inteligência.

Se os indivíduos a quem eles atribuem menos inteligência estivessem vivos hoje, isso seria considerado racismo, já que há indivíduos que têm cerebro pequeno mas são perfeitamente normais e humanos. Mas como os antepassados humanos estão mortos, não há problema em etiquetá-los de broncos primitivos.

Ver também: Homo erectus de Dmanisi derrubaram preconceitos evolucionistas
_______________________________________________________

2) Mesmo a mais simples célula é extraordinariamente complexa. Foi revelada a “planta” da maquinaria celular de um pequeno organismo, aumentando, assim, a compreensão da vida a nível celular. A Nature diz: “Mas a investigação também mostra o quão longe os biólogos estão de compreender a base bioquímica de uma das mais simples criaturas“. O título é sugestivo: “Organismo unicelular faz muito com tão pouco“.

Não existem organismos simples. Mesmo o mais simples organismo unicelular é extremamente complexo e a sua maquinaria celular funciona de forma complexa e harmoniosa. Um evolucionista acredita que construções biológicas como esta surgiram espontaneamente. É como se os componentes de uma placa gráfica e as instruções genéticas necessárias ao seu funcionamento surgissem e se juntassem naturalmente, sem intervenção de uma mente inteligente. A ideia é ridícula, mas os evolucionistas acreditam numa coisa parecida.

Nas palavras de Thomas Steitz, vencedor do Prémio Nobel da Química em 2009 [meu destacado]: “How evolution managed to progress from making a random peptide to messenger-directed synthesis, we haven’t a clue“. Ninguém faz a mínima de como a vida evoluiu através de métodos naturalistas, mas os evolucionistas ensinam isso aos miúdos como se fosse uma verdade científica. Poderosa fé.
______________________________________________________

3) Formigas precisam das bactérias para se alimentarem. Certas espécies de formigas servem-se das bactérias como fertilizante. Cameron Curie, coordenador do estudo, disse que as formigas aumentam a sua colheita através de associações simbióticas com as bactérias.

Existem inúmeras simbioses entre distintas formas de vida. Este tipo de relações traz benefícios a ambas as partes envolvidas. Uma necessita da outra para subsistir e desenvolver-se. Para se vêr como isto é problemático para o gradualismo evolucionista, tentem imaginar o que ambas as formas de vida faziam enquanto uma esperava que a outra evoluísse.

Já de um ponto de vista criacionista, as relações de simbiose não são problema, já que os diferentes organismos foram criados com poucas horas de diferença uns dos outros.

Outro exemplo de simbiose: Há design na Natureza? Algas
______________________________________________________

4) Mutações em 5 genes provocam doença de Parkinson. Cientistas descobriram que algumas pessoas com descendência japonesa e europeia têm versões mutantes de 5 genes, que os coloca com um risco maior de desenvolverem a doença de Parkinson.

Só destaquei esta notícia para lembrar o que as mutações fazem em grande parte: danificam o material genético existente. Praticamente todas as doenças se devem a mutações genéticas. O evolucionista afirma que este mecanismo destruidor e nocivo à saúde foi o responsável por criar nova informação genética ao longo dos mais de 500 milhões de anos de evolução.

O poder criativo da Nossa Senhora da Santa Mutação foi derrubado em 2004, quando evolucionistas propuseram que “centenas, senão milhares de mutações em centenas ou milhares de genes” moldaram o complexo cérebro humano. O que o poder da fé não faz.
______________________________________________________

Para seguir diariamente estas e outras notícias a respeito do debate “Evolução vs. Criação”, segue A lógica do Sabino no twitter.


61 comentários so far
Deixe um comentário

Qual o problema de voces crentes com os evolucionistas e com os ateus ?

……Incomodamos tanto porque?
…Voces não vão pro céu e nos pro inferno?
…..Então qual a precocupação?
..Encheção de saco desnecessaria essa sabia?
….Isso é recalque por vivermos sem se prender a tradições primitivas?
..É inveja por conseguirmos prosperar sozinho sem ajuda de um magico?
…E dai que ensinam a evolução no colegio?
..Não tem colégio que tem aula de “religião”?
…..Matriculem os filhos de voces la oras!
…Não vejo nenhum evolucionista entrando na justiça contra esses colégios como voces o fazem não é verdade?
….Quer atribuir TUDO à seu Deus vá em frente!
…Quer sustentar pedofilos vá em frente, é o filho de voces que estão lá, certo?(não aconselho)
..Quer doar 90% do salario vá em frente!
..Fica esse stress a vida inteira querendo converter O MUNDO !

…..SE VOCES DIZEM QUE SEU DEUS DEU O LIVRE ARBITRIO, QUEM SÃO VOCES PARA TIRA-LO DE NOS ?
.
…Pensem!(e deixem de ser chatos, incovenientes
e invejosos)

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Sabino:

“Estes sujeitos afirmam que um cérebro mais pequeno que o normal é indicador de uma criatura mais primitiva e com menos inteligência”

É indicador, mas não é indicador que por si só, conclusivo.

“Mesmo o mais simples organismo unicelulares é extremamente complexo e a sua maquinaria celular funciona de forma complexa e harmonios. Um evolucionista acredita que construções biológicas como esta surgiram espontaneamente.”

1 – A ciência não diz que os organismos unicelulares surgiram espontaneamente:

Idéias de Oparin:

Aminoacidos – proteínas – coacervados –
coacervados complexos com capacidade de duplicação – primeiro ser vivo.

2 – Os organismos unicelulares também evoluiram com o decorrer do tempo.

“tentem imaginar o que ambas as formas de vida faziam enquanto uma esperava que a outra evoluísse.” (simbiose)

Eram outra espécie, a simbiose permitiu que a especialização ocorresse desta forma, pois proporcionou uma vantagem evolutiva.

“Já de um ponto de vista criacionista, as relações de simbiose não são problema”

Por isso a sociedade tão pouco evoluiu científicamente na idade média.

“Só destaquei esta notícia para lembrar o que as mutações fazem em grande parte: danificam o material genético existente”

E na menor parte o ocorre?

Comentar por Clayton Luciano

luciano,

“1 – A ciência não diz que os organismos unicelulares surgiram espontaneamente:”

A ciência não, mas o naturalismo…

“2 – Os organismos unicelulares também evoluiram com o decorrer do tempo.”

Tua fé. Só faltam as evidências.

“Eram outra espécie, a simbiose permitiu que a especialização ocorresse desta forma, pois proporcionou uma vantagem evolutiva.”

Pregação.

“Por isso a sociedade tão pouco evoluiu científicamente na idade média.”

Os diversos ramos da ciência avançaram graças às descobertas de criacionistas.

Comentar por alogicadosabino

Romano,
e qual é o problema em repor a verdade?
E tu, porque te incomodas connosco?

(Ah, e por acaso mentiras incomodam-me… :P)

Comentar por JoanaPaz

QUAL O PROBLEMA EM REPOR A VERDADE?
Voce sabe qual é a verdade?Hein?

É necessario fé para acreditar em suas verdades !
…Suas verdades não precisam ser provadas!
..O que voce afirma ser verdade não pode ser provado CONCRETAMENTE, NEM NINGUEM TENTA !
…O que eu ACHO ser a verdade pelo que podemos provar, experimentar e assistir NO MOMENTO, TENTAMOS PROVAR A TODA HORA !
……………….
..Não me incomodo com “voces”,
…não fui eu quem criou um blog que fala mal de “voces” FOI ?
….A unica coisa que me incomada é quando batem palmas no portão da minha casa SABADO E DOMINGO 8:00 horas da manhã pra me vender panfletinho evangelico e me convidar pro culto!
……..Não vejo nenhum evolucionista vendendo A ORIGEM DAS ESPECIES de porta em porta nem convidando pro debate !

Comentar por ROMANO LIMA AROS

tu és ateu porque te acordaram!!!

Comentar por Nuno Dias

quase isso,
..
….sou ateu porque acordei!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

No ponto 1, achei piada ao tipo que não acredita em evolução estar preocupado com os antropólogos “chamarem” retardados aos homínideos ancestrais. Acho que a evolução já está tão enraizada que até o Sabino a usa no racíoncino😛 muahahaha

Comentar por Selfish Gene

Mais um rude golpe na ciência!

O Sabaino invalidou a grande conjura dos evolucionistas!

Como todos eles devem tremer de medo!

O Sabino descobriu que els andavam todos, em todos os ramos da ciência e em todas as universidades do mundo a conjurar contra a particular interpretação teológica dos evangélicos!

Tudo em vão!

O Sabino descobriu isso e vai obrigá-los a retratarem-se!

Todos os historiadores , de todo o mundo, reescrevem a história para ela estar de acordo com a versão do Sabino!

Os astrónomos, biólogos, antropólogos, sociólogos, fisicos e quimicos queimam os livros em auto de fé e gritam em coro:

– Oh cegos que fomos! Nunca vimos os seis mil anos e a arca de Noé!

O coro de anjos , como numa tragédia grega, canta :

– Santo, Santo, Santo e o senhor! Deus do Universo! Fora a evolução e a relatividade!

E os cientistas arrependidos voltam a ler a biblia e a decsobrir que tudo isto começou há seis mil anos. Que lindo !

Foi um dia bonito ede muito proveito para o Senhor, Deus de Israel, não da Palestina que esses são menos importantes.

Estou ansioso para ler os jornais e as conclusões que os ateus vão tirar disto.

Grande Sabino!

Não foras tu e andavamos todos na maor das ignorâncias!

Allah u Akbar!

Ups!

Deus errado…

Comentar por joaomelodesousa

Darwin tinha razão e o mundo estava errado

Comentar por Nuno Dias

Caros ateus,
os vossos textos parecem de sogras a falar sobre noras.

Caros cristãos,
pequenos insectos podem ser tão inteligentes quanto os animais grandes e com grandes cérebros
Nem tu acreditas nisto Sabino. Mas naturalmente que para animais com volumes cranianos semelhantes é possível.

Um evolucionista acredita que construções biológicas como esta surgiram espontaneamente.
em passos graduais, ao longo de milhões de anos

como isto é problemático para o gradualismo evolucionista,
o adn mitocondrial surgiu por simbiose, não há problema nenhum

O evolucionista afirma que este mecanismo destruidor e nocivo à saúde foi o responsável por criar nova informação genética ao longo dos mais de 500 milhões de anos de evolução.
não é papão

Comentar por Nuno Dias

Tudo que desminta um Deus, mesmo sem a intenção, é e sempre será considerado pelas mentes primitivas, obra do capeta!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Mas complexidade não indica design, Sabino!
Antes pelo contrário! O objectivo do design é tornar as coisas simples.

Comentar por Blackality

Blackality,

“O objectivo do design é tornar as coisas simples.”

O objectivo do design é fazer com que as coisas funcionem. Enquanto não conseguires mostrar a força não-inteligente capaz de criar o design da natureza (e, diga-se, o melhor design já visto pelo ser humano), a tua teoria continuará a sobreviver à base da fé e da eliminação da dissidência.

Abraço

Comentar por alogicadosabino

O melhor design já visto pelo ser humano, e contudo tentamos melhorá-lo, achamos que há coisas que podemos compor e melhorar (as próprias mutações malévolas como diz o Sabino fazem parte desse design). Deus é imperfeito, e o Homem consegue ver além da sua criação?

Comentar por Selfish Gene

Antes de mais, o primeiro problema do chamado “Design Inteligente” é o nome, passo a explicar:
Uma solução para um problema deve abordar os parâmetros do problema, ou é simplesmente irrelevante. Qualquer teoria sobre ID deve, de alguma maneira, abranger o agente e o propósito, ou essa teoria não é realmente sobre design.No entanto,mesmo que o ID conseguisse provar o design isso não significaria nada, isso não iria dizer nada sobre design no sentido usual. O ID como é, hoje em dia, não faz previsões, é então não-cientifico e inútil. A teoria do ID não gerou pesquisa, de todo.

Mesmo assim, pelos padrões humanos

Comentar por Blackality

Algumas observacoes sobre ID:

1) Design “inteligente” nao significa design “perfeito”. Meu notebook eh fruto de inteligencia, mas nao eh perfeito.
2) ID nao nega aspectos da Evolucao. Nem o criacionismo nega aspectos da evolucao.
3) ID nao se preocupa com a identificação do designer.
4) ID tem artigos e livros cientificos publicados “peer-review”.
5) Sugiro o blog do Dembski a fim de evitarmos distorções e repetição de falsas alegações sobre o ID.
http://www.uncommondescent.com/faq/

Comentar por Vanessa Meira

Se ID não se preocupa com a dentificação do designer então ID não é uma teoria sobre design.

Comentar por Blackality

Se ID não se preocupa com a dentificação do designer então ID não é uma teoria sobre design.

And this closes the circle… xD

Comentar por Selfish Gene

Ah sim, como não percebi isso antes, gênios!

Quer dizer que “design” e “designer” é a mesma coisa?

Se eu me proponho a detectar atividade inteligente (design) sem me preocupar em identificar exatamente o agente (designer), qual o problema?

As companhias de seguro, arqueólogos, criptógrafos, e cientistas forenses aguardam vossas dicas geniais.

Muitas pessoas trabalham diariamente apenas com a possibilidade do “alguém fez?” e não “quem exatamente fez?”

Cada dia uma decepção com os céticos… Volta Jesus, e recupera essas mentes!

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa, em Ciência quando uma teoria fala de Design, deve falar num agente e num propósito ou então a teoria não fala de design, é não-cientifica e inútil.

Os adeptos de ID não conseguem definir design ou inteligente, nem conseguem aplicar os termos correctamente. Muito devido ao facto de ID ser um movimento religioso e filosófico (quem o disse foi um dos pioneiros de ID) e não algo propriamente cientifico. Como filosofia ID tem o seu valor, como ciência é zero.

Comentar por Blackality

Muito bem, falar-se num agente não é ter obrigação de identificá-lo.

O ID fala num agente. Identificá-lo é tarefa subsequente. assim como o perito pesquisa e diz “não foi acidente, foi planejado, atividade criminosa”.

O trabalho dele acaba por aí. Mas vc o pegaria pelo colarinho e exigiria o “me dê o nome do ‘agente’, ou o teu trabalho é puro charlatanismo!”. Genial!

Aplique a mesma exigência à arqueologia, cripotografia e ao pessoal do S.E.T.I quando receberem uma sequência de números primos e disserem que isso é atividade inteligente extra-terrestre.

Seja pelo menos coerente em tuas exigências.

Comentar por Vanessa Meira

É diferente, não confundas as coisas.

ID fala não fala num agente e propósito, fala num “Deus”, que não pode ser identificado ou observado. No entanto os termos “design” e “inteligente” continuam sem estar definidos. Como se pode explicar algo com base no ID se o que a teoria diz ainda é incerto?

Comentar por Blackality

Então Vanessa? Para os arqueologos e cientistas forenses basta dizer alguém fez? è que ver um gajo morto no chão com um tiro na cabeça e dizer alguém o matou… não é preciso ser cientista forense.
E não me venhas com o Jesus salva-os…

Comentar por Selfish Gene

ID não fala em “Deus”, amigo…
Existem proponentes do ID que falam, pois alguns são teístas. Outros não mencionam “Deus”, pois são agnósticos, deístas, etc.

O que os adeptos fazem posteriormente com a idéia é responsabilidade deles (assim como existem evolucionistas teístas, cristão, ateus etc).

Deus e religião não entram no modelo teórico do ID. Me parece que tudo o que sabes do ID é o que te falaram ou o que leste no talkorigins ou qq outro antro cético.

Seria legal tu saberes alguma coisa sobre o assunto antes de dar palpite.
Comece usando fontes primárias: se tivesses lido o link q te dei terias evitado todo esse diálogo tonto.

Comentar por Vanessa Meira

Selfish, liberta-te da opressão do teu gene egoísta por um instante e raciocine por si. Tu não és o cãozinho do Pavlov, suponho…

Para inferir que houve atividade inteligente numa coleção de riscos não é necessário saber exatamente quem fez.

Para inferir atividade inteligente numa sequência de números primos captados pelos radares, não precisas dizer se foram os marcianos ou os kriptonianos Será interessante saber posteriormente, mas não é necessidade a priori para validar a inferência.

Sobre ciencia forense, tu achas que o é perito que vai atrás do “designer” do “acidente” forjado…

Tu achas que a inferência de atividade inteligente a partir de uma pedra lascada não é válida por não sabermos quem fez… Devemos lançar na conta da natureza e do acaso…

Eu não sou representante do ID, mas vcs estão me decepcionando, ‘gajos’..
Convido-te a respirar um pouco de ar puro no mundo racional que existe fora da tua caixinha.

Comentar por Vanessa Meira

Não inventei nada. São standards científicos. Design abrange os conceitos que disse anteriormente.

Continuo sem uma definição de “inteligente”. Design já defini segundo os padrões científicos. O design que o movimento do ID fala não é realmente design.

Esquecendo tudo isto por um momento, que importância tem o ID? é uma teoria que não faz previsões, não fomenta a pesquisa… é inútil como ciência!

Sim, ID é religião, foi um dos pioneiros do ID que o disse. Muitos dos livros de ID são publicados por editoras que publicam também livros cristãos. ID é desde o principio apenas uma maneira de tentar ensinar pseudo-ciência nas escolas e de fazer com que a comunidade cientifica leve o criacionismo a sério (até agora falhou). Deixem-se estar com a religião, ninguém vos obriga a ser ateus. Os modelos quânticos mais recentes mostram que a presença de um criador é desnecessária (talvez até impossível). Todos os factos apontam para as bases do evolucionismo estar certo. É claro que é uma teoria que ainda precisa de ser refinada, mas as suas bases estão correctas.

Comentar por Blackality

Jeez Vanessa, que falta de noção. Comentário muito agressivo, mas afinal quem é o cão de Pavlov aqui?? Sou eu que digo foi ID, ponto? O Blackality já disse tudo, ID não é ciência, é abolir o pensamento científico. Que raio de teoria é essa? Foi ID, não interessa quem. A ciência tenta explicar os fenómenos, e como já disse aqui, a vida não foi designed, não é o que se observa. E já agora, que ciência forense é essa em que eu digo, foi fruto de um humano, e não preciso de identificar autor??? Sinceramente, tu é que estás a desiludir

Comentar por Selfish Gene

Selfish,
A única falta de noção q detectei foi a vossa a respeito do ID. Como disse, não sou representante do ID, mas sei que o q a dupla afirmou aqui não corresponde aos fatos:

“ID não é ciência”: http://www.uncommondescent.com/faq/#notsci

“Não publica nada científico”: http://www.discovery.org/a/2640

“Não faz predições científicas”: só para começares a entender como repetes coisas sem verificar, o funcionalidade do DNA-lixo foi prevista tendo por base o pensamento ‘teleológico’(objetivo), que é uma das pressuposições do ID, e não da teoria da evolução. Os evolucionistas exibiam o DNA-lixo como um troféu darwinista que supostamente comprovava a falta de “design”. Esse é apenas um exemplo. Basta te informar melhor.

“ID é religião e fala de Deus”: http://www.uncommondescent.com/faq/#smascrtn

Veja, para cada mantra falacioso há uma resposta simples e objetiva. Bastava ler.

Sobre o cãozinho do Pavlov: deverias conhecê-lo, pois determinismo, behaviorismo e condicionamento tem algo a ver com as tuas idéias e com o teu nick simpático (Gene Egoísta). Se te ofendeste com isso, sinto muito, mas conhecimento geral iria te fazer bem. Sugiro mudares o teu nick já q te ofendes com a leve menção ao condicionamento.

De qq forma, sinto tê-lo “ofendido”.

Comentar por Vanessa Meira

Black
“Muitos dos livros de ID são publicados por editoras que publicam também livros cristãos.”

E daí? Tu julgas o argumento pela editora?

É interessante o vosso comportamento qdo confrontado com os fatos: acrescentam desculpas e mais desculpas ad hoc. Falácia Red-Hering. Não sei a relevância disso, mas tecerei comentários mesmo assim.

O “Design Inference”, de Dembski foi publicado pela Cambridge University Press. Creio q já ouviste falar. Acho q tens um problema aí: publicam livros cristãos e filosóficos.

Editoras da Universidade de Oxford (A mesma editora do “Selfish Gene” do Dawkins), Cambridge, Universidade Estadual do Michigan, de Nova York, etc publicam livros do ID.

Qual a relevância do teu argumento mesmo?

Comentar por Vanessa Meira

Era uma constatação, pois, parece que o ID sempre estará conectado com a religião.

Não vejo falácia nenhuma nos meus argumentos, tu é que ainda não respondeste às minhas questões e observações.

Comentar por Blackality

A vida, no seu todo, não revela grande design.

Comentar por Blackality

Blackality sou da tua team lool. Pior que isso, se a vida surgisse por Design, teria desaparecido há muito. O design (adaptar ou criar algo para fazer face a um problema/situação) é insuficiente, só mesmo um mecanismo como o da teoria da evolução consegue originar este nível de diversidade e esta capacidade de sobrevivência a várias intempéries…

Comentar por Selfish Gene

Vanessa:

“Cada dia uma decepção com os céticos… Volta Jesus, e recupera essas mentes!”

1 – Esta volta está PRÓXIMA desde aquela época:

Hebreus 10:37 — Pois ainda em BEM POUCO TEMPO, aquele que há de vir, virá, e NÃO TARDARÁ.

Tiago 5:7–8 — Portanto, irmãos, sede pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba as primeiras e as últimas chuvas. Sede vós também pacientes;
fortalecei os vossos corações, porque A VINDA DO SENHOR ESTÁ PRÓXIMA

Mateus 16:27 – alguns que aqui há que não provarão a morte (tem gente com 2000 anos?)

Mateus 10:23 – (Será que até hoje, as cidades de Israel, não foram visitads por cristãos?)

Apocalipse 1:7 – (até os romanos que mataram Jesus presenciariam a sua volta)

Mateus 24:34 – (Não passará esta geração até que
TODAS, TODAS as coisas se cumpram.)

Mateus 26:64 – Vereis em BREVE…

1 Tessalonicenses 4:14-15 – (Nos que FICARMOS VIVOS para vinda do Senhor…)

2 – Se for Lúcifer o criador deste mundo, ou rir demais de voce.

Comentar por Clayton Luciano

https://alogicadosabino.wordpress.com/2008/06/07/jesus-nao-voltara-se-ceptico-quanto-aos-cepticos-parte-1/

Não deixe de ler as partes 2, 3, 4.

Comentar por Fabricio Lovato

É tipo o fim do mundo bíblico: está perto desde o século primeiro…

Comentar por Blackality

Vanessa:

O Design é falseável?

Comentar por Clayton Luciano

Sim, é. Por que? E se não fosse, qual seria o problema?

Comentar por Vanessa Meira

Se fosse falsificável significa que não é ciência, pois qualquer facto “caberia” nessa teoria.

De qualquer maneira gostaria que desses exemplos de observações que falsificaram o Design.

Comentar por Blackality

Se fosse falsificável não seria ciência?
Explique-se melhor. Não seria o contrário?

Já o teu pedido de exemplos é mais uma evidência de q não sabes do q falas.

Pergunto-te: pq os evolucionistas gritam aos quatro ventos que Kenneth Miller refutou a “complexidade irredutível” de Michael Behe?

Se isso fosse verdade, ele teria falsificado a idéia de Behe. Não creio que ele tenha feito, mas é um exemplo básico de q a teoria está aberta ao totem semi-divino da adorada falseabilidade.

Agora é uma demonstração de burrice dizer que a “complexidade irredutível” foi refutada e ao mesmo tempo dizer que ID não é falseável. Ou uma coisa, ou outra.

Comentar por Vanessa Meira

Eu não estou a dizer que não é falseável, estou a dizer que se não fosse falseável era uma problema.

Estava a pedir exemplos de possíveis cenários em que o Design era rejeitado.

No caso do evolucionismo, ver algo a ser criado era um cenário em que o evolucionismo era rejeitado.

Comentar por Blackality

“Muitos dos livros de ID são publicados por editoras que publicam também livros cristãos.”

E daí? Tu julgas o argumento pela editora?”

Mas que pseudo-argumento mesmo estúpido. Isto é o tipo de argumentação de quem não sabe o que dizer mais. O problema dos espaços publicos de discussão
é que qualquer leigo como o Blackality pode dar opiniões e achar-se sábio aos seus olhos. Só que como dizia o grande rei sábio Salomão, a pessoa só parece inteligente até abrir a boca (neste caso, escrever). (Provérbios 17:28)

Comentar por alogicadosabino

Não sabe o que dizer mais? Fiz uma série de perguntas, de constatações e de afirmações. Ainda não me responderam.
Leigo? Sim, sou leigo. Mas que dizer de pessoas que vão contra uma inteira Ciência com pouca ou nenhuma ciência por trás?

Irónico é que tudo o que o chamado criacionismo parece fazer é atacar o evolucionismo sem oferecer uma alternativa cientifica melhor.

Eu, sinceramente, não acredito em Deus. Os modelos de Física Quântica para a origem do Universo não requerem um criador (aliás, até rejeitam)e não há observações extra-religiosas que apontem para a existência desta entidade. Agora, ninguém vos impede de acreditar. Mas é isso: acreditar.

Tal como a Ciência não deve meter-se em questões de cariz mais filosófico e espiritual a Religião não deve meter-se na Ciência.

Cada macaco no seu galho.

Comentar por Blackality

Black,

“Mas que dizer de pessoas que vão contra uma inteira Ciência com pouca ou nenhuma ciência por trás? “

Tens de falar com essas pessoas.

“Irónico é que tudo o que o chamado criacionismo parece fazer é atacar o evolucionismo sem oferecer uma alternativa cientifica melhor.”

Tu não queres uma alternativa científica. Queres uma alternativa naturalista.

“não há observações extra-religiosas que apontem para a existência desta entidade. Agora, ninguém vos impede de acreditar. Mas é isso: acreditar.”

Mas claro que há. O facto de o universo ter tido um início aponta para uma entidade criadora que colocou em cena as propriedades que apareceram no início (tempo, espaço e matéria).

“As observações em que a evolução é baseada, incluindo anatomia comparativa, genética e fósseis, são replicáveis. Em muitos casos, podes repetir as observações.”

Os criacionistas têm as mesmas observações. O que muda entre ambos é a interpretação dada às observações. Não se discute ciência. Discute-se sim as cosmovisões a partir das quais as observações são interpretadas.

De que forma é os fósseis são replicáveis?

Abraço

Comentar por alogicadosabino

“Irónico é que tudo o que o chamado criacionismo parece fazer é atacar o evolucionismo sem oferecer uma alternativa cientifica melhor.”

O naturalismo que a ciência adopta é o
naturalismo metodológico. Ela não assume que a natureza é tudo que existe, a Ciência meramente observa que a natureza é o único padrão objectivo que temos. O sobrenatural não está excluído a priori. Quando o sobrenatural tem resultados observáveis que podem ser estudados cientificamente , a Ciência estuda o sobrenatural. O sobrenatural tem pouca atenção
da Ciência porque nunca foi observado (ou pelo menos observações com credibilidade). No entanto, há muitos cientistas que usam o naturalismo mas que acreditam em mais que a Natureza.

“Mas claro que há. O facto de o universo ter tido um início aponta para uma entidade criadora que colocou em cena as propriedades que apareceram no início (tempo, espaço e matéria).”

Não necessariamente. O Universo não precisa de uma primeira causa.

Por definição, a causa vem antes do evento. Se o tempo começou com o Universo então falar em “antes” não tem lógica. Como não se pode aplicar o “antes”, o Universo não precisa de uma causa. Além disso, o que causou “Deus”, se vais responder que Deus não precisa de uma causa então poupa esforço, porque por esse raciocínio o Universo também não precisa.

“Os criacionistas têm as mesmas observações. O que muda entre ambos é a interpretação dada às observações. Não se discute ciência. Discute-se sim as cosmovisões a partir das quais as observações são interpretadas.

De que forma é os fósseis são replicáveis?”

Espera, agora não percebi. Como é que a partir da observação de fósseis concluis que Deus existe e que ele criou todos os seres na Terra e que esta apenas tem 6000 anos?

Já agora, não são os fósseis que são replicáveis, são as observações. Fazes uma escavação, achas um fóssil em determinadas condições e com determinadas características, vais a outro local, fazes uma escavação e vês que encontras o mesmo fóssil com as mesmas características num meio semelhante. Não sou grande versado em arqueologia mas é algo do género.

Paz

Comentar por Blackality

“Por definição, a causa vem antes do evento.”

Não apenas cronologicamente, mas logicamente também. Vc está omitindo isso por conveniência ou por ignorância?

“Se o tempo começou com o Universo então falar em “antes” não tem lógica.”

Não faz sentido cronologicamente, mas logicamente sim.
Desde quando causa, efeito e a própria lógica estão condicionados a tempos cronológicos?
Seu argumento é falacioso.

Uma causa antecede a um efeito também logicamente, não apenas cronologicamente.
Por exemplo: Uma afirmação é um resultado de premissas. Afirmação é o efeito e as premissas, a causa. As premissas podem vir depois da afirmação cronologicamente, mas isso não significa que elas deixem de ser a causa da afirmação.

Comentar por silva

Tudo bem. Então levas com a questão de “o que causou Deus?”. Além disso um Universo pode existir sem uma primeira causa: Universo pulsátil, choque de membranas, flutuações quânticas… Há vários modelos que sugerem um Universo sem um criador.

Comentar por Blackality

Visto que Deus é o nome que damos à primeira causa, não faz sentido essa pergunta.
É o mesmo que perguntar : O que causou a primeira causa?
Uma primeira causa é uma necessidade lógica que por definição não precisa ser causada. Caso contrário não seria primeira causa.

Pode-se objetar que a primeira causa não tem necessariamente que ser Deus.
Mas uma vez que a primeira causa é uma necessidade lógica, ela é também eterna, indestrutível e incorruptível, e com poder criativo em si mesmo, os mesmos atributos do Deus cristão.
O mesmo não se pode dizer do universo. O universo não é eterno, indestrutível e incorruptível nem com poder criativo em si mesmo. E esta é inclusive uma constatação científica, apesar do argumento não necessitar dela, pois é logicamente impossível um infinito real de eventos passados.

Todos estes modelos falham em provar que algo possa surgir do nada, e necessitam de um salto de fé bem maior do que aquele que dizem o teísta precisar.
Efetivamente, a única coisa que estes modelos fazem é empurrar a questão um passo atrás.

Comentar por silva

Enfim alguém com algum senso argumentativo!
No entanto, apesar da aparente impossibilidade da questão o facto é que esses modelos físicos que expliquei não necessitam de um criador. No caso do Universo pulsátil, o universo não teria principio ou fim.
Quanto à questão, penso que faz todo o sentido pois se Deus não precisa de uma causa, o Universo também não precisaria.

Paz

Comentar por Blackality

As evidencias que possuimos apontam ao menos a um inicio do universo. Os outros modelos sao relatos metafisicos.

Sobre “se Deus não precisa de uma causa, o Universo também não precisaria”, comparaste coisas incomparaveis. A Causa Primaria eh uma necessidade logica para que o universo como o conhecemos exista.

Eh logicamente impossível o universo ter sempre existido. E eh impossível logicamente que ele tenha vindo a existir sem uma causa.

Estranho que um cientificista como tu tenha rapidamente pulado no barco metafísico…
Bem, seja bem-vindo, mas esse eh o barco que cristãos dominam a seculos.

Comentar por Vanessa Meira

Não é necessariamente metafísica.
No caso do Universo pulsátil bastaria provar que ou invés do Universo acabar com um Big Freeze acabaria com um Big Crunch, e após esse Big Crunch sucederia um Big Bang, e assim sucessivamente…

No caso de modelos quânticos, aí sim, são coisas mais teóricas. Mas têm bastantes boas bases matemáticas, a hipótese do choque de membranas, apesar de ainda muito teórico, é ainda ciência.

Mas independente do modelo a origem do Universo ainda é algo misteriosa. Apenas acho que a hipótese de Deus é um bocado deixada de lado tendo em conta o mar de respostas possíveis com bastantes (e melhores) bases.

Mas é como um professor de Física me dizia: “Pensar para além do Big Bang não faz sentido, pois não havia tempo”. E até agora, todas as acções, incluindo criação, necessitam de tempo.

Comentar por Blackality

“apesar de ainda muito teórico, é ainda ciência.”

O que aconteceu com “em Ciência requer-se que as observações possam ser replicadas”?

E com o “coloca-se uma hipótese e vai-se ver se ela está de acordo com as observações”?

Eu afirmo desde sempre que se não existissem suposições a ciência seria impossível. Mas pra quem fica levantando a bandeira do “eu sigo somente as evidências!!!” tu estás fraquejando ao insistir nesses modelos teóricos aí. As evidências que temos apontam para um começo. Um começo.

E não entendi qual é o problema da criação com o fator “tempo”. Não haver tempo é o que torna o argumento cosmológico muito mais forte: mostra que a Causa Primária não está restrita ao tempo, é atemporal.

Comentar por Vanessa Meira

Compreendo que seja difícil assimilar estes conceitos.
Esses modelos são teóricos, mas têm boa base matemática. E, normalmente, quando as bases matemáticas são boas as teorias têm pernas para andar, e, muitas vezes, confirmadas com observações concretas.
Quanto ao Universo Pulsátil é uma teoria que, até agora, está um bocado em maus lençóis, pois, tudo indicada que o Universo irá acabar com um Big Freeze. Mesmo assim, modelos quânticos sugerem um Universo sem criador (choque de membranas que provoca uma singularidade). Isso é um começo, sem dúvida, apenas mostrei o Unverso puslátil para dar ideia que há modelos que sugerem um Universo sem principio.
Tens de compreender que sem tempo não há nada! Não se pode falar em “antes” porque isso implica a existência de tempo!

Comentar por Blackality

Black,
procure o Argumento Cosmológico Kalam.
É um argumento teísta, e ele não tem problema nenhum com essa questão do tempo, ao contrário: a sua força reside justamente nisso.

O modelo-padrão de big bang descreve um universo que teve um começo. Isso é ciência, acho que concordas.

Já comentei sobre as “singularidades”. Isso é metafísica, amigo. Um cientificista como tu deveria entender o são as “singularidades”. O Alexssc poderia até mesmo nos explicar se as “singularidades” são naturais, sujeitas á análise, observação e todo o ritual de culto cientificista.

Comentar por Vanessa Meira

Quanto ao Argumento Cosmológico Kalam, aconselho a ler o seguinte artigo > http://dmurcho.com/docs/kalam.pdf

Sim, o universo, pelo modelo do Big-Bang teve um começo. Claro que é ciência.

O choque de membranas apesar de altamente teórico tem uma boa base sólida de matemática. Tens alguma teoria criacionista com uma boa base matemática?

Comentar por Blackality

Black,
Eu li a resposta de Quentin Smith, e conheço o debate entre ele e Craig. Mas não era esse o assunto.

Estávamos discutindo a tua objeção do “não existia tempo” e não o argumento kalam em si.

Citei o argumento apenas para mostrar q vc estava reclamando de algo sem sentido.

Se vc já superou a antiga dúvida podemos mudar de assunto.

Comentar por Vanessa Meira

O Big-Bang é o principio do tempo e do espaço. Antes do Big Bang não havia tempo ou espaço. Nesse ponto concordamos, certo?

Comentar por Blackality

Blackality:

Mas Big Bang não criou matéria, criou?

“Em um sentido mais estrito, o termo “Big Bang” designa a fase densa e quente pela qual passou o universo”(http://pt.wikipedia.org/wiki/Big_Bang).

Comentar por Clayton Luciano

Não “criou” matéria, apenas “espalhou” matéria pelo espaço fora, em expansão. A matéria depois organizou-se em átomos, moléculas, etc…

Agora perguntas-me: De onde veio o caldo de quarks e os leptões? A explicação reside no choque membranar, pelo menos é aquela mais fiável.

Comentar por Blackality

Blackality:

Antes do Big Bang havia matéria, então o Big Bang não é o início do início…de tudo.

Do Big bang para cá pode ser ou não, mais recente do que do Big Bang para lá.

Comentar por Clayton Luciano

É o início do tempo e do espaço.

Comentar por Blackality




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: