No princípio criou Deus os céus e a Terra


Resposta ao Ludwig – Por que não acredito no ateísmo
Maio 17, 2009, 2:18 pm
Filed under: Convicções / Fé, Respostas a Ateus

Num dos seus mais recentes posts, o ateu evolucionista Ludwig Krippahl revela algumas das razões que o levam a não acreditar em deuses, focando-se especialmente no Deus bíblico (ele chama-lhe o “deus católico“). Só vou lidar com os argumentos gerais utilizados por ele. Vou deixar de lado as referências à doutrina católica. Vejamos:

Estes problemas agravam-se quando substituímos a hipótese vaga de existir algum deus por uma hipótese como a do deus católico. Nasceu Jesus, de uma mãe virgem, morreu e ressuscitou […] E há também o problema destes detalhes serem contrários ao que sabemos ser possível, com virgens grávidas, mortos que ressuscitam e outros milagres.

O professor Ludwig parece usar o argumento/desculpa de que “é impossível estas coisas acontecerem, portanto, eu não acredito”. Mas é claro que estas coisas não são possíveis por via naturalista. Toda a gente sabe isso. Não é preciso ser-se cientista para constatá-lo. Será que os ateus acham que os cristãos acreditam que este tipo de milagres é possível por meios naturais?

Todas as vezes que a Bíblia refere milagres não os atribui a causas naturais mas sim ao poder de Deus, que está acima das causas naturais (foi Ele que criou a natureza). A Bíblia não atribui os milagres a causas naturais mas sim à intervenção divina. Os cristãos acreditam e dedicam a sua vida a um Ser que está acima das causas naturais. Se Deus não tivesse nada de especial, isto é, se Deus fosse um ser igual a qualquer um de nós, é óbvio que não seria digno da nossa adoração e dedicação. É por Ele ter poder sobre a natureza que criou que os cristãos o adoram.
_______________________________________________________________________

Finalmente, estas hipóteses tendem a ser inconsistentes. Um deus criou-nos com vontade livre mas, sendo omnisciente, já sabe tudo o que vamos fazer no futuro.

Não se consegue perceber muito bem onde é que o professor Ludwig vê a inconsistência. Onde é que o facto de um Deus omnisciente nos ter criado com livre arbítrio e já saber o que vamos fazer no futuro constitui uma inconsistência? Porventura está a nossa liberdade ameaçada ou condicionada por Deus já saber o que vamos fazer amanhã? Deixo aqui uma analogia interessante de alguém que comentou este post lá:

Estou num avião. Encontro-me a sobrevoar uma auto-estrada. Vejo um pesado a ultrapassar um ligeiro. Mais à frente há um acidente que o pesado ainda não consegue ver. Eu sei que vai dar asneira, que o pesado se vai espetar à grande. Estou a limitar a liberdade do condutor do pesado?
________________________________________________________________________

Ama toda a gente mas deixa crianças a morrer de cancro ou pisar minas.

Antes de mais, reparem na utilização de um argumento emocional na referência ao termo “crianças”. Ele poderia ter simplesmente utilizado a palavra “pessoas”, pois não são só crianças que morrem de cancro e em minas. Aqui está patente um apelo à emoção. “Coitadinhas das crianças… não merecem”. Também está patente, como já é habitual, a posição incoerente do ateu. Se para o ateu evolucionista nós não somos mais do que animais evoluídos, num processo sem direcção e sem propósito, então não faz sentido estar indignado porque crianças pisam minas. Quem disse que o propósito das crianças não é pisar minas? Num mundo evolucionista, os mais fortes prosperam, os mais fracos são eliminados. Por quê o choradinho?

Deixando o cariz filosófico da questão… o cristão que acredita no Génesis sabe por que razão o cancro existe. No dia em que Adão e Eva decidiram usar da sua liberdade para rejeitarem o plano de Deus, toda a Criação ficou amaldiçoada. Morte e doença entraram no mundo. Mas Deus promete restabelecer a sua Criação ao estado original (Romanos 8:22-23).

Reparem como o ateu procura culpabilizar Deus de coisas em que o culpado é o ser humano. Os homens colocam minas debaixo do solo… uma pessoa calca a mina e os seus membros espalham-se pelo terreno… quem é o culpado? É Deus, ora pois. Quem colocou a mina debaixo do solo está inocente. Um sujeito conduz sob o efeito de álcool e acaba por ter um acidente onde morrem outras pessoas. Quem é o culpado? É Deus, ora pois. O fulano que conduziu bêbado está inocente.

O ser humano utiliza mal a dádiva que Deus lhe deu – o livre arbítrio – e o ateu quer culpabilizá-lo. Que culpa tem Deus se o ser humano não usufrui da sua liberdade de forma correcta? O ateu já não aplica a mesma lógica ao resto. Usando a mesma lógica, se o meu pai me dá um carro nos meus anos e eu uso-o para ir atropelar pessoas, a culpa é dele. Se ele nunca mo tivesse dado, eu não teria atropelado pessoas (cf: se Deus nunca nos tivesse dado livre arbítrio, nunca o usaríamos para o mal). Hum… ainda podemos ir mais atrás. A culpa é de Karl Benz por ter inventado o automóvel.

O ateu quer que Deus controle a Sua Criação como marionetas inanimadas, invalidando assim o nosso livre arbítrio. Mas será que o ateu gostaria que Deus interviesse sempre que fossemos pecar? Quando estivessemos a ver qualquer coisa que não devessemos, Deus podia mandar o computador abaixo. Quando estivessemos a pensar algo que não devessemos, Deus podia dar-nos uma dor de cabeça no momento para estarmos ocupados com ela. Quando fossemos fazer algo que não deviamos, Deus podia imobilizar-nos temporariamente. É claro que o ateu não queria. Ele, tal como o cristão, preza a sua liberdade.
____________________________________________________________________

Criou um universo tão vasto e antigo que nem conseguimos imaginá-lo mas preocupa-se quando usamos preservativos ou temos relações sexuais antes de trocar alianças.

Deixando de lado as questões doutrinárias levantadas, novamente não se percebe como é que a 2ª oração segue logicamente à 1ª. Onde é que o facto de um Deus que criou um universo tão vasto e que se preocupa com os nossos comportamentos constitui uma inconsistência? Só na mente do ateu.
_____________________________________________________________________

É infinitamente poderoso, sábio, está em todo o lado e sabe tudo o que pensamos mas precisa de padres, bispos e profetas para interpretar as mensagens confusas que ele deixa.

Deus nao precisa de padres, bispos e profetas. Simplesmente esse foi/é o padrão de comportamento de Deus relativamente à transmissão da Sua Palavra (e o que de mim ouviste de muitas testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros” – II Timóteo 2:2).

Não há nada de confuso na mensagem chave do Cristianismo. Que parte do versículo que se segue é confusa?

Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo;(Romanos 10:9)

E do seguinte?

Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.” (Actos 16:31)

_______________________________________________________________________

É por isto que não acredito em deuses. A minha avaliação destas hipóteses, que tento tão imparcial e objectiva quanto consigo, leva-me a concluir que são falsas.

Mas será que o professor Ludwig deve confiar na sua mente? Não se esqueçam… para o evolucionista, o que se passa dentro do cérebro são só moléculas a reagir, o resultado de centenas de milhares de mutações aleatórias ao longo de milhões de anos.

É por estas e outras razões que as objecções ateístas são inofensivas.

Anúncios

6 comentários so far
Deixe um comentário

🙂 meu caro continuas ( com a benção de Deus ) a deixar grandes post e bastante esclarecedores.

Comentar por ruben

Não só são inofensivas, como são auto-refutantes.

O ateu não justificou a racionalidade humana, mas quer usá-la para anular o Criador da racionalidade.

Ah, e argumentos do tipo “virgens não engravidam” é assumir o que tem que ser provado.

Comentar por Mats

Quanto à questão do sofrimento humano:
http://setimodia.wordpress.com/2008/06/15/por-que-o-sofrimento/

Selecionei algumas partes que considerei vitais:

Compreender a gravidade do pecado é dar o passo mais importante na compreensão do problema do sofrimento. Longe de ser a violação de uma lei arbitrária, que podia ser abolida por um fiat divino, o pecado é uma quebra das condições sob as quais o homem poderia gozar a vida abundante que o criador lhe destinara. A vontade de Deus é essencialmente benéfica, e obedecer-Lhe, é colocar-se em posição de desfrutar vida, saúde, a plenitude, enfim, das bênçãos que uma Providência bondosa reservou para o homem.
[…]
Verdade é que bastas vezes nosso sofrimento é resultado direto da violação das leis divinas que regem a existência. Deste ponto de vista é que o apóstolo Paulo escreveu certa vez: “Deus não Se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear isto também ceifará”. (Gálatas 6:16).Se quebrarmos as leis da saúde, ficaremos encilhados com as conseqüências sob a forma de uma enfermidade ou outra. O fumante inveterado não pode trazer queixa perante o tribunal divino, se o câncer do pulmão abreviar-lhe os dias, nem o bebedor assíduo, se os rins lhe falharem.
[…]
Outra ilustração que as Escrituras usam para elucidar a razão do sofrimento é a da poda. Árvores frutíferas são podadas regularmente com o fim de produzirem à plena capacidade. Nas mãos de um perito, a poda visa não destruir, mas corrigir defeitos e aumentar a produtividade. Com singeleza, Cristo ilustra esta sublime verdade: “Eu sou a videira verdadeira, e Meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em Mim, não der fruto, Ele o corta; e todo o que dá fruto, limpa, para que produza mais fruto ainda”.(João 15:1-2).

Se Deus é um Deus de amor, como os cristãos afirmam, por que permite ainda o sofrimento numa escala tão colossal? Não poderia o Onipotente exercer Sua vontade benévola e extinguir o sofrimento da face da Terra? Em resposta, diríamos que isto é precisamente o que as Escrituras afirmam que Ele fará um dia, quando “lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram”. (Apocalipse 21:4). Não foi com Deus que o sofrimento se originou. Este, se originou com criaturas que se insurgiram contra a vontade divina e violaram as condições básicas de uma vida harmoniosa e feliz.

Comentar por Fabricio Lovato

Kra, isso eh só mais um evolucionista que percebu que o universo e tudo que há nele(sem nem mesmo precisar considerar a bíbli) no mostra que há algo muito mais importante do que o mero ‘acaso’ (q par os evolucionistas eh quase um deus, jah que até mesmo não se referem a ele como ‘um acaso’, e sim,’O acaso’).
Se eles admitirem isso, verão que tem responsabilidades importantes a serem seguidas, verão que há um propósito significativo para a vida, e isso os deixam com medo.
Só um ex. simples: Eles nos acusam de acreditarmos na ‘mágica’ da criação do homem do pó do solo( de uma forma estremamente precisa e pensada), e tb das ‘mágicas’ dos milagres ( que tb foram todos feitos por um Ser, e todos muito bem controlados) e q não passam de eventos não exlpícados pelos homens,mas pense:
Eles tb creem que viemos de uma coisa inanimada como o pó e tudo o que havia lah( no caso,acreditam que viemos da água ‘misturados’ violentamente com gases pelo ‘Acaso’).Aí eu te pregunto:
Se houvesse uma prova com a seguinte questão: “vc está passando por um deserto e se depara com uma casa, mobilhada,com alimentos, fiãção elétrica e tudo mais.Marque a opção correta – (a)ela surgiu do acaso, por sí mesma, por milhares de tentativas e erros. (b)Ela foi belamente planejada e construída por um pedreiro inteligente.
Qual das opções revelaria que o aluno acredita em mágicas?Qual a correta?
Nós criacionistas marcamos a (b).
Os evolucinistas a (a).
Quem passou na prova?
( e ainda vai ter gente postando’ah, mas que q tem a casa’) KKKKKKK

Comentar por Edrick

Quanto ao pq Deus permite o sofrimento, e outros assuntos abordados aí, tem um grupinho, que passa todas as manhãs em duplas nas suas casas, se não estiverem REALMENTE ocupados, pergunte a eles!

Comentar por Edrick

olha, navegando pela internet tive o imenso prazer e sorte de encontrar este site
um otimo trabalho faz aqui
que deus te ilumine e te ajude a sempre estar pretando esse otimo serviço em favor da causa de Deus
que Deus o abençoe.

Comentar por kaike




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: