No princípio criou Deus os céus e a Terra


Desonesto ou Ignorante? – Pôr a Bíblia a dizer o que ela não diz (Resposta a um ateu)
Setembro 22, 2008, 6:17 pm
Filed under: Estupidez/Fanatismo/Ignorância ateísta, Respostas a Ateus

Estupefacto! Foi como fiquei ao ler o post “E se Jesus Cristo tivesse sido homossexual?” no blogue “Random Precision“. Não pelo tema em si pois já li coisas piores, mas pela forma como o autor do post retalha a bíblia, tornando-a num refém que passa a dizer aquilo que ele quer que ela diga!

Ele começa com o seguinte: “Para responder a esta pergunta, nada melhor do que recorrer à Bíblia.” Seguindo-se:

«E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: sim, Senhor, tu sabes que te amo…
«E Pedro voltando-se viu que o seguia aquele discípulo a quem Jesus amava, e que na ceia se recostara também sobre o seu peito…».
João 21:15 – 20

-> Temo pelos filhos que possas vir a ter. Por aquilo que compreendes deste versículos, nunca vais dizer que amas os teus filhos, pois estarás a dizer que queres fornicar com eles. Cuidado, também, para não encostares a tua cabeça no ombro ou peito do teu filho ou mesmo sentares a criança no teu colo. Vais estar a dar a ideia de que o queres fornicar.
__________________________________________________________________

«Ora Jesus, vendo ali a sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse à sua mãe: mulher, eis aí o teu filho. Depois disse ao discípulo: eis aí a tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa…».
João 19:25 – 27

-> O que vou dizer aqui já podia ter dito no versículo anterior. Vejo-me no comentário do leitor que assina como PKS:

Convém recordar que há três termos bíblicos que se traduzem normalmente por amor: eros, phileo e ágape. No novo testamento é este último o termo mais comum. Eros engloba o amor sexual. O Antigo Testamento grego usa só duas vezes a palavra eros, enquanto o Novo Testamento, nunca a usa!!! Nenhuma das passagens citadas usa o termo ‘eros’. Muitas vezes, ágape pode traduzir-se por caridade, mas o termo tem um sentido amplo. Por exemplo, um apaixonado grego atual dirá para o/a seu/sua namorado/a: ‘Σε αγαπώ’: ‘amo-te’; mas é também o ágape que surge num “caro amigo” por exemplo no início duma carta: Αγαπητέ φίλε ). Phileo (Φιλία ) está razoavelmente perto de amizade.

E teria, possivelmente, o mesmo jeito conclusivo:

Como se vê os historiadores que citas e que “revelam inequivocamente” a homossexualidade e bissexualidade de Jesus fazem aquilo que tu costumas fazer: falar do que não sabem, soltam uma larachas e outras tantas atoardas.

Para verificarem a terminologia, invadam este link, procurem os referidos versículos e cliquem em cima da palavra em questão.
__________________________________________________________________

«E, chamando outra vez a multidão, disse-lhes: ouvi-me vós, todos, e compreendei. Nada há fora do homem que, entrando nele, o possa contaminar…».
Marcos 7:14-16

-> Eu não sei como este ateu tem o descaramento de dizer que “alguns historiadores afirmam que estas passagens bíblicas revelam inequivocamente a homossexualidade de Jesus“. Das duas uma: ou este ateu não tem problemas em ser desonesto, para passar a sua ideia, ou tem uma noção um pouco diferente de “historiador”. Não deveria ser necessário dizer que os Richard Dawkins, os Sam Harris ou os Christopher Hitchins que por aí andam, não são historiadores.

Por que é que eu digo isto? Leiam o capítulo 7 todo. Jesus está a falar de comida. Distorção espantosa!
_________________________________________________________________

«E um certo mancebo o seguia, envolto num lençol sobre o corpo nu. E lançaram-lhe a mão. Mas ele, largando o lençol, fugiu nu».
Marcos 14:51-52

-> É surpreendente o esforço que o ateu em questão faz, para associar este episódio a uma possível inclinação homossexual de Jesus. Era como se eu dissesse “Rodeado de jornalistas, Cristiano Ronaldo passava pelo meio da multidão. Um maluquinho chegou à frente dele e abriu a gabardina, expondo o seu órgão sexual, comprovando, assim, a homossexualidade de Cristiano Ronaldo”.

O mais surpreendente é lermos a passagem e constatarmos que são os soldados que agarram o mancebo envolto num lençol sobre o corpo nú. Therefore… Jesus é homossexual.
__________________________________________________________________

Temos ainda a pergunta (não menos brilhante) do final: “De facto, se Jesus Cristo era homossexual ou não, e bem vistas as coisas… o que é que isso interessa?…

De facto, o que interessa, para o efeito, Jesus ser homossexual ou não? Se Jesus tivesse sido homossexual ele só estaria a fazer algo que disse que era pecado. Tendo pecado, não seria o filho de Deus. Não sendo o filho de Deus, o Cristianismo não faria sentido. Onde é que nós íamos mesmo? Ah, se Jesus Cristo era homossexual ou não… o que é que isso interessa?

De resto, todas as afirmações do post são completamente desprovidas de sentido, mas providas de uma desonestidade/ignorância (riscar o que não interessa) descomunal. Não quero acreditar que o autor do post considera verdadeiro tudo aquilo que ele disse, mas isto é (mais) um alerta daquilo que se vê por aí… ateus a fazerem de tudo para tentarem destruir a mensagem do Cristianismo.

Advertisements

14 comentários so far
Deixe um comentário

Ai risada.

Comentar por natenine

Sabino, a minha pergunta é: e se Jesus fosse homossexual?!

Comentar por Beowulf

E se a minha mãe não tivesse ovários quando o esperma chegou à zona?

Comentar por alogicadosabino

Não havia Bino. Força, agora responde à outra pergunta. 🙂

Comentar por PR

Sabino, vou explciar melhor. E se Jesus fosse homosexual, de que forma é que isso alterava a validade da sua mensagem?

Comentar por Beowulf

Exactamente Romano. Não havia Bino.

Beowulf,

Já respondi à pergunta no post:

“De facto, o que interessa, para o efeito, Jesus ser homossexual ou não? Se Jesus tivesse sido homossexual ele só estaria a fazer algo que disse que era pecado. Tendo pecado, não seria o filho de Deus. Não sendo o filho de Deus, o Cristianismo não faria sentido. Onde é que nós íamos mesmo? Ah, se Jesus Cristo era homossexual ou não… o que é que isso interessa?”

Comentar por alogicadosabino

Então quando ele aprtiu a loiça toda com os vendilhões do templo, não pecou?!

Comentar por Beowulf

Bem,… isto é mesmo o sítio da conversa da treta… Homo ou não temos um evangelho, não canonizado pelo concílio, que fala das suas relações intimas com as mulheres…

E ainda bem!… para ele. E se era um bom amante,… também para elas!

Comentar por ji

Beowulf,

Então quando ele aprtiu a loiça toda com os vendilhões do templo, não pecou?!

Não.

Homo ou não temos um evangelho, não canonizado pelo concílio, que fala das suas relações intimas com as mulheres

Por outras palavras, temos os escrito de pessoas que 1)não conheceram o Senhor Jesus e 2)nem conheceram nenhum dos apostolos e 3)cujas palavras contradizem tanto o Senhor como os apóstolos, certo? Para quê tomar esses escritos como autoritários no quetoca o Senhor Jesus, se temos escritos mais próximos do evento que dizem exactamente o contrário?

Comentar por Mats

Mats, essa é mais uma que preenche a lista do “És capaz de ser um ateu fundamentalista quando…”, sendo a conclusão a seguinte: “… acreditas naquilo que os escritores apócrifos escreveram acerca de Jesus mas não acreditas naquilo que Mateus e companhia escreveram acerca de Jesus”.

;]

Comentar por alogicadosabino

Vocês acham que os evangelhos foram escritos pelas personagens que estão associadas aos nomes por que são designados…??? Quanta ingenuidade e desconhecimento histórico…

“… acreditas naquilo que os escritores apócrifos escreveram acerca de Jesus mas não acreditas naquilo que Mateus e companhia escreveram acerca de Jesus”….”

Quanto a acreditar… eu acredito que amanhã o Sol vai aparecer a Este e desaparecer a Oeste e aposto uma contra o teu deus como vai ser assim… e ganho… . Agora, se ele aceita aposta nunca vais saber….

Falar duns e doutro textos a que chamam evangelhos é só uma maneira de mostrar que no meio dessa conversa há tipos que dizem uma coisa…e tipos que dizem outra coisa. Venha o diabo e escolha! E ele veio e escolheu! E esse diabo chama-se vontade de poder religioso. E a sua escolha resultou na divisão dos habitantes da terra em tantas religiões como povos. E…, etc (uma espécie de Babel não linguistico mas religioso)

Comentar por ji

Ji,

patetices como esta “Vocês acham que os evangelhos foram escritos pelas personagens que estão associadas aos nomes por que são designados…??? Quanta ingenuidade e desconhecimento histórico…” já estão expostas em sites de apologia. Recomendo o http://www.tektonics.org/

“Quanto a acreditar… eu acredito que amanhã o Sol vai aparecer a Este e desaparecer a Oeste e aposto uma contra o teu deus como vai ser assim… e ganho… . Agora, se ele aceita aposta nunca vais saber…”

Isso só acontece porque há ordem no Universo, visto que um Deus de ordem o criou. Apostar é covardia.

Comentar por alogicadosabino

Ji! Recomendo que vc leia Fatos que merecem um veredito. então Saberá como se deu o compilamento da biblia,a Credibilidade dos àpocrifos e também a autoria de cada livro. bem como o valor literário dos escritos do antigo testamento e do novo testamento.
2 A Biblia não tem nenhuma intenção de Criar religiões, o proprio Jesusnão veio com esta intenção,se vc ler e pensar havia na época varias religiões, porem Jesus não fez nenhuma menção de que alguma religião seria a salvadora, ou que estava nascendo uma nova religião.
então perceberas que a Babel foi criação do Homem para chegar ao Céu, todo esforço do homem para se achegar a Deus chama-se religião, pois a salvação não parte do Homem foi uma obra que nasceu do coração de Deus. Vem de cima.
as varias religiões que criamos nada mais é doque
alguem que esta se afogando e tenta se puxar para fora do lago pelo seu proprio esforço e o ateismo é o afogado dizer pra si mesmo não estou me afogando o lago não existe.

Comentar por pr josé

Responder questões espirituais a tantos alheios ao conhecimento bíblico é certamente, lançar pérolas aos porcos.
A Bíblia diz que quando falamos e não nos dão ouvidos, é melhor “sacudir a poeira dos nossos sapatos” e deixá-los vivendo em sua própria ignorância.
Afirma ainda em João 8.47: Aquele que é de Deus escuta a sua voz, os que não o fazem é porque definitivamente não são de Deus.

Comentar por Eugênio




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: