No princípio criou Deus os céus e a Terra


O que dizer das várias versões de um dilúvio em diferentes culturas espalhadas pelo mundo?
Fevereiro 26, 2009, 11:57 pm
Filed under: Convicções / Fé

Tradições de um dilúvio que varreu a terra abundam na literatura de vários povos de todo o mundo. Algumas delas [*1]:

___________________________________________________________________________

Grécia

Os gregos antigos diziam que Deucalião fora avisado de que os deuses iam trazer uma inundação à Terra por causa da maldade dos seus habitantes. Por isso, Deucalião construiu uma arca para sobreviver à catástrofe. No final do dilúvio, essa arca teria pousado no Monte Parnaso.

Índia

A tradição hindu conta que Manu foi avisado de uma inundação, tendo construído um navio no qual só ele escapou.

China

A tradição chinesa diz que Fa-He, fundador da civilização, escapou com a esposa, três filhos e três filhas, de uma inundação resultante da rebelião do homem contra o Céu.

Ilhas Fiji

Os habitantes de Fiji contam que no Dilúvio só se salvaram 8 pessoas.

Perú

Os peruanos dizem que um homem e uma mulher se salvaram num caixão que ficou flutuando nas águas da inundação.

México

A tradição mexicana diz que um homem, sua mulher e filhos, dentro de um navio, foram salvos de um Dilúvio que cobriu a Terra.

Inglaterra

Os druidas conservavam a tradição de que o mundo tinha sido povoado de novo por um justo patriarca, que se salvara num possante navio de uma inundação enviada à Terra pelo Ser Supremo, em resultado da maldade do homem.

Índios americanos

Os índios americanos têm várias lendas segundo as quais uma, três ou oito pessoas se salvaram num barco acima do nível das águas, no cume de um alto monte.

Polinésia

Os polinésios têm histórias de um dilúvio onde 8 pessoas escaparam.

____________________________________________________________________________

Mais tradições poderiam aqui ser mencionadas, como a dos persas, sírios, frígios, lituanos, esquimós, aborígenes, egípcios, etc. Na seguinte imagem podemos ver as semelhanças e diferenças de algumas tradições diluvianas em relação ao Dilúvio bíblico.

flood_traditions

De acordo com a história bíblica, estas diferentes versões de um dilúvio são fáceis de explicar. A Bíblia diz-nos em Génesis 11 que Deus confundiu a língua dos homens. As pessoas começaram a falar mais idiomas, sendo que tiveram de se juntar por grupos e dispersar do local onde se encontravam.

O acontecimento do Dilúvio teria sido passado de geração em geração e quando, após Babel, os diferentes povos criavam a história das suas origens, a menção ao dilúvio foi algo que não faltou, já que sabiam que uma catástrofe do género tinha acontecido. Tendo perdido a comunicação com o resto da população e, por conseguinte, com aqueles que mais bem conheciam a história, as distorções em relação ao verdadeiro facto diluviano eram inevitáveis. E a quantidade de distorções varia de povo para povo.

Agora… para quem não acredita no Dilúvio bíblico, há uma pergunta que eu gostaria de colocar: por que razão todos os povos antigos e menos antigos se referem a uma catástrofe diluviana e não a outro tipo de destruição? Quer dizer… se o dilúvio é apenas um mito, por que motivo todos estes povos fazem referência a ele? Por que não há tradições de… sei lá… a terra ter sido destruída por fogo caído do céu ou os deuses terem enviado trovões que destruíram a humanidade ou outra coisa qualquer? Se os diferentes povos apenas procuravam uma história da carocinha, por que todos eles foram escolher um dilúvio catastrófico? Mais, se nunca houve um dilúvio, por quê fazer referência a um?

Todos estes relatos são fruto de uma coincidência massiva ou, antes, representam uma História distorcida? Creio que a resposta é clara. Quem rejeita o dilúvio não rejeita apenas o relato bíblico, mas o relato de todos os outros povos de todo o mundo.

Deus vai voltar a julgar o mundo, tal como julgou o mundo de Noé. De que lado da porta estás tu?
________________________________________________________________

Pois eles de propósito ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste; pelas quais coisas pereceu o mundo de então, afogado em água” (II Pedro 3: 5-6)
________________________________________________________________

REFERÊNCIAS OU NOTAS:

[*1] – Halley, H. (1983) “Manual Bíblico”, São Paulo: Sociedade Religiosa Edições Nova Vida, pág. 24

Anúncios

173 comentários so far
Deixe um comentário

Se essas semelhanças estivessem presentes nas formas de vida, os darwinistas infereriam uma descendência comum. No entanto, como estas semelhanças suportam uma História que eles não querem aceitar (Dilúvio), então já não inferem uma descendência comum.

Comentar por Mats

sendo assim tbm temos a prova da existencia das Moiras, já que elas são representadas quase que identicamente entre os gregos, romanos e nórdicos

será que consigo encontrar mais vestigios das representantes da oniciencia em outras culturas ancestrais?

Comentar por Vilii

gregos, nordicos e romanos?

Quase que se compara com o numero das civilizações que fazem referencia a um diluvio.

E estava à espera que me respondesses a alguma das questoes que coloquei. É sempre bom ouvir o que os cépticos têm para dizer.

1) Se o dilúvio é apenas um mito, por que motivo todos estes povos fazem referência a ele? Por que não há tradições de… sei lá… a terra ter sido destruída por fogo caído do céu ou os deuses terem enviado trovões que destruíram a humanidade ou outra coisa qualquer?

2) Se nunca houve um dilúvio, por quê fazer referência a um?

Comentar por alogicadosabino

vc argumenta que o relato de diferentes povos trás uma evidencia do dilúvio, se compararmos a crença dos nórdicos e gregos nós temos uma distancia geográfica e temporal muito grande, mas mesmo assim o meu exemplo não vale só pq eu usei 3 povos como exemplo? lembrando que eu nem mesmo cheguei a pesquisar sobre o assunto, simplesmente lembrei da equivalencia entre as Moiras, as Parcas e as Nornas…

se pudermos observar rapidamente a tabela do post dá para ver que essa idéia não apareceu mais do que 3 ou 4 vezes, pq a maioria daqueles povos tiveram contato direto ou próximo entre sí e certamente um deles passou a tradição do díluvio aos vizinhos e os que tem maior semelhança com o escrito no genesis são os mesmos que tiveram contato com o povo hebreu

1) Se o dilúvio é apenas um mito, por que motivo todos estes povos fazem referência a ele? Por que não há tradições de… sei lá… a terra ter sido destruída por fogo caído do céu ou os deuses terem enviado trovões que destruíram a humanidade ou outra coisa qualquer?

durante o incendio de Yggdrasil no Ragnarök todo o mundo é destruído e apenas 1 casal se salva para repovoar a terra dos mortais

2) Se nunca houve um dilúvio, por quê fazer referência a um?

Homero escreveu referencias riquissimas em detalhes da Ilíada e Odisséia e nem por isso são considerados fatos históricos

eu gostaria de fazer uma 3ª pergunta: ao ser relatado por varias culturas ao redor do mundo, de formas e com nomes diferentes, e sem qualquer evidencia geológica, como definir qual seria a versão verdadeira?

ps: em Genesis 11 podemos ver uma tentativa frustrada de explicar a existencia dos diferentes idiomas e a separação das primeiras tribos humanas

Comentar por Vilii

“se compararmos a crença dos nórdicos e gregos nós temos uma distancia geográfica e temporal muito grande, mas mesmo assim o meu exemplo não vale só pq eu usei 3 povos como exemplo? lembrando que eu nem mesmo cheguei a pesquisar sobre o assunto, simplesmente lembrei da equivalencia entre as Moiras, as Parcas e as Nornas…”

É uma comparação ridícula pelas razões que tu próprio apresentaste. A única razão por que te dá jeito desconsiderares os relatos dos povos antigos prende-se com as implicações.

“se pudermos observar rapidamente a tabela do post dá para ver que essa idéia não apareceu mais do que 3 ou 4 vezes, pq a maioria daqueles povos tiveram contato direto ou próximo entre sí e certamente um deles passou a tradição do díluvio aos vizinhos e os que tem maior semelhança com o escrito no genesis são os mesmos que tiveram contato com o povo hebreu”

É melhor observares a tabela com mais calma, então. Há povos que não têm nada a ver com a região da mesopotâmia e têm semelhanças consideráveis (vê o povo Cree, do Canadá, por exemplo). As diferenças são mínimas em relação à Síria, povo da mesopotâmia.

Mesmo que isso fosse verdade, ainda continuarias por explicar por que razão os povos distantes da mesopotâmia têm referências a um diluvio catastrofico.

“durante o incendio de Yggdrasil no Ragnarök todo o mundo é destruído e apenas 1 casal se salva para repovoar a terra dos mortais”

Pela pesquisa que fiz no Google, constou-me que esse tal incendio faz parte apenas da mitologia nórdica. Continua a ser uma tentativa frustrada querer comparar 1, 2 ou 3 relatos a centenas de relatos de diferentes culturas de todo o mundo. E ainda não me disseste por que é que todos os povos fizeram menção a um diluvio catastrófico…

“Homero escreveu referencias riquissimas em detalhes da Ilíada e Odisséia e nem por isso são considerados fatos históricos”

É mais uma tentativa falhada de comparação. E já agora, os deuses de Homero já foram despromovidos a mitologia. E ainda não me disseste por que é que os povos, querendo referir apenas um mito, escolheram todos referir um diluvio catastrófico…

“eu gostaria de fazer uma 3ª pergunta: ao ser relatado por varias culturas ao redor do mundo, de formas e com nomes diferentes, e sem qualquer evidencia geológica, como definir qual seria a versão verdadeira?”

É falso que não haja evidência geológica. Uma boa forma de descobrir qual será a verdadeira é averiguar o que dizem os povos a respeito das origens e de outros factos cientificos. A Bíblia acerta noutras questões cientificas, assim como na origem das civilizações e das familias linguisticas, que surgiram praticamente ao mesmo tempo.

“ps: em Genesis 11 podemos ver uma tentativa frustrada de explicar a existencia dos diferentes idiomas e a separação das primeiras tribos humanas”

Fala quem não sabe o que a ciencia moderna diz sobre o aparecimento das civilizações e das línguas. Espera 2 ou 3 dias que faço post para aprenderes um bocadinho.

Comentar por alogicadosabino

Estou curioso: e os cangurus? Foram na arca? 😐

Comentar por leandro ribeiro

Claro.

Comentar por alogicadosabino

Estou curioso: como é que foram parar à Austrália? 😐

Comentar por leandro ribeiro

De que maneira os animais, hoje, chegam a ilhas não habitadas por eles anteriormente?

Espera 2 ou 3 dias e dou-te uma ajuda.

Comentar por alogicadosabino

É o típico argumento ateu… Uma vez que não possuem argumentos para desmentir (Mesmo porque não existem) começam a falar de outras religiões… acabo por me perguntar se são mesmo céticos ou apenas se fazem!

Comentar por MVR

Sabino, e essas similiraridades não são restritas às questões do dilúvio.
Inúmeros mitos antigos, muitos mesmo, contém pontos em comum com relação à Criação.
Um casal em um jardim bonito enganado por alguma divindade ruim que os faz comer de alguma comida proibida pelo Deus do bem.

A Bíblia tem uma diferença marcante com todas essas histórias e lendas.
Seria muito estranha ela ter sido uma mera cópia, visto que a sua doutrina Monoteísta se choca frontalmente com todos os demais registros.

Comentar por Fabricio Lovato

Parece que o fabricio ignorou todo o conteúdo dessa publicação… Isso já é ignorância demais…

Não leu que essa é justamente a evidência de Babel? Ou vais dizer que existe um gene para criar religiões iguais no ser humano, que vieram do acaso?

Comentar por MVR

“Não leu que essa é justamente a evidência de Babel?”

MVR, meu comentário foi justamente para confirmar a proposta do post.
Lógico que acredito em uma origem comum para todos essas histórias, ela está em Gênesis 11.

Comentar por Fabricio Lovato

gente que raios de soberba é essa que ñ adimite
que existe um criador .

Comentar por rachel

Nós devemos respeitar todas as idéias mesmo sendo neste aspecto adversa a idéia teísta. Rachel, não conhecia o naturalismo?

Comentar por arthgar

Eu acho que devemos conhecer todas as hipótese e ideias e seguir as mais plausíveis. Há “zonas” em que a ciência tem a resposta. E há zonas que a ciência não pode responder mas a nossa noção de Deus responde.

Comentar por Dário Cardina

Saudações !
Pergunto : Como os seres viventes que estavam na arca durante o dilúvio puderam suportar a pressão do ar aumentada devido a grande quantidade de água
existente naquele tempo?

Comentar por Evandro

Boas, Evandro,

essa questão está directamente respondida neste link. Se não souberes inglês diz que eu resumo.

Comentar por alogicadosabino

Valeu , Sabino ,

Vou tentar ler e entender, Obrigado .

Comentar por Evandro

Sabe de onde apareceu, ou melhor, foi copiada a história do Dilúvio?
Entre no Google e procure por: “A Epopéia de Guilgamesh”, livro sumério, considerado o mais antigo até hoje escrito, 1300 anos antes da Bíblia e lá você vai ver de onde a Bíblia tirou a estória do Dilúvio e de Adão e Eva, fábula que nem a igreja católica mais acredita. Na Bíblia católica Edição Pastoral, tanto Adão e Eva como o Dilúvio, são considerados como alegorias; uma forma de considerar que Deus é o Senhor de tudo.
Veja nas explicações no fim das páginas quando trata do Dilúvio de Adão e Eva.

Comentar por Franco Marcolin

O Big Bang é uma fábula;
A geração espontânea é uma fábula;
A evolução é uma fábula.
Quem são os evolucionistas, para chamar a bíblia de fábula?

Comentar por Isaias S. Oliveira

“Sabe de onde apareceu, ou melhor, foi copiada a história do Dilúvio?
Entre no Google e procure por: “A Epopéia de Guilgamesh”, livro sumério, considerado o mais antigo até hoje escrito, 1300 anos antes da Bíblia e lá você vai ver de onde a Bíblia tirou a estória do Dilúvio e de Adão e Eva”

Pelo contrário, o epico de gilgamesh junta-se a outras duas centenas de tradições culturais sobre um diluvio, mostrando que foi algo que realmente aconteceu e que os diferentes povos tinham conhecimento do mesmo.

Além disso, na tradição de gilgamesh o barco é um cubo, um design incapaz de flutuar numa tempestade. Por sua vez, as dimensões da arca são as ideiais para flutuar.

“fábula que nem a igreja católica mais acredita. Na Bíblia católica Edição Pastoral, tanto Adão e Eva como o Dilúvio, são considerados como alegorias; uma forma de considerar que Deus é o Senhor de tudo.
Veja nas explicações no fim das páginas quando trata do Dilúvio de Adão e Eva.”

A Igreja católica também acreditou, em tempos, que o sol girava à volta da Terra. Penso que não é muito inteligente estar a apelar para supostas autoridades para dizer o que é ou não é verdade na bíblia.

Comentar por alogicadosabino

Meu caro Sabino. A Epopéia de Guilgamesh foi escrita 1.300 antes do dilúvio bíblico; fui claro? Ou seja; o livro menciona o acontecimento muito antes de ele acontecer na história bíblica.Pelo fato de existir, como você menciona, “outras duas centenas de tradições culturais sobre o dilúvio” a maioria contando a história antes da Bíblia narrar, mostra que ela é uma cópia fiel de histórias muito mais antigas.
Pelo fato de a Igreja Católica acreditar que o Sol girava à volta da terra e agora não mais, significa que ela se dobrou às evidências; sinal de inteligência.
Se Deus inundou a Terra por que “se arrependeu de ter criado o homem”, significa que Ele não conhece o futuro, não sabia que homem iria errar; ou seja NÃO TEM O DOM DA PRESCIÊNCIA, ALGO INCONCEBÍVEL EM SE TRATANDO DE DEUS.
O grande problema dos homens, é que subestimam a capacidade de Deus. Ao invés de tentarem divinizar-se, tentam humanizá-Lo, atribuindo a ELE nossas falhas.
Deus não erra, Deus não falha, Deus não cria nada para depois arrepender-se. O arrependimento é um atributo humano; nós é que erramos, nós é que nos arrependemos.
Ou será que ELE não sabia, ao criar o homem “à Sua semelhança”, que ele iria falhar; será que ELE ficou surpreso ao descobrir?
Só rindo mesmo, que todos os homens, menos Noé, criados à Sua semelhança tenham falhado. Isto porque foram criados à Sua semelhança; imagina se tivessem sido criados à semelhannça do Diabo, outra figura mitológica inventada para assustar crianças e pessoas ignorantes.

Comentar por Franco Marcolin

Meu caro Sabino.
Acesse no Google “A ciência da Criação e o dilúvio de Noé” lá você vai ver porque o dilúvio bíblico não existiu e também saber que seria necessário uma temperatura de 3500 graus para a evaporação de toda a água para causar o dilúvio. Cálculos do cientista Arthur Strahler.

Comentar por Franco Marcolin

Não encontro a publicação científica sobre esses cálculos. Mostra-me o artigo científico, sff.

É só curiosidade mesmo, porque como a água não veio só das nuvens, todo o argumento ataca um diluvio de palha.

Comentar por alogicadosabino

O Arqueólogo Rodrigo Pereira, em entrevista a Michelson Borges, diz o seguinte:

“Por causa dessas similaridades, alguns historiadores têm sugerido que o relato bíblico não passa de um plágio de documentos mais antigos. Entretanto, as diferenças (que são muito mais significativas que as similaridades) fazem supor não uma cópia de material, mas antes uma referência múltipla aos mesmos eventos.”

Seria muito estranho também a Bíblia ser uma mera cópia de outros mitos semíticos, sendo que sua Teologia Monoteísta se choca frontalemtne com os demais relatos.

Comentar por Fabricio Lovato

“Pelo fato de a Igreja Católica acreditar que o Sol girava à volta da terra e agora não mais, significa que ela se dobrou às evidências; sinal de inteligência.”

Aguardemos isso também em relação à teoria da evolução.

Comentar por Fabricio Lovato

Não li todo o texto que apontou, mas falhas e desconhecimentos do que realmente diz o Criacionismo são evidentes.

Comentar por Fabricio Lovato


Meu caro Lovato.
Esses vídeos não servem; afinal foram feitos por pessoas que acreditam no dilúvio, como é o caso de Whitcomb e Morris, que, pelo fato de crerem que o dilúvio realmente existiu, buscam “provas” sem nenhum embasamento científico, apenas teorias. Assim não vale!!!!
Busque estudos científicos como de Arthur Strahler, ou qualquer professor de matemática ou física, que ele vai te mostrar que a temperatura necessária para que tamanha quantidade de água possa se precipitar, é em torno de 3.000º. Fora a pressão atmosférica monstruosamente grande.Simplesmente insuportável para qualquer ser vivo.
Olha Lovato, quando você quer acreditar em alguma coisa, você consegue criar isso em sua mente, mesmo que a lógica mostre o contrário. Os olhos vêem o que a mente quer.
Se você olha para as nuvens no céu, e quer ver um elefante, você encontra; um cachorro, você encontra, um rato, você encontra. Você imagina qualquer figura e consegue ver. No incêndio das torres gêmeas, algumas revistas mostraram figuras de “diabinhos” que se formavam no meio da fumaça. É só procurar e encontrar.
O dilúvio, não é coisa de Deus, o Deus dos cristãos; é do deus mitológico. Não faz parte da Majestade de Deus. Deus não criou o homem para depois destruí-lo. DEUS NÃO IRIA DESTRUIR TUDO O QUE CONSTRUIU. Se raciocinarmos apenas com a razão e não com a emoção, veremos que é simplesmente impossível que não houvesse nem mais um justo além de Noé e sua família. E as crianças, as mães, os cegos, surdos, mudos; e os animais; será que também pecaram? Por quê matar a todos? Não teria sido mais fácil Deus apenas destruir os pecadores?
O grande problema, é que quando nós queremos acreditar em algo, fechamos os olhos para tudo o contraria nossa crença; não usamos mais a razão.
Porquê você acha que o cristianismo não consegue entrar nos países islâmicos ou na Índia? Porquê eles não aceitam discutir qualquer outra coisa que não seja o Corão ou os Vedas. Para eles o que lá está escrito é a verdade absoluta; não querem nem pensar em discutir qualquer outra forma de crença.
Jesus foi bem claro quando disse: “Buscai a verdade e a verdade vos libertará.” Ele não disse buscai a Bíblia e a Bíblia vos libertará.
Olha, faz o seguinte: Lê o livro “A Gênese” de Allan Kardec, e você vai ver o que é religião e ciência andando de mãos dadas. Lá você vai ver como o mundo se formou. Até hoje a ciência não conseguiu encontrar ao menos um erro.
Um abraço
Franco

Comentar por Franco Marcolin

“Esses vídeos não servem; afinal foram feitos por pessoas que acreditam no dilúvio, como é o caso de Whitcomb e Morris, que, pelo fato de crerem que o dilúvio realmente existiu, buscam “provas” sem nenhum embasamento científico, apenas teorias. Assim não vale!!!!”

Que estupidez. Mesmo que isto seja verdade, ninguém é neutro. Todos têm a sua posição. Já fico a saber que quando me deres algum texto ou documentário que mostre que a evolução é real, eu vou dizer: “Esse vídeo e texto não servem, afinal foram feitos por pessoas que acreditam na evolução e pelo fato de crerem que a evolução realmente aconteceu, buscam “provas” sem nenhum embasamento científico, apenas teorias. Assim não vale!!!!

Comentar por alogicadosabino

Meu caro Sabino; fora a Bíblia, a ciência nos mostra que o homem existe há muitos milhões de anos e não há apenas 6500 como nos é mostrado. Nenhum relato, fora a Bíblia e a mitologia faz menção ao dilúvio. Adão e Eva, provavelmente devem ter existido, mas não como os 2 primeiros humanos criados por Deus, como nos mostra a Bíblia. Deus escolheu os 2, para dar-lhes os primeiros conhecimentos sobre a Criação, que sem dúvida é obra de Deus, mas não simplesmente fazendo-o com um montinho de barro. Deste modo nos é mostrado na visão mitológica.
Desde os tempos de Moisés, nos é mostrado que devemos temer a Deus. Aí Jesus veio e mostrou que não devemos temê-Lo e sim amá-Lo.
Devemos temer sim, aqueles que nos querem fazer mal, que são nossos vícios; a Deus, devemos apenas amar. Se nossa vida está ruim, não é porque Deus está nos castigando e sim porque não seguimos seus mandamentos; ou seja, pagamos pelo que fizemos.
Já disse aqui e mostrei, que o dilúvio foi copiado de estórias anteriores à Bíblia.
Você diz que existem algumas diferenças, como a arca de Gilgamesh e a de Noé. Mas é claro que sim, senão não seria um plágio mas sim uma cópia fiel. Se fosse nos dias de hoje, Noé seria processado e preso por plágio. Não é preciso ser exatamente igual; basta a idéia ser a mesma; e é o que aconteceu. Se eu fosse Guilgamesh, cobraria de Noé direitos autorais.
Um abraço
Franco
Obs. Aqui no Brasil, nós gostamos muito do Roberto Leal. Porém ninguém grava uma música dele, sem pagar direitos autorais. É a lei.
É o que Noé fez e não pagou. Agora é tarde.

Comentar por Franco Marcolin

Franco,

“Meu caro Sabino; fora a Bíblia, a ciência nos mostra que o homem existe há muitos milhões de anos e não há apenas 6500 como nos é mostrado.”

Hum… que cientista presenciou esses muitos milhões de anos e deixou isso escrito?

“Nenhum relato, fora a Bíblia e a mitologia faz menção ao dilúvio. “

Estás enganado. Existem mais de 200 tradições diluvianas por diversas culturas do mundo. Se consideras os relatos destes povos todos mitologia isso já é contigo. Tu é que tens de trabalhar para os desconsiderar. Não sou eu.

“Adão e Eva, provavelmente devem ter existido, mas não como os 2 primeiros humanos criados por Deus, como nos mostra a Bíblia. Deus escolheu os 2, para dar-lhes os primeiros conhecimentos sobre a Criação, que sem dúvida é obra de Deus, mas não simplesmente fazendo-o com um montinho de barro. Deste modo nos é mostrado na visão mitológica.”

Creio que és um cristão evolucionistas. Ias ter problemas com o que Jesus pregava, se tivesses vivido no tempo dele, já que ele confirmava a criação de um homem e um mulher.

“Devemos temer sim, aqueles que nos querem fazer mal, que são nossos vícios; a Deus, devemos apenas amar. “

Amar a Deus também significa confiar no que Ele diz. Mas tu não acreditas no que Ele disse sobre a criação e o dilúvio.

“Já disse aqui e mostrei, que o dilúvio foi copiado de estórias anteriores à Bíblia.”

Deste a tua opinião. És livre de a ter, apesar das evidências mostrarem que o diluvio foi um acontecimento real e global que se encontra disseminado pelos vários povos do mundo.

“Você diz que existem algumas diferenças, como a arca de Gilgamesh e a de Noé. Mas é claro que sim, senão não seria um plágio mas sim uma cópia fiel.”

Portanto, se for exactamente igual é plágio de mito, se houver coisas diferentes é plágio de mito. Par eu ganho, ímpar tu perdes.

“Se fosse nos dias de hoje, Noé seria processado e preso por plágio. Não é preciso ser exatamente igual; basta a idéia ser a mesma; e é o que aconteceu. Se eu fosse Guilgamesh, cobraria de Noé direitos autorais.”

eheh

Portanto, se dois ou mais povos deixam um relato sobre um determinado acontecimento, quer dizer que esse acontecimento é apenas mito e que todos copiaram. É essa a lógica? É que se for, vais ter muitos problemas com a História.

Comentar por alogicadosabino

“Desde os tempos de Moisés, nos é mostrado que devemos temer a Deus. Aí Jesus veio e mostrou que não devemos temê-Lo e sim amá-Lo.”

Acho que quando vc leu Mateus 22:36-38, esqueceu de ver que era o maior mandamento da lei e esqueceu de conferir em Deut.6:5

Comentar por Edrick

“pelo fato de crerem que o dilúvio realmente existiu, buscam “provas” sem nenhum embasamento científico, apenas teorias. Assim não vale!!!!”

Faço minhas as palavras do Sabino acima: é o que se deve dizer aos darwinistas (e aderentes) quanto à evolução. Além disso, mais isto aqui:

“…quando você quer acreditar em alguma coisa, você consegue criar isso em sua mente, mesmo que a lógica mostre o contrário. Os olhos vêem o que a mente quer. Se você olha para as nuvens no céu, e quer ver um elefante, você encontra; um cachorro, você encontra, um rato, você encontra. Você imagina qualquer figura e consegue ver.”

Quanto às outras sugestões…

Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. S. João 6:68

“Como aconteceu nos dias de Noé, assim também será nos dias do Filho do homem.Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e os destruiu a todos.” S. Lucas 17:26

Comentar por darcyjo

Franco.
Graça e paz.

“Meu caro Lovato.
Esses vídeos não servem; afinal foram feitos por pessoas que acreditam no dilúvio, como é o caso de Whitcomb e Morris, que, pelo fato de crerem que o dilúvio realmente existiu, buscam “provas” sem nenhum embasamento científico, apenas teorias. Assim não vale!!!!”

Creio que o Sabino já respondeu bem esse disparate.

“Busque estudos científicos como de Arthur Strahler, ou qualquer professor de matemática ou física, que ele vai te mostrar que a temperatura necessária para que tamanha quantidade de água possa se precipitar, é em torno de 3.000º.”

O que seriam estudos científicos? De autores evolucionistas? de qualquer forma, muitos matemáticos e físicos são Criacionistas.
Quanto a isso dos 3000º não conheço. Mas com mais tempo darei uma pesquisada.

“Olha Lovato, quando você quer acreditar em alguma coisa, você consegue criar isso em sua mente, mesmo que a lógica mostre o contrário. Os olhos vêem o que a mente quer.
Se você olha para as nuvens no céu, e quer ver um elefante, você encontra; um cachorro, você encontra, um rato, você encontra. Você imagina qualquer figura e consegue ver. No incêndio das torres gêmeas, algumas revistas mostraram figuras de “diabinhos” que se formavam no meio da fumaça. É só procurar e encontrar.”

Realmente, se eu quiser crer que eu, o protozoário e o hipopótamo somos primos, encontrarei “evidências” para isso. 🙂

“Se raciocinarmos apenas com a razão e não com a emoção, veremos que é simplesmente impossível que não houvesse nem mais um justo além de Noé e sua família.”

Por?

“Deus não erra, Deus não falha, Deus não cria nada para depois arrepender-se. O arrependimento é um atributo humano; nós é que erramos, nós é que nos arrependemos.”

A questão do “arrependimento” de Deus é uma questão que envolve maior estudo.
Deus é perfeito e poderoso, ele não se arrepende, no sentido humano dessa palavra. Não disponho de tempo no momento para prover a explicação necessária, mas com mais tempo o farei.

“E as crianças, as mães, os cegos, surdos, mudos; e os animais; será que também pecaram?”

Sim. Por quê?

Comentar por Fabricio Lovato

Sobre o “arrependimento de Deus”, este texto fala um pouco sobre isso.

Comentar por alogicadosabino

Bem; é exatamente isto que eu tento explicar: Pelo que nós vemos no entendimento dos exegetas, Deus não erra, mas também não conhece o futuro, visto que, com certeza se soubesse não teria criado o homem para depois destruí-lo; ou eu estou errado?
Falhou já no primeiro, não lhe obedeceram; falhou daí para frente, tanto é que teve que destruir a todos menos Noé e sua família. E o que é mais incrível, os animais também erraram porque também foram mortos.
Se você tivesse o poder de Deus, destruiria tudo o que criou, para vingar-se, ou tentaria corrigir tudo o que saiu errado?
Me parece que a segunda opção está mais em conformidade com a Majestade de Deus.
Pobres de nós humanos, que cada vez mais tentamos diminuí-Lo para entendê-Lo!
Cada vez mais, tentamos humanizá-Lo atribuindo-Lhe nossos defeitos, nossas falhas. Como eu já mencionei anteriormente, ao invés de tentarmos chegar a Ele, o trazemos até nós.
Quando eu digo “e as crianças, as mães, cegos…” será que também pecaram? você me diz :”sim.Por quê?”
Eu acho que você também acredita em vidas passadas; ou seja, pagamos por erros cometidos em outras encarnações, visto quê, uma criança recém nascida, de alguns dias ou semanas não pode ter cometido pecado algum. Se Deus a castigou, nesse caso, foi por pura vingança; ato contrário à bondade Divina. Pela sua interpretação bíblica, me parece ser Testemunha de Jeová, visto que só a Bíblia dos TJs tem esse entendimento.

Comentar por Franco Marcolin

Franco,

“com certeza se soubesse não teria criado o homem para depois destruí-lo; ou eu estou errado?”

Creio que Deus age da forma como nós agiríamos se tivéssemos, aliados a outros atributos, o conhecimento de todas as circunstâncias em cada caso como Ele tem. Sendo criatura e não criador, eu não trocaria o governo e o juízo do Criador pelo meu, pelo juízo de criaturas superiores a mim, mas em rebelião contra Ele, ou pelo juízo de outras criaturas finitas e limitadas. O universo está em boas mãos, e ainda que nosso drama ainda não tenha terminado, ele logo terá um fim. A Bíblia mostra o plano, como ele tem se cumprido e como caminha para sua conclusão.

“Falhou já no primeiro, não lhe obedeceram; falhou daí para frente, tanto é que teve que destruir a todos…”

Leia Isaías 45:9. “Acaso o barro pode dizer ao oleiro: O que você está fazendo?”
Deus não falha. Os homens, sim. Não possuímos credenciais e conhecimentos suficientes que nos autorizem condená-lo (uma idéia absurda). E quando nosso conhecimento expandir, na restauração de todas as coisas, todos vamos reconhecer, mesmo os que se mantêm rebeldes contra Ele, que “Justos e verdadeiros são os teus juízos , ó Rei das nações” Apc. 15:3. Lembre-se também do que Jesus disse: “Quem de vocês me convence de pecado?”

“…menos Noé e sua família. E o que é mais incrível, os animais também erraram porque também foram mortos.”

Se o critério para a condenação era o erro (“o salário do pecado é a morte”), então Noé e sua família também deveriam morrer, porque “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Foi a graça de Deus que os preservou, e, como consequência, também nos deu a oportunidade de estarmos aqui. Pelo que sabemos sobre o Deus da Bíblia, podemos esperar que a ação quanto aos animais também levou em conta a proteção e o bem-estar do ser humano. Além disso, animais foram preservados na arca e é por isso que ainda os temos hoje (aqueles que os homens ainda não conseguiram extinguir). Já leu como termina o livro de Jonas?
“E disse o Senhor: Tiveste compaixão da aboboreira, na qual não trabalhaste, nem a fizeste crescer; que numa noite nasceu, e numa noite pereceu;
E não hei-de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive, em que estão mais de cento e vinte mil homens, que não sabem discernir entre a sua mão direita e a sua mão esquerda, e também muitos animais?” Jonas 4:10-11

“Se você tivesse o poder de Deus, destruiria tudo o que criou, para vingar-se, ou tentaria corrigir tudo o que saiu errado?”

O “para vingar-se” é um acréscimo gratuito. Isso faz parte daquilo que você diz: “Cada vez mais, tentamos humanizá-Lo atribuindo-Lhe nossos defeitos, nossas falhas”?

“Vivo eu, diz o Senhor JEOVÁ, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva: convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que razão morrereis, ó casa de Israel?”

Embora a Bíblia revele a justiça divina, inseparável do seu caráter, e a certeza da execução de seu juízo final, de forma geral, ela é a revelação de como Deus planejou e tem agido para corrigir o nosso erro (não o dele) e salvar “o que se havia perdido”. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16”. Qualquer plano alternativo é inútil, ineficaz e contraproducente: leva à ruína e não à salvação.

“Eu acho que você também acredita em vidas passadas; ou seja, pagamos por erros cometidos em outras encarnações, visto quê, uma criança recém nascida, de alguns dias ou semanas não pode ter cometido pecado algum. Se Deus a castigou, nesse caso, foi por pura vingança; ato contrário à bondade Divina. Pela sua interpretação bíblica, me parece ser Testemunha de Jeová, visto que só a Bíblia dos TJs tem esse entendimento.”

Não sei qual o entendimento das TJs sobre o assunto. O pecado tem resultados funestos e não lógicos. Em muitos casos, o sofrimento de muitos (sejam pessoas consideradas “boas” ou “más”) não tem nenhuma explicação, relacionada com qualquer outro fato. E essa é mais uma razão por que o pecado, que o homem deveria ter evitado, mas não o fez, é tão abominável e precisa ser (e será) erradicado para sempre do universo. Essa idéia errônea de alguém poder expiar os próprios pecados sem o sangue do “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” é bem antiga, e como dito antes,inútil.

“E, passando Jesus, viu um homem, cego de nascença.
E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?
Jesus respondeu: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
…Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.” S. João 9:5

O Fabrício acreditar em vidas passadas? Só se tiver deixado de ser cristão…

“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” I S. João 1:9

Comentar por Darjo

“Jesus foi bem claro quando disse: “Buscai a verdade e a verdade vos libertará.” Ele não disse buscai a Bíblia e a Bíblia vos libertará.”

Bem. O que Jesus disse é “Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará.” (Jo 8.32)
E o que é a Verdade?
“…Tua Palavra [de Deus] é a Verdade.” (Jo 17.17)

“Lê o livro “A Gênese” de Allan Kardec, e você vai ver o que é religião e ciência andando de mãos dadas. Lá você vai ver como o mundo se formou. Até hoje a ciência não conseguiu encontrar ao menos um erro.”

Não sou espírita, nem creio em seus ensinos.
O que a Bíblia nos diz sobre a morte é claro:
Não temos uma alma, SOMOS uma alma (e o homem TORNOU-SE ALMA VIVENTE. Gênesis 2.7). A morte é um estado de inconsciência, onde todos os nossos pensamentos e planos se acabam, até o dia da Segunda Vinda de Cristo. (Eclesisates 9.5,6,10; Daniel 12.2)
Não vamos para outro mundo ou ficamos reencarnando, mas nosso descanso é na sepultura.

Mas de qualquer forma, o que diz o livro que citaste?

Comentar por Fabricio Lovato

Meu caro Lovato; qual é a sua religião?
O que você disse, contraria frontalmente o que Jesus disse ao “bom ladrão” que estava ao seu lado na cruz: “Em verdade te digo; hoje mesmo estarás comigo no Paraíso.”.
Percebe que Ele não disse: na minha Segunda vinda estarás comigo no Paraíso. Mas HOJE.
Sobre o livro A Gênese, ele nos conta a criação do mundo da forma como a ciência explica, sem mágicas como querem as pessoas que acham que Deus só tem valor pelo aspecto do maravilhoso. Jesus quando aqui esteve, passou a ser acreditado pela maioria das pessoas pelos milagres que fez, e não pelos seus ensinamentos; o que deve magoá-Lo até hoje. Pois é justamente o contrário o que Ele queria nos mostrar.
Como você diz, “Não sou espírita, nem creio em seus ensinos”, mostra exatamente o tipo de pessoa que você é: radical.
Como já comentei com o Sabino, a razão de o Cristianismo não conseguir penetrar nos países árabes ou na Índia: radicalismo.Eles têm uma uma idéia fixa e acabou. Não aceitam qualquer tipo argumento. É como aquele cidadão que você mostra um livro e ele diz na hora: não lí e não gostei.Eu, graças a Deus não; procuro, como disse Jesus, a verdade.
Já que você acha que “não ficamos reencarnando”, morreu, só voltamos na ressurreição, me explica:
Por acaso, na Transfiguração de Jesus, no Monte Tabor, quem apareceu a Jesus, Moisés e Elias já não haviam morrido?

Comentar por Franco Marcolin

Prezado Franco,

Antecipando um pouco a resposta do Lovato, Elias não morreu;foi levado ao céu sem passar pela morte. Moisés, sim, faleceu; mas foi ressucitado.

Os dois representam exatamente as duas situações: Moisés, a dos salvos que morreram/dormiram (“dormiram” é o termo bíblico), mas serão ressucitados na volta de Cristo, e Elias, a dos que, assim como ele, não passarão pela morte, porque estarão vivos quando Cristo voltar.

Os capítulos:
Deuteronômio 34
II Reis 2
Em conexão com o versículo de Judas 9(Judas só tem um capítulo)

Um abraço!

Comentar por Darjo

“Já disse aqui e mostrei, que o dilúvio foi copiado de estórias anteriores à Bíblia.”

A questão é que Gilgamesh não é o único relato antigo sobre o Dilúvio.
Centenas de outros povos, separados pela geografia e pelo tempo mantém relatos de um grande dilúvio universal e uma família salva em uma arca.
Povos que nunca tiveram contato com a cultura hebraica ou missionários cristãos.
Essas tradições não apontam para um plágio, e sim para diferentes perspectivas de um evento singular, real, ocorrido há alguns milhares de anos.

Abraço!

Fabricio Lovato.

Comentar por Fabricio Lovato

Franco Marcolin.

“Meu caro Lovato; qual é a sua religião?”

Cristão.

“O que você disse, contraria frontalmente o que Jesus disse ao “bom ladrão” que estava ao seu lado na cruz: “Em verdade te digo; hoje mesmo estarás comigo no Paraíso.”.
Percebe que Ele não disse: na minha Segunda vinda estarás comigo no Paraíso. Mas HOJE.”

“E DISSE-LHE JESUS EM VERDADE TE DIGO HOJE
ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO” Lucas 23:43
Este versículo é uma forte base para os irmãos que admitem o galardão post-mortem. Isto é: Após a morte.
Como você aceitaria se lhe dissesse que a interpretação dele depende inteira e exclusivamente de sua pontuação? – Que acha?
O Novo Testamento foi escrito em grego, e as palavras eram separadas uma da outra, por um pequeno ponto. Assim sendo, “a colocação da vírgula dependerá da compreensão do tradutor quanto ao sentido das palavras originais.”
Portanto, qualquer tradutor, com a maior sinceridade, fará uma pontuação que coadune com sua fé a respeito. Por isso que não podemos aceitar tenha Dimas, o ladrão que foi transformado pela presença de Jesus, ido imediatamente ao Céu gozar a bem-aventurança, após sua morte.
A exegese bíblica demonstra cabalmente que o galardão do justo só lhe será conferido quando do regresso de Jesus. Com isso concordam os patriarcas, profetas e apóstolos.
Todos de igual modo, esperavam sua recompensa não imediatamente após a morte, mas quando Jesus voltasse. […]
Lucas 23: 43, como se disse, é questão pessoal de tradução. Por conseguinte, é vital que atentemos para o pedido do ladrão, antes da resposta dada por Jesus. A versão Almeida, edição revista e corrigida, menciona este pedido de Dimas:
Lucas 23:42
“…Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no Teu reino.”
Por outro lado, “boas traduções rezam que o ladrão pediu a Jesus que se lembrasse dele, ‘quando VIERES no Teu reino’. Assim, por exemplo, fazem Matos Soares, a Trinitariana, a Versão Italiana de G. Deodatti, a Francesa L. Segond, a Inglesa de King James, e outras.” – Subt. do Erro, A. B. Christianini, pág. 221, grifos meus.
É mais racional admitir que a tradução correta seja: “quando vieres no Teu reino”, e não “quando entrares no Teu reino”, porque a comprovação escriturística, insofismável, é de que os salvos só entrarão no Reino quando Cristo voltar, pelos versos já mencionados e agora nas palavras cristalinas do evangelista:
Mateus 25:31-34
Caro irmão, penso que esteja tudo claro, porém como temos feito nestes estudos, é bom deixar que a Bíblia fale poderosamente, esse deve ser o nosso costume. Particularmente creio tenha ocorrido uma impropriedade de tradução em Lucas 23:43, pois caso contrário teríamos uma tremenda contradição, porque a Bíblia diz que JESUS NÃO SUBIU AO CÉU NAQUELE DIA!
[…]
O LADRÃO NÃO MORREU NAQUELE DIA EM QUE FIZERA SUA DRAMÁTICA SÚPLICA A JESUS.

Por conseguinte, como iria ao paraíso?
A Bíblia confirmará esta palavra, pois ela é a nossa regra de fé, somente. Mas para isso, teremos que ser humildes ao analisar as últimas cenas do Calvário:
João 19:31-33
“Os judeus pois, para que no Sábado não ficassem os corpos na cruz, visto que era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados. Foram pois os soldados, e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro, e ao outro que com Ele fora crucificado; mas vindo a Jesus, e vendo-O já morto, não lhe quebraram as pernas.”
Compreendeu?
Quebrar as pernas dos crucificados (“castigo do crucifragium”) é a maior prova de que eles normalmente não morriam no mesmo dia, e, quando se tratasse de uma pessoa robusta, durava, na cruz, até sete dias, em seu martírio.
[…]
COMO PODIA ESTAR DIMAS COM JESUS NO PARAÍSO NO MESMO DIA, estando Jesus morto e ele vivo?
Sim, irmão, houve um lapso na colocação da vírgula. Consequentemente, o texto correto de Lucas 23:43, no bom português é:
“…Em verdade te digo HOJE (dois pontos) estarás Comigo no paraíso.”

Livro Assim diz o Senhor, fragmentos do capítulo 19.

Comentar por Fabricio Lovato

Mais uma prova de que cada tradutor da Bíblia, “puxou a sardinha para sua brasa”; ou seja, o fez de acordo com o que acreditava.

Comentar por Franco Marcolin

meu amigo tavez a sua conclusão seja pelo fato de você não ter familiaridade com a bíblia pois pedro nos mostrar na suas cartas 2pe 1;21,diz que nunca guaquer profecia foi dada por elucidação humana mas falaram inspirados pelo espirito santo de maneira que eles(inscritores eram apenas servos o autor era Deus)

Comentar por ivamar machado da nobrega

Desculpe se o texto foi muito longo, tentei colocar o principal. =)

“Por acaso, na Transfiguração de Jesus, no Monte Tabor, quem apareceu a Jesus, Moisés e Elias já não haviam morrido?”

Creio que o Darjo explicou bem, mas se ficar qualquer dúvida, pode contar! 🙂

Estou no momento sem muito acesso à internet, desculpe se eu demorar pra responder.

Comentar por Fabricio Lovato

Franco.

Bem, a resposta do Darjo me deixou sem palavras, não sei se teria algo mais a acrescentar, mas…

“Bem; é exatamente isto que eu tento explicar: Pelo que nós vemos no entendimento dos exegetas, Deus não erra, mas também não conhece o futuro, visto que, com certeza se soubesse não teria criado o homem para depois destruí-lo; ou eu estou errado?”

Realmente, Deus não erra, mas também é amor, e sendo amor, o livre-arbítrio é uma condição essencial de Seu reino.
Deus poderia não ter criado o homem, sabendo que ele ia pecar, mas se Ele fizesse isso, creio que deixaria um pouco de ser Deus, pois Suas ações estariam sujeitas às Suas criaturas.
Pretendo ter filhos um dia, mesmo sabendo que Eles vão aprontar bastante…
O mais maravilhoso disse tudo, é que mesmo pecando, Deus não nos abandonou, ele providenciou um plano de Salvação em Jesus Cristo.
“Crê no Senhor Jesus e serás salvo…” Atos 16.31

E faço minhas as palavras do Darjo:
“Deus não falha. Os homens, sim. Não possuímos credenciais e conhecimentos suficientes que nos autorizem condená-lo (uma idéia absurda). E quando nosso conhecimento expandir, na restauração de todas as coisas, todos vamos reconhecer, mesmo os que se mantêm rebeldes contra Ele, que “Justos e verdadeiros são os teus juízos , ó Rei das nações” Apc. 15:3.”

Comentar por Fabricio Lovato

Se Ele sabia que eles iriam errar, e como consequencia enviados para o inferno, e assim mesmo os criou, significa que Ele se diverte com o sofrimento humano.Algo inconsebível em se tratando de Deus. O Deus que Jesus nos mostrou.

Comentar por Franco Marcolin

Deus criou a Adão e a Eva, no início. Além disso, todos nós somos responsáveis por nossas escolhas. Deus sabe o futuro, mas nós não. Podemos seguir a Deus, ou não seguir.

Não tente fazer parecer como se fossem inocentes.

Comentar por MVR

Não sei o que entendes por inferno, mas, mesmo Deus conhecendo de antemão nosso futuro, Ele não nos deixou à mercê de nossa condenação merecida, mas proveu um plano de redenção para nos salvar. Esse plano consiste na morte vicária de Nosso senhor Jesus Cristo, em nosso lugar. Esse é o Deus que Cristo nos mostrou, um Deus que nos ama tanto que renunciou à Sua glória e veio padecer por nossas trangressões nesse mundo de pecado.
Crê nEle e serás salvo.

Comentar por Fabricio Lovato

meu amigo leia mais a bíblia veja no salmo 139,onde Davi trata de dois atributos divinos onipotencia(pode tudo),oniciencia(sabe todas as coisas)e ele humildimente reconheceu tal ciêcia e para muito alta que não posso alcançar,quanto a questão do homem veja a conclusão de salomão (homem sabio)Ec; 7:29,Deus fez o homem reto mas ele buscou outros caminhos,e ainda apostolo paulo vai mais a fundo nesta questão Rm:9;20-21,onde ele nos mostra que Deus criou todos do barro ,e como criador fez como lhe apraz,como posso eu agora questionar o criador acerca dos seus metodos? e ainda mais a frente fala Rm:11;32,Deus deixou tudo debaixo da desobediencia para usar de misericórdia com todos,mais fique tranquilo,jesus consumou a obra no calvario Jo 19:30,e assim ao crermos nele recebemos o direito de sermos filhos de Deus Jo 1:12,

Comentar por ivamar machado da nobrega

Olha meu caro Ivamar; não seria pelo fato de as pessoas lerem tanto a Bíblia, que a cada dia surge uma religião nova, com interpretações diferentes? Pense nisso.
Muita coisa que está no A.T. com certeza foi sugado de lendas antigas e mitologia.
Um abraço

Comentar por franco

Não sou TJ. Falei que sou Cristão, e isso é algo que as TJ’s não são.

Sou Adventista do 7º Dia. Nosso entendimento do que acontece na morte é semelhante ao deles sim.
Aliás, acho [não tenho total certeza] que foi de nós que as Testemunhas de Jeová obtiveram essa crença. Mas vou dar uma pesquisada.

http://www.portaladventista.org/portal/

http://www.portaladventista.org/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=5:crencas-fundamentais&catid=2:quem-somos&Itemid=49

Abraço.

Comentar por Fabricio Lovato

É muito engraçado. Você diz que é cristão, mas que eu saiba, os Adventistas não trabalham aos sábados, seguindo a tradição judáica.
Cisto porém, curava aos sábados, e quando os judeus O criticavam por “trabalhar aos sábados”, dizia que “meu Pai trabalha até hoje”, referindo-se a trabalhar ou não aos sábados.
Contradição maior, impossível. Ou você é cristão ou é judeu. As duas coisas não dá!

Comentar por Franco Marcolin

Exato.

Comentar por MVR

Nosso amigo, ao que tudo aponta, está a confundir TJs com Judeus.

Comentar por MVR

Gênesis, capítulo 7, versículo 11

“No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram”

Comentar por MVR

Agora não é mais a veracidade do dilúvio que está em jogo: É de quem escreveu primeiro.

O dilúvio pode existir: Só não pode ser evidência de que Deus o mandou.

O fato da bíblia “ter copiado a história do dilúvio”, segundo a crença ateísta, não mudaria o fato de que existiu.

Comentar por MVR

Prezado Franco,

“Você diz que é cristão, mas os Adventistas não trabalham aos sábados, seguindo a tradição judáica.”

Os adventistas não trabalham aos sábados, obedecendo a um claro mandamento escrito pelo próprio dedo de Deus, que não vai deixar de ser mandamento apenas porque alguma tradição humana o queira ignorar. São os cristãos que têm por regra: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” O sábado foi “feito” por Cristo e não “desfeito” por Ele.

“Cisto porém, curava aos sábados,”

E onde está escrito que curar alguém no sábado é pecado? Esse tipo de raciocínio (não se pode curar no sábado; ou curar no sábado é trabalhar) é que constituía mera “tradição judaica”, entre muitas outras idéias legalistas. Foi o que levou Jesus a realizar várias curas de propósito no sábado. Havia uma lição nisso: o propósito do sábado tinha sido descaracterizado pelos judeus que o transformaram num fardo contrário aos homens e Jesus precisava restaurar o sábado ao seu propósito original de ser uma bênção para a humanidade.”É lícito fazer o bem no Sábado.” Foi o que Cristo, o criador do sábado, afirmou e demonstrou.

“quando os judeus O criticavam por “trabalhar aos sábados”, dizia que “meu Pai trabalha até hoje”, referindo-se a trabalhar ou não aos sábados.”

Sim, o Pai continua trabalhando hoje assim como trabalhou no passado. Seu cuidado não cessa no sábado (imagine o que aconteceria se isso acontecesse?). Isso em nada autoriza (e não foi o que Cristo ensinou) os seres que ele criou a desobedecer seu mandamento: “Lembra-te do dia do sábado para o santificar…”

“Ou você é cristão ou é judeu. As duas coisas não dá!”

Se você toma por base a guarda do sábado ou do domingo como critério para distingui-los, isso só demonstra mais uma vez teu desconhecimento bíblico. A palavra “domingo” não existe na Bíblia. O único dia de repouso mencionado nela como mandamento divino é o sábado. Interessado em saber de onde partiu a idéia ou a ordem para a adoção de um dia “alternativo” ao sábado? Sugiro que faça uma pesquisa na História, não na Bíblia dos cristãos. Nela, eles e os judeus vão estar adorando no mesmo dia. Um abraço!

Comentar por Darjo

Amigo Darjo; leia Lucas13:11-16 e você vai ver que Jesus se referia a trabalhar e não curar; ou melhor, também curar.
Veja o que disse Jesus: “Hipócritas, não é que cada um de vós, no sábado, desata da baia seu touro ou o seu jumento para dar-lhe de beber?”
Desatar seu touro ou jumento, significa t-r-a-b-a-l-h-a-r; prove-me o contrário.
Abraço
Franco.

Comentar por Franco Marcolin

Amigo Franco,

Não sei em que ajudaria discutir o que seja trabalhar. Entre as “tradições judaicas”,havia regras como essa para evitar o “trabalho”:

“Permitia-se que um homem cuspisse na calçada no Sábado e que procurasse espalhar o cuspe com o pé, pois na calçada o pé não fazia sulco; mas o mesmo ato no chão era pecado, pois o pé, apagando o sinal do cuspe no chão, faria um sulco na terra, cavava.”

Para facilitar a compreensão da leitura que você sugeriu, destaco algumas palavras com aspas:

14 E, tomando a palavra o príncipe da sinagoga, indignado porque Jesus “curava” no sábado, disse à multidão: Seis dias há em que é mister “trabalhar”; nestes, pois, vinde para serdes “curados”, e não no dia de sábado.
15 Respondeu-lhe, porém, o Senhor, e disse: Hipócrita, no sábado não “desprende” da manjedoura cada um de vós o seu boi, ou jumento, e não o leva a beber?
16 E não convinha “soltar” desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha “presa”?

Um abraço! E um feliz sábado!

Comentar por Darjo

Sabe amigo Darjo; às vezes, eu me pego pensando e imaginando o Mestre Jesus, “olhando” para o Pai e fazendo o seguinte comentário:
Pai, já se passaram 2.000 anos que eu estive na Terra; fui humilhado, sacrificado, morto e ressuscitei; porém, nem assim conseguiram entender a minha mensagem. Continuam ainda presos à palavra, assim como disse meu discípulo Paulo:”a letra mata e o Espírito é que dá vida.”
Ficam presos a dogmas, mitos, superstições, tradições e tudo quanto é crendice. Não entenderam nada da minha mensagem. Eu pedi apenas que amassem a Mim, a Ti e a seus irmãos, porém eles insistem em seguir rituais, os quais Eu fiz questão abolir. Porém, algum dia entenderão quanto são simples meus ensinamentos.”
Um abraço, e feliz sábado!

Comentar por Franco Marcolin

Meu caro amigo Franco,
Tenho de presumir que você vê um relação entre este seu último comentário e o que estávamos discutindo acima, já que o embasamento para essa relação não é explícito. De minha parte, o que fico pensando é por que motivo um Jesus “platônico”,imaginário ou incompleto parece ser em geral mais atraente para alguns do que o Jesus da Palavra, o Jesus completo das Escrituras.

“Continuam ainda presos à palavra, assim como disse meu discípulo Paulo:’a letra mata e o Espírito é que dá vida.'”

Essa citação não sustenta a idéia de que os cristãos não devam estar presos à Palavra de Deus. Se os cristãos devem se espelhar em Cristo, então não deixarão de estar presos à Palavra tanto quanto Ele estava: “Está escrito…Está escrito…e Está escrito”.

“Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele servirás.”

“Santifica-os na verdade. A Tua palavra é a verdade.”

É um contra-senso sugerir com essa citação que o apóstolo Paulo deseja que os cristãos revoguem o que a Palavra ensina, até por meio dele próprio e do seu próprio exemplo:

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” e “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.”

“E no dia de sábado, saímos fora das portas, para a beira do rio, onde julgávamos ter lugar para oração; e, assentando-nos, falámos às mulheres que ali se juntaram.” Atos 16:13

“Ficam presos a dogmas, mitos, superstições, tradições e tudo quanto é crendice.”

O fato de que estou aqui discutindo com você contra o mito de que o sábado não é cristão demonstra o que penso a respeito desse assunto.

“Eu pedi apenas que amassem a Mim, a Ti e a seus irmãos,”

Jesus não pediu “apenas” isso. Seus ensinos falam do amor, são abrangidos pelo amor, mas não “destruídos” por ele.

“…porém eles insistem em seguir rituais, os quais Eu fiz questão abolir”

Não sei a que rituais você se refere. Nenhum cristão está obrigado a seguir rituais abolidos. O sábado não é um ritual. E não foi abolido por Jesus nem por nenhum de seus discípulos.

“Porém, algum dia entenderão quanto são simples meus ensinamentos.”

Na eternidade, nosso entendimento desse e de muitos outros assuntos será ampliado.

“E será que, desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o Senhor.”

Muitos o farão no sábado pela primeira vez. Mas isso não é razão para que não pesquisem e conheçam já agora sobre o assunto.

“Um abraço, e feliz sábado!”

Obrigado, amigo. Eu tive um ótimo sábado.Assim como espero que você tenha tido. O sábado é uma bênção. Não posso deixar de recomendar a um amigo aquilo que é bom e foi abençoado por Deus. Como guardador do sábado, sobre esse assunto, poderia sugerir como o apóstolo Paulo(excluindo o fato de que eu não estou preso nesse momento):

“E disse Agripa a Paulo: Por pouco me queres persuadir a que me faça cristão!
E disse Paulo: Prouvera a Deus que, ou por pouco ou por muito, não somente tu, mas também todos quantos hoje me estão ouvindo, se tornassem tais qual eu sou, excepto estas cadeias.”

Comentar por Darjo

Estive lendo estes comentarios sobre o sábado, mas como não tinham nenhuma relação com o tema original, resolvi ignorar. No entanto, algo está me incomodando no sentido de deixar a minha opinião. Trata-se de um estudo que elaborei. Leiam devagar e examinem as referencias.

1- De nada adianta dizer que é cristão se você não guarda o sábado. Leia:
Êx. 20:8-10 “Lembra-te do dia de Sábado, para o santificar…”.
Tiago 2:10 “Porque qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto tornou-se culpado de todos”.

Resposta:
O decálogo (dez mandamentos) não é a lei; é apenas uma minúscula parte do que está no LIVRO DA LEI, que era um grande livro que continha os cinco primeiros livros de nossa bíblia, que vai de Gênesis a Deuteronômio e que tinha uma infinidade de regras e rituais a serem seguidos, além de conter o próprio decálogo (Ex.34:21-23; 12:14,15 e etc; Lev.16:29-34; 24:5-9 e etc). Sendo obrigados a guardar o sábado, então somos obrigados a guardar toda a lei judaica, o que inclui a circuncisão, os sacrifícios e etc. É isso que Tiago 2:10 está dizendo. Assim sendo, esta passagem coloca os legalistas contra a parede, pois de nada adianta guardar o sábado se não se pratica a circuncisão, os sacrifícios e etc. Para finalizar, cite Gal.3:10,23-25; 2:16,21;5:4,18; Rom.6:14; Coloss.2:16.

2- O decálogo é a LEI MORAL, também conhecida como LEI DO SENHOR e está em vigor até hoje. Tanto é verdade, que o decálogo foi posto dentro da arca de Deus (Êxodo 40:17-20). O restante da lei (O LIVRO DA LEI) como as festas, os sacrifícios, a circuncisão e etc foram posto do lado de fora da arca (Deuteron. 31:24-26). Esta lei, posta ao lado da arca é a LEI CERIMONIAL, também conhecida como LEI DE MOISÉS e não está mais em vigor. Quando a bíblia fala que “não estamos debaixo da lei”, esta “lei” a que a bíblia se refere é a LEI CERIMONIAL e não ao decálogo. Assim sendo, temos de guardar todos os dez mandamentos da LEI MORAL, o que inclui o sábado.

Resposta: “LEI MORAL” e “LEI CERIMONIAL” não existem em nenhum lugar da bíblia; é invenção dos sabatistas. O decálogo foi escrito em tábuas de pedra e posto dentro da arca, não por ser supostamente superior ao restante da lei, mas apenas para servir de testemunha da antiga aliança entre Deus e Israel. Por isso é que as tábuas do decálogo eram chamadas de “tábuas do testemunho” (Êxodo 31:18; 32:15); A arca onde as tábuas estavam, era chamada de “arca do testemunho” (Êxodo 25:6); O tabernáculo onde a arca era guardada era chamado de “tabernáculo do testemunho” (Êxodo 38:21). Quanto ao livro da lei, foi posto ao lado da arca não por ser supostamente inferior ao decálogo, mas apenas para servir de testemunha também (Deuteron. 31:26). Assim havia duas “testemunhas” da antiga aliança: Uma dentro da arca (as tábuas do decálogo) e outra fora da arca (o livro da lei). É isso. Vale lembrar que o decálogo estava escrito no livro da lei também, junto com todos os rituais.
Para que o erro legalista fique ainda mais claro, o ritual de purificação após o parto (Levít. 12:2,6,8), que os legalistas chamam de “lei cerimonial”, Lucas chama de “lei do Senhor” (Luc.2:22-24); Os holocaustos, que os legalistas chamam de “lei cerimonial”, chama-se na verdade “lei do Senhor” (II Cron.31:3).
“Lei do Senhor, lei moral, lei de Moisés e lei cerimonial” são a mesma lei! Prova disso são os versos a seguir, onde o mesmo livro é chamado de “lei do Senhor, lei de Moisés” e etc: Neemias 8:1,3,8,14,18; 9:13,14; 10:29,31-36.
Esta divisão da lei em “lei moral” e “lei cerimonial” não existe em nenhum lugar da bíblia! A lei é uma só! Portanto, quem diz que o sábado deve ser guardado deve guardar também toda a lei judaica! Tiago 2:10; Gálatas 3:10; Lucas 2:22,24; II Crôn.31:3, Êxodo 34:21-23 e etc, Levit. 16:29-34; 23:27-43 e etc, etc, etc e etc.
Finalmente, qual mandamento Jesus chamou de “maior”? Foi o sábado? Não! (Mateus 22:36-40). Os maiores mandamentos nem se encontram no decálogo! Estão em Deuteron. 6:5; Levit.19:18. Aquilo que os legalistas chamam de “lei cerimonial”, sem valor, Jesus chama de “os maiores mandamentos”.

3- Jesus não veio revogar a lei, mas cumpri-la – Mat. 5:17-19 – Sendo assim, o sábado ainda está em vigor.

Resposta: Se o sábado está em vigor por Jesus ter dito que veio “cumprir a lei’, então temos de guardar também as festas, os holocaustos, os rituais e etc (Lucas 2:22-24; IICron. 31:3; Êxodo 34:21-23 e etc, Levit. 16:29-34; 23:27-43… Tiago 2:10; Gálatas 3:10). Além do mais, se Jesus veio “cumprir a lei” da forma como sugerem os legalistas, como explicar o fato de Jesus ter dito e feito coisas contra a lei? Ele mesmo violou o sábado várias vezes! – Mat. 5:38,39,43,44; 12:1; João 5:8,9,18. Então, a quê Jesus se referia quando disse que veio “cumprir a lei”? A resposta está em Luc.24:44-47; Gal.3:19,24,25.

4- Jesus ordenou ao moço rico que guardasse os mandamentos (Mat.19:16-22). Como o sábado faz parte dos dez mandamentos, temos de guardá-lo.

Resposta: É interessante observar que Jesus não cita o sábado; Jesus citou mandamentos que não fazem parte do decálogo; Se formos obrigados a guardar todo o decálogo por Jesus ter citado alguns dos dez mandamentos, então somos obrigados a guardar toda a lei judaica porque Jesus citou dois mandamentos: “amarás ao teu próximo como a ti mesmo”(Mat. 19:19) e “não defraudarás”(Marcos 10:19). Ambos não fazem parte do decálogo. Fazem parte do que os adventistas chamam de “lei cerimonial”, sem valor algum. Como pode isso?

5- Marcos 2:28 – Jesus é o senhor do sábado – Então temos de guardá-lo.

Resposta: Jesus não disse que o sábado era o seu dia, mas que era “senhor até do sábado” ou seja, ele estava acima do sábado. Esta interpretação é correta, pois quando examinamos o contexto vemos que Jesus e os discípulos colheram espigas nesse dia, o que era proibido pela lei(Êxodo 16:29; 20:8-10 e etc). Além do mais, o próprio Jesus violou o sábado em muitas outras ocasiões, o que o levou a ser perseguido pelos judeus. Mat.12:1-8; Luc.13:15; João 5:8,9,18.

6- A fé veio estabelecer a lei(Rom.3:31). Então, temos de guardar o sábado.

Resposta: Então temos de guardar toda a lei judaica. Lucas 2:22-24; IICron.31:3; Êxodo 34:21-23 e etc, Levit. 16:29-34; 23:27-43… Tiago 2:10; Gálatas 3:10; Rom.6:14; Coloss.2:16.

7- “A lei é santa, justa e boa”(Rom.7:12). Então temos de guardar o sábado.

Resposta: Então temos de guardar toda a lei judaica. Lucas 2:22-24; IICron.31:3; Êxodo 34:21-23 e etc, Levit. 16:29-34; 23:27-43… Tiago 2:10; Gálatas 3:10; Rom.6:14; Coloss.2:16.

8- Estar debaixo da lei significa violar a lei(Rom.6:14).

Resposta: Então estar debaixo da graça significa violar a graça(Rom.6:14).

9- Aquele que não guarda o sábado é um mentiroso(I João 2:3,6).

Resposta: Os legalistas é que são mentirosos, pois o texto não está se referindo ao decálogo e se estivesse, se referiria também a toda a lei judaica(Lucas 2:22-24; IICron.31:3; Êxodo 34:21-23 e etc, Levit. 16:29-34; 23:27-43… Tiago 2:10; Gálatas 3:10; Rom.6:14). O texto está falando dos mandamentos de Jesus(Mat.5:38,39,43,44; João 13:14; 15:12; Gálatas 6:2: I João 3:23; 4:21; II João 5). Os ensinamentos dos apóstolos são chamados de “mandamentos do senhor”(I Cor.14:37; Tiago 2:10; Gálatas 3:10; Rom.6:14; Coloss.2:16).

10- O sábado foi dado a Israel antes da lei ser entregue a Moisés(Êxodo 16:22,30) e desde a fundação do mundo deve ser guardado pelos Homens(Gen.2:2,3).

Resposta: Em Ezequ.20:10,12 diz que Deus tirou Israel do Egito e lhe deu o sábado como sinal entre ele e Israelitas. Quando? Quando os tirou do Egito. Aonde? No deserto. Esta é a origem do sábado judaico. Em Deuter.5:15 diz que Deus ordenou a guarda do sábado em memória da libertação do povo de Israel da escravidão do Egito. Isto mostra que a guarda do sábado (assim como todos os rituais da lei) era apenas para os israelitas. Salmos 147:19,20. Quanto a passagem de Gen. 2:2,3 o texto diz que Deus concluiu a sua obra no sétimo dia; ou seja, ele mesmo trabalhou neste dia concluindo a sua obra.
Vale lembrar que apesar de sua importância para os judeus, o sábado era constantemente violado para: circuncidar os bebês, praticar os sacrifícios, manter a chama acesa sobre o altar e etc, etc, etc (Levít.12:2,3; 23:26-43; 24:5-9;II Crôn.31:3; João 7:21-23). E foi próprio Deus quem ordenou a quebra do sábado em favor de todos estes rituais! Portanto, os legalistas não tem saída: Se o sábado ainda está em vigor, então todos os rituais acima citados também estão, pois sempre foram mais importantes do que o sábado. E se estes rituais não estão mais em vigor, como os próprios legalistas reconhecem, então o sábado também não está.

11- Somente aqueles que guardam o sábado adorarão a Deus na eternidade(Isa.66:22,23).

Resposta: O texto não fala apenas sobre o sábado; também fala sobre a festa da lua nova. Os legalistas guardam a festa da lua nova? Lembre-se: Tiago 2:10; Gálatas 3:10!

12- O sábado é o dia em que os verdadeiros adoradores adoram a Deus(Salmos 118:24).

Resposta: Em primeiro lugar, o verdadeiro cristão não precisa de um dia específico para adorar a Deus(Rom.14:5; Coloss.2:16). Em segundo lugar, Davi está profeticamente falando sobre o DOMINGO. Duvida? É só examinar o contexto. O salmo 118:22-24 começa falando profeticamente sobre a pedra rejeitada pelos edificadores. Esta pedra rejeitada é Jesus(Atos 4:11,12). Esta rejeição ocorreu numa sexta-feira(Marcos 15:12,13,25,42-45). A outra parte do verso que diz “tornou-se cabeça de esquina” cumpriu-se no dia da ressurreição de Cristo, ocorrida no primeiro dia da semana(domingo) – Marcos 16:9. Diz a profecia a respeito deste dia: “Este é o dia que fez o Senhor; Alegremo-nos e regozijemos-nos nele”. Os discípulos se alegraram neste dia de domingo ao verem Jesus ressuscitado(João 20:19,20), o pentecostes era celebrado aos domingos(Levit.23:15), os discípulos receberam o derramamento do Espírito Santo num domingo, dia de pentecoste; foi neste dia que o primeiro sermão evangelístico foi pregado, foi neste dia que as primeiras pessoas aceitaram a Jesus como seu único e suficiente salvador(Atos 2:1-47), os cristãos se reuniam aos domingos para partir o pão (Atos 20:7), recolher mantimento para os irmãos necessitados (I Corint. 16:1,2) … Isso basta?

13- A observância do domingo tem suas origens no paganismo, pois a palavra domingo em inglês é SUNDAY, cujo significado é “dia do sol” e os pagãos cultuavam o sol neste dia.

RESPOSTA: Então o sábado também é um dia pagão, pois em inglês se diz SATURNDAY e significa “dia de saturno”, um deus do paganismo que em sua homenagem eram promovidas insaciáveis orgias aos sábados.

14- O domingo é a marca da besta, pois na coroa do papa dos católicos está escrito: VICARIVS FILII DEI. Vamos somar os algarismos romanos:
V I C A R I V S F I L II D E I
5+1+100+ 1+ 5+ 1+50+2+ 500+ 1 = 666
Eis a prova! Vale lembrar que os idólatras do catolicismo cultuam aos domingos, assim como fazem os evangélicos.

Resposta: Há vários nomes que somados dá 666. E nem por isso tais nomes tenham que ter alguma relação com o anti Cristo. Exemplo:
E L L E N G O V L D VV I T H E
50+50+ 5+50+500+5+5+1 = 666.
Será que uma pessoa, por ter este nome, por exemplo, teria alguma relação com a Besta só pelo fato de seu nome somado, dar 666?

15- O povo de Deus precisa repousar no sábado. É o que diz Hebreus 4:9.

Resposta: Se examinarmos o contexto assim como toda a carta aos hebreus, veremos que o verso citado não está falando sobre o sábado, pois os judeus(ou hebreus, a quem a carta foi dirigida), já repousavam neste dia (apesar de violá-lo em favor dos rituais, sempre que necessário – Levít.12:2,3; 23:26-43; 24:5-9;II Crôn.31:3… João 7:21-23). Os judeus observavam o sábado desde a peregrinação no deserto (Êxodo 16:23-30; Ezequ.20:10-12). Portanto, o repouso de que o autor fala não é do repouso sabatino. No verso 1 e no verso 3 fala que nós cristãos já entramos no repouso. E esse repouso se chama Jesus (Mat.11:28-30; Rom.5:1), repouso este que os judeus haviam rejeitado(João 1:11; Heb.4:6; Rom.11:7-10). Por isso é que o autor da carta aos hebreus disse que ainda faltava um repouso para o povo de Deus, os judeus. E este repouso que ainda faltava (e falta até hoje) é Jesus.

CONCLUSÃO:
É claro que estas não são as únicas perguntas e respostas sobre o sábado, mas acredito que se os irmãos entenderem o que foi exposto, estarão muito bem preparados para enfrentar qualquer um de tente lhes desviar do verdadeiro evangelho. Precisamos estar cientes de que o decálogo não é uma lei à parte; é uma pequena parte da lei. Assim sendo, quem ensina a obrigação da guarda o sábado deve guardar tudo o que está escrito no livro da lei judaica (de Gênesis a Deuteronômio) com todos os seus inúmeros rituais e regras(Gal.3:10; Tiago 2:10).
Mas se não estamos debaixo da lei, isto quer dizer que podemos viver pecando? Não! Nós não vivemos na prática do pecado porque somos novas criaturas(Rom.6:1-23 e refs).
Para finalizar, leiam e meditem nestas passagens: Tiago 2:10; Gál.1:6-8; 2:16,21; 3:10,11,23-26; 5:4; Rom.6:14; Efés.2:8,9,12-15 e todas as referências.

Graça e paz a todos.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Meu caro Isaias
Seu comentário foi muito preciso e detalhado; parabéns!
Não sei se você leu meus comentários anteriores, onde eu menciono que sou Espírita.
Sabe, antes de me tornar Espírita, estudei por muitos e muitos anos, dezenas de religiões; inclusive sou autor de um livro, Fé pela razão, que fala exatamente sobre as religiões. Onde procuro analisá-las colocando a fé de lado, usando apenas o lado racional.
Agi assim, porque era a única maneira de ser imparcial. Caso contrário, seria como alguém chegar para um amigo que está apaixonado por uma namorada e dizer que ela não presta; com certeza ele não vai acreditar, pois coloca a paixão acima da razão e acabam se tornando inimigos.
Sabe, quando você começa estudar e compreender, percebe que os homens, no decorrer de milhares de anos, brigaram, feriram e mataram seus irmãos, por desentendimentos e interpretações conflitantes sobre a Bíblia.
Você já percebeu, quantas guerras aconteceram e acontecem no mundo, em nome de Deus?
É muçulmano se explodindo em nome de Deus, é judeu brigando com árabe em nome de Deus, é protestante lutando com católico em nome de Deus, e aí vai.
Será isso mesmo que Deus quer?
Há alguns dias, neste mesmo espaço, escrevi que se tivesse sido feita uma separação entre antigo e novo Testamento, o mundo teria sido muito melhor, e muitas vidas teriam sido poupadas e haveria muito menos ateus.
Nós Espiritas, acreditamos em Deus e em Jesus. Seguimos fielmente os Evangelhos. Acreditamos que a Bíblia, antigo Testamento, é um livro de extrema sabedoria, que conta a história do povo judeu, mas não aceitamos que tudo o que lá está escrito, tenha saído da “boca” de Deus.
Veja; no a.T., encontramos que mais de 2.200.000 pessoas foram mortas a mando de Deus, enquanto que Satanás, figura voltada exclusivamente para o mal, 10; os filhos de Jó, mesmo assim com a anuência de Deus.
Nós não aceitamos que Deus tenha enviado 2 ursas para estraçalhar 42 meninos porque chamaram Eliseu de careca;
Nós não aceitamos que Deus ordene a Moisés que os filhos rebeldes devam ser apedrejados até a morte;
Nós não aceitamos que Deus tenha dito que “quem trabalhar no sábado será morto”;
Nós não aceitamos que Deus necessitasse de sacrifícios de animais como forma de honrá-Lo;
Nós não aceitamos que Deus mande apedrejar a adúltera, sendo que Jesus diz exatamente o contrário. Bem, eu ficaria aqui a noite inteira citando as contradições d’Ele e Seu filho Jesus.
Nós os Espíritas, como eu disse, consideramos o A.T. um livro que mostra as leis (duríssimas)que foram feitas por Moisés para conseguir dominar um povo extremamente rebelde, que apenas engatinhava no conhecimento de um Deus único e verdadeiro. Volto a insistir, leis feitas por Moisés, homem.
Nós não aceitamos, ou melhor, não acreditamos, que Deus nos aponte o dedo e diga” errou, vais queimar no inferno pelo resto da eternidade”.
Nós acreditamos que, assim como nós humanos que somos imperfeitos, damos muitas chances aos nossos filhos de começarem outra vez quando erram, Ele também nos dará. Assim como uma criança que repete de ano na escola, lhe é dado outra oportunidade ao invés de simplesmente expulsá-la.
Acreditamos sim, que Ele nos dará tantas chances quanto for necessário para cumprir o que disse Seu Filho: “Meu Pai não quer que nenhuma ovelha se perca”.
Gostaria que você me respondesse esta pergunta:
O que está mais de acordo com a justiça de Deus: errou vai pro inferno, ou errou vai voltar até aprender?
Um abraço e que Deus nos abençoe e nos dê sabedoria.

Comentar por Franco Marcolin

VC conto meio errado os núimeros!rs, mas td bem, 42 “meninos” (delinquentes juvenis, dos mesmos que matam e estrupam mulheres, que matam os pais e qualquer coleguinha, que agem como verdadeiros “adultos” na hora de fazer maldade) é um número bem grande pra quem não tinha o que fazer, o fato deles terem morridos não é só pela “zuação”, é por´uma completa falta de respeiro pela santidade dos atos de Deus, por isso eles falavam “sube, sobe”, sabiam que aquele profeta tinha o manto de Elias, sabiam do milagre recem dito, sabiam quem era e o que estava tentando fazer, e Deus sabia o que estava no coração daquela turba de mais de 42 jovens, no meio de uma floresta, longe dos pais!
Sua conta ,está errada pq esuqceu de mensionar que morreu que merecia, e quem morreu por culpa de outros (como crinças que morreram por culpa do orgulho de seus pais) serão ressucitados num lugar bem melhor, com pais melhores, e condições inigualáveis, e tb esquceu de mencionar que toda a calamindade do homem é grande (não toda) culpa de Satanás (João 8:44).

Quanto ao sábado, por que uma pessoa que tem que meditar apenas por um dia nas provisões maravilhosas de Deus não faz isso?! Não queria, saía de israel!!

Se esse filhos rebeldes (maiores de idade, pq fala de beberrões e fornicadores) que batiam nos pais e etc não fossem julgados assim, israel seria o que somos hj! A parte de Jesus dizer para não apedrejar não consta nos melhores manuscritos, e o próprio Jesus se baseava no “velho testamento”, tb disse que suas palavras causariam espada e divisão, mas isso não era culpa dele, era do homem que lia. Tb poderia ficar aquí o dia todo, mas não tenho o pq. Jesus disse em João 17:17 que a palavra do Pai dele era a verdade, ele se referia principalmente ao “velho testamento”. O homem inventa desculpa para guerra até por uma jujuba!!

Comentar por Edrick

Olá, Franco.
Com relação as guerras, não é um mal apenas dos religiosos. Não se esqueça de que os ateus provocaram uma das maiores carnificinas do mundo, ao trazerem o comunismo para a humanidade, como “solução para todos os males causados pelas religiões”. No entanto, todos sabem muito bem o quê o comunismo fez: Mais de 150 milhões de mortes em menos de 80 anos. E isso sem falar das mortes em nome do nazismo, outra ideologia inspirada no ateísmo/evolucionismo. Voce conhece algum conflito religioso que matou tanta gente em tão pouco tempo? Não se esqueça: O ateísmo e o evolucionismo conceberam o nazismo e o comunismo. Portanto, abolir o Antigo Testamento (A.T.)não iria reduzir o número de ateus. Com ou sem A.T. os ateus serão sempre ateus, a não ser aqueles que são ovelhas de Cristo. Muitos, que antes foram ateus, hoje servem a Cristo. Eles já eram de Cristo; só não sabiam disso, até serem alcançados pela pregação da Palavra de Deus. E muitos se converteram através de pregações do A.T. Portanto, a sua sugestão de eliminar o A.T. da Bíblia, na minha opinião não procede.

“…mas não aceitamos que tudo o que lá está escrito, tenha saído da “boca” de Deus”.
É claro! Saíram da boca e das mãos dos homens! No entanto, as profecias foram dadas por Deus aos profetas. Muitas se cumpriram -Isa.6:10(João 12:37-41);Isa.40:3(Mat.3:3); Isa.53:1-12; Dan.8:1-26; Miquéias 5:2 e etc – e outras profecias ainda se cumprirão. Temos também os salmos, que foram criados em momentos de inspiração divina. Um exemplo: Lembra do salmo 118:22-24? Este salmo fala sobre a rejeição de Cristo por parte dos fariseus, sua ressurreição e sobre “este é o dia (dia da ressurreição – domingo)que fez o Senhor. Alegremo-nos e regozijemo-nos nele”. Falei sobre isto no comentário anterior.

Não existe contradição ente A.T. e N.T (Nôvo Testamento). Existem contrastes. Contraste entre Lei e Graça, Obras e Fé…
Além do mais, Jesus citou o A.T, os apóstolos citaram o A.T… Aliás, as pregações de Cristo e dos apóstolos se basearam, em grande parte, no A.T. Leia no livro de Atos as pregações de Pedro, Estêvão, Paulo…

Antes de responder sua última pergunta, digo o seguinte:
Nasci em um lar cristão (Igreja Batista)e minha mãe me disse quando eu tinha apenas 7 ANOS: “Meu filho, não adianta ser filho de crente. Se não aceitar a Jesus como seu único e suficiente salvador, você irá para o inferno!”. Poucos dias depois, numa pregação de domingo à noite, fui à frente na hora que um pastor visitante fez o apelo e aceitei a Cristo como meu único e suficiente salvador. Lembro até do hino que foi cantado naquele momento: “Deixa a Luz do céu entrar”. Eu queria logo ser batizado, mas era muito pequeno (7 anos). No entanto, devido minha maturidade espiritual precoce, fui batizado aos 9 anos de idade, após passar por uma severa sabatina pastoral. O pastor ficou surpreso e feliz com minha desenvoltura com tão pouca idade e aceitou me batizar. Hoje, 31 anos depois (tenho 38)e agora membro da Igreja de Nova Vida continuo firme com Cristo.
A oportunidade existe. Eu aproveitei a minha e continuo agarrado a ela até hoje. Após a morte segue-se o juízo (Hebreus 9:27); Ou seja, quando morre não dá para voltar atrás. Só resta aguardar a ressurreição para a vida eterna ou para a condenação eterna (João 5:26-29).
A doutrina da reencarnação não tem apoio na Bíblia.
Faça como eu, agarre sua oportunidade e entregue sua vida a Cristo!

Comentar por Isaias S. OLiveira

“O que está mais de acordo com a justiça de Deus: errou vai pro inferno, ou errou vai voltar até aprender?”
Depende do que vc acha de inferno,de fogo, Seol-Hades ou Geena? Tormento , sono profundo ou destruição eterna?
A bíblia diz que aqueles que não tiveram a oportunidade de fazer o que era correto, ou que se arrependeram sinceramente mas não tiveram oportunidade de mudar tudo, vão voltar mais uma vez (João 5:28,29).
Me diz agora, como a pessoa vai mudar seus atos se não sabe quais são eles? É justu sofrer uma vida inteira por algo que vc não sabe que cometeu e não sabe como mudar? Não deveria esse “refinamento” realmente refinar (se ocorre-se), por que só piora o mundo, pq nos últimos dias as pessoas iriam de mau a pior sugundo Jesus e Paulo (Mat.24:12, 2Tim.3 :1-5)?

Comentar por Edrick

“Nós não aceitamos, ou melhor, não acreditamos, que Deus nos aponte o dedo e diga” errou, vais queimar no inferno pelo resto da eternidade”.

Nem nós (Salm.146:4)

“Acreditamos sim, que Ele nos dará tantas chances quanto for necessário para cumprir o que disse Seu Filho: “Meu Pai não quer que nenhuma ovelha se perca”

E uma (se tivermos tido oportunidade de servi-lo) jah basta. Romanos 6:23 diz que o salário pago pelo pecado é a morte, mas o dom de Deus é vida eterna, é justo Deus dar vida eterna (msm desse modo, como vcs dizem) pra pessoas como Hitler (um exemplo bem exagerado), Jesus disse que larga e espaçosa e a estrada para a destruição (Mat 7:13,14), ele msm arruinará todos os que não desejam fazer a vontade de seu Pai (Apoc. 6:16,17). Deus não tolerará a maldade além do tempo determinado, só por causa da rebeldia de pessoas que QUEREM fazer maldade.

Comentar por Edrick

esquecí de um “?” antes de Jesus

Comentar por Edrick

A Vida Eterna também chegará para Hitler, Stalin, Sadan …, após passarem por muitas e muitas vidas, pagando seus erros e aprendendo que o Caminho é só um: Deus através de Jesus.
Talvez, em proporções menores, o apóstolo Paulo também tenha sido um Hitler ou Stálin da sua época. Porém, seu entendimento já havia chegado, através de Jesus.
Assim como deu a chance a Paulo, também dará, com certeza, aos demais.
Deus é assim mesmo; perdoa sempre, desde que pague suas dívidas.
Certamente, pagarão caro até resgatar suas dívidas.
Não será assim, tipo: se arrependeu, tá perdoado. Tem de pagar pelos erros.
Vou dar um exemplo bem prático:
Suponhamos que uma pessoa vá ao banco em busca de um empréstimo para montar um comércio. Porém, pega o dinheiro e gasta tudo em farra com bebidas e mulheres.
No vencimento da fatura, sem dinheiro, vai ao banco e diz para o gerente que gastou tudo em farras, porém está realmente arrependido e pede que sua dívida seja perdoada.
O que você acha; que o gerente vai perdoar? Negativo.
Porém, se ele achar que o arrependimento é sincero, com certeza irá parcelar a dívida em quantas vezes for necessário para o cliente pagar.
Deu para perceber, o que Jesus quis dizer com: “Dalí não sairás, enquanto não tiveres pago até o último ceitil.”
Nós Espíritas entendemos assim e não tenhas dúvida nenhuma, que será assim.
Enquanto não tiveres quitado sua dívida aqui na Terra, não sairás.
Questão de justiça divina.
Leia “O Evangelho segundo o Espiritismo” e você vai entender melhor inclusive as passagens do Novo e Antigo Testamento.
Um abraço fraterno
Franco.

Comentar por Franco Marcolin

“A Vida Eterna também chegará para Hitler, Stalin, Sadan …, após passarem por muitas e muitas vidas, pagando seus erros e aprendendo que o Caminho é só um: Deus através de Jesus.
Talvez, em proporções menores, o apóstolo Paulo também tenha sido um Hitler ou Stálin da sua época. Porém, seu entendimento já havia chegado, através de Jesus.”

Equantos holocaustos ele vai permitir até que pessoas que querem fazer maldade mudem?Sendo que ela nem saberão o que fizeram? Isso não deveria estar melhorando o mundo?

“Deus é assim mesmo; perdoa sempre, desde que pague suas dívidas.”
Só se for o seu (me desculpe), mas o meu não tolera maldade, e vai destruir os incorrigíveis (é claro que só Ele sabe quem são esse, longe de mim julgar) (Sal. 37:10,11)

“Assim como deu a chance a Paulo, também dará, com certeza, aos demais.”
A mesma chance que Paulo teve, outros tiveram (talvez mais), até pessoas como Hitler , se Paulo mudou e Hitler não é pq um quiria ser justo e o outro não! E os que não tiveram eu jah mostrei a espereança da ressureição. Não vejo justiça em reconpensar erros deliberados e não arrependidos com vida eterna ou outra vida! Não vejo justiça em castigar alguém por um erro que ela não se lembra e não sabe como mudar! Não vejo justiça em amor que tolera maldade! E pra vc, o que Jesus disse com ‘larga e espaçosa é a estrada para a destruição’?

“Leia “O Evangelho segundo o Espiritismo” e você vai entender melhor inclusive as passagens do Novo e Antigo Testamento.
Um abraço fraterno
Franco.”

Não vejo o que alguém possa ter posto nesse que Deus não tenha preservado no outro.

Curiosidade: Como a população mundial está sempre almentando? Num é só uma troca?

Comentar por Edrick

“Suponhamos que uma pessoa vá ao banco em busca de um empréstimo para montar um comércio. Porém, pega o dinheiro e gasta tudo em farra com bebidas e mulheres.
No vencimento da fatura, sem dinheiro, vai ao banco e diz para o gerente que gastou tudo em farras, porém está realmente arrependido e pede que sua dívida seja perdoada.
O que você acha; que o gerente vai perdoar? Negativo.
Porém, se ele achar que o arrependimento é sincero, com certeza irá parcelar a dívida em quantas vezes for necessário para o cliente pagar.”

E se ele não se arrepender? E se o necessário for apenas uma (no caso uma vida)? E se a pessoa sabe que deve, mas não sabe o que? Nem quanto? Nem quando? Nem como pagar? E se não quizer pagar?Nem qual é o banco? Ou o gerente?

Comentar por Edrick

Para que exatamente então seguir as leis de Deus? Se eu não seguir, vou ter chances ilimitadas até um dia conseguir? Mesmo que eu mate, roube, pedofile, estupre, faça as mais barbárias crueldades com meu próximo e blasfeme constantemente contra Deus, ele vai ser obrigado (mesmo sem eu merecer) a me dar quantas chances forem necessária! Pra que servir a Deus então? Isso é justo? E se eu servir, do que adianta, eu vou ser “libertado” mas td o que eu sou (minha memória) vai ser perdida? SE eu fizer besteira tb? Quem vai sofrer não vai ser O EU d agora msm? Deus é isso para vc? Alguém que agen injustamente, dando boas dádivas aos justos e injustos? Não disse Jesus que colheremos o que plantarmos? Merece colher vida aquele que planta a morte?

Comentar por Edrick

Franco.

“Contradição maior, impossível. Ou você é cristão ou é judeu. As duas coisas não dá!”

Ao longo da história, Deus sempre teve um povo que honrou e enalteceu Sua Lei. Mesmo nas trevas medievais, houve pessoas que defenderam e guardaram Seu Santo Sábado.
O Sábado não surgiu com o povo Judeu, eles apenas foram depositários da Lei do Senhor, uma nação especial a quem Deus confiou suas leis e preceitos e cuja missão era mostrar a luz do Deus verdadeiro para as demais nações.
O Sábado bíblico remonta à Criação, quando não havia qualquer hebreu sobre a Terra. Deus descansou, abençoou e santificou o 7º dia.
Deus usou 2 palavras para dizer que não devemos matar, 2 palavras para dizer que não devemos adulterar, mas usou 98 palavras palavras para nos ensinar que o Sábado é o Seu dia, começando com “Lembra-te”, pois sabia que o homem iria esquecer de Sua Lei.
Não são só os adventistas os cristãos que guardam o Sábado, muitas outras denominações também o fazem.

Comentar por Fabricio Lovato

Isaias

Não disponho de tempo agora para comentar ponto por ponto de suas idéias, mas apenas vou fazer um ctrl c ctrl v de alguns comentários que fiz certa vez nesse blog, referentes ao mesmo assunto:

“A Bíblia faz distinção entre pelo menos duas leis:
a Lei Moral [Decálogo] e a Lei Cerimonial.

Lei Cerimonial: chamada de Lei de Moisés (Atos 15:5), escrita por MOISÉS em um LIVRO e colocada AO LADO da Arca (Deuteronômio 31:9.24.26; a ninguém aperfeiçoou (Hebreus 7:19), era temporária (Hebreus 10:1) CARNAL (Hebreus 9:10), constava de Sábados (descansos) anuais (Levítico 23) e sua observância ACABOU na Cruz. (Colossenses 2:14 e Efésios 2:15)

Lei Moral: Contida em Êxodo 20, é PERFEITA e chamada Lei de Deus (Salmo 19:7), escrita por DEUS em TÁBUAS DE PEDRA e colocada DENTRO da Arca (Êxodo 31:18 e Deut. 10:5), constava de um Sábado semanal (Êxodo 20:8-11, Ezequiel 20:20, Marcos 2:28). Segundo Paulo, é SANTA, JUSTA, BOA e ESPIRITUAL. (Romanos 7:12 e 14).
Não é anulada pela fé (Romanos 3:31) e é ETERNA (Salmo 89:34, 119:89 e 142, Mateus 5:17 e 18)

A Lei não é um meio de Salvação, esta é somente pela fé em Jesus.
Ela nos diz quando estamos em pecado e nos aponta a Cristo como a solução.
Não somos salvos COM a Lei, mas NA Lei.
A obediência aos 10 Mandamentos é uma prova de amor a Jesus (João 14:15, 1João 5:3, Mateus 19:27, Eclesiastes 12:13)”

““Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou SABADOS, pq essas coisas eram apenas uma SOMBRA do que havia de vir”

Os sábadoS a que o texto se refere, sendo mencionados com as luas novas e outras sombras ceromoniais, são dias cerimoniais e rituais, baseados nas fases da lua (veja Levítico 23)e não o sábado semanal, que é baseado no ciclo semanal.

Os cristãos não estão desobrigados da guarda da Lei, de forma alguma.
[veja o que escrevi sobre a Lei Moral, no comentério anterior.]
O Sábado não é um preceito cerimonial.
Estes foram dados depois do pecado e apontavam para a morte de Cristo na cruz, eram uma sombra.
Crao irmão, do que o sábado é uma “sombra”?
Ele foi insituído muito antes da entrada do pecado nesse mundo, antes que houvesse qualquer judeu na face da terra.
Foi abençoado e santificado por Deus.
Jesus jamais o aboliu, apenas através de Suas curas e palavras, nos demonstrou qual é o sentido pleno desse Santo Dia, um dia para comunhão com Deus, amor ao próximo e refrigério mental, físico e espiritual.

Repito: se Jesus ou so discípulos tivessem mudado o Sábado para o Domingo, essa mudança estaria explícita na Bíblia, mas não o está.
Pelo contrário, Jesus é o Senhor do Sábado, o Seu Criador.
Mc 2:27 e 28.”

Comentar por Fabricio Lovato

E usando alguns comentários também do Darjo:

“Antes de estarem relacionadas com um povo específico, as várias leis e orientações dadas a Israel estão relacionadas com Cristo, e isso faz diferença quando examinamos o assunto do sábado. Era natural que a Israel, o povo escolhido, fossem comunicadas não apenas as leis cerimoniais que apontavam para o futuro, mas também os Dez Mandamentos, o código moral, distinto, como já demonstrado, proferido por Deus e escrito com seu próprio dedo, que revela a sua vontade. Deveria o Senhor privar seu povo escolhido do conhecimento da sua vontade?

Quando Jesus aparece como mestre em seu ministério, ele o faz obviamente não para anular a vontade de Deus (”Todo aquele que faz a vontade do meu Pai, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”. Mat. 12:50), mas para corrigir as falsas concepções sobre a vontade do Pai.

Há vários exemplos disso no evangelho. Sugiro a leitura do capítulo 7 de Marcos, onde Jesus toma como exemplo o quinto mandamento: “Honra a teu pai e a tua mãe…”

“Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradiçäo dos homens…”
“Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradiçäo.”
“Invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradiçäo, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas.”

Será que o mandamento de honrar aos pais era moral, e também o de não furtar, mas o de honrar a Deus, o autor da família, obedecendo sua vontade quanto ao dia de descanso sabático, não o era? Teria o quarto mandamento, aos olhos de seu Criador, menos relevância moral que o quinto mandamento ou que qualquer outro?

Embora eu tenha razões para não tomar, em geral, as palavras de Calvino a respeito do sábado como regra ou revelação, sua observação aqui é pertinente:

“Porque Deus jamais exigiu mais rigorosa obediência a algum preceito que a que exige a este. Quando ele quer mostrar, por seus profetas, que toda a religião foi destruída, ele se queixa de que seu sábado foi profanado e violado, ou que não foi bem observado e não santificado. Como se, ao negligenciarem este ponto, nada mais restasse em que ele recebesse honra.””

Comentar por Fabricio Lovato

Isaias

Dê uma lida sincera nesse link, e verás que a Bíblia faz sim distinção entre leis morais e cerimoniais e que o Sábado ainda está em vigor em nossos dias:

http://setimodia.wordpress.com/2009/03/23/prof-joao-flavio-martinez-do-cacp-vaziamente-refuta-20-questoes-adventistas/

Comentar por Fabricio Lovato

Fabricio, já lí muitos destes “bate-bocas” entre os adventistas e o pessoal da CAPC.
Acredito que todos os pontos que voce citou são mencionados no estudo que publiquei anteriormente. Por enquanto não tenho nada a acrescentar a eles. Na minha opinião são suficientes para refutar todos os argumentos que você citou aqui e são suficientes para refutar também os argumentos do link que você indicou.
De qualquer maneira, aguardo sua posição. Não precisa ter pressa, pois sei que todos nós temos uma vida muito atarefada.

Comentar por Isaias S. OLiveira

“Nós não aceitamos que Deus tenha enviado 2 ursas para estraçalhar 42 meninos porque chamaram Eliseu de careca;”

Usando um artigo do Michelson Borges:
Quanto a 2 Reis 2:23 e 24, antes de mais nada, é bom que se explique que as palavras traduzidas como “rapazinhos” (no hebraico nearim qetannin) significam “homens jovens”, não se tratando, portanto, de crianças irresponsáveis. As palavras “sobe, calvo”, segundo o Comentário Bíblico de Moody, faziam eco às palavras dos discípulos dos profetas a Eliseu: “O Senhor levará (para cima) o teu mestre” (v. 3, 5). Essas palavras tinham o seguinte significado: “Suba, para que possamos nos ver livres de você (e possamos continuar imperturbados pelos nossos maus caminhos)!” Uma cabeça calva ou rapada era sinal de lepra e indicava desgraça (Is 3:17). Embora Eliseu provavelmente não fosse calvo ainda, o epíteto mostra que os jovens o consideravam um “pária”, como um leproso. Desprezavam o profeta de Deus. A zombaria desonrava a Deus. Por isso a promessa de julgamento divino. Eles violaram a aliança divina ridicularizando seu superintendente. E a violação da aliança produz castigo/punição. Além disso, o tamanho do grupo dá a impressão de que a zombaria foi pré-arranjada.

“Nós acreditamos que, assim como nós humanos que somos imperfeitos, damos muitas chances aos nossos filhos de começarem outra vez quando erram, Ele também nos dará. Assim como uma criança que repete de ano na escola, lhe é dado outra oportunidade ao invés de simplesmente expulsá-la.
Acreditamos sim, que Ele nos dará tantas chances quanto for necessário para cumprir o que disse Seu Filho: “Meu Pai não quer que nenhuma ovelha se perca”.”

Ótimo! É exatamente isso que a Bíblia nos ensina!
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” 1 Jo 1.9

“O que está mais de acordo com a justiça de Deus: errou vai pro inferno, ou errou vai voltar até aprender?”

O que entendes por inferno?

Abraço e ótima semana a todos! 🙂

Comentar por Fabricio Lovato

Sobre o seu comentário das TJs copiarem, nós realmente aprendemos muito com um adventista , acho que é George o nome dele, os estudantes da bíblia lah no início (mais especificamente Russell nesse caso) publicaram um comentário pela ajuda dele quando ele morreu, ele era bem zeloso. Graças a Jeová não inventamos nada, afinal a verdade sempre existiu e sempre vai existir, apenas aprendemos, não, não temos nada de parecidos com os adventistas, mas respeitamos a eles como a todos (pricipalmente os de condição sincera). Somos sim cristãos, os que seguem com mais afinco a ordem de Jesus dita em (Mat 28:19,20). Apenas damos honra a seu Pai que lhe deu toda a autoridade (Mat 28:18). Mas vc tem todo o direito de achar o contrário, e não tô akí pra provar a ninguém isso (acordo cedo nos finais de semana e nas férias para isso, rsrs). Bom dia a vc, e ótimo comentário sobre os 42 delinquentes juvenis.

Comentar por Edrick

Olá Edrick!
Creio que estás a se referir a George Stetson [dei uma pesquisada agora :D]
Temos alguns ensinos em comum, tais como a mortalidade da alma, o “não-tormento” eterno e a vida eterna na Nova Terra restaurada.

Desculpe se te ofendi ao dizer que TJ’s não são cristãos, é que minha concepção de cristão inclui a aceitação da divindade de Jesus [mas como disseste, somos livres para discordar :)]
Também admiro muito o zelo missionário, tanto das TJ’s quanto dos mórmons.

Obrigado, mas esse comentário [dos juvenis]foi um “plágio”, apenas fiz um “ctrl c” “ctrl v”. 😀

Ótima semana e Deus te abençõe!

Comentar por Fabricio Lovato

“Desculpe se te ofendi ao dizer que TJ’s não são cristãos, é que minha concepção de cristão inclui a aceitação da divindade de Jesus” Que Jesus é divino não negamos (ou que tem qualidades divinas, como diz em algumas versões de bíblias em João 1:1), Noé, reis, anjos jah foram ditos como divinos em relação a homens, quanto mais Jesus! Mas não igualamos ele com seu Pai, nem damos honra a ele que deve ser dada ao Pai (Mat 4:6-8), e quando comparado as qualidades que tornam todos estes divinos aos nossos olhos com as do Pai, então só existe ele (Fil 2:5,6 ; Isa 43:10,11; Marc 10:17-19). Mas td bem, não posso nem quero mudar o que vc acha.

Comentar por Edrick

Oi Fabrício; tudo bem?
Olha, este artigo do Michelson, me desculpe, não serve para nada; não tem embasamento bíblico nenhum; apenas uma opinião dele.
Não encontrei na Bíblia, algo que dissesse que os rapazes fossem adultos e, mesmo que fossem, Deus, que no 5º mandamento nos mostra o “não matar”, nos dá um péssimo exemplo.
Olha, mais uma vez, me pego imaginando, Jesus ao lado do Pai, fazendo o seguinte comentário: “Pai, Tu me enviastes à Terra, fui humilhado, torturado, morto pregado numa cruz e na hora que eu Te pedi: “Pai afasta de mim este cálice”, não me ouvistes. No entanto, pelo simples fato de chamarem Eliseu de careca, usastes a Tua ira e mandastes 2 ursas para estraçalhar os que zombaram dele. Será que Eliseu é mais importante que Eu.”
É engraçado; ao invés do Mestre “invocar o mal em nome de Jeová, após ser pregado na cruz, pediu: “Pai, perdoa-os pois eles não sabem o que fazem”.
Que Deus imparcial esse Deus dos hebreus! Vinga o profeta por que o chamaram de careca, e vira as costas para Seu filho!
Gente, vamos raciocinar um pouco! Vamos, por uns instantes, esquecer a emoção e agirmos com a razão.
Ninguém “invoca o mal em nome de Jeová”; conhecido por nós como Deus!
Deus, como nos ensinou Jesus, é um Deus de amor, um Deus de bondade, um Deus de misericórdia! Não é possível imaginar que Deus possa ter raiva. Esse Deus que o A.T. tenta nos mostrar, volto a insistir, é o Deus dos judeus, um deus guerreiro, um deus dos exércitos, um deus colérico, um deus que aniquila todas as criaturas, que ele mesmo criou, um deus que não perdoa.
Totalmente contrário ao Deus Cristão.
Quanto a “se confessarmos nossos…”, não é tão fácil assim algumas pessoas entenderem o que é certo ou errado.
Vide em certos países, pessoas que se explodem em nome de Deus, por seguirem ensinamentos obtidos na sua “bíblia”, através de gerações, que ensina que o mártir vai para o céu “onde é servido por 70 virgens”. Experimenta entrar nesses países e dizer que eles estão errados e que devem seguir Jesus. É morte na certa.
O mais interessante disso tudo, é que o Deus deles é o mesmo do nosso do A.T., inclusive seus profetas.
Será que não deu ainda para perceber, que se Jesus, na época que aqui esteve, não tivesse “concordado” com algumas coisas do A.T., não teria sequer conseguido passar Sua mensagem?
Afinal, Jesus foi pregado na cruz por quê? Porque concordava com os judeus? porque seguia pari passu os ensinamentos bíblicos? Me parece que não!
O que eu entendo por inferno?
Olha, essa resposta não posso te dar, visto que, algumas religiões acreditam que é um fogo eterno, queimando sem parar, outras que as pessoas são queimadas sobre o mármore, outras que morreu tudo acaba e um dia ressuscita para ir para o céu ou inferno; outras que primeiro passa pelo purgatório, outras que morreu…acabou! Isto tudo tirado da mesma Bíblia. Incrível né?
Eu, particularmente não acredito em inferno nenhum; apenas que como disse Jesus: “dali não sairás enquanto não tiveres pago até o último ceitil”; ou seja, enquanto não quitarmos nossos débitos aqui na terra, com nossos irmãos, daqui não sairemos para um mundo melhor, como disse Jesus, “na casa de meu Pai existem muitas moradas.”
A propósito, experimenta ler o “Evangelho segundo o Espirtismo”, só por curiosidade e para que possamos discutir o que Jesus quis dizer com “dalí não sairás enquanto não tiveres pago até o último ceitil”.
Pode ler, que não é pecado.
Um grande abraço meu irmão Fabrício.

Comentar por Franco Marcolin

“Olha, este artigo do Michelson, me desculpe, não serve para nada; não tem embasamento bíblico nenhum; apenas uma opinião dele.
Não encontrei na Bíblia, algo que dissesse que os rapazes fossem adultos e, mesmo que fossem, Deus, que no 5º mandamento nos mostra o “não matar”, nos dá um péssimo exemplo.”

Mas os rapazes não eram adultos, eram jovens (como eu) que jah tinham plena noção de seus atos, delinquentes juvenis. Quanto ao “embasamento bíblico ” é só ler e meditar, pense o que + de 42 jovens estariam fazendo perto ou (depois) dentro de uma floresta, insultando um profeta que sabiam que era de Deus, usando provavelmente um milagre recem aconecido como deboche, chamando tal homem de careca, que como jah foi dito, era sinal de lepra ou miséria , para que ele sumisse de lah, sendo que ele estava lah para consertar o erro de isrrael (que incluía fornicação, passar crianças no fogo em oferenda aos deuses falsos, prostituição no templo e etc)? E para que eles queriam que o profeta que condenava o erro de todo o israel (incluindo de jovens como esse) sumisse de lah? Pra brincar de boneco? Ou para continuar as práticas degradantes jah alistadas?

“que no 5º mandamento nos mostra o “não matar”, nos dá um péssimo exemplo.””
Só que os mandamentos não eram para Ele, eram para nós, Ele sabe o que cada um merece, nós não, Jesus disse em João 3:36 – “Quem exerce fé no Filho tem vida eterna; quem desobedece ao Filho não verá a vida, mas o furor de Deus permanece sobre ele.”

“Olha, mais uma vez, me pego imaginando, Jesus ao lado do Pai, fazendo o seguinte comentário: “Pai, Tu me enviastes à Terra, fui humilhado, torturado, morto pregado numa cruz e na hora que eu Te pedi: “Pai afasta de mim este cálice”, não me ouvistes. No entanto, pelo simples fato de chamarem Eliseu de careca, usastes a Tua ira e mandastes 2 ursas para estraçalhar os que zombaram dele. Será que Eliseu é mais importante que Eu.””

Garanto que Jesus não perguntaria isso na vida real, Elias e Eliseu e vários outros profetas sofreram inúmeras perseguições, Jesus disse “Jerusalém, Jerusalém, MATADORA DOS PROFETAS e apedrejadora dos que lhe são enviados — quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, assim como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo de suas asas! Mas vós não o quisestes. Eis que a vossa casa vos fica abandonada.” (Mateus 23:37, 38)Foram vários e vários profetas mortos por israel, mas Jeová não desistia de enviá-los, até que enviou seu próprio filho (sua morte e tortura envolve vários aspéctos que daris um novo blog) e tb mataram ele!(Veja Mat.21:33-41)

“É engraçado; ao invés do Mestre “invocar o mal em nome de Jeová, após ser pregado na cruz, pediu: “Pai, perdoa-os pois eles não sabem o que fazem”.
Que Deus imparcial esse Deus dos hebreus! Vinga o profeta por que o chamaram de careca, e vira as costas para Seu filho!”

Virou as costas para o filho!! Houve um terremoto que abalou todo o lugar!! ERA A DOR DE UM PAI!!!! NÃO LESTES AS ESCRITURAS ? A VERDADEIRA VINGANÇA POR TODAS A ALMAS INOCENTES MORTAS HÁ AINDADE DE VIR, E SERÁ DIRIGIDA PELO PRÓPRIO JESUS (Atos 2:16) Deus não quer matar todo mundo, quer dar chance a todos, como deu aos israelitas, mesmo eles matando centenas de profetas, ele agia dessa forma em ocasiões diferentes,por haver necessidades e condições de corção diferente! Mas todos receberão akilo que merecem, a destruição eterna (para os ímpios)Mat. 24:49-51 ; 25:45-46.

“Deus, como nos ensinou Jesus, é um Deus de amor, um Deus de bondade, um Deus de misericórdia! Não é possível imaginar que Deus possa ter raiva”
É, aí ele olha uma cara violentando uma criança e fica feliz?! O amor é uma das principais qualidade de Deus (1Jo.4:8), e é isso que o faz odiar o mal (Sal 11:5) Não há associação entre aluz e a escuridão: “Deus é luz e não há nenhuma escuridão em união com ele.” (1 João 1:5) Ele tb é todo-justo, todo-sábio e todo-poderoso, não sei vc, mas eu não vejo amor em quem não dá a mínima para a maldade!!

“Vide em certos países, pessoas que se explodem em nome de Deus, por seguirem ensinamentos obtidos na sua “bíblia”, através de gerações, que ensina que o mártir vai para o céu “onde é servido por 70 virgens”. Experimenta entrar nesses países e dizer que eles estão errados e que devem seguir Jesus. É morte na certa.
O mais interessante disso tudo, é que o Deus deles é o mesmo do nosso do A.T., inclusive seus profetas.”

As cruzadas e várias outras guerras foram feitas em nome de Jesus, e vc não pode dizer que é culpa de Jesus

“Afinal, Jesus foi pregado na cruz por quê? Porque concordava com os judeus? porque seguia pari passu os ensinamentos bíblicos? Me parece que não!”

Exato! Jesus veio “cumprir” esta legislação divina. Visto que não tinha pecado, guardava-a perfeitamente, “até à morte, sim, morte numa estaca de tortura” (Fil. 2:8; Heb. 4:15; 1 Ped. 2:22) Sua morte sacrificial também cumpriu tipos proféticos providos pelo sistema de sacrifícios de animais, na Lei. — Dan. 9:26, 27; Heb. 10:1-9. Os israelitas não cumpriam a lei (Veja a condenação em Mat.23), se cumprissem saberiam que ‘Tinham de amar o teu próximo como a ti mesmo.’ (Levítico 19:18).

Tb não acreditamos no inferno de fogo, como jah mostrei, o salário do pecado é a morte, depois não há nada o que pagar, não acreditamos em reencarnação. Pergunta: Quand Jesus ressuscitou as pessoas naterra, significa então que ele matou outras que estavam com a vida e bor]tou de volta lah?

Comentar por Edrick

Meu caro irmão Isaías,

Você há de me perdoar ter que expor aqui, diante do teu extenso comentário, algumas razões por que, diferentemente do Franco, não estou de acordo com o teu estudo.

“‘LEI MORAL’ e ‘LEI CERIMONIAL’ não existem em nenhum lugar da bíblia; é invenção dos sabatistas.”

Meu caro irmão, ninguém necessita ver os termos LEI MORAL e LEI CERIMONIAL escritos na sua Bíblia para perceber a diferença entre elas. E não. Isso não é invenção de sabatistas. William Taylor, Strong, Spurgeon, para mencionar só alguns cristãos estudiosos mais conhecidos, percebem e expõem a distinção entre elas, mas qualquer outro estudioso cristão anônimo pode ver a diferença. A mesma coisa fizeram os teólogos redatores das mais diversas confissões cristãs (Confissão Helvética (1566), os Artigos de Religião da Igreja da Inglaterra (1571), a Declaração de Savoya da Igreja Congregacional (1658), a Confissão de Fé de Westminster (1647), os 25 artigos da Igreja Metodista (1784) … Eles apenas abriram suas Bíblias e a estudaram. Sabiam que “lei moral”, “lei civil”, “lei cerimonial”, “milênio”, “premilenismo”, “cristologia”, “soteriologia” e outros assuntos não vão deixar de estar na Bíblia só porque os sistematizamos por meio de nomenclatura.

Abaixo um diálogo em que omito, momentaneamente, o nome de um entrevistado mais “contemporâneo”: será ele um “sabatista”?
há a mesma citação no link do Fabrício com a identificação)

“Mr. ….., alguns homens religiosos que conheço dizem que os Dez Mandamentos são parte da “lei” e não se aplicam a nós hoje. Dizem que nós, como cristãos, estamos “livres da lei”. Está certo?

Resposta: Não, não está certo, e espero que você não seja desencaminhado por estas falsas opiniões. É de suma importância compreender o quer dizer o Novo Testamento quando afirma que estamos “livres da lei”. Como é evidente, a palavra “lei” é usada pelos escritores do Novo Testamento em dois sentidos. Algumas vezes ela se refere à “lei cerimonial” do Velho Testamento, que se relaciona com matéria ritualística e regulamentos concernentes a manjares, bebidas e coisa deste gênero. Desta lei, os cristãos estão livres na verdade. Mas o Novo Testamento também fala da “lei moral”, a qual é de caráter permanente e imutável e está sumariada nos Dez Mandamentos.” (as aspas em lei cerimonial e lei moral são minhas).

“O decálogo foi escrito em tábuas de pedra e posto dentro da arca, não por ser supostamente superior ao restante da lei…”

Olha…ainda bem que eu tenho essa explicação do Isaías, se não seria levado a pensar (como penso que qualquer pessoa que estude o assunto o seja) que para o Deus criador e legislador ele (o decálogo) era de fato superior, e Deus teria alguma razão para separá-lo da outra (sendo o primeiro proclamado pela boca de Deus e escrito com seu próprio dedo, escrito em tábuas de pedra, inconfundivelmente honrado dentro de uma arca revestida em ouro)… agora a sério: será que diante da necessidade de minimizar o decálogo (apenas para tentar atingir um de seus mandamentos), até o Deus “de ordem” deixa de sê-lo, e já não importa mais qual a sua intenção?

“…quem diz que o sábado deve ser guardado deve guardar também toda a lei judaica!”

Quem diz que o sábado deve ser guardado (É Deus quem diz) não diz que que toda a lei judaica também deve ser guardada. Será que quando lemos no Apocalipse 14:12: “Aqui está a paciência dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus”, vemos uma referência a cristãos que ainda sacrificam cordeiros?

“Em primeiro lugar, o verdadeiro cristão não precisa de um dia específico para adorar a Deus(Rom.14:5; Coloss.2:16)”

Mas a Palavra de Deus diz que há um dia “especial”. Deus deve ser sempre adorado, mas isso não invalida o fato de que há um dia que Ele determinou como santo (sobre Rom. 14:5 e Coloss. 2:16, não deixe de ver o último comentário do link provido acima pelo Fabrício).

“o próprio Jesus violou o sábado em muitas outras ocasiões, o que o levou a ser perseguido pelos judeus”

As “violações” da tradição judaica já foram explicadas acima.

Prefiro ficar com o testemunho do próprio Jesus:

“Quem de vós me convence de pecado”?

“Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço.” S. João 15:10

“Em segundo lugar, Davi está profeticamente falando sobre o DOMINGO. Duvida? É só examinar o contexto. O salmo 118:22-24 começa falando profeticamente sobre a pedra rejeitada pelos edificadores. Esta pedra rejeitada é Jesus(Atos 4:11,12). Esta rejeição ocorreu numa sexta-feira(Marcos 15:12,13,25,42-45). A outra parte do verso que diz “tornou-se cabeça de esquina” cumpriu-se no dia da ressurreição de Cristo, ocorrida no primeiro dia da semana(domingo) – Marcos 16:9. Diz a profecia a respeito deste dia: “Este é o dia que fez o Senhor; Alegremo-nos e regozijemos-nos nele”.”

Quanta falta faz um fundamento bíblico para sustentar a “santidade” de um dia!
Por que alguém teria que enxergar o primeiro dia da semana numa passagem que trata da salvação como um todo? “Abraão, vosso pai, alegrou-se por ver o Meu dia, viu-o e regozijou-se. S. João 8:56

Jesus não foi rejeitado apenas na sexta-feira, nem se tornou “a cabeça de esquina” apenas no domingo. O dia da salvação começou antes e se refere uma série de eventos em sequência não compreendidos num período de um único dia, mas no período maior da vida de Cristo.

E por que “forçar tanto a barra” inutilmente para destacar um dia da semana, se não se “precisa de um dia específico para a adorar a Deus”?

“Os discípulos se alegraram neste dia de domingo ao verem Jesus ressuscitado(João 20:19,20), o pentecostes era celebrado aos domingos(Levit.23:15), os discípulos receberam o derramamento do Espírito Santo num domingo, dia de pentecoste; foi neste dia que o primeiro sermão evangelístico foi pregado, foi neste dia que as primeiras pessoas aceitaram a Jesus como seu único e suficiente salvador(Atos 2:1-47), os cristãos se reuniam aos domingos para partir o pão (Atos 20:7), recolher mantimento para os irmãos necessitados (I Corint. 16:1,2)”

Todos os “acontecimentos” do “primeiro dia da semana”, foram registrados décadas (lembremo-nos: décadas!) depois da ressurreição, e os evangelistas invariavelmente não relatam nenhuma mudança no dia de repouso do sábado para domingo. Os cristãos partiam o pão diariamente (Atos 2:46) e nesse “partir o pão” não há necessariamente a idéia de santa ceia. Walker: “…partiam o pão diariamente em casas particulares. Este “partir o pão” servia a um fim duplo: era um elo de fraternidade e um meio de sustento para os necessitados.”

Sobre “a” reunião que você menciona (Atos 20:7). O sábado termina ao pôr-do-sol, começando daí o “primeiro dia da semana” (Há pelo menos uma versão na linguagem de hoje em que já vi: “no sábado à noite”). Conybeare and Howson: “Era o anoitecer que sucedia o sábado judaico. No domingo de manhã o navio havia de partir…” Calvino: “É ponto pacífico que Paulo esperara pelo sábado…” Moffat: “Paulo e seus amigos não podiam, como bons judeus, iniciar uma viagem no sábado; fizeram-na tão cedo quanto foi possível, a saber, na madrugada do ‘primeiro dia’ – tendo o sábado expirado ao pôr do Sol.” Robertson: “Com toda a probabilidade se reuniram em nosso sábado à noite – o início do primeiro dia ao pôr de Sol.” McGarvey: “Chego a conclusão de que os irmãos se reuniram na noite após o sábado judaico, que era ainda observado como dia de repouso por todos dentre eles que eram judeus ou prosélitos; e considerando este fato, tal foi o início do primeiro dia da semana…” Robertson Nicoll: “A reunião realizou-se no que poderíamos chamar de sábado à noite; pois nos devemos lembrar de que o primeiro dia judaico começava ao pôr de Sol do sábado.” É bom ressaltar que Lucas, que escreveu o livro de Atos, não se vale da contagem romana, mas do sistema judaico (conferir: “hora sexta”, “hora nona”, entre outras citações etc.)

Sobre I Cor. 16:1,2. Basta ler o texto: “No primeiro dia da semana cada um de vós “ponha de parte”, em casa, conforme a sua prosperidade, e “vá juntando”, para que se não façam coletas quando eu for.” (aspas minhas).

Não se tratava de nenhuma reunião, nem de nenhum culto em igreja. William Domville: ” É estranhável que um texto que nada diz a respeito de qualquer reunião para qualquer propósito, venha a ser usado para provar um costume de reunir com finalidades religiosas!…”

“…Isso basta?”

Bastaria apenas uma ordem divina. E nenhum cristão consciencioso precisaria “inventar” ou “forçar” nenhum outro fundamento.

“se você guarda o sábado, então não é um cristão, e sim um judeu.”

Espero que perceba que essa frase, que não foi dita, mas insinuada acima não por você (os que conhecem a Bíblia sabem) não tem nenhum respaldo bíblico, razão da minha intervenção.

E chamo a atenção para o fato de que a afirmação “De nada adianta dizer que é cristão se você não guarda o sábado” jamais foi dita aqui nem defendida por mim. Uma das razões que me atraem a esta página é encontrar aqui cristãos que demonstram seu compromisso com a Palavra de Deus no tocante à criação e outros temas relacionados, mesmo que a compreensão que tenham sobre esse assunto do sábado e outros possam diferir da minha. De que adiantaria alguém passar a guardar o sábado sem ter a compreensão do que isso significa? Não espero que ninguém chegue à mesma compreensão que tenho sem o estudo da Bíblia e sem oração, mas com tudo isso, mais a reflexão: o sábado nasceu na mente de uma Pessoa. Com base na Bíblia, o que será que essa Pessoa pensa sobre o assunto?

Agora, se tivermos que voltar ao ponto original da minha intervenção teríamos que responder à pergunta: Onde está o mandamento bíblico que justifica a afirmação de que alguém para ser cristão tenha que guardar o domingo, a terça-feira que seja, mas não aquele dia que o Senhor Deus estabeleceu e intitulou como o seu “santo dia”?

Um abraço!

P.S. O entrevistado acima é Billy Graham.

Comentar por Darjo

“…Ninguém precisa ver os termos Lei Moral e Lei Cerimonial escritos na sua Bíblia para perceber a diferença entre elas…”

Diferença? Qual diferença?
Como eu já esperava, você não citou nenhuma passagem bíblica. Nenhuma! Nem explicitamente, nem implícitamente! Você citou confissão disso, confissão daquilo… Bíblia que é bom, você não citou nada. Mas eu já esperava por isso. E parece que você não leu as muitas passagens bíblicas que citei.
Qual o seu problema com a Bíblia?
Já que você parece não querer abrir sua Bíblia, vou transcrever algumas passagens (Mais uma vez!)que jogam por terra a falácia da “Lei Moral” e “Lei Cerimonial”:

“E chegando o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se juntou como um só homem.. E disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse O LIVRO DA LEI DE MOISÉS, QUE O SENHOR TINHA ORDENADO A ISRAEL…
…E os ouvidos de todo o povo estavam atentos ao LIVRO DA LEI…
…E leram no LIVRO, NA LEI DE DEUS…
…E acharam escrito na LEI QUE O SENHOR ORDENARA… que os filhos de Israel habitassem em cabanas…
E de dia em dia, Esdras leu no LIVRO DA LEI DE DEUS…
E levantando-se no seu lugar, leram no LIVRO DA LEI DO SENHOR SEU DEUS…
Porque qualquer que guardar TODA A LEI, e tropeçar em UM SÓ PONTO, tornou-se culpado de todos…
Todos aqueles, pois, que são das obras da LEI, estão debaixo de maldição; Porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em TODAS AS COISAS que estão escritas no LIVRO DA LEI, para fazê-las.
E cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a LEI DE MOISÉS, o levaram a Jerusalém, para o apresentarem ao Senhor, segundo o que está escrito na LEI DO SENHOR: Todo o macho primogênito será consagrado ao Senhor, e para darem a oferta segundo o disposto na LEI DO SENHOR: Um par de rolas ou dois pombinhos.
Também estabeleceu a parte da fazenda do rei para os holocaustos da manhã e da tarde, e para os HOLOCAUSTOS DOS SÁBADOS, e das luas novas, e das solenidades; como está escrito na LEI DO SENHOR.
Seis dias trabalharás, mas ao sétimo dia descansarás… TAMBÉM guardarás a festa das semanas, que é a festa das primícias da sega e do trigo…
Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela LEI; da graça tendes caído.
Não aniquilo a graça de Deus; porque se a justiça provém da LEI, segue-se que Cristo morreu em vão.
Sabendo que o Homem não é justificado pelas obras da LEI, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da LEI; porque pelas obras da LEI nenhuma carne será justificada.
Mas antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da LEI, e encerrados para aquela fé que havia de se manifestar. De maneira que a LEI nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados. Mas depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio.

Neemias 8:1,3,8,14,18; 9:13,14; 10:29,31-36.
Tiago 2:10; Gálatas 3:10; Lucas 2:22,24; II Crôn.31:3, Êxodo 34:21-23 e etc, Levit. 16:29-34; 23:27-43; Gál.5:4; 2:16,21; 1:23-25 e etc, etc, etc e etc.
Ao contrário do Darjo, que fala mais em confissão disso, confissão daquilo, Billy Graham falou isso e aquilo, eu prefiro ficar com o quê a Bíblia diz.
Em que passagem da Bíblia Jesus ou os apóstolos ordenam, implicitamente ou explicitamente, a guarda do sábado? Em lugar nenhum!
“Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho ALÈM DO QUE VOS TEMOS ANUNCIADO, seja anátema (Gál.1:6-8).
Eu poderia, refutar aqui mesmo, todos os outros comentários do Darjo. No entanto, ficará muito longo se eu for colocar aqui tudo aquilo que a Bíblia diz contra sua doutrina sabática.
Darjo, se você quiser levar o assunto adiante, comunique-se comigo pelo e-mail: isooliveira@bol.com.br pois este blog é destinado a debater a evolução e assuntos similares. Sinto que discutindo a questão do sábado aqui, estaremos atrapalhando o blog.
Até amanhã.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Realmente, neste blog o tema central é evolução etc.Porém, me parece que estudar, discutir e tentar “entender” Deus, também é uma evolução.
Estive observando a discussão sobre guardar ou não guardar o sábado, se é uma lei moral, cerimonial, se estamos sobre a graça ou sobre a lei, enfim um montão de coisas que não nos levam a nada.
Meu Deus do Céu! A coisa é tão simples e as pessoas complicam tanto!
Tenho aqui em casa várias Bíblias, de várias correntes: Católicas, das Testemunhas de Jeová e Protestantes. Porém, o que deveria ser extamente igual, as traduções são completamente diferentes. O que é mais incrível, traduzidas do mesmo livro. Mas tudo bem.
A título de curiosidade, observei que a Bíblia Católica tem 1624 páginas e a das TJs, 1307 (as letras são menores).
Sabe quantas páginas são dedicadas ao Evangelho de Jesus? aproximadamente 20; ou seja, em torno de 1,5%! Isto mesmo; um e meio por cento!
Isto, contando que praticamente 80% ou mais, são comentários sobre onde Jesus andava, com quem andava, descrição de lugares, e etc. Portanto, se formos enumerar apenas os ensinamentos diretos de Jesus, talvez ocupem menos de 5 páginas.
Nestas cinco páginas, Ele nos mostra que para atingirmos o Paraíso, basta
“amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo”.
Mais simples, impossível!
Mas nós, que somos mais perfeitos que Ele, tentamos buscar novas fórmulas.
Se devemos ou não trabalhar aos sábados, se devemos ou não comer carne de porco, se devemos ou não usar chapéu, se devemos ou não cortar o cabelo, se devemos ou não ser circuncidados, se devemos ou não amar aquele irmão que não professa a nossa fé. Enfim tudo aquilo que os doutores da lei antiga e hoje continuam a discutir.
Ah, ia esquecendo; Ele também disse que tomássemos cuidado com os doutores da Lei; os intérpretes da Lei; aqueles que, quando viram o homem caído na estrada, ferido por assaltantes, passaram ao largo. Enquanto que o samaritano que era um povo excluído pelos doutores por não acreditar em nada o socorre e Jesus nos mostra que devemos fazer como ele, samaritano.
Meu Deus! O Mestre nos mostra um samaritano, um “dalit” na cultura hindu, um herege na cultura cristã, como um exemplo a ser seguido!?
É surpreendente este Jesus; nos dá cada tapa na cara e nós continuamos discutindo se é ou não proibido trabalhar aos sábados. Coisa que Ele mesmo fazia.
Mestre, volta logo, que parece que seus seguidores ainda não entenderam nada da sua mensagem.
Um grande abraço de seu irmão
Franco.

Comentar por Franco Marcolin

“amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo”. Perfeito.

Mas, o que envolve isso ? Só falar da boca para fora “Nem todo aquele que disser “Senhor, Senhor”, entrará no reino dos céus”? Ou se esforçar em enteder e seguir seus ensinamentos?

É sim muito simples! Simples até de+!!! O problema é, quem disse Satanás vai deixar barato? “Se perseguiram a mim, tb perseguirão a vós”

Comentar por Edrick

“O Mestre nos mostra um samaritano, um “dalit” na cultura hindu, um herege na cultura cristã, como um exemplo a ser seguido!?”

Que cultura cristã? Só se for do catolicismo da época.

“Isto, contando que praticamente 80% ou mais, são comentários sobre onde Jesus andava, com quem andava, descrição de lugares, e etc. Portanto, se formos enumerar apenas os ensinamentos diretos de Jesus, talvez ocupem menos de 5 páginas.”

Tah contando errado mais uma vez. Praticamente td o que Jesus fazia era um ensinamento! E td cabe em muito mais do q uma página

“amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo”. Sim , mas isso envolve mais do que só falar, ou sentir algo, assim como nosso amor pelo nosso pai nos leva a seguir e entender suas norma, nosso amor a Deus tb:
“O amor de Deus significa o seguinte: que observemos os seus mandamentos; contudo, os seus mandamentos não são pesados.” — 1 JOÃO 5:3.

Tb acho ridículo esse bate boca sobre o sábado, mas pelomenos isso mostra que estão desejosos de servir corretamente a Deus, demonstrando que o amam, não só falando.

Comentar por Edrick

“Darjo, se você quiser levar o assunto adiante, comunique-se comigo pelo e-mail: isooliveira@bol.com.br pois este blog é destinado a debater a evolução e assuntos similares. Sinto que discutindo a questão do sábado aqui, estaremos atrapalhando o blog.”

Sem problemas, meu irmão. Também não quero atrapalhar nosso amigo Sabino. Acho que você expôs bem seu ponto de vista (quase uma cópia de um antigo livro anti-sábado), enquanto eu tentei apontar, em alguns pontos principais, as falhas que percebo nele (com quase uma cópia de outro antigo livro pró-sábado). Fica o registro aqui e acho que ele seja útil para os que queiram fazer um estudo sobre o assunto.

Antes, porém…

“Como eu já esperava, você não citou nenhuma passagem bíblica.”

A tua alegação “é invenção de sabatistas” (que era o ponto em questão) não está na Bíblia. Mostrei que essa afirmação (que, sinceramente, acredito seja mais um cópia do que uma compreensão fundamentada vinda do teu próprio estudo) está claramente errada. Não há necessidade de citar a Bíblia para demonstrar isso.

“Diferença? Qual diferença?”

Quem sabe trocando e-mails cheguemos num acordo de que os versos que você cita em nada vão contra o que estou afirmando. Que “lei” pode ser usada na Bíblia dependendo do livro e do autor como se referindo tanto à lei de Deus como à lei de Moisés, tanto ao decálogo como à lei cerimonial, ou até aos cinco primeiros livros de Moisés não está em questão. Nem que há preceitos morais em outras partes da Bíblia. Nem que a justificação é pela fé. Mas há uma lei proclamada por Deus, somente escrita por ele e guardada solenemente dentro da arca. Se não pode ver a distinção de seu conteúdo moral em relação a outras ordenanças, nem a honra que ela recebe em relação às demais, ninguém poderá ver por você.

“E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.” Apoc. 11:19

Um abraço! Até mais.

Comentar por Darjo

Desculpem entrar na “briga” de vocês. Mas realmente é engraçado duas pessoas que se dizem cristãs, discutindo “quem nasceu antes: o ovo ou galinha”.
Gente, se vocês se auto denominam cristãos, atenham-se apenas aos ensinamentos do Mestre Jesus.
Na postagem acima, eu mencionei que Jesus nos pediu que apenas amássemos a Deus e ao próximo como a nós mesmos.
Não sejamos como os doutores da Lei, sempre execrados por Jesus e que pedia para tomarmos cuidado com eles.
Um abraço fraterno e que Deus nos ilumine.
Franco

Comentar por Franco Marcolin

Olá, Franco.
Voce mencionou as diferenças entre as bíblias. Elaborei um estudo sobre isto também. Se você, ou mais alguém se interessar, mande-mem um e-mail e lhes enviarei o quê aprendí em minhas pesquisas. Um abraço a todos.

Comentar por Isaias S. OLiveira

Franco,
Enquanto os comentários não “evoluem” para outra direção, só mais algumas reflexões, a partir dos teus comentários:

“Realmente, neste blog o tema central é evolução…”

Mas também “a criação de Deus..” Então, só para não perder a justificativa, nenhum outro mandamento bíblico pode ser mais diretamente relacionado com a criação do que o mandamento que estamos discutindo (e, de certa forma, você tem o mérito de ter provocado, mais acima, a discussão, talvez inconscientemente), o que tem toda a pertinência, apesar de não ser, como sabemos, o foco específico do blog.

“Desculpem entrar na “briga” de vocês”

Na verdade, acho que posso achar muitos mais pontos de concordância em outros assuntos com meu irmão Isaías, e não vejo como uma “briga” sobre quem tem razão, mas simplesmente como uma exposição de motivos que nem sempre são expostos, e que, quando feita, pode ser útil (Deus o sabe) para o conhecimento mútuo e de terceiros, que, no caso específico da tua alegação mais acima, podem avaliar, por exemplo, o absurdo que é, num conceito sem o apoio da Escrituras, mas bem ao contrário delas, alguém tentar sustentar que um crente em Cristo, guardador do único dia sagrado conhecido pelos primeiros cristãos, “feito”, como Cristo mesmo diz, (e por ele mesmo: “Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez”) para o homem, guardado por ele, separado como “santo” pelo próprio Senhor, deva ser considerado não um cristão, mas um judeu (sendo cristão aquele que guarde outro dia sem nenhuma exemplo ou ordem de Cristo para isso).

“Mas nós, que somos mais perfeitos que Ele, tentamos buscar novas fórmulas.
Se devemos ou não trabalhar aos sábados, se devemos ou não comer carne de porco…”

Reflexão: aproveitando esse raciocínio, um cristão avançaria com o esse exemplo dentro daquela lei escrita pelo próprio dedo de Deus? Se não? Por que não?

Exemplo: “Mas nós, que somos mais perfeitos que Ele, tentamos buscar novas fórmulas. Se devemos ou não santificar o sábado, se devemos ou não adorar imagens, se devemos ou não tomar o nome de Deus em vão, se devemos ou não matar, se devemos ou não adulterar, se devemos ou não honrar nossos pais, se devemos ou não dizer falso testemunho…Tudo isso não tem a menor importância.”

É só uma reflexão, mas quando aparecer um “Jesus” defendendo esse tipo de raciocínio, saberei que o verdadeiro Jesus estará mesmo bem próximo, às portas (tenho que esclarecer que por “às portas” (cautela, nunca faz mal) estou me referindo à proximidade da volta de Cristo, “nas nuvens do céus, com poder e grande glória…” e isso, entre outras advertências, também faz parte dos ensinamentos de Jesus (o da Bíblia, obviamente), e não outro.

“Gente, se vocês se auto denominam cristãos, atenham-se apenas aos ensinamentos do Mestre Jesus.”

Outra reflexão: desde que não sejam os ensinamentos do “Jesus” descrito acima, mas os do Jesus das Escrituras, que defendia os mandamentos dados por Deus, Ele apoiaria que nos ativéssemos a todos eles (ensinamentos e mandamentos de Deus), ou só a uma parte que nos fosse conveniente?

“Não sejamos como os doutores da Lei, sempre execrados por Jesus e que pedia para tomarmos cuidado com eles”

Última reflexão: e qual era uma das razões por que Jesus pedia para termos cuidado com eles? De um lado estavam os doutores da lei. Do outro, Jesus. Os doutores da lei tinham uma direção e alcançaram um propósito bem definido: invalidar o mandamento de Deus. De que lado estava Jesus? Em que direção ia Ele?

“E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição.”

Um abraço a todos!

Comentar por Darjo

ta mtu fixe u teu blog sabinu vou ver se ao ler u que aki dis aprendu alguma coisa lol

Comentar por rafael

Querido amigo Darjo
O que eu quero tentar explicar, é que a Bíblia suporta milhares de interpretaçãos. Por isso é que eu digo, que não podemos considerá-la como uma verdade absoluta; mas sim a verdade de cada um que a interpreta.
Veja o caso de você e do Isaias: da mesma Bíblia, um entende que devemos guardar o sábado, já outro entende que não. Quem está certo? Não sei, eu acho que não devemos. Veja só que coisa.
Sabe porquê eu não considero a Bíblia, como dizem, “inerrante? porque nela existem muitas contradições.Veja alguns exemplos:
Quem incitou Davi a fazer o recenseamento:
Deus,2Sm 24:1
Satanás, 1Cr 21:1

Os anos de fome foram:
Sete – 2Sm 24:13 ou
Tres – 1Co 20:1

Deus pode ser visto:
Gn 32:30 Ví Deus face a face
Ex 33:11 Falava o Senhor a Moisés face a face
Ex 24:9 Eles viram a Deus e comeram e beberam
Am 9:1 Ví o Senhor em pé junto ao altar
Gn 26:2 …apareceu-lhe o Senhor…

Ou apenas pelas costas?
Ex 33:23 Depois quando eu tirar a mão, me verás pelas costas; mas minha face não verás.

Mas há também passagens que mostram que Deus jamais pode ser visto:
Jo 1:18 Ninguém nunca viu a Deus
Jo 6:46 Ninguém viu ao Pai
1Jo 4:12 Ninguém jamais viu a Deus
Ex 33:20 Não poderás ver minha face, pois nenhum homem pode ver minha face e viver
1 Tm 6:16 ..a quem nenhum dos homens viu e nem pode ver.

É possível ir ao céu de corpo e alma?
2Rs2:11 ..Elias subiu ao céu num rodamoinho
Jo 3:13 Ninguém subiu ao céu, senão quem desceu do céu – o Filho do homem.
Olha, isto é só para citar algumas; você sabe muito bem que existem milhares.
Quero deixar bem claro, que nós, Espíritas, acreditamos no mesmo Deus que vocês Evangélicos acreditam, acreditamos nos profetas, acreditamos, claro, em Jesus, apenas entendemos que muito do que a Bíblia nos mostra são alegorias, como o dilúvio, Adão e Eva, para mostrar que Deus é capaz de tudo, que Ele foi o responsável pela vida. Porém, com o tempo, a sabedoria e a ciência, vemos que tudo isso só servia para aquela época, como eu já disse, para um povo ignorante que só acreditava num deus que fosse à sua maneira e costume: guerreiro, dominador, vingador, conquistador. Caso fosse diferente, não acreditariam; tanto é que veio Jesus, e Ele foi uma tremenda decepção pois não possuia nenhuma dessas qualidades. Veja o exemplo dos judeus. Sté hoje esperam um Salvador nesse modelo.
Bem, mas me parece que como João Batista, estou pregando no deserto. Paciência.
Perceba que muitos anos se passaram até que alguns poucos entendessem Sua mensagem.
Quando Jesus disse eu vos enviarei o “Espírito da Verdade”, nós entendemos que Ele já veio nos esclarecer o que naquela época o povo não tinha capacidade par entender: “Daqui não sairás enquanto não tiveres pago até o último ceitil” .
Isto me lembra Jesus no caminho de Emaús, quando falava aos Apóstolos e eles não conseguiam entender.
O Espírito da Verdade, também se manifestou através do Espiritismo, mas poucos conseguem entender ou melhor, não querem nem saber e nem procuram conhecer. O dia que o procurarem, farão como Paulo:”Senhor, creio sou cristão”.
Abraços

Comentar por Franco Marcolin

Até deu vontade de responder, mas só segunda, se bem que o pessoal akí é “bom de bíblia” e vão responder rapidinho (se certo não sei). Mas bastaria ler o contesto pra ver que os que “viram Deus” viram na verdade seus mensageiros (representantes de Deus), era como falar no telefone com Deus, os anjos eram apenas “telefones”, que o texto de Samuel pode (não deve), só pode ser traduzido com o “ele” (levando a Deus), mas não necessariamente, e se for assim o leitor tb verá que Deus jah estava irado com israel e só permitiu esse “opositor” fazer isso, que elias apenas voou, jah que ele aparece mais tarde em outro lugar pregando e etc.

Conhecereis a verdade, e a verdade vois libertará. Vc pode não entender a bíblia, mas isso não a torna falso, apenas mostra que vc não é sincero! Só pq não sabem realmente se a gravidade é força ou distorção do espaço-tempo não prova que ela não exista nem que não possa uma dia ser entendida!

Comentar por Edrick

Ah, tá, desculpe eu não me liguei que Elias apenas “voou”. Ah, tem uma outra igual essa que eu vou te contar: “Então naquela noite, o anjo Gabriel apareceu com um cavalo alado, entregou a Maomé e este foi voaaaando até Jerusalém”. Boa né? Esta também é verdadeira, pergunte a um muçulmano e se estiver cansado dessa vida, diga a ele que é mentira; morte certa!
Ah, tem outra também de um velhinho que sai voando num trenó puxado por renas…ah, o resto você conhece.
Amigão, assiste o filme “Twister” e lá também tem gente, vaca, caminhão, cavalo, tudo voando.
Jesus Cristo!!!!!!!!!!!! e você ainda me fala que o pessoal aqui é “bom de Bíblia”.
Olha, estas perguntas que eu fiz a você, eu fiz a uma dezena de “entendidos” em Bíblia. Se você soubesse a quantidade de besteiras que recebi como resposta, ficaria vermelho de vergonha.
Você já percebeu que nenhuma das respostas suas, ou do seu pessoal “bom de Bíblia” têm sentido, coerência, embasamento bíblico ou científico, apenas achismos?
Sabe, me desculpe mas não é possível que pessoas esclarecidas, com um mínimo senso de razão, com “todas as lamparinas do juízo acesas” como dizem os hindus, possam aceitar respostas tão infantis.
Vocês, no seu fanatismo desenfreado, acreditam em tudo. Vão ser cabeça-dura lá no Irã, Iraque, Arábia Saudita etc.,etc., etc.
Você não respondeu nada da postagem que eu fiz.
Faz como eu, responde item por item; pede ajuda pro pessoal aí “bom de Bíblia”.
Olha, vou te dar uma ajudazinha numa pergunta, a mais difícil.
Sabe porque em Samuel Deus incita, e em Crônicas Satanás?
Porque os judeus só conheceram a figura de Satanás após o cativeiro na Babilônia, onde em contato com os persas, assimilaram a sua religião o Zoroastrismo, que acreditava em um diabo pessoal,”Angra Mainyu ou Ahrimam” e num Deus Supremo chamado “Ahura-Mazda”. Forças estas que se combatiam desde o início dos tempos.
Esta crença foi assimilada pelos judeus e passou a se chamar Satanás. Agora, para quem só entende de Bíblia, só lê a Bíblia, fica difícil entender. Mas eu vou te dar mais uma colher de cha´. Procura aí na sua Bíblia, e vê se a palavra Satanás existe antes dos judeus voltarem do cativeiro.
A única coisa que se aproveita aí no que você e os “bons de Bíblia” escreveu é a fantástica frase de Jesus: “buscarei a verdade e a verdade vos libertará”. Porém, conhecer a verdade não é o suficiente é preciso aceitá-la, é preciso entendê-la. É preciso separar o joio do trigo.
Você fala que eu não entendo de Bíblia e eu respondo: ainda bem. Minha inteligência não permite; para isso eu teria que me tornar um pastor, assim como o casal Hernandez da Igreja Renascer, detidos nos EUA por evasão de divisas, ou Edir Macedo da Igreja Universal que possui a maior fortuna do Brasil, graças às ameças que faz a seus seguidores, se não derem o dízimo, contribuição, ajuda “expontânea”, ofertas e tudo o que é expoliação. Sem falar dos multimilionários pastores americanos.
A propósito, acesse no youtube o vídeo “Edir Macedo ensinando a roubar na igreja Universal” e você vai ver a técnica para extorquir os incautos.
Abraços
Franco
Tá difícil!
Abraços
Franco.

Comentar por Franco Marcolin

Antes de tudo, não sei se vc precebeu no meu comentário, mas eu não queria responder, só segunda (hj é segunda). Mas agora me pergunto se devo responder, parece que não.

“Ah, tá, desculpe eu não me liguei que Elias apenas “voou”. Ah, tem uma outra igual essa que eu vou te contar: “Então naquela noite, o anjo Gabriel apareceu com um cavalo alado, entregou a Maomé e este foi voaaaando até Jerusalém”. Boa né? Esta também é verdadeira, pergunte a um muçulmano e se estiver cansado dessa vida, diga a ele que é mentira; morte certa!
Ah, tem outra também de um velhinho que sai voando num trenó puxado por renas…ah, o resto você conhece.
Amigão, assiste o filme “Twister” e lá também tem gente, vaca, caminhão, cavalo, tudo voando.
Jesus Cristo!!!!!!!!!!!! e você ainda me fala que o pessoal aqui é “bom de Bíblia”.”

Que bom pros mulçumanos, só acho que deveria ter mais respeito por eles, nem todos são fanáticos, mas td bem. Quanto ao papai noel, se vc acredita nele td bem, eu não. Vc esqueceu tb do super-homem, do E.T, do espírito imortal que voa por aí e etc.

“Olha, estas perguntas que eu fiz a você, eu fiz a uma dezena de “entendidos” em Bíblia. Se você soubesse a quantidade de besteiras que recebi como resposta, ficaria vermelho de vergonha.
Você já percebeu que nenhuma das respostas suas, ou do seu pessoal “bom de Bíblia” têm sentido, coerência, embasamento bíblico ou científico, apenas achismos?”

Eu tb, ficaria vermelho de vergonha se eu fosse um deles, mas não sou. Na época de Jesus ele tb ficava com vergonha dos lideres da sua época, mas foi como eu disse, ou melhor, Jesus disse, nem todo aquele que disser senhor, senhor, entrará no reino de Deus. É´pra ser assim. E se eu te disse as respostas que ouví de espíristas com as perguntas que fiz (na verdade que faço, e na verdade não houve respostas)

“Sabe, me desculpe mas não é possível que pessoas esclarecidas, com um mínimo senso de razão, com “todas as lamparinas do juízo acesas” como dizem os hindus, possam aceitar respostas tão infantis.
Vocês, no seu fanatismo desenfreado, acreditam em tudo. Vão ser cabeça-dura lá no Irã, Iraque, Arábia Saudita etc.,etc., etc.
Você não respondeu nada da postagem que eu fiz.
Faz como eu, responde item por item; pede ajuda pro pessoal aí “bom de Bíblia”.”

SE vc acha isso fazer o q. Mas não ví nenhuma respoasta sua para as minhas perguntas. Não acreditamos em tudo, se não não estariamos tendo esse bate papo. Iria fazer como vc, como jah fiz, seria hj, mas tô vendo que não tem pq, parece que aquele espírita “amoroso”, “calmo’ e “racional” perdeu as estribeiras.

“Olha, vou te dar uma ajudazinha numa pergunta, a mais difícil.
Sabe porque em Samuel Deus incita, e em Crônicas Satanás?
Porque os judeus só conheceram a figura de Satanás após o cativeiro na Babilônia, onde em contato com os persas, assimilaram a sua religião o Zoroastrismo, que acreditava em um diabo pessoal,”Angra Mainyu ou Ahrimam” e num Deus Supremo chamado “Ahura-Mazda”. Forças estas que se combatiam desde o início dos tempos.
Esta crença foi assimilada pelos judeus e passou a se chamar Satanás. Agora, para quem só entende de Bíblia, só lê a Bíblia, fica difícil entender. Mas eu vou te dar mais uma colher de cha´. Procura aí na sua Bíblia, e vê se a palavra Satanás existe antes dos judeus voltarem do cativeiro.”

Tipo o livro de Jó? Escrito por Moisés? Onde não só aparece a palavra, mas também aperece ele como ser personificado, uma pessoa, que proveio dos “filhos do verdadeiro Deus” , ditos tb em Gên., que se opõe a ele. Quanto a esse opositor mensionado no livro, eu iria até me dar o trabalho de mostrar no hebraico que a parte que parace que Deus incitou, na verdade, não se traduziria assim, pondo o “ele”, e se assim for, para estar em conformidade com a lígua hebraica, teria de indicar (como a lígua exige) que doi apenas permitido. Mas como vc é tão intelgênte, pra que. Ah , eu coloquei “bons de bíblia” entre “”.

“Minha inteligência não permite; para isso eu teria que me tornar um pastor, assim como o casal Hernandez da Igreja Renascer, detidos nos EUA por evasão de divisas, ou Edir Macedo da Igreja Universal que possui a maior fortuna do Brasil, graças às ameças que faz a seus seguidores, se não derem o dízimo, contribuição, ajuda “expontânea”, ofertas e tudo o que é expoliação. Sem falar dos multimilionários pastores americanos.
A propósito, acesse no youtube o vídeo “Edir Macedo ensinando a roubar na igreja Universal” e você vai ver a técnica para extorquir os incautos.”

RSRS! Tb concordo com vc, eu tb odiaria ser “pastor”, vc nem sabe minha denominação religiosa, deu mancada legal, rsrs, nós não somos ricos, não colhetamos dízimos (Jesus disse “recebeu de graça, dai de graça”), isso fazia parte da lei abolida, enfim, foi engraçado, rrrsss, eu sei e concordo com isso, não preciso ver o vídeo não, sei como é que é, só que eu não sou de lah, srsrsrs, eu sou Testemunha de Jeová, rsrsrs. Lah não há colhetas. RSRS. Vlw kra, me divertí hj!

Comentar por Edrick

Meu caro Edrick, me desculpe, eu não sabia que você era TJ. Sabe, é tanto crente que entra aí dando sua versão bíblica, que fica difícil a gente responder à pessoa certa; e você tem razão mesmo, com os TJs não tem esse negócio de dízimo mesmo, é como nós Espíritas. Veja quanta semelhança, nós também usamos a máxima de Jesus:” De graça rebebeis, de graça darás”. Bacana mesmo.Acho que a única diferença é que nós Espíritas acreditamos em Deus e em Jesus e vocês acreditam também no diabo.
Olha, fora que elas ficam me perturbando um pouco no portão todo sábado e domingo pela manhã, não tenho nada contra vocês não, são pessoas bacanas; tenho alguns amigos TJ.
É que sabe como é; um dia desses veio um pessoal TJ aqui no portão e eu falei que era Espírita. Nossa, parecia que tinham visto um diabo, satanás, lúcifer ou coisa parecida. Essas figurinhas carimbadas que as pessoas às vezes mal intencionadas, ou por ignorância mesmo, tentam impingir às criancinhas para assustá-las e depois elas ficam para o resto da vida achando que ele existe; sofrem para caramba.
Vêm com a história de anjo caído, anjo que se rebelou contra Deus, símbolo do mal, e outras bobagens. Como se Deus, não tivesse tido capacidade de dominá-lo.
Outra coisa mais incrível ainda, é como um anjo de primeira grandeza como era Lúcifer, pode sentir inveja de Seu Criador. Caramba gente, vamos parar com isso. Qualquer pessoa com inteligência mediana, sabe que um anjo é um ser perfeito; e ser perfeito, NÃO TEM INVEJA. SÓ SERES HUMANOS TÊM INVEJA.
Além do mais, eu ja te mostrei na postagem anterior, que essa figura NÃO APARECE NA BÍBLIA ANTES DO EXÍLIO DOS JUDEUS NA BABILÔNIA. Prove-me o contrário.
Na famosa passagem de Isaías 14:3 em diante, qualquer criancinha sabe que ele está falando da queda de Nabucodonosor.
Me mostra, na Bíblia, onde a comunicação com os mortos é proibida.
Peço desculpas, se fui um pouco grosso na postagem anterior, quando você diz; “aquele espírita amoroso, calmo e racional perdeu as estribeiras”. Você tá coberto de razão. É que eu estava mantendo um diálogo não muito amistoso, via internet com um ateu, e aí já viu; sobrou pra quem não merecia.
Um abraço
Franco.

Comentar por Franco

Eu sei que é Nabucodonosor, por isso não chamamos ele de Lúcifer, é um elogio!

Jah te mostrei que Jó fala de Sataná, Gen. fala de anjos se rebelando (Satanás e os outros)

Sim ele era perfeito, mas não infalível, só Jeová, Jesus e os que váo para o céu são (Vide 1Cor. 15). Tiago explicou no cap. 1 :14 Mas cada um é provado por ser provocado e engodado pelo seu PRÓPRIO desejo. 15 Então o desejo, tendo-se tornado fértil, dá à luz o pecado; o pecado, por sua vez, tendo sido consumado, produz a morte.

O livre arbítrio dá a cada um o direito de ser perfeito (seguindo Deus) ou deixar de seguir a Deus, e como consequencia, se tornar imperfeito por um ato que é seu. Imagine uma máquina que vc compre, ela é perfeita (diz o manual), mas se vc apertar um botão, ela se desliga da perfeição, a culpa não é da perfeição da máquina, é de sua escolha. Da “mesma” forma, ele era perfeito, mas se apertasse o “botão” deixaria de ser, essa ação seria causada pela escolha dele, que é um direito que vem com a “máquina perfeita”, e não da máquina nem do produtor dela do corpo ou da mente dele, ele era perfeito, não infalível, ele podia escolher.

Quanto as minhas irmãs, me desculpe, não é o que aprendemos, mas pode acontecer, adimiro os espíritas pq não só falam do amor ao próximo, mas agem de acordo.

Acreditamos no diabo, alma mortal, Deus único e etc.

Comentar por Edrick

“Sim ele era perfeito, mas não infalível”, foi mal, isso é bem contraditório, não gosto de explicar assim. Vou tentar explicar melhor

O que quiz dizer é que, eles (Adão, Eva, Satanás e seus demônios) eram perfeitos, como seres perfeitos não podiam errar, nem querer errar, mas com a liberdade de escolha, poderiam decidir poder errar (ou querer errar), podiam se “desligar da perfeição”, isso (livre arbítrio) não os tornava imperfeitos, ao contrário, eles dessa forma não eram robôs. Daí em diante (se eles decidissem poder errar, se “desligarem” de Deus) é que eles cometeriam e pecados, mas a capacidade de decisão e a tomada dela não é pecado, é o uso do livre arbítrio. Quando disse que não eram infalíveis, é pq podiam dessidir “mudar de lado”, só Jeová (por ser o Deus Todo-Poderoso) Jesus e os que vão para o céu( Por jah terem provado que serão sempre leais, recebem a imortalidade e incorruptibilidade Veja 1Cor 15:52-55) serão sempre perfeitos, ontem, hoje e sempre. E mais tarde terão tb a garantia de vida para sempre aqueles que vencerem na terra (Apoc. 21:6,7)

Comentar por Edrick

Sabe Edrick, eu às vezes fico meio perdido, devido a tantas explicações e tantas justificativas que as pessoas fazem de Deus e dos anjos.
Na Bíblia, vemos que Deus erra e se arrepende muitas vezes, que os anjos se rebelaram contra Deus por inveja e assim vai.
Você já reparou, e eu já citei várias vezes, que nós humanos estamos sempre tentando fazer Deus à nossa imagem e semelhança?
Jesus amado; Deus não erra, Deus não se arrepende, Deus não cria nada para depois ter que consertar, Deus NÃO cria anjos com livre árbitrio ou sem árbitrio. Anjos, são o expoente máximo da criação; e sabe o que isto significa? Significa que são perfeitos moralmente, não têm mais defeitos, jamais podem sentir inveja. Já falei mil vezes que inveja, ira, ciúme, são características humanas. Não atribuamos a Deus e suas criaturas santas atributos humanos.
Olha, é claro que você tem acompanhado, principalmente pela TV, a briga entre a TV Globo e a TV Record, sobre a acusação de lavagem de dinheiro, dinheiro dos fiéis, proveniente de dízimos e ofertas, que só poderia ser usado, segundo a Constituição Federal, pela igreja e para fins sociais. Mas não. O dinheiro é usado só e exclusivamente para enriquecimento de seus líderes. Qualquer um sabe que o bispo Edir Macedo é o cara mais rico desse país, graças ao dinheiro dos fiéis.
O casal Hernandez, da Renascer em Cristo, recentemente preso nos EUA por remessa ilegal de dinheiro (dentro da Bíblia) também possui uma fortuna incalculável.
Se você acessar no Youtube “Edir Macedo ensinando roubar na Igreja Universal” vai encontrar o diálogo mantido com seus asseclas, onde ele mostra claramente, que o propósito é apenas extorquir dinheiro dos incautos e ignorantes que usam Deus como moeda de troca.
Lá você vai ver que ele não acredita absolutamente em nada. Tanto é que tem aquela parte em que ele diz que “E quando Moisés tocou a rocha, saiu água”, todos riem, ele mais ainda e diz “por acaso”.
Há algum tempo atrás, quando estouraram escândalos no Congresso Nacional, com desvios imensos de dinheiro, cujos cabeças, na maioria eram deputados bispos e pastores da igreja Universal, o promotor que esclareceu o caso, disse à revista Veja, que “a bancada evangélica tornou o Congresso Nacional no maior balcão de negócios que a República conheceu”.
Depois disso ainda vieram os ecândalos das malas com mais de 10 milhões de reais, transportadas por jatinhos da igreja e agora por último a descoberta de bilhões de dólares em paraísos fiscais.
Adiantou alguma coisa, você acha que os fiéis vão deixar de despejar montanhas de dinheiro nos cofres dessas igrejas? Negativo, muito pelo contrário; eles são como massa de bolo, quanto mais bate mais cresce.
O mais engraçado é que inventam cada desculpa de arrepiar e os fiéis acreditam.
Isto se chama fé cega. A fé movida apenas pela emoção, interesse, sem a razão. A fé que não deixa ver a verdade, a fé que obedece sem contestar.
Desculpe a comparação mas, como sempre digo, se lêssemos a Bíblia desprovidos totalmente do fator fé, veríamos que Deus não pode ser aquilo que o A.T. nos mostra.
A propósito; onde está na Bíblia a palavra demônio ou Satanás antes do exílio? você não me respondeu.
Outra coisa; onde está na Bíblia que é proibida a comunicação com os mortos?
Um abraço
Franco

Comentar por Franco

Se vc acha que quando Deus delora certo ação após seus servos se arrenpenderem (assim perduando-os) como um Deus arrependido, é com vc.
Sim são várias explicações, mais há a verdade (Jo.17:17)
Não vou me meter com os escandalos de dinheiros de igrejas, eu sei o que pe certo, não vou apontar o dedo para ninguém, se não vão ter no mínimo três outros para mim (mas tb acho muito errado). É sim fé cega, mas a fé que tenho é a da bíblia (Heb.11:1). E não, não vão deixar de dar dinheiro.

“A propósito; onde está na Bíblia a palavra demônio ou Satanás antes do exílio? você não me respondeu.”

Como não? Jah coloquei váris vezes, veja os dois primeiros caps de Jó, e o primeiro de Gên.

“Outra coisa; onde está na Bíblia que é proibida a comunicação com os mortos?”

1 Crônicas 10:13;Deu. 18:10, 11; evelação 21:8.; Atos 16:16-19; Atos 19:19, 20; 2 Coríntios 11:14; Gálatas 5:19-21; 1 Coríntios 6:9,10

Esses são só alguns textos, que falam das práticas do espiritísmo (que inclui consulta aos mortos) e de exemplos de pessoas que o fizeram, e tb de quem realmente está por trás disso

Quanto a questão da perfeição, jah mostrei que eram sim perfeitos, não podiam errar, mas tinham a livre escolha para poder errar (ou querer errar), se desligar de Deus, isso é maravilhoso, pq mostra que Deus quer que vc o sirva não como um robô, mas por amor, unicamente por isso.

Comentar por Edrick

Ou ,se vc achar melhor, poder se tornarem imperfeitos (e aí sim errar)

Comentar por Edrick

Não sou espírita pois não conheço bem esta doutrina. Sou católica. Porém, me parece que o comentário do Franco faz mais sentido em relação a Deus. Um amigo meu espírita me disse que quando Jesus falava em ressurreição e não reencarnação era porque as pessoas daquela época não conseguiam entender visto que era o que acreditavam seus ancestrais.
Ele me explicou também, que quando Jesus disse “eu vos enviarei o espírito da verdade que vai explicar as coisas que por enquanto não podem entender”, talvez fosse o Espírito da Verdade que se manisfestou através de Allan Kardec. Quem garante que não é; o pouco que eu conheço de espiritismo em nada diferencia dos ensinamentos de Jesus.
Quando Jesus veio, demorou bastante tempo para entenderam que Ele era o verdadeiro Cristo Salvador. Muita gente foi morta por causa disso. E se estivermos cometendo o mesmo erro?
Acho que a melhor coisa, neste caso é a prudência.
Um abraço
Angélica

Comentar por angélica

Só para não ser mal entendido, eu disse que lúcifer é um elogio pq é na verdade uma expressão que signifi “luz” “luz da manhã” “estrela alva”, que foi aplicado a nabu. quando seu império era própero e tb pode ser aplicado a satanás quando ele era um anjo, mas não é um nome, foi feito de nome depois, é uma expressão, os únicos nomes que a bíblia denomina-o é Satanás (opositor), Diabo(caluniador), Serpente original e etc.

E como complemento sobre seu erro voluntário, leia as palavras de Jesus em Jo.8:44 – “ele não PERMANECEU na verdade”, ou seja, ele jah FOI de lá!

Comentar por Edrick

Olá pessoal!

Isaias e Darjo
Também gostaria de deixar o meu e-mail, caso a conversa referente ao Sábado continue:
fabricio-sm@hotmail.com

————————————

Franco

“A propósito, experimenta ler o “Evangelho segundo o Espirtismo”, só por curiosidade e para que possamos discutir o que Jesus quis dizer com “dalí não sairás enquanto não tiveres pago até o último ceitil”.
Pode ler, que não é pecado.”

Obrigado pela dica de leitura!
Mas também sei de alguém que o já leu:
http://www.evangelizacaopessoal.com/espiritismo.html

Comentar por Fabricio Lovato

“2Rs2:11 ..Elias subiu ao céu num rodamoinho
Jo 3:13 Ninguém subiu ao céu, senão quem desceu do céu – o Filho do homem.”

Elias não subiu por si ao céu nem foi voando, ele foi LEVADO ao céu, assim como Enoque.

“Sabe porque em Samuel Deus incita, e em Crônicas Satanás?”

Aqui está a resposta:
http://www.cacp.org.br/estudos/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=1885&menu=7&submenu=5

Abraço a todos!

Comentar por Fabricio Lovato

Amigo Fabrício Lovato, tudo bem?
Olha, afinal você encontrou a palavra satanás, ou diabo, ou capeta, ou lúcifer, na Bíblia antes da volta dos judeus do exílio? Você não me respondeu.
Lendo esses links que me mandou, não sei se eu rio ou se choro. Eu já conheço esse pessoal; mais reacionário, impossível. Só serve para falar mal das outras religiões; só a deles está certa. Lamentável que você se alie às idéias deles.
Nunca na minha, mesmo quando criança, consegui imaginar Deus amigão de satanás, ou vice-versa. Fazendo pactos. Vou tentar mostrar o diálogo, na era atual entre Deus e o capeta, no episódio de Jó. O do censo é a mesma coisa.
Deus conversando com os anjos: Ô pessoal, tudo bem aí? Satã, me responde uma coisa: de onde você está vindo? (Deus não sabia onde satã estava???)
Satã: Fui dar um rolê pela terra.
Deus: Satã, você viu que cara legal é o Jó? ele é um cara bacana, me ama, cumpre meus mandamentos é íntegro mas você não vai com a cara dele e quer que eu lhe faça mal. Não estou te entendendo, satã, você está cada dia pior. Só sabe fazer maldades e eu não consigo te dominar.
Satã: Ah patrão; se liga, o senhor não está vendo que ele Te ama por interesse?Tira tudo dele e Tu vais ver se ele continua Te amando.
Deus: (coçando a cabeça): Será mesmo? (Ele não sabia; isto mesmo, Deus, não tinha certeza). Claro patrão, manda uma daquelas maldições, aquelas em que dizimas cidades e mais cidades, quebra-lhe os ossos, fere-o na carne e verás se ele Te ama. Ele vai te amaldiçoar até a quinta geração.
Deus: Será mesmo? (Deus continua não sabendo que reação terá Jó).
Deus: Beleza, manda o pau, faça o que quiser com ele, vamos ver se você está certo, mas não mata não, só tortura. (percebe que Deus fez uma aposta com satã; do tipo eu acho que você está errado, mas pago para ver).
Satã sai pulando de alegria, por ter conseguido do patrão autorização para fazer mais uma de suas maldades; agora muito mais feliz, pois tinha a autorização do chefão.
De imediato, satã já foi dando palmatória na sola dos pés de Jó, socos na cabeça, na boca do estômago, nas partes íntimas, enfim, em tudo o que era mais doído.
Aí pensou: Vou acabar com a vida desse infeliz de uma vez. Mas, epa! o patrão falou que não era para tirar a vida dele; só fazê-lo sofrer para ver se ele se voltaria contra Mim. Por que Ele não acredita nas minhas palavras. Esse patrão, sempre duvidando de mim!
Satã pensou, pensou, pensou e de repente….eureka! já sei; o patrão falou para não tirar a vida dele, mas não falou nada a respeito de seus filhos. Afinal, o patrão que é a bondade e o perdão infinitos, já autorizou a matança de mais de 2.200.000 pessoas, tá la no livro d’Ele, e eu que sou o capeta, não matei ninguém, acho que Ele não vai se importar de eu matar só 10 pessoas.
Que maravilha, vou acabar com a raça dos filhos dele. Dito e feito. Exterminou com todos os filhos de Jó.
Bem, o resto todos nós sabemos, como sempre, Deus estava certo, Jó continuou amando a Deus. Esse satã, sempre tentando por Deus à prova!
Desculpem-me as pessoas que ficaram escandalizadas com esta comparação, mas eu pergunto;
– Tem alguma coisa que não esteja dentro do contexto? A história do censo também não é assim?
Será mesmo que Deus faz parcerias com satã, autoriza matar os filhos de Jó para testá-lo? Será que Deus não sabia mesmo se Jó iria se revoltar contra Ele ou não?
Gente, pelo amor do Deus Verdadeiro, volta insistir, aquele que Jesus nos mostrou, vamos parar de acreditar que Deus seja capaz de tantas atrocidades. Aquilo tudo que está na Bíblia, A.T. são apenas formas que os profetas, através de Moisés, encontraram para mostrar a aquele povo ignorante que só aceitava acreditar num Deus “senhor dos exércitos”. Tanto é que, quanto Jesus veio, não creram n’Ele.
Me parece, que Jesus terá que voltar ainda muitas vezes para que entendamos o “buscai a verdade e a verdade vos libertará”.
Abraços
Franco.

Comentar por franco

Tah, agora a parte de Satanás existir antes de Babi. jah foi respondida, agora se vc acha que permitir algo culpa Deus, é com vc, pense em todo o sofrimento que existe hj, se Deus não permitisse, ele não existiria. Claro que há explicação para isso (vcs espíritas por ex falam que ele permite pq agente fez besteira em outra vida). Nó TJs temos outra resposta de acordo com TODA A BÍBLIA, e como vcs acreditamos que Deus no tempo certo vai reverter tudo isso, para os justos. Bem, se vc acha que isso prova que Deus tem um pácto com o Diabo (ou com as pessoas que fizeram besteira em ourta vida ) é com vc. Sobre Deus saber ou não se Jó seria leal, tb é outro assunto que vai gerar mais polêmica. Só lembre de uma coisa, Deus é todo-sábio assim como é todo-poderoso, mas da mesma forma que Ele não usa sua onipôtencia de forma descontrolada e injusta, assim tb Ele não usa sua oniciencia de forma descontrolada e injusta, Ele pode fazer e saber TUDO O QUE ELE QUER, E O QUE ELE FAZ E QUER É SEMPRE CONTROLADO, JUSTO, AMOROSO E SÁBIO, DEUS NÃO É UMA FORÇA IMPESSOAL QUE SÓ PQ TEM UM PODER IRÁ USAR INDISCRIMINADAMENTE.

Comentar por Edrick

“Afinal, o patrão que é a bondade e o perdão infinitos, já autorizou a matança de mais de 2.200.000 pessoas, tá la no livro d’Ele, e eu que sou o capeta, não matei ninguém, acho que Ele não vai se importar de eu matar só 10 pessoas.”

Errou por chama-lo de patrão. Errou pela conta dos mortos em Jó. Errou por não dizer que os mortos por Deus eram estrupadores, assassínos, pedófelos, vanda-los incorrigíveis, prostitútos, matadores de pais, amantes da maldade, servos de demônios, e sempre não arrempendidos (pq matavam de formas inacreditáveis as centenas de profetas de Deus enviados para que se arrempendessem) e etc, e que os filhos pequenos desses, que morreram pelo descaso de seus pais (que tinham grade probabilidade de serem jogagos em fugueras para deuses, ou muitas outras atrocidades que é difício de dizer) serão ressuscitados num lugar pacifico. Errou e dizer que a morte de todas as pessoas (diretas e indiretas), das pilhas de crianças mortas no fogo (encontrado por arqueólogos), das dezenas de guerras injustas, das rebeliões, das doenças é culpa de Satanás. E errou tudo isso pq desconsiderou as palavras de Jesus (Joa.8:44)

Comentar por Edrick

Ah! E errou por essa versão deturpada do relato, não é legal fazer isso sabia? Tem gente que acredita! Vc sabe que lendo o relato Satanás num pensou, jah sabia, jah era constume dele, sabe que em cada momentos Deus protegeu Jó do que ele não aguentaria, sabe que deu a Jó o dobro de tudo (e dará o que perdeu quando ele for ressuscitado, e Jó sabia muito bem da ressurreição “Esperarei todos os dias do meu trabalho compulsório, até vir a minha substituição.” Dirigindo-se ao seu Deus, Jeová, ele reconheceu: “Tu chamarás e eu mesmo te responderei.” Referindo-se aos sentimentos do amoroso Criador, Jó observou: “Terás saudades do trabalho das tuas mãos.” (Jó 14:14, 15))

Quem dera que fosse como esse servo Jó! Vc não sabe como deve doer em Jesus essas palavras, Jesus foi um Jó “maior”, foi ele quem respondeu a pergunta de Satanás, foi Jesus que respondeu com perfeição!.

Comentar por Edrick

Franco

Não sou aliado do CACP, pelo contrário, eles falam mal até de minha Igreja.
Apenas mandei o link deles porque foi o primeiro que encontrei em relação à questão da “aparente contradição”.

Estou um tempo sem internet, então, com mais tempo, leio e respondo seus demais comentários.

Abraço e Deus o abençõe.

Comentar por Fabricio Lovato

Author: Edrick
Comment:
Se vc acha que quando Deus delora certo ação após seus servos se arrenpenderem (assim perduando-os) como um Deus arrependido, é com vc.
Sim são várias explicações, mais há a verdade (Jo.17:17)
Não vou me meter com os escandalos de dinheiros de igrejas, eu sei o que pe certo, não vou apontar o dedo para ninguém, se não vão ter no mínimo três outros para mim (mas tb acho muito errado). É sim fé cega, mas a fé que tenho é a da bíblia (Heb.11:1). E não, não vão deixar de dar dinheiro.

“A propósito; onde está na Bíblia a palavra demônio ou Satanás antes do exílio? você não me respondeu.”

Como não? Jah coloquei váris vezes, veja os dois primeiros caps de Jó, e o primeiro de Gên.

“Outra coisa; onde está na Bíblia que é proibida a comunicação com os mortos?”

1 Crônicas 10:13;Deu. 18:10, 11; evelação 21:8.; Atos 16:16-19; Atos 19:19, 20; 2 Coríntios 11:14; Gálatas 5:19-21; 1 Coríntios 6:9,10

Esses são só alguns textos, que falam das práticas do espiritísmo (que inclui consulta aos mortos) e de exemplos de pessoas que o fizeram, e tb de quem realmente está por trás disso

Quanto a questão da perfeição, jah mostrei que eram sim perfeitos, não podiam errar, mas tinham a livre escolha para poder errar (ou querer errar), se desligar de Deus, isso é maravilhoso, pq mostra que Deus quer que vc o sirva não como um robô, mas por amor, unicamente por isso.

Comentar por Franco

O comentário acima foi feito por Franco e não Jesualdo.
Houve um erro de digitação.

Comentar por franco

Author: Edrick
Comment:
Se vc acha que quando Deus delora certo ação após seus servos se arrenpenderem (assim perduando-os) como um Deus arrependido, é com vc.

Desculpe Edrick, não entendi direito o que você quis dizer.

Sim são várias explicações, mais há a verdade (Jo.17:17)
Não vou me meter com os escandalos de dinheiros de igrejas, eu sei o que pe certo, não vou apontar o dedo para ninguém, se não vão ter no mínimo três outros para mim (mas tb acho muito errado). É sim fé cega, mas a fé que tenho é a da bíblia (Heb.11:1). E não, não vão deixar de dar dinheiro.

Fé baseada apenas em “é dando que se recebe”, versão fariseus.

“A propósito; onde está na Bíblia a palavra demônio ou Satanás antes do exílio? você não me respondeu.”

Como não? Jah coloquei váris vezes, veja os dois primeiros caps de Jó, e o primeiro de Gên.

Jó foi depois do exílio dos judeus; em Gênesis não existe a palavra demônio, satanás, diabo etc. Prove-me o contrário. Não serve subentende-se.

“Outra coisa; onde está na Bíblia que é proibida a comunicação com os mortos?”

1 Crônicas 10:13;Deu. 18:10, 11; evelação 21:8.; Atos 16:16-19; Atos 19:19, 20; 2 Coríntios 11:14; Gálatas 5:19-21; 1 Coríntios 6:9,10

Esses são só alguns textos, que falam das práticas do espiritísmo (que inclui consulta aos mortos) e de exemplos de pessoas que o fizeram, e tb de quem realmente está por trás disso

Essas passagens todas que você mostrou eu conheço. Sabe porque eu fiz esta pergunta? Vou explicar.
Segundo me consta, corrija-me se eu estiver errado, os TJs e me parece que os Adventistas também, acreditam que quando a pessoa morre, o corpo vai para a sepultura e aguarda a ressurreição. Nesse período, não há manifestação de alma ou algo parecido, cessa tudo, certo?
Bem, se assim for, como pode Deus ou Jeová, condenar algo que não existe? como pode condenar a comunicação com os mortos, se os mortos estão mortos? Quem são esses espíritos? Seria como colocar uma placa na entrada do zoológico dizendo para não alimentar o bicho papão.

Quanto a questão da perfeição, jah mostrei que eram sim perfeitos, não podiam errar, mas tinham a livre escolha para poder errar (ou querer errar), se desligar de Deus, isso é maravilhoso, pq mostra que Deus quer que vc o sirva não como um robô, mas por amor, unicamente por isso.

Mais uma vez: atribuir aos anjos os nossos defeitos. Mais uma vez; Anjos são criaturas perfeitas e criaturas perfeitas não têm inveja.

Comentar por franco

“Essas passagens todas que você mostrou eu conheço. Sabe porque eu fiz esta pergunta? Vou explicar.
Segundo me consta, corrija-me se eu estiver errado, os TJs e me parece que os Adventistas também, acreditam que quando a pessoa morre, o corpo vai para a sepultura e aguarda a ressurreição. Nesse período, não há manifestação de alma ou algo parecido, cessa tudo, certo?
Bem, se assim for, como pode Deus ou Jeová, condenar algo que não existe? como pode condenar a comunicação com os mortos, se os mortos estão mortos? Quem são esses espíritos? Seria como colocar uma placa na entrada do zoológico dizendo para não alimentar o bicho papão. ”

Certim! Jah que vc falô da zoológico, vamô lah … Se uma criança pensa que está brincando com um gatinho, mas vc sabe que esse gatinho é um leão?! Falei isso pq, a consulta aos “mortos” existe, só que não são os “mortos”, é o carim que vc não acredita, e os amiguinhos dele. Se vc conhece os textos, verá (eu acho que pus esse aí) a colsulta de Saul aos mortos e as consequcias, os “mortos” ou “espíritos” ou os caras do “discarredo” ou os “santos” ou sei lah o que for (naquela época era mais só os mortos) segundo a bíblia é Satanás e seus demônios, eles se passam pelas pessoas (vide o ex do rei Saul) Efe. 6:12 “porque temos uma pugna, não contra sangue e carne, mas contra os governos, contra as autoridades, contra os governantes mundiais desta escuridão, contra as forças espirituais iníquas nos lugares celestiais”,
É por isso que Jeová proíbe, pq consulta aos mortos, magia negra, adivinhação fajuda, tarô e sei lah o que , são práticas diretas com os demônios. Ele até se passa por anjo 2Coríntios 11:14. Um exemplo bem vivo de que os demônios usam pessoas para isso e os cristão não se envolvem tah nesse relato At 16:12, 16-24. Me desculpe se por acaso ofendi sua religião, mas vc fez uma pergunta, e eu dei a resposta.

“Mais uma vez: atribuir aos anjos os nossos defeitos. Mais uma vez; Anjos são criaturas perfeitas e criaturas perfeitas não têm inveja.”

Mais uma vez, eu não atribuí isso a anjos, o que eu (e a bíblia) atribui a eles é a capacidade de escolha, eles não são forças impessoais, não são seres robôticos, ele ficam alegra, tristes(Jó 38:7; Lucas 15:10), anjos não foram programados para existir sem terem a faculdade de escolha pessoal entre o certo e o errado. Por isso, eles podem, se assim escolherem, se tornarem apartados de Deus, passar de lado, se desligar, e assim fazer tudo de ruim (depois que escolhem deixar de serem aqueles anjos perfeitos criados por Deus, novamente essa capacidade de escolha é um privilégio, não um pecado, pelo contrário, os torna ainda melhores, pq os que decidem sempre serem perfeitos, MERECERÃO ISSO, NÃO SÃO ROBÔS!)

Comentar por Edrick

Author: Edrick
Comment:
“Essas passagens todas que você mostrou eu conheço. Sabe porque eu fiz esta pergunta? Vou explicar.
Segundo me consta, corrija-me se eu estiver errado, os TJs e me parece que os Adventistas também, acreditam que quando a pessoa morre, o corpo vai para a sepultura e aguarda a ressurreição. Nesse período, não há manifestação de alma ou algo parecido, cessa tudo, certo?
Bem, se assim for, como pode Deus ou Jeová, condenar algo que não existe? como pode condenar a comunicação com os mortos, se os mortos estão mortos? Quem são esses espíritos? Seria como colocar uma placa na entrada do zoológico dizendo para não alimentar o bicho papão. ”

Certim! Jah que vc falô da zoológico, vamô lah … Se uma criança pensa que está brincando com um gatinho, mas vc sabe que esse gatinho é um leão?! Falei isso pq, a consulta aos “mortos” existe, só que não são os “mortos”, é o carim que vc não acredita, e os amiguinhos dele. Se vc conhece os textos, verá (eu acho que pus esse aí) a colsulta de Saul aos mortos e as consequcias, os “mortos” ou “espíritos” ou os caras do “discarredo” ou os “santos” ou sei lah o que for (naquela época era mais só os mortos) segundo a bíblia é Satanás e seus demônios, eles se passam pelas pessoas (vide o ex do rei Saul) Efe. 6:12 “porque temos uma pugna, não contra sangue e carne, mas contra os governos, contra as autoridades, contra os governantes mundiais desta escuridão, contra as forças espirituais iníquas nos lugares celestiais”,
É por isso que Jeová proíbe, pq consulta aos mortos, magia negra, adivinhação fajuda, tarô e sei lah o que , são práticas diretas com os demônios. Ele até se passa por anjo 2Coríntios 11:14. Um exemplo bem vivo de que os demônios usam pessoas para isso e os cristão não se envolvem tah nesse relato At 16:12, 16-24. Me desculpe se por acaso ofendi sua religião, mas vc fez uma pergunta, e eu dei a resposta.

Cara, fica tranquilo, você não me ofendeu não; muito pelo contrário, isto só mostra que a Bíblia permite às pessoas terem várias interpretações…infelizmente. Uns acreditam que podemos trabalhar aos sábados, outros trabalhou morreu, outros Jesus é Deus, outros que Jesus é filho de Deus, uns morreu aguarda a ressurreição, outros morreu vai para o céu ou para o inferno, uns que devemos dar o dízimo, pois está na Bíblia, outros que não devemos. E aí vai. Tudo tirado da mesma Bíblia!

Está mais do que claro que quando a Bíblia fala em comunicação com os mortos, é comunicação com os mortos mesmo; não demônios. Mais claro ainda é que a condenação é pelo fato de os egípcios usarem a comunicação com os mortos como forma de adivinhação para tirar proveito próprio. Coisa que nós Espíritas, pela milésima vez, não fazemos! Mas não se preocupe não, se eu às vezes fico chateado é porque a grande maioria das religiões, não entendem Deus como um Ser perfeito. Mas um dia entenderão.

“Mais uma vez: atribuir aos anjos os nossos defeitos. Mais uma vez; Anjos são criaturas perfeitas e criaturas perfeitas não têm inveja.”

Mais uma vez, eu não atribuí isso a anjos, o que eu (e a bíblia) atribui a eles é a capacidade de escolha, eles não são forças impessoais, não são seres robôticos, ele ficam alegra, tristes(Jó 38:7; Lucas 15:10), anjos não foram programados para existir sem terem a faculdade de escolha pessoal entre o certo e o errado. Por isso, eles podem, se assim escolherem, se tornarem apartados de Deus, passar de lado, se desligar, e assim fazer tudo de ruim (depois que escolhem deixar de serem aqueles anjos perfeitos criados por Deus, novamente essa capacidade de escolha é um privilégio, não um pecado, pelo contrário, os torna ainda melhores, pq os que decidem sempre serem perfeitos, MERECERÃO ISSO, NÃO SÃO ROBÔS!)

Você pode ter certeza que a capacidade de escolha dos anjos, não é para rebelarem-se contra Seu Criador, por inveja, como já falei, inveja é coisa de criaturas inferiores, assim como nós, humanos.
Olha, hoje mesmo, postei matéria para o jornal o qual trabalho, sobre a igreja Universal.
“Igreja Universal X Rede Globo; quem vencerá?”
Resposta: Igreja Universal, de goleada. Sabe porquê? Embora esteja comprovado que o bispo Edir Macedo usa os bilhões que recebe dos fiéis para seu enriquecimento, envia bilhões para paraísos fiscais, não acredita absolutamente nada no que diz a Bíblia, que ele usa para extorquir os fiéis, os cabeças de todos os escândalos financeiros no Congresso Nacional são bispos da Universal, o pastor Caio Fábio ex-amigo de Macedo afirma que o dinheiro para iniciar a igreja veio dos traficantes da Colômbia, (acesse no Youtube “caio Fábio conta tudo -parte 1) pinta e borda com os bilhões recebidos, faz todos de bobos e assim mesmo cada vez mais enchem seus cofres do dinheiro. Sabe porque? Fé cega. A fé acima da razão. Se chegar aqui na Terra Jesus Cristo e disser : não dêm dinheiro a esses picaretas, eles continuarão.
Se acham uma contradição ou algum absurdo na Bíblia, sempre acharão um meio de justificar. É como o caso do dilúvio; quando não encontram saída, apelam para os poderes de Deus.
Olha, estou aguardando a sua resposta sobre a Bíblia não mencionar, ou melhor, não conhecer a figura de satanás antes do exílio dos judeus.

Comentar por franco

“Cara, fica tranquilo, você não me ofendeu não; muito pelo contrário, isto só mostra que a Bíblia permite às pessoas terem várias interpretações…infelizmente. Uns acreditam que podemos trabalhar aos sábados, outros trabalhou morreu, outros Jesus é Deus, outros que Jesus é filho de Deus, uns morreu aguarda a ressurreição, outros morreu vai para o céu ou para o inferno, uns que devemos dar o dízimo, pois está na Bíblia, outros que não devemos. E aí vai. Tudo tirado da mesma Bíblia!”

É, mas se pesquisar bem, saberá a verdade, há muitas interpretações sim, mas só uma verdade (Joa.8:31,32).

“Está mais do que claro que quando a Bíblia fala em comunicação com os mortos, é comunicação com os mortos mesmo; não demônios. Mais claro ainda é que a condenação é pelo fato de os egípcios usarem a comunicação com os mortos como forma de adivinhação para tirar proveito próprio. Coisa que nós Espíritas, pela milésima vez, não fazemos! Mas não se preocupe não, se eu às vezes fico chateado é porque a grande maioria das religiões, não entendem Deus como um Ser perfeito. Mas um dia entenderão.”

Se que sabe. Não ví nehum texto bíblico provando isso. E pelo que eu saiba, o texto de Atos que deixei (da mulher possuída que fazia tudo isso) não se refere aos egípcios ou a kaker outro, e sim ao ato de espiritismo (como muitos outros texto do “NT”)

“Você pode ter certeza que a capacidade de escolha dos anjos, não é para rebelarem-se contra Seu Criador, por inveja, como já falei, inveja é coisa de criaturas inferiores, assim como nós, humanos.”

É, realmente NÃO ERA PARA USAR ASSIM, mas podiam, como jah disse, NÃO ERÂO ROBÔS COM AÇÔES PROGRAMADAS, SEM CAPACIDADE DE ESCOLHA PESSOAL DO CERTO E ERRADO, SEM TEREM A CAPACIDADE DE SEREM CRIATURAS PESSOAIS, COM PENSAMENTOS PRÓPRIOS, DESEJOS PRÓPRIOS ESCOLHAS PRÓPRIAS. Eles são perfeitos, e muito além do imaginado, e para isso não precisam ser forças impessoais.

Comentar por Edrick

Oi Edrick, fica um pouco difícil discutir algum assunto com alguém que não entende do mesmo.
No caso, Espiritismo. Lá, diferente da Bíblia não existe interpretações dúbias. O que lá está escrito, todos entendem. Diante disso…
Mas você ainda não me respondeu, onde está escrito na Bíblia, antes do exílio, a palavra dem
ônio, satanás…e também como os salvos do dilúvio chegaram aos continentes recém descobertos e encontraram um povo selvagem, sendo que quando saíram de seus países, eram civilizados.

Comentar por franco

“Mas você ainda não me respondeu, onde está escrito na Bíblia, antes do exílio, a palavra dem
ônio, satanás”

COMO NÃO!!!!!!!! VEJA CADA PEDIDO SEU TEM LAH A RESPOSTA!!! É pegadinha sua????! TAH LAH EM GEN.6 “6 Ora, sucedeu que, quando os homens principiaram a aumentar em número na superfície do solo e lhes nasceram filhas, 2 então os filhos do [verdadeiro] Deus começaram a notar as filhas dos homens, que elas eram bem-parecidas; e foram tomar para si esposas, a saber, todas as que escolheram. 3 Depois disso, Jeová disse: “Meu espírito não há de agir por tempo indefinido para com o homem, porquanto ele é carne. Concordemente, seus dias hão de somar cento e vinte anos.”
4 Naqueles dias veio a haver os nefilins na terra, e também depois, quando os filhos do [verdadeiro] Deus continuaram a ter relações com as filhas dos homens e elas lhes deram filhos; eles eram os poderosos da antiguidade, os homens de fama”

E em Jó tb nos dois primeiros capítulos (Fala de Satanás como pessoa, como nenhum outro livro fala)

carece de evidências, a suposição de que a Bíblia obteve sua doutrina sobre o Diabo do zoroastrismo. Segundo Jacques Duchesne-Guillemin, professor de estudos indo-iranianos, tanto Ahura-Mazdâ (o deus supremo dos zoroastrianos) e seu inimigo, Ahriman, “parecem ter existido desde toda a eternidade”. A Bíblia não afirma isto sobre o Diabo. Antes, ensina que o Diabo teve começo e que “não permaneceu firme na verdade”. — João 8:44
Nos primeiros anos pós-exílicos, os judeus fiéis resistiram à mistura de conceitos e filosofias pagãos com a religião verdadeira revelada nas Escrituras Hebraicas. O livro de Ester, escrito depois de mais de 60 anos de associação íntima com a Pérsia, não contém nenhum traço do zoroastrismo. Além disso, não se encontra nenhuma influência desta religião persa nos livros bíblicos de Esdras, Neemias ou Malaquias, todos escritos durante a primeira parte do período persa (537-443 AEC).

“e também como os salvos do dilúvio chegaram aos continentes recém descobertos e encontraram um povo selvagem, sendo que quando saíram de seus países, eram civilizados”

Dá pra explicar melhor, saiu do dilúvio e viu selvagens? Quem? Onde? Que selvagens?Hã?

“Oi Edrick, fica um pouco difícil discutir algum assunto com alguém que não entende do mesmo.
No caso, Espiritismo. Lá, diferente da Bíblia não existe interpretações dúbias. O que lá está escrito, todos entendem. Diante disso…”

Quem bom para vcs! Nós TJs tb não temos nenhuma interpretação dúbia (é claro que somos humanos imperfeitos e estamos sempre aprendendo!). O que está escrito nas escrituras, lah todos tb entendem! É meio complicado, mas tente não confundir TJ com as outras religiões que se dizem cristãs, não somos (nem queremos ser) aceitos por nenhuma delas, nossos ensinamentos são bem afastados com o delas, bem mesmo! Não acreditamos em deus trino, inferno de fogo, alma imortal, cruz, participar em guerras nunca, votar, dar dízim e etc

Comentar por Edrick

Author: Edrick
Comment:
“Mas você ainda não me respondeu, onde está escrito na Bíblia, antes do exílio, a palavra dem
ônio, satanás”

COMO NÃO!!!!!!!! VEJA CADA PEDIDO SEU TEM LAH A RESPOSTA!!! É pegadinha sua????! TAH LAH EM GEN.6 “6 Ora, sucedeu que, quando os homens principiaram a aumentar em número na superfície do solo e lhes nasceram filhas, 2 então os filhos do [verdadeiro] Deus começaram a notar as filhas dos homens, que elas eram bem-parecidas; e foram tomar para si esposas, a saber, todas as que escolheram. 3 Depois disso, Jeová disse: “Meu espírito não há de agir por tempo indefinido para com o homem, porquanto ele é carne. Concordemente, seus dias hão de somar cento e vinte anos.”

Cento e vinte anos? me parece que Noé viveu bem mais que isso?

4 Naqueles dias veio a haver os nefilins na terra, e também depois, quando os filhos do [verdadeiro] Deus continuaram a ter relações com as filhas dos homens e elas lhes deram filhos; eles eram os poderosos da antiguidade, os homens de fama”

Jesus Cristo! mas onde está escrito na Bíblia, antes do exílio, a palavra satanás, demônio, diabo…?
Ah, na mitologia grega, tem uma estória bem parecida. Se você não conhece, leia a estória do gigante Hércules, filho de Alcmena, uma mortal, com Zeus um deus. Quanta coincidência hein? entendeu ou quer que eu desenhe? vamos lá;
Naquele tempo, quando os filhos de Deus, (Zeus) se uniram com as filhas dos homens (Alcmena) e geraram filhos – os gigantes habitavam a Terra. esses foram os heróis famosos (Hércules) dos tempos antigos. Na verdade, na mitologia grega, existem milhares de filhos de deus com mortais.
Santo Deus, só quem está cego não percebe a coincidência.
Será que ainda não deu para entender que dilúvio, gigantes, cruzamento de filhos de deus com filhas dos homens foi copiado da mitologia!
Filhos do verdadeiro Deus?????Haveria um Deus de mentira?????

E em Jó tb nos dois primeiros capítulos (Fala de Satanás como pessoa, como nenhum outro livro fala)

O livro de Jó foi escrito após o exílio.

carece de evidências, a suposição de que a Bíblia obteve sua doutrina sobre o Diabo do zoroastrismo. Segundo Jacques Duchesne-Guillemin, professor de estudos indo-iranianos, tanto Ahura-Mazdâ (o deus supremo dos zoroastrianos) e seu inimigo, Ahriman, “parecem ter existido desde toda a eternidade”. A Bíblia não afirma isto sobre o Diabo. Antes, ensina que o Diabo teve começo e que “não permaneceu firme na verdade”. — João 8:44
Nos primeiros anos pós-exílicos, os judeus fiéis resistiram à mistura de conceitos e filosofias pagãos com a religião verdadeira revelada nas Escrituras Hebraicas. O livro de Ester, escrito depois de mais de 60 anos de associação íntima com a Pérsia, não contém nenhum traço do zoroastrismo. Além disso, não se encontra nenhuma influência desta religião persa nos livros bíblicos de Esdras, Neemias ou Malaquias, todos escritos durante a primeira parte do período persa (537-443 AEC).

Exatamente; restou apenas a crença no diabo.

“e também como os salvos do dilúvio chegaram aos continentes recém descobertos e encontraram um povo selvagem, sendo que quando saíram de seus países, eram civilizados”

Dá pra explicar melhor, saiu do dilúvio e viu selvagens? Quem? Onde? Que selvagens?Hã?

“Oi Edrick, fica um pouco difícil discutir algum assunto com alguém que não entende do mesmo.

Ah! meu Jesus, vamos lá. Tá difícil. Estuda mais, mas não só a Biblia, um livro maravilhoso, porém cheio de simbologias e alegorias que as pessoas mais ingênuas interpretam ao pé da letra.
O dilúvio acabou com todo o ser vivente sobre a terra; certo?
Quando Pedro Álvares Cabral, aquele navegador português, dono de vastos bigodes e apreciador de um bom bacalhau com batatas chegou aqui, encontrou tudo quanto é bicho…e gente!
As pessoas que aqui moravam, eram índios, criaturas selvagens; entendeu?
Bem, partindo-se da premissa de que, se o dilúvio acabou com todas as pessoas, deixando vivos apenas Noé e sua família, os índios que Cabral encontrou só podem ser descendentes de Noé; ou eu estou errado?
Bem, como elas chegaram até aqui, nem Bíblia nem a ciência explica. Alguns dizem que foi nadando, outros a pé. Se foi a pé, tiveram que andar sobre as águas como Jesus.
A pergunta:
Independente da forma que chegaram até aqui, se eram descendentes de Noé e sua família, no mínimo, quando Cabral os encontrou, deveriam saber falar o hebraico, usar roupas, morar em casas, ao invés de choupanas, e, principalmente se lembrar daquele Deus que livrou seus pais do dilúvio. Mas não; se tornaram selvagens!!!!!!!!!!!!Ou eu estou errado?

Comentar por franco

minha resposta tah lá em baixo

Comentar por Edrick

“Lá, diferente da Bíblia não existe interpretações ”

Só pra lembrar, a Bíblia é um livro, ela não faz interpretações, são os clérigos! A frase correta é assim

Lá, diferente da Cristandade (dos clérigos, das igrejas, dos homens que interpretam a bíblia) não existe interpretações

Comentar por Edrick

E para que não pergunte mais uma vez, vá em Jó e veja Satanás antes de Babilônia.

Nota: Segundo vcs, Jesus foi tentado por quem do deserto? Era fome? Dupla personalidade? Ou jah que não é conveniente para os espiritísmo vcs deixam isso de lado, desconsideram como fantasia para intertrer os leitores?

Comentar por Edrick

Haham! Na mitologia grega, na indú tb tem se eu não me engano, tem em muitos outros (alguns são bem mais parecidos que a grega), mas td bem. É a mesma história do dilúvio, vc pode achar que td mundo tah mentindo, ou que algo do tipo aconteceu e ficou marcado em todos e espalhada e diversificada com o evento da torre de babel.

Tinha sim um deus falso (e ainda tem muitos), ou vc não conhece os deuses por aí?

“Ah! meu Jesus, vamos lá. Tá difícil. Estuda mais, mas não só a Biblia, um livro maravilhoso, porém cheio de simbologias e alegorias que as pessoas mais ingênuas interpretam ao pé da letra.”

Tb acho q tah difício, se vc perceber em sua primeira pergunta, parecia que quem saiu do dilúvio encontrou selvagens, veja sua pergunta: e também como os salvos do dilúvio chegaram aos continentes recém descobertos e encontraram um povo selvagem, sendo que quando saíram de seus países, eram civilizados

Viu, vc falõ que os salvos do dilúvio encontraram selvagens em continentes!

Mas tb bem. Vamô lah. Acho que não sou eu quem está tendo de estudar. Me diga, os Incas, Astecas e Maias eram selvagens? E quanto a tribos, elas (estão descobrindo agora) não eram tão selvagens assim, tinha até uma forma de se organizarem bem inteligênte, é claro que tinham selvagens, assim como na África, e assim como ainda existe alguns hj, os “selvagens”. Tenha mais cuidado ao ler meus comentários.

E MAIS UMA VEZ, VEJA JÓ!!!!!!!!!!!!!!!!

Comentar por Edrick

Olha cara, eu não sei se é gozação ou você tem algum problema para entender as coisas. Se é gozação, parabéns; você está se saindo muito bem; nós continuamos a conversa e eu aciono o meu lado humorístico.
Agora, se você tem algum problema para entender, é melhor pararmos por aqui. Olha, no Brasil, só existiam ÍNDIOS; os maias, incas, astecas eram povos de outras localidades, Perú, México e aí vai. Mesmo assim, NÃO CONHECIAM O DEUS DOS FILHOS DO DILÚVIO, NOÉ que vocês tanto acreditam.
Essas tribos que você menciona que “não eram tão selvagens assim e que tinham até uma forma de se organizarem”, não poderiam ter regredido; Deus nos pos no mundo para PROGREDIRMOS e não regredirmos. É a Lei; a Sua Lei.
Vou fazer mais uma perguntinha;
Se as pessoas têm uma só vida, Deus não deveria tê-las feito iguaisao nascerem? Por quê algumas nascem cegas, surdas, aleijadas, ricas, bonitas, pobres etc,etc,et,?
Olha, se você responder, usa um pouco o bom senso e não somente a fé e a Bíblia, pois esses troços que você está respondendo,pega mal até para os próprios TJs mais esclarecidos.

Comentar por Franco

Num tô de gozação não. Até pensei que fosse vc que tivesse, quando perguntou um monte de vezes a msm coisa e em cada uma eu coloquei a respoasta.Mas td bem. Não, pelo que eu saiba não tenho nenhum problema não.

Eu sei que no Brasil só tinha esse, foi mal, não prestei atenção no nome do cara, mas eu tb sei que o Brasil se liga com o méxico, e eram sim bem civilizados (alguns). Não vejo problemas se alguns regridem (até hj tem isso). A formação de governos, segundo a bíblia, parece ter começado com Ninrode. Como todos sabem, assim como na Europa havia os “civilizados” logo lah para baixo havia tb tribos de africaons “selvagens”, assim tb se dava no oriente, alguns bem civilizados, outros menos, outros nada. Assim tb se dá hj, alguns menos do “primeiro mundo”, outros do “terceiro” outros ainda são até nômades. Não vejo o problema disso.

“Se as pessoas têm uma só vida, Deus não deveria tê-las feito iguaisao nascerem? Por quê algumas nascem cegas, surdas, aleijadas, ricas, bonitas, pobres etc,etc,et,?”

Uma coisa chamada pecado (Rom.5:29). Se alguma pessoa não pode (de que forma for, por doença, por morar em um local ou em uma época onde não pode conhecer a Deus em apenas uma vida), há bem clara na bíblia a esperança da ressurreição (Joa.5:28,29, Apoc.20:13), Para apenas uma única outra chance.

Uma perguntinha. Vc disse que não é justo pessoas sofrerem no inferno de fogo(concordo), é intão justo sofrerem por atos anteriores que não lembram e não sabem coo mudar, por incontávei vidas? Incluindo nesse crianças e pessoas que nessa vida são inocentes?

“Olha, se você responder, usa um pouco o bom senso e não somente a fé e a Bíblia, pois esses troços que você está respondendo,pega mal até para os próprios TJs mais esclarecidos.”

Eu procuro usar sim bom senso, e sempre com fé e a bíblia (desses não largo mão). Se vc acha que isso são “troços” é com vc.Tem o direito de achar isso. Se estou envergonhando as TJs é por estar nessa tipo de debate, não é do nosso feitio, ainda mais quando a pessoas considera nossas palavras como “troços”, garanto que não concordo com nada do que vcs acreditão (digo no geral), mas longe estaria eu de dizer que suas crenças e explicações são troços. Pq vc não respondeu as minhs perguntas anteriores?

Comentar por Edrick

Pq Jesus falou de Noé como verdade (Veja no cap 24 de mat. tô com reguiça de procurar)? É mais uma história falsa de Jesus (segundo vcs)?

Comentar por Edrick

Jesus condenou os fariseus por desconsiderarem (e IVALIDAREM) as escrituras (na época só o “AT”) e vc quer que eu faça o msm?

Mat.7:9 Outrossim, ele lhes disse ainda: “Jeitosamente pondes de lado o mandamento de Deus, a fim de reterdes a vossa tradição. 10 Por exemplo, Moisés disse: ‘Honra a teu pai e a tua mãe’, e: ‘Quem injuriar pai ou mãe, acabe na morte.’ 11 Mas vós dizeis: ‘Se um homem disser a seu pai ou à sua mãe: “Tudo o que eu tenho, que da minha parte te poderia ser de proveito, é corbã, (isto é, uma dádiva dedicada a Deus,)”’ — 12 não o deixais mais fazer nem uma única coisa para seu pai ou para sua mãe, 13 e assim invalidastes a palavra de Deus pela vossa tradição que transmitistes. E fazeis muitas coisas semelhantes a esta.”

Comentar por Edrick

Invalidarem*

Comentar por Edrick

Cara, não leva a mal não; mas me parece que o Franco está certo, você é meio difícil de entender as coisas. Não tenho uma religião definida; apenas creio e muito em Deus. Sou um pesquisador de religiões e estudei bastante a Bíblia e muitos outros livros sagrados. Me parece que ele está certo. Antes dos judeus voltarem do exílio, a figura de satanás não era conhecida na Bíblia. Não sei se você reparou, o livro de Jó foi escrito no século VI a.C., depois que eles voltaram do exílio ou durante e assimilaram a crença em satanás.Tanto é, que no caso do recenseamento, em Samuel-2, escrito lá pelo século VI a.C.,antes do exílio, quem mandou foi Javé, e em Crônicas, século 300a.C., já sob a influência do Zoroastrismo, quem ordenou foi satanás.
Portanto, temos que usar a lógica. O que ele fala está certo.

Comentar por Carlos Binna

Segundo os grandes peritos, Jó foi escrito por Moisés (os mesmos peritos que dataram os outros livros). Não em babilônia, vc pode até ver isso pelo extrema similaridade na escrita. Tô com preguiça de pegar os nomes, mas talvez eu bote akí mais tarde.

Mas se vc estuda assim, pq não sabe que nesse parte de satanás não há o arigo definido, podendo ser qualquer opositor (satanás = opositor),uma pessoa talvez, apesar de minha bíblia estar satanás (o que não é errado). E pq tb não botô aí que a melhor tradução do texto (estando realmente de acordo com a lígua) é: O relato em 2 Samuel 24:1 reza: “E novamente veio a acender-se a ira de Jeová contra Israel, quando se instigou Davi contra eles, dizendo: ‘Vai, faze a contagem de Israel e de Judá.’” Não se identifica ali quem o instigou a isso. Poderi ser um conselheiro humano, ou satanás. O outro texto serve para indicar melhor.

Mas se por acaso alguma bíblia resouva traduzir assim:: “E novamente veio a acender-se a ira de Jeová contra Israel, quando ele instigou Davi contra eles.” A tradução da The Bible in Basic English (A Bíblia em Inglês Básico) reza: “Novamente a ira do Senhor ardia contra Israel, e movendo Davi contra eles, ele disse: Vai, faze a contagem de Israel e Judá.” Assim, alguns comentaristas consideram que o “ele” que instigou Davi a fazer o recenseamento foi Jeová. Sua ‘ira contra Israel’, segundo este conceito, acendeu-se antes do recenseamento e se devia às recentes rebeliões deles contra Jeová e seu rei designado, Davi, quando seguiram primeiro o ambicioso Absalão e depois o imprestável Seba, filho de Bicri, em oposição a Davi. (2Sa 15:10-12; 20:1, 2) Tal ponto de vista poderá ser harmonizado com o conceito de que Satanás ou algum conselheiro humano mau instigou Davi, se a instigação for encarada como algo que Jeová propositadamente permitiu, como por remover sua proteção ou sua mão restritiva. — Compare isso com 1Rs 22:21-23; 1Sa 16:14

E veja melhor, Jó foi escrito por Moisés. Senão vai seu igual um senhor que eu falei, que disse que Abrão escreveu Gêne. em Babilônia

Comentar por Edrick

Jó morava em Uz, localizada, segundo alguns geógrafos, no Norte da Arábia, perto da terra ocupada pelos edomitas, e a leste da terra prometida à descendência de Abraão. Os sabeus ficavam ao sul, os caldeus, ao leste. (1:1, 3, 15, 17) A época da provação de Jó foi muito depois dos dias de Abraão. Foi num tempo em que não havia “ninguém igual a [Jó] na terra, homem inculpe e reto”. (1:8) Este parece ser o período transcorrido entre a morte de José (1657 AEC), um homem de notável fé, e o tempo em que Moisés iniciou seu proceder de integridade. Jó se distinguia na adoração pura durante este período em que Israel estava contaminado com a adoração demoníaca do Egito. Ademais, as práticas mencionadas no primeiro capítulo de Jó, e aceitar Deus a Jó como verdadeiro adorador, indicam os tempos patriarcais em vez do período posterior a 1513 AEC, quando Deus passou a lidar exclusivamente com Israel sob a Lei. (Amós 3:2; Efé. 2:12) Assim, dando-se margem à longa vida de Jó, o livro parece abranger um período entre 1657 AEC e 1473 AEC, ano em que Moisés morreu; o livro foi completado por Moisés algum tempo após a morte de Jó e enquanto os israelitas estavam no ermo. — Jó 1:8; 42:16, 17.
5 Por que dizemos que Moisés foi o escritor? Isto está de acordo com a mais antiga tradição entre eruditos tanto judeus como cristãos primitivos. O vigoroso estilo autêntico da poesia hebraica, empregado no livro de Jó, torna evidente que era composição original em hebraico, o idioma de Moisés. Não poderia ter sido tradução de outro idioma como o árabe. Também, os trechos em prosa têm mais forte semelhança com o Pentateuco do que com quaisquer outros escritos da Bíblia. O escritor deve ter sido israelita, como Moisés o era, porque os judeus “foram incumbidos das proclamações sagradas de Deus”. (Rom. 3:1, 2) Depois de ter atingido a madureza, Moisés passou 40 anos em Midiã, que não ficava distante de Uz, onde poderia obter as informações pormenorizadas registradas em Jó. Mais tarde, quando passou perto da terra natal de Jó, durante a jornada de 40 anos de Israel pelo ermo, Moisés podia ficar a par e registrar no livro os pormenores finais.

Comentar por Edrick

Author: Edrick
Comment:
Num tô de gozação não. Até pensei que fosse vc que tivesse, quando perguntou um monte de vezes a msm coisa e em cada uma eu coloquei a respoasta.Mas td bem. Não, pelo que eu saiba não tenho nenhum problema não.

(Franco) Tem sim, você usa bastante a fé, o que é maravilhoso, mas pouco a razão.

Eu sei que no Brasil só tinha esse, foi mal, não prestei atenção no nome do cara, mas eu tb sei que o Brasil se liga com o méxico, e eram sim bem civilizados (alguns). Não vejo problemas se alguns regridem (até hj tem isso). A formação de governos, segundo a bíblia, parece ter começado com Ninrode. Como todos sabem, assim como na Europa havia os “civilizados” logo lah para baixo havia tb tribos de africaons “selvagens”, assim tb se dava no oriente, alguns bem civilizados, outros menos, outros nada. Assim tb se dá hj, alguns menos do “primeiro mundo”, outros do “terceiro” outros ainda são até nômades. Não vejo o problema disso.

(Franco) Tudo bem cara-pálida, e na Austrália, que também aconteceu a mesma coisa, como os descendentes de Noé chegaram? Me parece que o país não se liga com nenhum outro. É só água em volta. Quando os colonizadores chegaram foi a mesma coisa. Só tinha índio, selvagens. Como conseguiram chegar lá e ainda levando todos os animais, não sei, e me parece que a Bíblia também não. Talvez você saiba e não quer falar. A ciência agradeceria.

“Se as pessoas têm uma só vida, Deus não deveria tê-las feito iguaisao nascerem? Por quê algumas nascem cegas, surdas, aleijadas, ricas, bonitas, pobres etc,etc,et,?”

Uma coisa chamada pecado (Rom.5:29). Se alguma pessoa não pode (de que forma for, por doença, por morar em um local ou em uma época onde não pode conhecer a Deus em apenas uma vida), há bem clara na bíblia a esperança da ressurreição (Joa.5:28,29, Apoc.20:13), Para apenas uma única outra chance.

(Franco) Não sei que pecado teria cometido uma pessoa que nasceu cega, surda, muda , aleijada. Só se tiver cometido pecado em outra vida e está pagando; ou eu estou errado? Caso contrário, na hora de nascer Deus olhou para ela e disse: Não fui com a tua cara; vai para a terra sofrer, enquanto outros que eu fui com a cara vão ser felizes.

Uma perguntinha. Vc disse que não é justo pessoas sofrerem no inferno de fogo(concordo), é intão justo sofrerem por atos anteriores que não lembram e não sabem coo mudar, por incontávei vidas? Incluindo nesse crianças e pessoas que nessa vida são inocentes?

“Olha, se você responder, usa um pouco o bom senso e não somente a fé e a Bíblia, pois esses troços que você está respondendo,pega mal até para os próprios TJs mais esclarecidos.”

(Franco) Por isso que eu falo para você, sem conhecimento da doutrina Espírita, fica difícil explicar. Mas vamos lá.
Quando você comete um crime é julgado, condenado e vai para a cadeia, certo. Ou você já viu alguém ir preso porque ajudou uma velhinha atravessar a rua? O condenado sabe porque está sendo preso. A justiça Divina faz a mesma coisa. Você morre, (o corpo morre somente uma vez) lá encima é julgado e volta para a terra (prisão do espírito) reparar seus erros, em outro corpo; o anterior os micróbios já comeram. Deus não permite que conheçamos nossos inimigos de outras vidas, por que isso apenas atrapalharia. Vou citar o exemplo que já citei várias vezes. Imagina Deus nos colocar na mesma família para acertarmos contas de outras vidas, com pessoas que nos fizeram muito mal em outras vidas. Seria muito difícil não?
Além de não nos perdoarmos, contrairíamos outras dívidas, que terão que ser pagas um dia. Lembra, “dali não sairás enquanto não tiveres pago até o último ceitil” Quem falou foi o Mestre. É a justiça Divina, meu caro.
Ah, ia me esquecendo. Para nós Espíritas, fica fácil entender o porque de nossos sofrimentos ou alegrias. Basta uma análise da vida atual. Deu para entender?
Outra coisa; sobre as crianças, Deus quando nos coloca aqui, estipula que devamos viver por exemplo 80 anos. Porém, devido a farras, bebedeiras, gula, cigarro, e outras estrepulias, vivemos dez anos menos. Sabe o que acontece? Voltamos para completar o que faltou.
Antes que você me pergunte: e as crianças recém-nascidas, ou que nascem mortas, o que estão pagando?
Nada. Quem está pagando são os pais, que em vidas anteriores provocaram um aborto e nesta desejam muito ter um filho. Não conseguem e sofrem muito por isso.

Eu procuro usar sim bom senso, e sempre com fé e a bíblia (desses não largo mão). Se vc acha que isso são “troços” é com vc.Tem o direito de achar isso. Se estou envergonhando as TJs é por estar nessa tipo de debate, não é do nosso feitio, ainda mais quando a pessoas considera nossas palavras como “troços”, garanto que não concordo com nada do que vcs acreditão (digo no geral), mas longe estaria eu de dizer que suas crenças e explicações são troços. Pq vc não respondeu as minhs perguntas anteriores?

(Franco) O Endrick, desculpa, eu talvez tenha usado o termo errado. Quando eu disse troço, não foi em relação à Bíblia, que eu respeito muito, mas sei separar verdades de mitologia, eu disse troço no sentido que você dá cada resposta sem sentido que me deixa corado; só isso.

Comentar por Franco

“(Franco) Tem sim, você usa bastante a fé, o que é maravilhoso, mas pouco a razão.”

Não uso razão oe fé.

“(Franco) Tudo bem cara-pálida, e na Austrália, que também aconteceu a mesma coisa, como os descendentes de Noé chegaram? Me parece que o país não se liga com nenhum outro. É só água em volta. Quando os colonizadores chegaram foi a mesma coisa. Só tinha índio, selvagens. Como conseguiram chegar lá e ainda levando todos os animais, não sei, e me parece que a Bíblia também não. Talvez você saiba e não quer falar. A ciência agradeceria.”

O dia que eu inventar minha máquina-do-tempo ou falar com Deus te respondo com toda as explicações corretinhas. Mas como ainda chego tarde na escola e não tenho o privilégio de alguns, posso só pôr akí suposições (as mesmas que se baseiam várias das ciencias aceitas): Alguns têm argumentado que a presença de animais em ilhas isoladas, tais como a Austrália e a Nova Zelândia, é indício de que nem todos os animais terrestres que estavam fora da arca pereceram no Dilúvio. No entanto, as descobertas dos oceanógrafos indicam que há base para se crer que, certa vez, cordilheiras terrestres uniam o que são agora áreas terrestres isoladas. Por exemplo, estudos oceanográficos divulgados pelo Dr. René Malaise falam de descobertas indicativas de que, certa vez, existia uma “Cordilheira do Atlântico Médio” que cruzava esse oceano acima da superfície. Possivelmente havia também outras cordilheiras, e os animais poderiam ter emigrado através delas, antes que tais cordilheiras afundassem sob a superfície do oceano. Outros estudos oceanográficos apresentaram evidência de que, certa vez, existia enorme continente no Pacífico Sul, que abrangia a Austrália e muitas das ilhas dos Mares do Sul. Se esse era o caso, então os animais não tiveram, naturalmente, dificuldade alguma em emigrar para tais terras.Há tb o fato de alguns dizerem que restos do dilúvio que boiavam poderia fornecer pontes, que a ilhas eram bem mais próximas, há quem diga até em um “tipo” de era glacial (parece que seria em algumas partes só) como efeito do dilúvio facilitaria isso, ou a junção de vários desses, e etc. Mas como eu disse, assim come precisaria de fé para acreditar em qualquer coisa dita pelos cientistas que eu não posso ver (não realmente como foi), assim tb preciso para algumas coisas da Bíblia, mas nada que seja realmente impussível. Segundo a ciência não é possível que uma abelha voe, mas ela voa, não é possível que as galáxias em rotações animalescas não se destruam, mas não se destroem,não é possível que o universo não sofra contração, mas não sofrerá, que nosso cérebro produaza pensamentos,mas produz.

“e me parece que a Bíblia também não. Talvez você saiba e não quer falar. A ciência agradeceria”

Vc fala como se a bíblia fosse uma pessoa. Ela só não menciona, como não menciona como Deus exatamente fez o universo, e cada partícula, mas não significa que Deus não saiba. Se que achar isso na bíblia desista (Luc.10:21) Jesus mostra nesse texto que a bíblia é para os humildes, não é um manoal científico, é a “carta” de Deus para a humanidade, para o gênio e para o homem do campo. A ciência pode me explicar como tudo realmente surgiu, sem nenhuma falha de explicação? Eu agradeceria!

“(Franco) Não sei que pecado teria cometido uma pessoa que nasceu cega, surda, muda , aleijada. Só se tiver cometido pecado em outra vida e está pagando; ou eu estou errado? Caso contrário, na hora de nascer Deus olhou para ela e disse: Não fui com a tua cara; vai para a terra sofrer, enquanto outros que eu fui com a cara vão ser felizes.”

Nenhum!(botei o texto errado foi mal) Roma.5:12 É por isso que, assim como por intermédio de um só homem entrou o pecado no mundo, e a morte por intermédio do pecado, e assim a morte se espalhou a todos os homens, porque todos tinham pecado

A pessoa herda pecado (não é punição d Deus para cada um que nasce). Imagine como uma doença genética. O que Deus fez foi resgatar a humanidade (cada pessoa nasce pecadora por herança, e como pecadora infelizmente vai sofrer as consequencias [seria injusto Deus reconpensar um pecador com perfeição]), mas como não foi ela quem cometeu o pecado original, tb não seria justo ter o mesmo destino que seus primeiros pais, a morte eterna, por isso Deus proveu o resgate para reverter e dar de volta o que Adão tirou de seus descendentes) com o sacrifício de seu Filho (Jo.3:16), assim, jah que a humanidade lhe devolveu o que havia “roubado”, ela receberiam, se assim seguissem as normas de Deus, perfeição que seus pais lhes tiraram, o cap de Romanos continua : 17 Porque, se pela falha de um só [homem] a morte reinou por intermédio daquele um, muito mais aqueles que recebem a abundância da benignidade imerecida e da dádiva gratuita da justiça reinarão em vida por intermédio de um só, Jesus Cristo. 18 Assim, pois, como por intermédio de uma só falha resultou a condenação para homens de toda sorte, do mesmo modo também por um só ato de justificação resulta para homens de toda sorte serem declarados justos para a vida. 19 Pois, assim como pela desobediência de um só homem muitos foram constituídos pecadores, do mesmo modo também pela obediência de um só muitos serão constituídos justos.

Quanto a sua explicação, tah bem feita, só que para mim, sofrer por atos anteriores, não lembrados, sendo esse sofrimento uma punição de Deus, por incontáveis vidas (pq assim como seria ruim para alguns se concertar, sabendo de sues erros, assim tb fica ruim para tds concertar seus erros sem saber quais são) é bem parecido com a histórios do inferno de fogo, só muda o local e as formas de punições (um é fogo, nesse as moléstias são mais variadas). E pq o mundo não tah melhorando? (Não falo de tecnologia, falo de moral, o mundo nunca teve tão ruim como em nossos dias)

“eu disse troço no sentido que você dá cada resposta sem sentido que me deixa corado; só isso.”

“Sem sentido” é algo muito relativo. Pq as suas tb não fazem sentido alguma para mim.

Comentar por Edrick

Comment:
Pq Jesus falou de Noé como verdade (Veja no cap 24 de mat. tô com reguiça de procurar)? É mais uma história falsa de Jesus (segundo vcs)?

(Franco) Não é falsa não cara. Acontece que, como já expliquei milhões de vezes, não tinha como Jesus falar “olha, alguma coisa que está na Bíblia está certa, outras não”. Ninguém iria compreender. Porém, você que não é burro nem nada, vai perceber que muitas coisas Ele revogou, como por exemplo quem trabalhar aos sábados não será morto, não devemos apedrejar as adúlteras, não devemos apedrejar os filhos rebeldes, ao invé do olho por olho, dente por dente, perdoar setenta vezes sete….e aí vai. Deu para entender?
Se até hoje não conseguem enterder essas coisas, imagina há 2.000 anos!

Comentar por Franco

“Franco) Não é falsa não cara. Acontece que, como já expliquei milhões de vezes, não tinha como Jesus falar “olha, alguma coisa que está na Bíblia está certa, outras não”. Ninguém iria compreender”

Egraçado, ele disse que td o que estava alí era verdade (certa) (João 17:17). Não vejo o que não iriam compreeder, eles se rebelavam contra as escrituras, mais tarde alguns adotaram várias filosofias doidas e etc. Se fosse para falar, Jesus falaria. Agora, eu vejo ele em todo envagélio falando que td é verdade e certo, e daí tirar a conclusão de que ele não acreditava nisso pq alguém que não é ele disse isso, é bem difício de aceitar.

“Ele revogou, como por exemplo quem trabalhar aos sábados não será morto, não devemos apedrejar as adúlteras, não devemos apedrejar os filhos rebeldes, ao invé do olho por olho, dente por dente, perdoar setenta vezes sete….e aí vai. Deu para entender?”

Ele não descumpriu nada da Lei,só cumpriu como nenhum outro.

Sobre o sabado:Como encarava Jesus essas excessivas minúcias legalistas? Quando foi criticado por curar alguém no sábado, ele disse: “Meu Pai tem estado trabalhando até agora e eu estou trabalhando.” (João 5:17) Jesus não estava fazendo trabalho secular para enriquecer. Antes, estava fazendo a vontade de Deus. Assim como se permitia que os levitas continuassem com seu serviço sagrado no sábado, Jesus podia legitimamente cumprir qual Messias os deveres que Deus lhe designara, sem violar a Lei de Deus. — Mateus 12:5.
As curas que Jesus fez em sábados expuseram também os escribas e fariseus judeus como ‘justos demais’ — como rígidos e desequilibrados no seu modo de pensar. (Eclesiastes 7:16) Certamente, não era da vontade de Deus que as boas obras ficassem restritas a certos dias da semana; nem intencionou Deus que o sábado fosse um cumprimento inútil de regras. Jesus disse em Marcos 2:27: “O sábado veio à existência por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.” Jesus amava pessoas, não regras arbitrárias.
Restrições Sabáticas, Rabínicas. Intencionava-se originalmente que o sábado fosse uma ocasião alegre, espiritualmente edificante. Mas os líderes religiosos judaicos, no seu zelo de se diferenciarem tanto quanto possível dos gentios, especialmente depois do retorno do exílio babilônico, aos poucos o tornaram penoso por aumentarem grandemente as restrições sabáticas para 39, com inúmeras restrições menores. Estas, quando compiladas, enchiam dois grandes volumes. Por exemplo, pegar uma pulga era proibido como caça. O sofredor não podia obter alívio a menos que estivesse ameaçado de morte. Não se podia encanar um osso fraturado, nem enfaixar uma entorse. Estes líderes religiosos judaicos invalidaram o verdadeiro objetivo do sábado, porque tornaram o povo escravo de tradições, em vez de o sábado servir aos homens para a honra de Deus. (Mt 15:3, 6; 23:2-4; Mr 2:27) Quando os discípulos de Jesus apanharam grãos e os esfregaram nas mãos para comer, eles evidentemente foram acusados por dois motivos, a saber, fazerem colheita e fazerem debulha no sábado. (Lu 6:1, 2) Os rabinos tinham um ditado: “Os pecados de todo aquele que observa estritamente todas as leis do sábado, embora ele seja adorador de ídolos, são perdoados.”
Por que não deviam os israelitas trabalhar no sábado? Será que visava simplesmente proibir o trabalho? Não. Era para que os empenhos seculares, tais como o trabalho pelo alimento e pela roupa, não consumissem todo o tempo e a atenção do povo. O arranjo sabático promovia a adoração verdadeira por assegurar que o povo tivesse tempo para a adoração sem ser distraído pelo trabalho regular. (Êxodo 20:8-11; Isaías 58:13) Jesus incentivou esse entendimento em lugar do conceito mesquinho dos fariseus.

Sobre apedrejar adúlteros:Desde o início era óbvio que o texto da descoberta de Tischendorf era basicamente idêntico ao que fora a base de nossas Bíblias atuais. Entretanto, revelou evidência de adulteração.
Um exemplo é o familiar relato em João 8:1-11 (Almeida) sobre uma mulher adúltera prestes a ser apedrejada, e que fala sobre Jesus ter dito: ‘Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra.’ Não estava nesse antigo manuscrito. Assim sendo, edições recentes da Bíblia têm-no removido ou posto como nota ao pé da página para refinar o texto bíblico. Outras adições foram também descobertas e omitidas. — Mat. 17:21; 18:11; Atos 8:37.
Enquanto Jesus realizava seu serviço designado por Deus, ele vez após vez citou a Lei e depois foi ainda mais a fundo. Como? Tocou na motivação e nas razões para se fazerem as coisas. Jesus estava interessado em descobrir o que havia no coração da pessoa. Ilustrou isso certa vez, ao considerar a Lei e o assunto do homicídio e adultério. Ele explicou: “Ouviste que se disse aos dos tempos antigos: ‘Não deves assassinar; mas quem cometer um assassínio terá de prestar contas ao tribunal de justiça.’ No entanto, digo-vos que todo aquele que continuar furioso com seu irmão terá de prestar contas ao tribunal de justiça; mas quem se dirigir a seu irmão com uma palavra imprópria de desprezo, terá de prestar contas ao Supremo Tribunal; ao passo que quem disser: ‘Tolo desprezível!’, estará sujeito à Geena ardente.” (Mat. 5:21, 22) Mais tarde, ao falar sobre o adultério, Jesus tinha o seguinte a dizer: “Ouvistes que se disse: ‘Não deves cometer adultério.’ Mas eu vos digo que todo aquele que persiste em olhar para uma mulher, ao ponto de ter paixão por ela, já cometeu no coração adultério com ela.” — Mat. 5:27, 28.
Em ambos os casos, podemos ver a superioridade dos ensinos de Cristo sobre os da Lei em tornar alguém santo. Sob a Lei, os atos físicos de assassinato e de adultério levariam o israelita a ser condenado à morte. Mas, no caso do cristão, até mesmo seus pensamentos e motivos poderiam condená-lo aos olhos de Jeová. Ele precisa ter um coração puro. (Mar. 7:18-23) O cristão não deve entreter pensamentos e desejos impróprios, esperando revestir-se de “santidade” que refletiria a glória de Jeová. (Fil. 4:8; 2 Cor. 3:18) De modo que Jesus salientou o princípio em que se baseava a Lei. Enfatizou o espírito da Lei, o qual, na maior parte, havia sido desconsiderado pelos que ensinavam a Lei.
Os apóstolos e outros seguidores de Jesus tomavam a peito este conselho por se empenharem em aplicar os princípios e o espírito da Lei na sua vida. Isto lhes foi útil em alcançar a “santidade” que se esperava deles. Receberam esta “santidade” pela fé no valor expiatório de pecados do sacrifício de Jesus Cristo. Pedro, ao descrever a congregação cristã, foi induzido a chamá-la de “nação santa”, completamente separada do mundo e posta à parte para o serviço de seu Deus. (1 Ped. 2:9) Estes, embora imperfeitos, eram “santos”, limpos e brilhantes aos olhos de Jeová.

Sobre apedrejar filho rebelde: Aonde viu isso? Provavelmente na parábola do filho pródigo. Se não percebeu, na Lei eram os pais que levavam o filho para ser morto, e para um pai fazer isso deveria ser um caso extremo, muito extremo, Jesus só citou um pai sábio amoroso e misericordioso, que era um requisito de um israelita.

Oséias 6:6. 6 Pois, agrado-me da benevolência e não do sacrifício; e do conhecimento de Deus antes do que de holocaustos. 7 Mas eles mesmos, tal como um homem terreno, infringiram [o] pacto. É nisso que agiram traiçoeiramente para comigo.

1Samu.15:22Por sua vez, Samuel disse: “Tem Jeová tanto agrado em ofertas queimadas e em sacrifícios como em que se obedeça à voz de Jeová? Eis que obedecer é melhor do que um sacrifício, prestar atenção [é melhor] do que a gordura de carneiros

Isaí.48:18 Oh! se tão-somente prestasses realmente atenção aos meus mandamentos! A tua paz se tornaria então como um rio e a tua justiça como as ondas do mar. 19 E a tua descendência se tornaria como a areia, e os descendentes das tuas entranhas como os grãos dela. Não se deceparia nem se aniquilaria o nome da pessoa diante de mim.”

Citando Deuteronômio 6:5, Jesus disse: “‘Tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua mente.’ Este é o maior e primeiro mandamento.” Embora o fariseu tenha pedido apenas um mandamento, Jesus lhe deu dois. Citando Levítico 19:18, ele disse: “O segundo, semelhante a este, é: ‘Tens de amar o teu próximo como a ti mesmo.’” Em seguida, Jesus indicou que essas duas leis eram a essência da adoração pura. Para impedir qualquer tentativa de fazê-lo alistar as outras leis em ordem de importância, ele concluiu: “Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.” (Mateus 22:37-40)

Comentar por Edrick

Cara; eu desisto, tô pedindo água, tô jogando a toalha, tô levantando a bandeira branca. Ufa! Assim não dá.Eu uso a razão e você usa a emoção; eu uso a lógica, você usa a Bíblia.
Você interpreta a Bíblia ao pé da letra, assim fica difícil mesmo.
Olha, eu já te falei que a Bíblia é repleta de simbologias e alegorias, mas não adianta. Fazer o quê?
Olha, você não acreditam que exista uma alma que sobrevive após a morte. Só na ressurreição, certo?
Leia Lucas 16:19-31, “o rico e o pobre”.
Lá você vai ver Jesus contando a história do rico e de Lázaro. Jesus fala de Moisés, Abraão, Lázaro no céu e o rico no inferno. Todos mortos. Estaria Jesus mentindo? O que estavam fazendo lá Abraão, Moisés, Lázaro, o rico no inferno. Vocês não dizem que “só na ressurreição os mortos irão se manifestar e que o inferno não existe”?

Comentar por Franco

Eu nem tinha me tocado com respeito as crianças, mas jah que vc falô. Vc disse que uma das coisas que faz vc não acreditar na bíblia, é que ela fala da morte de 42 deliquentes juvenis (do estilo falcão: os meninos do tráfico) pelos seus próprios atos (se vão ter ressurreição só Deus sabe) e dos primôgenitos que morreram pela insolência dos pais, que não quizeram salva-los (e terão ressurreição), mas agora diz que todas a milháres de crianças mortas é por causa de seus pais? E quando não havia formas de abortar crianças por vontade própria e ainda sim morriam crianças? Jesus sofreu pq era um depravado em outra vida? Holocaustos são punições de Deus para as pessoas, em quanto os que o causam são privilegiados pq não estão sofrendo, e então não fizeram coisas ruins? E pq a minha personalidade ruim faz maior farra, e a boa de outra vida, que não teve nada que ver com essa é que sofre?É como torturar um “clone” meu por um ato meu?Pq a população do mundo está sempre, sempre, almentando?Essa téscnica de Deus não deveria estar melhorando o mundo?Pq Jesus disse o contrário (Mat.24)?

Nota: esse comentário foi feito depois dele ter dito que não ia mais comentar, logo, se não houver nenhum comentário não é necessariamente pq ele não siaba a resposta ou algo assim, pode ser pq ele simplismente não quer comentar.

Comentar por Edrick

A gora sim a resposta:

“Cara; eu desisto, tô pedindo água, tô jogando a toalha, tô levantando a bandeira branca. Ufa! Assim não dá.Eu uso a razão e você usa a emoção; eu uso a lógica, você usa a Bíblia.”

Tb tava vendo que isso não ia levar ninguéma nada. Tah me chamando de emo? (zuação). Eu tb uso a razão e a lógia, vc só fala isso pq é uma lógica contrária a sua, pq vc disse que passou a vida usando a razão e achou a resposta, aí quando vem alguém usando uma razão e uma lógica contrária a sua, vc logo estipula como desarazoado, sem lógiaca, mas não é, vc não pode provar isso em meus comentários. Desde quando usar a bíblia é não usar lógica, Jesus foi o homem que mais e basiou na bíblia e o que mais usou lógica ( Mateus 22:33).

“Você interpreta a Bíblia ao pé da letra, assim fica difícil mesmo.
Olha, eu já te falei que a Bíblia é repleta de simbologias e alegorias, mas não adianta. Fazer o quê?”

Legal, só que isso é uma opnião sua, não dá para provar eu em entendo ela ao pé da letra. Eu sei que ela sem simbologismo e alegorias, só que ela msm mostra quando é assim e quando não é, é só ler ela TODA.

“Olha, você não acreditam que exista uma alma que sobrevive após a morte. Só na ressurreição, certo?
Leia Lucas 16:19-31, “o rico e o pobre”.
Lá você vai ver Jesus contando a história do rico e de Lázaro. Jesus fala de Moisés, Abraão, Lázaro no céu e o rico no inferno. Todos mortos. Estaria Jesus mentindo? O que estavam fazendo lá Abraão, Moisés, Lázaro, o rico no inferno. Vocês não dizem que “só na ressurreição os mortos irão se manifestar e que o inferno não existe”?”

Certo! Isso se chama parábola (não é a(x.x) + bx + c = 0), não é algo literal(assim como as das dez virgens, o joio e o trigo, ovlehas e cabritos, anjos separando peixes, servos enterrando dinheiro, reino como um grão de mustarda e etc). Se vc ler o contexto logo verá isso (o hades é o mesmo lugar que jó pediu para ir Jó 14:12-15 para ACABAR com o sofrimento, tb Abraão Gênesis 42:36, 38, e tds os que receberão ressurreição — Oséias 13:14
, pessoas no seio de abraão, gota d’agua + acabar com sofrimento e etc).Examine todo o contexto. Com quem estava Jesus falando? Somos informados em Lucas 16:14: “Ora, os fariseus, que eram amantes do dinheiro, estavam escutando todas estas coisas, e começaram a escarnecer dele.”
Visto que Jesus falou aos ouvidos dos fariseus, contou ele um caso real ou usou apenas uma ilustração? Lemos a respeito do método de Jesus para ensinar as multidões: “Deveras, nada lhes falava sem ilustração.” (Mateus 13:34) Por conseguinte, o relato sobre o rico e Lázaro deve ser uma ilustração.
Esta ilustração, evidentemente, dirigia-se aos fariseus. Como classe, eram semelhantes ao rico. Amavam o dinheiro, bem como o destaque e títulos lisonjeiros. Jesus disse a respeito deles: “Fazem todas as suas obras para serem observados pelos homens; pois ampliam as suas caixinhas com textos, que usam como proteção, e alargam as orlas de sua roupagem. Gostam dos lugares mais destacados nas refeições noturnas e dos primeiros assentos nas sinagogas, e dos cumprimentos nas feiras, e de ser chamados Rabi pelos homens.” — Mateus 23:5-7.
Os fariseus menosprezavam os outros, especialmente os cobradores de impostos, as meretrizes e outros que tinham a reputação de ser pecadores. (Lucas 18:11, 12) Numa ocasião, quando certos oficiais, enviados para prender Jesus, voltaram de mãos vazias, por terem ficado impressionados com o ensino dele, os fariseus disseram: “Será que também vós fostes desencaminhados? Será que um só dos governantes ou dos fariseus depositou fé nele? Mas esta multidão, que não sabe a Lei, são pessoas amaldiçoadas.” — João 7:47-49.
Por isso, na parábola, o mendigo Lázaro representa muito bem aquelas pessoas humildes que os fariseus desprezavam, mas que se arrependeram e se tornaram seguidores de Jesus Cristo. Jesus mostrou que tais pecadores desprezados, ao se arrependerem, obteriam a posição do favor divino, ao passo que os fariseus e outros destacados líderes religiosos, como classe, sairiam perdendo. Ele disse: “Deveras, eu vos digo que os cobradores de impostos e as meretrizes entrarão na frente de vós no reino de Deus. Porque João veio a vós num caminho de justiça, mas vós não acreditastes nele. No entanto, os cobradores de impostos e as meretrizes acreditaram nele, e vós, embora vísseis isto, não o deplorastes depois, ao ponto de acreditardes nele.” — Mateus 21:31, 32.
A MORTE DO “RICO” E DE “LÁZARO”
Então, o que é indicado pela morte do “rico” e de “Lázaro”? Não precisamos chegar à conclusão de que se tratava duma morte literal. A morte, conforme usada na Bíblia, pode também representar uma grande mudança na condição das pessoas. Por exemplo: Fala-se daqueles que seguem um proceder na vida contrário à vontade de Deus como estando ‘mortos em falhas e pecados’. Mas quando passam a ter uma condição aprovada perante Deus, como discípulos de Jesus Cristo, são mencionados como sendo ‘vivificados’. (Efésios 2:1, 5; Colossenses 2:13) Ao mesmo tempo, tais vivos passam a estar “mortos” para o pecado. Lemos: “Considerai-vos deveras mortos no que se refere ao pecado, mas vivos no que se refere a Deus, por Cristo Jesus.” — Romanos 6:11.
Visto que tanto o “rico” como “Lázaro” da parábola de Jesus são claramente simbólicos, sua morte logicamente também é simbólica. Mas em que sentido morrem?
A chave para a resposta a esta pergunta está naquilo que Jesus disse pouco antes de apresentar a ilustração: “Todo aquele que se divorciar de sua esposa e se casar com outra, comete adultério, e quem se casar com uma mulher divorciada do marido, comete adultério.” (Lucas 16:18) Esta declaração pode parecer inteiramente desvinculada da ilustração. Mas isto não se dá.
Por causa da lei mosaica, a nação de Israel estava numa relação pactuada com Deus e por isso se podia falar dela como sendo esposa para ele. Em Jeremias 3:14, por exemplo, Deus chama a nação de esposa infiel: “‘Voltai, ó filhos renegados’, é a pronunciação de Jeová. ‘Pois eu mesmo me tornei dono marital de vós.’” Daí, com a vinda de Jesus, ofereceu-se aos judeus a oportunidade de se tornar parte de sua “noiva”. Foi por isso que João Batista disse aos seus discípulos: “Vós mesmos me dais testemunho de que eu disse: Eu não sou o Cristo, mas, fui enviado na frente deste. Quem tem a noiva é o noivo. No entanto, o amigo do noivo, estando em pé e ouvindo-o, tem muita alegria por causa da voz do noivo. Esta alegria minha, por isso, ficou completa. Este [Jesus] tem de estar aumentando, mas eu tenho de estar diminuindo.” — João 3:28-30.
Para se tornarem parte da “noiva” de Cristo, os judeus tinham de ser libertos da Lei que os tornava figurativamente esposa de Deus. Sem tal libertação, não podiam entrar numa relação marital com Cristo, visto que teria sido uma relação adúltera. As palavras de Romanos 7:1-6 confirmam isso:
“Será que não sabeis, irmãos, (pois estou falando aos que conhecem lei,) que a Lei domina sobre o homem enquanto ele vive? Por exemplo, a mulher casada está amarrada por lei ao seu marido enquanto ele viver; mas, se o seu marido morrer, ela está exonerada da lei de seu marido. Assim, pois, enquanto o seu marido viver, ela seria denominada adúltera caso se tornasse de outro homem. Mas, se o seu marido morrer, ela está livre da lei dele, de modo que não é adúltera caso se tornar de outro homem.
Assim, meus irmãos, vós também fostes mortos para com a Lei, por intermédio do corpo do cristo para que vos tornásseis de outro, daquele que foi levantado dentre os mortos, a fim de que déssemos fruto para Deus. . . . Agora fomos exonerados da Lei, porque morremos para com aquilo que nos segurava, para que fossemos escravos num novo sentido, pelo espírito, e não no velho sentido, pelo código escrito.”
Embora a morte de Jesus Cristo fosse a base para exonerar os judeus da Lei, já antes de sua morte os arrependidos podiam obter uma posição favorecida perante Deus, como discípulos do Filho dele. A mensagem e a obra de João Batista e de Jesus Cristo abriram o caminho para os judeus aproveitarem a oportunidade de obter o favor divino e de se candidatarem à herança celestial, quais membros da noiva de Cristo. Conforme o próprio Jesus o expressou: “Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é o alvo para o qual os homens avançam impetuosamente, e os que avançam impetuosamente se apoderam dele.” — Mateus 11:12.
Portanto, a obra e a mensagem de João Batista e de Jesus Cristo começaram a produzir uma mudança completa na condição dos simbólicos “rico” e “Lázaro.” Ambas as classes morreram para com a sua condição anterior. A classe arrependida de “Lázaro” entrou numa condição de favor divino, ao passo que a classe do “rico” passou a estar sob o desfavor divino, por persistir na impenitência. Antigamente, os da classe de “Lázaro” haviam olhado para os fariseus e para outros líderes religiosos do judaísmo para obter “migalhas” espirituais. Mas as suas necessidades espirituais foram satisfeitas por Jesus lhes transmitir a verdade. Contrastando a alimentação espiritual provida por Jesus com a dos líderes religiosos, a Bíblia relata: “As multidões ficaram assombradas com o seu modo de ensinar; pois ele as ensinava como quem tinha autoridade, e não como seus escribas.” (Mateus 7:28, 29) Havia deveras ocorrido uma inversão completa. Revelou-se que os líderes religiosos do judaísmo não tinham nada a oferecer aos da classe de “Lázaro”.
No dia de Pentecostes do ano 33 E.C., ficou terminada a mudança nas condições. Naquela ocasião, o novo pacto substituiu o antigo pacto da Lei. Os que se haviam arrependido e que haviam aceito a Jesus estavam então plenamente livres do antigo pacto da Lei. Morreram para com ele. Naquele dia de Pentecostes, houve também evidência inconfundível de que os discípulos de Jesus Cristo haviam sido enaltecidos muito acima dos fariseus e de outros líderes religiosos de destaque. Não os líderes religiosos do judaísmo, mas estes discípulos foram os que receberam o espírito de Deus, habilitando-os a falar sobre as “coisas magníficas de Deus” nas línguas nativas das pessoas procedentes de lugares muito espalhados. (Atos 2:5-11) Que maravilhosa manifestação de terem a bênção e a aprovação de Deus! Os da classe de “Lázaro” haviam deveras entrado na situação favorecida por se tornarem descendência espiritual do Abraão Maior, Jeová. Isto foi representado pela “posição junto ao seio”. — Veja João 1:18.
Quanto aos impenitentes fariseus e outros líderes religiosos de destaque, estavam mortos para com a sua anterior posição de aparente favor. Estavam no “Hades”. Permanecendo impenitentes, estavam separados dos discípulos fiéis de Jesus como que por um “grande precipício”. Este era o “precipício” do julgamento imutável e justo de Deus. Sobre isso lemos nas Escrituras: “Tua decisão judicial é uma vasta água de profundeza.” — Salmo 36:6.
O TORMENTO DO “RICO”
A classe do “rico” também sofreu tormentos. Como? Pelas ardentes mensagens de julgamento da parte de Deus, proclamadas pelos discípulos de Jesus. — Veja Revelação 14:10.
Não pode haver dúvida de que os líderes religiosos se sentiam atormentados pela mensagem proclamada pelos discípulos de Jesus. Procuravam desesperadamente impedir a proclamação. Quando os apóstolos de Jesus Cristo fizeram sua defesa perante o supremo tribunal judaico, composto de destacados homens religiosos, os juízes “sentiram-se profundamente feridos e queriam eliminá-los”. (Atos 5:33) Mais tarde, a defesa do discípulo Estêvão teve um efeito atormentador similar sobre os membros daquele tribunal. “Sentiram-se feridos nos corações e começaram a ranger os dentes contra ele.” — Atos 7:54.
Estes líderes religiosos queriam que os discípulos de Jesus viessem e lhes ‘refrescassem a língua’. Queriam que a classe de “Lázaro” abandonasse a “posição junto ao seio” do favor de Deus e apresentasse a sua mensagem de modo tal, que não lhes causasse desconforto. De maneira similar, queriam que a classe de “Lázaro” atenuasse a mensagem de Deus, para não colocar seus “cinco irmãos”, seus aliados religiosos, num “lugar de tormento”. Sim, não queriam que nenhum de seus associados fosse atormentado por mensagens de julgamento.
Mas, conforme indicado pela ilustração de Jesus, nem os da classe do “rico”, nem seus aliados religiosos ficariam livres dos efeitos atormentadores da mensagem proclamada pela classe de “Lázaro”. Os apóstolos do Senhor Jesus Cristo recusaram-se a atenuar a mensagem. Recusaram-se a deixar de ensinar à base do nome de Jesus. Sua resposta ao supremo tribunal judaico foi: “Temos de obedecer a Deus como governante antes que aos homens.” — Atos 5:29.
Se os aliados religiosos do “rico” quisessem escapar daquele tormento, podiam fazer isso. Tinham “Moisés e os Profetas”, quer dizer, tinham as Escrituras Sagradas, inspiradas, escritas por Moisés e por outros profetas antigos. Nem uma única vez haviam estas Escrituras inspiradas indicado qualquer lugar literal de tormento após a morte, mas continham tudo o necessário para identificar a Jesus como o prometido Messias ou Cristo. (Deuteronômio 18:15, 18, 19; 1 Pedro 1:10, 11) Portanto, se os da classe do “rico” e seus “cinco irmãos” tivessem prestado atenção a “Moisés e os Profetas”, teriam aceito a Jesus como o Messias. Isto lhes teria facultado o favor divino e os teria protegido contra os efeitos atormentadores da mensagem de julgamento da parte de Deus.

Comentar por Edrick

“Cara; eu desisto, tô pedindo água, tô jogando a toalha, tô levantando a bandeira branca. Ufa! Assim não dá.Eu uso a razão e você usa a emoção; eu uso a lógica, você usa a Bíblia.”

Tb tava vendo que isso não ia levar ninguéma nada. Tah me chamando de emo? (zuação). Eu tb uso a razão e a lógia, vc só fala isso pq é uma lógica contrária a sua, pq vc disse que passou a vida usando a razão e achou a resposta, aí quando vem alguém usando uma razão e uma lógica contrária a sua, vc logo estipula como desarazoado, sem lógiaca, mas não é, vc não pode provar isso em meus comentários. Desde quando usar a bíblia é não usar lógica, Jesus foi o homem que mais e basiou na bíblia e o que mais usou lógica ( Mateus 22:33).

Franco – Cara, você é um sujeito muito complicado. Eu não sei se quem escreve é sempre você ou algum “bom de Bíblia” amigo seu. Sabe por quê? Algumas vezes as perguntas ou respostas vêm razoavelmente coordenadas e com um português legal; outras vezes, como dessa vez, o português é horrível e existe uma coordenação de pensamentos difícil de entender. Você fala em lógica, e quando eu pergunto como os homens chegaram aos novos continentes, após o dilúvio, você me diz que não sabe mas algum dia vai perguntar para Deus Em seguida, me escreve um monte de passagens bíblicas como se isso fosse me impressionar. Eu já te falei, não sou judeu. A única coisa que você fala é “tá no contexto, tá fora do contexto” e aí vai. Se você um dia encontrar com Deus, e perguntar, Ele te dira´: “Será que vocês acreditam mesmo, que Eu iria inundar toda a Terra e acabar com tudo que construí, será que de todas as criaturas que eu fiz “à minha imagem e semelhança” apenas uma entendeu a minha mensagem, será que eu não teria capacidade de, se necessário fosse, mudar as pessoas ao invés de destruí-las? Para que eu iria destruir também os animais que nada fizeram? Será que eu não sabia, quando criei os homens que eles teriam que aprender muito até chegarem a estar comigo, que iriam errar muito, mas que um dia, após um longo aprendizado, serão também anjos; mas anjos puros sem inveja, anjos que jamais irão se rebelar contra Mim; pois, se assim fosse, eu teria capacidade para extirpar-los do universo; ou você acha que assim como os criei, não teria capacidade de destruí-los? Vocês não aprendem mesmo; sempre querendo colocar-Me no mesmo pé de igualdade de vocês, seres mesquinhos. Eu, que criei o céu e a terra, eu que fiz as estrelas brilharem, eu que vos dei a vida, não sinto raiva, não me vingo, não erro, não me arrependo, não crio para depois destruir, não tenho opositor, não mato crianças, mesmo que sejam delinquentes, são meus filhos amados, sei que erram, educo-as; vocês que são imperfeitos assim o fazem, porque eu iria matá-las; vocês matam vossos filhos que erram? Tudo o que eu faço é perfeito. E por favor, NÃO ME CHAMEM DE SENHOR DOS EXÉRCITOS; Senhor dos Exércitos é aquele que espalha a morte e Eu espalho a vida.
Vocês adoram falar em satanás, um ser que estaria sempre me desafiando. Quão mesquinhos vocês são! Acham mesmo que algo ou alguém possa me fazer sombra, me desafiar? Se assim fosse, não seria Deus. Vocês, pobres criaturas, criam demônios e, o que é pior, conseguem conviver com eles.
Será que ainda não perceberam que os antigos viam-Me como um Ser vingativo, raivoso, guerreiro pois era só dessa forma que entendiam a minha Majestade? Ora, ora, criaturas mesquinhas, Eu não tenho opositores, não tenho concorrentes, não tenho rivais. Eu sou Infalível, Sou Onipotente, Sou Onisciente, vejo tudo, sei de tudo eu sou DEUS!
Porque não ouvem Meu Filho quando diz: “Ame o Senhor Seu Deus, com todo seu coração, com toda sua alma e com todo seu conhecimento. Esse é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a esse. Ame a seu próximo como a si mesmo. Toda a Lei e os profetas dependem desse mandamento”. Precisa de mais alguma coisa? Precisa de mais algum entendimento? Leia “O Evangelho segundo o Espiritismo e você vai entender o que o Mestre quis dizer. Você vai entender quem realmente é DEUS; o Absoluto.
Olha, esse tempão que você perdeu escrevendo esse monte de citações bíblicas eu dispenso; me basta o “amar a Deus sobre todas as coisas e seu irmão como a si mesmo”.
– Most

Comentar por Franco

Pensei que jah tinha parada. Mas td bem.

“Franco – Cara, você é um sujeito muito complicado. Eu não sei se quem escreve é sempre você ou algum “bom de Bíblia” amigo seu. Sabe por quê? Algumas vezes as perguntas ou respostas vêm razoavelmente coordenadas e com um português legal; outras vezes, como dessa vez, o português é horrível e existe uma coordenação de pensamentos difícil de entender”

É dupla personalidade! Brincadeira. As respostas e perguntas com erros de portuga. é por causa de que eu escrevo rápido na net e não volto para conferir. Outras são mais lentas e eu volto para conferir.

“Você fala em lógica, e quando eu pergunto como os homens chegaram aos novos continentes, após o dilúvio, você me diz que não sabe mas algum dia vai perguntar para Deus Em seguida, me escreve um monte de passagens bíblicas como se isso fosse me impressionar”

Eu disse isso? Foi sarcasmo kra (A MÁQUINA-DO-TEMPO TB). Eu disse que não posso ter certeza absoluta do que exatamente houve. Não lembro de nenhuma passagem bíbliaca para provar o dilúvio (só de coisas que podem ter acontecido). Não é para impressionar ninguém não, é que por incrível que pareça, quando estou falando de minhas crenças bíbliacas, eu uso a bíblia (só como nota para vc não ficar confuso : o incrível que pareça é sarcasmo)

“Eu já te falei, não sou judeu”

Hã?!

“A única coisa que você fala é “tá no contexto, tá fora do contexto” e aí vai”

Fazer o q, se quando eu leio a bíblia eu lei mais de uma passagem que seja conveniente a mim?

Nota para os leitores: Aqui começa as respostas a um “deus” criado pelo Franco, logo nada do que lerem akí será necessariamente o que Deus diriam ou falaria, e sim o que Franco diz que Deus diria.

” será que de todas as criaturas que eu fiz “à minha imagem e semelhança” apenas uma entendeu a minha mensagem”

Tah aí o problema de não ler o contexto. Vc fala que td mundo era a “imagem e semelhança” de Deus. Mas foi Adão e Eva, quando ERAM perfeitos, que eram assim perfeitamente, a]nessa época só existiam apartado de Deus, PECADORES, não seres perfeitamente a “imagem e semelhança de Deus”, no máximo Noé, que ainda cultivava bastante das características dos feitos “a imagem e semelhança de Deus”. E foram 8 que entenderam.

“será que eu não teria capacidade de, se necessário fosse, mudar as pessoas ao invés de destruí-las?”

Com toda a certeza!!! E ele fez isso da forma correta por cerca de 40 anos, pela pregação de Noé. Mas se vc diz que Deus teria de OBRIGAR alguém a servi-lo, não, isso vai contra o direito do livre arbítrio que Deus deu, e assim contra os padrões de justiça.

“Para que eu iria destruir também os animais que nada fizeram? ”

E para que salvar todos eles? Deus não tem nenhum tipo de promessa para os animais, eles não “sabem que sabem”, nã há pq salva-los, os animais foram feitos dependentes e para servir os homens, nada mais (Gen 1:28).Pq essa preocupação com os animais, ele salvou tudos o que era necessário para um novo ecossistema, deve ser resquicios do induismo que parecem ter propagado a a crença na reencarnação e adoram animais.

“Será que eu não sabia, quando criei os homens que eles teriam que aprender muito até chegarem a estar comigo, que iriam errar muito, mas que um dia, após um longo aprendizado, serão também anjos; mas anjos puros sem inveja, anjos que jamais irão se rebelar contra Mim”

Sobre Deus saber td, de toda e qualquer coisa: Deus é onipoente e oniciente, e onipotente significa Todo-Poderoso (nãu que pode tde qualquer coisa), e oniciente significa Todo-Sábio (não que sabe td e qualquer coisa). Isso significa que ele pode fazer e saber o que quer, e não qualquer coisa inútil, ruim e desamorosa. Assim como ele ser Todo-Poderoso não significa que ele vai usar td o seu poder sempre (se não tava td destruído, imagine ele fazendo um estrela, e usasse td o seu poder alí, como haveria espaço para as outras coisas?), e sim que usará esse poder com sabedoria, amor e justiça. Assim tb se da sua oniciencia, ele só a usará na medida perfeita, junto com seu amor, justiça e poder.Não seria nem mesmo lógico Deus saber de td , td msm, antes de td existir, pq ele iria assim como que programar-se, jah que ele msm teria de fazer td o que previu! Assim tb com os humanos, eles os deu livre escolha, e assim não era necessário que visse seu futuro em cada detalhe, pq isso iria contra seu padrão de justiça e contra o livre-arbítrio, ele deixou que Adão e Eva fizessem sua escolha, e não se poria culpado por saber as escolhas deles antes deles terem as decidido (ou até antes deles terem existido). Quanto ao resto de seus comentários: a encarnação é uma crença sua! E então quer dizer que Deus fez os humanos para errarem e fazerem td o de ruim msm?

“Vocês não aprendem mesmo; sempre querendo colocar-Me no mesmo pé de igualdade de vocês, seres mesquinhos. ”

Estou senpre pediando a Deus em minhas orações para que ele não olhe para quão miserável sou!

“Eu, que criei o céu e a terra, eu que fiz as estrelas brilharem, eu que vos dei a vida”

E não pode fazer um dilúvio e salvar pessoas numa arca?

“não sinto raiva”

Então sente o que quando vê um homem esfolando uma bebê? Aé, me lembrei, é culpa de uma personalidade malvada, desse bebê, de outra vida!

“não me vingo”

Vingança: Tirar desforço ou desforra de (ofensa recebida)
A si não, mas aos seus servos indefesos que sofrem injustiça sim.

“não erro”

Concordo!! Enão faz nada de errado, incluindo humano feitos para errar!!

“não me arrependo”

Concordo!! Mas deplora uma coisa ou indéia ou muda de indéia sobre seus servos se eles mudarem de atitude, perdoando-os!

“não crio para depois destruir”

Se o que Ele criar tiver livre-arbítrio, o por ecolha própria fizer crueldades e se tornar incorrigível, e Ele tiver de fazer justiça, então isso se dará.

“não tenho opositor”

Isso! Então dodos os assassinos, fornicadores, ladrões, beberrões, estrupadores, pedófelos e etc não estão se opondo a Deus, e sim o APOIANDO!!!!!!!!em fim….

“não mato crianças”

Se isso for necessário para tira-las de pais insolentes, depravados e coloca-las num mundo melhor, com uma nova e dígna chance de vida SIM!!!!

“mesmo que sejam delinquentes”

Quem disse que os deliquentes eram crianças?

” são meus filhos amados, sei que erram, educo-as; vocês que são imperfeitos assim o fazem, porque eu iria matá-las; vocês matam vossos filhos que erram?”

Primeiro e necessário definir a idade desses filhos. Se são indefesos, sim, Deus apenas os “seda” até um momento melhor. Se são filhos com capacidade o bastante para fazer a vontade dele, mas não fazem, só Deus poderá avaliar o coração deles e “seda-los” ou não.

“Tudo o que eu faço é perfeito”

Concordo novamente! E novamente digo que isso não permitiria fazer humanos pecadores para cometerem tudo de ruim.

” E por favor, NÃO ME CHAMEM DE SENHOR DOS EXÉRCITOS”

Se for um exercito que venha trazer paz e segurança para os justos, então, glorificado seja o Senhor dos Exércitos!!!

” Senhor dos Exércitos é aquele que espalha a morte e Eu espalho a vida”

Não Deus (Dan.2:44).Isaías 2:4- E ele certamente fará julgamento entre as nações e resolverá as questões com respeito a muitos povos. E terão de forjar das suas espadas relhas de arado, e das suas lanças, podadeiras. Não levantará espada nação contra nação, nem aprenderão mais a guerra.

“Vocês adoram falar em satanás, um ser que estaria sempre me desafiando. Quão mesquinhos vocês são! Acham mesmo que algo ou alguém possa me fazer sombra, me desafiar? Se assim fosse, não seria Deus. Vocês, pobres criaturas, criam demônios e, o que é pior, conseguem conviver com eles.”

Quem adora falar deles? Então quem são os ateus, não desfiam eles a Deus, e Deus não permite que vivam? Ele tb só está permitindo por um tempo a vida desses (o motivo dará uma longo blog).Pq não seria Deus? Deus tem que destruir timediatamente td e qualquer criatura que assim faça, como que desesperado. Há um motivo para a permissão desses, navamente, mas se devo posta-lo é outra história.

“Será que ainda não perceberam que os antigos viam-Me como um Ser vingativo, raivoso, guerreiro pois era só dessa forma que entendiam a minha Majestade? ”

Tiago 2:23-e cumpriu-se a escritura que diz: “Abraão depositou fé em Jeová, e isso lhe foi contado como justiça”, e ele veio a ser chamado “AMIGO DE Jeová”

“Eu não tenho opositores, não tenho concorrentes, não tenho rivais”

Novamente os homens cruéis estão apoiando Deus, e os ateus não desafiam ele! (suspiro)

“Eu sou Infalível, Sou Onipotente, Sou Onisciente, vejo tudo, sei de tudo eu sou DEUS”
Concordo!Concordo!Concordo!Concordo!Sabe de td o que QUER!Concordo!

“Porque não ouvem Meu Filho quando diz: “Ame o Senhor Seu Deus, com todo seu coração, com toda sua alma e com todo seu conhecimento. Esse é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a esse. Ame a seu próximo como a si mesmo. Toda a Lei e os profetas dependem desse mandamento”. ”

Tb acho perfeita essas palavras! Ainda mais sabendo que são das leis do próprio Deus : Citando Deuteronômio 6:5, Jesus disse: “‘Tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua mente.’ Este é o maior e primeiro mandamento.” Embora o fariseu tenha pedido apenas um mandamento, Jesus lhe deu dois. Citando Levítico 19:18, ele disse: “O segundo, semelhante a este, é: ‘Tens de amar o teu próximo como a ti mesmo.’” Em seguida, Jesus indicou que essas duas leis eram a essência da adoração pura. Para impedir qualquer tentativa de fazê-lo alistar as outras leis em ordem de importância, ele concluiu: “Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.” (Mateus 22:37-40)

“Precisa de mais alguma coisa? Precisa de mais algum entendimento?”

Só do que tenho de fazer para demonstrar esse amor! Afinal, se vc sente amor, irá tb demonstra-lo!

“Leia “O Evangelho segundo o Espiritismo e você vai entender o que o Mestre quis dizer. Você vai entender quem realmente é DEUS; o Absoluto.”

Não. Não vejo o que alguém possa ter posto nesse que Deus não tenha preservado no outro.

“Olha, esse tempão que você perdeu escrevendo esse monte de citações bíblicas eu dispenso”

Que pena!

“me basta o “amar a Deus sobre todas as coisas e seu irmão como a si mesmo”.”

Que bom!

Comentar por Edrick

“Não lembro de nenhuma passagem bíbliaca”

Correção: Não lembro DE TER POSTO nehuma passagem bíblica.

Comentar por Edrick

Cara, desculpe, mas tô fora! Você escreve um monte de coisas que não ligam nada com nada, mistura pensamentos e tem um português horrível. Não é porque você escreve rápido não; são erros grosseiros mesmo.Olha, uma pessoa que comete tantos erros de português e tem uma coordenação de idéias tão ruim, com certeza não consegue entender nada do que eu escrevi; muito menos de Espiritismo.
Faz o seguinte, compra um bom dicionário e depois nós conversamos.
Desculpe.
Um abraço e que Deus te ilumine e te dê sabedoria.

Comentar por Franco

Se vc prefere me julgar ao invés de acreditar no que eu disse td bem! Faça o que vc achar melhor cara. Eu não acho nada disso de vc, nem de ninguém, eu não julgo as idéias de algum como sendo ruim sem provar nada, só falar, e falar. Mas td bem. Eu entendo td o que vc disse, que Deus criou espíritos simples e ignorantes, para arrarem até aprenderem com seus erros, sem saber deles, sofrendo por incontáveis vidas “infernais”, até se tornarem anjos, e esse sofrimento se repetindo continuamente para todo o sempre com milháres de vidas, sendo que cada vez que uma vida recomeça ela tem uma personalidade diferente, porém sofrerá pela personalidade anterior, e depois será esquecida para todo o sempre (sendo destruída, apagada), não importando se ela se esforçou ou não. Que Deus ama a justiça e a injustiça (jah que ele não sente ódio). Que todo o sofrimento é causado por Deus, num grande joguete.E daí por diante.

Jah a bíblia mostra que Deus fez anjos e humanos (até agora pelo menos, ou se tem outros carinhas por aí não se envolveram em nada). Perfeitos, como capacidades próprias de refletirem cada vez mais as qualidades divinas, em escalas diferentes, mas sempre continuas e crescentes, sem precisar sofrer nada para isso, e com capacidade de livre-arbítrio (jah que Deus não quer, não quis e não vai querer que ninguém sirva a ele por obrigação, e sim por amor). Onde alguns a usaram (infelizmente) para serem independentes, levantado algumas perguntas que levariam tempo para serem respondidas. Mas que praticamente jah foram, e que em breve td será restaurado, e quando se acabar o própósito de Deus para a Terra, será revelado seus outros propósitos, para o universo e o que mais, ou quem mais, existir (ou vier a exitir), para sua inteira família universal.

Só uma pergunta (se vc ainda tiver vontade de responder, jah que jah disse duas vezes que não quer mais e eu entendo isso): Quando há a “libertação” do espírito, ele lembra das sua vidas anteriores, não nos mínimos detalhes, mas de que ele exitiu? (Pq caso contrário, as personalidades que somos, o que realmente somos, será destruído para sempre, tanto eu como vc. Pq nenhum de nós está preparado para a “libertação” nessa vida, logo seriamos apagados para sempre [a personalidade], certo?)

Comentar por Edrick

Ah! E que uma pessoa sofre pelos seus atos maus anteriores,apezar de ter feito esses atos segundo a vontade de Deus, jah que causaram mau a alguém, e esse mau é para ela resgatar seus atos maus de outras vidas, sendo esses tb da vontade de Deus para punir outros, e assim sucessivamente …

Comentar por Edrick

Mas foi bom falar com vc! Gosto muito dos espíritas, são pessoas muito amáveis! Jah falei com uma senhora muito gente boa, muito legal ela msm, até me abraçou e me deu um beijo, foi engraçadão! É muito difício ver isso! Prabéns a vcs, e q Jeová os abençoe!

Comentar por Edrick

Author: Edrick
Comment:
Eu nem tinha me tocado com respeito as crianças, mas jah que vc falô. Vc disse que uma das coisas que faz vc não acreditar na bíblia, é que ela fala da morte de 42 deliquentes juvenis (do estilo falcão: os meninos do tráfico)

(Franco) Que também terão a misericórdia do Pai. O bom pai não mata seus filhos por pior que sejam. Educa-os, como citei na outra postagem. Lembra quando Jesus disse: “Eu sou o bom pastor…e que Meu Pai não quer que nenhuma ovelha se perca?” Então, se Ele disse, nenhuma se perderá, mesmo que demore muito tempo. Agora, quem é você para dizer que eram tipo “meninos do tráfico?”. Você os conhecia? E se fossem, é assim que devemos tratar com aqueles que, diferente de você, não tiveram chance de conhecer os ensinamentos de Jesus?
x-x-x-x-x-x-x-x-x

pelos seus próprios atos (se vão ter ressurreição só Deus sabe) e dos primôgenitos que morreram pela insolência dos pais, que não quizeram salva-los (e terão ressurreição), mas agora diz que todas a milháres de crianças mortas é por causa de seus pais? E quando não havia formas de abortar crianças por vontade própria e ainda sim morriam crianças?

(Franco) Então você acha que a única forma de aborto é tirar a criança?, não deixá-la nascer? Não meu caro, lembra quando Jesus dizia que “basta olhar para uma mulher com más intenções e você estará adulterando?” Então meu amigo basta você não desejar que um filho nasça, não amá-lo enquanto está sendo gerado e você já estará cometendo um aborto.
x-x-x-x-x-x-x-x-x

Jesus sofreu pq era um depravado em outra vida?

(Franco) Quando eu falo que sem conhecer a Doutrina Espírita fica difícil entender, é porque fica difícil mesmo. Mas, vou tentar ser o mais claro possível.
Existem Espíritos, assim como Jesus e muitos outros ainda não tão perfeitos, que quando atingem um estágio de desenvolvimento moral muito grande, não precisam mais encarnar, já cumpriram sua jornada. Não têm mais nada para resgatar. Acontece que, justamente pelo seu elevado grau de sabedoria e amor aos filhos do Criador, vêm ao mundo em missão. Apenas por amor às pessoas. Assim como fez Jesus. Entendeu?
Vou dar um exemplo aqui da Terra. Você já deve ter ouvido falar do Antonio Ermínio de Moraes. É o homem mais rico do Brasil. Certo? Não sei ao certo, mas algumas vezes por semana ele vai ao hospital Beneficiência Portuguesa, da qual é presidente, aqui em São Paulo, para trabalhar sem nada receber financeiramente em troca. Sabe porque ele faz isso? Por amor ao próximo. Seria muito mais fácil para ele pagar alguém para fazer esse serviço; dinheiro não lhe falta.Fui claro?

Holocaustos são punições de Deus para as pessoas, em quanto os que o causam são privilegiados pq não estão sofrendo, e então não fizeram coisas ruins?

(Franco) Olha, a pergunta está meio confusa, não estou conseguindo entender direito mas vou tentar responder pelo que entendi.
Está bem claro aí, que os que estão sofrendo, principalmente as crianças pequenas que também iam para o sacrifício, não poderiam ter cometido pecado tão horrendo nesta vida para merecerem castigo tão cruel. Assim sendo, ou estão pagando, ou melhor resgatando seus erros de outras vidas ou Deus não é justo, castigando-as sem nada terem feito de mal. A segunda parte mostra com mais clareza ainda, que devemos pagar pelos nossos erros em uma outra vida. caso contrário, Deus estará sendo injusto novamente.
x-x-x-x-x-x-x-x-x

E pq a minha personalidade ruim faz maior farra, e a boa de outra vida, que não teve nada que ver com essa é que sofre?É como torturar um “clone” meu por um ato meu?

(Franco) Ô meu querido, desculpa, mas de novo não consegui entender direito a pergunta. Peço perdão se a minha resposta não for o que você perguntou.
Olha, quando Deus nos criou, nos criou Espíritos, todos iguais, simples e ignorantes, como não poderia ser diferente. Para evoluirmos aqui na Terra, precisamos de uma vestimenta para abrigar nosso Espírito que se chama corpo. Este corpo, dotado de livre arbítrio, tem todas as condições de cumprir essa missão. Porém, nem sempre consegue uma evolução satisfatória em uma vida. Quando nós sofremos, não é um corpo qualquer que sofre, é o corpo que nos foi preparado para receber aquele Espírito que vem resgatar seus pecados. Não tem nada de clone. Se o corpo atual não sofre, é porque não tem muito a resgatar, vem apenas para se aperfeiçoar, ajudar outras pessoas a serem melhores.

x-x-x-x-x-x-x-x-x–x-x Pq a população do

mundo está sempre, sempre, almentando?Essa téscnica de Deus não deveria estar melhorando o mundo?Pq Jesus disse o contrário (Mat.24)?

(Franco) Bem, a primeira parte da pergunta não necessita de muitos comentários. Jesus disse: “Meu Pai nunca para de trabalhar”. O que significa? Está sempre criando. A segunda parte, se observássemos melhor o mundo, entenderíamos. O mundo está melhor sim. Existem muito mais pessoas boas hoje do que há mil anos atrás. Vou dar um exemplo:
Se hoje, a população do mundo é de 6 bilhões, há mil anos era de alguns milhões, certo? então veja que desses 6 bilhões, com certeza alguns bilhões são melhores que no passado. Fui claro?
Outra coisa; hoje a mídia dá sempre mais ênfase às pessoas más do que às boas. Porém, existem sim muitas pessoas boas que nós não ficamos sabendo.
Hoje as pessoas se preocupam muito com a conservação do planeta, que pertence ao Criador, veja quantas pessoas deixam seus familiares e vão para países distantes, como na África, Ásia para cuidar das pessoas mais necessitadas. Vide os Médicos sem Fronteiras, Cruz Vermelha, Evangelizadores e aí vai.
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

Nota: esse comentário foi feito depois dele ter dito que não ia mais comentar, logo, se não houver nenhum comentário não é necessariamente pq ele não siaba a resposta ou algo assim, pode ser pq ele simplismente não quer comentar.

Comentar por Franco

“(Franco) Que também terão a misericórdia do Pai”

Pq vc não leu a parte ” (se vão ter ressurreição só Deus sabe)”?

“O bom pai não mata seus filhos por pior que sejam. Educa-os, como citei na outra postagem”

Concordo. E da a chance necessária, mas se Deus perceber que são incorrigíveis, logo não terão vida eterna, pq aí Ele seria desamoroso com os que são justos e seria injusto para tds.

“Lembra quando Jesus disse: “Eu sou o bom pastor…e que Meu Pai não quer que nenhuma ovelha se perca?” Então, se Ele disse, nenhuma se perderá, mesmo que demore muito tempo”

De onde vc tirou “nenhuma se perderá”? E vc num sabe que nem todos são ovelhas? O próprio Jesus tb disse! Isso pq Deus não obriga ninguém a nada, logo se a pessoa não desejar servi-lo de forma alguma, não será uma ovelhaMateus 25:31-33.

Nota: Quem é quem não sei, longe de mim julgar! Deus sabe!

“Agora, quem é você para dizer que eram tipo “meninos do tráfico?”. ”

Ninguém. Mas é a própria palavra de Deus que indica que eram assim. Se estou axagerando, então me arrependo em pó e cinzas!! Perdoe-me Deus por isso! E que se faça justiça àqueles que merecem! E se esse for eu, então que se faça!!

“Você os conhecia?”

Não. E vc? Bem, Deus os conhecia, então fez (e talvez tb fará, se merecerem outra chance) o que for justo!

“Então você acha que a única forma de aborto é tirar a criança?, não deixá-la nascer? Não meu caro, lembra quando Jesus dizia que “basta olhar para uma mulher com más intenções e você estará adulterando?” Então meu amigo basta você não desejar que um filho nasça, não amá-lo enquanto está sendo gerado e você já estará cometendo um aborto”

Ah, me desculpa. Agora tah explicado, Deus fez as outras milhares de crianças morrerem e sofrerem por horas, por causa de breves segundos de pensamentos de seus pais, ótimo.

“(Franco) Quando eu falo que sem conhecer a Doutrina Espírita fica difícil entender, é porque fica difícil mesmo. Mas, vou tentar ser o mais claro possível.
Existem Espíritos, assim como Jesus e muitos outros ainda não tão perfeitos, que quando atingem um estágio de desenvolvimento moral muito grande, não precisam mais encarnar, já cumpriram sua jornada. Não têm mais nada para resgatar. Acontece que, justamente pelo seu elevado grau de sabedoria e amor aos filhos do Criador, vêm ao mundo em missão. Apenas por amor às pessoas. Assim como fez Jesus. Entendeu?
Vou dar um exemplo aqui da Terra. Você já deve ter ouvido falar do Antonio Ermínio de Moraes. É o homem mais rico do Brasil. Certo? Não sei ao certo, mas algumas vezes por semana ele vai ao hospital Beneficiência Portuguesa, da qual é presidente, aqui em São Paulo, para trabalhar sem nada receber financeiramente em troca. Sabe porque ele faz isso? Por amor ao próximo. Seria muito mais fácil para ele pagar alguém para fazer esse serviço; dinheiro não lhe falta.Fui claro?”

Foi! Só que a pergunta não era sobre, “de onde ele veio?”, era, pq ele sofreu, jah que não fez nada para isso?

“(Franco) Olha, a pergunta está meio confusa, não estou conseguindo entender direito mas vou tentar responder pelo que entendi.
Está bem claro aí, que os que estão sofrendo, principalmente as crianças pequenas que também iam para o sacrifício, não poderiam ter cometido pecado tão horrendo nesta vida para merecerem castigo tão cruel. Assim sendo, ou estão pagando, ou melhor resgatando seus erros de outras vidas ou Deus não é justo, castigando-as sem nada terem feito de mal. A segunda parte mostra com mais clareza ainda, que devemos pagar pelos nossos erros em uma outra vida. caso contrário, Deus estará sendo injusto novamente.
x-x-x-x-x-x-x-x-x”

‘ou estão pagando, ou melhor resgatando seus erros de outras vidas ou Deus não é justo, castigando-as sem nada terem feito de mal’ (Edrick) ou estão sofrendo pq o pecado herdado jah tomou conta do mundo, e assim os homens se tornaram cruéis, sendo tb esse mundo controlado por Satanás (1Jo.5:19) e sendo tb o “tempo e imprevisto” algo que sobrevem para todos nesse mundo apartado de Deus (Ecle.9:11) e assim estão sofrendo uma tremenda injustiça, que será vingada por Deus e reparada (mais que reparada) num futuro próximo, em um grau sem precedentes!

“(Franco) Ô meu querido, desculpa, mas de novo não consegui entender direito a pergunta. Peço perdão se a minha resposta não for o que você perguntou.
Olha, quando Deus nos criou, nos criou Espíritos, todos iguais, simples e ignorantes, como não poderia ser diferente. Para evoluirmos aqui na Terra, precisamos de uma vestimenta para abrigar nosso Espírito que se chama corpo. Este corpo, dotado de livre arbítrio, tem todas as condições de cumprir essa missão. Porém, nem sempre consegue uma evolução satisfatória em uma vida. Quando nós sofremos, não é um corpo qualquer que sofre, é o corpo que nos foi preparado para receber aquele Espírito que vem resgatar seus pecados. Não tem nada de clone. Se o corpo atual não sofre, é porque não tem muito a resgatar, vem apenas para se aperfeiçoar, ajudar outras pessoas a serem melhores.”

É não entendeu! Eu não me refiro ao corpo, e sim ao “espírito”, é que em uma vida, com certa personalidade, moral e lembranças ele faz a maior farra e só paga em outra, com outra moral, personalidade e lembranças.

“A segunda parte, se observássemos melhor o mundo, entenderíamos. O mundo está melhor sim. Existem muito mais pessoas boas hoje do que há mil anos atrás. Vou dar um exemplo:
Se hoje, a população do mundo é de 6 bilhões, há mil anos era de alguns milhões, certo? então veja que desses 6 bilhões, com certeza alguns bilhões são melhores que no passado. Fui claro?
Outra coisa; hoje a mídia dá sempre mais ênfase às pessoas más do que às boas. Porém, existem sim muitas pessoas boas que nós não ficamos sabendo.
Hoje as pessoas se preocupam muito com a conservação do planeta, que pertence ao Criador, veja quantas pessoas deixam seus familiares e vão para países distantes, como na África, Ásia para cuidar das pessoas mais necessitadas. Vide os Médicos sem Fronteiras, Cruz Vermelha, Evangelizadores e aí vai.”

Então agente vive em mundos diferentes e Jesus mentiu em Mat.24:14.

Comentar por Edrick

Cara, desculpe se eu às vezes chego a ser deselegante. Não é do meu feitio, muito menos dos Espíritas. Porém, às vezes isso acontece quando insistem em afirmar que nós não somos cristãos. Como podemos não ser cristãos, se seguimos exatamente os ensinos do Cristo?
Olha, eu já falei para você várias vezes que se você ler apenas a Bíblia, fica difícil. Você sabe muito bem, que de uma só Bíblia, saíram centenas de interpretações; cada uma “puxando a sardinha para sua brasa”. As pessoas seguem uma religião, e não se preocupam se o que lá está é correto. Olha, eu já comentei neste blog, que tem um livro “Analisando as traduções bíblicas”, escrito pelo professor Celestino Severino da Silva, que morou vários anos em Israel, estudando com os os maiores especialistas na língua hebraica a Bíblia e sua tradução original. Conclusão: Tudo o que podia ser entendido como reencarnação foi suprimido ou trocado, dando outra interpretação. Lá, você vai encontrar a frase original em hebraico e sua tradução letra por letra. Compre o livro, leia, peça para alguém que entenda o hebraico, e você vai tirar sua conclusão. Aí nós conversamos.
Olha, a única diferença que existe entre o seu Deus e o nosso é o seguinte.
O nosso: Tudo vê, tudo sabe, nunca erra, não cria para depois destruir, não tem opositor, sempre dá uma segunda, terceira ou quarta chance para seus filhos, nunca fica irado, pois quem fica é porque é pego de surpresa e nunca se arrepende. Isto se chama DEUS; o resto é deus. Agora, se o seu não tem esses atributos…paciência. Cada um tem o Deus ou deus que escolhe.
Um abraço
Franco

Comentar por Franco

Fica trankilo, ninguém é perfeito.
Em nenhum momento disse que vc não é cristão.
Sim, são muitas as interpretações, assim como são muitas as interpretações do esíritísmo em vários lugares.Isso não muda o fato de que há uma verdade, Jesus disse que seria assim (Mat.7:16-23).
Pelo que eu saibas, e pesquiso, os axhados de manuscritos antigos são sempre indenticos aos novos, mesmo os muito antigos.Claro que há alguns erros de copistas, mas não passa de vírgulas, ou uma palavra mal entendida. Quanto as expressões ou idéias (ou até alguns livros) que não estavam no original (apenas nos mais recentes), jah foram logo achadas e retirados. Os “erros” que se encontram hj em dia não passam de pequenos erros de copistas que não mudam a idéia perincipal (que para um livro como a bíblia, que sofreu tanta perseguição e muitas outras coisas, é quase um milagre). Tb temos bíblia que mostram o original hebraico e td mais.E nos preocupamos com o que é correto, vc sabe muito bem de nossas crenças e a diferença das dos outros. E acredite, eu me preocupo se lah está correto, não nascí TJ, jah fui de várias religiões tb, sei como são as coisas.

A diferenças entre meu Deus e o seu é que o meu não tolera a maldade, não causa o sofrimento, repara td e todas as coisas, se ira com crueldades, pq ama a justiça e retidão, é amor, e por isso odeia os que fazem maldades. Não pune eternamente ninguém, nem por incontáveis vidas. Dá todas as chances necessárias e justas. Sabe td o que quer, e faz td o que quer, e só quer justiça ,amor e sabedoria para todos. Repara qualquer um, por qualquer dano. Não se arrepende, mas deplora qualquer indéia de julgamento para os que se arrependem sinceramente,não se esquece daqueles que sofreram e até morreram por culpa de responsáveis (pais, reis , juízes e etc) insolentes. Este se chama Jeová, o resto é deus. Realmente, cada um tem o Deus que escolhe, mas o único Deus Todo-Poderoso é Jeová (João 17:3, Rev. 4:8).

Comentar por Edrick

Falou e disse.

Comentar por Franco

Será mesmo a Bíblia inerrante, não haverá nela nenhuma contradição? clique no link abaixo e você vai ver que existem sim, e muitas.
http://saulo.guerra.vilabol.uol.com.br/contradicoes.htm

Comentar por Franco

Meu amigo Edrick, estou aguardando a sua resposta: Afinal são mesmo “erros de copístas”?

Comentar por Franco

Ah! Eu tinha que por respostas akí?! Foi mal, num sabia! Não são erros aí não, eu jah ví esses sites, bem engraçados eles! Como vc jah disse que eu sempre digo, é só ler ” o texto e o contexto”. Eu não botei nada pq vc falô que ’tá fora!’ duas vezes, achei que era sério. Se ler o resto da para ver a respostas, assim como as profecias, todas se cumpriram sim, e etc e tal. O que sobra são meras “discrepâcias” que não são contradições, como o fato de um dos livros fala que Jesus amaldiçoou a oliveira antes de ir para o templo, e o livro de Mateus só fala disso depois do templo, porém não altera em nada o relato (até pq o evagélio de Mateus não é nada cronológico, logo no 5º cap. ele jah fala do sermão do monte, ele preferiu por os eventos mais de acordo com a importância) jah que os dois passam perfeitamente a mensagem, e outras coisas do tipo. Mas para que eu vou por algo akí, vc jah deixou bem claro : “Olha, esse tempão que você perdeu escrevendo esse monte de citações bíblicas eu dispenso”, então eu não vou perder mais meu tempo.Mas vc tem um colega TJ, tb jah falou que elas te “pertubam” nos domingos e etc, assim, se tiver realmente com vontade de saber e só pedir a essas. (e tb pq iria levar muito tempo akí só para por o comentário, tô em semana de provas, PENANDO!)

Comentar por Edrick

Beleza cara, desculpe estar te incomodando; é que só com muita, muita, mas muita fé para acreditar que algumas coisas que estão no A.T., possam ter saído da “boca” de Deus.
É como os caras da igreja Universal que veêm bispo Macedo se enchendo de dinheiro, que não tá nem aí com Deus e ainda continuam dando; continuam enriquecendo o salafrário. Vai ter fé assim lá na……cada termina a frase como quiser.

Comentar por Franco

Tah incomodando não. E não é necessário tanta fé assim não, é só imitar a Jesus, e como ele cumprir as leis de Deus e entender toda sua palavra, a Bíblia, as escrituras hebraicas e gregas.

Num faz isso, não compara com o pessoal da Universal, por respeito a eles e a Jesus que cria e ensinava baseado no “A.T”.

Comentar por Edrick

Vai ter fé assim lá na … casa da minha vovó! O pessoal de lah são todos da universal! Acreditam em coisas que eu não creio, e acho horrível acreditarem, mas tenho respeito por eles, se estão dando dinheito ou não, roubando ou não, ou sei lah o q, é com eles, Jesus disse para não julgarmos os outros, então é isso o que farei! E cuidado com a boca rapaz (com os pensamentos tb se for possível)!

Comentar por Edrick

Meu querido Sabino. O dilúvio universal é uma estória contada realmente por várias civilizações; porém estas estórias são contadas muito, muito, mas muito antes de acontecer na versão bíblica. O que significa isso? Que a versão bíblica não é original, foi tirada de outras estórias.
Senão veja aqui, a de Guilgamesh, contada 1.500 anos antes; ou seja, na bìblia temos que o dilúvio aconteceu há aproximadamente 4.000 anos e de Guilgamesh 5.500. Acho que não é preciso dizer mais nada.
Confira você mesmo.
http://www.klepsidra.net/klepsidra23/gilgamesh.htm

Comentar por Carlos Binna

Oi Edrick, tudo bem?
Olha, eu demorei um pouco para responder, porque estava procurando na Bíblia algumas coisas estranhas atribuidas a Deus. Porém, “sapeando” pela internet, vi que várias pessoas já fizeram isso por mim. Veja se o Deus que o Mestre Jesus nos mostrou é o mesmo desse que está no A.T. Por favor, escolha um dos dois; com o do A.T. e com o de Jesus não dá.
Abaixo segue relação de atrocidades atribuídas a Deus.

Vejam:

Deus mata 70 homens só porque não festejaram a chegada da arca

I Samuel 6:19
Quando viram a arca de Javé, os filhos de Jeconias não fizeram festa como os outros. Por isso é que Javé castigou setenta homens deles. O povo ficou de luto, porque Javé os tinha ferido com grande castigo.

_______________

Deus afoga todos os homens, mulheres e crianças da Terra durante o dilúvio

Gênesis 7:21
Pereceram todos os seres vivos que se movem sobre a terra: aves, animais domésticos, feras, tudo o que vive sobre a terra e todos os homens.

_____________

Deus ameaça punir os israelitas forçando-os a comer a carne de suas crianças

Levítico 26:27-29
E, apesar disso tudo, se vocês ainda não me derem ouvidos e continuarem a se opor a mim, eu ficarei furioso contra vocês, e os castigarei sete vezes mais, por causa de seus pecados. Vocês comerão a carne de seus filhos e a carne de suas filhas.

Jeremias 19:9
Farei que eles devorem a carne dos próprios filhos e filhas. Eles se devorarão entre si por causa do cerco e da angústia que seus inimigos vão impor a eles.

______________________

Deus mata centenas de crianças inocentes

Esta é a história em que Deus mata os primogênitos dos egípcios para castigar o faraó, cujo coração ele próprio havia endurecido (para poder depois justificar a matança)

Êxodo 11:10
Moisés e Aarão fizeram todos esses prodígios diante do Faraó. Javé, porém, endureceu o coração do Faraó. E este não deixou que os filhos de Israel partissem do seu país.

Êxodo 12:29
À meia-noite, Javé feriu todos os primogênitos do Egito: desde o primogênito do Faraó, que iria suceder-lhe no trono, até o primogênito do prisioneiro que estava na cadeia e até os primogênitos dos animais.

_____________________

Deus permite que crianças judias sejam cortadas em pedaços e mulheres grávidas judias tenham seus ventres rasgados

Oséias 13:16
Samaria vai pagar, pois revoltou-se contra o seu Deus: cairão sob a espada, suas crianças serão cortadas em pedaços e suas mulheres grávidas terão seus ventres rasgados.

__________________

Crianças chamam Eliseu de careca e ele manda ursos, em nome de Deus, para matá-las

II Reis 2:23-24
Daí, Eliseu foi para Betel. Enquanto subia pelo caminho, um bando de garotos, que tinham saído da cidade, começaram a zombar dele, gritando: “Suba, careca! Suba, careca!” Eliseu virou-se, olhou para eles e os amaldiçoou em nome de Javé. Então duas ursas saíram do bosque e despedaçaram quarenta e dois garotos.

Agora pergunto se Deus é amor por que ele comete tantas atrocidades?Ao cometer esses absurdos não estara cometendo o pecado da ira e claro mostrando se imperfeito?
E tem mais ainda, basta procurar aqui.Expliquem, por favor, Êxodo 21, 22; COL 3:22; OS 13:16; JER 13; LUCAS 12:47, 48. Mas lhes peço para explicarem também as ordens do tal deus para exterminação e matança, nas passagens:
(gen. 19,26),(gen. 38,7),(gen. 38,10),(ex. 32, 27-28),(lev. 24, 10-23),(num.15, 32-36),(num.16, 27),(num.16,35),(num.16, 49),(num. 25,9),(num. 31, 1-35),(josué 7, 24-26),(josué 8, 1-25),(jz. 1,4),(jz.3, 15-22),(jz.3, 28-29),(jz.7, 2-22),(jz. 14, 19), (jz.15, 14-15),(jz.16, 27-30),(jz.20, 44-46),(1sam. 6, 19),(1sam. 14, 12),(1sam 15, 32-337),(1sam. 35, 28),(2Sam.6:6-7),(2Sam.12:14-1… Sam.21:6-9),(2Sam.24:13),(1rs…. 20:30),(1rs.20:35-36),(2rs.1:9… 2:23-24),(2rs. 7:17-20),(2rs.9:33-37),(2rs.17… 14),(2cr.13:15-17),(2cr.13:20)… 21:14-19),(ez.24:15-18),(Atos 5:1-10),(Atos 12:23).
Alguém explica essa barbárie? Isso é o deus real e verdadeiro? Expliquem!!!
E ainda você fala para eu tomar cuidado com que eu falo ou penso???????

Comentar por Franco

Isso realmente não vai levar a nada, vc fala que não quer falar e depois fala que quer falar, se vc realmente lesse a Bíblia, veria que o que vc alis tous aí, a maioria era consequencia dos atos das próprias pessoas, as dois pais comerem filhos, não foi Deus que fez isso, ele apenas falou que se israel se rebelassem e não ouvissem os profetas e todos os avisos, ele os abandonaria, aí aconteceriam essas coisas (isso se cumpriu com o cerco de Roma, que Jesus previu e chorou, alí israel jah não amava mais a Deus,“Jerusalém, Jerusalém, matadora dos profetas e apedrejadora dos que lhe são enviados — quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, assim como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo de suas asas! Mas vós não o quisestes. Eis que a vossa casa vos fica abandonada.” (Mateus 23:37, 38)). Assim ela foi abandonada por Deus, e passou uma fome tão grande nesse cerco que isso se deu, pais comeram filhos), assim como samaria das crianças, quando ela foi capturada pela Assíria, eles mataram as crianças e fizeram outras coias.

Apesar dele ter permitido isso, pq israel simplismente não queria servi-lo e ser cuidada por ele, ele jah prometeu a ressurreuição para todas essas vidas, assim como para a dos primogênitos que morreram pela insolencia de seus pais e etc.

Os outros textos (não ví todos), mas os que escolhí aleatoriamente já ví que é o velho problema de ler texto sem contexto, em fim, essa são minhas últimas palavras, não vou me dar o trabalho de ler td, vc jah disse que não importa, intão té mais, uma boa vida para vc.

Comentar por Edrick

Ô meu amigo Edrick, e você acha que tem algum texto ou contexto que justifique os massacres ordenados pelo bom Jeová?
Ah, faz favor vai. E ainda esse povo, maior fazedor de ateus, devido aos absurdos que querem explicar ou justificar, atribuidos a Deus, insistem em bater nas portas das pessoas aos sábados e domingos de manhã.
Será que vocês ainda não perceberam que graças às bondades de Jeová, essa Bíblia, que na Alemanha estão querendo proibir a venda a menores de 18 anos, os povos mais civilizados estão deixando de acreditar no Deus verdadeiro; o Deus que Jesus mostrou? Só pessoas alienadas conseguem entender um absurdo desses.

Comentar por Franco

Faltou a inundações de belo Horizonte, MG, no ano passado

Comentar por Clayton Luciano

Qual o poblema com imudações?
A Seleção natural só esta eliminando os menos aptos, os fracos, há quem se sinta mau, mas e dai?

Comentar por Adim

gostaria de saber mais sobre estas materias.

Comentar por VALTEMIR

Não gosto de coisas que não se podem provar.
Aceito que os outros creiam para ver, mas gosto de provas cabais para que as crenças possam ser levadas a sério.

E, em se falando de dilúvio, há duas provas irrefutáveis de que ele ocorreu:

1 – Há, hoje 147 ruínas de cidades sob o mediterrâneo, mar de aral e entre as ilhas da indonésia. Algumas a mais de 150 metros da superfície. Essas cidades não foram construídas em baixo d’agua mas, sim, foram inundadas pelo aumento do nível dos oceanos.

2 – O período bíblico do dilúvio (cerca de 8.000 a 10.000 anos atrás) coincide com registros geológicos de um grande derretimento, que marcou o final de uma era glacial no Hemisfério Norte.

Juntando os dois fatos, temos, claramente, que:

1 – O “dilúvio” foi um fato global, por isso de várias culturas terem sido afetadas;
2 – O “dilúvio” não foi universal, por isso que existem várias culturas que não citam a destruição da civilização por água;
3 – Se o derretimento glacial foi algo mandado por um ser superior ou não, não posso afirmar nem quero entrar na discussão. Tão pouco os mecanismos utilizados para tanto.
4 – “Deuses vindos dos céus” ou “alienígenas vindos do espaço” me parecem igualmente plausíveis – ambos levemente absurdos. Prefiro acreditar na inligência e perspicácia humana – mesmo que de pouquíssimos indivíduos.

Ainda é mais fácil, em nosso mundo, convencer outra pessoa dizendo que “Deus mandou” do que mostrando provas empíricas… Imaginem a 10.000 anos atras…

Comentar por Arthur Tavares

Na verdade, existem dezenas de estórias em várias culturas antigas contando que aconteceram várias inundações catastróficas, os chamados “dilúvios universais”, estórias estas, contadas bem antes do dilúvio bíblico.
Ou seja, a contada por Moisés é apenas mais uma delas.

Comentar por franco

Já que não ouve o dilúvio, quem fez a inteligencia…
A cegueira…

Comentar por José Veras

Reforça a tese de que as várias religiões descenderam de uma só (cópias reproduzidas com variações).

Comentar por Clayton Luciano




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: