No princípio criou Deus os céus e a Terra


Milhares de anos… e não milhões!
Abril 6, 2009, 12:16 pm
Filed under: Convicções / Fé, Evolução/Big-Bang

Uma recente onda de ADN e tecidos moles encontrados em fósseis de animais que terão vivido há milhões de anos têm surpreendido os cientistas evolucionistas. Um dos casos mais mediáticos foi quando Mary Schweitzer constatou a preservação a nível molecular de um osso de um Tiranossauro Rex. Os cientistas sabem que a molécula do ADN é instável. Eles também sabem que os tecidos moles, por serem tão nutritivos para predadores e micróbios, muito raramente fossilizam.

Nunca é demais lembrar as palavras de Mary Schweitzer, aquando do achado [meu destacado]:

Os caminhos para a deterioração celular dos animais modernos são bem conhecidos. Extrapolações prevêem que todo o material orgânico desapareça por completo em 100,000 anos, no máximo

Sempre foi assumido que a preservação [de ossos de dinossauro] não se estendia ao nível celular e molecular

O que ela está a dizer é que os evolucionistas previam que seria impossível encontrar material orgânico em animais com mais de 100.000 anos (e mesmo este valor já é bem inflacionado, visto que as condições laboratoriais estão longe de se assemelharem às da natureza). Portanto, não deveria ser muito usual encontrar tecidos moles fossilizados nem fósseis com mais de 100.000 anos com material orgânico.

Será?
____________________________________________________________________

1) Em Julho de 2006, uma equipa de cientistas suecos, espanhóis e alemães conseguiu extrair ADN do dente de um urso com 400 mil anos (400.000). “Normalmente é difícil encontrar ADN que tenha mais de 100.000 anos e o trabalho com ADN fossilizado foca-se, sobretudo, em material com poucas dezenas de milhares de anos“, lembrou Anders Goetherstroem, líder da equipa.

2) Em Julho de 2006, cientistas conseguiram extrair medula óssea de sapos e salamandras com 10 milhões de anos (10.000.000). Os espécimes estavam tão bem preservados que a cor original do tecido ainda era visível.

3) A descoberta de Schweitzer foi sensacional. Em Março de 2005, ela descobriu diversas estruturas orgânicas, entre as quais alguns vasos sanguíneos, em ossos de um T-rex datado de 68 milhões de anos (68.000.000). (Em português)

4) Em Outubro de 2002, cientistas descobriram um dinossauro que estava tão bem preservado que se referiam a ele como “dinossauro mumificado”. Os tecidos moles incluíam pele, escamas, músculos e unhas . Até era possível ver a sua última refeição no seu estômago. É o quarto dinossauro no mundo a ser alcunhado de “dinossauro mumificado”, por causa da sua excelente preservação. Foi datado de 77 milhões de anos (77.000.000).

5) Em Fevereiro de 1998, cientistas encontraram um dinossauro que, até àquele momento, registava a melhor preservação de tecidos moles de sempre. Foi datado de 113 milhões de anos (113.000.000). O paper menciona outros dinossauros com excelente preservação de tecidos moles.

6) Em 2003, um grupo de cientistas retirou proteína do osso de um Iguanodon, um dinossauro datado de 120 milhões de anos (120.000.000).
____________________________________________________________________

São conhecidos muitos mais casos de tecidos moles e ADN encontrados em organismos que os evolucionistas dizem que têm milhões de anos. Se a Terra e os seres vivos tivessem mesmo milhões de anos, não seria possível encontrar fósseis tão bem preservados ao ponto de ainda conterem material orgânico, pois este já teria desaparecido do organismo. As evidências corroboram o relato bíblico, que diz que a Terra foi criada apenas há alguns milhares de anos.trex_softtissue_hlg10ahlarge

A prova de que a teoria da Evolução não é passível de refutação é a acomodação de todos e quaisquer dados ao pensamento evolucionista. Este caso não é excepção. Como reage o evolucionista ao constatar que se encontra material orgânico em animais com milhões de anos, quando as previsões em laboratório indicavam que não seria possível encontrar material orgânico em organismos com mais de 100 mil anos? “Uau, afinal é possível encontrar material orgânico em animais com milhões de anos“.

No fundo, compreende-se o facto de eles serem obrigados a pensar assim. A filosofia naturalista, que é a base da ciência das origens, necessita, obrigatoriamente, que a Terra e os animais tenham milhões de anos, caso contrário, o já de si difícil cenário da evolução das espécies, torna-se inexequível. A ciência das origens não pode dispensar o ingrediente dos milhões de anos, já que ele é um dos responsáveis por este cenário mágico em que os organismos se vão criando a si próprios. Tirar os milhões de anos a um evolucionista é pior do que tirar um rebuçado a uma criança.

No princípio criou Deus os céus e a Terra

Caros leitores, a razão pela qual eu mantenho este blogue não é só para contar aquilo que os evolucionistas não contam ao público em geral. Apesar de eu gostar muito de o fazer, esse não é o principal motivo. Faço-o para mostrar que a Bíblia oferece o relato fidedigno das nossas origens. Há cerca de 6000 anos, Deus criou a Terra e os seres vivos, entre os quais o ser humano. Nós somos culpados de termos quebrado as regras que Ele ditou, estando condenados a viver longe dele para todo o sempre.

A boa notícia para cada um de nós é que Jesus pagou o preço da nossa desobediência e nos deu oportunidade de alcançarmos a Deus. O sacrifício de Jesus na cruz é a ponte para chegarmos ao Criador. Ele quer que tu faças a decisão correcta e escolhas passar a eternidade com Ele. Eu também espero que faças a decisão correcta.

Anúncios

32 comentários so far
Deixe um comentário

Estás com um grande blog rapaz…
Continua com essa força e determinação.
DTA
Abraço

Comentar por PAULO SILVA

É triste que haja tantos cristãos a tentar destruit o evolucionismo refutando a descendência comum e outras coisas, mas deixam de lado a única coisa que destrói todo o edifício com uma vassourada: o tempo.

Sem tempo, a teoria morre à nascença. Por isso é que os darwinistas tentam com todo o esforço marginalizar os cristãos que acreditam no que a Bíblia diz sobre as origens.

Comentar por Mats

Lá está. Como provas que em 6 mil anos de formem compostos como o Ferro e como é que a luz de estrelas distantes chegam até nós?
Como é que provas o estado da entropia actual com um periodo de 6 mil anos? O universo teria de ter uma taxa de entropia elevadíssima… podia ter mas, assim continuava a ter e não tem.

Comentar por Dário Cardina

Lá está. Como provas que em 6 mil anos de formem compostos como o Ferro e como é que a luz de estrelas distantes chegam até nós?

Lê o primeiro verso do Livro de Génesis, e vais vêr como é que o ferro “apareceu”.
Tu fazes a pergunta assumindo que o ferro evoluiu. Não consideras que se calhar (se calhar!) o ferro apareceu completamente funcional, sem nenhuma história evolutiva. Aliás, como é que o ferro poderia evoluir? E todos os outros elementos?

Como é que provas o estado da entropia actual com um periodo de 6 mil anos?

Como é que a antropia actual refuta a existência recente do universo?

Comentar por Mats

O coração da estrela está a cem milhões de graus. Os caroços de hélio colidem se 3 caroços de hélio se combinam formam um sistema estável: carbono. Este encontro triplo é extraordinariamente raro. O papel do acaso exige tempo.
A contracção da estrela torna-se vagarosa. A sua atmosfera incha e torna-se vermelha: nasce uma gigante vermelha. No coração desta gigante vermelha, núcleos de hélio e carbono combinam-se para formar oxigénio.
O hélio esgota-se no coração da estrela. A estrela contrai-se e a temperatura aumenta até mil milhões de graus. É o carbono, agora, que se torna no combustível. Esta combustão produz novos elementos: néon, sódio, magnésio, alumínio, silício, fósforo e enxofre ( os dois últimos em quantidades mais fracas).
A estrela gera e emite cada vez mais neutrinos. A emissão de energia acelera, a concentração nas camadas exteriores é cada vez maior.
Depois da fusão do carbono, vem a do néon, do oxigénio e depois do silício. Estas fases ocorrem entre dois a cinco mil milhões de graus.
A energia térmica ameaça ultrapassar a energia de ligação dos núcleos.
O débito de energia da estrela é elevado e para compensar esta contrai-se cada vez mais rapidamente: explosão
Nenhuma molécula se pode unir no interior de uma estrela. É no frio do espaço que se vão unir.
Um núcleo de carbono liga-se a quatro protões: catálise. A catálise permite acelerar uma reacção entre duas outras partículas: A evolução nuclear auto-acelera-se. Este efeito catalisador forma azoto, que aparece como subproduto da fusão catalisada do hidrogénio em hélio. A catálise é a primeira forma de reprodução, reprodução no sentido em que o sistema gerado é idêntico ao primeiro.
Com a explosão da estrela fica um resíduo: uma estrela de neutrões ou pulsar, com centenas de milhões de toneladas por cm3. este resíduo acende e apaga várias vezes por segundo: 1º – só uma fraca porção da sua superfície emite luz e 2º – giram rapidamente sobre elas mesmas. Outro resíduo será a anã branca gerada a partir de uma nebulosa planetária, com uma tonelada por cm3, mais tarde, esta anã branca será uma anã negra.
Os núcleos pesados gerados pela estrela são projectados no frio, onde capturam os electrões. O carbono toma 6 electrões, o oxigénio 8, o ferro 26 e o ouro 68: aparecem átomos pesados no Universo. Temos assim, o carbono, o azoto e o oxigénio, que representam, com o hidrogénio, a maioria dos átomos do nosso corpo.
À volta de um átomo de oxigénio dispõem-se 8 átomos de alumínio originando uma rede cristalina.
Satisfeito? Já aprendeste alguma coisa, heim!

A entropia é o estado de desordem de um sistema, certo? Certo. Do momento A até ao momento B há um certo aumento de entropia. O Universo tem um valor entrópico. Assim, para chegar a tal valor entrópico, desde o valor mínimo necessário no início do universo teria sido necessário o tempo que o universo tem.
Se o universo tivesse aparecido há 6 mil anos teria de ter uma taxa de entropia muito elevada, e tal deveria continuar a ocorrer. Mas não ocorre. Ou seja, o universo não pode ter tão pouco tempo.
Tens um quarto e desarrumas o quarto a uma unidade de desarrumação por tempo. Passado 2 horas posso prever há quanto tempo desarrumas o quarto sabendo essa razão. Se eu dissesse que tinhas começado a desarrumar o quarto há 2 minutos terias de o ter desarrumado muito mas muuuuuito depressa só que enquanto olho vejo uma taxa muito pequena, ou seja, seria impossível teres uma taxa de desarrumação elevada pois se tivesses, essa taxa não poderia variar tão bruscamente.

Comentar por Dário Cardina

Aquele Livro Atordoantemente Maravilhoso – A Bíblia

[Maravilhosos fatos científicos e profecias na Bíblia]

O Presidente Ronald Reagan chamou a atenção para aquele Livro maravilhoso, dizendo: “Na verdade, é um fato indisputável que todas as complexas e horrendas questões que nos confrontam, tanto no nosso lar como ao redor de todo o mundo, têm suas respostas naquele LIVRO SINGULAR”. Napoleão disse a respeito daquele
Livro maravilhoso “… ele não é um mero livro, mas é, sim, UMA CRIATURA VIVENTE, que conquista todos que lhe ficam face a face”. A revista Newsweek (27.Dez.1982), na sua capa, escreveu a respeito daquele Livro maravilhoso “Como um livro nos une, nos divide e até MESMO NOS DEFINE!”.

AQUELE LIVRO ATORDOANTEMENTE MARAVILHOSO É A BÍBLIA!
E se você pensa que a Bíblia é como qualquer outro livro que jamais foi escrito – continue lendo. Quando terminar este folheto… VOCÊ RECONHECERÁ QUE AQUELE LIVRO É

ATORDOANTEMENTE MARAVILHOSO!
”Mas a Bíblia foi escrita milhares de anos atrás. E nós estamos quase entrando no século 21! Temos visto o homem ir à lua. Temos visto a humanidade dar grandes passos na conquista dos mistérios mais escondidos do universo. A Bíblia foi escrita milhares de anos atrás por homens com um conhecimento muito mais limitado que o nosso.
Com seus limitados conhecimentos, como poderiam eles ter sabido de certas coisas?”

ESTOU ALEGRE QUE VOCÊ PERGUNTOU… Lucas 17:30-34 “Assim será NO DIA em que o Filho do homem se há de manifestar… NAQUELE DIA… vos digo, NAQUELA NOITE…” Ninguém nos dias de Lucas pensou que poderia existir dia e noite ao mesmo tempo! Eles pensavam que a terra era plana! Lucas foi escrito em torno do ano 65 d.C. Como sabia Lucas de algo que os cientistas não souberam até o século 16?

Isaías 40:22 “Ele é o que está assentado sobre o CÍRCULO DA TERRA”. Como, no
ano 700 a.C., sabia Isaías que a terra era redonda? Os cientistas dos dias de Isaías pensavam que a terra era plana. Não descobriram que a terra era redonda até o princípio dos anos 1500, quando Magalhães navegou ao redor do mundo. Como é que Isaías sabia de algo mais de 2000 anos antes da ciência?

Jó 26:7 “… e suspende a terra sobre O NADA”. Durante o tempo de Jó, era crido que um deus chamado Atlas sustentava a terra sobre os seus ombros! Ninguém acreditava que a terra “pairava suspensa sobre o NADA!” Jó é o mais antigo livro na Bíblia! Foi escrito há mais de 3500 anos atrás! Como é que Jó soube de algo que era IMPOSSÍVEL saber durante os seus dias?

Gênesis 2:7 “E formou o SENHOR Deus o homem do PÓ DA TERRA, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente”. Seguramente, você não toma Gênesis seriamente. Toma? Em novembro de 1982, Seleções do Reader’s Digest incluiu um artigo com o título “Como a Vida na Terra Começou”. Este artigo declarou que, de acordo com cientistas no Centro de Pesquisa da NASA em Ames, os ingredientes necessários para formar um ser humano podem ser encontrados NO BARRO. O artigo disse, ainda, “O cenário descrito pela Bíblia quanto à criação da vida vem a ser NÃO MUITO DISTANTE DO ALVO”. (Seleções do Reader’s Digest, novembro de 1982, p. 116). Não, a Bíblia “não passou não muito distante do alvo” – ela atingiu exatamente o alvo! Os cientistas têm rido da possibilidade de Gênesis ter qualquer credibilidade científica, todavia – quanto mais aprendemos, mais descobrimos que a Bíblia é CIENTIFICAMENTE EXATA!

Salmo 8:8 “… tudo o que passa pelas VEREDAS DOS MARES”. Depois de ler Salmo 8:8, Matthew Maury, um oficial da Marinha dos Estados Unidos da América, lançou-se ao empreendimento de localizar estes curiosos “caminhos nos mares”. Descobriu que os oceanos têm caminhos que fluem através deles. Maury se tornou conhecido como o “descobridor das correntes marítimas”. Como é que Davi (o escritor do Salmo 8) soube, há mais de 2000 anos atrás, que havia “caminhos nos mares”? Davi, provavelmente, nunca sequer viu um oceano! COMO É QUE ELE SOUBE?

Eclesiastes 1:7 “Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr.” Como é que o escritor de Eclesiastes sabia do ciclo de condensação e evaporação da água? O sol evapora a água do oceano, o vapor da água sobe e se transforma em nuvens, a água nas nuvens cai de volta para a terra como chuva, se ajunta formando rios, e estes correm de volta ao oceano. Isto não foi conhecido até ser descoberto por Galileu, em 1630! Como é que o escritor de Eclesiastes soube disto no ano 1000 a.C., 2500 ANOS ANTES QUE A CIÊNCIA?!

Levítico 15:13 “Quando, pois, o que tem o fluxo, estiver limpo do seu fluxo, contar-se-ão sete dias para a sua purificação, e lavará as suas roupas, e banhará a sua carne em ÁGUAS CORRENTES; e será limpo”. Deus disse para lavar a carne infectada em ÁGUA CORRENTE. A ciência não descobriu aquilo até surgirem dois homens chamados Pasteur e Koch, nos anos finais dos anos 1800. Todos os médicos de um hospital lavavam suas mãos em uma mesma bacia de água, dia após dia, e disseminavam os germes com a velocidade, facilidade e mortandade com que fogo se espalha num capinzal seco. Não foi até a invenção do microscópio e o surgimento da ciência da bacteriologia que os médicos começaram a lavar as mãos sob ÁGUA CORRENTE. Levítico foi escrito em torno de 1490 a.C. A CIÊNCIA FICOU CERCA DE 3000 ANOS ATRASADA! Não é embaraçoso quanto a ciência sempre se atrasa cerca de 2000 anos atrás daquele Livro tão maravilhoso?!

Jó 38:19 “Onde está O CAMINHO onde mora a luz? E, quanto às trevas, onde está o seu lugar”. Como é que Jó não disse onde É O LUGAR aonde a luz mora? Porque a luz está sempre se movendo. Como é que Jó soube de algo no ano 1500 a.C. que a ciência não descobriu até Einstein? Como podem os homens que escreveram aquele Livro maravilhoso, com o limitado conhecimento científico da época deles,… SEREM TÃO À FRENTE DA CIÊNCIA?

Eclesiastes 1:6 “O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta FAZENDO OS SEUS CIRCUITOS”. Como é que o escritor de Eclesiastes soube que o vento viaja formando circuitos? Como é que o escritor soube de algo que os aerologistas e os meteorologistas descobriram há tão pouco tempo? PENSE A RESPEITO DISSO! Como podem estes homens, com o limitado conhecimento científico da época deles, milhares de anos atrás, estar tão adiantados com relação à ciência?

Provérbios 6:6-8 “Vai ter com a formiga… na sega ajunta o seu mantimento…” Life’s Nature Library, em “Os Insetos” (p. 163), comentando sobre Provérbios 6, diz “Um dos enigmas entomológicos do último século diz respeito a esta observação por Salomão. Não havia nenhuma evidência de que formigas, realmente, faziam colheitas de grãos. Em 1871, entretanto, um naturalista britânico mostrou que Salomão, afinal de contas, tinha estado certo…” Como Salomão soube aquilo no ano 1000 a.C.? Como Salomão, claramente, detalhou um FATO científico que era IMPOSSÍVEL que ele o soubesse no ano 1000 a.C.?

Provérbios 17:22 “O coração alegre é como o BOM REMÉDIO…” Um artigo no The Birmingham News, intitulado “Rir: Receita para Saúde”, disse que as mais RECENTES evidências médicas revelam que “A algum ponto durante o riso, seu corpo recebe UM MEDICAMENTO PRESCRITO, vindo da farmácia que está no seu cérebro”. Como é que o escritor de Provérbios soube daquilo – 3000 ANOS ANTES DA CIÊNCIA MÉDICA?

Levítico 17:11 “Porque a vida da carne está no sangue…” Esta é a mais acurada declaração científica, jamais feita, a respeito do sangue!

É o sangue que dá continuidade a todos os processos da vida, no corpo.

É o sangue que causa o crescimento, constrói novas células, faz crescer o osso e a carne, armazena gordura, faz cabelo e unhas.

É o sangue que alimenta e sustenta todos os órgãos do corpo. Se o suprimento de sangue for cortado de um braço, este imediatamente começará a morrer e apodrecer.

É o sangue que repara o corpo. Que cicatriza as feridas, que faz crescer nova carne, nova pele e mesmo novos nervos.

É o sangue que combate às doenças. Quando uma vacina contra uma doença lhe é dada, aplica-se uma injeção na sua corrente sanguínea.

Por milhares de anos, os médicos tratavam as pessoas com uma prática chamada de “sangria”. Pensavam que doenças poderiam ser curadas através da extração de sangue. Em 1799, menos de 200 anos atrás, George Washington foi, literalmente, sangrado até à morte. Os médicos sangraram o pobre George quatro vezes, da última vez tiraram mais de um litro de seu sangue! Eles não sabiam, mas estavam, literalmente, retirando a vida de George quando estavam extraindo o seu sangue. Não foi senão no início dos anos 1900 que um homem chamado Dr. Lister descobriu que o sangue provê o sistema imunológico aos corpos – A VIDA DA CARNE ESTÁ NO SANGUE!

The Birmingham Post Herald, de 26 de fevereiro de 1988, contou a história de Mike Thomas. Ele estava trabalhando em um canteiro de construção civil, quando
caiu de uma altura de 21 m. Enquanto caía, um cabo de aço se enrolou ao redor do seu braço e cortou-lhe fora a mão, poucas polegadas acima do pulso. Um colega de trabalho carregou para o hospital a mão que tinha sido separada do corpo. Por causa dos sérios ferimentos internos de Thomas, os médicos não puderam re-implantar sua mão naquele tempo. Ao invés disso, ligaram sua mão a vasos sanguíneos da parede do seu abdômen, para que pudessem “conservá-la viva”. Dois meses depois, os médicos removeram a mão do abdômen e a recolocaram de volta no braço de Thomas. De acordo com o relatório, UAB foi a primeira entidade médica da nação a realizar tal façanha! Exatamente, o que a Bíblia disse em 1490 a.C.! Continue alimentando aquela mão com sangue e ela continuará viva – A VIDA DA CARNE ESTÁ NO SANGUE!

Você não acha isto estranho? Aquilo que Moisés escreveu no ano 1490 a.C., somente agora foi descoberto pelas mais brilhantes mentes que o homem pode produzir! Como pode aquele Livro maravilhoso, escrito milhares de anos atrás e por homens com conhecimento científico muito limitado, estar tão à frente do melhor que a humanidade pode produzir em 6000 anos?

Para compreender quão maravilhoso aquele Livro é, compare o que os cientistas ensinavam quando ele foi escrito. Eles criam que os raios fossem projéteis lançados pelos deuses. O Vedas (livro sagrado hindu) ensinava que, para conseguir chuva, bastava se amarrar à uma árvore um sapo de boca aberta e repetir algumas palavras mágicas – e presto – chuva! Os egípcios acreditavam que estrelas eram as almas dos mortos que agora tinham se transformado em deuses. Os gregos acreditavam que um deus chamado Atlas sustentava a terra sobre seus ombros. Alguns ensinavam que a terra repousava sobre as costas de vários elefantes grandes (muito grandes!). E os elefantes estavam apoiados sobre as costas de uma tartaruga grande (muito, muito grande!) E a tartaruga? Estava apoiada sobre uma cobra grande (muito, muito, muito grande!) E a cobra? Bem, você já tem a idéia.

Mas aquele Livro maravilhoso não contém nada tão tolo! Apesar do que era ensinado e crido [pelos cientistas] durante os dias dos escritores! Aquele Livro
maravilhoso diz: “E Moisés foi instruído em toda a ciência dos egípcios…” (Ato 7:22), todavia “a mitologia e as superstições” do Egito de modo algum estão em nenhum dos livros escritos por Moisés! De fato, depois de 6000 anos de “descobertas e avanços” – aquele Livro maravilhoso pode se erguer ao lado dos mais avançados livros disponíveis na medicina, na ciência e na história!

Um assunto que separa aquele Livro maravilhoso de qualquer outro livro é profecia. Nenhum outro livro prevê o futuro como este faz. Suas profecias são absolutamente precisas. Muitas vezes elas foram dadas centenas e até mesmo milhares de anos antes dos acontecimentos. E, sem exceção,… Elas foram cumpridas – até seus menores detalhes!

Uma profecia em Eze 26:1-6 diz “… veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: … Eis que eu estou contra ti, ó Tiro, e farei subir contra ti muitas nações … Elas destruirão os muros de Tiro, e derrubarão as suas torres; e eu lhe varrerei o seu pó, e dela farei uma penha descalvada. 5 No meio do mar virá a ser um enxugadouro das redes; porque eu o falei, diz o Senhor DEUS …” Três anos depois, Nabucodonozor da Babilônia cercou Tiro. Mas, antes que ele chegasse, o povo de Tiro escapou para uma ilha, distante da praia cerca de oitocentos metros. Depois de treze anos de cerco, os babilônios “destruíram os muros de Tiro” e “derrubaram as suas torres”, destruindo a cidade que ficava no continente. Por aquele tempo, as pessoas que tinham escapado tinham reconstruído a cidade de Tiro sobre a ilha. E porque Nabucodonozor não tinha marinha, a cidade na ilha permaneceu intocada. Muito embora Nabucodonozor tenha destruído a cidade, ele não cumpriu totalmente a profecia de Ezequiel. Mas, 250 anos depois, os soldados de Alexandre, o Grande, tomaram o monturo (que a destruição por Nabucodonozor tinha deixado), “varreram o seu pó” (a madeira, a rocha e o restolho da antiga cidade de Tiro, destruída), e construíram uma estrada feita de aterro, alta como “o topo de uma rocha”. Eles marcharam sobre a estrada de aterro de entulho, para chegar até a ilha, e a destruíram. Hoje, se você viajar até o local da antiga Tiro –verá pescadores “espalhando as suas redes” para secá-las, sobre o local onde a grandiosa Tiro tinha existido! Exatamente, como Ezequiel tinha profetizado em torno do ano 586 a.C.! Mais de 2500 anos antes que acontecesse!

Existem mais de 300 profecias cumpridas na pessoa de Jesus Cristo. Aquele Livro maravilhoso tem muitas profecias que foram escritas milhares de anos antes de Jesus ter nascido! Profecias exatas e detalhadas tais como: onde Ele nasceria (Miquéias 5:2), como Ele nasceria (Isaías 7:14), como Ele morreria (Salmos 34:20), etc. E a história tem PROVADO, sem NENHUMA sombra de dúvida, que elas foram cumpridas EXATAMENTE como aquele Livro maravilhoso tinha profetizado, centenas de anos antes!

No livro Science Speaks o matemático e cientista Peter Stoner aplica as regras de probabilidade a estas profecias. A probabilidade de somente oito dessas trezentas profecias terem sido cumpridas por acaso é uma em 10 17 – que é 1 em 100.000.000.000.000.000! No livro, o professor Stoner ilustra:

Vamos visualizar esta probabilidade… Suponha que nós tomamos 1017 moedas de dólar de prata e as depositamos sobre a superfície do Texas. Elas cobrirão todo o estado com altura de sessenta centímetros [Texas, o maior estado dos Estados Unidos tem 684 mil km2 (maior que o sul do Brasil: os estados de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul somam 578 mil km2)]. Agora, marque um desses dólares de prata e misture toda a massa cuidadosamente… Vende os olhos de um homem e diga a ele… que tem que apanhar um dólar de prata… Que probabilidade ele teria de obter o dólar marcado? A mesma probabilidade que os profetas teriam tido de escrever estas oito profecias e tê-las todas elas cumpridas por acaso, sobre um qualquer homem. (Science Speaks, pp. 106-107)

A seguir, Professor Stoner tomou 48 destas mais de 300 profecias cumpridas. A probabilidade de estas 48 profecias se cumprirem por acaso é de 1 em 10 157– isto é, 1 em 10 seguido de 157 zeros! Aqui está como ele ilustra:

Vamos tentar visualizar isto… O elétron é, praticamente, o menor de todos os objetos que conhecemos. É tão pequeno que seriam necessários 2,5×10 15 deles, enfileirados lado a lado, para formar uma fila com uma polegada (2,5 centímetros) de comprimento. Se nós fôssemos contar os elétrons dessa fila que tem uma polegada de comprimento, e se contássemos à razão de 250 elétrons cada minuto, e se contássemos dia e noite sem parar, precisaríamos de 9.000.000 anos para contar somente aquele uma polegada de elétrons… Com esta introdução, vamos voltar à nossa probabilidade de 1 em 10 157… Vamos fazer uma bola sólida de elétrons, se estendendo em todas as direções a partir da terra até uma distância de seis bilhões de anos luz (a distância que esta luz viaja, à velocidade de 300.000 Km por segundo, em 6.000.000.000 de anos). Temos nós consumido todos os nossos 10 157 elétrons? Não, nós temos feito um buraquinho tão pequeno na massa que não podemos vê-lo. Agora, um desses elétrons foi marcado e cuidadosamente misturado dentro de toda a massa; vende os olhos do homem e peça-lhe para encontrar o elétron marcado. (O elétron, na verdade, é tão pequeno que ele não pode ser visto mesmo com o mais poderoso microscópio). Então, na mesma extensão em que sabemos que este homem de olhos vendados não pode encontrar e apanhar o elétron marcado, nós sabemos que a Bíblia é inspirada. (Science Speaks, pp. 109-111)

Em caso de você pensar que as estatísticas do Professor Stoner são exageradas ou sem substância científica, o “Prefácio” do livro Science Speaks inclui um reconhecimento pela prestigiosa American Scientific Affiliation, declarando: “A análise matemática incluída está baseada sobre princípios de probabilidade que são completamente sãos, e Professor Stoner tem aplicado estes princípios de maneira apropriada e convincente.”

Professor Stoner conclui: “Isto não é MERAMENTE EVIDÊNCIA. É PROVA da inspiração da Bíblia por Deus – PROVA TÃO DEFINITIVA que o universo não é bastante grande para esconder sua evidência.

Estes são uns poucos entre milhares de exemplos possíveis para provar, além de qualquer sombra de dúvida, que uma mão sobrenatural, muitíssimo maior do que você e eu podemos imaginar, estava guiando os homens que escreveram aquele livro tão atordoantemente maravilhoso. Amigo, se as coisas físicas que nós podemos examinar são provadas ser verdadeiras – que tal as coisas espirituais que nós não podemos ainda examinar?

QUE TAL SE ELAS TAMBÉM SÃO VERDADE?
Apocalipse 20:14 “E a morte e o inferno foram lançados no LAGO DE FOGO”?
Está você disposto a fazer roleta russa com seu destino eterno, mantendo o [louco] preconceito que aquele Livro atordoantemente maravilhoso é uma mentira, mesmo depois dos fatos que nós lhe temos dado?
Especialmente, quando tanto está em jogo: AONDE IRÁ VOCÊ PASSAR A ETERNIDADE?! Em um lago de fogo – em tormentos, queimando para sempre?! Jesus Cristo disse: “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se PERDER A SUA ALMA?” (Mateus 16:26).

ESTÁ VOCÊ QUERENDO ARRISCAR SUA ALMA?
Meu amigo, você está apostando uma parada insuportavelmente alta!
[Amigo, jogando tal roleta russa (onde o número de balas no tambor é de 10 seguido de 157 zeros contra somente 1 buraquinho vazio), e estando em jogo sua alma, seu destino eterno, um valor tão grande que nem todo o universo pode pagar por ele, você estará procedendo loucamente!]
Amigo, houve um tempo e local em sua vida, quando você recebeu o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal? Se não houve, então não se mova de onde está sem que antes rogue ao Senhor Jesus para salvá-lo.
A Bíblia diz, “Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Romanos 10:13).
Se a Bíblia é verdadeira e Deus é real, então por que você rejeitaria [ou adiaria]?
É demais o que você tem a perder!
Diga esta oração, de todo o seu coração:

Senhor Jesus, eu sei que eu sou um pecador e sem a sua salvação estou perdido para sempre. Venho para o Senhor, agora, da melhor maneira que eu sei, e peço-Lhe que me salve. Agora, O recebo como meu Salvador. Em nome de Jesus, amém.

Comentar por lika

Palmas para ti Dario, mas e o contexto?

Não creio que o universo tenha 20 bilhões de anos nem 6 mil. considero dois extremos longe da verdade.

Uma vez um criacionista(Henry Morris)se propôs a fazer uma datação da Terra com um método próprio, sua datação não provou a Terra jovem, nem a antiga, mostrou que a terra teria alguns milhões de anos(nem milhares nem bilhares)Foi encarnado pelos evolucionistas, que esqueceram que o método dele mostrava que a Terra teria uns 230 milhões de anos(Segundo os evolucionistas os dinossauros já estariam aparecendo)

Comentar por Arthur Vergara

“Aliás, como é que o ferro poderia evoluir? E todos os outros elementos?”

Recomendo que vá estudar a Teoria Geral da Evolução Metálica, antes de fazer estas perguntas óbvias =)

Estude sobre um episódio da evolução metálica conhecido como A Explosão Ferral.

Comentar por MVR

Mats,

Esqueceste-te de mencionar que a experiência da Mary Schweitzer tinha o propósito de testar essa suposição que a matéria orgânica não duraria mais que umas dezenas de milhares de anos. Julgava-se, mas quando se julga coisas sem dados experimentais concretos muitas vezes julga-se errado.

O resultado dessas descobertas foi obrigar a rever a suposição que a matéria orgânica tem forçosamente que se decompor em milhares de anos. Na maioria dos casos é isso que acontece mas há situações em que pequenos pedaços ficam isolados pela fossilização do material circundante e permanecem.

O que acontece com o petróleo, que é matéria orgânica com milhões de anos…

Nada disto permite descobrir que a Terra tem meia dúzia de milhares de anos.

Comentar por Ludwig Krippahl

“[…] organismos vivos têm mais de 90% de água e mesmo que a totalidade de sua massa sólida fosse convertida em petróleo não haveria como explicar a quantidade de petróleo que já foi extraída até hoje.”

Os cientistas são OBRIGADOS a inventar teorias e mais teorias para sustentar a sua RELIGIÃO EVOLUCIONISTA. Aqui, a teoria do petróleo abiótico:

Referência: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=petroleo-gas-natural-nao-fosseis&id=010115090803

A CIÊNCIA TÁ VIRANDO UMA ESTUPIDEZ! Está cada vez mais dotada de pseudocientistas religiosos fanáticos que não querem dar o braço a torcer!
E depois aqueles que acreditam na bíblia é que são ignorantes??

“Obrigo os sábios a recuar, e mostro que o seu saber é estupidez.” [Isaías 44: 25]

Comentar por JeremiasMezenga

Bem, a Bíblia não dá pormenores da idade do Universo, se este já existia quando a Terra foi criada.
A Terra poderia ser mais antiga também, agora, o que a Bíblia é clara em afirmar, é o aparecimento dos seres vivos há aproximadamente 6000 anos.

Comentar por Fabricio Lovato

obs:
“Bem, a Bíblia não dá pormenores da idade do Universo, se este já existia muito antes quando a Terra foi criada”

Comentar por Fabricio Lovato

Boa Páscoa a todos e cuidado com as goludices que tão mal fazem à linha…

Comentar por Joao Sousa

“Julgava-se, mas quando se julga coisas sem dados experimentais concretos muitas vezes julga-se errado.”

A Teoria da evolução é o maior exemplo. Julga-se que peixes passavam a morar na terra…

“O resultado dessas descobertas foi obrigar a rever a suposição que a matéria orgânica tem forçosamente que se decompor em milhares de anos.”

Então, agora, a matéria orgânica pode durar milhões de anos? Já agora tudo pode durar milhões de anos.

A menos que exista uma grande geladeira subterrânea que preserve estes fósseis.

Mais patético que isto, só as pegadas que estão a sumir em poucas décadas, após aguentar supostos três milhões de anos…

“Na maioria dos casos é isso que acontece mas há situações em que pequenos pedaços ficam isolados pela fossilização do material circundante e permanecem.”

Grande precisão a tua. Se já há organismos presentes na morte, estes permanecem a decompor o tecido nos ossos. A menos que alguém tenha esterelizado os fósseis antes de enterrá-los.

“O que acontece com o petróleo, que é matéria orgânica com milhões de anos…”

E como é que sabes isso? Sabes como se forma o petróleo? O carvão mineral pode se formar em semana, sendo aquecido com água.

“Bem, a Bíblia não dá pormenores da idade do Universo, se este já existia muito antes quando a Terra foi criada”

Nem te dás ao trabalho de ler uma bíblia antes de soltar estas ignorâncias… Parece que está a brincar conosco

Comentar por MVR

Daqui a pouco vão encontrar um dinossauro e dizer que está vivo ha milhões de anos… Conseguiu se salvar do asteróide porque se escondeu numa montanha.

Se bem que há espécimes muito mais antigos que dinossauros, e vivos. Obviamente não possuem milhões de anos, mas segundo a adivinhação radiométrica, parecem ter mais de 300 milhões.

Continuam a mesma coisa. É a lógica da fábula da evolução, não importa se evolui ou não, sempre é evolução.

Comentar por MVR

Não deve ser mais difícil achar um dinossauro vivo do que alienígenas…

Deveriam adicionar ao SETI o Projeto SADDAM (Search for Ancient Dinossaurs Depicteds by Ancient Men).

Comentar por MVR

“Julgava-se, mas quando se julga coisas sem dados experimentais concretos muitas vezes julga-se errado.”

Ludwig,

Esta tua frase também me chamou à atenção.Se toda gente pudesse lembrar disso ao final de uma leitura de divulgação “científica”…

Comentar por Darjo

“A entropia é o estado de desordem de um sistema, certo? Certo. Do momento A até ao momento B há um certo aumento de entropia. O Universo tem um valor entrópico. Assim, para chegar a tal valor entrópico, desde o valor mínimo necessário no início do universo teria sido necessário o tempo que o universo tem.
Se o universo tivesse aparecido há 6 mil anos teria de ter uma taxa de entropia muito elevada, e tal deveria continuar a ocorrer. Mas não ocorre. Ou seja, o universo não pode ter tão pouco tempo.”

Me parece uma faca de dois gumes, se considera válido argumentar sobre entropia tens que fazer outras considerações…

Comentar por Arthur Vergara

A taxa atual de entropia do universo é alta ou baixa?
Levando em consideração alguns coeficientes de entropia de alguns elementos do universo, é possível calcular a eficiência deste elemento há x tempos (ja sabes), Mas se considerarmos x=bilhões de anos, alguns absurdos são constados.
Faça isso com a rotação da Terra, intensidade solar, liberação de hélio do urânio que se tranforma em chumbo, diversas coisas podem ser enquadradas.

Comentar por Arthur Vergara

Como tinha falado, a bíblia não sugere o tempo exato, até por que o cálculo não pode ser feito sem toda a genealogia, a bíblia sugere que entre algumas genealogias citadas existam ‘buracos’, genealogias inteiras perdidas, que aumentariam o tempo entre gênesis e hoje, e de fato o universo deve ter existido muito tempo entre gênesis 1 e 2, Outra coisa é que como essa história foi passada oralmente de geração a geração antes de ser oficializada(compilada, escrita)dados devem ter sido acrescentados para dar explicações que para aquelas pessoas simplórias pareceriam mais razoáveis, constituindo uma história real, mas com diversos recursos poéticos.Isso pode ser afirmado pois as tabuinhas de eblá, achado relativo aos semitas, porém anterior à bíblia, fala de Deus, adão e eva(e mais), mas não fala nada sobre 7 dias e homem feito do barro(embora também não desminta)Não existem explicações dos meios de criação da natureza, apenas a declaração da criação por Deus, nas gerações entre as tabuinhas de eblá e o gênesis podem ter sido inseridos recursos poéticos para reforçar o relato, que parecia vago.Ex:Foi e matou o leão.>
Pegou uma arma e matou o leão.(A primeira frase não fala sobre instrumentos, mas parece mais razoável que se tenha usado uma arma, depois vem a se descobrir que não existia arma)O importante é que embora a história tenha recursos a mais, ela não perdeu sua essência, Seu conteúdo é confiável.

Comentar por Arthur Vergara

Ludwig,

Eu gosto quando você procura minimizar as implicações das descobertas evolucionistas. Quando a ciência refuta os mitos evolucionistas, o melhor mesmo é tentar minimizar a importância das descobertas.

Ela nunca se propôs a averiguar se a pressuposição de que material organico não se aguenta no osso durante milhões estava correcta. Ela passou a desconfiar dessa pressuposições apenas depois de ter constatar que há material organico em ossos que ela diz terem 68 milhões de anos.

A partir daí, todo o cepticismo que girou à volta da descoberta é normal, de um ponto de vista evolucionista. Isso abala um dos pilares fundamentais da evolução: o tempo.

Não é por acaso que ela conta este episódio:

“I had one reviewer tell me that he didn’t care what the data said, he knew that what I was finding wasn’t possible. I wrote back and said, ‘Well, what data would convince you?’ And he said, ‘None.’ “

Comentar por alogicadosabino

“Nem te dás ao trabalho de ler uma bíblia antes de soltar estas ignorâncias… Parece que está a brincar conosco”

MVR.

Sou criacionista da Terra Jovem, não necessariamante do Universo Jovem.
Pq o Universo não poderia existir muito antes de a Terra ser criada por Deus?

Comentar por Fabricio Lovato

Gênesis 1:1

No princípio criou Deus, os céus e a terra.

céus = Universo
terra = Terra
Obs: Tem dois tipos de “céu” na bíblia.

Gênesis 1:14,15,16

Deus disse: “Façam-se luzeiros no firmamento dos céus para separar o dia da noite; sirvam eles de sinais e marquem o tempo, os dias e os anos,
e resplandeçam no firmamento dos céus para iluminar a terra”. E assim se fez.
Deus fez os dois grandes luzeiros: o maior para presidir ao dia, e o menor para presidir à noite; e fez também as estrelas.

As estrelas, e consequêntemente as galáxias (amontoado de estrelas), foram criadas no quarto dia. Não têm bilhões, milhões de anos.

Comentar por JeremiasMezenga

Como é que consegues ver estrelas a milhões de anos-luz? Ou o que dizes da assinatura da Radiação Cósmica de Fundo em Microondas detectada pela sonda Plank?

Comentar por Dário Cardina

Daqui a pouco irão vir com a teoria de que a terra não é redonda…

Comentar por Everton

Everton, este tipo de postura que tomas, revela a arrogância dos céticos, é impressionante o quanto acham melhores, voçê ri da crença e desdenha das informações(ignorando até dados que poderiam ser proveitosos). Quando não se tem o que falar se Zomba até vencer no grito, falta ciência nesta história

Comentar por Arthur

“Elo perdido”
Acredito haver um “elo perdido” tanto na ciência quanto na Bíblia,quando o assunto for criacionismo.”Elo perdido” na ciência, porque ela não é dona da verdade;na Bíblia porque Ela não tem necessidade de revelar tudo(parece a Bíblia seguir a estratégia de Jesus Cristo que sempre falava por parábola para não revelar a verdade àqueles que não criam Nele como sendo o Filho de Deus que criou todas as coisas).

Comentar por Esequias

sou cristão, crio no criacionismo. No entanto acredito que algumas espécies sofreram (
“algumas evoluções”,adaptações fisiológicas ao longo de sua exist

Sou cristão, sou criacionista, no entanto acredito que algumsas espécies de animais sofreram algumas “evoluções fisiológicas”,ao longo de sua exist

~encia.P
Em virtude do clima e lugares, foi aí que Darwin se iludiu e formou sua teoria generalista.Sem falar no absurdo da evolução humana,constata———-se com certeza que Darwin na época em que viveu,(com pouquissímos recursos tecnológicos), tentou e digamos criou um rebú na comunidade cietifíca da época.E alguns cienti
ístas megalomaníacos em relação as suas intelig

~encias , acreditaram em

darwin.Como ainda acontece nos dias de hoje, querem tomar o lugar de Deus.No entanto,Deus na sua infinita sabedoria tem envergonhados tais homens, usando da própia ci

~encia para desmenti-los.Em fim existem subsatãncias minerais na argila que equivalem ao organismo humano, que é um organismo a base de carbôno diga-se de passagem!!!!

Comentar por josé alexandre

Gostaria de comentar uma pergunta feita na terceira postagem por Dário:

“… como é que a luz de estrelas distantes chegam até nós?”

Existe a possibilidade de a luz sem instantânea!

Se um evolucionista pode se esquivar da pergunta: “Como surgiu a vida”, com respostas do tipo: “a evolução não tenta explica a origem da vida”, ou “só porque a Ciência ainda não descobriu isso não precisamos recorrer ao D-us das lacunas”, então porque não podemos considerar que um dia tenhamos uma resposta para o problema da luz?

Muitas afirmações contidas na Bíblia costumavam ser motivo de chacota por parte dos céticos a exemplo dos hititas que são mencionados, mas não haviam evidências arqueológicas deste povo. Algum tempo depois, novas descobertas arqueológicas acabaram por comprovar o relato bíblico calando destarte os céticos.

Por isso aconselho aos céticos a não “cantarem de galo” antes do tempo, pois a Ciência tem se demonstrado um grande aliado do criacionismo bíblico. Este blog mesmo contém inúmeros exemplos de novas descobertas na área da Ciência que deveria fomentar nos céticos um comportamento mais cauteloso.

Abraço!

Comentar por Beethoven Brandão

kkkkk, 6.000 anos, kkkkkk!!!!

Não seja ridículo. Só os primórdios da civilização chinesa datam de 15.000 anos.

O ser-humano atual tem, por baixo, uns 100.000 anos.

Você não é capaz de entender que o princípio de Genêsis é simbólico, é história inventada dos antigos hebreus???

Moisés apenas registrou estas histórias, mas não foi Deus que contou estas histórias a Moisés.

Era simples tradião patriarcal antiga, herdada de outros povos e modificada.

A bíblia, de fato, não fala em dinossauros, muito menos trata de explicar a verdadeira origem do homem.

A função bíblica não é essa, e sim salvar o homem.

Deus deu-nos inteligência para descobrir os mistérios da natureza e do Universo.

Salvação é com Ele. Estudos tem que ser conosco.

Comentar por Rafael

amigos, eu respeito a opiniao de quem acredita que a terra surgiu a 6.000 mas tambem acredito que Deus nao precisa revelar toda a verdade para o homem.
COMO DEUS IRIA EXPLICAR PARA O HOMEM HÀ 3000 ANOS ATRAS NA BIBLIA QUE A TERRA É REDONDA E QUE PODEMOS FICAR DE CABEÇA PARA BAIXO NO GLOBO TERRESTRE??
Vamos usar a inteligencia que Deus nos concedeu.

Comentar por VID

Caramba, esse site é 1000! Deus escolhe pessoas certas na hora certa pra levarem sua verdade; parabéns ao autor desse site

Comentar por hudson




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: