No princípio criou Deus os céus e a Terra


Uma nova imagem sobre o “primitivo” Homo erectus
Março 14, 2009, 11:37 pm
Filed under: Evolução/Big-Bang

Prefácio: Este post é dedicado aos meus amigos evolucionistas do Brasil, que juram a pés juntos que os métodos de datação não são interpretativos e que são plenamente fiáveis (mas que nem sequer sabem as pressuposições assumidas pelos geólogos).
_____________________________________________________________________________

Dois investigadores chineses e um norte-americano fizeram uma nova datação dos fósseis do Homem de Pequim, um homem primitivo da espécie Homo erectus, e concluíram que eles terão lá vivido há cerca de 700 a 800 mil anos – o que os torna, no mínimo, 200 mil anos mais velhos do que se pensava.

Esta nova estimativa da idade dos fósseis pinta um outro retrato do Homem de Pequim – o de um homem que conseguiu sobreviver em condições climáticas extremas. A nova datação do Homem de Pequim significa duas coisas. Por um lado, que ele conseguiu sobreviver no clima frio e seco de uma série de glaciações que atingiram o seu habitat naquele período. Por outro, põe em causa o percurso dos homens primitivos desde o seu berço africano.

O estudo veio na Nature.
______________________________________________________________________________

É uma notícia interessante para criacionistas por 2 aspectos:

1) Acaba com o mito de que os Homo erectus eram broncos sem inteligência. Já se sabia que os indivíduos que os evolucionistas alcunham de Homo erectus fabricavam ferramentas e manejavam o fogo. Agora sabe-se que ele teria de ter o “cérebro no lugar” para conseguir sobreviver a sucessivas épocas glaciares, segundo os evolucionistas.homoerectus

Põe-te na posição dele. Será que conseguias sobreviver a múltiplas épocas glaciares, mesmo com o teu poderoso cérebro gentilmente oferecido pela evolução darwiniana? Mesmo com o devido equipamento, se não conhecesses algumas técnicas de sobrevivência passarias um mau bocado para tentar manter o teu coração a bater. Imagina a inteligência e a sabedoria que estes Homo erectus não teriam de possuir para passarem por estes períodos.

2) Expõe, mais uma vez, as fragilidades dos métodos de datação. Se os métodos de datação sempre funcionaram e sempre foram fidedignos, por quê re-datar os fósseis? E uma vez re-datando… por que razão eles dão uma idade tão diferente da conseguida anteriormente? A idade anterior não estava correcta? E esta já está? Posso confiar? É suposto o cristão não rir com a comédia da datação evolucionista?

Bem, até outro método de datação ser aplicado nestes fósseis, a idade oficial é de 700-800 mil anos.
_____________________________________________________________________________

A paleontologia tem sido uma área muito boa para o criacionismo bíblico. Para além de mostrar que os seres vivos não sofreram evolução nenhuma, tem mostrado que os indivíduos que os evolucionistas dizem ser primitivos e brutos sem inteligência são, de facto, tão ou mais inteligentes que o ser humano actual.

Encorajo seriamente a re-datação de fósseis. Assim fico com mais exemplos para colocar aqui no blogue.

Anúncios

2 comentários so far
Deixe um comentário

E de pensar que a sociologiam psicologia e a história que são dadas nas escolas públicas baseam-se na inexistente evolução.

Que grande decepção.

Comentar por Mats

Tudo uma farsa …
Lembro quando aprendi sobre evolução no ensino medio
HEHEhehehe ja mudou tudo…

Comentar por Douglas




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: