No princípio criou Deus os céus e a Terra


Centenas de milhares de fósseis encontrados no lugar mais seco da Terra
Agosto 21, 2008, 11:03 pm
Filed under: Descobertas recentes, Evolução/Big-Bang

Ao explorarem cavernas no árido deserto de Atacama, no Chile, cientistas deram com algo totalmente inesperado: água. Não menos surpreendente, eles descobriram também centenas de milhares de ossos de animais. Muitos mais vestígios de animais foram descobertos numa outra caverna do mesmo deserto.

Nenhum local quente da Terra é mais seco que o deserto de Atacama. Muitos locais deste deserto nunca receberam uma única pinga de chuva (que se saiba). Merece nota, também, o facto de não existir nenhuma fonte de água por perto.

Judson Winne, especialista em cavernas da Northern Arizona University, disse que não encontraram “pegadas nos locais que percorreram e apenas era visível uma ligeira evidência de utilização humana”.

Agora a conclusão dos investigadores: “Não é claro se os animais foram despejados na caverna por pessoas da era pré-histórica ou se foram apanhados por uma inundação”. Centenas de milhares de fósseis e ramos de árvores enterrados juntos num lugar onde raramente chove…

Eu estou mesmo a ver um grupo de pessoas a deitar centenas de milhares de ossos de animais na caverna. Já quanto ao terem sido aprisionados por uma inundação (que é como quem diz dilúvio)… o que terá o Noé a dizer?

Assim foram exterminadas todas as criaturas que havia sobre a face da terra, tanto o homem como o gado, o réptil, e as aves do céu; todos foram exterminados da terra; ficou somente Noé, e os que com ele estavam na arca.(Génesis 7:23)
_______________________________________________________________________

Modificado a partir do original DarwinismoFósseis Em Lugar Onde Raramente Chove

Anúncios

8 comentários so far
Deixe um comentário

Será assim tão inesperado ?

A téctonica de placas explica:

“Há mais de 20 milhões de anos, a região de Antofagasta, ao norte do Chile, ficava coberta pelo oceano Pacífico. Com o passar dos milhares de anos, duas Cordilheiras que a cercavam, a dos Andes e a de Domeyko, foram sendo comprimidas uma contra a outra, expulsando as águas do mar.

O escoamento das águas do oceano deste altiplano andino deixou o solo e as montanhas impregnadas de sal, o que fez com que a região se transformasse num deserto de sal, conhecido como Deserto de Atacama.”

Et voilá, sem milagres, deuses ou sobrenaturalismos ….

Comentar por Joaquim Coelho

para quem acredita na bíblia, não são coisas inesperadas…

Não sei como os cientistas que fizeram a descoberta não se lembraram dessa explicação : )

Comentar por alogicadosabino

Não sei como os cientistas que fizeram a descoberta não se lembraram dessa explicação

Não há cientista nenhum qaue o não saiba, é tão obvio que não merece referencias.

Só há que saber a data das ossadas.
E não sei se sabes que existem lagos enormes sem qualquer ligação com o exterior nas zonas limitrofes desse deserto.´
Também devido às especificidades do clima, existem certas condições raras (de muitas centenas em muitas centenas de anos) que provocam chuvas torrenciais nesse deserto, e até queda de
neve.
Aí tens os teus dilúvios (é pena se~rem locais) e a resposta para a caverna milagrosa 🙂

Tão simples, não é ?
Outra vez a navalha de Occam a funcionar. O raio do monge tinha mesmo nrazão …

Comentar por Joaquim Coelho

Existem estas ossadas todas neste sítio onde raramente chove porque, numa altura do passado, esta zona esteve coberta de água.
Isto está de acordo com a Bíblia, que diz que as águas de Noé cobriram toda a Terra, incluindo este local, o mais deserto e seco de todo o mundo.

É importante separar as observações das interpretações. As observações dizem que este lcoal esteve submergido por água. Agora se foi há “20 milhões de anos” ou a 4400 anos atrás, só esta evidência não chega para refutar uma e confirmar a outra.

Comentar por Mats

Existem estas ossadas todas neste sítio onde raramente chove porque, numa altura do passado, esta zona esteve coberta de água.

Só uma correcção, onde dizes numa altura do passado, deves dizer em várias alturas do passado.

E por curiosidade o Saara, outra zona bem seca, já foi há pouco tempo (eras geológicas claro) uma verdejante floresta tropical cheia de água

Densas florestas tropicais com clima húmido. Assim era este deserto há 500 mil anos

Comentar por Joaquim Coelho

Só uma correcção, onde dizes numa altura do passado, deves dizer em várias alturas do passado.

Bem, isso já não seria uma observação mas uma interpretação.

E por curiosidade o Saara, outra zona bem seca, já foi há pouco tempo (eras geológicas claro) uma verdejante floresta tropical cheia de água

Isso está de acordo com a Bíblia.

Densas florestas tropicais com clima húmido. Assim era este deserto há 500 mil anos

A parte do “500 mil anos” é uma interpretação, e não uma observação.

Comentar por Mats

As águas do dilúvio também podem ter arrastado os animais de um local para outro.

Comentar por Tatiana

A Bíblia não ‘se lê’ com a lupa de cientistas, cujo conhecimento foi gerado pelo Deus Altíssimo e que insistem em não dar a Ele a glória. A Palavra de Deus se lê com os olhos da fé. Porque, a Sabedoria de Deus para o homem é loucura.

Comentar por Maria




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: