No princípio criou Deus os céus e a Terra


Embriagados com chimpanzés
Janeiro 11, 2010, 9:25 am
Filed under: Evolução/Big-Bang

Normalmente, quando vamos ler a secção “Ciência” de um jornal, pensamos que o jornal realmente pretende anunciar ciência e não apenas promover um certo tipo de agenda. Mas, no caso do jornal PÚBLICO, a sua agenda evolucionista está a ficar cada vez mais visível.

Por que razão o PÚBLICO apenas reporta situações de chimpanzés a utilizarem ferramentas e se esquece dos feitos do restante reino animal? Exemplos recentes:

Estudo revela que reutilização de instrumentos por chimpanzés pode dar pistas sobre primeiros hominíneos (sic)

Uso de ferramentas por primatas não-humanos alarga limites da arqueologia

Descoberto o mais complexo quebra-nozes feito por chimpanzés

E o mais recente:

Chimpanzés também usam cutelos para cortar comida

O PÚBLICO passa a ideia de que os chimpanzés são os únicos animais que fazem coisas bonitas com ferramentas. Dessa forma, os leitores são levados a pensar que isso se deve ao facto de partilharmos um ancestral com eles. O PÚBLICO faz sempre capa com os alegados ancestrais primitivos anunciados. Aconteceu com a Ida, aconteceu com a Ardi. A sua agenda evolucionista é bem visível.

Se o interesse é anunciar Ciência, por que razão apenas os chimpanzés recebem a hegemonia?

Por que é que o PÚBLICO não tem um único artigo sobre a espantosa forma como os corvos manejam ferramentas, inclusive ultrapassando o chimpanzé? (Ver também: Inteligência animal). Por que é que o PÚBLICO não dedicou um artigo às hienas e à sua capacidade de executar testes de resolução de problemas de forma cooperativa melhor que os chimpanzés? Porventura isto não tem interesse em ciência? Por que é que o PÚBLICO não fala sobre o espantoso cérebro das abelhas?

Ainda mais recentemente, foi reportado que cientistas australianos ficaram surpreendidos quando flagraram um polvo a esconder-se em cascas de coco (Vejam o vídeo no link). Foi a primeira vez que se documentou um animal invertebrado a manejar ferramentas. Será que isto não é digno de se anunciar em Ciência?

O PÚBLICO anda embriagado com chimpanzés. Qualquer coisa que se passe com chimpanzés tem lugar no jornal. Mas os restantes feitos espantosos do reino animal não têm o mesmo direito. Isto ilustra o cada vez mais notório compromisso que os meios de comunicação têm com a teoria da evolução.


6 comentários so far
Deixe um comentário

É verdade. Mas, felizmente, se quisermos abrir os olhinhos temos muitos exemplos que nos mostram que os chimpanzés não são a estrela da companhia😛.

Comentar por JoanaPaz

Por isso que eu não me canso de dizer…
Teoria da Evolução = entrave no avanço científico de todo o mundo

Comentar por Jocemar

Mais uma forma de condicionar as massas

Comentar por Mats

Ah Sabino! Que exigente!
Não se pode publicar tudo, apenas por uma questão de espaço.
É necessário selecionar o que será publicado, e por uma coincidência os chimps sempre são sorteados…

Não há conspiração, edições tendenciosas e interesses ideológicos por trás dessas publicações.

Implicância tua.

Comentar por Vanessa Meira

http://pt.wikipedia.org/wiki/Uso_de_ferramentas_por_animais

Não só primatas, mas aves, cetáceos, invertebrados, elefantes…🙂

Comentar por Fabricio Lovato

Sabino, talvez ja tenhas visto, mas vale a pena sugerir esse artigo aos embriagados com chimpanzes:

http://www.nature.com/nature/journal/v463/n7280/abs/nature08700.html

Algumas diferencas notaveis na estrutura e no conteudo genetico entre homens e chimpanzes.

Comentar por Vanessa Meira




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: