No princípio criou Deus os céus e a Terra


A Bíblia e os dinossauros (Parte 1) – A Bíblia fala dos dinossauros?
Novembro 4, 2009, 9:00 am
Filed under: Convicções / Fé, Evolução/Big-Bang

Muitos cristãos ficariam sem saber como explicar aos seus amigos onde é que os dinossauros encaixam na História bíblica sem a subverter. Isto deve-se a duas razões essenciais: 1) a falta de exposição deste tema nas igrejas e congressos bíblicos e 2) a forte influência evolucionista que, sob a pretensão de ser ciência, desenvolveu uma teoria que contradiz o que a bíblia diz sobre a História da Humanidade.

Quando foram os dinossauros criados?

Vocês podem ficar surpreendidos mas a bíblia diz quando o T-rex foi criado. A sério!

dinosaur2O T-rex era um animal terrestre, aquático ou voador? Terrestre.

Em que dia Deus criou os animais terrestres? Dia 6 (Génesis 1:24).

Sendo assim, em que dia foram criados os T-rex? É isso mesmo. Dia 6. Não é muito difícil, pois não? Agora aplica o mesmo exercício aos restantes dinossauros. Os que voavam e viviam nas águas foram criados no dia 5 (Génesis 1:20-22), os terrestres no dia 6.

Se Deus criou os dinossauros, por que eles não são mencionados na Bíblia?

Deixem-me dar-vos uma novidade. A palavra “gato” também não vem na bíblia. Alguém tem dúvidas de que eles sempre estiveram por aí?

Relativamente à palavra “dinossauro”, ela nunca poderia aparecer na bíblia pois só foi inventada/criada em 1841. Richard Owen, naturalista britânico, juntou as palavras gregas deinos (que significa poderoso, terrível) e sauros (lagarto) e formou a palavra dinossauro, como hoje a conhecemos. A tradução da bíblia por João Ferreira de Almeida foi concluída em 1676. Creio que por esta altura já todos perceberam por que razão a palavra “dinossauro” não vem na bíblia.

dinosaur1

Se a bíblia falar de dinossauros chamar-lhe-á outro(s) nome(s). Génesis 2:19 diz-nos que Adão deu nome aos animais, portanto, para encontrarmos a referência a estes animais temos de procurar os nomes hebraicos dados a estas criaturas.

Então que tal irmos à procura desses nomes? Vamos até à Parte 2.

Anúncios

82 comentários so far
Deixe um comentário

Espectáculo! Já agora encontrem nomes para o gliptodonte, os mamutes, o megatério, cranioceras, o aepycamelus, Alce Gigante Castor gigante, Jaguar europeu, Leão Americano, Leão marsupial, Leão das caverna,s Lobo pré-histórico, Mastodonte, Preguiça gigante, Rinoceronte lanudo, Tigre dentes-de-sabre, Urso das cavernas

Comentar por hermogenes

Hermogenes você é tem hora que é engraçado!!

Comentar por Allef

Sim Allef, finalmente percebi que não vale a pena levar a vida a sério, ninguém sai vivo dela mesmo!

Comentar por hermogens

mas é a sério, também gostaria de saber o nome desses mamíferos pré-históricos segundo a biblía

Comentar por hermogens

De facto é brilhante:
Os povos deram nomes a tigres, leões.elefantes e ficaram impressionados com eles.
O T-Rex ou outras animáleceas bué de grandes passaram despercebidas.

De facto isto é muito credível. Um brontossauro a ser comido por um T-Rex, mesmo no nosso quintal, é coisa que passe desapercebida…..

E as gravuras pré-históricas representam imeeeensos dinossaurios…

Paletes! Hectolitros deles!

E a quantidade de fósseis de coelhos e homens junto com dinossaurios ?

às resmas !

Esta é do melhor…..

Depois é claro que o pessoal goza…

Aposto que o próximo post é sobre uns gajos que faziam desenhos de dinosaurios para vender ao turistas evangélicos. Isso provava que muitos humanos viram velociraptores e outras bichezas…

Tão absurdo que nem tem resposta possível!

Dá uma vista de olhos aos livros de história.
E ainda não conseguiste o tal TPC que era:

Uma narrativa consistente e alicerçada em factos que combinasse a história bíblica à maneira dos criacionistas com a história, a arqueologia, sociologia, antropologia, fisica, quimica, biologia e tudo o que se sabe.

Não é preciso dizer que a evolução é uma fé ou que o Prof. Hermano Saraiva é um reconhecido ateu.

Factos e trabalhinho.

Cronologias e datas credíveis.

Gostei do delírio das pessoas pós diluvianas serem super férteis e durarem até aos oitenta anos. Nem em Portugal actualmente a esperança média está nos oitenta….

Mostrei isto a um padre católico. Fartou-se de rir mas depois lá confessou que os Evangélicos e Adventistas fazem mais pelo ateísmo que os ateus ?

És um infiltrado ?

Comentar por João Melo de Sousa

Tem uma música assim, mais ou menos:

“O vento toca o meu rosto
me lembrando que o tempo vai com ele
levando em suas asas os meus dias,
desta vida passageira
minhas certezas, meus conceitos,
minhas virtudes, meus defeitos
nada pode detê-lo…
…o tempo se vai
mas algo sempre eu guardarei…
..o Teu amor, que um dia eu encontrei”

Comentar por nilo

“Mostrei isto a um padre católico. Fartou-se de rir mas depois lá confessou que os Evangélicos e Adventistas fazem mais pelo ateísmo que os ateus ?”

Creio q o padre estava rindo de vc e não entendeste a ironia.

E realmente nós evangélicos fazemos muito pelo ateísmo: esfregamos a cara dos ateus nos seus próprios argumentos ridículos, reduzindo-os ao absurdo (o q os força a melhorar o nível de suas objeções).

Não tem dado resultado muito rápido, como podemos perceber aqui, mas a gente se esforça.

Comentar por Vanessa Meira

Cara Vanessa :

a bem da salvação da sua alma peço-lhe que, como ensinou Paulo a Timóteo se abstenha de ensinar doutrina :

Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio.Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.

Palavra do Senhor. Graças a Deus.

Comentar por João Melo de Sousa

João Melo, é seguindo uma ordem bíblica que lanço luz sobre tua limitação cognitiva:

1o) Estás ouvindo minha voz?
2o) Estamos num culto público?

Isso bastaria para a aplicação q fizeste do texto.

Mas se há algum neurônio rebelde q ainda resiste e quer mesmo entender o texto:
http://dialogue.adventist.org/articles/16_1_rodriguez_p.htm

Comentar por Vanessa Meira

Então dinossauros e o homem coexistiram? Na mesma Era? uhauhauhauhua… até que esse blog é engraçadinho!

*É um blog de humor né?

Comentar por Francisco

Não, não.
‘Coexistiram’ em eras diferentes.
O multiverso possibilitou isso.

Mais um gênio…

Comentar por Vanessa Meira

Concordo com Você Vanessa.
Tem ora que dá vontade de continuar dabatendo com os céticos, mas tem hora que penso:
“Poxa, por mais que refutamos as objeções desses ignorantes sempre eles apresentarão a mesma ladainha”

Uma coisa temos que ter em mente que quando Adão pecou contra Deus no éden, toda autoridade que antes o senhor havia dado ao homem, simplesmente este em sua desobendiência entregou para Satanás.
Por isso o apóstolo João diz na primeira carta:

“Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno. (1 João 5:19).

É triste ver a queda do carater humano atualmente, estamos assemelhando ou até superando a corrupta geração de Noé. Senhor tenha misericóridia.

Comentar por Allef

Olha lá:

Uma coisa é fé. Fé não se discute. Acreditar que Cristo nos vai salvar ou que Maomé é o ultimo dos profetas é perfeitamente aceitável e um direito.

Contra isso nada.

Acreditar que a terra é plana porque o Alcorão o afirma não é errado porque estamos no domínio da fé.

Outra coisa é o domínio da ciência.

Eu não sou contra que os Evangélicos tenham esta ou aquela interpretação da bíblia ou que alguém tenha muita fé na bruxa da Pontinha.

Tenho a objectar é quando querem fazer passar por ciência o que é do domínio da fé.

Por mais respeito que tenho por um espirita não posso aceitar como provas num tribunal as declarações dum espírito através do médium.

Tentar passar como ciência essa interpretação peculiar da bíblia é disparate.

E continuo a pedir um texto que permita servir com manual escolar que conjugue:

A criação da terra e do universo há 6000 anos

O dilúvio universal há 4500

A torre de Babel há 4000 anos.

Com o que sabemos de história, antropologia, sociologia, física, química, geologia, biologia, arqueologia, etc e etc.

Enquanto não conseguirem essa narrativa consistente não tem nada senão mais uma teoria da conspiração.

E não é por eu não poder provar que Júpiter não existiu que ele passa a existir.

Trabalhinho…..

Ou são só bocas?

Comentar por João Melo de Sousa

O problema é que a ciência acaba confirmando a bíblia “sem querer querendo”.

Comentar por MVR

João Melo: Seja lá o que vc supõe ser “fé”, devo dizer que no cristianismo isso é bem definido. Dê uma olhada na Bíblia.

Mas, mesmo não concordando com o teu raciocínio, o teu texto pode gerar um bom exercício. Deixe-me tentar:

“Uma coisa é fé. Fé não se discute. Acreditar que bactérias podem se modificar a ponto conseguirem uma cadeira em Oxford (ou q dinos virem galinhas) é perfeitamente aceitável e um direito.

Contra isso nada.

Acreditar que novas estruturas complexas e funcionais surgem naturalmente por tentativa-e-erro sem interferência inteligente não é errado porque estamos no domínio da fé.

Outra coisa é o domínio da ciência.

Eu não sou contra que os Evolucionistas tenham esta ou aquela interpretação de fósseis ou que alguém tenha muita fé no naturalismo.
Tenho a objectar é quando querem fazer passar por ciência o que é do domínio da fé.

Por mais respeito que tenho por um evolucionista não posso aceitar como provas num tribunal as declarações de que a cena do crime na verdade é a cena de um acidente. O que todos acham que foi assassinato na verdade foi algo natural: as pegadas, o sangue o rastro de fuga e o bilhete com informação codificada ameaçadora surgiram naturalmente por coincidência.

Tentar passar como ciência essa interpretação peculiar da natureza é disparate.”

O que achou?

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa, a teoria da evolução está longe de ser perfeita. Mas vá lá, por no mesmo saco com o criacionismo? É um exagero. As teorias científicas são válidas enquanto não houver explicação melhor para determinado fenómeno natural. A fé/religião não é imcopatível com lógica e a razão, por isso como disse o Sousa é complicado discutir fé (acreditar sem evidências). É impossível provar a existência de Deus.
A evolução tem pressupostos que ainda não foram derrubados por nenhuma área de estudo científico. ..ao contrário da ABSOLUTA VERDADE CRIACIONISTA (teoria metafísica).

Comentar por hermogenes

Olá Hermogenes, beleza?

Meu.. “A evolução tem pressupostos que ainda não foram derrubados”.. você quer dizer ‘todos os pressupostos’, ou ‘alguns pressupostos’?

Pode provar abiogênese? Crê nisso?

Eu também vejo indícios… mas de um Criador. São indícios que encontro nos superlativos naturais, na imensidão do universo, nas pequenas Eta Carinae e Antares, na bela Andrómeda… mas também na dança das cargas mais elementares.

Suponha comigo um instante.. se existe um Deus, então Ele não deve ser maravilhoso?

Forte abraço!

Comentar por nilo

De fato, a fé/religião não é incompatível com lógica e a razão.

Mas a tua definição de “fé” (acreditar sem evidências) não é a melhor.

Gostaria de saber a que pressupostos evolucionistas te referes.

Comentar por Vanessa Meira

“o teu texto pode gerar um bom exercício. Deixe-me tentar:

‘Uma coisa é fé. Fé não se discute. Acreditar que bactérias podem se modificar a ponto conseguirem uma cadeira em Oxford (ou q dinos virem galinhas) é perfeitamente aceitável e um direito.

Contra isso nada.

Acreditar que novas estruturas complexas e funcionais surgem naturalmente por tentativa-e-erro sem interferência inteligente não é errado porque estamos no domínio da fé.

Outra coisa é o domínio da ciência.

Eu não sou contra que os Evolucionistas tenham esta ou aquela interpretação de fósseis ou que alguém tenha muita fé no naturalismo.
Tenho a objectar é quando querem fazer passar por ciência o que é do domínio da fé.

Por mais respeito que tenho por um evolucionista não posso aceitar como provas num tribunal as declarações de que a cena do crime na verdade é a cena de um acidente. O que todos acham que foi assassinato na verdade foi algo natural: as pegadas, o sangue o rastro de fuga e o bilhete com informação codificada ameaçadora surgiram naturalmente por coincidência.

Tentar passar como ciência essa interpretação peculiar da natureza é disparate.’

O que achou?”

Vanessa, eu achei ótimo. Parbaéns! Mas parece que demora (quem sabe quanto tempo) até que alguns amigos evolucionistas percebam o tamanho da fé que ostentaram e ostentam como se “ciência” fosse. Ou será que alguns até percebem, mas tratam logo de desviar o assunto?

Comentar por Darjo

Caro Nilo,

Maravilhoso? Se calhar, ele tem de fazer muito mais para me convencer.

Só por curiosidade, nunca fiz está pergunta:
Segundo a biblía Deus comunicou-se com muitos personagens biblícos de várias formas.Porquê isso já não acontece nos dias de hoje? (ou melhor, desde que a biblía acabou de ser escrita.).

Comentar por hermogenes

“fazer muito mais”
carakas, mais? rsrs.

“..comunicou-se”

Primeiro preciso te dizer que não apenas “comunicou-se”, mas também se mostrou de uma maneira física a várias pessoas.

Vou citar alguns, embora existe outros casos:

1) Adão e Eva
“E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia” (Gn 3:8)

2) Abraão
– Melquisedeque (Gn 14:18), provável teofania.

3) Jacó
– “Lutou com Deus” (Gn 33:24-31)

4) Aqueles que viram Jesus
“Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta. Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” (João 14:8-9)

Leia isso, depois continuo.

Comentar por nilo

Vamos colocar de uma maneira prática.

No princípio Deus tinha uma grande comunhão com o homem, mas então veio a queda… o pecado entrou no mundo.

“Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus…” (Is 59:2)

Ou seja, depois da queda, os “contatos diretos” foram exceções, ocorrendo sempre com propósitos bem claros e pontuais.

A Bíblia esta concluída e nela temos toda a revelação que precisamos por hora.

Mas, em um tempo futuro, na redenção dos que são de Jesus, haverá a regeneração do homem e da criação… então:

“..Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles.” (Ap 21:3)

Forte abraço.

Comentar por nilo

e porque ja nao fala, da a cara e ordens pessoalmente nos dias de hoje?

Comentar por hermogens

“e porque ja nao fala, da a cara e ordens pessoalmente nos dias de hoje?”

E por que já não vemos grandes transformações morfológicas (peixes para anfíbios, dinossauros para aves, símios para hunanos), como a evolução diz que aconteceu no passado?

Provérbios 26:5

Comentar por alogicadosabino

1) O pecado faz separação.
2) A Biblia esta completa, não há necessidade de repetições.
3) Estamos em um período (dispensação) intermediária, antes da regeneração.

4) “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus..” (Hb 11:6)

Comentar por nilo

Cara Vanessa :

Estou preocupado com a sua rebelião contra as palavras de Deus, eternas e imutáveis, passadas a escrito por S.Paulo:

A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição.
Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.
Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.
E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão.
Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, no amor e na santificação.

Você argumenta, como Eva, que não está falando. Não é desculpa. A palavra do senhor também é escrita e denomina-se palavra do Senhor.

Como vê S. Paulo tinha razão – era inspirado por Deus- e o texto foi ratificado pelos santos padres da Igreja Católica, o santo imperador Constantino e outras santas figuras inspiradas directamente e sem intermediários pelo Espírito Santo.

Assim tente salvar a sua alma remetendo-se ao silêncio e meditando, em silêncio, sobre como Eva foi enganada e enganou Adão.

Gere filhos e permaneça em silêncio na fé.

Se quiser aprender doutrina peça a um homem e ouça atentamente em silêncio.
Penso que o Mats ou o Sabino o poderão fazer..

Aqui pode falar de ciência, bordados ou do que quiser. De doutrina não.

Palavra do Senhor, Graças a Deus.

Comentar por João Melo de Sousa

Ok.
Esbocei um leve sorriso.

Nem chegaste a subir no ringue nesse assunto.

Comentar por Vanessa Meira

Sousa,

“Estou preocupado com a sua rebelião contra as palavras de Deus, eternas e imutáveis, passadas a escrito por S.Paulo:

A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição.
Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.”

Podes-me só explicar se sabes em que contexto isso foi escrito e com que propósito?

Quero só saber se estás a falar com conhecimento de causa ou se apenas és mais um papagaio de ateu que escreve nos outros sites aquilo que leu acriticamente em sites ateístas.

Fico à espera 😉

Comentar por alogicadosabino

Parece-me bastante claro:

A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição.
Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.

A versão King James diz o mesmo:
Let the woman learn in silence with all subjection.
12 But I suffer not a woman to teach, nor to usurp authority over the man, but to be in silence.

Podemos pensar que o autor quereria dizer outra coisa, que no seu inconsciente estava a pensar em situações concretas mas que é uma forma alegórica,uma ironia ou outra forma qualquer de se exprimir.
Poder podemos mas não parece, pois não ?

O que está escrito está escrito e, para salvação das almas das senhoras, o melhor é estarem caladinhas.

E adoro a parte da sujeição!

Maus tempos estes em que o diabo reina e ja nao estão as senhoras learn(ing) in silence with all subjection.
.

Comentar por João Melo de Sousa

Pois, como eu imaginava. És ignorante das razões que levaram Paulo a escrever isso e desconheces o contexto. Mas pra próxima podias guardar a tua ignorância para ti em vez de a partilhares com todos. É que até um tolo passa por inteligente se ficar calado (Provérbios 17:28)

Comentar por alogicadosabino

Não te preocupes em saber quem são as “mulheres”, os “maridos”, as circunstâncias e nem o contexto histórico de tais declarações.

Continue aplicando esse texto a mim, e a uma discussão via internet…

Deleito-me em assistir vc rolando no chão a bater num boneco de palha.

Assim q te cansares e perderes a graça, levanta-te, sacode a poeira e venha aprender alguma coisa.

Comentar por Vanessa Meira

Vanessa:

Isto que vou discutir é apenas ciência, não tem nada de doutrina, pelo que pode falar e escrever sobre o assunto sem risco de perder a sua alma imortal para as mão do mafarrico.

A evolução assim como a relatividade não se pronunciam sobre a origem da vida.

A evolução apenas tenta explicar como é que populações mudam.

A origem da vida é outra questão diferente.

O conjunto de ciências que temos apresentam fortes indícios de :

Uma terra e um universo muito antigo.
Um conjunto de fósseis de animais e plantas que já não existem depositados em camadas.
Essas camadas correspondem a épocas geológicas e os fósseis de uma época são de um tipo e os de outras eras mais recentes ou mais antigas tem características diferentes.
Fósseis de uma época não aparecem misturados com fósseis de outras épocas.

Estes são os factos.

Perante isto apareceram muitas e diversas explicações.

A mais simples e que melhor parece adaptar-se à observação é que os seres vivos com o passar do tempo mudam e se transformam noutras espécies.

Se a minha amiga tiver uma explicação que melhor se adapte às observações não há nada de melhor que passá-la a escrito.

Certamente no inicio haverá uma certa desconfiança, como em tudo o que é novo, mas se os argumentos forem bem concatenados e se apresentarem mais explicativos que os actuais irão substituir o actual conhecimento.

E pense que uma descoberta deste género será uma revolução cientifica e colocá-la-à ao lado dos grandes cientistas: o seu nome ficará a lado de Newton, Darwin, Einstein, Heisemberg, Rutherford.

Aconselho-a a ler os trabalhos originais de Einstein, Newton e Darwin.

Não tem ataques aos seus predecessores, são de uma grande humildade e vão directos ao assunto.

Einstein não começo os seu ensaio ” sobre a electodinamica dos corpos em movimento” a desancar no Newton.
Darwin não tratou os Lamarquistas de vigaristas ou de impostores.

Apresentaram foi soluções.

Vá lá…

Pegue a menina na evolução e o Sabino no tal manual de história que combine a terra jovem, o dilúvio e Babel com o que sabemos de história, arqueologia, astronomia, geologia, etc e etc.

Avizinham-se prémios Nobel!

Comentar por João Melo de Sousa

O que esse comentário tem a ver com o que escrevi?

És um escritor compulsivo?

Estás escrevendo pra mim?

Comentar por Vanessa Meira

“Se a minha amiga tiver uma explicação que melhor se adapte às observações não há nada de melhor que passá-la a escrito.”

Observações evolucionistas…

Aqui se encaixa o lamento “não podemos observar por que demora milhares de anos”.

E ao mesmo tempo, outros bradam “já foi observada em laboratório”, citando casos de bactéria virando bactéria-que-come-nylon ou qq-coisa virando a mesma qq-coisa.

Continue se esforçando.

Comentar por Vanessa Meira

Mas então qual é a sua alternativa à evolução?

É que eu também gostava de saber.

Comentar por João Melo de Sousa

Ó Sousa, mesmo que nós não tivessemos alternativa à evolução, isso não era problema nosso. Se o rei vai nu e eu não tenho roupa para lhe dar a vestir, é meu dever na mesma dizer que ele vai nu. Se as observações científicas não se adequam à teoria, muda-se a teoria. Mas o que a evolução faz é acomodar todas as observações nela, por mais contraditórias e mutuamente exclusivas que sejam.

Comentar por alogicadosabino

Ora então nada mais fácil:

Tens observações e dados.

Descobriste uma nova teoria que os explica melhor.

O que é que te falta ?

Venha lá a teoria. Não sejas avaro no teu saber!

Comentar por João Melo de Sousa

João disse: “Se a minha amiga tiver uma explicação que melhor se adapte às observações não há nada de melhor que passá-la a escrito.”

Vanessa disse: ‘Observações evolucionistas…’

Ou, dito de outra forma, “interpretações” evolucionistas que fazem no “automático”, sem nem mais perceber a mistura (fato com interpretação), no exemplo do João:

“Estes são os factos”

Eles sozinhos?

“Uma terra e um universo muito antigo.”

“Muito antigo”, tanto para um quanto para o outro, é óbvio, só pode ser a interpretação que apoie o evolucionismo.

“Um conjunto de fósseis de animais e plantas que já não existem depositados em camadas.”

Mas não deixarias tudo assim sem confessares publicamente a tua fé…

“Essas camadas correspondem a épocas geológicas”

Catecismo do Charles Lyell na mão. Mas sem o dogma uniformitarista, o que seria da teoria de Darwin?

“e os fósseis de uma época são de um tipo”

“de uma época”, por exemplo, tão distante que só um evolucionista mesmo consegue enxergar. Os que vêm um Dilúvio mais recente não foram dotados com a “iluminação da fé”.

“…e os de outras eras mais recentes ou mais antigas tem características diferentes.”

“outras eras”, claro. Quando a contaminação está feita não há factos que resistam…

“Fósseis de uma época não aparecem misturados com fósseis de outras épocas.”

Sem entrar no mérito da veracidade da afirmação, fósseis de n milhões de anos não se misturam com os de outros n milhões de anos. A interpretação/contaminação evolucionista fez seu trabalho. Ninguém mais consegue raciocinar fora dos “milhões de anos”. Os fatos? Onde foram parar?

“Perante isto apareceram muitas e diversas explicações.”

Além das que já foram dadas?
Os fatos ainda estavam sem interpretações/contaminação/explicações?

“A mais simples e que melhor parece adaptar-se à observação é que os seres vivos com o passar do tempo mudam.”

É essa a contribuição da teoria da evolução? Os seres vivos mudam? “O homem nasce, cresce, fica bobo e casa”?

“…e se transformam noutras espécies.”

Ah…sim. Faltava o milagre. Assim muito bem posto, como sempre, de forma bem generalista, sem definição do que seja espécie ou do que seja micro ou macroevolução, nem detalhamento do que seja necessário para que isso tudo ocorra….Só falta especificar isso com os dados da ciência: quais foram as espécies que tens para citar que, com base em observação, se transformaram em outras de tal forma a justificar os devaneios darwinistas (bactérias que se transformam em bactérias e etc, já sabes, não justificam). Não te esqueças que falamos aqui de fatos e observação (ciência), e não da fé/interpretação/extrapolação darwinista acima.

Complementando com uma homenagem aos piauienses:

“O fato é que a evidência era tão inconsistente a um século atrás que até mesmo Darwin tinha grandes dúvidas quanto à validade de sua teoria, exceto quanto à microevolução. Sua teoria geral de que toda vida na terra tinha originado e evoluído por uma acumulação gradual, sucessiva e fortuita acumulação de mutações, é ainda, como foi no tempo de Darwin, uma hipótese altamente especulativa, inteiramente sem qualquer suporte factual, e muito longe daquele axioma auto-evidente que seus advogados mais agressivos querem que acreditemos.”

http://sociedadecriacionistapiauiense.blogspot.com/2009/04/evolucionismo-de-darwin-ao-dogma.html

Comentar por Darjo

Uma terra e um universo muito antigo.
Um conjunto de fósseis de animais e plantas que já não existem depositados em camadas.
Essas camadas correspondem a épocas geológicas e os fósseis de uma época são de um tipo e os de outras eras mais recentes ou mais antigas tem características diferentes.
Fósseis de uma época não aparecem misturados com fósseis de outras épocas.
Estes são os factos.
Muito bem dito. Agora os que não concordam com a interpretação que a teoria da evolução faze destes factos que venha com outras teorias/interpretações.

Comentar por hermogens

Se os evolucionistas se limitassem ao que é observável, demonstrável, etc., nem seria necessária uma alternativa.

A evolução como se pode observar faz parte do modelo criacionista e do DI.

Comentar por Vanessa Meira

Ora até que enfim que estamos de acordo.

O criacionismo (a ideia que houve um ou vários deuses que criaram o universo) não é incompatível com a evolução.
Os católicos são criacionistas mas não tem nada contra a evolução ou a relatividade.
O D.I. também aceita a ciência mas vê na evolução um propósito.

Só os adventistas e alguns evangélicos tem um problema com a evolução.

E não me parece que alguém tenha perdido a fé por estudar a evolução.

Aliás a maioria dos cristãos são católicos e protestantes e esses aceitam a ciência sem problemas.

Só os criacionista da terra jovem tem esta visão peculiar do Cristianismo, da Bíblia e da ciência.

Comentar por João Melo de Sousa

Olá João Melo, tudo bem?
Deixa eu meter minha colher aqui…

O criacionismo … não é incompatível com a evolução

Tem certeza? Digo… você afirma isto com toda a sinceridade?

É possível compatibizar idéias tais como:

– “O acaso fez a vida surgir e a faz evoluir em um processo puramente mecânico.”

– “Deus criou a vida e a sustenta até agora debaixo dos propósitos dEle.”

Abraço!

Comentar por nilo

João Melo, não creio no acordo nesses teus termos.

Acho que os únicos que têm problemas com a evolução devidamente observada (que são mudanças limitadas) são os fixistas.

Adventistas não são fixistas.

O problema não é demonstrar que os seres mudam, mas chamar exclusivamente as narrativas mitológicas evolucionistas de “ciência”.

Comentar por Vanessa Meira

Nilo :

O universo pode sempre ter existido e tudo não passarem de processos relativamente simples e não haver qualquer propósito nisto tudo.

Pode igualmente existir uma entidade, ou várias, que tenham dado origem a isto tudo.

Qualquer uma das hipóteses é estranha e fascinante. Assim como a mecânica quântica.

Aliás a evolução pode chegar a algo como um deus.

Nós andamos por aqui há poucos milhares de anos. Com meia dúzia de anos de ciência já começamos a perceber como funciona a selecção natural, a genética e até já damos um jeitito na genética.
Imagina 1000 anos de progresso, um milhão, 123 milhões de anos neste caminho….

O resultado pode ser algo muito parecido com o nosso conceito de deus, fora do tempo e do espaço a que estamos habituados, e que se cria a si mesmo

Como vês a ciência até pode ajudar a criar deus.

E olha que isto não é muito mais estranho que a mecânica quântica….

Comentar por João Melo de Sousa

Legal João, acho que entendi sua idéia.

Tu supões que o avanço científico poderá, quem sabe, trazer luz sobre a questão de “deidade”.

Bem, eu falava do tempo presente quando te fiz a pergunta.

A Teoria da Evolução, da maneira como se apresenta hoje no meio acadêmico, despreza qualquer propósito ou criador.

O que estou a dizer, é que a crença dos “criacionistas evolucionistas” não pode ser enquadrada na TO clássica – para testar isso, basta propor ensinar “criacionismo evolucionista” na sala de aula e ver a reação. Ou seja, trata-se de uma crença que mescla alguns pontos do DI com outros pontos selecionados da TO, isto com grande custo lógico.

Mas porque fazem isto? Será que é por encontrarem provas inegáveis de evolução?

Nada. Fazem isto ou por pura conveniência, ou porque são apenas religiosos hipócritas, ou porque estão fortemente constrangidos pela pressão social, cultural, discriminação, falta de financiamentos para pesquisas, falta de oportunidades, chacotas, o rótulo de “fanático”, medo e vergonha.

Eu disso tudo estou vacinado.

“Porque, qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do homem, quando vier na sua glória, e na do Pai e dos santos anjos.”
(Lucas 9:26)

Comentar por nilo

Nilo :

A ciência não despreza extra-terrestres, deuses, fadas, fantasmas, fusão a frio ou qualquer outra hipótese.

Apenas diz que não há dados suficientes.

Penso que a maioria dos cientistas acredita que há formas de vida inteligentes fora da terra.

Esta crença não chega para incluir ET´s na equação.

Até acreditam que haja mas até haver provas não entram no jogo!

Com deus, ou deuses, ou lá o que é, passa-se a mesma coisa.

Há quem acredite no sentido e há quem não acredite.

Investiguemos e, se calhar , lá chegaremos. Se calhar não.

Repara: se a natureza de deus (utilizo esta palavra para simplificar a comunicação) estiver para nós como nós para os orangotangos há muito pouca comunicação possível. Kant não é compreensível por um orangotango. Mozart sim.

Se a diferença for maior como nós para o ratito contemporâneo dos dinos de que temos origem então é que a coisa é complicada.

Humildade!

Estamos na terra, como sapiens sapiens, há poucos milhares de anos. Temos, até prova em contrário, a capacidade única no universo de sabermos que somos e entendermos, pelo menos pela rama, o mundo que nos rodeia.

Vamos é procurar saber como esta tralha funciona e, com um bocado de sorte, podemos até descobrir muito mais.

O que era domínio do poder discricionário dos deuses já se descobriu que não é : os relâmpagos, tremores de terra, pestilências e doenças mentais.

Não será é necessário reformular o nosso conceito de divindade?

Agora dizer que se sabe como é, pensa, sente, o que quer e o que não quer a divindade parece-me pelo menos má educação.

Quem é que tem procuração bastante para afirmar :

– Ahhh! eu sei exactamente o que as divindades querem e não querem, quais os seus sentimentos íntimos, os gostos e os desgostos.

Ora bolas !

Se os deuses existem estão num plano que para nós é tão incompreensível como os Maias para uma galinha.

Agora que são um bom negócio são :

Um grita :

– Eu sei o que deus pensa. Não que ele me tenha dito mas porque lendo tal livro percebi que ele quer isto e não aquilo!

Outro verbera que :

– Deus falou comigo e tratou-me por tu, como se de dois amigos se tratasse e disse-me que…

Outro ainda:

– Eu estudei a Bíblia 43 anos seguidos e , inspirado por deus, sei que deus quer isto e não aquilo…..

Ora tende juízo!

Se os deuses existirem e quiserem comunicar connosco não devem ter grande dificuldade em fazê-lo e não precisavam de evangélicos, mullas, profetas, bruxas da pontinha ou similares.

A única coisa que vos safa é que , e isto é fé pura, se os deuses existirem devem ter senso de humor. Só assim se safam!

Imaginem-se a entrarem no reino dos céus, ou republica que isto tudo muda, e terem as divindades a perguntarem:

– Com que então Nós detestamos a evolução, hein ? E quando é que eu te disse isso meu ?

– Tu é que sabes o que Nós pensamos, não é ? E se Nós não concordarmos ? O quê ? vais Nos bater?

– Ai tu és o Nosso representante lá em baixo ? Pois !
– E passamos procuração quando ?

Tenham juízo e humildade e pensem seriamente numa coisa:

Por mais que digam e façam Deus pode mesmo existir. Pode ter senso de humor.

E se não tem ?

Comentar por João Melo de Sousa

Sousa,

se astronautas encontrassem em Marte objectos tipo secretárias e computadores, tu ias aceitar a explicação de que eles aquilo foi lá deixado por alguém ou, antes, uma vez que “essa explicação acaba com a ciência porque recorre a causas sobrenaturais não conhecidas”, aquilo surgiu espontaneamente sob forças naturais?

Comentar por alogicadosabino

Desculpa :

Se encontrarem cadeiras e mesas em Marte isso acaba com a ciência como ?

A velocidade da luz penso que continua a mesma e a evolução também.

Deves referir-te ao problema do relojoeiro.
Foi uma ideia genial.
E no século XIX deixou muita gente embatucada. Quase tanto como quando se descobriu que a velocidade da luz era sempre a mesma!

Ambos os problemas já estão resolvidos há mais de cem anos.

Comentar por João Melo de Sousa

Olá João, acho que entendí. Mas quero ler de novo com calma, depois falamos.

Comentar por nilo

Agora sim João, lí tudo de novo. Vamos lá.

…não há dados suficientes.
Não há dados para abiogênese, é puro chute, hipótese com algum indício ralo e questionável, mas pode ser ensinada sem pudor, em qualquer colégio… agora, vais falar de Deus, a direção da escola lhe perseguirá.

Penso que a maioria dos cientistas acredito … vida inteligentes fora da terra.
É claro, isto esta dentro do modelo da Teoria da Evolução, se a vida surgiu ao acaso aqui, tem que surgir ao acaso tambpem em outros bilhões de esferas.. mas vai alegar que nós somos especiais para ver, será chacotado.

Temos, até prova em contrário, a capacidade única no universo de sabermos que somos e entendermos
Este argumento é totalmente estranho a T.E.. Se a evolução existe, se a vida surge por acaso… então não faz sentido supor que, entre bilhões de esferas, a vida tenha surgido apenas aqui. Carl Sagan que o diga.

Se os deuses existem estão num plano que para nós é tão incompreensível como os Maias para uma galinha.

Aqui convergimos em algo.
Deus é o criador do Tempo x Espaço, isto implica que ele é atemporal e não esta limitado a um lugar físico.
Como já disse em outro comentário, o Criador não “foi”, e também não “será”… Ele sempre É, eternamente.
“..Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós outros.”
(Exôdo 3:14)
“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, EU SOU.”
(João 8:58)
Então não faz sentido algum supor que vamos ser capazes de dissecar o Criador na mesa da racionalidade humana. Não é lógico imaginar que o homem “chegará a Deus” por forças próprias, nem em 1 ano, nem em milhões. Isto sim, deve nos trazer humildade.

Dito isto, me parece mais lógica a revelação da Bíblia do que a sua esperança nos avanços do homem nos próximos 200 milhões de anos.

Forte abraço!

Comentar por nilo

Rendo-me !

Vocês são invulneráveis à razão!

Reparem : se vocês evangélicos, adventistas e outras confissões menores cristãs tem acesso à Bíblia foi porque a igreja católica a preservou, copiou, escolheu os livros que eram para ficar e para sair, tratou de interpretar e de dar um sentido à mensagem cristã.

Desde os primeiros séculos da nossa era, mais próximo portanto do primeiro evangelho ser escrito já havia cristãos. Estes estavam divididos em seitas que se unificaram na igreja católica.
Foi ela que fez o trabalho todo e que tratou da teologia.
Teve o monopólio até Lutero e Henrique VIII que no maior não discordam dos católicos romanos.

Aliás os baptismos de uns são aceites pelos outro e, tirando a autoridade do papa, convergem no pensamento.

Estes, os que tem mais experiência de bíblia e de coisas do alem dizem que não há problema nenhum com a evolução e a bíblia.

A bíblia não é entendivel fora da tradição.
E quem guardou a tradição ? os pastores americanos do século XIX ?
Claro que não!

Quem sempre teve e tem acesso aos originais, ao contacto com os primeiros cristãos é a ICAR.

E, pelo que parece vocês continuam a negar verdades fundamentais da fé para se agarrem a pormenores como o ser a evolução contrária à doutrina da Igreja.

As verdades fundamentais que negam são :

A transubstanciação da hóstia e do vinho na santa missa.

O purgatório.

Negaram o limbo quando era questão de fé. Actualmente já não existe mas isso não impede de o terem negado quando era artigo de fé.

A virgindade da Nossa Senhora.

A adoração dos santos e beatos da santa madre Igreja

A infalibilidade papal

O dever de obediência ao Papa e à doutrina da Igreja.

E como é que se podem denominar cristãos ?

Comentar por João Melo de Sousa

“As verdades fundamentais que negam são :

A transubstanciação da hóstia e do vinho na santa missa.

O purgatório.

Negaram o limbo quando era questão de fé. Actualmente já não existe mas isso não impede de o terem negado quando era artigo de fé.

A virgindade da Nossa Senhora.

A adoração dos santos e beatos da santa madre Igreja

A infalibilidade papal

O dever de obediência ao Papa e à doutrina da Igreja.

E como é que se podem denominar cristãos ?”

João, é uma boa pergunta. Como dizia o Chesterton, “é possível jogar um jogo sem fim com a palavra ‘cristão’. Num tempo em que todo mundo concorda que ser um cristão apenas significa que Cristo era um bom homem, deve ser verdade, de fato, que poucas pessoas fora dos asilos de loucos não tenham de ser chamadas por este nome.”

Sem entrar em pormenores, talvez ajudasse saber o que acontece quando alguém toma o rótulo do molho de tomate e o cola no frasco do molho de pimenta, para começares a entender. Já havia o aviso:

“Depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles” (Atos 20:29 e 30).

E não deixa de ser uma boa oportunidade para veres a inconsistência da tua ideia de uma Bíblia “fabricada”. Basta comparar essas “verdades fundamentais”, que listaste, com as verdades fundamentais dos crentes primitivos (o rótulo original) que nunca conheceram um papa. Eles deixaram essas verdades registradas de forma autônoma, em vários formatos (os evangelhos, as cartas, o apocalipse), que foram reproduzidas em milhares de cópias ou fragmentos. Se era conveniente para esse grupo “fabricar” uma Biblia, era de esperar que ela reforçasse as “verdades” da tua lista. Ela não o faz, porém; muito pelo contrário (ressalvada a virgindade de Maria, apesar de suspeitar que tu te refiras ao período posterior ao nascimento de Jesus, nesse caso, sem respaldo bíblico).
A razão disso é que ela, a Bíblia, na forma dos diversos documentos escritos, já estava pronta e propagada e nada poderia ser feito contra essa realidade.

Consolidada como já era, a Palavra de Deus tinha e tem o poder de denunciar os falsos “rótulos”. Uma das formas de tentar anular esse poder é misturá-la aos poucos com o erro, ou reduzir sua influência, limitando seu alcance. Mas isso faz parte do resto da história, que, acho, já conheces bem.

Comentar por Darjo

João, isso é religião.. acho enfadonho tratarmos isso.
Abraço.

Comentar por nilo

João Melo, há muitos erros históricos no teu comentário.

Com o mesmo nível de exigência e correção permita-me usar o teu próprio argumento:

“Reparem : se vocês darwinistas, ateus, agnósticos e outras confissões menores naturalistas tem acesso ao conhecimento foi porque o cristianismo tratou de dar a base filosófica e o suporte financeiro a fim de que a ciência moderna se desenvolvesse.

Também tratou de preservar esse conhecimento em universidades e bibliotecas.

Estes, os que tem mais experiência de ciência e filosofia que os ateus, dizem que Deus existe e é o Criador.”

E os gregos poderiam entrar na discussão também.

Percebes como o teu argumento “eles-já-estão-aí-por-mais-tempo” é bom?

Comentar por Vanessa

O que dizes é absolutamente verdade!

A nossa cultura ocidental, que sem falsa modéstia, foi a que chegou mais longe não era possível sem os filósofos gregos, os egípcios, o império romano e a sua cultura, os padres da igreja na idade média, a tradução dos clássicos pelos árabes, pelo renascimento e por todo um sem número de pensadores que foram dando o seu pequeno contributo até chegarmos onde estamos.

Estou convencido que sem as invasões árabes da península, a presença de cientistas judeus em toda a Europa e a influência filosófica da patristica da idade média nunca teríamos tido Darwin, Marx, Freud ou Einstein.

Aliás nenhuma outra cultura descobriu a gravitação, a evolução ou a relatividade.

O Cristianismo foi uma revolução na Europa só comparável ao Islão no médio oriente.
E certamente influenciou positivamente a cultura europeia.

Repara que há um grande progresso intelectual entre a mitologia greco-romana ou o velho testamento e o Novo Testamento.

Júpiter, a Medusa, o deus do velho testamento, o livros dos mortos dos egípcios são muito mais primitivos que, por exemplo os textos atribuídos a João.

Há uma clara evolução de conceitos e de entender o mundo.

Agora não podemos é parar numa determinada época e dizer:

– Aqui neste livro está tudo!

A ciência do século XIX já caiu nesste erro:

A física dos finais do sec XIX pensava que já sabia tudo. Apareceu Einstein e deu cabo desta certeza.

Não se pode negar a importância do cristianismo e do judeismo na Europa e até o seu contributo para a actual ciência.

Aliás Einstein e Freud eram judeus e Darwin teólogo.

Não nos podemos é agarrar a um modelo e a palavras dum texto e pensar que são eternas, imutáveis e que tem nelas toda a verdade.

Comentar por João Melo de Sousa

Já percebeste que o cristianismo é um estímulo, e não um obstáculo à ciência.
http://www.monergismo.com/textos/cosmovisao/cristianismo-estimulo-%20ciencia_Nancy-Pearcey.pdf

Quando vc escreve: “Não nos podemos é agarrar a um modelo e a palavras dum texto e pensar que são eternas, imutáveis e que tem nelas toda a verdade..” eu fico imaginando a que modelo e texto vc se refere.

“A Origem das Espécies”, talvez.

Comentar por Vanessa Meira

Cara Vanessa :

Já percebeste que o cristianismo é um estímulo, e não um obstáculo à ciência.

Não foi de modo nenhum! Foi uma revolução numa época determinada.

Repara que os trabalhos de Freud, Darwin ou Newton não são verdades absolutas e incontestáveis.

Se o fossem não eram ciência.

Darwin não sabia que havia ADN, Newton era alquimista e imaginava um universo tipo relógio e Freud estava muitas vezes enganado.

Agora a verdade é que Newton conseguiu um modelo muito aproximado e previsível do comportamento dos objectos no céu, Freud descobriu que havia sintomas fisiológicos causados pela mente e Darwin explicou como as espécies evoluem.

Foram ideias geniais.

Não leio é a Standard Edition do Freud, a Origem das espécies ou os textos de Newton como a verdade universal.

E se houver algo a corrigir, e até há muito, neste s autores chama-se a isso ciência.

Contestar tudo e melhorar o que é de melhorar.

Não nos vamos rir do Tomás de Aquino, de Galileu, de Einstein, ou de Newton, ou de Darwin só porque não tem acesso ao conhecimento que hoje temos.

E daí a minha brincadeira com o texto de Paulo sobre as mulheres.

Os textos de S.Paulo são brilhantes tendo em conta que tem 2000 anos. Devem ter sido tão revolucionários na altura como a origem das espécies ou os três ensaios sobre a teoria da sexualidade.

Claro que quem escreveu o texto era machista, homofóbico, esclavagista e outros atributos que hoje consideramos negativos.

Bolas! Quem escreveu o texto viveu há dois mil anos e não podia prever o futuro.

Repara :
Lincoln o presidente americano que libertou os escravos era muito racista. Não se pode criticar se o homem viveu há duzentos anos.

Atrás de tempo tempo vem e tudo passa.

Como se começa a rever Newton, Freud, Marx, Heisenberg e Darwin.

Tudo evolui e a evolução também vai evoluir!

Agora começar a verberar politicamente que devemos ensinar o criacionismo da terra jovem nas escolas porque a nossa visão politica a isso obriga é que é errado!

Até porque ainda não tem, e eu continuo a insistir, uma teoria cientifica que explique como é que é defensável que a terra e o universo tenham 6000 anos.

Quando a tiverem podem vir a terreiro lutar pela vossa dama. Até lá…..!

Comentar por João Melo de Sousa

Olá João, sou eu de novo.

Agora que reparei esta sua “brincadeira” sobre a questão do “aprender em silêncio”.

Notei uma coisa, você não colocou os versículos seguintes do texto que estão dentro do mesmo discurso e contexto:

“…com modéstia na fé, no amor e na santificação.
Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.
Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;….”

Ou seja:

Aquele que ensina, dirige e reponde pela igreja local: o “bispo” – chamado também de “ansião” ou “pastor” em outros textos, ou “padre” atualmente por alguns – deve ser homem, irreprensível, não divorciado, não alcólatra etc.

Com relação ao casamento, a Biblia estabelece papeis bem definidos; Mulher: deve ser submissa ao marido. Marido: deve amar e cuidar de sua esposa como Cristo ama e sustenta a Igreja.

Na Bíblia, submissão não significa menor valor ou desprezo, muito menos machismo. Lembre-se que Jesus, o Filho, é submisso ao Pai.

“…porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou.” (Jo 5:30)

E a submissão é dever mútuo de todo crente.

“Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.” (1 Pe 5:5)

Abraço.

Comentar por nilo

Só outra coisa… veja a carta de Paulo aos Romanos, cap 1:

“Recomendo-vos a nossa irmã Febe, que está servindo à igreja de Cencréia, para que a recebais no Senhor como convém aos santos e a ajudeis em tudo que de vós vier a precisar; porque tem sido protetora de muitos e de mim inclusive. Saudai Priscila e Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus, os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios; saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles….”

Paulo apoiava o imprescindível trabalho das mulheres na igreja. Ele não é o machista que tu pintas.

Comentar por nilo

Claro que isto do texto de Paulo era brincadeira.

Obviamente um texto escrito há 2000 anos coloca a mulher num plano inferior ao homem. Mesmo nas democracias ocidentais o voto das mulheres é muito recente.

Um texto, por muito inspirado que seja como a Odisseia, reflecte a cultura da época.

Eu até gosto dos textos atribuídos a João.

E é claro que muito que ali está escrito não faz o mais pequeno sentido agora até porque passaram 2000 anos por eles.

E muitos dos sentidos já nem serão perceptíveis porque a nossa cultura é tão diferente que muitas daquelas coisas perderam o sentido.

Comentar por João Melo de Sousa

Amigo João,

Se tu consideras submissão = humilhação, inferioridade e desprezo, talvés o seu ponto faça sentido.

Mas este não é o sentido de submissão na Palavra. Já demostrei no comentário anterior.

Agora deixa me voltar um pouco mais no tempo, +- 3000 anos:

A mulher virtuosa

“..É como o navio mercante: de longe traz o seu pão. É ainda noite, e já se levanta, e dá mantimento à sua casa e a tarefa às suas servas.
Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com as rendas do seu trabalho. Cinge os lombos de força e fortalece os braços. Ela percebe que o seu ganho é bom; a sua lâmpada não se apaga de noite…”
Pv 31

Abraço.

Comentar por nilo

Adoro ver o desespero crédulo em tentar fazer da Biblias uma verdade irrefutavel…

E andam tão magoados de serem chamados de burros pelos ceticos,que agora chama os ceticos de burros…nossa…uau…

Continuem assim,agarrem com bastante força qualquer ponta de esperança da ilusão ser verdadeira…

Comentar por Sofia

Olá Sofia, tudo bem?

Percebeu que, de certa forma, tu estas a defender a preguiça mental?

Não se pode compreender a Bíblia sem esforço, assim como não se estuda ciência alguma sem reflexão.

Quando estudamos a teoria da abiogênesis, vamos a fundo então, sem preguiça mental: há provas? Nada. Pura suposição. Ninguém nunca produziu uma molécula de DNA (ADN) em laboratório, nunca fez vida ou identificou o processo de maneira incontestável.

Quando ouvimos coisas como; fetos possuem “fendas branquiais”, então vamos a fundo. Oras, branquias são guelras, o feto tem guelras? Respira como peixa na água? Não! Daí descobre que são dobras faríngeas que se densenvolvem em partes que nada tem a ver com a respiração.

Quando achas que encontrou algo refutável na Bíblia, vais afundo então, conheças o contexto, fazes a exegese, vais ao original do grego, do hebraico. Sem preguiça mental.

Abraço.

Comentar por nilo

Me dou ao direito de emprestar a frase da nossa cara amiga Sofia, mas modificando-a levemente:

Amo ver o desespero incrédulo em tentar fazer da ciência uma verdade irrefutável…

Acho impressionante como os ateus põe-se a defender teorias absurdas apenas para negar a existência de Deus. E o mais engraçado é que veem uma a uma das profecias bíblicas se cumprirem e ainda assim acham que tudo não passa de coincidências… Qual a justificativa de vocês para o cumprimento das profecias?? Ah, não se desesperem para responder… esqueci… vcs não tem resposta para isso. Para isso e para um monte de coisas mais. Ignorância humana tentar compreender Deus. Pode a bactéria compreender o ser humano?? É apenas uma questão de proporção.

Eu estava no Cursinho ainda outro dia quando meu professor de Geografia se pôs a dizer uma série de absurdos evolucionistas… Quer dizer então, que existem cientistas que acreditam que os peixes, para fugir dos tubarões, que são criaturas perfeitas, ou seja, nem necessidade de maior evolução, desenvolveram pernas e viraram lagartos e que depois resolveram ter pelos ou voar… fala sério… prefiro acreditar em Deus.
Para começar.. se o tubarão é tão perfeitamente desenvolvido porque também não foi para a terra?? Melhor ainda, porque não se tornou anfíbio?? Dessa forma poderia ser um caçador fantástico tanto na terra quanto na água… e estaria no topo da cadeia alimentar. A teoria da evolução é tão absurda que cega os olhos daqueles que nela acreditam. E depois, nos chamam de fanáticos e tolos porque acreditamos em um ser Superior e Inteligente que nos criou e cuida de nós… Sinceramente… se não querem acreditar em Deus e serem salvos por Ele, problema de vocês, eu posso dizer que não acredito em átomos, mas isso não faz com que eles deixem de existir.
Quer que eu lhe prove a existência de Deus?
Então me prove primeiro a sua não-existência.
Se um gênio como um Eisten acreditava em Deus, então acho que esse assunto pode se dar por encerrado.

“Deus não existe, diz o tolo em seu coração”
Sl 14.1a

Comentar por Graziela

Acho impressionante como os ateus põe-se a defender teorias absurdas apenas para negar a existência de Deus.

Regra básica da argumentação: ônus da prova da afirmação positiva. Já que afirma que Deus existe, apresente as evidências.

E o mais engraçado é que veem uma a uma das profecias bíblicas se cumprirem

Exemplo concreto?

Ignorância humana tentar compreender Deus. Pode a bactéria compreender o ser humano??

Se é absolutamente incompreensível, é também, para todos os efeitos, irrelevante.

É apenas uma questão de proporção.

Concordo. É por isso que pergunto: se a desproporção é tão gritante, por que um ser dessa grandeza se preocuparia (ou mesmo tomaria conhecimento) de seres tão insignificfantes? Não faz o menor sentido.

os peixes, para fugir dos tubarões, que são criaturas perfeitas, ou seja, nem necessidade de maior evolução, desenvolveram pernas e viraram lagartos e que depois resolveram ter pelos ou voar…

Fugir dos tubarões??? Olha, sinceramente, pelo jeito que escreveu, a impressão é que você nunca leu nem ao menos uma linha de um livro sobre Evolução.

Este parágrafo seu está cheio de erros conceituais da teoria (principalmente esse caráter teleológico que você utilizou).

se o tubarão é tão perfeitamente desenvolvido porque também não foi para a terra??

O tubarão (por que essa implicância com o pobre tubarão?) está em perfeita adaptação ao seu ambiente (tão perfeita que evoluiu muito pouco em milhões de anos).

Não haveria nenhuma vantagem evolutiva para um tubarão sair do mar e vir para a terra.

Primeiro, não há pressão evolutiva nesse sentido, já que os recursos que ele tem à disposição no oceano são mais do que suficientes.

Segundo, ele teria que lutar por recursos com predadores que já estão adaptados (e muito melhor adaptados) ao meio ambiente terrestre. Isso são conceitos básicos da Seleção Natural. Por isso eu comentei antes que a impressão é que você não leu nada (ou quase nada) sobre a Teoria da Evolução (bem entendido, quando digo Teoria da Evolução, me refiro especificamente à teoria da evolução por meio da seleção natural, e não outras teorias evolutivas diversas).

eu posso dizer que não acredito em átomos, mas isso não faz com que eles deixem de existir.

Esse tema já foi exaustivamente debatido. A interação com o átomo já é questão pacífica. Mas tente apresentar UM exemplo de interação divina.

Quer que eu lhe prove a existência de Deus?

Seria bom que o fizesse, já que afirma tão categoricamente sua existência.

Então me prove primeiro a sua não-existência.

Novamente, é regra básica da argumentação o ônus da prova. Não tente invertê-lo.

Eu até poderia trabalhar com o conceito de “prova relativa” para evidenciar uma não-existência, mas não fui eu que afirmei sua inexistência, portanto, continuo a exigir o ônus da prova.

Se um gênio como um Eisten acreditava em Deus, então acho que esse assunto pode se dar por encerrado.

Uma pesquisa básica teria lhe mostrado que, quando muito, Einstein era “deísta” (que é algo bem diferente de “teísta”). Portanto, esta sua colocação é falsa.

Ademais, em quê o fato de um cientista ou intelecutal ter suas crenças atesta a veracidade dessa crença? Por essa lógica, se um cientista for budista, então o budismo estará, automaticamente, certo? Vale o mesmo para o hinduísmo (temos muitos cientistas indianos, adeptos do hinduísmo)? Vale o mesmo para os adeptos do judaísmo? E do islamismo?

Ou será que, convenientemente, só valerá para aqueles que professarem A SUA crença especificamente?

Comentar por Alexssc

Graziela:

“Amo ver o desespero incrédulo em tentar fazer da ciência uma verdade irrefutável…”

Um ponto central da ciência é ser falseável, caso o contrário seria religião.

“Acho impressionante como os ateus põe-se a defender teorias absurdas apenas para negar a existência de Deus.”

Contradiga tais teorias com argumentos científicos, e não com valoração das provas com influência bíblica, que não tem legimidade para tal, aí quem sabe seu nome estará nos livros escolares futuramente.

“E o mais engraçado é que veem uma a uma das profecias bíblicas se cumprirem e ainda assim acham que tudo não passa de coincidências… Qual a justificativa de vocês para o cumprimento das profecias??”

Ah, não se desesperem para responder… esqueci… vcs não tem resposta para isso.”

Vamos começar:

Para que sua profecia tenha conteúdo material, é preciso uma cadeia organizada de elementos probatórios:

1 – Averiguar se realmente forma cumpridas, pois muito céticos dizem que não foram por motivos, entre eles, de que seu Messias não cumpriu as profecias e ainda tem que comprovar se elas foram escritas antes.

2 – O que eu li na Bíblia, eu percebi uma Indução para que fosse cumprida tal profecia, “foi para tal lugar para que fosse cumprida tal profecia”, além do mais voce tem certeza absoluta de uma ressurreição, que os judeus que viviam na época não acreditaram.

3 – Tomando o pressuposto de que Deus e Lúcifer existem, tem que ter provas de que Lúcifer não teria o poder de escrever tais profecias e de ressuscitar, pois toda esta estória pode ter sido uma obra de Lúcifer para fomentar guerras religiosas (se foi ele, deu certo)

Da mesma forma que se há uma obra de arte e há dois artistas (Deus e Lúcifer), não havendo outros elementos probatórios, voce não pode atribuir arbitrariamente a autoria a um deles, sem a comprovação de que o outro não seria capaz.

“Para isso e para um monte de coisas mais. Ignorância humana tentar compreender Deus.”

Se ele é assim impossível de se compreender, logo porque voce acredita nele, pois será impossivel voce saber se ele é bom ou mal.

“Pode a bactéria compreender o ser humano?? É apenas uma questão de proporção.”

ACHO que não, mas pelo moldes de que voces exigem da TE, esta da bactéria jamais ficará provado.

“Eu estava no Cursinho ainda outro dia quando meu professor de Geografia se pôs a dizer uma série de absurdos evolucionistas… Quer dizer então, que existem cientistas que acreditam que os peixes, para fugir dos tubarões, que são criaturas perfeitas, ou seja, nem necessidade de maior evolução, desenvolveram pernas e viraram lagartos e que depois resolveram ter pelos ou voar… fala sério… prefiro acreditar em Deus.”

Foi de biologia? Um dia um colega meu disse que era melhor acreditar em Deus do que estudar matemática, pois ele achava complicado demais.

“Para começar.. se o tubarão é tão perfeitamente desenvolvido porque também não foi para a terra?? Melhor ainda, porque não se tornou anfíbio?? Dessa forma poderia ser um caçador fantástico tanto na terra quanto na água… e estaria no topo da cadeia alimentar. A teoria da evolução é tão absurda que cega os olhos daqueles que nela acreditam.”

O Alexssc já respondeu.

“E depois, nos chamam de fanáticos e tolos porque acreditamos em um ser Superior e Inteligente que nos criou e cuida de nós… Sinceramente… se não querem…”

Eu acredito em fadas e se voce não quer acreditra nelas, tenho dó de voce.

“Quer que eu lhe prove a existência de Deus?
Então me prove primeiro a sua não-existência.”

Quer que eu prove a existência de fadas? Então me prove primeiro a sua não-existência. Agora se voce não quer, não duvide delas.

“Se um gênio como um Eisten acreditava em Deus, então acho que esse assunto pode se dar por encerrado.”

Estou torcendo para ele não tenha sido homossexual…

Comentar por Clayton Luciano

Complemento:

Estou torcendo para Eisten não tenha sido homossexual…pois senão terei que ser também, pois estará provado que é melhor (pelos seus moldes , é claro)

Comentar por Clayton Luciano

Graziela,

Só me responde uma coisa:
Os átomos foram descobertos pelos cientistas através de experimentação e estudos ou foi revelado na bíblia? 🙂

Comentar por Icarus

Eu fiquei um tempo fora mas, às vezes, ainda corria os olhos por aqui… é impressão minha ou o prezado Sabino está mesmo meio sumido?

Até os artigos parece que deram uma parada.

Comentar por Alexssc

pois é Alexssc, este site está meio parado.

Uma coisa que eu gostaria de expor é que apesar das diferenças ideológicas, eu prezo por todas as pessoas que participam deste site, afinal de contas já a um ano que estou aqui e acaba rolando um sentimento de amizade.

Prezo por todos, espero que voltemos a troca idéias…

Abraços a todos…

Clayton Luciano (Itabirito/MG – Brasil)

Comentar por Clayton Luciano

Alexssc e Clayton,

Realmente, estranho isso, talvez ele esteja de férias, pois no ano passado ele também ficou um tempo sem postar (mas não tanto quanto agora). Como gostaria de ter férias assim, visto que o mundo tá cada vez mais exigente hoje em dia.

No mais, tudo de bom a vocês aí, apesar das discordâncias, vocês são boas pessoas e que os debates continuem, considero vocês como amigos.:)

Qualquer coisa, tem o blog Darwinismo do Mats, que também é ótimo para debater.

Mal qualquer coisa aí a todos e que os debates continuem!

Abraços!
Tenham tudo de bom!

Adalberto Felipe
Caratinga – MG – Brasil

Comentar por Adalberto Felipe

Clayton e Adalberto, ambos das Minas Gerais?

Uai, sô… sou carioca mas minhas raízes são daí (de Aimorés, mais precisamente)… ê trem bão…

E concordo com o Adalberto… somos adversários, e não inimigos. Mantendo o debate num bom nível, ganhamos todos nós.

Comentar por Alexssc

É claro que eu havia me esquecido de como é impossível discutir com ateus. Mas tudo bem, em algum tempo (que seja breve) ninguém poderá negar o que há muito afirmamos, pois todos verão com os próprios olhos.. xD

Comentar por Graziela

Ou não 🙂

Comentar por Icarus

vdd.. talvez vc non tenha olhos.. kkkkkk..

Comentar por Graziela

pois todos verão com os próprios olhos

Pois, afinal de contas, é muito mais fácil – e cômodo – e conveniente – dizer “VERÁ/VERÃO”, do que dizer “VEJA/VEJAM”.

Comentar por Alexssc

Quando eu disse “verão” me referi ao arrebatamento, e este ainda não está na hora. Mas “nós” sabemos que está próximo, vcs acreditem ou não. =D

Quanto ao mais, vcs não vêem porque não crêem, pois eu vejo ao meu Deus.

Sigam felizes em seu ceticismo. Crer ou não crer não altera o rumo da História, apenas o da sua história.

Comentar por Graziela

Graziela,

olhos céticos, ver para crer hehehe, sabe como é…

Comentar por Icarus

Aí é que está a grande diferença. A fé está em crer antes de ver. Porque quando se crê de verdade, não apenas se vê, mas como também se sente, ouve e tem-se a certeza do amor do Pai.

Mas não vou ficar nesse bate-rebate aqui com vcs pq essa discussão entre ateus e crentes só vai acabar quando este mundo também acabar e eu não vou ficar até lah insistindo para que vcs abram os olhos.

Espero que um dia enxerguem que Deus ama até aqueles que não creem Nele e que possam desfrutar da plenitude do Seu Amor. Amo vocês em Cristo e desejo de coração que não passem o resto de suas vidas negando a salvação.

Comentar por Graziela

Aí é que está a grande diferença. A fé está em crer antes de ver. Porque quando se crê de verdade, não apenas se vê, mas como também se sente, ouve e tem-se a certeza do amor do Pai.
Quando se crê de verdade, vc acredita em qualquer coisa :-), assim como alguns mulçulmanos trocam suas vidas por virgens no paraíso, não é mesmo?

Mas não vou ficar nesse bate-rebate aqui com vcs pq essa discussão entre ateus e crentes só vai acabar quando este mundo também acabar e eu não vou ficar até lah insistindo para que vcs abram os olhos.
Eu não sou ateu. Mas esta discussão termina quando o cristianismo passar assim como muitas outras religiões, ou quando a raça humana for extinta neste planeta.

Espero que um dia enxerguem que Deus ama até aqueles que não creem Nele e que possam desfrutar da plenitude do Seu Amor. Amo vocês em Cristo e desejo de coração que não passem o resto de suas vidas negando a salvação.
Basta vc provar que ele existe :-). Fácil assim.

Comentar por Icarus

ñ entendi !!!!, vc quer dizer que deus fez os dinossauros no 5º e 6º dias e depois achou eles muito feios e mandou um metéoro e que com certeza eles iriam comer Adam e Eva, e decidiu mata-los tão cruelmente. Foi isso mesmo?

Comentar por Epaminondas Menezes

A Bíblia é a fonte da revelação de Deus. Só quem se aproxima de Deus, por Jesus, como Ele mesmo afirmou terá o Espírito Santo como ensinador das coisas espirituais. Este mundo FÍSICO foi criado do espiritual Deus. A Bíblia não se atem a ensinar quem é Deus. Mas se você crer que Ele existe, e basta para isso olhar para dentro de si mesmo, poderá alcançar a sabedoria espiritual que é muitíssima vezes superior à sabedoria humana aprendida nas Escolas Seculares.. ,

Comentar por A.Angelo




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: