No princípio criou Deus os céus e a Terra


Dinossauros em dieta
Junho 25, 2009, 12:24 am
Filed under: Evolução/Big-Bang

Uma investigação levada a cabo por paleontólogos da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados da América, revela que o modelo estatístico utilizado para calcular a massa dos dinossauros (tanto altura como peso) tem falhas, o que indica que a sua dimensão corpórea foi exagerada. O estudo foi publicado no Journal of Zoology.

Gary Packard afirmou:

Os paleontólogos utilizaram, durante 25 anos, um modelo estatístico para estimar o peso de dinossauros gigantes e outros animais gigantes extraordinários já extintos. Ao reexaminar os dados da amostra original, mostramos que este modelo estatístico está seriamente incorrecto e que os dinossauros provavelmente pesavam metade do que se pensa actualmente

Estas novas previsões têm implicações nas teorias relativas à biologia dos dinossauros. Se pesam metade do que se pensava, isso quer dizer que também necessitam de menos quantidade de alimentos do que se pensava. Os cientistas usaram como referência o Apatosaurus louisae, um dos maiores dinossauros conhecidos. Segundo o novo modelo, este dinossauro pesou cerca de metade do que se pensava, de 38 para 18 toneladas (no seu apogeu).

apatosaurus
_____________________________________________________________________________

Se os criacionistas já não tinham dificuldades em explicar como animais tão grandes e pesados foram na arca de Noé, agora a tarefa ainda fica mais fácil. Quando o crítico pergunta como animais tão grandes foram na arca, ele está a pensar nos maiores dinossauros conhecidos, no maior período da sua vida. Mas Noé não tinha de levar os maiores existentes, até porque a maioria dos dinossauros conhecidos era de estatura baixa ou mediana.

Como o grande interesse era a repovoação da Terra após a catástrofe, e como foi Deus quem escolheu os animais que entraram na arca, Ele nunca iria escolher os mais maduros (mais velhos, logo, mais altos e mais pesados). Os dinossauros juvenis seriam os mais adequados para esta tarefa, até porque os dinos cresciam rapidamente e procriavam sendo ainda novos.

Este novo modelo deixa os criacionistas ainda mais confortáveis nas suas explicações.

(Ver também: Considerações acerca dos grandes dinossauros na arca de Noé)

Anúncios

2 comentários so far
Deixe um comentário

Acredito na possibilidade de alguns exageros, mas não está claro se este’erro’ se aplica a todas as medidas já feitas em peso de animais extintos, talvez esta margem se agrave em animais mais pesados, não aparecendo muito em animais menores.

Comentar por arthgar

Vejam a que ponto essas pessoas chegam só pra falar em lógica e vida espiritual, vai te tratar com um psicólogo cara, viva sua vida independentemente de como será depois de morrer pois se você viver e seguir todas as regras, perderá toda a graça da vida em sí.

Profecias e etc são seguidas por ignorância, todo mundo nasce com bom senso e sabe destinguir o BEM do MAL, é mal quem quer e bom que quer também. Assim como existe pessoas ruins nas igrejas e pessoas boas fora de religiões.

Comentar por Caramba




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: