No princípio criou Deus os céus e a Terra


Mas há tantas religiões…!
Junho 5, 2008, 11:58 pm
Filed under: Convicções / Fé

A Grécia Antiga possuía cerca de 30 mil deuses e o Xintoísmo possuiu 800 milhões. “Deuses incontáveis”, como actualmente dizem. Há outras religiões com muitos ou poucos deuses. Porém, o facto de haver deuses inventados e falsos, não significa que não haja o verdadeiro! Se assim fosse, a melhor maneira de eliminar qualquer produto seria produzir aparentes cópias (falsificações) e depois dizer que era tudo falso. Já surgiram milhões de notas falsas em todo o mundo e, no entanto, ainda ninguém desistiu de procurar receber as verdadeiras.

Há quem semeie joio no meio do trigo mas o trigo continua a existir. É uma maneira de confundir. A Bíblia fala disto! E como que antecipando dúvidas a respeito disso, os seus escritores deixaram o alerta (Ver: Estou farto de religiões (Parte 2).

Anúncios

6 comentários so far
Deixe um comentário

Marcos, o Corão e a Tora também falam do mesmo. Aliás, judeus e cristãos dizem que os respectivos “manuais” foram produzidos por Moisés. Só que, “algum” tempo depois, uns tipos sensibilizados com a vida e morte de um tal de Jesus decidiram sobrevalorizar os textos que seriam a partir daí divinizados como Antigo Testamento; e fundaram uma seita, que depois se transformaria em religião. Para os milhões de judeus, Cristo foi mais um charlatão que se disse messias.

Comentar por Rui Passos Rocha

Rui Passos Rocha,

Marcos, o Corão e a Tora também falam do mesmo.

O Tora e o Alcorão são bem diferentes. Eu tenho um Alcorão em casa, e posso dizer isso com alguma experiência pessoal.

Aliás, judeus e cristãos dizem que os respectivos “manuais” foram produzidos por Moisés. Só que, “algum” tempo depois, uns tipos sensibilizados com a vida e morte de um tal de Jesus decidiram sobrevalorizar os textos que seriam a partir daí divinizados como Antigo Testamento;

Totalmente falso. O canon da Bíblia Hebraica (“Tanakh”) foi estabelecido pelos Judeus que NÃO acreditamvam que Jesus era o Messias.

e fundaram uma seita, que depois se transformaria em religião. Para os milhões de judeus, Cristo foi mais um charlatão que se disse messias.

Mas há muitos judeus quye acreditam que Jesus é o Messias.

Comentar por Mats

Rui Passos Rocha, obrigado pelo seu comentário submetido à 1h42 no dia 6 de Junho.

“o Corão e a Tora também falam do mesmo.”

É óbvio que o Corão, o Tora e a Bíblia não falam todos do mesmo. As diferenças entre a biblia e o corão em aspectos cruciais como a Criação, Diluvio, Jesus Cristo e Deus são grosseiras. As diferenças entre a bíblia e o Tora são evidentes a olho nú.

“Aliás, judeus e cristãos dizem que os respectivos “manuais” foram produzidos por Moisés.”

Obviamente que sim, visto que ambos têm as suas raízes no Deus do AT. No entanto, os judeus continuam à espera do seu Messias.

“Só que, “algum” tempo depois, uns tipos sensibilizados com a vida e morte de um tal de Jesus decidiram sobrevalorizar os textos que seriam a partir daí divinizados como Antigo Testamento”

O Rui fala como se tivesse dado na telha a meia dúzia de judeus passarem a ver os livros do AT como não eram vistos antes. O Antigo Testamento já era aceite antes do nascimento de Cristo. Se o próprio Jesus se referiu ao AT como História, porque não iriam os judeus aceitá-lo como história? Aliás, o AT continha os acontecimentos passados da nação judaica.

O Rui acredita num Jesus que teve uma postura radical (actualmente atribuída àqueles que acreditam na veracidade do genesis) ao considerar o AT como verdadeiro quando os outros não o consideravam?

“e fundaram uma seita, que depois se transformaria em religião.”

Seita… palavra pesada. Seita é mais o Ku Klux Klan. Quanto a essa crença inicial transformar-se em religião… sim, é pena.

“Para os milhões de judeus, Cristo foi mais um charlatão que se disse messias.”

Bem, isto só dá mais força às professias bíblicas que diziam que o seu próprio povo não iria fazer dele caso algum (Isaías 53:3).

Comentar por alogicadosabino

Requisitos segundo os Judeus para o Messias:

1 – Ele será um descendente do grande Rei David.

2 – Ele será um indivíduo excepcionalmente justo e preeminente erudito de Torá.

3 – Ele inspirará a todos a retornar sinceramente a D’us.

4 – Ele será um líder muito carismático e poderoso que liderará pelo exemplo.

5 – Ele terá aquilo que é conhecido como uma alma ‘coletiva’ ou ‘geral.’ Esta alma mestre possibilitará a ele relacionar-se com pessoas de todos os níveis.

6 – Ele exigirá e conseguirá grandeza de toda a humanidade.

7 – Ele fará acontecer aquilo que é descrito como a ‘Reunião dos Exílios’ – o retorno de todos os judeus à Terra Santa, Israel.

8 – Ele reconstruirá o Templo Sagrado.

9 – Ele será um Ser Humano – não uma divindade.

Os Judeus não analisaram isso ainda:

Provas de que Yeshua é o Messias

1 – Descendente do rei David. – Cumprido.

2 – Será um indivíduo excepcionalmente justo e erudito de Torá. – Cumprido. Ainda criança, Jesus espantou os doutores da Lei na sinagoga, ensinando com autoridade nunca vista.

3 – Ele inspirará a todos a retornar sinceramente a D’us. – Cumprido. O fato de nem todos terem retornado a Deus não anula o fato de que ele inspirou, sim, o mundo inteiro a esse retorno. Sua palavra permanece, mesmo após 2000 anos, como um chamado de retorno à Casa do Pai.

4 – Ele será um líder muito carismático e poderoso que liderará pelo exemplo. Mais que cumprido.

5 – Ele terá aquilo que é conhecido como uma alma “coletiva” ou “geral.” Esta alma mestre possibilitará a ele relacionar-se com pessoas de todos os níveis. – Mais que cumprido. Até mesmo soldados romanos pediam pela sua ajuda. “Senhor, eu não sou digno que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e o meu servo será salvo” (Matheus, 8:8), disse a ele o centurião. Isso seria um evento completamente improvável, para dizer o mínimo, na Israel ocupada e cheia de preconceito, de ambos os lados, do I século.

6 – Ele exigirá e conseguirá grandeza de toda a humanidade. – Cumprido, em parte. A parte sobre exigir grandeza sem dúvida foi cumprida. Quanto a conseguir essa grandeza de toda a humanidade, isto se dará, segundo a profecia, na consumação dos tempos. Que ainda não chegou, certo?

7 – Ele fará acontecer aquilo que é descrito como “a Reunião dos Exílios” – o retorno de todos os judeus à Terra Santa, Israel. – Isso também deverá acontecer no dia da consumação dos tempos. Portanto, Jesus não pode ser excluído como Messias por essa razão.

8 – Ele reconstruirá o Templo Sagrado. – Cumprido! Sim! Aí está o grande ponto de discórdia. Os judeus ortodoxos teimam em compreender esta profecia ao pé da letra. O próprio Jesus Cristo ensinou que o Templo Sagrado não é uma edificação feita de pedra, mas que o verdadeiro Templo é constituído pelos nossos corpos, que devem ser tornados como templos para o Espírito do Deus Uno. Aceitar e entender isso depende de uma abertura de consciência, que é gradual, para toda a humanidade. Infelizmente essa noção ainda está longe de ser compreendida por todos, mas eu acredito plenamente que continuamos evoluindo em direção a essa expansão consciencial que nos permitirá ver além das aparências e da literalidade do texto.

9 – Ele será um humano e não uma divindade. – Cumprido, ora! Este é outro ponto de discórdia, a meu ver, inútil. Como foi que Jesus veio ao mundo? Como Deus? Não! Ele veio como um homem, viveu como um homem e morreu como um homem. Quanto ao seu caráter divino, esta é uma questão puramente teológica. Negar a possibilidade de Jesus ser o messias por causa disso, é o mesmo que reconhecer que ele era de fato Deus! Completo contracenso: “Jesus não poderia ser o Messias porque ele era Deus, e está escrito que o Messias seria humano”. Se alguém não acredita em Jesus como divindade, mais um motivo para admitir a possibilidade de Jesus ser o Messias. Claro como água.

Comentar por Marcos pinheiro

Marcos Pinheiro, obrigado pelo comentário submetido.

Quanto ao ponto 7, ele ja aconteceu com a instauração do Estado de Israel, em 1948.

Comentar por alogicadosabino

Eta discussãozinha bem ridícula!!

Comentar por cláudio lopes oliveira




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: