No princípio criou Deus os céus e a Terra


A loucura dos ateus (3)
Outubro 3, 2008, 2:52 pm
Filed under: Humor

Uma pessoa que luta contra Deus, algo que não existe, é como um doido que dá socos no vento.
______________________________________________________________________

Posts relacionados:
A locura dos ateus
A locura dos ateus (2)

Anúncios

52 comentários so far
Deixe um comentário

Podemos ver a coisa de uma perspectiva diferente.
Uma pessoa que vê um doido a lamber os pés do vento e lhe dá um abanão a ver se ele repara que é vento e não um tipo a sério não é um doido, é um gajo porreiro. Estes posts nem sequer têm lógica.

Comentar por PR

Mais tolices, para não variar.

A luta não é contra deus, mas contra a tentativa de imposição de uma verdade absoluta provinda de uma entidade desconhecida.

Por mim, podem fazer o que quiserem para adorar o vosso deusinho que não me chateio.

Agora quando querem que essas tretas se transformem em leis civis, ou em pseudo-ciencia, aí levam comigo.

Não é o deus em que não acredito que me preocupa, mas sim aquilo que aqueles que nele acreditam querem impor. Isso é que é de fincar pé, não contra deus e adirações mas contra ideias absolutistas.

Mas nem isto, ainda conseguiram perceber

Comentar por Joaquim Coelho

Por mim, podem fazer o que quiserem para adorar o vosso deusinho que não me chateio.

Joaquim,
só o fato de vc ter escrito essa frase
já demonstra que ficou chateadinho!

😆

Comentar por Renato Kistner

Sabes Renato, eu tenho chegado à conclusão que a vossa fé é tão fraquinha que têm que estar sempre a justificá-la com argumentos científico-lógico-filosófico e mais não sei o quê. É triste que para quem tenha uma fé tão forte ainda precise de provas!!!

Comentar por Beowulf

Sabes Renato, eu tenho chegado à conclusão que a vossa fé é tão fraquinha que têm que estar sempre a justificá-la com argumentos científico-lógico-filosófico e mais não sei o quê. É triste que para quem tenha uma fé tão forte ainda precise de provas!!!

Não sou eu que exijo provas…
Mas vocês! 😉

E que direito tem aquele
que não tem Fé julgar se
o crédulo a tem ou não?
🙄

Comentar por Renato Kistner

“Não sou eu que exijo provas…
Mas vocês!”

Hum, quanto a mim não exijo provas nenhumas de Deus. Simplesmente não preciso dele para explicar a biodiversidade que existe na Terra! Agora,o que vejo constantemente neste blog é um grupo de pessoas que afirma ter uma fé enorme em Deus e na bíblia, mas que que passam o tempo a juntar provas de que o que está descrito na bíblia é verdade.

“E que direito tem aquele
que não tem Fé julgar se
o crédulo a tem ou não?”

Eu não estou a julgar se alguém tem fé, e muito menos se alguém a tem.A mim parece-me que há muita gente com uma fé muito forte por aqui.Só acho estranho que tendo uma fé tão forte ainda precisem de provas para a justificar.

Comentar por Beowulf

É optimo poder aliar à fé evidências empíricas

Comentar por alogicadosabino

Agora,o que vejo constantemente neste blog é um grupo de pessoas que afirma ter uma fé enorme em Deus e na bíblia, mas que que passam o tempo a juntar provas de que o que está descrito na bíblia é verdade.

Eles fazem isso
especialmente p/ vc,
meu caro…

E isso é tão evidente
que eu me espanto
com seus comentários…

Eu não estou a julgar se alguém tem fé, e muito menos se alguém a tem.

Sabes Renato, eu tenho chegado à conclusão que a vossa fé é tão fraquinha[…]

Como vc se contradiz fácil!
Vem cá, que veracidade há nas
suas análises críticas se anda
perdido nas suas idéias?

Comentar por Renato Kistner

Renato não é contra Deus que eles lutam, mas contra uma “entidade Desconhecida”
Só não querem chamar de Deus.
O pior nem é lutar contra Deus e ter que admitir isto!!

” O Brasil está ficando cada vez mais evangélico.
O resultado do censo demográfico no quesito religião, divulgado neste ano, mostra que mais de 15% dos brasileiros –
um rebanho de 26 milhões de pessoas – são protestantes.
É um porcentual cinco vezes maior que em 1940 e o dobro de 1980.
Em estados como Rio de Janeiro e Goiás, o índice supera 20% dos habitantes.
No Espírito Santo e em Rondônia, os evangélicos passam de um quarto da população.

Esse ritmo indica que metade dos brasileiros poderiam estar convertidos em cinco décadas – um tempo mínimo quando se fala de avanço religioso.

As igrejas evangélicas, sobretudo as do chamado ramos pentecostal, penetram com enorme velocidade e sem nenhuma burocracia nas comunidades carentes e oferecem um modelo ético em regiões que as autoridades esqueceram e às quais a polícia leva mais medo que segurança.

Já existe até uma revista, a Consumidor Cristão, com tiragem de 20.000 exemplares, lida por evangélicos e recheada de anúncios com linguagem e até produtos específicos para esse público.

Somando tudo – de CDs a bares e instituições de ensino -, o mercador impulsionado pelos protestantes movimentam 3 bilhões de reais por ano e gera pelo menos 2 milhões de empregos. Na área da mídia eletrônica, há um verdadeiro império evangélico país afora.

Existem mais de 300 emissoras de rádio evangélicas no Brasil, centenas de sites e pastores dando plantão on-line, na internet.

Há também um grande investimento em educação. A média de leitura dos evangélicos brasileiros gira em torno de seis livros por ano – o dobro da média nacional. As denominações evangélicas administram quase 1.000 escolas no Brasil com uma clientela de 740.000 alunos.

Tudo isto feito por um povo “ignorante em seu raciocínio” Então só pode ser Deus a “entidade Desconhecida que todos conhecerão”

“Todo joelho se dobrará e toda a língua confessará que Jesus Cristo (Yeshua Hamashia) é o Senhor.

Comentar por pr.josé

Mas a maioria dos evangélicos são católicos que mudam de igrejas, não ateus. Nós somos minoria, e sabemos disso, eu mesma acho que não dixaremos de ser minoria nunca; a imensa maioria das pessoas simplesmente não podem viver sem o amigo imaginário deus.

Comentar por Divina

Veja, digamos que o homem detenha 0,001% de todo o conhecimeno do Universo; seria tão difícil nos outros 99,999% estar o Deus Criador?

Comentar por Cícero

Esse Senhor é tão bondoso, pena que é tão fissurado nas pessoas dobrando os joelhos diante dele, de tão bondoso que ele é

Comentar por Clayton Luciano

Não precisas adorar a Deus dobrando o joelho; a posição do corpo é o que menos importa. O importante é a posição do coração …

Comentar por Cícero

Cícero:

Foi Deus que disse que a posição diante dele deve ser a de joelhos, e não eu.:

“Todo joelho se dobrará e toda a língua confessará que Jesus Cristo (Yeshua Hamashia) é o Senhor.”

Comentar por Clayton Luciano

Sim, no juízo do Trono Branco depois do milênio TODOS (quer aceitem ou não) deverão dobrar os joelhos, assim como todos os brasileiros devem prestar respeito as autoridades constituidas (quer aceitem ou não).

Comentar por Cícero

Sim, depois do milênio, depois de tantas “ondas de misericórdia rebatidas pelo coração obstinado” humano, eu creio que mesmo Satanás, completamente desmascarado, se curvará em confissão da justiça de Deus:

“Quem Te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o Teu nome? Porque só Tu és santo; por isso todas as nações virão, e se prostrarão diante de Ti, porque os Teus juízos são manifestos.” Apoc. 15:4.

Eu creio nesta descrição:

http://www.ograndeconflito.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=43:capitulo-42-o-final-e-glorioso-triunfo&catid=2:capitulos&Itemid=2

Comentar por Darcy

Caro pastor,

Qualquer deus é uma entidade desconhecida (ou melhor inexistente) 🙂
E eu não luto contra deuses, entidades, ou pessoas, mas contra ideias e a sua imposição.

É-me indiferente que vocês façam e digam as tretas da biblia.
Preocupa-me quando isso passa a tentativa de imposição no código civil ou na educação pública.
Ou na intolerância para com os que pensam diferente. De um saltinho ao blog do Mats e verá do que falo.
Não me chateia que convertam as pessoas, é a vossa missão se acreditam no que dizem.

F… a chatagem sobre politicos e pressões para que leis e morais religiosos passem a leis civis.
Homosexualidade, aborto, divorcio, tratamento igual das religiões, etc etc etc

Realmente o evangelismo tem progredido e o catolicismo regrededido. O que é normal: o radicalismo trás frutos e numa era de problemas as pessoas viram-se para os extremos, sempre foi assim. Além disso os evangélicos fazem “bom uso” do dizimo, para além do usufruto pessoal também o utilizam em propaganda.

Renato, não é deus que me chateia, nem sequer as parvoices religiosas, é a tentativa de imposição aos outros e através de leis.
O caro pastor confirmou-o logo de seguida.

Mas reconheço que dentro do cristianismo tenho especial aversão ás tretas e lengas-lengas evangélico/protestantes pelo seu extremo radicalismo e intolerancia. Se não acreditam pesquizem sobre a relação católicos/protestantes na net. O que eles dizem uns dos outros faz qualquer ateu deste blog um “santinho”.

Comentar por Joaquim Coelho

Renato, não é deus que me chateia, nem sequer as parvoices religiosas, é a tentativa de imposição aos outros e através de leis.
O caro pastor confirmou-o logo de seguida.

Desculpe, não entendi
essa parte em negrito…
Imposição pelas leis?

Mas reconheço que dentro do cristianismo tenho especial aversão ás tretas e lengas-lengas evangélico/protestantes pelo seu extremo radicalismo e intolerancia. Se não acreditam pesquizem sobre a relação católicos/protestantes na net. O que eles dizem uns dos outros faz qualquer ateu deste blog um “santinho”.

É… realmente, alguns gostam
mesmo das “tretas”, mas usar esses
fanáticos como exemplo é estupidez.

No desespero vcs acabam usando as
falácias de generalização apressada,

Fundamentam uma conclusão em fatos
insuficientes.

Esses “treteiros” pagarão
pelo fanatismo descontrolado…
Fazer o que? Sempre existiu as
ovelhas negras!

Comentar por Renato Kistner

Renato
Antes demais explica lá isto:É… realmente, alguns gostam
mesmo das “tretas”, mas usar esses
fanáticos como exemplo é estupidez.

Significa que achas os evangélicos são fanáticos ?

Qaunto á questão da lei:
A religião sempre tentou passar ao código civil a sua moral:
Enquanto pode em Portugal e na maioria dos países:
– Divorcio ilegal
– Religião e moral cristãs obrigatórias no ensini
– Aborto proibido (mas aqui não faço questaõ pois é assunto transversal a religiosos e não religisosos)
– Reconhecimento dos direitos juridicos dos homosexuais.
– Descriminação do tratamento das outras religiões
– Imposição do criaccionismo como ciencia nas escolas e proibição do evolucionismo (tentativas diversas nos USA, algumas concretizadas.
– Etc, etc

Comentar por Joaquim Coelho

Pr. José

A religião que mais cresce no Brasil é o evangélico, porque?

Pela falta de conhecimento mais profundo do positivismo, buscando no sobrenatural suas respostas.

Nota-se uma onda crescente ao cristianismo entre os jovens, influenciados pela mídia, ou educação que você mesmo citou.

No entanto a religião que mais cresce no mundo é islamismo, que segundo alguns cristão um dos grandes incrementos da apostasia.

Portanto quanto a se curvar a jesus, é o mínimo que se espere de quem acredite nele, o que não prova sua existência.

Buscar passagens pela bíblia para justificar a fé, é muito natural, se fosse outro livro faria o mesmo.

Portanto sugiro que ao invés de apresentar passagens as quais não convencem nenhum incrédulo, mostre fatos, ou evidências concretas.

Porque entendo que a hermenêutica irá gerar interpretações de todos os tipos, cada um irá interpretar da sua forma. Sugiro que saia do campo da pregação e venha demonstrar evidencias mais concretas, do que esse deus faz no mundo.

Acredito que todos que já passaram pelo cristianismo é o minimo que esperam quando se fala de deus.

Comentar por Kibom33

Antes demais explica lá isto:É… realmente, alguns gostam
mesmo das “tretas”, mas usar esses
fanáticos como exemplo é estupidez.

Significa que achas os evangélicos são fanáticos ?

Não meu filho!
Significa que vc
não sabe fazer
interpretação
de texto!

Eu disse que envangélico
de verdade paga pelo erro
do fanático “treteiro”,
que quer resolver tudo
na ignorância e força…

E que vcs ateus usam
falácias de generalização
tentando contaminar o
significado da palavra
cristianismo…

Deu p/ entender
ou quer um desenho?

Qaunto á questão da lei:
A religião sempre tentou passar ao código civil a sua moral:
Enquanto pode em Portugal e na maioria dos países:
– Divorcio ilegal
– Religião e moral cristãs obrigatórias no ensini
– Aborto proibido (mas aqui não faço questaõ pois é assunto transversal a religiosos e não religisosos)
– Reconhecimento dos direitos juridicos dos homosexuais.
– Descriminação do tratamento das outras religiões
– Imposição do criaccionismo como ciencia nas escolas e proibição do evolucionismo (tentativas diversas nos USA, algumas concretizadas.
– Etc, etc

Pois é…
Aqui o Estado é
teoricamente laico.

Eu disse teoricamente.

Comentar por Renato Kistner

Renato
Para além de escreveres em verso, que é um bocado chato de ler, tens uma prosa (ou será poesia) um bocado distorcida para o comum dos mortais. Daí a minha dúvida. E realmente um desenho dava jeito em quase tudo o que escreves. E porquê em Bold ainda compilica mais a leitura.

Quanto aos evangélicos, depois de ler as tuas tretas comecei e ver essa dos fanáticos, fiquei preocupado: será que deixou de ser evangélico?
É que não conheço evangélico verdadeiro que não seja fanático treteiro. É um carateristica deles.

E devo ser um bocadito velho para ser teu filho, mas …

O estado é laico, ou quase, mas não por vontade das igrejas e religiões que tudo fazem para que assim não seja.

Comentar por Joaquim Coelho

Renato
Para além de escreveres em verso, que é um bocado chato de ler, tens uma prosa (ou será poesia) um bocado distorcida para o comum dos mortais. Daí a minha dúvida. E realmente um desenho dava jeito em quase tudo o que escreves. E porquê em Bold ainda compilica mais a leitura.

Não se preocupe Joa,
logo vc se acostuma com a prosa.

Quanto aos evangélicos, depois de ler as tuas tretas comecei e ver essa dos fanáticos, fiquei preocupado: será que deixou de ser evangélico?

Hahaha! Comedião…

É que não conheço evangélico verdadeiro que não seja fanático treteiro.

Pois é, mas existe!

E devo ser um bocadito velho para ser teu filho, mas …

Foi mau Tio!

O estado é laico, ou quase, mas não por vontade das igrejas e religiões que tudo fazem para que assim não seja.

Faz parte… Liga não…
Todo mundo quer um teco do bolo!

Comentar por Renato Kistner

Talvez esta frase fizesse sentido para alguém que nunca teve uma crença religiosa, ou nunca sentiu na pele os efeitos nocivos de uma religião – o que, na prática, por mais atéia que seja uma pessoa, é impossível, porque religiosos tendem a meter o bedelho em tudo.

Pra mim, esta frase é pura besteira. Eu, que fui religiosa e perdi 20 anos da minha vida (o que é quase todo o meu tempo de vida até agora), sei que não é dar socos ao vento, e sim, uma luta quotidiana contra a ignorância. Respondo, portanto, com um trecho do livro “Porque sou agnóstico”, de Robert Green Ingersoll:

“Tudo que a humanidade sofreu com as guerras, com a pobreza, com a pestilência, com a fome, com o fogo e com o dilúvio, todo o pavor e toda a dor de todas as doenças e de todas as mortes – tudo isso se reduz a nada quando posto lado a lado com as agonias que se destinam às almas perdidas. Este é o consolo da religião cristã. Esta é a justiça de Deus – a misericórdia de Cristo. Este dogma aterrorizante, esta mentira infinita: foi isto que me tornou um implacável inimigo do cristianismo. A verdade é que a crença na danação eterna tem sido o verdadeiro perseguidor. Fundou a Inquisição, forjou as correntes e construiu instrumentos de tortura. Obscureceu a vida de muitos milhões. Tornou o berço tão terrível quanto o caixão. Escravizou nações e derramou o sangue de incontáveis milhares. Sacrificou os melhores, os mais sábios, os mais bravos. Subverteu a noção de justiça, derriscou a compaixão dos corações, transformou homens em demônios e baniu a razão dos cérebros. Como uma serpente peçonhenta, rasteja, sussurra e se insinua em toda crença ortodoxa. Transforma o homem numa eterna vítima e Deus num eterno demônio. É o horror infinito. Cada igreja em que se ensina esta idéia é uma maldição pública. Todo pregador que a difunde é um inimigo da humanidade. Em vão se procuraria uma selvageria mais ignóbil que este dogma cristão. Representa a maldade, o ódio e a vingança sem fim. Nada poderia tornar o inferno pior, exceto a presença de seu criador, Deus. Enquanto estiver vivo, enquanto estiver respirando, negarei esta mentira infinita com toda minha força, a odiarei com cada gota de meu sangue.”

Comentar por Fabiane

Vejo que tanto a tua alma como a alma deste escritor está um fel de amargura.
“Pois a boca fala do que o coração está cheio”
Todo este ódio não procede de Deus, mas, dele mesmo. Ainda mais que se diz agnóstico.

Fabiane fiquei impressionado com teu relato embora não tenho a mínima idéia do que ou quem e de que maneira te feriram a ponto de você colocar “todos” no mesmo “saco”.
Embora eu creio no que você diz e que muitos já foram decepcionado por Homens que deveriam amar demonstrando o amor que pregam.
Porem não creio ser verdadeiro dizer que todos são Inimigos da humanidade, todos são os que se aproveitam dos fiéis, que todos não falam a verdade, porque como já disse muitos homens e mulheres tem sido tão sincero em professar a sua fé, como muitos que tem sido não menos sinceros em professar seu ceticismo

O Fanatismo parece ser apenas atribuído aos Cristãos, embora perceba que a o autor deste livro neste texto usa as mesmas ações que tanto condena nos outros, “a violência”, ainda que de palavras.
Quando diz que todos os pregadores são inimigos da humanidade e que as igrejas todas são uma maldição pública.
Isto demonstra que os extremos são perigosos tanto para religiosos quantos para agnósticos.

Vejo que realmente você teve um encontro com uma religião e percebo que possa até ter sido sincera em agradar e viver os preceitos desta religião, mais percebo que nunca conheceu O Emanuel.

Comentar por pr.josé

Mas o Emanuel (ou Jesus) é justamente um dos que falam em inferno e danação eterna!

Comentar por Divina

Pr. José

Você não acredita que os extremos são perigosos para ambos os lados. Os religiosos são contra o extremo oposto.

Entendo o que sente quando vê o ceticismo nas pessoas, e por diversas vezes aqui tem creditado isso a “algumas” igrejas as quais freqüentaram.

O despertar para o ceticismo, mais freqüente nos que já viveram religiões, é exatamente por não acreditar mais naquilo que é pregado nas igrejas, fica somente no deus imaginável.

Algumas pessoas mudam ao se tornarem cristãos? Como muitos mudam ao ser converterem a outras também, ao esporte, a leitura, etc.

O que combatemos é essa crença em algo que existe somente na imaginação, em um livro, livro quase todas as religiões tem um também, e professam crenças cada uma de sua forma.

Entenda que não é ser contra o cristianismo, mas sim todos os tipos de crenças.

Portanto a diferença entre você e o cético é somente essa:
– O cético não crê em nenhuma.
– Você não crê em nenhuma delas, a não ser a sua.

Da mesma forma que você vê as demais, nós vemos todas.

Comentar por Kibom33

KIBOM,
Você quer ser Deus para dizer no que eu realmente creio???
Vou te dizer que o que você foi, um religioso, buscando sempre agradar a Deus, ou que Deus o achasse merecedor de algumas bênçãos, quem sabe guardando sábados, sendo um escravo do pode ou não pode , ou boas obras e outras coisas.
Eu Creio num Deus que não necessita provar que é Deus pelo simples fato de ser.
E que ama a todos não por méritos, mas pelo simples fato de amar, a isto chamamos de amor Agape.
A coisa mais ridícula é a verdade provar que é verdade.
Gostaria que pudesse conhecer realmente a minha vida com Deus, então saberia que somente Deus poderia fazer os milagres que fez em minha vida.
Não falo de um deus de livros, mas falo de um Deus que se importou comigo. Cujo O Livro se torna real pra mim e para todos os que de alguma maneira o experimentaram , e esta é a fé inegável, e inegociável.
Assim como com muitos, poderia aqui dizer como Policarpo ao ser queimado em uma fogueira por religiosos ou por céticos não sei como posso qualificar tais pessoas.
Por crer neste mesmo Deus foi queimado e seus algozes lhes diziam, “negue a este Deus”
Então respondeu “há mais de 60 anos sirvo a este Deus e Ele nunca me fez mal algum”
Poderia aqui relatar outros homens que morreram por confessar a fé. Leia os “Heróis da fé”
E pela coragem destes mesmos homens é que o verdadeiro evangelho tem chegado a mim e a outros que tiveram vidas transformadas. E Isto é inegável pelos testemunhos.
Com isto digo sim que não me envergonho do evangelho de Cristo, sim me envergonho de alguns Pseudo-s cristãos cuja vida não retrata o valor de Cristo.
Pois o deus é o seu ventre, e são movidos por sentimento passionais ligados a sua alma. Vivem com as filhas da sangue suga “me dá me dá”, pois tem seu ego maior que o deus que professam.
Homens que se preocupam em ter seu nome escrito num rol de membros, mas não tem seu nome escrito no livro da vida.

Comentar por pr.josé

Kibom

Gostei desta:
– O cético não crê em nenhuma.
– Você não crê em nenhuma delas, a não ser a sua.

Aqui fica uma achega:

“Afirmo que ambos somos ateus. Apenas acredito num deus a menos que você. Quando você entender por que rejeita todos os outros deuses possíveis, entenderá por que rejeito o seu.” Stephen Henry Roberts

“Os crentes não acreditam nas religiões e nos deuses dos outros. Os ateus também não.”

Estas também são lindas:

“A religião pode ser comparada a alguém que pega um cego pela mão e o guia, pois este é incapaz de enxergar por si próprio, tendo como preocupação chegar ao seu destino, não olhar tudo pelo caminho.” Schopenhauer

“Deus é um ser mágico que veio do nada, criou o universo e tortura eternamente aqueles que não acreditam nele, porque os ama.” Steve Knight

“Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar.” Carl Sagan (dedicada ao Mats e do Sabino 🙂 )

“Deus deseja prevenir o mal, mas não é capaz? Então não é onipotente. É capaz, mas não deseja? Então é malevolente. É capaz e deseja? Então por que o mal existe? Não é capaz e nem deseja? Então por que lhe chamamos Deus?” Epicuro

“A fé é um eufemismo para preconceito e a religião é um eufemismo para superstição.” Paul Keller

“Para os peixinhos do aquário, quem troca a água é Deus.” Mário Quintana (esta está hilariante 🙂

“Por simples bom senso, não acredito em Deus. Em nenhum.” Charles Chaplin

“Eles vieram com uma Bíblia e sua religião – roubaram nossa terra, esmagaram nosso espírito… e agora nos dizem que devemos ser agradecidos ao ‘Senhor’ por sermos salvos.” Chefe Pontiac

“A ciência tem provas sem certeza. Os teólogos têm certeza sem qualquer prova.” Ashley Montagu

“O fato de um crente ser mais feliz que um cético não é mais pertinente que o fato de um homem bêbado ser mais feliz que um sóbrio.” George B. Shaw

E há muitas mais citações destas de pessoas famosas.
Não sabia que havia tantoos ateus famosos ….

Comentar por Joaquim Coelho

Joaquim, que pena que vc não encherga que o proprio ateismo é uma religião, apenas troca-se o fóco. tira o Deus e coloca-se o Eus.
Acreditar que não existe um Deus é apenas uma maneira que vcs encontraram de apaziguar sua almas, das açoes, por se Deus não existe logo não preciso prestar conta de nada.
Vê onde chegaram, alguns tentam se esconder de Deus como< Adão e eva outros chegam a querer se esconder de si mesmo.
è lamentável, pensar que os cegos são sempre os outros.
tambem Já pensei assim como vc, mas descobri que era cego mesmo e não conseguia responder com sinceridade estas questões tão simples, da onde vim, quem realmente sou, e para onde vou.
eu sei a tua resposta, porem para mim achava isto muito pobre, até que conheci este Deus não pelo falar dos outros mas por esperimentar.
porem! com uma coisa concordo, há cegos que querem enchergar, outros se contentam com esmolas.
este Deus que vc condena me fez ver, o que vc não vê ou não quer ver.
Mas não tem problema não odeio Ateus, muito pelo contrario,eles me fazer ver como estava errado.
não tenho a intenção de perssuadi-lo, mas de que não julgue pelo o que não podes ver.
Que Yha te ilumine.

Comentar por pr josé

Apaziguar minha alma? Acho que é justamente para apaziguar a alma que as pessoas acreditam em um deus que não faz sentido. “Se deus não existe logo não preciso prestar contas de nada”? Que pobreza de raciocínio! Isso faz pressupor que você é daqueles que só faz o que é certo por medo de castigo ou esperança de recompensa; e esse tipo de coisa parece total hipocrisia.

Comentar por Divina

Caro pr josé

“Acreditar que não existe um Deus é apenas uma maneira que vcs encontraram de apaziguar sua almas, das açoes, ”
Como sabe isso ?

“por se Deus não existe logo não preciso prestar conta de nada.”
Isto já é tolice. A um deus não tenho de prestar contas. Mas á sociedade sim, mais que não seja por causa das leis. De resto realmente só a mim e ás pessoas que afecto com as minhas acções tenho de prestar contas, a mais ninguém, deuses ou não.

A moral é algo intrínseco e deve ser livre. Cada um faz o que lhe apetece.
a bíblia não tem nada a ver com a minha vida pessoal.
As religião pretendem transformar em leis civis as regras morias da bíblia, do corão, etc.
A questão é que a moral não deve ser consignada em lei civil, apenas por ser moral. Nem tão pouco deve servir de pretexto para segregação e discriminação.

O assassinato é punido legalmente, não por uma questão de moral mas por uma questão de vivência em sociedade e em que existe uma regra básica: aquilo que prejudica os outros, ou viola a sua liberdade e os seus pertences é punido.
Não por causa da moral. Pode haver quem ache que o assassinato é moralmente aceite ou o contrário, mas isso é problema dessa pessoa, não meu.
Agora se assassinar, prejudicou e violou leis e regras essenciais á vivência em comunidade. É sobre essa forma de interagir, não prejudicando os outros que um estado de direito deve agir, e não por motivos morais. Por isso o assassinato deve ser punido: porque prejudica terceiros e a sociedade e não por razões de moral.
Claro que pesssoalmente cada um é livre de achar que o crime é moralmente condenavel (eu acho), mas não é por isso que deve ser punido, mas por violar regas basicas de vivência numa sociedade.

Eu não tenho de impor a minha moral ou amoralidade a ninguém, e não admito que uma religião tente transformar em lei civil questões de moralidade ou que exerça pressões juntos das instituições para levar a isso.
Caso de direitos jutidicos de relações homosexuais, aborto, divorcio.
Pressões para ter previlegios fiscais, capelões militares, feriados religiosos, capelões hospitalares, estatuto oficial em cerimónias estado, colocação de simbolos religiosos em escolas e edificios publicos, ensino de moral e religião nas escolas públicas.
Resumindo utilização dos bens públicos para promoção de uma religião (qualquer que seja)
O estado deve ser laico. Isto implica que tem o dever que cada um possa ter a crença que quiser e o direito de a exercer como quiser e onde quiser, desde que não em espaços vinculados a actos estatais e publicos.

Quanto ao seu conceito de ateismo está redondamente enganado, pelo menos no que a mim me diz respeito. Quanto aos outros ateus não sei, pois nada é totalmente transversal a todos os ateus a não ser o facto de rejeitarem a existência de um deus (ou vários).

O texto seguinte mostra de forma clara o que não é o ateismo e concordo a 100% com ele.

O que o ateísmo não é

O ateísmo é considerado como uma posição ideológica em relação à crença em deuses. Não pode ser considerado como um tipo específico de religião já que, na maioria das definições aceitas, para que uma dada perspectiva seja classificada como tendo caráter religioso, esta deve ter como elemento central um ou mais deuses, ou entidades divinas. Certas correntes filosóficas podem ser consideradas como ateístas, mas o conceito de ateísmo não se prende a uma filosofia ou religião específica. Devemos lembrar que algumas correntes do Budismo e Jainismo podem ser denominadas ateístas por não apresentarem nenhuma definição de deus, (mas isso é controverso e não devemos confundir Budismo com ateísmo, ou, muito menos, o inverso).

De fato, existem tantos ateus, diferentes entre si, quanto as pessoas de uma dada população, no seu todo. Pelo simples fato de uma pessoa ser atéia, não se pode inferir que esta pessoa esteja alinhada a qualquer crença positiva particular (isto é, que não se limite à ausência de crença) e não implica a aceitação de qualquer sistema filosófico específico. O ateísmo também não é uma visão do mundo ou um modo de vida: existem ateus com os mais diversos gostos musicais, preferências políticas, clubes de futebol, escolhas morais, etc. Além disso, o indivíduo ateu não é necessariamente ligado ao comunismo ou a qualquer outro sistema particular de organização social. Os ateus representam muitas vertentes do espectro político. Obviamente, o fato dos ateus discordarem das idéias de pessoas religiosas não significa que defendam a perseguição dos religiosos – embora algumas correntes políticas tenham optado pela repressão, como na antiga União Soviética, alegando que os religiosos tinham sido cúmplices do regime czarista.

Em discursos contra o ateísmo são, ainda, frequentes algumas acusações infundadas e que entrariam mesmo em contradição com a própria definição do termo. Por exemplo, os ateus não defendem a adoração de Satã (do hebraico satan, “o adversário”), já que a crença em forças demoníacas só faria sentido se se aceitasse a existência de um ou mais deuses. O Satanismo, portanto, é uma religião por definição, sendo rejeitada pelos seguidores do ateísmo. As crenças típicas da “nova era”, ou semelhantes, são também rejeitadas, em princípio, por qualquer ateu.

Comentar por Joaquim Coelho

Renato,a má eudcação que tens demonstrado inibe-me de te reponder.Desculpa lá, eu sei que gostas da atenção!

Pr.José,

“Acreditar que não existe um Deus é apenas uma maneira que vcs encontraram de apaziguar sua almas, das açoes, por se Deus não existe logo não preciso prestar conta de nada.”

Tendo em conta que o Mats e o Sabino jáadmitiram aqui que se Hitler se arrependeu sinceramente do que fez antes da morte ele está no céu, quem acredita em Deus tb não tem que prestar contas nenhumas.Pode fazer aquilo que quiser que depois arrepende-se e vai para o céu na mesma. Onde está a fonte da moral aqui?!

Comentar por Beowulf

[…]se Hitler se arrependeu sinceramente do que fez antes da morte ele está no céu, quem acredita em Deus tb não tem que prestar contas nenhumas.Pode fazer aquilo que quiser que depois arrepende-se e vai para o céu na mesma. Onde está a fonte da moral aqui?!

Beowulf, a morte marca horário?
Ela liga p/ as pessoas e diz: olha, estou chegando! Amanhã, 12:00hs. estarei aí…
Arrume suas coisas pq vc vai morrer!

É assim que acontece?

Alguém atravessa a rua e vê um carro
em sua direção: ainda não Dona Morte!
Eu preciso me arrepender!

Comentar por Renato Kistner

Antes de mais, fico particularmente feliz por ver que um post com uma linha gerou esta conversa toda.

Vê-se que o assunto “Deus” realmente toca no coração dos ateus.

Joaquim, amigo de longa data:
“É que não conheço evangélico verdadeiro que não seja fanático treteiro. É um carateristica deles.”

Se eu sou um evangélico fanático, nem quero imaginar o que chamarias a uma pessoa que matasse em nome da sua fé.

“Pode fazer aquilo que quiser que depois arrepende-se e vai para o céu na mesma.”

O Miki Feher ou o Marc Vivien Foe também nunca imaginaram que iam morrer em campo, mas a morte não marca hora na agenda, mesmo.

Comentar por alogicadosabino

Sim Sabino, já sabemos todos há muito tempo que o que te falta é carinho e atenção. No entanto, agora é um facto científico!!!

http://technology.newscientist.com/article/mg20026765.500-web-content-contributors-seek-attention-not-altruism.html?DCMP=ILC-hmts&nsref=news3_head_mg20026765.500

Comentar por Beowulf

Vejo que realmente você teve um encontro com uma religião e percebo que possa até ter sido sincera em agradar e viver os preceitos desta religião, mais percebo que nunca conheceu O Emanuel.

Sim, claro. A culpa é sempre de quem tenta encontrar deus e não consegue. Não devo ter procurado no lugar certo, pelo visto.

Comentar por Fabiane

Beowulf, fui descoberto…

Comentar por alogicadosabino

A loucura dos evangélicos:

Sem comentários, pois não consigo parar de rir de tanta tolice:
Só um cheirinho:

Qual seria a verdadeira finalidade dessa máquina? (o acelerador LHC)
3) Seria para aumentar o campo gravitacional da Terra para atrair o asteróide para que caísse no mar e matasse milhares de pessoas num controle populacional inescrupuloso, vez que há muitas pessoas e pouca terra seca e fértil, pouca água potável, poucos alimentos, poucos recursos naturais, muitos profissionais para poucos empregos… e há um superabrigo consistente numa abóbada escavada (120 metros dentro da pedra), a cerca de 50 metros de profundidade, dentro de uma montanha rochosa situada nas ilhas norueguesas de Svalbard, próximo ao Pólo Norte, onde se abriga cerca de 4,5 milhões de amostras de sementes cultiváveis de todo o mundo, para “garantir a sobrevivência destes cultivos alimentares” diante de possíveis catástrofes naturais.

A VERDADE ESTÁ SOMENTE NA BIBLIA / LHC – O Maior acelerador de particulas do mundo

Comentar por Joaquim Coelho

Fabiene,

Sim, claro. A culpa é sempre de quem tenta encontrar deus e não consegue. Não devo ter procurado no lugar certo, pelo visto.

Sim, deve ser isso, uma vez que milhentas pessoas por todo o mundo encontraram Jesus Cristo depois de O terem buscado. Portanto, não deves ter “procurado no lugar certo”.

Respondo, portanto, com um trecho do livro “Porque sou agnóstico”, de Robert Green Ingersoll:

Ah, o medo do inferno ainda causa pesadelos aos ateus. Ainda bem. Só peço a Deus que esse medo os faça correr para os Braços de Deus, porque se O rejeitarem, de certo que vão ser lançados no tormento eterno.

A tua resposta não deixa de ser curiosa porque, ais uma vez, vejo muitas opiniões morais que só fazem sentido se Deus existe. Se Deus não existe, a moralidade é o que cada um diz que é, e portanto nenhum comportamento é melhor que o outro, mesmo o comportamento que diz que existe um Inferno literal.
A tua resposta, para ter alguma validade, tem que assumir que Deus existe. No entanto, se Deus existe, então a tua resposta perde o significado.

Comentar por Mats

O medo do inferno não causa pesadelo aos ateus, a ideia de que alguém possa acreditar que um deus bom e justo tenha criado ou permita que exista algo tão aterrador quanto o inferno é que espanta o ateu. Não acreditamos no inferno, só não entendemos como os cristãos acreditam, e ao mesmo tempo que defendem a perfeição e bondade de deus.

Comentar por Divina

Cícero:

“Veja, digamos que o homem detenha 0,001% de todo o conhecimeno do Universo; seria tão difícil nos outros 99,999% estar o Deus Criador?”

É possível, assim como é possível estar em Fadas, pois ambos são de probabilidade indeterminada, pois não podem ser medidos e observados.

Comentar por Clayton Luciano

Fadas não poderiam ter feito o universo; somente um Ser Inteligente, Um Engenheiro, Um Projetista, Um Criador Sábio poderia ter feito o complexo, organizado e belo Universo que vivemos, sem falar no espetacular homem!

Comentar por Cícero

Cícero:

De onde voce tirou a comprovação de que Fadas não são Inteligentes, Engenheiras, Projetistas, Criadoras Sábias, que fizeram o complexo, organizado e belo Universo que vivemos, sem falar no espetacular homem!

Comentar por Clayton Luciano

Clayton,
Terás que provar que elas são isso tudo!

Mas o Senhor Criador é auto-manifestado físico, intelectualmente, espiritualmente.
E a bíblia diz que Jesus é Deus e não uma fada.

Comentar por Cícero

Cícero:

“Terás que provar que elas são isso tudo!”

Tudo se encontra no campo do indeterminado até prova de que é alguma coisa, ou não é alguma coisa.

Se eu afirmar que as Fadas existem e tem tais qualidades eu tenho que provar, mas se alguém afirmar que Fadas não são isto ou aquilo, esta pessoa também está tentando tirar as fadas do indeterminado e lançá-las no determinado, então cabe a esta pessoa o ônus da prova também.

“Mas o Senhor Criador é auto-manifestado físico, intelectualmente, espiritualmente.
E a bíblia diz que Jesus é Deus e não uma fada.”

A Bíblia pode dizer qualquer coisa, assim como o Alcorão pode, assim como eu posso, a questão é provar.

Da mesma forma que voce diz que O Senhor Criador e auto-manifestado físico, intelectualmente, espiritualmente,

eu posso dizer que A Senhora Fada é manifestada físico, intelectualmente e espiritualmente, pois ambas as hipóteses (da Fada e de Deus) não passam de possibilidades sem comprovação objetiva (voce só tem provas para voce que Deus existe)

Comentar por Clayton Luciano

Clayton não é só p/mim …
A comprovação objetiva são os milagres/sinais que Jesus fez e faz e as transformações de milhões de pessoas no passado e agora pelo seu poder mostram que Ele é Deus, pois Ele falou abertamente “Eu e o Pai somos um”.

Qual Alcorão, Maomé, Buda e Fadas fez isso? …

O ônus continua sendo seu de provar, principalmente das fadas que citou no início, pois se não consegue provar que elas existem e tem poder não pode provar a sua própria existência Clayton, pois vc falou:
“Tudo se encontra no campo do indeterminado”

Comentar por Cícero

Cícero:

Clayton não é só p/mim …
“A comprovação objetiva são os milagres/sinais que Jesus fez”

Fazer alguns milagres e ajudar algumas pessoas não é prova de que o ser é do bem, pois se for assim, políticos corrupto ajudando alguns, provam que sao honestos.

“e faz e as transformações de milhões de pessoas no passado e agora pelo seu poder mostram que Ele é Deus,”

Mas causou também milhões de mortes nas guerras religiosas, entre elas As Cruzadas, se ele sabe tudo, isto era previsível para ele..

Inclusive, a própria idéia de messias pode ter sido uma idéia de Lúcifer para investir um pouco de bem, para ganhar um mal maior que são as guerras religiosas, pois um investimento é isto, voce perde um pouco para ganhar muito mais.

“pois Ele falou abertamente “Eu e o Pai somos um”.

Falar qualquer um pode, até eu, ou áté Lúcifer, a questão é provar.

“Qual Alcorão, Maomé, Buda e Fadas fez isso? …”

Qualquer religião fez a mesma coisa, milagres e guerras.

“O ônus continua sendo seu de provar, principalmente das fadas que citou no início, pois se não consegue provar que elas existem e tem poder não pode provar a sua própria existência Clayton, pois vc falou:
“Tudo se encontra no campo do indeterminado”

Eu não afirmei nada com relação a elas, foi voce que afirmou que elas não fizeram o mundo. O que eu afirmo que é indeterminado se Deus fez o Mundo, ou se foram as fadas, inclusive é indeterminado se Deus ou fadas existem ou não.

Acredite em Jesus pela fé, pois pela razão, não dá nem para concluir se ele é do bem ou do mal.

Comentar por Clayton Luciano

Clayton,
Politicos corruptos são corruptos e não do bem. E até agora que eu saiba ninguém reclamou dos milagres de Jesus.

As guerras religiosas o nome já diz; são de religiões HUMANAS, principalmente da ICAR (cruzadas, inquisição) sem base no Novo Test.

Jesus já provou que é Deus pelo que fazia e falava, …crer nisto é questão particular pessoal que Ele respeita.
“Ora, sem FÉ é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus CREIA que ele existe …” Hb 11:6
Mas vc parece que prefere crer em fadas …, eu lamento.

“Se compreendêssemos com demasiada facilidade todas as coisas, não mais procuraríamos a verdade com empenho nem a encontraríamos com prazer”.
Agostinho de Hipona.

Comentar por Cícero

Clayton,

“Politicos corruptos são corruptos e não do bem. E até agora que eu saiba ninguém reclamou dos milagres de Jesus.”

É por reclamações que voce conclue que um político é corrupto?

“As guerras religiosas o nome já diz; são de religiões HUMANAS, principalmente da ICAR (cruzadas, inquisição) sem base no Novo Test.”

Eles lutaram contra os inimigos de Jesus, e no mais, jesus sabia que por causa dele aconteceriam as guerras, e não utilizou seus grandiosos poderes para evitá-las.

“Jesus já provou que é Deus pelo que fazia e falava, …crer nisto é questão particular pessoal que Ele respeita.”

Então voce agora concorda comigo que é pura questão de fé.

“Ora, sem FÉ é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus CREIA que ele existe …” Hb 11:6
Mas vc parece que prefere crer em fadas …, eu lamento.”

Se eu acreditasse em fadas, eu e voce estaríamos no mesmo barco.

“Se compreendêssemos com demasiada facilidade todas as coisas, não mais procuraríamos a verdade com empenho nem a encontraríamos com prazer”.
Agostinho de Hipona.”

Antes voce escreveu que Jesus transformou sua vida e voce é feliz, agora voce já justifica a sua tristeza?

Comentar por Clayton Luciano

Clayton – “É por reclamações que voce conclue que um político é corrupto?”

Também, mas principalmente por suas ações.

“Eles lutaram contra os inimigos de Jesus, e no mais, jesus sabia que por causa dele aconteceriam as guerras, e não utilizou seus grandiosos poderes para evitá-las.”

Jesus também sabe que muitas pessoas vão para a perdição, porque assim o desejam. Jesus não pode nos forçar a andar num caminho.

“Então voce agora concorda comigo que é pura questão de fé.”

Principalmente, junto com outras evidências da razão e provas bíblicas.

“Se eu acreditasse em fadas, eu e voce estaríamos no mesmo barco.”

Há uma diferença gritante entre fadas e Jesus e sua Palavra.

A citação de Agostinho não fala de tristeza, mas essa pode produzir quebrantamento que é um ótimo caminho para receber a benção …

Comentar por Cícero

Cícero:

“Também, mas principalmente por suas ações.”

Justamente, como eu disse antes as ações de Jesus são insuficientes para provar sua bondade, pois seus milagres aconteceram em um números limitado de pessoas.

“Jesus também sabe que muitas pessoas vão para a perdição, porque assim o desejam. Jesus não pode nos forçar a andar num caminho.”

Mas ele não é infinitamente poderoso? Então ele pode tudo, e inclusive sabia das mortes que seus fieis causariam, e não as evitou.

“Principalmente, junto com outras evidências da razão e provas bíblicas.”

Já demonstrei que não há evidências conclusivas, pois o número de pessoas é limitado.

“Há uma diferença gritante entre fadas e Jesus e sua Palavra.”

Pode me explicar isto?

“A citação de Agostinho não fala de tristeza, mas essa pode produzir quebrantamento que é um ótimo caminho para receber a benção …”

A citação que voce colocou de Agostinho não tinha nada a ver com o debate.

Comentar por Clayton Luciano




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: