No princípio criou Deus os céus e a Terra


Cérebro supera computadores
Setembro 15, 2009, 5:37 pm
Filed under: Evolução/Big-Bang

Cientistas da Universidade de São Francisco e do Instituto Salk juntaram esforços para responder à questão “Em que medida é que o cérebro se compara com os nossos melhores computadores?”

Como seria de esperar, e sem surpresa alguma, o cérebro sobrepõe o melhor dos computadores em quase todas as áreas.

008_Brain

O tipo de linguagem que os cientistas usam durante o artigo é uma linguagem de design. Eles falam de instruções embebidas nos circuitos, informação, design das sinapses, redundância informativa, e falam ainda na capacidade cerebral de processar 100 biliões de instruções por segundo. No final, os cientistas admitem que o cérebro é construído segundo princípios de engenharia. A sua estrutura pode ser comparada com a dos nossos computadores, mas o cérebro é bem mais eficiente.

A análise feita é boa, mas muito mais poderia ser dito. Poder-se-ia dizer que, enquanto os nossos melhores computadores são practicamente imóveis, o cérebro foi criado numa plataforma móvel. Além disso, o cérebro tem a capacidade de se auto-regenerar em caso de danos mas os computadores não. Se o computador apanha líquidos é o seu fim, mas, como se pode verificar durante as férias, água na nossa cabeça não danifica o nosso cérebro.

O que os evolucionistas querem que nós acreditemos é que este computador biológico, móvel, à prova de água, auto-reparador, com capacidade de executar milhões de operações por segundo, com capacidade de aprender novas funções , se criou a si próprio através do múltiplos erro genéticos e do acaso (sem nenhuma Mente Inteligente por detrás). No entanto, ninguém tem problemas em reconhecer que os bem menos eficientes computadores que nós criamos são obras de design inteligente.

Lógico, não? É apenas Evolucionismo.

___________________________________________________________________

Modificado a partir do original DarwinismoO Cérebro Supera Computadores

Anúncios

60 comentários so far
Deixe um comentário

“No entanto, ninguém tem problemas em reconhecer que os bem menos eficientes computadores que nós criamos são obras de design inteligente.”

Que bobagem é esta, não sabe que os computadores foram desenvolvidos por pesquisadores e foram sendo aperfeiçoados com tempo?

Viu deus criar alguma coisa? Que tipo de comparação é essa, deve ser um blog de humor!

Comentar por Godzila

Godzila,

“Viu deus criar alguma coisa? Que tipo de comparação é essa, deve ser um blog de humor!”

E tu pelos vistos viste um dinossauro transformar-se em pássaro ou um animal terrestre transformar-se numa baleia, não? Ah mas isso não tem mal. Desde que o propósito seja excluir Deus.

Comentar por alogicadosabino

Compara um ser humano com um computador e agora vem falar de dinossauros e pássaros, está misturando alhos com bugalhos.
Mas já que propõe algo inusitado o ônus da prova é seu, senão são apenas palavras e mais palavras…

Comentar por Godzila

E quem foi que desenvolveu o cérebro?

Comentar por Mats

Deixe me pensar…

Einstein o usou bem, mas não criou…
Darwin não foi… (apesar de ter proposto a teoria da evolução) ele tinha cérebro!
Galileu, Da Vinci… não e não…
Jesus tinha outra missão…

Tá difícil essa!

Os romanos guerreavam e conquistavam, mas já existia…
Chineses? Não…
Os gregos filosofam, prova que já estava em uso….

Davi, Noé fez uma arca sozinho, como vou duvidar que já existia!
Onde vou parar?
Adão, Eva, tinham mas não mediram as conseqüências de questionar (desobedecer), mas já tinham…
Acho que descobri, por eliminação, foi por acaso Deus? (por acaso não, que é coisa de evolucionista…)

Não vou perguntar quem criou o cérebro de Deus, porque ele sempre existiu, mas quem sabe possa questionar porque uma reportagem sobre um experimento que faz uma comparação entre uma máquina e um órgão é utilizada como prova da existência de Deus?

A lógica utilizada é que os dois tiveram que ser concebidos por alguém ou alguma coisa, simples assim?

Comentar por Godzila

“Não existe uma vantagem absoluta no desenvolvimento da inteligência. Há indícios de que ela pode ser um atalho para a extinção da espécie humana.” Stephen Jay Gould

Comentar por hermogenes

A ciencia nao explica tudo.A religiao nao explica nada!

Comentar por hermogenes

A ciência explica(quase)tudo. O evolucionismo não explica nada.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Segue uma sugestão de post para o Sabino, que tal explicar como a teoria de Darwin foi aceita por praticamente toda comunidade científica mundial, nascida dentro de uma época onde o criacionismo dominava praticamente todas as áreas, ela foi ganhando força até tornar-se a teoria mais aceita na questão da evolução, quando o mais lógico seria que se ela fosse descartada rapidamente em uma ambiente predominantemente criacionista como era na época. Isso sem contar que cientistas de diversas áreas, corroboram os estudos de Darwin, sejam físicos, astronômos, químicos, geólogos, tudo isso seria uma grande conspiração? (Olha que post interessante daria isso!)

Comentar por Godzila

Godzila,

“que tal explicar como a teoria de Darwin foi aceita por praticamente toda comunidade científica mundial…”

Se fosse para explicar isso, você teria dois ou mais palpites como explicação ou apenas um?

Coincidência, tinha acabado de anexar esta citação, no meu comentário mais recente, em outro post:

“O ponto básico, contudo, é que a doutrina da evolução dominou o mundo, não sobre a força de seus méritos científicos, mas precisamente em sua capacidade como mito gnóstico. Ela afirma, com efeito, que os seres vivos criaram-se a si mesmos, o que é em essência uma alegação metafísica. Isso , por si só, implica que a teoria é cientificamente inverificável (um fato, por sinal, que tem sido suficientemente assinalado pelos filósofos da ciência). Portanto, em última análise, o evolucionismo é na verdade uma doutrina metafísica com roupagem científica.” Wolfang Smith.

“tudo isso seria uma grande conspiração?”

Isso até me lembrou aquelas frases de policiais: “A polícia não descarta nenhuma linha de investigação”.

Comentar por Darjo

Darjo,
Wolfgang Smith é um matemático, faz incursões na filosofia e em religião, é uma pessoa que tem opiniões nessas áreas, não vais a um engenheiro mecatrônico quando tem um problema de fígado.
Quanto a conspiração, foi uma brincadeira, mas se acreditas nela saibas que envolve, muita, mas muita gente…

Comentar por Godzila

Godzilla
Quem se opôs a Darwin inicialmente foram os cientistas.

Comentar por Mats

Sim, exato e…

Comentar por Godzila

Godzilla,
Não chegaste a dar uma explicação para a origem do cérebro. Como é que ele surgiu? É o resultado de forças aleatórias, ou de design inteligente?
O comentário sobre quem se opôs a Darwin foi uma resposta ao que disseste:

que tal explicar como a teoria de Darwin foi aceita por praticamente toda comunidade científica mundial, nascida dentro de uma época onde o criacionismo dominava praticamente todas as áreas, ela foi ganhando força até tornar-se a teoria mais aceita na questão da evolução, quando o mais lógico seria que se ela fosse descartada rapidamente em uma ambiente predominantemente

Nós não temos que dar explicações para algo que não aconteceu na época.
Na época, os cientistas resistiram às fábulas do tio Darwin. Isso contradiz o que tu disseste.

Comentar por Mats

Mats,

Ou se enganou ou está desviando do assunto:
Trocando em miúdos, disse que a teoria de Darwin nascida dentro de uma época onde o criacionismo dominava praticamente todas as áreas foi ganhando força até tornar-se a teoria mais aceita na questão da evolução…

Não disse que não houve resistência, mas é fato que não foi descartada com o passar doa anos, na verdade tomou fôlego ao ponto de hoje ser a teoria mais aceita do mundo, não é?

Queres dizer então que a “fábula do tio Darwin” não se tornou a melhor explicação da bio-diversidade que temos hoje em dia segundo a imensa maioria dos cientistas?

Tome cuidado, pense duas vezes antes de tomar uma vacina, receber um medicamento ou consultar um médico, pois a grande maioria deles acredita nessa fábula…

Minhas questões continuam.

Comentar por Godzila

Mats,

O que entende por forças aleatórias?

Comentar por Godzila

Sabino eu gostaria de entender algumas questoes:Segundo a teoria criacionista,qual a explicacao para as diferencas morfologicas inter e intra especies (do mesmo genero assim como de generos diferentes)?
Qual a explicacao para a assombrosa semelhanca entre os primatas (tanto morfologica como comportamental?
Apesar de afinal os orgaos vestigiais terem “alguma” funcao, acreditas que seja essa a funcao primaria?
Como explica o criacionismo o surgimento de diferentes racas na mesma especie (especialmente a humana).

Nao estou a insinuar nada, so quero ouvir a tua explicacao!!

Comentar por hermogenes

Godzilla,

Ou se enganou ou está desviando do assunto:
Trocando em miúdos, disse que a teoria de Darwin nascida dentro de uma época onde o criacionismo dominava praticamente todas as áreas foi ganhando força até tornar-se a teoria mais aceita na questão da evolução…

Mas isso não invalida o que eu disse. Talvez tenha ganho força com o passar dos anos, mas 1) inicialmente foi rejeitada pelos cientistas e 2) o facto de ter ganho aceitação através dos anos não quer dizer que seja verdade. A pedofilia tem ganho força através dos anos (mesmos entre psicólogos cuja função é estudar crianças) mas isso não quer dizer que o abuso de crianças seja correcto.

Não disse que não houve resistência, mas é fato que não foi descartada com o passar doa anos, na verdade tomou fôlego ao ponto de hoje ser a teoria mais aceita do mundo, não é?

Entre os evolucionistas é a teoria “mais aceita do mundo”. Mas a maior parte dos biólogos faz o seu trabalho sem levar em conta se o animal é o resultado de forças aleatórias ou não.

Queres dizer então que a “fábula do tio Darwin” não se tornou a melhor explicação da bio-diversidade que temos hoje em dia segundo a imensa maioria dos cientistas?

Mas o facto da maioria dos cientistas dizer que uma coisa é a melhor explicação, não quer dizer que o seja de facto. Lembras-re do Piltdown Man? Nebraska Man? Orgãos vestegiais? Ida? etc, etc.
O facto da maior parte dos cientistas acreditar que a teoria da evolução é a melhor explicação para a biodiversidade quer apenas dizer que a maior parte dos cientistas acredita que a teoria da evolução é a melhor explicação para a origem da biodiversidade.

Tome cuidado, pense duas vezes antes de tomar uma vacina, receber um medicamento ou consultar um médico, pois a grande maioria deles acredita nessa fábula…

O facto dos médicos (a maior parte) acreditar no mito de Darwin não quer dizer que eles o usem no seu dia à dia.

O que entende por forças aleatórias?

BAsicamente, o oposto de forças inteligentes, planeadas, premeditadas e conscientes.

Comentar por Mats

Mats,

Na verdade tu corroboras o que eu disse.
“Talvez tenha ganho força com o passar dos anos, mas 1) inicialmente foi rejeitada pelos cientistas e ”
É o que se espera em debate desse tipo, a posição aceita é questionada e causa reação.
“2) o facto de ter ganho aceitação através dos anos não quer dizer que seja verdade.”
Sim, isto mesmo, e está sujeita a questionamentos, como qualquer outra teoria. Ainda assim é a melhor explicação até o momento.
“A pedofilia tem ganho força através dos anos (mesmos entre psicólogos cuja função é estudar crianças) mas…”
Mas o entendimento do que é ou não pedofilia também mudou, afinal casamentos onde uma criança era desposada por um adulto eram comuns e hoje seriam condenados, será que a pedofilia tem ganho força ou ela sempre existiu e a notamos (e repudiamos) com mais força agora que entendemos melhor e mais profundamente as modificações físicas e psicológicas pelas quais crianças e adolescentes passam?
“Mas a maior parte dos biólogos faz o seu trabalho sem levar em conta se o animal é o resultado de forças aleatórias ou não.”
Correto novamente, isso causa mais problemas aos teólogos que aos biólogos. Arrisco a dizer que alguns acreditam que o pontapé inicial foi o D.I., crendo em evolucionismo teísta, que confusão, não?
“O facto da maior parte dos cientistas acreditar que a teoria da evolução é a melhor explicação para a biodiversidade quer apenas dizer que a maior parte dos cientistas acredita que a teoria da evolução é a melhor explicação para a origem da biodiversidade.”
Sim, desta frase não tiro nada.
“O facto dos médicos (a maior parte) acreditar no mito de Darwin não quer dizer que eles o usem no seu dia à dia.”
Isso mesmo! A maior parte acredita no mito de Darwin, e estão mais preocupados em melhorar a qualidade de vida dos seus pacientes, apesar da grande carga de biologia inerente ao aprendizado dessa profissão eles também acreditam que a teoria da evolução é a melhor explicação para a origem da biodiversidade.
“BAsicamente, o oposto de forças inteligentes, planeadas, premeditadas e conscientes.”
Forças aleatórias ou forças inteligentes, planeadas, premeditadas e conscientes, não descarto nenhuma possibilidade nesse sentido. Ao pender para um lado ou para outro caímos no vazio, afinal a ciência tem hipóteses e a religião também.

Comentar por Godzila

Na verdade a maior parte dos médicos é evolucionista e acredita em Deus, portanto, evolucionistas teístas.

Mesmo que o evolucionismo esteja correto, isto ainda estaria muito longe de invalidar o teísmo e validar o ateísmo

Comentar por Arthur Vergara

Arthur,

Concordo contigo, é o mesmo que observo!

Comentar por Goldzila

Todos estes já foram foram considerados provas INCONTESTÁVEIS da religião evolucionista:

RAMAPITECUS – Era considerado nosso ancestral; Hoje não passa de restos mortais de um orangotango;

LUCY – Já foi proclamada como nosso mais antigo ancestral. Hoje não passa de um chimpanzé extinto;

HOMEM DE NEBRASKA – Ex- ancestral humano. Hoje, dente de porco.

HOMEM DE PILTDOWN – Ex-ancestral humano. Hoje, apenas um golpe sujo, mandíbula de macaco encaixado em um cranio humano.

HOMEM DE CRO-MAGNON E HOMEM DE NEANDERTHAL – Outrora conhecidos como homens-macaco. Hoje, totalmente humanos.

No passado, todos estes foram aceitos por toda a comunidade “científica”. E apesar de aceitos por todos, hoje está provado que não passavam de engano ou fraude. Adivinhem qual será o destino de todos os outros “homens” que estão expostos nos museus hoje? O pior cego é aquele que não quer ver. Acordem! A evolução não passa de religião travestida de ciência!

Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.

Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos.
Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles se envelhecerão como um vestido…
Porém tu és o mesmo, e os teus anos nunca terão fim.

Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem indesculpáveis;
Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.

Salmos 19:1; 102:5-7; Rom.1:20-22.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Começa o seu comentário já com uma falha grave, entenda, tudo é CONTESTÁVEL na ciência, pode não o ser na religião, mas na ciência o É!
Tanto isso é verdade que as falhas nas investigações e as falsificações (sim, existiram mesmo!) foram descobertas e divulgadas.

Comentar por Goldzila

Isaias, eu também sou criacionista, mas gostaria de observar:

Te pergunto, Se o homem foi feito do barro, por que existe semelhança estrutural entre o homem e os demais vertebrados(uns mais, outros menos)?

Comentar por Arthur Vergara

Também existem semelhanças entre Homens e bananas. 50% dos genes das bananas são idênticos aos dos humanos.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Sim, isto mesmo, e está sujeita a questionamentos, como qualquer outra teoria. Ainda assim é a melhor explicação até o momento.

Então o facto de ser aceite universalmente não serve de evidência para a sua veracidade, certo?

Comentar por Mats

Vamos lá Mats, se tem uma teoria que confronta o que é aceito hoje em dia, arregace as mangas e mãos a obra, deve pesquisar, embasar-se, tecê-la e apresentar a comunidade científica internacional,isto significa, publicá-la, levá-la a fóruns apropriados, debatê-la, assim como todas as outras, lembre-se que a teoria da evolução foi apresentada em um ambiente hostil a ela, mas apesar disso firmou-se, se tiver algo a apresentar siga o mesmo caminho, não espere que todos o compreendam de imediato e que a aceitem sem questionar, isso não vai acontecer, mas quem sabe não tenha chances de aceita (novamente) e retorne a ser a melhor teoria na visão dos cientistas e da sociedade em geral, é assim que funciona.

Comentar por Godzila

Godzilla,
Não respondeste à minha pergunta:

o facto de ser aceite universalmente não serve de evidência para a sua veracidade, certo?

Certo ou errado?

Comentar por Mats

Mats,

Puxa o assunto para filosofia, quer filosofar sobre verdades, como tentei explicar acima e ainda não entendeu é que pode questionar a teoria da evolução e qualquer outra que exista, mas existem fóruns e regras para fazê-lo, deve saber disso…

Uma teoria científica apenas é mais ou menos sustentada pelas evidências, podendo ser refutada. Nesse sentido, o núcleo do evolucionismo não foi refutado, e tem se mostrado cada vez mais sustentável pelas evidências. Essa ‘veracidade’ é corroborada pela grande maioria de cientistas.

Se tiver uma teoria científica, publique-a, terei prazer em ler.

Comentar por Godzila

Por outras palavras, não vais responder à minha pergunta, certo?

Comentar por Mats

“que tal explicar como a teoria de Darwin foi aceita por praticamente toda comunidade científica mundial…”

Godzila, repeti tua pergunta apenas para repetir a minha: Se fosse para explicar isso, você teria dois ou mais palpites como explicação ou apenas um?

“Wolfgang Smith é um matemático, faz incursões na filosofia e em religião, é uma pessoa que tem opiniões nessas áreas…”

Mas o que importa é que Wolfgang está certo: a teoria da evolução com suas alegações metafísicas é cientificamente inverificável (e chega a ser engraçado ver a argumentação evolucionista partir de um ponto imaginário: “já temos uma teoria “científica”. arregacem as mangas e apresentem uma alternativa.”)

Wolfgang é um matemático. Hubble era um jurista. Do lado evolucionista, Charles Lyell, que foi tomado como certo, mas cada vez mais vai se mostrando errado (o que seria ou será da teoria de Darwin sem ele?) era um jurista também. E…?

A verdade é que como não estamos falando de ciência, e sim da teoria da evolução, nesse caso, o Wolfgang, matemático e filósofo da ciência, não deve ter voz numa área (biologia) em que cada vez mais estudos apontam para a existência de códigos e o processamento de informação altamente complexa, ou para o fato de bactérias poderem solucionar problemas matemáticos também complexos (Hamilton), simplesmente porque tanto do ponto de vista filosófico, quanto matemático, ele pode apontar a inconsistência das extrapolações evolucionistas. Isso “fala volumes”, como se diz em Portugal, sobre que tipo de “ciência” e de “abertura à contestação” estamos discutindo.

“não vais a um engenheiro mecatrônico quando tem um problema de fígado.”

Como dito acima, a analogia é falha e irrelevante para o caso (não serviria para o Hubble, muito menos para o Wolfgang). Tomando uma ilustração do Sabino, ninguém precisa ser alfaiate para saber quando “o Rei está nu”.

Comentar por Darjo

Darjo,

“Mas o que importa é que Wolfgang está certo:…”
Segundo quem? Mats, Sabino, tu…

“Wolfgang é um matemático. Hubble era um jurista.”
Hubble formou-se em direito e abandonou a profissão em pouquíssimo tempo dedicando-se totalmente a astronomia, sua grande paixão, doutorando-se nessa área. com relação ao Wolfgang o campo de atuação é exatamente aquele que descrevi: matemática, filosofia, religião…

“A verdade é que como não estamos falando de ciência, e sim da teoria da evolução, nesse caso,… ”
Repito, se tem uma teoria científica (sem haspas) que confronta o que é aceito hoje em dia, arregace as mangas e mãos a obra, deve pesquisar, embasar-se, tecê-la e apresentar a comunidade científica internacional, mesmo em um ambiente hostil ela poderá triunfar, já aconteceu antes, poderá acontecer novamente.

Comentar por Godzila

““Mas o que importa é que Wolfgang está certo:…”
Segundo quem? Mats, Sabino, tu…”

O que o Wolfgang afirma está de acordo com a realidade. E, ironicamente, o que ele afirma é verificável: “a teoria é cientificamente inverificável”. E que oportunidade ele concede aqui a uma demonstração evolucionista no sentido contrário! Mas, como as fantasias evolucionistas são mesmo inverificáveis, o Wolfgang pode descansar tranquilo, com razão.

Comentar por Darjo

Mats,

Embora não consigas, ou não queiras, entender a resposta está aqui, destaquei para facilitar:

“Uma teoria científica apenas é mais ou menos sustentada pelas evidências, podendo ser refutada. Nesse sentido, o núcleo do evolucionismo não foi refutado, e tem se mostrado cada vez mais sustentável pelas evidências. Essa ‘veracidade’ é corroborada pela grande maioria de cientistas.”

Comentar por Godzila

“o núcleo do evolucionismo não foi refutado”

Qual é o núcleo do evolucionismo?

Comentar por Isaias S. Oliveira

Isaías,

Muito resumidamente, para que um processo de evolução aconteça deves ter as seguintes condições: reprodução, hereditariedade, variação, Seleção Natural.

Comentar por Godzila

Reprodução: Macacos geram macacos – Observável – Científico.

Hereditariedade: Macacos transmitem seus pêlos e etc a seus descendentes – Observável – Científico.

Variação: Uns macacos se deslocam pelas árvores; outros se deslocam pelo chão – Observável – Científico.

Seleção natural: os mais aptos sobrevivem, os menos aptos morrem (apesar de todos morrerem um dia)- Observável – Científico.

Onde está este tal de “núcleo do evolucionismo”?

Geração espontânea – Nunca observada – Já desmentida pela Lei da Biogênese, criada por Luiz Pasteur (cristão e criacionista);

Vermes gerando peixes, peixes gerando répteis, répteis gerando aves e mamíferos, macaco virando gente – Nunca observados ou repetidos em laboratório – Não científico.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Isaías,

Acho que confundiste, a geração espontânea deve ser discutida em relação a “Origem da Vida” publicação de Oparin e não “A Origem das Espécies” de Darwin. A hipótese na verdade é de Oparin e Haldame.

Cometes alguns erros ao descrever cada uma das condições,como disse apontei as condições muito resumidamente, encontrarás aqui uma boa resenha:
http://www.cecm.usp.br/~ltrabuco/escritos/darwin.pdf

Ou se preferir o todo está aqui:
http://www.iedinet.com.br/eteca/darwin_a_origem_das_especies.pdf

Comentar por Godzila

Já respondi mas acho que o Sabino tem que aprovar, pois constam dois links no comentário.

Comentar por Godzila

“Muito resumidamente, para que um processo de evolução aconteça deves ter as seguintes condições: reprodução, hereditariedade, variação, Seleção Natural.”

Bom, ainda fica-se à espera de uma “resposta” acerca de como surgiu a reprodução, somente para início.

Comentar por MVR

MVR,

A “resposta” a que se refere é sobre a origem da vida, pode obter mais disso pesquisando sobre os cientistas Oparin e Haldane, a hipótese deles depende da Teoria da Evolução de Darwin e não o contrário.

Comentar por Godzila

“A “resposta” a que se refere é sobre a origem da vida, pode obter mais disso pesquisando sobre os cientistas Oparin e Haldane, a hipótese deles depende da Teoria da Evolução de Darwin e não o contrário.”

Oparin e Haldane provaram que vida aparece de não-vida? Essa eu não conhecia.

A propósito, quanta informação foi gerada no “experimento”?

Comentar por MVR

Não estou defendendo ou discutindo a teoria de Oparin – Haldane, apenas coloco os pingos nos is…
Confundem-se ao querer debater tudo ao mesmo tempo.

Comentar por Godzila

Continuam sempre às voltas com o mesmo: a ciência vive de teorias que no fundo são a melhor explicação possível para um conjunto de fenómenos.
A relatividade, a evolução e a mecânica quântica são teorias aceites pela generalidade da comunidade cientifica.
Isto não significa que estão absolutamente certas. Basta que alguém apareça com uma nove explicação que seja mais útil e a teoria é substituída.
Claro que isto é muito mais fácil de dizer do que fazer. Todos os estudantes de segundo ano de física “descobrem” uma alternativa à relatividade. Lá para o terceiro isso passa-lhes.

Boas ou más, gostemos ou não gostemos, estas teorias são o melhor que temos.

Se alguém tem alternativas venham elas.
Atirar pedras ao carácter de Einstein, de Darwin ou Eisenberg não adianta nem atrasa a questão.

O ponto de partida do perspectiva até é interessante: ele vê o ADN como um código, logo codificado por uma, ou mais, entidades inteligentes.

É um magnifico ponto de partida. Comece a colectar evidências e apresente o trabalho.

Eu também posso desatar a atacar a relatividade. O carácter de Einstein, e uma série de pontos menos claros. Isso não constitui uma alternativa à relatividade.

Actualmente a diversidade de seres vivos é aceite como um processo de evolução e selecção natural ao longo de períodos de tempo muito longos.

Os criacionistas dizem que não.
Até tem uma boa maneira de começar: apresentem uma teoria, assente em evidências, que demonstre que a terra, o universo e os seres vivos só tem 6000 anos. Isto, como é óbvio infirmava a evolução. A evolução e tudo o que se sabe do universo, da relativade , da mecânica quântica, da história, etc e etc…ufa !

Que grande revolução cientifica.

Vamos lá!

Mãos à obra que isso deve dar direito a vários prémios Nobel.

Não privem o mundo de tal saber…

Ou estão como o aluno de segundo ano de física que pensa que infirmou a relatividade?

Até lá….

Comentar por Joao Melo de Sousa

João,

“Até tem uma boa maneira de começar: apresentem uma teoria, assente em evidências, que demonstre que a terra, o universo e os seres vivos só tem 6000 anos. Isto, como é óbvio infirmava a evolução. A evolução e tudo o que se sabe do universo, da relativade , da mecânica quântica, da história, etc e etc…ufa ! ”

Tens razão, tudo isso se desfaria como um castelo de cartas, e toda “conspiração darwinista” acabaria. É um bom começo!

Comentar por Godzila

O criacionismo é aceito por fé. Não existe TEORIA do criacionismo, pois ninguém observou Deus criando coisa alguma. Da mesma forma, não existe TEORIA da evolução. Este título de TEORIA, que é dado ao evolucionismo, não passa de fraude pois o mesmo é aceito por fé; ninguém até hoje observou a geração espontânea, ou qualquer criatura se transformando em outra espécie.
A questão é qual dos dois segmentos RELIGIOSOS estão mais de acordo com a ciência: Criacionismo ou evolucionismo. Como nunca ví um computador, por exemplo, surgir por geração espontânea, obra do acaso ou acidente de percurso, então eu não tenho por quê acreditar que o cérebro humano poderia surgir por acidente ou obra do acaso.

Comentar por Isaias S. OLiveira

E também nunca ninguém viu a temperatura dentro dum forno ou foi ao sol para ver se é quente.

Usam-se meios indirectos de prova.

A questão não tem a ver com a criação divina ou não. Isso sim é uma questão de fé.

O que é pedido aos criacionistas da terra jovem é que desenvolvam uma teoria que explique e esteja de acordo com as observações e que seja melhor que a evolução.

Repara que basta demonstrar que a terra tem 6000 anos, ou mesmo um milhão, para a evolução cair por terra.

Caramba!
Com tanto paleio que tem custa assim tanto apresentar um trabalho cientifico que demonstre isso ?

Vá lá…mais trabalho e menos paleio.

Comentar por Joao Melo de Sousa

E além do mais, como alegam ter Deus do vosso lado, sem que Deus tenha sido consultado ou passado procuração até é uma boa prova se Deus concorda convosco ou não:

Se Ele não vos inspirar para uma boa teoria alternativa, Ele que tudo pode….

Olha que é de mau prognóstico….

Vá lá…mãos à obra….

Olha que dá mais trabalho do que parece, mas com a ajuda de Deus tudo é possível….

Comentar por Joao Melo de Sousa

“Repara que basta demonstrar que a terra tem 6000 anos, ou mesmo um milhão, para a evolução cair por terra.”

O quê? Já não bastam as peles e tecidos moles de dinossauros que se preservaram (Segundo a datação evolucionista, mais de 60 milhões de anos) e ainda assim já existem hipóteses absurdas de como estas partes ficaram tanto tempo lá…

Já não basta a Eva mitocondrial e toda a gama de fraudes evolucionistas… Não somos nós que estamos a distorcer a ciência para manter fé.

Comentar por MVR

Ora aí está um bom ponto de partida.

Só que não é assim que se constrói uma teoria. Tens de pegar nos dados analisar, formular hipóteses e por aí fora.

Não podem ser coisas vagas.

Há um enorme consenso numa terra muito antiga. Tu estás convencido que não. A Eva mitocondrial e a possibilidade de existir material orgânico num fóssil reforçam a tua convicção.

Força!

É assim que se faz ciência: temos uma convicção, formulamos uma hipótese e vamos tentar confirmá-la ou infirmá-la. O que é igualmente boa ciência.

Estamos todos à espera.

E se daí conseguires uma teoria mais explicativa que a evolução vais ter o mérito por isso.

Sem se tirar o mérito a Darwin claro. Quando Einstein contrariou a mecânica de Newton isso não tira mérito a Newton.
Einstein deu mais um passo em frente.

Vá lá.

Mãos à obra e espero ver essa tese revolucionária em breve.

Comentar por Joao Melo de Sousa

“E também nunca ninguém viu a temperatura dentro dum forno ou foi ao sol para ver se é quente”.

Faça o seguinte: Meta a tua mão dentro de um forno bem quente por várias horas. Aí tu “verás” a beleza que é. Depois me conte como foi, ok?
Em dia de sol brilhante, na praia, fique exposto aos raios solares desde o início da manhã até o fim da tarde, por vários dias, sem proteção solar, e “verás” o quê o calor do sol fará com tua pele.

“E se daí conseguires uma teoria mais explicativa que a evolução vais ter o mérito por isso”.

Que teoria? Você já observou macaco virando gente?
A única coisa que a evolução mostrou é “homem-macaco” se transformando em dente de porco.
Mas tem gente que mesmo assim continua acreditando nas fábulas da religião evolucionista.

Comentar por Isaias S. OLiveira

“E também nunca ninguém viu a temperatura dentro dum forno ou foi ao sol para ver se é quente”.

Faça o seguinte: Meta a tua mão dentro de um forno bem quente por várias horas. Aí tu “verás” a beleza que é. Depois me conte como foi, ok?

Vês ? Até tu concordas que não é preciso meter a mão no forno para saber se está quente. As evidências não precisam de ser directas. Podem ser indirectas….

Pois é!

Dá trabalho pensar.

Como não tens nenhuma teoria melhor temos de ficar com as que temos.

Até que as publiques.

Até lá……

Comentar por Joao Melo de Sousa

“Vês ? Até tu concordas que não é preciso meter a mão no forno para saber se está quente. As evidências não precisam de ser directas. Podem ser indirectas….”

Acho que nunca chegastes perto de um forno quente.
Conta outra!

Comentar por Isaias S. OLiveira

Prezado João Melo de Sousa,

Pois então… se tudo o que vem a falar não já falei também a algum tempo atrás.

Se existem esses tais dados de “Terra de 6000 anos”, se existem esses tais dados de “dilúvio universal”, se EXISTEM esses tais dados, não vejo o por quê de algum criacionista publicar um artigo científico pelas vias normais.

Ora bolas, se os fatos (supostamente) ocorreram, e se os dados (supostamente) existem e os corroboram, ONDE ESTÃO TODOS OS TRABALHOS CIENTÍFICOS NESSE SENTIDO?

Não venham falar de “conspirações evolucionistas”. De “ó como são mauzinhos os cientistas”.

Senhores, se os dados existem, não há o que falar ou o que discutir. APRESENTEM-NOS e desfaçam logo de vez o “castelo de cartas” darwinista. E parem de chororô.

Comentar por Alexssc

Alexssc

È aqui que a coisa empanca…o trabalho não sai…

Eu também sou capaz de escrever o melhor romance de todos os tempos e pintar o melhor quadro…não me dei foi ao trabalho…kkkkkkk

Comentar por Joao Melo de Sousa

Só para divulgar este link, com temas interessantes (em inglês):

http://saddleback.com/mediacenter/services/currentseries.aspx?site=yDi0V4EwP58=&s=OsqcpA0SUkE=

Abraços!

Comentar por Darjo

“Se o computador apanha líquidos é o seu fim, mas, como se pode verificar durante as férias, água na nossa cabeça não danifica o nosso cérebro.”

A frase do dia!!

acredita rapaz… se te entra agua para o cerebro tas lixado. é por isso que é preciso ter cuidado com os diluvios…

Comentar por rasputin

Só uma anta para dizer que o cérebro surgiu do acaso.

Comentar por Eu

´´EU“
Por favor não use nomes nas pessoas que escolhem esse caminho.

Não é questão de inteligencia crer ou não na criação e em Deus, é uma questão de escolha. pessoal

Comentar por Adim

Olha a ignorância ás vezes pode ser puxada pra burrice pq tem ligação. Pensei q era um cérebro real com defeitos sei láh. Cade a inteligência humana? BJKSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS♥

Comentar por ♥ Danii ♥




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: