No princípio criou Deus os céus e a Terra


Descoberta arqueológica confirma novamente a historicidade da Bíblia
Novembro 23, 2009, 11:15 pm
Filed under: Convicções / Fé

Uma equipa de arqueólogos descobriu, em Jerusalém, uma asa de jarro que contém uma antiga inscrição hebraica. Na inscrição lê-se o nome hebreu Menaém, que foi o nome de um rei israelita (II Reis 15:16-22). Este nome ainda hoje é comum entre judeus. Com base no estilo da inscrição, a asa foi datada de cerca de 900 a.C., no período do primeiro templo de Jerusalém.

A inscrição inclui ainda uma letra parcialmente intacta – lamed, que significa “para”. Isto sugere que a jarra foi ofertada a alguém chamado Menaém, disse Ron Beeri, que dirige a escavação para a Autoridade de Antiguidades de Israel. Esta é a primeira vez que um artefacto com um nome inscrito é descoberto em Jerusalém, disse Beeri.

O coordenador do grupo disse: “[Esta descoberta] É importante porque mostra que eles realmente usavam o nome Menaém, durante o período. Não é só da Bíblia, é do registo arqueológico“.
______________________________________________________________________________

Ao longo das últimas dezenas de anos de escavações arqueológicas, muitos críticos da bíblia têm sido silenciados. A Arqueologia tem o péssimo hábito de confirmar o valor histórico dos relatos bíblicos. Dezenas de referências extra-bíblicas a pessoas, eventos e lugares têm sido encontrados, mostrando que a bíblia é um documento histórico confiável.

Os ateus não gostam disto, claro está. É que, se naquilo que podemos ver, a bíblia está certa, então talvez ela também esteja certa em relação ao julgamento divino que diz que vai existir. Isto significa que todos nós seremos julgados mediante as nossas opções na Terra. Os cristãos não temem este julgamento, pois têm o maior advogado da História ao seu lado, Jesus Cristo (I João 2:1). Já o ateu, se continuar a rejeitar o perdão de Cristo, tem todos os motivos para temer a sentença.

É por isso que eles não gostam que a bíblia seja confirmada, dia após dia, mês após mês, ano após ano.

Anúncios

141 comentários so far
Deixe um comentário

Oi Marcos, tudo na Paz?

…talvez ela também esteja certa em relação ao julgamento divino que diz que vai existir

Tens razão, este ponto é central; alguns acham que negar o Criador pode aliviar a responsabilidade pessoal… nada.

Somos todos responsáveis; pelas desigualdes sociais, pela violência, pela impacto ambiental, toda maldade, fome, guerras, todo medo…

Nós nos tornamos um vírus na terra, uma doença; viramos bestas feras, trogloditas, egoístas, consumistas.. sobrevivemos como ratos no lixo.. Não! os ratos são melhores.

“O homem é o lobo do homem”

A existência curta, desgraçada, frustante, doente e solitária do “humano” já é, por sí só, consequência de escolhas feitas, repetidas e confirmadas, diariamente.

E o que colhemos, afinal? Onde chegamos?

E quando acabarem os recursos? E quando faltar água?

Guerrearemos até o último góle? Sobreviveremos?

Parece evidente que o pecado é mesmo um mal, que somos, sim, responsáveis, que não escapamos de consequências e que nada disso depende de fé (ou falta dela).

O Criador é a nossa única esperança!

Forte Abraço,

Comentar por nilo

“Já o ateu, se continuar a rejeitar o perdão de Cristo, tem todos os motivos para temer a sentença”.

Achas que os ateus são ateus porque querem? Acreditar no Deus e Jesuss biblíco significa desligar a razão e a lógica. Alguns de nós simplesmente não conseguem.
É uma questão de honestidade para consigo mesmo, não vou acreditar em Deus só por ter medo do inferno ou do castigo divino.

“O Criador é a nossa única esperança!”

Esperança de quê? desde que o mundo é mundo o sofrimento sempre existiu e vai continuar.Rezando ou não, crente ou não, a vida é um palco de desgraças para muitos e Deus um padrasto para a maioria

Comentar por Hermógenes

“Achas que os ateus são ateus porque querem?”

Então? São ateus porque não querem?

“Acreditar no Deus e Jesuss biblíco significa desligar a razão e a lógica.”

Acreditar que o mundo apareceu por intermédio de ninguém e que a vida apareceu por intermédio de ninguém e que a informação apareceu por intermédio de ninguém significa desligar a razão e a lógica. Alguns de nós simplesmente não conseguem.

Comentar por alogicadosabino

Então? São ateus porque não querem?
Não acredito em fábulas. Não tenho razões pra acreditar em fábulas. A minha racionalidade me impede de crer em tamanha baboseira.
Acreditar que o mundo apareceu por intermédio de ninguém e que a vida apareceu por intermédio de ninguém e que a informação apareceu por intermédio de ninguém significa desligar a razão e a lógica. Alguns de nós simplesmente não conseguem.
Ao contrário da Biblia em que tudo é produto de um mágico, a ciência apoia-se em dados e eividências concretas e as conclusões são alcançadas de forma lógica. O facto de tu não entederes as teorias científicas não significa que elas estão erradas

Comentar por Hermógenes

Olá hermogenes,

“Não acredito em fábulas. Não tenho razões pra acreditar em fábulas.”

EU também não acredito em fábulas. Nisso estamos de acordo.

“A minha racionalidade me impede de crer em tamanha baboseira.”

Que curioso, a mim também. É por essa razão que não acredito que peixes viraram pescadores com o tempo.

“a ciência apoia-se em dados e eividências concretas e as conclusões são alcançadas de forma lógica.”

Qual é o dado científico que te permite concluir que o nada explodiu e tudo se criou?

“O facto de tu não entederes as teorias científicas não significa que elas estão erradas”

Isto é o típico argumento: “Se tu não acreditas é porque não percebes a ciência”. Este argumento até poderia servir para mim, mas não serve para os milhares de cientistas cristãos que têm graus de doutoramento nessas áreas. Ou eles também não entendem as áreas científicas nas quais possuem doutoramentos? Ou será que só aqueles que acreditam que o nada criou tudo é que entendem as teorias científicas?

Abraço

Comentar por alogicadosabino

Dados:
-O universo está em expansão

-Radiação cosmológica de fundo

-Abundância/distribuição dos elementos leves

-Formação/nascimentos de estrelas

Agora diz me qual a tua interpretação desses dados? Para os cientistas a interpretação desses factos deu rigem a TEORIA DO BIG BANG. Fico a espera da tua interpretação dos mesmos factos

Comentar por Hermógenes

Hermogenes,

De que maneira é que cada um desses tópicos invalida a Criação?

PS: Relativamente à formação/nascimento de estrelas, estás a falar da teoria de evolução estelar antes da explosão de uma estrela ter obrigado a repensá-los ou antes deste evento?

Comentar por alogicadosabino

Qual é o dado científico que te permite concluir que o nada explodiu e tudo se criou?
De que maneira é que cada um desses tópicos invalida a Criação?

Respondo qual das 2 perguntas?

Comentar por Hermógenes

Sou cristão e nem por isso deixo de usar a minha lógica e a razão quando optei por Jesus.
Com o tempo descobri que a razão está na fé, fé na pessoa de Jesus.
A ciência, tão defendida por ateus, apoia-se em dados e evidências, porém a teoria a qual tu defendes apoia-se em fábulas.
Primeiro, não sei se tu sabes, mas para ser considerada ciência, tem que haver obrigatoriamente, experimentação e observação. No próprio livro de Darwin ele deixa claro que não se tem como observer a evolução, ora se não se observa e não se experimenta, então não é ciência.
Partindo disso, e usando um pouco de razão, entre uma falsa ciência que indica que somos produtos de combinações de fatores estatisticamente impossíveis, e fé que nos diz que somos feitos por Deus e há um lar preparado no pós-morte, pela razão, a 2ª opção é melhor.
Só pra constar, a Lei da biogenesis, está a nosso favor e totalmente contra a evolução.

Comentar por Frederico Fiuza

“Primeiro, não sei se tu sabes, mas para ser considerada ciência, tem que haver obrigatoriamente, experimentação e observação.”
Então Deus é considerado o que?
Se não tem como experimenta-lo nem prova-lo?

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Romano
Vc pode provar cientificamente, ou seja, pelo metodo cientifico ao qual vc se refere, que Julio Cesar ou Platão exitiram?

Comentar por Adim

Noooooooooooooooooooooooooooossa acharam um nome escrito num jarro de barro!

Isso prova a veracidade da B.I.B.L.I.A. !

É o maximo de provas que consegues?
Um nome em comum na B.I.B.L.I.A. e num Jarro?

Alem de ser uma “ENORME” descoberta a fonte de tal que mudara o rumo da humanidade nunca saberemos…
Um achado de tal “MAGNETUDE” sem fonte sem noticias apenas nomes jogados ao vento?

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Existe mais provas arqueológicas para a bíblia do que para qualquer outro livro da mesma idade, ou um pouco mais recente…
Algumas que me lembro de cabeça.
– Pedras babilônicas de Nabucodonosor
– Estela de senaqueribe, tb conhecido como tetraedro
– Inscrições egipicias contanto história do povo hebreu
– Palácio da Rainha de Sabá
E muito outros.
A Bíblia é um livro historicamente fiável e arqueologicamente incontestável.

Comentar por Frederico Fiuza

Voce quer provar a bíblia com argumentos científicos. Contradição.

O fato da Bíblia ser histórica não prova que ela tem ligação com Deus. Voce desrespeita Hórus, cuidado

Comentar por luciano

isso corresponde aaaaa
quantos % do que é dito nesse blog?

Comentar por ROMANO LIMA AROS

O fato de existirem provas de povos e reis citados na biblia não prova que a terra tem 10 mil anos…
nem que existe um deus…
nem que ele criou tudo com magica…
nem que dinos e humanos conviveram…
….
A biblia como livro de auto-ajuda é otimo!
Mas não a usem para ensinar biologia!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Isso só prova que esses lugares existiram.
não é por que existe o castelo do conde drácula, que o mesmo tenha existido.

Inscrições egipicias contanto história do povo hebreu(Não há evidências)

Comentar por Luiz Henrique Caldeira

“não é por que existe o castelo do conde drácula, que o mesmo tenha existido.”

Muito bom.
Agora transfira esse mesmo nível de exigência intelectual para quando te apresentarem fósseis cercados de historinhas, ou uma bactéria virando bactéria como se fosse a evidência final de q a macro-evolução é fato.

Comentar por Vanessa Meira

“Achas que os ateus são ateus porque querem?… desde que o mundo é mundo o sofrimento sempre existiu…”

É claro que os ateus são ateus porque querem. O ateísmo nada mais é do quê uma escolha. Ninguém é obrigado a ser ateu, assim como ninguém é obrigado a ser cristão. Lívre arbítrio, rapaz.
Os grandes homens e mulheres de Deus sempre sofreram e nem por isso o renegaram. Pelo contrário. Foi a perseverança deles que possibilitou a chegada do evangelho até nós. E os ateus, é claro, odeiam isso.
Conforme a verdadeira ciência avança, a Bíblia é cada vez mais confirmada.
Os ateus também criticavam as profecias de Isaias sobre a vida de Cristo, pois diante da exatidão destas profecias, diziam que as profecias de Isaias eram apenas uma “armação”, pois foram escritas numa época pós-critã. Mas depois da descoberta dos Manuscritos do Mar Morto, ao qual os especialistas atribuem uma idade pré-cristã, os ateus calaram a boca.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Dizem a mesma coisa do Alcorão

Comentar por luciano

Não dizem não.
O quê sabes sobre manuscritos bíblicos ou Alcorão? Já sei. Nada.
Se foi o Deus da bíblia, se foi Alá ou outros deuses que criaram o mundo, não dá para responder cientificamente. Mas uma coisa podemos afirmar com certeza: Alguém fez.
Olhe a sua volta e responda: Já vistes alguma coisa surgir por acaso, sem a intervenção de alguém? Diga-o.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Seguindo a sua lógica,quem criou deus?

Comentar por Luiz Henrique Caldeira

Eu sou sincero e não vou forçar a enganar a mim mesmo,

Se algum dia Cristo aparecer para mim e me ameaçar de me fazer um mal,

eu posso até tentar ama-lo, vou ficar pensando “tenho que amá-lo, tenho que amá-lo” e quando eu perceber que não funcionou, além de ficar pensando,

vou falar com todo mundo o tempo todo: “que amo ele, que amo ele…” e mesmo assim que não funcionar,

vou me jogar no chão e começar a gritar: “te amo demais, te amo demais…”

E no fundo vai ser tudo eu querendo me enganar.

Eu não nasci para seguir pessoas, nasci para seguir ideologias,

Se Cristo aparecer para mim e me disser dez coisas e eu concordar com nove, direi para ele: “concordo com voce em noventa por cento”,

Se Hórus aparecer depois e disser a mesma coisa: responderei para ele: “concordo com voce em noventa por cento”,

Não importa quem, se Hitler voltar e me ameçar eu tento seguir ele também,

A diferença que vejo é esta, podem perceber que se não sou um religioso, não descarto nenhuma possibilidade,

mas voces seriam incapazes de pensar na possibilidade que se Cristo for um mito, ou for um ser do mal, e Qualquer outro messias for o verdadeiro,

e se este outro messias for tão rígido quanto o Deus que voces pregam,

voces estaram mais condenados que nós.

Mas voces são incapazes de pensar nesta possibilidade, por isso são fanáticos

então não acredito na bíblia,

não acho que Cristo foi o que dizem, mas

o mais importante

mesmo que a bíblia seja a palavra de Deus,

só vai me fazer pensar que o criador não é inteligente e vou ficar incucado, como ele criou então tudo isso?

a minha resposta tende a ser: “o que é inteligente para mim não é inteligente para todos os seres,”

derrepente seja inteligente despedaçar criancinhas para punir os pais,

morte aos homossexuais, legitimidade ao mentir sobre cristo para melhor,

dar açoites em escravos, ser crente desde criança para poder morrer rico sem ter dividir nada com os pobres,

lutar contra a masturbação e que se dane que se aumente o gráfico dos crimes sexuais,

E vou muito mais além, interpretando, voce transforma qualquer estória em um bom ensinamento, O desenho do “pica pau” vira uma coisa maravilhosa,

Não importa se Cristo é verdadeiro ou não

não importa se Deus é o que voces falam que é,

naõ me importo se voces tenham razão em tudo,

não sigo pessoas, sigo ideologias,

e não escolho as pessoas que vou amar,

porque o amor simplesmente acontece entre as pessoas e quem tentar artificializar, mesmo que deite no chão e grite, só vai estar enganando a si próprio

Comentar por luciano

Eu não nasci para seguir pessoas, nasci para seguir ideologias

Ideologias concebidas por homens?

Comentar por MVR

Não importa quem formulou a sentença, importa é o que está contido nela.

Se o demônio me dizer que é preciso praticar o bem, eu concodarei com ele,

não importa de quem ou de onde vem a idéia.

Comentar por luciano

Como saberia definir “bem”, em primeiro lugar?

Conceitos objetivos de bem e mal não existem no naturalismo ateu.

Comentar por Vanessa Meira

Sabino:

“Acreditar que o mundo apareceu por intermédio de ninguém e que a vida apareceu por intermédio de ninguém e que a informação apareceu por intermédio de ninguém significa desligar a razão e a lógica. Alguns de nós simplesmente não conseguem”

Por que tem que ser Jesus e não Hórus, e poque tem que ser Deus e não o Diabo, por que não pode ser uma sociedade destes seres?

POr que não pode ser um ser nunca pensado, um Vírus por exemplo não pode ter criado o mundo?

Comentar por luciano

Olá luciano,

“Por que tem que ser Jesus e não Hórus, e poque tem que ser Deus e não o Diabo, por que não pode ser uma sociedade destes seres?

POr que não pode ser um ser nunca pensado, um Vírus por exemplo não pode ter criado o mundo?”

São boas questões. Digo-o com sinceridade.

Como deves calcular, eu não vou colocar aqui tudo aquilo que tenho vindo a falar ao longo de 2 anos de blogue, mas posso-te dizer que, talvez, uma boa maneira de tu veres se há Deus e se este Deus é o Deus bíblico, é tu olhares para o que a bíblia diz do mundo e depois veres se o mundo está de acordo com aquilo que ela diz. Imagina que a bíblia é um puzzle, e os factos do mundo são as peças. Podes ver se as peças encaixam no puzzle. Também tens o puzzle do ateísmo. Também podes ver se as peças dos factos do mundo encaixam nesse puzzle. Por exemplo, o que é que a bíblia diz sobre o mal? O que ela diz sobre o mal está de acordo com aquilo que se vê no mundo? O que é que a bíblia diz sobre a ciência? O que ela diz sobre a ciência está de acordo com aquilo que se vê no mundo? (Nota: estou a falar de ciência, observação, e não de especulação).

Que evidências científicas e/ou históricas há para o facto de um virus ter criado o mundo?
Que evidências científicas e/ou históricas há para o facto de Hórus ter criado o mundo?
Que evidências científicas e/ou históricas há para o facto de Deus ter criado o mundo?

O que tens a fazer é medir as evidências e pesá-las na balança.
Não sei se me fiz entender.

Comentar por alogicadosabino

A mesma resposta de sempre:

fazer adivinhações não prova que a bíblia tem ligação com deus e não refuta que ela possa ter ligação com o diabo.

Analizar Hórus, o “vírus criador do mundo” sob a perspectiva cintífica lógica é inseguro, pois um ser capaz de criar um mundo deste pode ser poderoso o suficiente para não estar adstrito a lógica nenhuma

Comentar por luciano

Luciano que fique bem claro uma coisa. Cristo é um personagem histórico, Hórus é um personagem mitológico egípcio. Temos muitas evidências a favor da historicidade de Cristo enquanto de Hórus até que eu saiba nenhuma.
Se você quiser optar pela não existência de Jesus você terá que provar o contrário três coisas:
1- Como um bando de Judeus do século I criaria uma personagem mitológico? e como este mito do Carpinteiro Crucificado como o filho de Deus teria sobrevivido a opressão do Líderes Judeus( Fariseus, Saduceus, Escribas). Os judeus seria o ultimo povo na terra a criar um personagem como Cristo, a crucificação era um escandalo para qualquer um. Eles eram conservadores com a adoração a Yavé, qualquer herege era morto jamais misturaria a divindade e humanidade como as duas naturezas subsiste em Cristo. Se você conhece a cultura Judaica sabe do que eu estou falando.

2- Terá que mostrar que os evangelhos é falso:
A: A datação dos evangelhos é bom próxima dos evantos narrados, sendo improvável qualquer mistificação nas narrativas. Pois é necessario muito tempo para que a tradição oral (que era altamente desenvolvida e confiável na Palestina do século I) se corrompesse, no mínimo uns 150 anos. Mas o canôn e todo novo testamento é comumente aceito entre os os estudiosos neo testamentários e os críticos textuais que foram escritos antes do término do primeiro século, datação posterior a isso é arbitrária.
B: Os escritores dos evangelhos e o apóstolo Paulo usaram fontes e tradições orais das testemunhas oculares para escrever seus escritos. Essas fontes antiquissimas que são alvo de estudos dos especialistas, se procuras relatos posteriores como o de Josefo para Cristo simplesmente está comendo mosca.
C: Os evangelhos foram escritos sob a supervisão dos apóstolos e das testemunhas oculares inclusive inimigos da fé, que teria todo o motivo para corrigir qualquer mentira.
D: Os evangelhos não contem embelezamento nas narrativas, e nem é contemporâneo as lendas Judaicas.

E: Sobre a perspectiva de uma mistificação pela igreja cobrindo o Jesus histórico por que que eles não ocultaram a passagem onde Jesus demonstra uma certa limitação ao seu conhecimento, mas precisamente no pé da letra uma “ignorância” ao dizer que ele não sabe quando será o segundo advento mas somente o Pai. Se a igreja quisesse transforma-lo em Deus certamente ocultaria esta passagem.

3- Não existe nenhuma semelhança entre Cristo e qualquer entidade mitológica, essa hipótese já foi provada falsa, foi derrubada.

Além do mais quem rolou a pedra de duas toneladas????

Se os discípulos estivesse roubado o corpo não morreria por uma mentira. Alguns argumentão que há uns anos atrás teve quase mil pessoas que morreram por suicídio causa das palavras de um Pastor na Guiana ou Suriname não me lembro, mas tem um porém estes morreram por algo que eles não conheciam e julgavam ser verdadeiro pensavam que iria ressucitar, mas os apóstolos saberiam que aquilo não era verdadeiro e para que largar família, emprego, para morrer po algo que eles sabiam ser mentira???

Quem creria em um Deus crucificado??

quem Creria no testemunho de um bando de Jecas( os pescadores)

E por aí vai. Eis ái o ônus da prova.

Comentar por Allef

Oh pá !

As religiões, assim como as empresas, quando tem sucesso tem sucesso. Quando não tem não tem.
Quem haveria de dizer que uma bebida feita por um obscuro farmacêutico viria a ser a bebida mais vendida no mundo com o nome de coca-cola ? Que um jovem casado com uma velha viúva, num obscuro local da arábia haveria de em poucos anos converter milhões e fundar o califado ?
As coisas são como são.
Há religiões que tem muito sucesso outras nem por isso.

A verdade é que depois da fase inicial de crescimento as religiões fixam-se no seu mercado. Ocupam o lugar deixado vago por outras mas não conseguem estender a sua influência para dentro da área de outra.

Repara : o Islão ou o Cristianismo não tem conseguido cativar crentes nem dum lado nem do outro. Não tem também penetração em territórios já ocupados por religiões bem estruturadas: o hinduísmo, por exemplo.

E quanto a resistir a pressões externas olha que no Brasil e Caraíbas as religiões africanas, sem forma escrita e fortemente reprimidas estão de boa saúde.

A conquista de crentes , pelo menos a nível de cristianismo dá-se dentro das confissões cristãs. Não há conversões fora deste universo. Em número significativo, claro.

Pode haver um Cat Stevens que se converta ao Islão mas isto não é significativo.

O que quero dizer é que não há nada que distinga o cristianismo doutras religiões que nos leve a concluir que há algo de significativamente diferente de outras religiões de inegável sucesso

Comentar por João Melo de Sousa

Olá Sousa,

“o Islão ou o Cristianismo não tem conseguido cativar crentes nem dum lado nem do outro.”

Estás equivocado. O Cristianismo está a penetrar nos países muçulmanos. Se calhar não sabias disto porque, por razões de protecção contra o fanatismo religiosos dos muçulmanos, esse crescimento não pode ser revelado ou, pelo menos, não tanto como se gostaria. Vê aqui, por exemplo. Já agora, aconselho-te o acompanhamento diário desse site. Poderás ver em que países a salvação de Cristo está a penetrar e a perseguição conduzida aos novos salvos.

“O que quero dizer é que não há nada que distinga o cristianismo doutras religiões que nos leve a concluir que há algo de significativamente diferente de outras religiões de inegável sucesso”

Tirando o facto de que o fundador do Cristianismo ressuscitou e deu provas disso mesmo, aparecendo vivo a centenas de testemunhas que, por sua vez, deram as suas vidas anunciando a sua fé. Vê os apóstolos, por exemplo. Passaram de fugitivos medrosos (Pedro até negou Jesus, Tomé só acreditava quando tocasse nas feridas de Jesus) a homens de coragem e determinados a dar a sua vida por essa causa. Nenhuma das outras religiões tem isso.

Comentar por alogicadosabino

Sei disso. Os seguidores de Malcom X na América são islâmicos.

Concordarás comigo quando digo que a penetração das religiões fora da sua área é muito pequena.

A perseguição religiosa não me parece que acabe com religiões bem implantadas. O judaísmo e as religiões afro-americanas devem ter sido das mais perseguidas e lá continuam de boa saúde.

O que eu quero dizer é que fora do grupo sociológico em que vivem tem poucas hipóteses de se safarem.

Estivemos 600 anos sob o Islão e poucas ou nenhumas conversões ficaram. E também convertemos muito poucos islâmicos, hindus, japoneses ou chineses.

Isso não prova grande coisa mas também não permite ver uma religião em particular como a tal que sendo dada a conhecer é aceito por todos. Não há uma religião universal.

O único local onde tem havido bastantes “conversões” é em África (ao Islão e ao Cristianismo).

No entanto chamo-te a atenção que em África os convertidos às religiões monoteístas continuam tão animistas e politeístas como antes….

E quanto a saber da fé dos homens(e senhoras pois claro) penso que se a pergunta fosse :

Qual a frase com que mais se identifica ?

Tenho a certeza absoluta que Deus(ou os deuses) não existem

Tenho a certeza absoluta que Deus (ou os deuses) existem.

Não tenho a certeza se há algum Deus ou deuses.

Penso que os resultados seriam interessantes.

!

Comentar por João Melo de Sousa

Oi João, tudo bem?

Sabe o que isso tudo mostra?

Que a religiosidade não é a solução para o problema humano.

Forte abraço!

Comentar por nilo

Realmente o sucesso, o número de adeptos de uma religião não diz nada sobre sua veracidade.

Um sistema de pensamento deve ser avaliado por sua coerência, aplicabilidade, lógica, etc.
E isso em todas as áreas: metafísica, epistemologia, moral, etc

Por isso, o cristianismo seria a cosmovisão mais perfeita e abrangente ainda que amanhã não existisse mais nenhum cristão.

Comentar por Vanessa Meira

Frederico Fiuza:

Se for Hórus o verdadeiro, voce estará encrencado

Comentar por luciano

E se Deus for verdadeiro, e Jesus seu filho for divino, e o são, é melhor você reavaliar suas opções.
E o mais interessante, Deus nos chama com amor, e não com ameaças, se quiser saber de Jesus é verdadeiro, faça prova dele.
Já experimentou isso, de coração pedir para ter um encontro com Jesus, pedir para Ele se revelar a você ?

Comentar por Frederico Fiuza

Frederico:

Se Jesus for eu posso vir a responder,

Se Jesus não for voce pode vir a responder,

estamos no mesmo barco.

Comentar por luciano

Duvido que Hórus seja verdadeiro. A ver pelos registos históricos, Hórus tem tudo para ser um deus moldado pela mão humana. Senão, note-se: foi incorporado com símbolos da natureza (os seus olhos representavam o sol e a lua, tendo mais tarde um deles sido substituído por um amuleto de serpente). Os detalhes da vida de Hórus foram alterados e misturados com a descrição de outros deuses ao longo das dinastias egípcias e à medida que mais deuses iam surgindo.

A história de Hórus tem características claras de mitologia (matar outros deuses por inveja e ciúme), histórias moldadas pelo homem. Os historiadores usam certos princípios para distinguir um relato histórico de um relato mitológico. O de Hórus cai no primeiro, segundo os historiadores.

Comentar por alogicadosabino

Sabino:

Voce duvida de Hórus utilizando argumentos científicos,

e quem afirmou que um ser capaz de criar o mundo está adstrito à lógica, à ciência, à história,

Fundamentar um ser sobrenatural com ciência (mesmo que ciência hitórica), não traz resultados seguros, porque um ser deste pode não estar adstrito às leis naturais,

O criador ou filho dele pode ser Hórus, e ele não precisa deixar evidências palpáveis, pois ele é sobrenatural, não precisa está sob a égide de qualquer lógica “humana”

Comentar por luciano

luciano,

“Fundamentar um ser sobrenatural com ciência (mesmo que ciência hitórica), não traz resultados seguros, porque um ser deste pode não estar adstrito às leis naturais”

A História não é uma lei natural. Há traços literários que permitem distinguir um relato histórico de um relato mitológico. Discorda com os historiadores, por favor, e não comigo.

“O criador ou filho dele pode ser Hórus, e ele não precisa deixar evidências palpáveis, pois ele é sobrenatural, não precisa está sob a égide de qualquer lógica “humana””

Tudo bem, não tenho qualquer problema com isso. Mas então fica lá com a tua crença cega. Tenho é sérias dificuldades que consigas convencer alguém da tua fé sem evidências. Uma fé sem evidências certamente para mim não dá, mas já que a ti não te faz confusão, tudo bem 😉 Certamente que não vês aqui posts no blog a dizerem que eu acredito em Deus porque sim.

Comentar por alogicadosabino

Deus não é Histórico e ele pode existir,

Hórus não é histórico e ele pode existir

Comentar por Luciano

O ateu deixa de ser ateu para formular seus argumentos. Nem na própria fé ele pode encontrar respostas.

Mas já dizem que todo ateu age como se Deus existisse…

Comentar por MVR

MRV

Quem te falou que sou ateu?

Comentar por luciano

Jesus é a manifestação de Deus.
Jesus é histórico.
Ele existiu.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

“Jesus é a manifestação de Deus.
Jesus é histórico.
Ele existiu.”

Pregação

Comentar por Luciano

As tuas palavras também são meras pregações.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Que pregação?

Tens as evidências históricas de Jesus, já aqui mesmo no blog te apresentaram algumas.
Afirmar repetidamente que “não existem evidências” não as fará desaparecer.

Apresente aqui a todos as evidências de Hórus.

Aguardamos (evidências, e não a tua pregação).

Comentar por Vanessa Meira

“…pois um ser capaz de criar um mundo deste pode ser poderoso o suficiente para não estar adstrito a lógica nenhuma.”

Estás a falar do surgimento espontâneo do universo, do ajuste fino por acaso, da abiogênese, origem química da vida, seres unicelulares virando seres humanos após milhares de anos?

Veja que poder! Veja que sorte!

Realmente, existem narrativas ilógicas.

Comentar por Vanessa

Que saber?

Dane-se!

O inferno me parece ser muito mas animado e interessante!

Comentar por ROMANO LIMA AROS

Romano, obrigado pelos elogios.
Eu não conheço a tua vida mas tem alguém que é maior que todos nós que conhece e quer fazer uma obra tremenda em sua vida. Sou louco fanático e o que você pensar por Jesus Cristo (1Corintios 4:10). Não me importo de você me chamar, pois não es o primeiro a me dizer isso. Simplesmente afirmei algo que estava aparente e que também é próprio do Ateu, disse porque você falou assim para o Sabino que tinha que arrumar uma mulher, e blá,bá,blá.
E também pelo seu modo grosseiro de escrever afirmei que você se entrega aos prazeres da carne. Mas isso é próprio do ateu: “Deus não existe então se entregue a tudo que vida pode oferecer de bom”

E o que a vida pode oferecer de bom?? você deve saber. Mas nós sabemos que Cristo é nosso vida. Nós não usamos a bíblia como livro de ciências, porque existe várias maneiras de interpretar genesis 1.

Comentar por Allef

Também há várias maneiras de interpretar o desenho do “pica pau” e fazer ele virar um ensinamento

Comentar por luciano

Luciano,
claro que pode.
Assim como existem várias maneiras de se interpretar a natureza e tornar isso um ensinamento metafísico-religioso subsidiado pelo governo.

Por ex.: ancestralidade comum de todos os seres.

Comentar por Vanessa

Para os demónios, sim.

Para os humanos é horrível. Esse lugar é tão horrível que o Próprio Deus teve que deixar o Seu Filho morrer para nos salvar desse lugar.

Se Deus teve que fazer isso, imagina o quão horrível o inferno é.

Comentar por Mats

“Para os humanos é horrível. Esse lugar é tão horrível que o Próprio Deus teve que deixar o Seu Filho morrer para nos salvar desse lugar”.

Este Deus então não é tão poderoso,

derrepente voce enganado e o inferno é bom.

Comentar por luciano

Mats o lugar é horrivel também para os demônios pois este lugar foi destinado para eles. Não há demônios no inferno ele estão ao nosso redor e nas reigões celestiais( Efésios 6:12-13).

Comentar por Allef

Hermógenes!
Concordo contigo quando falas que não vais acreditar em DEUS só por causa do inferno ou juízo.O REINO de DEUS não é estabelecido por temor e sim por AMOR!O homem tem uma tendência natural de se rebelar naturalmente á qualquer autoridade,e isto leva a implicações diretas ao seu relacionamento com DEUS.Desde muito pequenos somos rebeldes a qualquer ato de autoridade e disciplina,e isto nos causa muitas dores futuras.Concordo com contigo quando falas que pela lógica e razão não consegues compreender DEUS e a razão de SUA obra,pois nunca haveremos compreender tal fato só com o intelecto,precisamos associar a estes a comtemplação,a introspecção e a solitude,para que o ESPÌRITO de DEUS nos convença de coisas que aos nossos olhos são impossíveis de crer.

No mundo empírico há tantas fatos contra-intuitívos(a própria quântica) e isso não te leva a descrer dela,mas te mostra que a nossa intuição as vezes não é a mãe da razão legítima e verdadeira.Se fores honesto comigo verás que o grande descrédito que a PALAVRA de DEUS tem frente as pessoas não depende DELE,e sim do testemunho de ineficácia desta PALAVRA na vida das pessoas que professam a FÈ.A hipocrisia,o uso da religião para se locupletrar, não é culpa de DEUS e sim do ser humano que prova mais uma vez que se não se encontrar VERDADEIRAMENTE com o SEU CRIADOR,estará fadado a disseminar dor e sofrimento,decorrentes do seu egoísmo desenfreado e peverso.

Concordo contigo quando dizes implicitamente que nós cristãos somos culpados,e o somos,porque não praticamos literalmente os preceito e observações de DEUS,para que pudéssemos ter uma vida harmoniosa conosco,com o próximo e com a criação.Concordo MEA CULPA!Mas isso não invalida o AMOR de DEUS que está em CRISTO JESUS,para a redenção de todo aquele que crê e espera na misericórdia de DEUS.Abraços.

Comentar por jonas

Luciano!
Como escrevi ao hermógenes,acho que a sua mágoa e rancor e descrédito diante de CRISTO,não é por ELE e nem pelas SUAS PALAVRAS,e sim pela religião “estabelecida” como o braço de DEUS.A igreja é uma instituição humana(preconizada por DEUS)e devido ter os seus integrantes humanos,está cheia de falhas e erros oriundos das mazelas e misérias do próprio ser humano,mas isso não invalida o PODER DE DEUS e o SEU AMOR.Já estive igual a você(permita-me a comparação)muito ferido,desacreditado e rancoroso com DEUS,mas o verdadeiro motivo eram as pessoas que professavam o SEU NOME e faziam as maiores aberrações.Isto só mostra que se conhecermos profundamente a DEUS e os SEUS preceitos e não praticálos,nada há de mudar em nossas vidas.Não olhe para pessoas,instituições e ritos,olhe para dentro de si e pergunte porque este vazio?porque esta procura desperada para ter um motivo para viver?POrque a procura por ideologias humanas,que pela própria história provou que são estéreis e as vezes muito danosas?Acalme teu coração,procure aprender com a contemplação e introspecção na plena quietude da tua alma,e verás que a VERDADE está mais próxima que você imagina.Abraços

Comentar por jonas

Só uma correção:

não tenho rancor por Deus,

O que eu não sou apto a ter é fé incondicional em nada

sigo ideologias e não pessoas

Comentar por luciano

Hermógenes!
Hás de convir que se existe um ramo da ciência que está vivendo uma era de tremenda especulação é a cosmologia,principalmente a formação e nascimento de estrelas.Se existe alguma coisa como que um axioma na cosmologia é a velocidade da luz,e até ela está sendo investigada,se a sua imutabilidade é verdadeira ou não.Se não tivermos homogenidade na densidade do universo,poderemos ter velocidades diferentes para a luz,então quem garante que a densidade do universo é igual em todos pontos.Se estivessémos (via láctea)em uma região de densidade inferior,a velocidade da luz mudaria para maior,fazendo com que todas as nossas medições mudassem.Veja só com este exemplo que em cosmologia as “verdades” ainda são muito incipientes e precisamos ter muita cautela para abraçar idéias pré-concebidas,disvirtuando os verdadeiros resultados.Quanto a teoria do Big Bang,ela também está enfrentando problemas atualmente,e tudo sabes disso pois és esclarecido nesta área.Tu sabes que o Big Bang não é própriamente uma teoria,e sim uma familia de soluções da equação fundamental de uma teoria cientifica chamada Relatividade Geral.São soluções de equações geradas através da junção do teorema (identidades de Bianchi) com a Lei da conservação de energia(1 Lei termodinâmica)que gera uma equação que é a pedra angular da relatividade geral.Apartir disto podemos perguntar a equação o que acontece em dada situação e “ela responde”com uma de suas soluções.Com os resultados poderemos ver quais cosmologias são viáveis ou não,e parece que uma familia de soluções se destaca:o universo em expansão e finito(extremamente quente e denso no inicio)ou infinito pelo menos a matéria esteve muito concentrada no passado.A própria equação que gera estas soluções,só é valida até muito próxima ao instante inicial.O Big bang é válido,mas com ressalvas pois não podemos adentrar o instante inicial e isto é como uma casa em construção,se não sabemos o alicerçe poderemos errar na sua feitura.Estou a lhe falar isto para ver como são frágeis a estruturação das nossas predições em cosmologia.

Comentar por jonas

Jonas, as estrela são formadas apartir de gás e poeira de hidrogénio. Isso já não se discute.
As estrelas comecam a morrer quando a combustão, de hidrógenio primeiro e hélio depois, acaba. Não aberto a discussão.
A morte das estrelas acaba em supernovas. Provadíssimo.

Isto foi previsto e já está mais que provado.

Não venham com aquela fábula do gênesis: “Faça-se luz e assim foi”

Tu sabes que o Big Bang não é própriamente uma teoria,e sim uma familia de soluções da equação fundamental de uma teoria cientifica chamada Relatividade Geral.

Mas afinal o que é uma teoria? Uma teoria não pode assentar sobre outras?

Eu pergunto: com os dados existentes qual é a teoria alternativa?

Comentar por Hermógenes

Hás de convir que se existe um ramo da ciência que está vivendo uma era de tremenda especulação é a cosmologia

Não há dúvidas, enviamos sondas a marte e júpiter, homem a lua, satélites em órbita, telescópios espaciais, tudo com base em dados e calculos especulativos.
Até os gregos antigos conseguiram calcular a distância precisa da terra ao sol com poucos recursos tecnológicos…nós milhares de anos depois ainda estamos a especular…como diz o Sabino:”o homem actual é molenga”

Comentar por Hermógenes

Bom, se pensas assim tudo bem. A verdade é que a ciência é feita de pressupostos e interpretações. Nunca vais encontrar 100% de consenso en nenhuma área científica, isso é que nos faz avançar. Mas existem sempre as explicações e teorias mais aceites que outras.

Comentar por Hermógenes

Hermogenes o universo não é eterno e nem a matéria, espaço e o tempo. Todos tiveram um início e isso requer um causa bem maior que o cosmo. POr que ele é o efeito de uma causa. Para isso teremos que mergulhar na metafísica.
Para os que pensam que o argumento cosmológico de Kalam está ultrapassado esta redondamente enganado, porque ultimante está em alta no cenário filosófico. Além disso temos o argumento da contigência. O ajuste fino, e outros que tem ganhado enfase entre os filósofos, mais a maior evidência da existência de Deus é a ressureição de Cristo.

Comentar por Allef

Qual é o dado científico que te permite concluir que o nada explodiu e tudo se criou?
-facto:O universo está em expansão
Interpretação: Em algum momento, no início do tempo-espaço a matéria estaria de tal forma compactada que os objetos estariam muito mais próximos uns dos outros.Confirmou-se por cálculos matemáticos que o universo devia ter entre 10-20 bilhões de anos, o que agora sabemos com certeza.

Facto: Radiação cosmológica de fundo (previsto por Gamov e confirmada em 1965)
Interpretação: À medida que o universo se expandia, o desvio para o vermelho cosmológico fazia com que o plasma esfriasse até que fosse possível aos elétrons combinar-se com os núcleos atômicos de hidrogênio e hélio para formarem átomos. Isso aconteceu por volta de 3000 K, ou quando o universo tinha aproximadamente 380.000 anos de idade (z=1088). Nesse momento, os fótons puderam começar a viajar livremente pelo espaço. Esse processo é chamado “recombinação”.Os fótons continuaram a esfriar até que atingiram a temperatura atual de 2,7 K. Assim, a radiação do espaço que se mede hoje vem de uma superfície esférica, chamada superfície de última difusão, da qual os fótons que se desvencilharam da interação com a matéria no universo inicial, 13,7 bilhões de anos atrás, estão recém alcançando os observadores na Terra.

Trocando em quinhentas: Esta radiação associada à temperatura pode ser entendida intuitivamente como sendo o que “sobrou” do enorme calor e temperatura presentes nos momentos iniciais do universo

Facto:Abundância/distribuição dos elementos leves
Interpretação:
Os primeiros elementos químicos a serem sintetizados na evolução do universo foram os mais simples (mais leves), ex: Hidrogénio e hélio. Os elementos químicos mais pesados e mais complexos são formados a partir de diversas reações nucleares que ocorrem a altas temperaturas e pressões no núcleo das estrelas. Já está provadíssimo.

AGORA, QUAL A TUA ALTERNATIVA AO BIG BANG TENDO COMO BASE NESTES DADOS?

Comentar por Hermógenes

Olá Hermogenes,

“AGORA, QUAL A TUA ALTERNATIVA AO BIG BANG TENDO COMO BASE NESTES DADOS?”

Mas os criacionistas não ignoram os dados da ciência. O que não concordamos é com a interpretação que os cientistas naturalistas fazem deles. Certamente ficarias espantado por saber que existem duas teorias de origem do universo, propostas por 2 físicos criacionistas, e todos estes dados são levados em conta. A única coisa que muda é a religião dos dois. Os naturalistas metem o nada como criador do universo. Os criacionistas metem Deus.

“Já te perguntaste quaal a % de cientistas criacionistas?isso é que era interessante saber, chega a 2%?”

O que interessa a percentagem? Uma coisa não é verdadeira ou falsa consuante o número de adeptos que possui. Tantas “certezas” do passado já foram destronadas.

Além do mais, visto que um cientista que afirme publicamente que é criacionista tem logo dificultado o acesso a um trabalho estável e a publicações científicas, não é de admirar que a maioria dos cientistas seja naturalista.

Comentar por alogicadosabino

“Confirmou-se por cálculos matemáticos que o universo devia ter entre 10-20 bilhões de anos, o que agora sabemos com certeza.”
Opa, certeza sobre o universo é a última coisa que um cientista falaria. Composto (especulativamente) de 95% de matéria escura, nenhum cientista sério afirmaria o que você falou.
1º – Um dos 1º a comentar sobre isso foi o Stephen Hawking, e pelos cálculos dele o universo teria 14 ou 15 bilhoes de anos. Dentre umas variáveis ele usou o calor do universo atual, cerca de 3K, especulou uma temperatura inicial, e mediu qnto tempo demoraria para resfriar a 3k. Um cientista criacionista usou a mesma equação dele, exatamente a mesma, e fez uma interpretação diferente, Do nada surgiram todas as estrelas, qnto tempo levaria para a temperatura chegar a 3K, 10 a 12mil anos.
2º – Pegue o livro de Hawking e veja a cronologia do Big Bang, explosão inicial, leis físicas desconhecidas, expansão e por ae vai. Ora, Lei física desconhecida, foi a mesma que ocorreu com a abertura do mar vermelho, com o machado flutuante, enfim… O big bang começa com um milagre, afinal é uma lei física desconhecida.
3º – Reduzimos tudo as 2 coisas fundamentais, átomo e energia, a natureza é composta basicamente disso. Certo ? Só que tanto o átomo e a energia seguem leis físicas conhecidas e estudadas, o Big Bang explica a origem do átomo e da energia, mas não das Leis físicas.

Fato sobre o universo é que é escuro e extremamente frio, possui planetas, estrelas, galáxias. A propria teoria sobre a expansão do universo está sendo colocada sobre a mesa para reavaliação. Suspeita-se que ao analisar a distança para as cores verlhema e azul, aparentemente a terra estaria posicionada em um local privilegiado do universo, bem mais próximo ao centro do que se imagina. Para compensar surgiu a proposta do efeito sanfona do universo, expande e retrai…

Comentar por d3rf

“Este argumento até poderia servir para mim, mas não serve para os milhares de cientistas cristãos que têm graus de doutoramento nessas áreas”.

Antes de ser cristão ou budista é preciso ser só cientista e por de lado crenças. Depois de ser cientista é preciso ser bom cientista. Depois de ser bom cientista é preciso ter crédito na área em questão.
Já te perguntaste quaal a % de cientistas criacionistas?isso é que era interessante saber, chega a 2%?.

Comentar por Hermógenes

Hermógenes!
Em resposta anterior falei sobre axiomas estabelecidos pelo paradigma vigente em que a cosmologia se alicerça.A vel da luz é um axioma inponderável para a cosmologia,pois sua mudança geraria um caos.Não estou aqui para mudares os teus pressupostos,e sim lançar dúvidas sobre eles,pois eles são mais frágeis que imaginas.A teoria da condensação expontânea de nuvens interestelares(formação estelar e evolução)também é crítica sob diversos aspectos,porque parte de pressupostos não observados empiricamente,pois desnecessário é dizer que ninguem observou uma estrela desenvolvendo seu ciclo vital desde o nascimento até a sua morte.O que nos temos de observação seria comparativamente há 10 seg de observação da vida de alguém,com os seus 80 ou mais anos.Estes limites estão impostos diante da nossa finitude física,quanto do nosso intelecto.A formação das estrelas parte de pressupostos,e por isso não devemos ser tão dogmáticos quanto ao posicionamento.Na minha modesta opinião creio que estamos nos estágios primordiais do verdadeiro conhecimento,pois estamos assentados em muitas idéis pré-concebidas,que podem estar muito distantes da verdade.

Comentar por jonas

HERMÓGENES!
“não há dúvidas,enviamos sondas a marte…”
Quero argumentar contigo que estás a confundir a ciência TECNOLÓGICA com a ciência observacional,que tem muito de cunho especulativo.É pelo avanço da tecnologia que a ciência ganhou esse “nowhall” de “tudo posso ou tudo saberei.”Não sei porque estás “axiomatizando” todas as pressuposições deste paradigma,que a cada dia muda e diz friamente:”pensávamos que as formações das estrelas eram assim,nos enganamos agora temos que começar tudo de novo.”A cada dia pressupostos são derrubados e literalmente”jogados ao lixo”,eu não vejo porque tamanho empenho seu a defender paradigmas que amanhã serão obsoletos,deixando um rastro nefasto de atraso e decepção para a verdadeira ciência.A propósito,uma teoria precisa ser CAPAZ DE SER TESTADA e tem de ter O POTENCIAL DE SER PROVADA COMO FALSA!O Big Bang tem isto?Estás muito influenciado pela ciência tecnológica(que sem dúvida é deslumbrande)mas isto não deveria tirar o espírito crítico que voce deve ter em relação há tua cosmovisão.Abraços

Comentar por jonas

“Um sistema de pensamento deve ser avaliado por sua coerência, aplicabilidade, lógica, etc.
E isso em todas as áreas: metafísica, epistemologia, moral, etc

Por isso, o cristianismo seria a cosmovisão mais perfeita e abrangente ainda que amanhã não existisse mais nenhum cristão”

isto levando-se em conta que o sobrenatural segue os mesmo princípios da lógica humana,

uma formiga pode processar uma informação de forma diferente de voce,

e por que voce está certa e a formiga não?

levando-de em conta qual pressupostos?

E de novo, voce só faz pregação ultimamente

Comentar por luciano

Formigas e humanos estão no mesmo nível na tua cosmovisão, não na minha.

É vc quem tem dificuldade de explicar de forma coerente q diferença há entre a “mente” da formiga e a dos humanos.

Sem sair da tua cosmovisão, não consegues explicar porque poderíamos confiar em nosso raciocínio. O que me garante que evoluímos a tal ponto que posso confiar na capacidade humana de analisar, compreender e descrever o mundo natural corretamente?

A “dúvida de Darwin” era se as convicções da mente do homem, que se desenvolveram cegamente a partir da mente de animais inferiores, são de algum valor ou confiáveis.

Explique-nos, Luciano o porque devo dar mais ouvidos ao que tu dizes que aos sinais sonoros que o papagaio faz.

Pra fazer isso, terás de emprestar algo do teísmo, especialmente do cristianismo.

Fique à vontade.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

“Formigas e humanos estão no mesmo nível na tua cosmovisão, não na minha.”

Por que na sua não?

“O que me garante que evoluímos a tal ponto que posso confiar na capacidade humana de analisar, compreender e descrever o mundo natural corretamente?”

Justamente o que eu queria que voce compreendesse.

“Explique-nos, Luciano o porque devo dar mais ouvidos ao que tu dizes que aos sinais sonoros que o papagaio faz.”

Cada um dá ouvidos a quem achar conveniente.

Comentar por Luciano

Luciano,
por que na minha nao?
Acho que já ouviste algo sobre o homem ter sido criado “imagem e semelhança de Deus”. Cristianismo bíblico é minha cosmovisão, homens e formigas são bem distintos.

E vc gostaria que eu compreendesse o q? A incapacidade dos evolucionistas explicarem a racionalidade humana? Eu já entendi faz tempo. Por isso não creio na teoria da evolução.

Nas palavras de A. Plantinga (filosofo cristão), o propósito da seleção natural é produzir sobrevivência e não crenças verdadeiras. Portanto, no contexto naturalista não temos a menor garantia de que nossas crenças correspondam à realidade.

Assim, o naturalismo é refutado pelo próprio evolucionismo!

Irracionalidade desde a base…

Comentar por Vanessa Meira

Isaías:

“Não dizem não.
O quê sabes sobre manuscritos bíblicos ou Alcorão? Já sei. Nada.
Se foi o Deus da bíblia, se foi Alá ou outros deuses que criaram o mundo, não dá para responder cientificamente. Mas uma coisa podemos afirmar com certeza: Alguém fez.
Olhe a sua volta e responda: Já vistes alguma coisa surgir por acaso, sem a intervenção de alguém? Diga-o.”

Já vi alguma existir sem causa: Deus (de acordo com a suas alegações)

Comentar por luciano

Desculpe-me a intromissão:
o Isaías pergunta se já viste algo “surgir”.
Tu respondes que já viste algo “existir”.

É diferente.

Um bom argumento teísta afirma que “tudo que começa a existir tem uma causa”.
Repare que a afirmação não é “tudo que existe tem uma causa”.

Essa é a base para o argumento cosmológico ‘kalam’. Dê uma olhada.

Comentar por Vanessa Meira

E quem garante que o mundo “começou a existir”, por que não sempre existiu?

Deus é perfeito e sempre existiu, o mundo é perfeito e sempre existiu.

“Alguém fez o mundo.” Será?

Quem afirma que o mundo começou a existir são voces, não eu.

Comentar por Luciano

Bem haja luciano,

“Quem afirma que o mundo começou a existir são voces, não eu.”

[…]

Para completar:

Se Deus pode não ter surgido,

O universo também pode não ter surgido.

Mas então fica a saber que estás a ir contra os dados da ciência 😉 Eu bem me parecia que a tua posição se devia não às evidências científicas mas a pura opção pessoal. Mas, e infelizmente para ti, há evidências científicas que revelam que o universo teve mesmo um início. E é dessa maneira que tu ficas encostado à parede a perguntar-te como é que entidades como a matéria, o espaço e o tempo surgem assim do nada, sem intervenção de ninguém.

Comentar por alogicadosabino

É impossivel esse mundo ter sempre existido: se houvesse tempo infinito “para trás” o presente nunca chegaria, e essa nossa conversa nunca aconteceria.

Creio que ateus e cristãos concordam, de modo razoável, que houve um começo.

Sobre esse argumento da “perfeição”, ainda não percebi que argumento é esse.
Quem usa esse argumento?

Comentar por Vanessa Meira

Fazendo uma comparação, seria como se arqueólogos do futuro descobrissem entre os escombros do nosso mundo, uma placa de rua com o nome de Baker St. e concluíssem que Sherlock Holmes realmente existiu…

Comentar por Barros

Olá Barros,

“Fazendo uma comparação, seria como se arqueólogos do futuro descobrissem entre os escombros do nosso mundo, uma placa de rua com o nome de Baker St. e concluíssem que Sherlock Holmes realmente existiu…”

De facto não é uma comparação nada inteligente. Sherlock Homes foi inventado propositadamente para ser uma figura fictícia de um conto. Por essa razão, nenhum homem de História defende a existência real dele. Também nunca te vi debateres sobre a sua existência. Já em relação a Deus não se pode dizer a mesma coisa. Não é muito inteligente chegar-se aí e dizer que acreditar em Deus ou Jesus é o mesmo que acreditar no Hulk, no Homem-aranha e companhias LDA’s.

E este caso de arqueologia a comprovar a bíblia é apenas um de entre muitos.

Abraço

Comentar por alogicadosabino

´´O criador ou filho dele pode ser Hórus, e ele não precisa deixar evidências palpáveis, pois ele é sobrenatural, não precisa está sob a égide de qualquer lógica “humana““

Ainda bem que falas do Horus, se bem que aqui ele parece estar sendo usando como um ´´dragão da garragem“, mas ta, jamais creria num deus assim obviamente inventado pelos memos.

Mesmo que alguns não concordem, nossa fé Em Cristo é baseada sim em muitas e fortes evidencias.
Evidencias que são mostradas e debatidas todos dias em varios lugares do mundo e na net exemplo desse bendito Site.

Comentar por Adim

Gostaria de ver o Luciano e os demais admiradores do argumento “dragão-da-garagem” de Sagan argumentarem racionalmente em favor de Horus.

Sempre que usam tal argumentação e pedimos isso, eles se vão calados.

O problema é que depois voltam com o mesmo argumento (mudando apenas para Thor, Zeus, o Spagueti-Voador, etc)

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

O argumento é só para te mostrar como a sua crença é recebida pelo outro lado

e para te mostrar que voce segue Cristo por pura opção, e não adianta fundamentar sua crença por fatos

alegadamente históricos, pois, debater questões históricas de Hórus ou Jesus

não levará a nada porque não será definido quem é o Deus por competição histórica

Comentar por Luciano

Não.
Usam esse argumento porque leram Sagan, acharam engraçado e pensam que é um argumento racional.
Não é.

Trata-se de uma piada, uma analogia falsa. Um “red-hering”.

Muitos são teístas e/ou cristãos por seguirem as evidências (C.S. Lewis os chama de “teístas empíricos”).

Para afirmar que não adianta debater as evidências históricas de Jesus e Hórus vc deve justificar porque.

Eu acho que vale a pena, e estou ansiosa para ver vc reduzir racionalmente Jesus a apenas um mito do mesmo nível de Hórus.

Aguardo.

Comentar por Vanessa Meira

Adim:

“Mesmo que alguns não concordem, nossa fé Em Cristo é baseada sim em muitas e fortes evidencias.
Evidencias que são mostradas e debatidas todos dias em varios lugares do mundo e na net exemplo desse bendito Site.”

Como voce pensa e evidenciar que Cristo não é filho do rival de Deus?

E desde quando existir fisicamente, ressuscitar, e advinhar, prova filiação de Deus ou do ser oposto a Deus?

Lá ceticismo eles estão desafiando quem fala que apresenta tais provas (só para informar)

Comentar por luciano

Ateus observam os fatos…chegam a conclusões.
Cristãos tem uma certeza,e adaptam os fatos para que ela seja “verdade”.

a ciencia nunca disse que o mundo veio do nada…a ciencia tem teorias sim,mas são teorias baseadas nos fatos,que podem mudar,se novos fatos forem apresentados.

ateus são humildes o bastante para dizer “eu não sei”,e racionais o bastante para buscarem a verdade,e não justificativas para suas “verdades”.

por que cristãos tem mania de se fazer de vitimas?

“Tirando o facto de que o fundador do Cristianismo ressuscitou e deu provas disso mesmo, aparecendo vivo a centenas de testemunhas que, por sua vez, deram as suas vidas anunciando a sua fé. ”

Do mesmo jeito que um lobo mau assoprou a casa dos três porquinhos…você acreditar em seu “mito” ou “livro sagrado” não faz ele mais real que Zeus,a menos que você possa provar ou mostrar evidencias de que ele é realmente sagrado…fé não é evidencia,é querer acreditar,e não ter a humlidade de dizer “eu não sei”.

“Mas então fica a saber que estás a ir contra os dados da ciência Eu bem me parecia que a tua posição se devia não às evidências científicas mas a pura opção pessoal. Mas, e infelizmente para ti, há evidências científicas que revelam que o universo teve mesmo um início. E é dessa maneira que tu ficas encostado à parede a perguntar-te como é que entidades como a matéria, o espaço e o tempo surgem assim do nada, sem intervenção de ninguém.”

Calma lá agora…há evidencias de que ha um inicio,ok,mesmo se isso for verdade,se algum deus pode simplismente existir do nada,o universo tambem pode existir do nada,ou sempre ter existido de formas diferentes….sendo o “inicio” que observamos,apenas o inicio de como ele é agora.

se uma pedra aparecer no meu quarto,e não houver uma boa explicação para como ela foi parar lá (seja qual for o motivo,falta de tecnologia,conhecimento,etc)
e alguem resolver dizer que “foi um gnomo azul mutante”
o fato de eu não possuir uma explicação não faz a afirmação da pessoa correta…apenas um chute bizarro,a menos que ele possua evidencias.

minha opinião? se não tem a humildade de dizer que não sabe…e vai inventar qualquer coisa para justificar seu chut…ops,fé…procure ao menos “chutar algo mais simples”…um ser onifodão que sempre existiu é um chute Muito alto…dizer que a Biblia é sagrada,é um chute mais alto ainda.

desculpe a possivel falta de coesão em algumas partes…chuva,tenho que desligar tudo.

Comentar por Ricardo

Vanessa!
É contra-intuitivo que pessoas conhecedoras da complexidade da vida em todos os seus aspectos,quer fisicos,biológicos e químicos,possam adorar uma divindade chamado “acaso”,emanando dele poder criador com tamanha otimização.Só há uma explicação:deliberadamente decidiram por negar o CRIADOR,pois evidências não faltam!

Comentar por jonas

sabino:

“E é dessa maneira que tu ficas encostado à parede a perguntar-te como é que entidades como a matéria, o espaço e o tempo surgem assim do nada, sem intervenção de ninguém.”

Da mesma forma que Deus surgiu sem ninguém intervir.

E se Deus não surgiu, sempre existiu, assim se pode ser com Deus, pode ser com o universo.

A ciência pode falar como surgiu a terra e como surgiu o universo, mas talvez não chegue do que surgiu o universo (em termos matéria) é possível que sempre haja um antes não sobrenatural e só não vai continuar se chamando “universo” devido às convenções científicas.

Tenho que te falar também que daqui para frente vou provar a inerrãncia científica do “Pica Pau” com interpretações de ajuste:

Quando tiver guerra, mostrarei a parte do desenho que mostra ele trocando tiros com os outros personagens,

quando tiver chuva demais, vou mostrar no desenho ele tomando chuva,

quando tiver fome demais no mundo, vou mostrar no desenho ele sentindo fome,

quando tiver corrupção demais, vou mostrar ele dando o tombo nos outros personagens, e assim por diante.

mostra pela bíblia o que vai acontecer ano que vem ou decada que vem, ou século que vem, que também mostrarei de acordo com “Pica Pau” o que vai acontecer.

Comentar por Luciano

Da mesma forma que Deus surgiu sem ninguém intervir.

E se Deus não surgiu, sempre existiu, assim se pode ser com Deus, pode ser com o universo.

O Universo não é atemporal. O Universo não pode ter existido desde sempre, ou já haveria morte do calor.

mostra pela bíblia o que vai acontecer ano que vem ou decada que vem, ou século que vem, que também mostrarei de acordo com “Pica Pau” o que vai acontecer.

Mais ridículo que isto não ficas.

Comentar por MVR

Com certeza, MVR, a ciência já demonstrou que o universo não dura para sempre e que teve que ter um começo e como você falou ele não pode nunca ter existido desde sempre, pois jamais haveria matéria, calor ou energia (é até incrível como os ateus não olham essa parte).

Se eu não me engane, o que o Luciano falou, parece a fala de Carl Sagan, um astrônomo agnóstico que parecia mais um ateu.

Mudando de assunto um pouco: disse que Sagan, parece mais um ateu, porque está me lembrando um negócio: a defninição de agnóstico é “uma pessoa que não acredita e nem desacredita”, então um agnóstico pode (em teoria) dar motivos para a existência de Deus e para não existência.

Mas pelo que vejo na internet o chamado “agnosticismo” está mais para ateísmo do que para o “lado nulo” que eles definem e alguns agnósticos são até mais fundamentalistas que os ateus. Nunca vi na minha vida um agnóstico dando motivos para a existência de Deus, afinal se a definição é que eles não acreditam nem desacreditam então tem que dar motivos para não desacreditar.

Vai entender.

Creio até que se dessem motivos para não desacreditar ficariam até sendo mal vistos nas comunidades ateístas que tem por aí.

Comentar por Adalberto Felipe

Mrv:

depende do que voce chama de universo, se é a mesma definição por convenção cientifica,

pois se o início do que voce chama de universo, for resultado de

transformação de outra matéria anteriormente existente,

este anteriormente não vai se chamar universo, simplesmente por convenção.

Comentar por luciano

MRV:

“Mais ridículo que isto não ficas”

é o mesmo que muitos falam quando voces alegam inerrância científica da Bíblia.

Comentar por luciano

Vanessa:

“por que na minha nao?
Acho que já ouviste algo sobre o homem ter sido criado “imagem e semelhança de Deus”. Cristianismo bíblico é minha cosmovisão, homens e formigas são bem distintos.”

Da mesma forma que aceita o azul como azul e não quer mexer

Esta é uma “convenção” de sua consciência, voce acredita que somos a imagem e semelhança de Deus,

por acreditar, voce se “convencionou” assim, e é coisa que voce não quer mexer. Mas por que temos

que ser a imagem e semelhança de Deus? as formigas podem pensar a mesma coisa, se cada espécie advogar para si.

Comentar por Luciano

Como queiras.
Deves então demonstrar por que a tua “convenção” explica melhor a realidade do que a minha.

Lembre-se que na tua “convenção” não há motivos para confiar na racionalidade.
Assim, não importa qual seja a tua explicação, ela já de antemão não é confiável ou melhor que a exlicação da… formiga.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

“Assim, não importa qual seja a tua explicação, ela já de antemão não é confiável ou melhor que a exlicação da… formiga.”

Regra que se aplica a todos os humanos em termos de explicações sobrenaturais.

Comentar por Luciano

Como podes aplicar regra de raciocínio numa cosmovisão irracional como a tua?

Sempre que falas de “razão”, “lógica”, “racionalidade”, abandonas o naturalismo e passas pro teísmo cristão.

Fique à vontade para invadir minha sala, só não fica bem sentares no meu sofá e passares a criticar minha casa…

Comentar por Vanessa Meira

Luciano o universo não é eterno. Nem a matéria e nem mesmo o tempo e espaço. Tudo passou a existir em determinado momento, os ateus geralmente gostam de argumentar quem criou Deus? ele tem que ter um início, dizem os ateus. Mas acontece que se Deus tem uma explicação isso acabaria destruindo a ciência. Por que se Deus foi criado então existe alguém maior que ele, então esse alguém maior que ele também foi criado, então o que criou esse alguém maior que Deus também foi criado e assim seria um uma corrente infinita de explicação, o que destruiria toda a razão, isso é um princípio filosófico. Deus é a causa primeira não causada é eterno , é atemporal e não espacial. É algo alucinante.

Comentar por Allef

Alef:

“O ajuste fino, e outros que tem ganhado enfase entre os filósofos, mais a maior evidência da existência de Deus é a ressureição de Cristo.”

Não há evidência da existência de Deus,

Há provas de ressurreição de Cristo?

se houver tais provas, tal alegação de Cristo ter ressuscitado refuta a alegação dele ser filho do rival de Deus?

Comentar por luciano

Luciano não faça uma salada salgada de Banana com melão, por favor. Para responder a sua primeira questão veja o que o grande

“O filósofo Cristão Peter Kreft disse:
* Primeiro, existe a questão de se algo existe ou não. Uma coisa pode existir, quer a conheçamos ou não.
* Segundo, existe a questão de se sabemos ou não que esse algo existe. (Responder essa questão afirmativamente é pressupor que a primeira questão foi respondida afirmativamente, sem dúvida; embora uma coisa possa existir sem o nosso conhecimento dela, não podemos conhecê-la a menos que ela exista).
* Terceiro, existe a questão de se temos uma razão ou não para o nosso conhecimento. Podemos conhecer algumas coisas sem sermos capazes de levar outros a esse conhecimento mediante razões. Muitos cristãos pensam que a existência de Deus é assim.
* Quarto, existe a questão de se essa razão, se existe, equivale a uma prova. A maioria das razões não equivalem. A maioria das razões que damos para o que cremos equivalem a probabilidades, não provas. Por exemplo, o edifício no qual você está pode desmoronar num minuto, mas a confiabilidade do empreiteiro e os materiais de construção são uma boa razão para pensar que isso é muito improvável.
* Quinto, se existe uma prova, ela é uma prova científica, uma prova pelo método científico, isto é, por experimento, observação e mensuração? Provas filosóficas podem ser boas provas, mas elas não precisam ser provas científicas.

Creio que podemos responder “sim” às quatro primeiras dessas questões sobre a existência de Deus, mas não à quinta. Deus existe, podemos saber isso, podemos dar razões, e essas razões equivalem à prova, mas não prova científica, exceto no sentido extraordinariamente amplo.

Existem muitos argumentos para a existência de Deus, mas a maioria deles têm a mesma estrutura lógica, que é a estrutura básica de qualquer argumento dedutivo. Primeiro, existe uma premissa maior, ou princípio geral. Então, uma premissa menor declara algum dado particular em nossa experiência que se encontra sob esse princípio. Finalmente, a conclusão segue ao aplicarmos o princípio geral ao caso particular.”

Comentar por Allef

Allef:

‘Creio que podemos responder “sim” às quatro primeiras dessas’

Voce só confimou o que eu disse:

PODE existir Deus,

O cristianismo PODE ser o correto,

e daí por diante…

Comentar por Luciano

Mas não estava a falar de ti, mas dos ateus. E se és ateu não sei, mas tem demonstrado isso.

depende do que voce chama de universo, se é a mesma definição por convenção cientifica,

pois se o início do que voce chama de universo, for resultado de

–>transformação de outra matéria anteriormente existente<–

este anteriormente não vai se chamar universo, simplesmente por convenção.

Estás a brincar. Além de ser uma posição de fé, é uma crença sem evidência sequer lógica. Vai contra a ciência.

é o mesmo que muitos falam quando voces alegam inerrância científica da Bíblia.

Os que dizem isso ainda não refutaram as passagens bíblicas, por mais que pedíssemos.

Comentar por MVR

ainda não refutaram a inerrância científica do Pica Pau.

Comentar por Luciano

Luciano!
Estive lendo suas observações e suas respostas e com muito respeito a você e a tua cosmovisão,acho que deves aprofundar teus estudos ou tuas análises concernentes a que tu crês.Vou de dar um exemplo para entenderemos o que te falo:uma criança é criada num lugar onde nunca viu brinquedos tecnológicos,e em algum dia foi levada para um parque ultra tecnológico e foi exposta a todas essas “maravilhas” que despertaram intensamente a sua atenção.É claro que a curiosidade foi compreensível,mas lhe faltava intimidade de lidar com “toda essa informação”,e por isso por um bom tempo não soube usufruir destas “maravilhas”;só depois que adquiriu mais intimidade é que soube desfrutar do momento.Não sou cientista,mas a minha formação é na área biologica,e a anos persigo a harmonia no conhecimento,estudando física,quimica,biologia,filosofia da ciência e outros.É com muita humildade que te peço que aprofundes o “teu alicerçe”não para demonstrar o teu conhecimento, para teres uma visão mais “holistica” da ciência e seus ensinamentos,e verás que muitas coisas que dissestes estão fora de um embasamento empírico.Estou lhe estimulando a ler mais,procurar com riqueza,profundidade e sem pré-conceitos a verdade,que se manifesta no nosso “coração”,quando estamos contemplando e em profunda quitude de alma.Quero que entendas que estamos no mesmo nível cultural,mas acho que lhe falta mais introspecção diante da realidade e do mistério do universo.Abraços

Comentar por jonas

Gente:

Vou expor uma hipótese e interpretem a grosso modo por favor (interpretando o “Pica Pau”):

1 – A teoria do “Big Bang” diz que a matéria estava comprimida e explodiu, ou que a matéria surgiu ali naquele intervalo de tempo?

2 – Se a matéria estava comprimida, então pode ter havido um processo de compressão,

3 – Se matéria atrae matéria, esta atração é que pode ter comprimido,

4 – O espaço está se expandindo, devido a inércia da explosão que ainda perdura,

5 – Quando a inércia da explosão perder “força”, a força de atração matéria-matéria pode fazer que tudo se comprima de novo,

6 – aí volta o “big bang” de novo

7 – e assim por diante…

8 – é o universo sempre existiu e o que os cientístas chamam de “Big Bang” é simplesmente a última explosão.

Observação:

1 – Se a matéria estava comprimida, não se pode dizer que ela surgiu ali, de forma a ser refutada a alegação de que tudo tem início e fim.

2 – Para qualquer resposta, favor levar em conta que “hoje este é o entendimento” de forma abstratamente anexada a ela.

Comentar por luciano

e assim por diante…

Naum…

A entropia seria gigantesca, em algum momento as forças se equilibrariam e… assim fechadinho este sistema… sucumbiria.

Forte abraço!

Comentar por nilo

Outra coisa, parece que o universo está em expansão acelerada… inércia não acelera nada.

Então de um lado tens a entropia e o equilíbrio das forças… e do outro tens o universo acelerando cada vez mais. Que treta para teu modelo oscilatório! Terás que apelar para algo sobrenatural (fora do universo).

Abraço!

Comentar por nilo

“1 – A teoria do “Big Bang” diz que a matéria estava comprimida e explodiu, ou que a matéria surgiu ali naquele intervalo de tempo?”

A matéria como a conhecemos teve origem ali.
Me parece que esse é um conceito popular um pouco distorcido do BIg Bang (deixo para os especialistas aqui).
E o que temos de evidência é que houve pelo menos um começo.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

“A matéria como a conhecemos teve origem ali.”

E a matéria como não conhecemos, teve origem ali?

Do “Big Bang” para cá, pode ser apenas uma fase da existência da matéria, o que não significa seu início.

Comentar por Luciano

Luciano,
claro que pode…
és livre para fazeres afirmações metafísicas de todo tipo.

Respeito a tua crença.

Comentar por Vanessa Meira

Adalberto Felipe:

“Mas pelo que vejo na internet o chamado “agnosticismo” está mais para ateísmo do que para o “lado nulo” que eles definem e alguns agnósticos são até mais fundamentalistas que os ateus. Nunca vi na minha vida um agnóstico dando motivos para a existência de Deus, afinal se a definição é que eles não acreditam nem desacreditam então tem que dar motivos para não desacreditar.”

Também concordo com voce que a melhor forma de saber qual lado tem razão, ou se algum lado tem razão,

é tomar a opnião de um grupo neutro.

Comentar por Luciano

“Seguindo a sua lógica,quem criou deus”?

Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos.
Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles se envelhecerão como um vestido… Porém tu és o mesmo, e os teus anos nunca terão fim. Salm.102:25-27.
Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis… Tudo foi criado por ele e para ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. Coloss.1:16,17.

“Antes de ser cristão ou budista é preciso ser só cientista e por de lado crenças. Depois de ser cientista é preciso ser bom cientista. Depois de ser bom cientista é preciso ter crédito na área em questão”.

É. E antes de ser evolucionista, ateu, secularista ou incrédulo é preciso deixar de lado suas crenças…

Já te perguntaste quaal a % de cientistas criacionistas?isso é que era interessante saber, chega a 2%?.

Já perguntastes quantos duvidavam do “Homem de Nebraska”, antes de o mesmo ser desmascarado?

“Já vi alguma existir sem causa: Deus (de acordo com a suas alegações”

Você já viu Deus? Que privilègio!

ateus são humildes o bastante para dizer “eu não sei”,e racionais o bastante para buscarem a verdade,e não justificativas para suas “verdades”.

Disso, nem mesmo os ateus sabiam.

“Não há evidência da existência de Deus…”

Não há evidências de que macacos se transformaram em gente.

“Há provas de ressurreição de Cristo”?

Há provas de que mutações transformam uma espécie em outra, além de lhe darem mais capacidade de sobreviver do que seus genitores?

se houver tais provas, tal alegação de Cristo ter ressuscitado refuta a alegação dele ser filho do rival de Deus?

E se ficar provado que Jesus não é filho do diabo, qual desculpa vais arrumar para não crer nele?

“Quem te falou que sou ateu?”

As tua feroz crítica à Bíblia, e à fé cristã é característica peculiar dos ateus.

Nos quais o deus deste século [ou seja, o diabo] cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. II Cor.4:4.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Isaías:

“E se ficar provado que Jesus não é filho do diabo, qual desculpa vais arrumar para não crer nele?”

Tenho a impressão de que isto não vai ficar provado;

Não sou contra voce acreditar que ele é filho de Deus,

Mas acreditar científicamente que ele é filho de Deus…

Conclusão: acredite por sentimento somente e todos deverão te reispeitar do mesmo jeito,

desde que voce não julgue nínguém que não acreditar em nada ou acreditar em outro messias.

Comentar por Luciano

Isaías prova da maneira como a ciência moderna exige não podemos. Mas há várias evidências de que nos leva a crer que Cristo ressucitou. Dos grandes especialistas em novo testamento 38 acredita no relato da tumba vazia enquanto 16 não acredita. Existe algumas questões que são fatos históricos que são praticamente irrefutáveis.

1- Cristo foi crucificado e morto.
2- Cristo foi colocado em uma tumba, com uma grande pedra tampando a entrada.
3- A tumba foi encontrada vazia.
4- Os discípulos, afirmaram ter visto o Cristo ressuscitado, isso não é meia duzia não, é centenas de pessoas(+ de 500), pois isso foi o motivo da nova fé que se levantava.

Hoje muitos céticos não chegam a duvidar destas questões, porém tentam responder a isso usando métodos puramente naturalistas. Além de diversos outros argumentos fantásticos para ressureição de Jesus.

Comentar por Allef

Allef:

Para que debater se ele ressucitou ou não, se isso não prova de quem ele é filho.

(voces repetem seus argumentos e eu sou abrigado a repetir os meus)

Comentar por Luciano

nilo:

“Então de um lado tens a entropia e o equilíbrio das forças… e do outro tens o universo acelerando cada vez mais. Que treta para teu modelo oscilatório! Terás que apelar para algo sobrenatural (fora do universo).”

Na informação anexada esta “SUGERE” está acelerando;

Anterior ao “Big Bang” não implica em sobrenatural.

Comentar por Luciano

Não disse “anterior ao Big Bang”.

Eu disse “Terás que apelar para algo sobrenatural (fora do universo)”. É diferente amigo.

Comentar por nilo

Nilo:

É bom trocar os polos, agora eu questiono a ciência que voce usa para defender seus argumentos,

E quando voce achar que está me pressionando, tem sempre saídas:

este é o entendimento atual, pode mudar assim como a indivisibilidade do átomo,

uma coisa que é fato que nada na ciência é verdade absoluta,

então, tudo é possivel mudar.

Comentar por Luciano

“nada na ciência é verdade absoluta”

Evolucionismo é a exceção.
Ou talvez não seja “ciência”.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

“Conceitos objetivos de bem e mal não existem no naturalismo ateu.”

É a atual definição por convenção de minha consciência, que formei também ao longo de minha vida,

e não está presa, por regras, a ideologia de 2000 anos atráz. Sofreu influência também das experiências sociais históricas posteriores.

Comentar por Luciano

Basta a afirmação “não concordo” e o caos moral se estabelece na tua cosmovisão irracional (e agora relativista).

Quando falas de “bem” e “mal” também falas de algo que não existe objetivamente no naturalismo/ateísmo.

Novamente invades a minha cosmovisão (o que chamei de ‘minha casa’), emprestas pressupostos teístas para criticar o próprio teísmo.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

Não tenho intenção de criticar o cristianismo ou qualquer outra religião,

Só não concordo com uma pessoa julgar a outra, nos casos não previstos em lei.

Comentar por Luciano

Aí está o “não concordo”.
Pois eu posso responder “não concordo com a tua discordância”.
Na tua cosmovisão essa minha resposta basta e eu estou tão certa quanto você.

Não há base objetiva nenhuma.
O nome disso é relativismo.

Comentar por Vanessa Meira

Meu querido a vida sem Deus não tem sentido e nem propósito, se a evolução aconteceu aleatóriamente sem e intervenção de Deus então somos animais como qualquer outro animal do planeta apenas mais evoluído. Então se somos animais por quê existe a necessidade de leis para reger a sociedade? por que é proibido matar? Roubar? por que é errado se prostituir? E fazer diversas outras coisas ? Se somos animais então agimos por instinto, isso é próprio da nossa espécie. Ora a moral e o caráter não existe sem Deus, pois a moral não é fruto de uma ferramenta evolutiva. Além do mais é difícil pensar que estamos sozinhos no universo abandonados a nossa própria sorte.

Comentar por Allef

Allef:

“por que é errado se prostituir?”

O que aconteceria com o gráfico dos crimes sexuais se as prostitutas fossem excluídas da humanidade?

Comentar por Luciano

Allef:

“Então se somos animais por quê existe a necessidade de leis para reger a sociedade? por que é proibido matar? Roubar? por que é errado se prostituir? E fazer diversas outras coisas ?”

Quem sabe a formiga trabalha porque ela acha que é errado ter preguiça de não trabalhar

Comentar por Luciano

vanessa:

“Fique à vontade para invadir minha sala, só não fica bem sentares no meu sofá e passares a criticar minha casa…”

Não há sua casa, há casa de todos que foram criados.

Comentar por Luciano

Vanessa:

“Para afirmar que não adianta debater as evidências históricas de Jesus e Hórus vc deve justificar porque”

Discordo deles:

Mesmo que justifiquem os argumentos históricos, não se chegará a uma conclusão completa pois,

Não requisito para ser um Deus, ser históricamente justificado.

Comentar por Luciano

luciano,

tenho reparado que os teus argumentos baseiam-se em opiniões. Ora, opiniões não se aguentam perante o escrutínio. Qualquer um pode ter opiniões. Limitares-te a dizer qualquer coisa como: “se calhar os pensamentos da formiga é que estão certos”, ou “por que não um virus ter criado o mundo”, ou ainda “por que é que Jesus não é filho do Diabo, em vez de Deus?”, não constitui nenhuma espécie de refutação a nada.

A mera asserção não constitui argumento. Eu disse algumas razões por que Deus e Horus não estão no mesmo nivel, mostrando razões historicas, mas tu limitas-te à reafirmação das mesmas opiniões.

Ora, nao estamos a debater ao mesmo nivel. Quando quiseres oferecer base de evidência para as tuas alegações (e que sejam bases cientificas, já que tu dizes, contra a ciencia, que o universo sempre existiu), aí então estaremos a debater ao mesmo nivel.

Comentar por alogicadosabino

Sabino:

Para que que vou disputar evidências impíricas se não é requisito para ser

um Deus ser histórico ou justificadamente histórico?

Se não houver provas de Deus criador, então ele não existe?

Seres físicos se provam com história, ou qualquer outra ciência,

seres sobrenaturais não.

Comentar por Luciano

Luciano,

“Seres físicos se provam com história, ou qualquer outra ciência,
seres sobrenaturais não.”

É algo bem estabelecido no cristianismo que o “verbo se fez carne”, e que Jesus é “Deus conosco”. A humanidade de Cristo é um ensino claro na Bíblia.

Jesus é personagem histórico, foi visto tocado, ouvido, descrito por historiadores não-cristãos. Ele existiu indiscutivelmente.

Qual o teu problema com isso?

Comentar por Vanessa Meira

Sabino:

uma forma de raciocinar,

Sempre que em um raciocínio, surgir mais de um caminho possível, escolhe-se um

e se não justifica o por que de não poder ter seguido o outro,

estará escolhendo aquele caminho por mera opção,
sendo assim, não ha condições de criticar quem não seguiu o mesmo caminho.

Cada ser para existir deve cumprir as condições de existência que lhe são inerentes,

e historicidade, lógica, física etc, não são condições de existência de Deus, pois em cada cruzamento de decisão, não haverá como saber

se o caminho tomado é correto ou não impiricamente falando,

Se jesus é filho de Deus ou de seu oposto, como justificar a tomada de decisão no cruzamento?

Comentar por Luciano

Mas luciano, se não queres debater com base nos métodos de conhecimento existentes, nem tens de vir para aqui debater. Se achas que é suficiente dizer coisas como “e se Deus é uma formiga” ou “e se o pensamento humano nos está a ser injectado por um duende maluco”, então tens de ir dizer essas coisas para espaços que não requiram a necessidade de usar a razão e as ciências, sociais e humanas.

Comentar por alogicadosabino

Vanessa:

Isto não prova de qual ser ele é filho.

Não afirmei neste site que Jesus é filho do ser oposto de Deus. Apenas questionei para saber o

por que de cada tomada de decisão em cada cruzamento.

O Sabino disse que estou baseando em minha opinião, mas uma opinião é uma afirmativa real e a minha intenção foi questionar.

não se opina meramente perguntando,

e quando me davam resposta, apenas mostrava com que a afirmação dirigida a mim é apenas uma mera escolha (arbitrária diante do cruzamento) de quem me falava.

Ex:

Alegaram que jesus é histórico, respondi

(se) Deus pode existir sem ser histórico, Hórus pode existir sem ser histórico. (não afirmei que Hórus existe)

Comentar por Luciano

Luciano,
deixe-me tentar teu metodo de argumentar:

Se minha vovó tivesse duas rodas e um guidon com freios ela seria uma bicicleta.
(afirmação ao mesmo nível das tuas)

Comentar por Vanessa Meira

Ou não

Comentar por Luciano

Isso é um disparate João de Melo o evangelho tem chegado a quase todos os países, tem crescido muito em lugares que não são da sua área.

“perseguição religiosa não me parece que acabe com religiões bem implantadas. O judaísmo e as religiões afro-americanas devem ter sido das mais perseguidas e lá continuam de boa saúde.”

Acontece que isso não se aplica ao cristianismo na sua origem. A fé cristã começou em um dos piores lugares do mundo para se começar uma nova fé. Iniciar uma religão por lá era praticamente assinar um atestado de insanidade mental, os líderes judeus tinham tudo para destruir a fé logo na sua formação, cortando o mal pela raiz; os israelitas do século I da nossa era eram pessoas que cumpriam a risca a lei de Moisés.

“Então falou Deus todas estas palavras, dizendo:
Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
Não terás outros deuses diante de mim.
Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos.
Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou.
¶ Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá.
Não matarás.
Não adulterarás.
Não furtarás.
Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.( Êxodo 20: 1-17)

Ainda tinha inúmeros outras leis, estatutos e mandamentos.

Veja mais:

Não fareis outros deuses comigo; deuses de prata ou deuses de ouro não fareis para vós. (Êxodo 20:23)

As pessoas que desrespeitasse essas leis eram punidas severamente, em geral apredejadas ou crucificadas. Qualquer herege era massacrado uma prova disso é o próprio Jesus que ensinava contrário ao Judaísmo, por isso foi condenado a uma das piores mortes de que se tem notícias. Jamais qualquer judeu inventaria um personagem com Cristo, misturando a divindade e a humanidade este povo era totalmente cuidadoso para não misturar o homem com Deus, uma prova disso foi que Depois do cativeiro babilônico os hebreus se fecharam ainda mais; no período helênico, aproximadamente no século II a.C., o povo hebreu resistiu bravamente a helenização cultural impetrada por Antíoco Epifânio. Isso mostra a condição sociológica em que sempre se manteve o povo judaico – separado e antagônico em relação à mitologia pagã!
. Afirmar o contrário é assinar um atestado de obtusidade histórica ou se declarar descontextualizado com as novas descobertas.

Além do mais surgiu vários outros supostos messias antes de Cristo ou contemporâneo a ele, a bíblia mesmo relata:

“Mas, levantando-se no conselho um certo fariseu, chamado Gamaliel, doutor da lei, venerado por todo o povo, mandou que por um pouco levassem para fora os apóstolos;
E disse-lhes: Homens israelitas, acautelai-vos a respeito do que haveis de fazer a estes homens,
Porque antes destes dias levantou-se Teudas, dizendo ser alguém; a este se ajuntou o número de uns quatrocentos homens; o qual foi morto, e todos os que lhe deram ouvidos foram dispersos e reduzidos a nada.
Depois deste levantou-se Judas, o galileu, nos dias do alistamento, e levou muito povo após si; mas também este pereceu, e todos os que lhe deram ouvidos foram dispersos.
E agora digo-vos: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque, se este conselho ou esta obra é de homens, se desfará,
Mas, se é de Deus, não podereis desfazê-la; para que não aconteça serdes também achados combatendo contra Deus.” (Atos 5:34-39)

Afirmar ser o messias era fácil mas provar era difícil; Cristo foi o único que provou na sua ressureição.

“O que eu quero dizer é que fora do grupo sociológico em que vivem tem poucas hipóteses de se safarem.”

Mas sobreviveram.

“Estivemos 600 anos sob o Islão e poucas ou nenhumas conversões ficaram. E também convertemos muito poucos islâmicos, hindus, japoneses ou chineses.”

Poucas conversões do Islã? nossa mais de um bilhão em mais de mil anos.

Estude e analise.

Comentar por Allef

Vanessa:

“deixe-me tentar teu metodo de argumentar:

Se minha vovó tivesse duas rodas e um guidon com freios ela seria uma bicicleta.
(afirmação ao mesmo nível das tuas)”

Pode ser uma bicicleta ou não pode ser uma bicicleta.

Comentar por Luciano

Outro erro:

não fico embasado “em não concordo”, e sim peço explicações do por que não pode ser de outra forma (é questionamento e não afirmação)

Comentar por luciano

Então direcione todo esse ímpeto questionador à teoria da evolução.
Vai lá.

Ou o teu ceticismo é seletivo?

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

Geralmente, eles não afimam nada como verdade absoluta

Comentar por Luciano




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: