No princípio criou Deus os céus e a Terra


A flor trebuchet
Janeiro 13, 2010, 9:45 am
Filed under: Evolução/Big-Bang

Quem joga  Age of Empires certamente que faz upgrade das suas catapultas e trebuchets na Siege Workshop. Quanto menos tempo eles levarem para lançar as suas pedras, mais rápido destruiremos as aldeias inimigas. O que recentemente investigadores descobriram foi que esse tipo de arquitectura não está só nesse armamento antigo.trebuchet1

A planta Cornus canadensis, uma flor típica das florestas norte-americanas não perde tempo na hora de desabrochar. Usando uma câmara de alta velocidade, os cientistas mostraram que a C. canadensis pode abrir suas pétalas, catapultando o pólen ao ar, em menos de 0,4 milissegundos! (1)

Muitas pessoas pensam nas plantas como estáticas e sedentárias“, disse Joan Edwards, um dos investigadores. “Nós ficámos surpresos com a rapidez com que essa flor se abre” (2). E têm mesmo razão para ficar. Os investigadores começaram por utilizar uma câmara de alta velocidade que tira 1000 fotos por segundo – mas as imagens ficaram desfocadas, indicando que a câmara era lenta demais! Somente quando utilizaram uma câmara superveloz, que tira 10.000 fotos por segundo, eles conseguiram capturar no filme exactamente o que acontece quando a C. canadensis “explode”.

trebuchet2

Quando as flores se abrem, numa explosão, as pétalas separam-se rapidamente (dentro dos primeiros 0,2 milissegundos) e lançam-se para trás, fora do caminho dos estames, que carregam o pólen. Esses estames então abrem-se e aceleram-se a cerca de 2400 vezes a força da gravidade – aproximadamente 800 vezes a força que os astronautas experimentam durante um lançamento – catapultando os grãos de pólen ao ar “a uma altura impressionante de 2,5 cm“. Embora a primeira vista isso não pareça muito, as flores têm apenas poucos milímetros de altura. Essa é uma façanha equivalente a nós lançarmos uma rocha ao topo de um edifício de seis andares !

trebuchet3Na verdade, as pessoas aprenderam a realizar tais façanhas – através do uso de aparelhos como o trebuchet, um lançador de projécteis especializado usado nas guerras medievais. O trebuchet foi engenhosamente projectado, usando princípios da física (alavancas) para impulsionar objectos muito mais longe e muito mais rápido que uma simples catapulta.

É interessante que as anteras da C. canadensis assemelham-se e funcionam como trebuchets em miniatura, só que mil vezes mais leves, pequenas e rápidas. A carga (o pólen nas anteras) é atada ao braço lançador (filete) por uma “dobradiça” flexível, que conecta a antera ao topo do filamento. Depois das pétalas abrirem, a tensão dos filamentos desfaz-se, libertando energia elástica; a rotação da antera sobre o topo do filamento acelera o pólen à sua máxima velocidade vertical e lança-o, arremessando o pólen para cima.

A investigação foi publicada na Nature.

Design ou processos naturalistas graduais?

Sabendo que o trebuchet medieval foi inteligentemente projectado, seria lógico e racional dizer que a C. canadensis também foi? Naturalmente que sim. Além disso, o designer da C. canadensis teve a ideia primeiro e fez um trabalho melhor! É muito difícil imaginar como cada um dos componentes florais poderia ter surgido, em perfeita sincronia, por um possível processo de evolução gradual. Mas se há alguma coisa em que os evolucionistas são muito bons é em imaginação e especulação.

O mecanismo da C. canadensis aponta para o eterno poder e divindade do Deus criador (Romanos 1:20).

_________________________________________________________________

Modificado a partir do original: Considere a possibilidadeBANG! A flor-trebuchet


92 comentários so far
Deixe um comentário

Interessante. Se os céticos insistem no naturalismo, agora temos provas científicas de que os trabucos e catapultas surgiram por acaso.

Comentar por MVR

Fico imaginando como fica a mente das pessoas para tentar explicar algo desse nível sendo formado sem ação de um criador!
Devem ter que fazer muito esforço…

Comentar por Marcelo

Marcelo:

1- Por isso que digo, somos uma experiência de seres naturais superiores, isso aqui é um laboratório.

2 – Ou isso aqui é uma área de jogos que compramos passagem para vir aqui jogar.

Comentar por Clayton Luciano

1- Por isso que digo, somos uma experiência de seres naturais superiores, isso aqui é um laboratório.

2 – Ou isso aqui é uma área de jogos que compramos passagem para vir aqui jogar.

Ou então fomos criados à Imagem de Deus, como dia a Bíblia. Esta última hipótese tem a “pequena” vantagem de estar de acordo com as observações, e ser uma fundamental para se explicar fenómenos passados.

Comentar por Mats

Sem dúvida.
Continue a acreditar numa mentira, é mais fácil, não é?

Comentar por Nuno Dias

Parabens pra voce Marcelo…

……Não temos preguiça em fazer esforço!
…achamos melhor nos esforçar um pouquinho do que sair atribuindo tudo a um ser magico!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Caro Romano,

…achamos melhor nos esforçar um pouquinho do que sair atribuindo tudo a um ser magico!

Precisaram tirar 10.000 fotos por segundo para captar o processo de jogar o pólen ao ar! Algo bem complexo, não acha?
Peraí, então vamos pensar!
Você crê que esse texto (o meu) que acabei de escrever, foi digitado aleatoriamente sem ação de inteligência?
Que as letras foram formadas por forças da gravidade, ação do vento, calor,… e tudo de forma ordenada?
Duas questões:
1- Houve ou não inteligência por trás do mecanismo de aparecer as letras de uma forma organizada na sua tela?
2- Houve ou não inteligência por trás do mecanismo de jogar o pólen ao ar?

Abraço

Comentar por Marcelo

Caro Marcelo… Em relação á sua resposta ao Romano, só lhe pergunto algumas coisas:
1 – O que é inteligência??
2 – Existe livre arbítrio?
3 – A sua “inteligência” é assim tão única dos humanos e livre ou é uma característica emergente de muitas outras propriedades e particularidades biológicas, quimicas, físicas and so on??

Comentar por Selfish Gene

Marcelão…
..
….preste atenção nas minhas afirmações!
..
.a maça é vermelha, então alguem a pintou!
.a terra gira então alguem a fez girar!
.o sol brilha então alguem o fez brilhar!
.existe design inteligente então alguem o fez!
.
…PROVA DE PORTUGUÊS DO BRASIL !
.
…Qual o tipo de sujeito das orações?
..este sujeito é seu Deus!
..sujeito oculto!
.
…D.I. não pode aparecer ao acaso, então ALGUEM o criou?
.
…Alguem quem?
.
fail
fail
fail
fail
fail
fail
fail
fail
fail
fail

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Romano,
“D.I. não pode aparecer ao acaso, então ALGUEM o criou?
.
…Alguem quem?
.
fail”

Não ser capaz de identificar quem é a Inteligência por trás do fato não invalida a inferência do Design.

Para saber que houve atividade inteligente vc não precisa saber exatamente o nome de quem fez.

As companhias de seguro, os investigadores e peritos criminais, arqueólogos e o pessoal do S.E.T.I. esfregariam a sua cara no chão por essa objeção grotesca.

Comentar por Vanessa Meira

quem disse que invalida?

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Design ou processos naturalistas graduais [aleatórios]?

É design, da melhor qualidade.

Comentar por nilo

Fraquinho o vosso criador. Estou a ficar careca.

Comentar por Nuno Dias

Ruínas, marcas, rabiscos, pedras lascadas e sinais duvidosos são suficientes para se inferir atividade inteligente em diversas áreas do conhecimento (arqueologia, paleoantropologia, criptografia, ciência forense, etc).

O mecanismo dessa flor aponta para um plano inteligente. Mesmo que não se reconheça Deus, deve-se reconhecer que há inteligência nos bastidores. O ex-ateu Antony Flew reconheceu a superioridade desse raciocínio.

Mas não se pode esperar coerência dos naturalistas: o totem evolucionista está acima da ciência, é uma religião-filosofia.

Comentar por Vanessa Meira

Ta beleza Vanessa…não exitiu evolução!

…..ai voce me diz “O mecanismo dessa flor aponta para um plano inteligente. Mesmo que não se reconheça Deus, deve-se reconhecer que há inteligência nos bastidores”

……Até voce acha mais provavel que extraterrestres criaram vida aqui do que seu DEUS!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Vou tentar resumir de modo que até um amador entenda:

O argumento do Design é apenas um dos argumentos favoráveis ao teísmo.
Ele não é um argumento exclusivo e irrefutável do cristianismo. Mas junto com outros argumentos lógicos, ele aumenta o peso da evidência a favor do teísmo.

A sequencia lógica da argumentação é: teísmo, depois cristianismo bíblico.

Por isso, a identificação do “designer” não é um problema para quem usa o argumento do Design. É um problema que é resolvido brilhantemente por outros argumentos paralelos ou posteriores.

Aqui, o argumento está sendo usado a favor do criacionismo em detrimento do evolucionismo. Para nós, quem criou foi Deus. E podemos justificar isso com vários outros argumentos.

Creio q agora até você entendeu…

Comentar por Vanessa Meira

vanessa:

“Para nós, quem criou foi Deus. E podemos justificar isso com vários outros argumentos.”

Essa de afirmar sem dizer o porque, é mal do criacionismo ou é só seu?

Cadê os argumentos que afirmam Deus e excluem os seres naturais superiores?

Comentar por Clayton Luciano

O que é Deus?

Comentar por Selfish Gene

Vanessa…
..
…não me disse nada de novo!
..
…o design é inteligente e blá blá blá…
..
..onde isso é favoravel para teístas?
.
..só seria favoravel se voces conseguissem provar Deus!
.
…Enquanto isso D.I. será uma Teoria de Vida Alien criando Vida na Terra !
(PORQUE?)Porque, soa tão ridiculo quanto É, existem mais evidencias de vida alien do que de DEUS…
.
…Selfish Gene…
.
…Ao longo da história da humanidade a idéia ou compreensão de Deus assumiu várias concepções em todas sociedades e grupos já existentes, desde as primitivas formas pré-clássicas das crenças provenientes das tribos da Antiguidade até os dogmas das modernas religiões da civilização atual.
..
…e mais nada!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

O que é Deus?

Ora Selfish, Deus é a verdade absoluta. Aquele que é: A Verdade.
🙂

Comentar por nilo

O argumento do Design é um dos muitos argumentos favoráveis ao teísmo em diferentes níveis.

Somado coerentemente a outros bons argumentos (cosmológico tomista, kalam, de Leibnz, teleológico, ajuste fino, axiológico, ontológico, etc), o Design é sim favorável ao teísmo.

Obviamente que não vou explicar cada um desses argumentos detalhadamente aqui.

O Google é vosso amigo.

Mas fico feliz em saber que até vcs percebem que a inferência do design é superior à evolução darwinista.

Parabéns, já é um começo.

Comentar por Vanessa Meira

Nenhum desses argumentos é util se não consegues provar a base deles – DEUS.

D.I. superior a evolução?
Vanessa tire suas proprias conclusões!
..
…D.I. não é nem teoria é SONHO ou ILUSÃO!
..
…”Tudo é muito lindo e complexo pra ter evoluido ao acaso, alguem deve ter criado tudo isso!”
…Isso é superior a alguma coisa?
..
….Isso é pura crença tentando se disfarçar de ciencia! Usando uma mascara de baile medieval!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Deus não é a base desses argumentos, amigão.
Como Deus pode ser a base de argumentos que tentam provar que ele existe?

Isso seria circularidade, afirmação do consequente ou qq outro tipo básico de falácia.

Seria como : “vou te ensinar a ficar rico” “Primeiro: fique rico…”

Acho que vc deveria analisar todos os argumentos racionais em favor da existência de Deus. Mesmo se não concordar com eles, evitará falar coisas sem-sentido como acabou de fazer.

Comentar por Vanessa Meira

Pois chegamos onde eu queria…AMIGONA
..
…TUDO que tem relação com religião é repleto de..
..
….”circularidade, afirmação do consequente ou qq outro tipo básico de falácia.”

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Mats:

“Esta última hipótese tem a “pequena” vantagem de estar de acordo com as observações,”

Com as suas né. Se acha que são observações objetivas, favor detalhar.

“e ser uma fundamental para se explicar fenómenos passados.”

Quais fenômenos?

(estou com tempo)

Desculpa minha presença a todo tempo Sabino, estou “meio” de férias.

Comentar por Clayton Luciano

Tipico da falta de esforço religiosa…

…..”isso é design inteligente…”

……Ta mas quem criou? (ATENÇÃO – voltamos a estaca zero)

…….DEUS!
.
.??????????????????????????????????????????????????

Comentar por ROMANO LIMA AROS

“Ta mas quem criou?”
Gostei do “ta”. Concordas que há design? Se sim, costumas ver design e complexidade (basta dizer até, vida) surgir do acaso?
Quem criou deve ter sido uma Mente Inteligente… digo eu…

Comentar por JoanaPaz

Ai esta o problema…
Eis a questão…
.
….”mente inleligente”
.
..enquanto evolucionistas tentam provar a evolução…
.
…religiosos tentam provar Deus e biblia…
..
.
..Prefiro acreditar que foram Ets por dois motivos:
..
..1º: Existem mais evidencias de Ets do que de Deus…
.
..2º: Se existe um Deus ele é bastante sacana, deixando quem ja sofre sofrer mais ainda dando descupas esfarrapadas de livre arbitrio…
se ele existe ele nada mais é que um VoYer muito pervertido!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

O Sabino, deves ser cá um jogador de AgeII… As trebuchets na Siege Workshop??

Acerca do conteúdo do post, é o costume… quem não pensar mesmo a fundo no funcionamento da evolução e nas suas implicações a nível biológico e de biodiversidade não percebe que isto não é prova de designer nenhuma, até pelo contrário…

Comentar por Selfish Gene

Muito bom, prezado super-herói de plantão, o incrível Sr Mirabolante Sabino.

Mais uma evidência a favor da evolução aí prá quem quiser ver. Explico:

Começemos com uma flor de abertura mais lenta.

Mutações (estas sim, são aleatórias): Flores – algumas – abrem ainda mais lentamente. Algumas, mais rapidamente. E algumas, sem mutações, continuam do mesmo jeito.

Pressão seletiva: quem vai deixar mais descendentes? As que abrem mais devagar? As que continuam na mesma velocidade? Ou as que passaram a abrir mais rápido? Não vou dizer a resposta.😀

Agora aplique isto a um determinado período de tempo, sob pressão seletiva natural.

Pronto! Flores que abrem suas pétalas “explosivamente”. Ih, não apelei para o sobrenatural… que chato…

“Assim foi posta em movimento a evolução darwinista que tem governado a vida na Terra. A informação genética é acidentalmente alterada. A mensagem modificada é replicada e expressa. A capacidade que o fenótipo modificado apresenta de perpetuar o genótipo modificado por meio dos descendentes é avaliada pela seleção natural, que extirpa as mutações prejudiciais com pequeno sucesso reprodutivo, favorecendo as mutações úteis que intensificam a sobrevivência e a reprodução, e deixa as mutações neutras simplesmente seguirem a correnteza.” (DE DUVE, Christian. Poeira Vital. Campus, 1997).

Comentar por Alexssc

Alexssc,
” Ih, não apelei para o sobrenatural… que chato…”

E daí? Isso é alguma virtude? Se sim, por que? Mas suspeito que ao apelar para o poder evolutivo do fator “tempo” e das “mutações” e potencial você entra num terreno especulativo que beira à metafísica. Resumindo: é uma bela narrativa.

Além disso a tua “explicação” falha no ponto principal: como surgiu o mecanismo, em cada etapa. Que mutações possibilitariam isso e como seria funcional?

Me impressiona que céticos se satisfaçam com explicações desse porte.

Comentar por Vanessa Meira

Ah, sim… claro…

É muito melhor ser puffista.

“Foi Deus!!!” PUFF.

Comentar por Alexssc

Mutações nunca vistas e milhares de anos “todo-poderosos” proporcionam os teus puffs.

“Unicelular ao homo sapiens?”
Foi o puff do Alexssc.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa …sabe o que me impressiona?
..
….Como uma garota bonita e inteligente como voce pode ACEITAR que exista esse Deus cruel que cria e deixa ao esmo dando desculpas do tipo livre arbitrio?
..
….Usei a palavra ACEITAR ao inveis de acreditar porque me recuso a crer que acreditam em Deus apenas o ACEITAM.
.
…Como pode um mente tão inteligente e criativa como a sua Vanessa crer que exista algo que não tem imagem, não tem som, não tem cheiro, não tem como ve-lo num telescopio, não tem como ve-lo num microscopio e nem a olho nu.
..Um ser que só aparece na mente de quem tem muita fé, ou seria na mente de quem deseja muito na mente do desesperado, na mente de quem mais que que ele apareça ai sim ele aparece só na mente de quem está suscetivel a alucinações?
Até na biblia ele so aparece em momentos alucinogenos em desertos por exemplo!
..
….Me responda como pode voce Vanessa e Sabino acreditar numa lorata tão…
antiga?
..
…Um indio sair por ai chamando o sol e a lua de irmã tudo bem ele não tem acesso a ciencia agora voces?!?

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Oi Alex, tudo bem?

Já que estas coisas são tão óbvias e naturais – você disse que não é sobrenatural.

1) Então, por que não há animais tão ou mais conscientes do que nós?

A esta altura deveríamos ter diversas espécies construíndo foguetes, enviando sondas para fora do nosso sistema, produzindo arte, cultura, literatura…. entrando em guerra atômica contra nós.

2) Por que ainda não captamos nenhum sinal das incontáveis civilizações do cosmo que surgiram, tiveram auge e se extinguiram nos últimos 13 bilhões de anos?

Elas não tem/tinham tecnologia para enviar mensagens pelo universo?

Afinal, a evolução é ou não é natural?

Ou só é “natural” aqui e conosco?

[..]

A informação genética é acidentalmente alterada.

“Alterar” tem a ver com variação, que não esta em questão.

Mas, para peixes evoluirem para pescadores é preciso “adicionar” informação genética, e isto a uma taxa razoável, senão 2 ou 3 bilhões de anos é pouco tempo.

Forte abraço.

Comentar por nilo

Prezado Nilo,

Como você já tinha fingido não ver as evidências e exemplos que te passei em outro tópico, as quais foram pedidas por você mesmo, vou colocá-las aqui novamente.
Como sou prevenido, já tinha imaginado que não retornaria àquele tópico, e salvei um TXT com as referências. E veja, estão até na mesma ordem. Vai ter leitura de sobra.

Evidências e exemplos (diversos) de evolução (retirar o espaço depois do http):

http ://www.biologia.ufrj.br/lbdm/guerra/evolucao20092/evidencias.pdf
http ://www.biociencia.org/index.php?option=com_content&task=view&id=96&Itemid=83
http ://www.biociencia.org/index.php?option=com_content&task=view&id=101&Itemid=83
http ://www.biociencia.org/index.php?option=com_content&task=category&sectionid=8&id=38&Itemid=83

http ://sti.br.inter.net/rafaas/biologia-ar/introducao.htm
http ://educacao.uol.com.br/biologia/ult1698u41.jhtm
http ://www.seguranca.mt.gov.br/politec/3c/artigos/dna_mitocondrial.doc

http ://www.brasilescola.com/biologia/evidencias-evolucao-biologica.htm
http ://www.brasilescola.com/biologia/filogenia-que-isto.htm

http ://www.laboratoriogene.info/Genealogia_por_DNA/Materna.pdf
http ://medicina.med.up.pt/bcm/trabalhos/2004/DNA_mitocondrial_antropologia_principal.ppt
http ://www.revistapesquisa.fapesp.br/?art=3529&bd=1&pg=1&lg=
http ://www.cefac.br/library/teses/e96a38f5d4c5bb5dba423110be33b67c.pdf

http ://www.talkorigins.org/faqs/comdesc/section1.html
http ://www.talkorigins.org/faqs/comdesc/section2.html
http ://www.talkorigins.org/faqs/comdesc/section4.html

http ://pt.wikipedia.org/wiki/Evid%C3%AAncias_da_evolu%C3%A7%C3%A3o
http ://www.selecoes.com.br/selecoesevoce/conhecimento/171/Genetica-Humana-estudos-de-DNA-contam-a-historia-da-humanidade.html
http ://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/evolucao-dos-seres-vivos/evidencias-da-evolucao.php
http ://www.portalimpacto.com.br/docs/VestBiologiaRosivaldoAula02contem2009.pdf
http ://knol.google.com/k/evolu%C3%A7%C3%A3o-dos-seres-vivos-argumenta%C3%A7%C3%A3o-b%C3%A1sica#
http ://ateus.net/artigos/ciencias/a_evolucao_biologica.php

http ://www.icb.ufmg.br/big/beds/arquivos/consecosis.pdf
http ://www.scielo.br/pdf/ea/v6n15/v6n15a03.pdf
http ://www.naturezaonline.com.br/natureza/…ia_especies.pdf
http ://www.ararajuba.org.br/sbo/cbo/xiv_cb…iogeografia.pdf
http ://www.seb-ecologia.org.br/viiiceb/pdf/1169.pdf
http ://biologiageologia.esmtg.pt/biologia1…poliploidia.pdf
http ://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr35/cap02.pdf
http ://www.pnas.org/cgi/reprint/1635049100v1.pdf
http ://www.scielo.br/pdf/bjp/v34n3b/a03v343b.pdf
http ://hcgs.unh.edu/Staff/kocher/pdfs/Danley2001.pdf
http ://www.ggcg.st/melo.pdf
http ://mbe.oxfordjournals.org/cgi/reprint/17/7/1081.pdf
http ://www.ibiologia.unam.mx/pdf/links/neo…ol_2_1_5_28.pdf
http ://joeroman.com/images/rocha.ecospeciation.05.pdf
http ://hcgs.unh.edu/BAC/Kocher2004.pdf

http ://www.cooper.org/COS/107_2/107_2abs12.pdf
http ://www.nhm.ac.uk/research-curation/sta…2005-tp-pdf.pdf
http ://www.pnas.org/cgi/reprint/97/19/10460.pdf
http ://www.oeb.harvard.edu/faculty/edwards…ciation2005.pdf
http ://www.entu.cas.cz/png/WeiblenBushMOLECOL02.pdf
http ://www.allenpress.com/pdf/mamm-87-04-24_643..662.pdf
http ://www2.wmin.ac.uk/clemenr/PAPERS/ess2003_Clement.pdf
http ://www.biology.uc.edu/faculty/petren/L…tPetrenBJLS.pdf
http ://www.oeb.harvard.edu/faculty/losos/w…_etal_2007b.pdf
http ://www.sbs.utexas.edu/ryan/Publication…oc274%20399.pdf
http ://www.aka.org/ark/pupfish.pdf
http ://www.zoologi.su.se/research/nylin/Gage%20conflict.pdf
http ://www.flmnh.ufl.edu/butterflies/neotr…ts/2005H_MS.pdf
http ://www.ria.ie/cgi-bin/ria/papers/100501.pdf
http ://www.evolutionsbiologie.uni-konstanz…f1-182/P102.pdf

http ://awcmee.massey.ac.nz/past_summer_pro…rtTanja2006.pdf
http ://www.yale.edu/eeb/near/14.pdf
http ://faculty.weber.edu/jcavitt/Explosive…ninwarblers.pdf
http ://www.iorg.com/Speciation.pdf
http ://striweb.si.edu/publications/PDFs/Ro…arrotfishes.pdf
http ://web.utk.edu/~bfitzpa1/bolnick_fitzpatrick_2007.pdf
http ://geo.cbs.umn.edu/Weiblen&Bush2002.pdf
http ://www.zoologi.su.se/research/nylin/Gage%20conflict.pdf
http ://www.ucalgary.ca/~smvamosi/vamosi-eer_2003.pdf
http ://plaza.ufl.edu/rocha1/Rocha_etal_2005.pdf
http ://courses.washington.edu/genom453/species-bw.pdf
http ://www.geocities.com/lclane2/dogs.html
http ://www.allenpress.com/pdf/mamm-87-04-24_643..662.pdf
http ://users.rcn.com/jkimball.ma.ultranet/…Speciation.html
http ://www.nsrl.ttu.edu/about/CurrentResearch/GSC.html

http ://fossil.uc.pt/pags/formac.dwt
http ://www.cprm.gov.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=337&sid=23
http ://ateus.net/forum/index.php?showtopic=2073&st=420 (ver o post #430, de 30/07/09, que tem referências de sobra)
http ://ceticismo.net/comportamento/tipicos-erros-criacionistas/parte-07-%E2%80%93-paleontologia-i/

http ://evolution.berkeley.edu/evolibrary/home.php
http ://evolution.berkeley.edu/evolibrary/search/topicbrowse2.php?topic_id=46
http ://info.abril.com.br/noticias/ciencia/evolucao-e-observada-em-laboratorio-19102009-26.shl
http ://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u673259.shtml
http ://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u580751.shtml
http ://hypescience.com/23030-a-evolucao-em-um-frasco-cientistas-buscam-comprovar-a-teoria-de-darwin/

http ://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-40422006000400037&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
http ://www.scielo.br/pdf/cr/v36n5/a20v36n5.pdf
http ://www.viveraciencia.org/index/index.php?option=com_content&view=article&id=204%3Auso-racional-dos-antibioticos&catid=14%3Acronicas&Itemid=200129&lang=pt
http ://www.fiocruz.br/ccs/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?from_info_index=141&infoid=562&sid=3
http ://pt.shvoong.com/exact-sciences/biology/1646687-um-levantamento-mostrou-que-bact%C3%A9rias/
http ://pt.shvoong.com/exact-sciences/423563-problema-da-resist%C3%AAncia-aos-antibi%C3%B3ticos/
http ://www2.uol.com.br/sciam/artigos/luta_contra_a_resistencia_das_bacterias_imprimir.html

Comentar por Alexssc

E pronto… o Alexssc refugia-se atrás de links. Não sabe o que metade deles dizem, mas acha que espetar com 50 links aqui já lhe concede alguma autoridade sobre o assunto. Realmente é mais fácil colocar o outro a debater com links do que com ele próprio. Mais fácil e mais cómodo.

Comentar por alogicadosabino

Não vás por aí Sabino. Quem te diz que ele não leu os links? Além do mais tu és o primeiro a mandar os outros ir ver os links que espetaste em posts anteriores??

Comentar por Selfish Gene

Uma coisa é passar alguns links, como referência, e para mostrar / complementar o assunto. Outra coisa é chegar e postar dezenas de links para conferir, pensando: “Toma isso aí!! A evolução está provada. Quero ver você refutar isso agora, cada um. Está tudo 100% provado!”

O André do ceticismo.net (aquele administrador que xinga qualquer um que é contra a evolução) fez isso com o Sabino, e acabou se dando mal.

Comentar por Adalberto Felipe

Meu amigo, quem quer saber mesmo sobre algo é assim. Lê, lê, lê, relê e volta a ler. Ele não o obrigou a ler tudo, disse pra dar uma vista de olhos neles…

Comentar por Selfish Gene

Ah, e já agora, tem no meio provas de “macroevolução”… Mas já sabemos que é tudo treta, nunca ninguém viu especiação

Comentar por Selfish Gene

E quais são as provas da macroevolução???

Comentar por jonas

Selfish,

“Não vás por aí Sabino. Quem te diz que ele não leu os links? Além do mais tu és o primeiro a mandar os outros ir ver os links que espetaste em posts anteriores??”

Por favor…

Os links que eu coloco são as fontes para os artigos originais onde me baseio. Eu não substituo a argumentação por links. Eles apenas servem de apoio.

Quando meto links para posts anteriores faço-o simplesmente porque não me sinto na obrigação de repetir aquilo que já disse noutro tópico.

Não faço o que o Alexssc fez… esconder-se atrás de 50 links (que o Adalberto já mostrou que são pura propaganda evolucionista, pois contêm “argumentos” refutados há muito)

Comentar por alogicadosabino

Hahahah,

Existe bastante material sobre evolução, isso eu já sei.

Mas você não respondeu às perguntas que te fiz.

E agora surgiu mais uma dúvida: você acredita e entende a teoria ou apenas confia naqueles que a defendem?

Sincero abraço!

Comentar por nilo

Alex,

Seus links são legais. Estou lendo eles.

Estou lendo com calma, fazendo anotações. Isso vai levar um bom tempo….

Mas obrigado pelas referências.

[..]

De qualquer forma eu gostaria de saber o que você pensa daquelas perguntas que deixei.

Por que a evolução só é “natural” aqui e só produz consciência aleatóriamente em nós?

Forte abraço.

Comentar por nilo

Nilo, Vanessa:

A tese dos Seres naturais superiores se ajusta melhor á evidência de muita gente boa sofrer,

pois, ao menos pelo senso comum, não é qualidade fundamental de ETS serem benevolentes.

Isso não quer dizer que estes seres vivem neste universo.

“É design, da melhor qualidade.”

Seria interessante passar uma semana sem roupa na selva da áfrica, para comprovar a linda natureza?

Se o design é inteligente, e sendo a evolução um mecanismom inteligente,

Logo o design não exclue a evolução.

O que exclue a evolução é a interpretação literal da Bíblia.

Comentar por Clayton Luciano

Caro Selfish Gene,

3 – A sua “inteligência” é assim tão única dos humanos e livre ou é uma característica emergente de muitas outras propriedades e
particularidades biológicas, quimicas, físicas and so on??

Qualquer tipo de processo para chegar a “inteligência” só faz piorar pro seu lado…
A “engrenagem” cada vez fica mais complexa e o “acaso” mais improvável!

Abraço

Comentar por Marcelo

Hum… Essas desculpas dos complexos irredutíveis ainda aparecem? Pensava que essa treta já estava mais que caída.

A sua resposta só demonstra que nunca se deu ao trabalho sequer de pensar sobre as questões…

Comentar por Selfish Gene

A complexidade irredutível não é o muro de Jericó: não cairá no grito.
Kenneth Miller deu o primeiro brado e já saiu cantando vitória precipitadamente.

Eu só leio por aí que a coplexidade irredutível já caiu, mas nunca li a justificativa para tal celebração.

Ao contrário, vejo Dembski, Behe e outros refutando ponto a ponto as objeções levantadas.

Comentar por Vanessa Meira

Lê mais. Não me apetece ir buscar os links. Refutando ponto a ponto…

Comentar por Selfish Gene

Conferi alguns (depois dou uma olhada no resto) dos links que o Alexssc passou e alguns falam a mesma coisa: fósseis intermediários, mutações indicam evolução, etc.

Alguns falam coisas que são muito ultrapassadas!! Um dos links que o Alexssc passou me fez até rir. Esse daqui: http://sti.br.inter.net/rafaas/biologia-ar/surgimento.htm

Fala de coisas bastante ultrapassadas mesmo, como “O apêndice é um órgão vestigial dos humanos”, “os embrinhos de alguns animais parecios indicam evolução”. Mostra uma imagem indnicando nossa ancestrabilidade: http://sti.br.inter.net/rafaas/biologia-ar/images/489-1.jpg (vale apena conferir, nós viemos de um rato)

Indo mais a frente pude ver que esse link fala de mais coisas que já foram desmascaradas e refutadas como aquelas famosas mariposas que mudaram de cor devido a indutrialização da Inglaterra (e que estampam vários livros de biologia).

Isso tudo já foi refutado aqui: http://crentinho.wordpress.com/2007/01/13/a-sobrevivencia-do-mais-falso/

Esse link aqui: http://educacao.uol.com.br/biologia/ult1698u41.jhtm, do Alexssc fala também sobre algo ultrapassado: os tentilhões que também já foi refutado (no link acima que passei fala sobre isso).

PS:
Há um espaço entre o ‘http’ e o endereço dos links que o Alexssc pasou, logo se forem conferir os links, copiem o que está depois do http, para não dar erro.

PS2:
Todos os links que estão com o site: biociencia.org não estão funcionando.

Comentar por Adalberto Felipe

“Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido.” Atos 4:20

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Oi Romano, tudo legal ai?

… Mas, para que não se divulgue mais entre o povo, ameacemo-los para que não falem mais nesse nome a homem algum.

E, chamando-os, disseram-lhes que absolutamente não falassem, nem ensinassem, no nome de Jesus.

Respondendo, porém, Pedro e João, lhes disseram: Julgai vós se é justo, diante de Deus, ouvir-vos antes a vós do que a Deus; Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido.
(Atos 4:17-20)

[..]

Percebeu?

Eles viram e ouviram Jesus, o Filho de Deus!

Qual ameaça poderia fazê-los calar?

Nem a mais ferrenha perseguição romana os fez calar:

…E, em suas mortes, eles foram feitos objetos de esporte, pois foram amarrados nos esconderijos de bestas selvagens e feitos em pedaços por cães, ou cravados em cruzes, ou incendiados, e, ao fim do dia, eram queimados para servirem de luz noturna
(Tácito, Annales, XV.44.)

Forte abraço!

Comentar por nilo

Romano,

verdades lógicas
não têm som, não têm cheiro, não tem como vê-las num telescopio, não tem como ve-las num microscopio e nem a olho nu.

A mente
não tem som, não tem cheiro, não tem como vê-la num telescopio, não tem como ve-la num microscopio e nem a olho nu.

Moralidade, o certo e o errado, o bom e o ruim, feio e o belo
não têm som, não têm cheiro, não tem como vê-los num telescopio, não tem como vê-los num microscopio e nem a olho nu.

A CIÊNCIA
não tem som, não tem cheiro, não tem como vê-la num telescopio, não tem como vê-la num microscopio e nem a olho nu.

Comentar por silva

verdades lógicas
isso não existe desde que cada mente tem sua propria logica !
..
A mente não tem como ve-la?
MENTE:.Inteligencia;espirito;pensamento;concepção;imaginação;intuito tensão
Queres ver a mente?
……….
“Moralidade, o certo e o errado, o bom e o ruim, feio e o belo
não têm som, não têm cheiro, não tem como vê-los num telescopio, não tem como vê-los num microscopio e nem a olho nu.”
…Moralidade,certo,errado,”o bom”, “o ruim”, feio e belo, se voce não encherga isso voce é cego ou é Imoral, errado,ruim e feio!
………..
E se voce não ve a ciencia voce é teimoso ou maluco!
………..
ja para ver Deus até agora – e sem nenhuma certeza de sucesso – só morrendo!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Romano,

….Como uma garota bonita e inteligente como voce pode ACEITAR que exista esse Deus cruel que cria e deixa ao esmo dando desculpas do tipo
livre arbitrio?

O livre arbítrio é uma “expressão” que Deus nos deixou para identificarmos Seu amor!
Ninguém é obrigado a ama-lo… Ele respeita cada decisão que tomamos.

….Me responda como pode voce Vanessa e Sabino acreditar numa lorata tão…
antiga?

Como pode você Romano, com grande poder de inteligência, acreditar que TUDO foi criado por pura sorte, sem ação de um criador, numa lorota tão antiga…

Abraço

Comentar por Marcelo

“nunca ninguém viu especiação”

Especiação uma coisa. Especulação, outra. Mas parece que evolucionistas são também maus digitadores. Trocam o tempo todo uma pela outra fácil, fácil.”Nunca ninguém viu a especulação evolucionista”.

Comentar por Darcy

Romano,
não me respondeste.. Costumas ou não ver vida surgir do acaso?

Comentar por JoanaPaz

Explica lá onde é que a Teoria da Evolução diz que a vida vem do acaso please…

Comentar por Selfish Gene

Segundo os naturalistas, a vida surgiu espontaneamente, ou não?

Comentar por alogicadosabino

Segundo os naturalistas, a vida surgiu espontaneamente, ou não? (2)

Comentar por JoanaPaz

E ae, se a vida não ocorreu do acaso, surgiu como ? “#chupa essa manga agora” (expressão brasileira que indica situação em que pessoas são postas em dificuldades)

Comentar por Frederico Fiuza

Pronto, coitadinho do selfish, já chega!😀 eheh

Comentar por JoanaPaz

Não, não se costuma ver vida surgir do acaso. Nunca ninguém defendeu isso. Aliás, Darwin sobre a origem da vida, pouco ou nada disse de relevante.

Mas, a vida terá surgido da combinação aleatória (por mero acaso) de moléculas que se conseguiam repetir (talvez como acontece nos polímeros) e com sucessivos passos (e todos por mero acaso), ao longo de milhões de anos, resultou nas formas de vida que existem actualmente.

E vcs, por acaso, costumam ver Deus?

Comentar por Nuno Dias

Espera:
Ninguém disse que a vida vem do acaso! Mas a vida vem do acaso.

É assim?

Eu vejo evidências e lógica para que a vida tenha surgido de uma Mente inteligente e não do acaso.

Comentar por JoanaPaz

Não é frequente ver vida a surgir do acaso, aliás nunca se viu. Mas acredita-se que realmente tal tenha acontecido, da forma mais elementar possível de imaginar até à complexidade dos dias de hoje.

A tua falásia está em comparares os seres vivos com máquinas criadas pelos humanos. Porque não antes comparar com o GrandCanyon ou o Everest onde apenas foi necessário muito tempo para atingir essa complexidade

Comentar por Nuno Dias

Nuno Dias,

“Não é frequente ver vida a surgir do acaso, aliás nunca se viu. Mas acredita-se que realmente tal tenha acontecido”

Cada um com a sua fé.

Comentar por alogicadosabino

Sem dúvida.

E o mais porreiro de tudo, seria Deus ter criado o universo e a vida se reger segundo leis darwinistas.

Comentar por Nuno Dias

Gostaria de ver o vosso conceito de acaso. È que há coisas que sendo acaso são deterministas. Complexidade e Caos não são processos estocásticos…

Comentar por Selfish Gene

Esqueci-me das aspas no sendo “acaso” são det…

Comentar por Selfish Gene

Nilo,

Existe bastante material sobre evolução, isso eu já sei.

Pena que você só lê a “briba”, né… Mas até que você está indo bem. Já sabe bastante coisa: sabe que tem muito material sobre evolução. Sabe que não é possível provar deus. Só falta começar a aplicar o que você sabe.

você acredita e entende a teoria ou apenas confia naqueles que a defendem?

Apesar de não ser formado na área de ciências biológicas, já li muita coisa a respeito e creio entender o suficiente para dizer que a TE é uma explicação muito mais satisfatória que o DI. Os que defendem a TE são meu ponto de partida. Mas o que acredito ou não vai da minha própria crítica.

Isso tudo já foi refutado aqui:

Ah, fala sério… você só pode estar de brincadeira. Eu passei “trocentos” links – ah sim, para os analfabetos funcionais de plantão que reclamaram da quantidade de links que passei, façam o favor de reler o que eu escrevi: eu apenas REENVIEI os links de um TÓPICO ANTERIOR, ou seja, já houve um pequeno debate prévio. Não joguei os links à esmo.

Voltando… eu passei “trocentos” links – muitos dos quais (talvez a maioria) de instituições de ensino e de pesquisa – e você me pega um dos mais simplezinhos, e me diz que o blog crentinho já refutou???

Vamos ver se já refutou mesmo? Primeiro, vamos saber quem é o autor do artigo: http ://en.wikipedia.org/wiki/Jonathan_Wells_(intelligent_design_advocate).
Legal. Ele tem artigos científicos que passaram por Peer-Review. Pena que nenhum deles seja em defesa do DI (surpresa? Acho que não). Então, aqui, sinto muito. Refutação nenhuma. Qualquer um pode escrever qualquer coisa em um blog (não é, Sabino?).

Então, Nilo, se quer mesmoREFUTAR a TE, comece a mostrar os trabalhos científicos que defendem o DI.

Comentar por Alexssc

Oi Alex,

Pena que você só lê a “briba”, né…

Você não leu esse comentário, leu?

Desde ontem estou lendo os links que você passou; gostei deles.

você acredita e entende a teoria ou apenas confia naqueles que a defendem?

Tá, exagerei nessa colocação, me perdoe por favor.

Mas veja, no fundo, queria que você desse uma resposta sua, ainda que resumida e com os links como referência.

Se eu apenas partir dos estudos nos links eu posso concluir milhares de coisas, sem jamais chegar às suas conclusões pessoais.

Isso tudo já foi refutado aqui..

Alex, não fui eu quem disse isso. Veja os comentários anteriores.

Então, Nilo, se quer mesmo REFUTAR a TE…

Alex, você parece estar revoltado comigo por coisas que eu não falei.

Como eu poderia falar do conteúdo destes materiais se eu nem terminei de lê-los?

[..]

Mas “relaxa” um pouco também.

Eu dei risada quando ví a lista de links, é verdade, eu achei que você tinha “chutado o balde” como dizem aqui no Brasil.

Mas isto não quer dizer que ignorei o seu trabalho.

Ao contrário, estou fazendo uma pré-leitura em todos eles para dividí-los por assunto principal. Depois pretendo estudar cada um com carinho.

“Pega leve”

Forte abraço.

Comentar por nilo

Sabino,

E pronto… o Alexssc refugia-se atrás de links.

Analfabetismo funcional tem cura, viu, Sabino. Um jornalista não pode se dar ao luxo de ter este tipo de problema.

Realmente é mais fácil colocar o outro a debater com links do que com ele próprio. Mais fácil e mais cómodo.

À parte o seu “AF”, eu sei que não devemos fazer igual a você, prezado. Se você tivesse uma pequena fração da esperteza que pensa que tem – e já que, como dono do blog, provavelmente acompanha meus posts a algum tempo – deveria ter percebido que quase não utilizo links. Sou tão bonzinho que, às vezes, passo até dicas de livros (prá quem gosta de ler, claro).

Não faço o que o Alexssc fez… esconder-se atrás de 50 links (que o Adalberto já mostrou que são pura propaganda evolucionista, pois contêm “argumentos” refutados há muito)

Ih, tá igual o Nilo… não é com blogs que se vai refutar a TE. Mete mãos ao malho e vai fazer trabalhos científicos, vai catar evidências. Pode começar por aqui, ó:
1) Novo método de datação a comprovar uma Terra de 6000-10000 anos.
2) Estudo comprovando que dilúvios dão em montanhas de mais de 8000 m.
3) Existência do mundo espiritual (sobrenatural, ou seja lá como o chamam).
4) Existência de um “desiguiner” transcendental.
5) Existência de Milagres (com M maiúsculo).

Tá bom ou já chega?

E Adalberto,

O André do ceticismo.net (aquele administrador que xinga qualquer um que é contra a evolução) fez isso com o Sabino, e acabou se dando mal.

Poxa, não seja tão mau. Mostra aí onde foi exatamente que isto aconteceu. Agora fiquei curioso. Pode colocar só o link mesmo…😀

Comentar por Alexssc

Alexssc, ainda estou à espera que me respondas aqui.

Comentar por alogicadosabino

Opa… desta vez está corretíssimo o senhor. Realmente não respondi lá.

Falha minha.

Mas já já apronto o solicitado.

Comentar por Alexssc

Poxa, não seja tão mau. Mostra aí onde foi exatamente que isto aconteceu. Agora fiquei curioso. Pode colocar só o link mesmo…

Aqui.

Comentar por Adalberto Felipe

E aqui também.

Comentar por Adalberto Felipe

Esses “naturalistas” eu não entendo ! Sigam suas idéias e crenças e nos deixe seguir a nossa. Se vocês chamam de ciência a TE, temos também do direito de chamar de ciência o criacionismo. Ambos não possuem provas contundentes e nem podem ser observados, o próprio Darwin disso que sua Teoria não poderia ser observada.
Sendo assim, acredita-se não como teoria, mas como fé, não como ciência, mas como crença, e nós também.
“Melhor é o fim das coisas do que o príncipio delas” Já dizia o Salomão, no fim da vida, todos teremos a resposta. Até lá prefiro acreditar, aceitar e acima de tudo amar Deus que me amou 1º em Cristo Jesus !

Comentar por Frederico Fiuza

Frederico Fiuza:

E ae, se a vida não ocorreu do acaso, surgiu como ?

ETs.

Comentar por Clayton Luciano

E de onde vieram os ets?

Comentar por Adim

Adim:

mais ou menos de onde veio Deus.

Comentar por Clayton Luciano

Pelo menos vc acredira num ´´relogoeiro“, não cre mais na fabula do ´´relogio que apareceu sozinho“.
Ja é uma boa melhora.

Mas, porque Etes?

Comentar por Adim

Adim:

“Pelo menos vc acredira num ´´relogoeiro“, não cre mais na fabula do ´´relogio que apareceu sozinho“.
Ja é uma boa melhora.”

Nunca acreditei em “relógio” surgir do nada, mas também não duvido disso.

Também não digo os ETs, como uma hipótese melhor que inúmeras outras que possam surgir (cai em “excesso de resultados”)

o problema é por que tal hipótese e não aquela? aí é complica.

A questão é, em qual premissa maior pode acreditar em uma hipótese ou em outra,

Pois voce pode dar uma opinião pessoal/sentimental, desvinculada de qualquer valor científico,

ou sua opinião pode ser de cunho científico (não precisa ser cientísta para isso),

Se alguém me pergunta sobre esse “relógio” e me pede uma opinião tendo como base o método científico (como eu o entendo),

vou responder que até o momento não há evidências que possam comprovar um relojoeiro.

Mas qualquer pessoa pode ter uma opinião pessoal/sentimental (achismo).

“Mas, porque Etes?”

A questão é: alegar benevolência conjugado com poder infinito para um criador é complicado, muitos não concordam pelos sofrimentos que muitos passam.

então este criador/criadores, se deixa de ser atribuído a eles a benevolência, fica de fora algo que causa grandes refutações.

então levando-se em conta este aspecto de ser ou não benevolente, os ets se encaixam melhor do que Deus, pois não houve alegação de benevolência para Ets.

Percebo (achismo) que há algo por tráz de tudo isso, Mas o que tenho é crença meramente pessoal/sentimental que há vida após a morte, não necessariamente sobre-natural, que interagiremos com as pessoas que gostamos aqui em vida ou que já se foram.

Mas eu sou humano, e o ser humano, em regra, tem esta forma de pensar.

Estou até imaginado quando eu morrer, vai chegar uma pessoa e vai me dizer: “Somos seguidores de tal messias, junte-se conosco, ele passou por aqui e continuou a subir para encontro do pai”

Aí vai ter um cético do lado e vai dizer: “dá idéia p ele não, não passou ninguém aqui, pergunta ele se tem provas”

Comentar por Clayton Luciano

Nuno,
Não há vida simples (elementar).
________________

Selfish,
Se não é acaso diz tu o que lhe chamas. O que é que gerou a vida?

Comentar por JoanaPaz

Dá-me a tua definição de acaso primeiro

Comentar por Selfish Gene

ATENÇÃO !!!

….Eis a resposta para tudo neste blog !!!

..
.”…diante de novas descobertas e novas tecnologias uma mente primitiva tende a atribuir tudo à magica…” ou seja O DEUS POOF!
________________________________________________

Comentar por ROMANO LIMA AROS

“E o mais porreiro de tudo, seria Deus ter criado o universo e a vida se reger segundo leis darwinistas”.

Disseste bem: SERIA. Mas a vida não é regida segundo leis de homens. Alíás, qual era a formação acadêmica de Darwin? Ele era biólogo, bioquímico ou algo do gênero?

Comentar por Isaias S. OLiveira

Sabino,

Perdoe a demora à tua resposta. E resolvi colocá-la neste tópico por considerar que o assunto tem mais a ver que o tópico anterior, que era sobre arqueologia.

E perdoe também o espaço que gastarei. Tentei resumir o máximo possível, mas ainda assim ficou meio grande.

Comentar por Alexssc

O que está descrito aqui é o básico do básico, portanto, não tem pretensão de profundidade. Não foram abordadas, igualmente, reações químicas específicas e nem fórmulas, pela impossibilidade de “desenhá-las” adequadamente via teclado. Dados estes devidos esclarecimentos prossigo, “começando pelo começo”.

1a. Parte.

O que é um gene? É uma sequência de nucleotídeos – moléculas formadas por uma base: Adenina, Citosina, Guanina e Timina (no DNA) ou Uracila (no RNA); um açúcar (pentose): ribose ou desoxirribose; e uma molécula de fosfato.

O que é o Ácido Desoxirribonucléico? É uma molécula composta de açúcares e fosfato, estruturada em formato duplo-helicoidal (Watson, J. & Crick, F. – 1953). Ligada aos açúcares, está uma das bases: Adenina ou Guanina (Purinas); Citosina ou Timina (Pirimidinas). Os fosfatos atuam principalmente na produção de energia (reações químicas).

A função dos genes é simplesmente atuar na construção (síntese) de proteínas. Dessa forma, não é correto falar-se, por exemplo, em “genes para a cor verde dos olhos”, mas tão somente que tal característica é uma mera consequência fenotípica da proteína sintetizada, que funciona como uma enzima (controle de reações).

O que é uma mutação? É uma alteração química aleatória do material genético, quando da sua duplicação, transmissível à geração seguinte.

Quanto às categorias, as mutações podem ser dividas em:
1. Genômica, que afeta o número de cromossomos.
2. Cromossômica, que altera a estrutura dos cromossomos.
3. Gênica, que altera genes individuais, subdividindo-se em:
3.1. Inserções ou deleções, que são inclusões ou exclusões de nucleotídeos da sequência de bases (podem ocorrer aumentos ou perdas de material gênico).
3.2. De ponto, que são substituições de pares de bases, e podem ser:
3.2.1. Transição: substituição purina-purina ou pirimidina-pirimidina.
3.2.2. Transversão: substituição purina-pirimidina ou pirimidina-purina.

Pode-se identificar, com relação às mutações, três situações:
1. Mutação inócua (ou neutra): não influi de maneira significativa nas funções gênicas.
2. Mutação desfavorável (ou deletéria): influi de negativamente, podendo levar, no devido tempo, à extinção.
3. Mutação favorável: pode conferir, sob pressão seletiva, determinada vantagem à sobrevivência e à consequente geração de descendência.

Citando R. Fortey:

“Como a maioria dos jogadores de Las Vegas, que saem sem ganhar nada, a maioria das mutações também leva a nada (…). Algumas são letais (…). Outras podem deixar o mutante em desvantagem (…). Mas as raras mutações que produzem uma combinação vantajosa, estas tiram a sorte grande (…). A sorte de um gene bem-sucedido é passada para garantir a sorte das gerações futuras.”

Citando J. F. Crow:

“Desde que as mutações são ocorrências casuais, (…) serão muito mais deletérias do que benéficas. Acumular um grande número de mutações deletérias é o preço a ser pago pela população pelo privilégio da evolução. Somente pela ocorrência de um grande número de mutações – a maioria delas deletérias – é que as raras mutações (…) benéficas podem ocorrer.”

Comentar por Alexssc

2a. Parte.

Agora vamos à didática: Uma bactéria qualquer (= Bct), com determinado nível de resistência (= Rst), exposta a determinado antibiótico (= Atb).

O Atb funciona por certo tempo, eliminando as cepas com menor Rst, enquanto aquelas com maior Rst sobrevivem, gerando uma descendência (= Bct2) também resistente (= Rst2) ao Atb.

Como o atual Atb não mais surte efeito, é preciso lançar mão de outro mais forte (= Atb2) que, da mesma forma, eliminará as cepas com menor Rst2. Porém, tal processo não continua indefinidamente, pois a Rst2 bacteriana não é infinita em uma cadeia genética fixa.

Para continuar sua luta pela sobrevivência, o único caminho possível é uma eventual mutação da Bct2, para um tipo novo, com um material genético modificado, que possa recomeçar todo o processo (= Bct4). Esta mutação não é, entretanto, “direcionada”, mas aleatória (ainda que sujeita às leis químicas, portanto, de certa forma, determinística).

Tomemos o material genético da Bct2 (pré-mutação) e retiremos uma sequência simples: AGCCCTCCCCGT. Cada grupo de três bases codificando um aminoácido e tendo, ao final, uma proteína sintetizada, que confere à Bct2 a Rst2 ao Atb2.

Uma mutação gênica no último grupo de bases, deixaria a sequência ligeiramente diferente, passando a ser: AGCCCTCCCCCT. E que, ao sintetizar uma proteína diferente (em função da alteração do último aminoácido), confere à Bct4 (pós-mutação) uma Rst4 maior.

Esta nova bactéria mutante (Bct4) terá maior capacidade de resistir ao Atb2, portanto, poderá deixar uma maior descendência. E esta descendência, por conseguinte, herdará a mesma mutação, sendo também resistente ao Atb2.

Com o tempo, esta nova população (Bct4 + Rst4) irá suplantar a anterior (raríssimas Bct e algumas Bct2 que tenham porventura sobrevivido), a qual estará caminhando para a sua provável extinção.

Assim, falamos que houve a evolução da população bacteriana de uma cepa menos resistente (Bct e Bct2) para uma mais resistente (Bct4), via pressão seletiva (por fator exógeno).

Fontes:
– CHEIDA, L. E. Biologia integrada. FTD, 2003.
– CROW, J. F. Fundamentos de genética. LTC, 1981.
– DE DUVE, C. Poeira vital. A vida como imperativo cósmico. Campus, 1997.
– FORTEY, R. Vida: uma biografia não-autorizada. Record, 2000.
– LEAKEY, R. E. Introdução em DARWIN, C. A origem das espécies. Martin Claret, 2004.
– SENE, F. M. Genética e evolução. EPU, 1981.
– http ://www.scielo.br/pdf/qn/v29n4/30269.pdf
– http ://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-460X2002000200009&lng=es&nrm=iss&tlng=PT
– http ://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-460X1999000100006&lng=es&nrm=ISS
– http ://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0037-86822000000300008&script=sci_arttext&tlng=es
– http ://www.insa.pt/sites/INSA/Portugues/Paginas/AntibioticosResi.aspx
– http ://vsites.unb.br/ib/cel/microbiologia/antibioticos/antibioticos.html
– http ://genetica.ufcspa.edu.br/biomedic/conteudo/genetica_molecular/mutacgen.PDF

Comentar por Alexssc

E como acredito que estamos num debate proveitoso, seria interessante você fazer algo parecido com o que eu fiz para demonstrar de que forma “dilúvios universais” dão em montanhas de mais de 8000m de altura.

Ou melhor, vou facilitar prá você. Lembra daquela perguntinha que fiz (tanto para você quanto para o Jonas), sobre de onde tinha aparecido um peixe grande o suficiente prá “abocanhar” o Jonas (o outro, da “briba”), num rio lá no meio da Assíria?

Lembra sua resposta? Esta aqui:

É suposto esta pergunta ser inteligente?

Bom, talvez o que você considere ser inteligente é não responder… vai saber… no aguardo.

Comentar por Alexssc

Em Especial para o Romano Lima,
Bem, por exemplo se estou comendo uma maçã,vc poderia me dizer se o sabor desta maçã: é doce !!! como podes falar de um Deus se antes não provaste dEle. O que quero te propor desafia este Deus ao qual eu creio que é vivo é digno de honra. Não adianta tentares provocar nossas iras, por falar mal de nosso Deus. Mas questiona tudo que estas debatendo e argumentando diante deste Deus.

Comentar por Priscila




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: