No princípio criou Deus os céus e a Terra


A semana que passou – 28 Maio
Maio 28, 2008, 7:30 pm
Filed under: Descobertas recentes

Observado rápido processo de “evolução inversa” em espécie de peixe. Quando o Lago Washington estava poluído, estes peixes não precisavam de tanta armadura para se protegerem, uma vez que a lama os escondia dos predadores. Em 1968 o lago foi limpo. Antes da limpeza, apenas 6% dos peixes estavam completamente armados. Hoje, 49% dos peixes estão armados por todo o corpo. 35% dos peixes estão parcialmente armados. Porquê “evolução inversa”? Porque a tendência normal destes peixes de água doce, segundo a evolução, é “perder armadura” e não “ganhá-la”. A juntar a mais exemplos de rápida adaptação (Ver: A semana que passou – 29 de Abril – 1º tópico), estes peixes não necessitaram de milhões de anos para mudarem de aspecto, algo que o artigo da ScienceDaily constata: “É suposto a Evolução durar milhões de anos mas, por vezes, […] o processo pode ocorrer de forma rápida e inversa“.

Catherine Peishal, da Hutchinson Cancer Center Lab, disse que esta descoberta fez com que este peixe fosse considerado como “um novo modelo para o estudo das características genéticas complexas“. “Possuir uma grande variedade genética numa população significa que se o meio ambiente mudar pode haver alguma variante de gene com melhor desempenho que o anterior sendo, assim, seleccionado pela selecção natural. A variação genética aumenta as chances de sobreviência global de uma espécie“, acrescentou.

Este peixe reverteu para a armadura completa porque essa possibilidade de adaptação ainda estava presente nos seus genes. Longe de evoluírem novos traços, os seus códigos genéticos conservaram traços que pareciam inúteis, até que as circunstâncias mudaram, fazendo com que esse “armazém genético” fosse utilizado, ajudando na sua sobreviência. Para além de ser um exemplo de rápida adaptação (e não evolução, como querem fazer crer), este é também um exemplo de bom design inicial.

gqec
__________________________________________________________________________

Outro paradigma de “milhões de anos” repensado após nova sugestão para a formação do Box Canyon. Uma “mega-inundação” parece ter criado um canyon profundo com forma de anfiteatro. Este canyon era considerado um exemplo clássico de formação através de erosão gradual. No entanto, a nova sugestão para a sua formação indica que o Box Canyon foi formado por uma inundação massiva. Este processo terá durado entre 35 a 160 dias. Lamentavelmente, esta sugestão apenas foi considerada pelo facto de alguns canyons em Marte se parecerem com este.

Estas situações não são nenhum espanto para aqueles que acreditam que o Dilúvio de Génesis poderia ter “produzido” a maior parte dos canyons existentes hoje.

dwqdq
__________________________________________________________________________

Cientistas descobrem segredo da juventude eterna. Os segredos da juventude eterna, pelo menos a nível celular, foram revelados por alguns cientistas. A notícia indica que este trabalho é de importância fundamental para a compreensão das propriedades de renovação das células estaminais.

Não desvalorizando o trabalho destes cientistas, deixem-me apresentar um método mais eficaz para a vida eterna: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu único filho, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna(João 3:16)

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: