No princípio criou Deus os céus e a Terra


De carro a submarino – a evolução da baleia
Maio 25, 2008, 1:41 am
Filed under: Evolução/Big-Bang, Multimédia

A evolução da baleia é uma das fábulas mais lunáticas da hipótese da Evolução. O doutor David Berlinski fala sobre a mesma aqui. O vídeo que se segue é um resumo legendado do essencial.

[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=vUkkXc5ycKU]
___________________________________________________________

Ver também: Acreditar em Deus é ridículo? E o meu gato ir viver para debaixo de água é o quê?

Anúncios

31 comentários so far
Deixe um comentário

Sim senhor, estou convencido. O Dr Berlinski, que nunca publicou um único artigo sobre cetáceos (seja de que área for) apresenta uma argumentação perfeitamente destrutiva. Comparar um carro que não se reproduz a um animal que se reproduz e quando o faz introduz alterações à forma do corpo, é realmente implacável. Já para não falar de que efectivamente não conhece os milhares de fósseis de transição descobertos!

Comentar por Beowulf

Beowulf, quais “milhares de fósseis”? Aqueles que nem os próprios evolucionistas estão de acordo? O Pakicetus? O Ambulicetus?
Amigo, a comparação feita pelo Dr Berlinski é para os evolucionistas verem o que a sua teoria propõe. O facto de que os seres vivos se reproduzem é mais um problema para a teoria, uma vez que não só o métiodo de locomoção tinha que mudar, mas o sistem reprodutivo tinha que mudar AO MESMO TEMPO.

Obrigado por adicionares mais problemas à tua teoria.

Comentar por Mats

“Beowulf, quais “milhares de fósseis”? Aqueles que nem os próprios evolucionistas estão de acordo? O Pakicetus? O Ambulicetus?”

Só conheces esses? O facto de não conheceres mais não quer dizer que eles não existam.

“…não só o métiodo de locomoção tinha que mudar, mas o sistem reprodutivo tinha que mudar AO MESMO TEMPO.”

Descreve-me por favor o sistema reprodutivo dos cetáceos modernos. Só para confirmar que sabes do que estás a falar.

Comentar por Beowulf

“O Dr Berlinski, que nunca publicou um único artigo sobre cetáceos (seja de que área for) apresenta uma argumentação perfeitamente destrutiva.”

se calhar publicou tantos como tu

Comentar por alogicadosabino

Beowulf,
Qual deles? O golfinho?

Comentar por Mats

Sabino,

Mas eu não critico a teoria desenvolvida por centenas de investigadores que se dedicaram a essa questão!

Mats,

Se achas que o do golfinho é diferente do de uma baleia, por exemplo, descreve os dois!

Comentar por Beowulf

Beowulf,
Estás ciente de que para tal basta pesquisar na net, certo?
Vamos directos ao assunto: concordas que o modo segundo o qual os mamíferos mamíferos dão À luz é distinto dos terrestes, por razões óbvias?

Comentar por Mats

não ele não reconhece… para ele, para eu saber que a engenharia de um carro é diferente da engenharia de um submarino tenho de ter uma graduação em Engenharia mecânica ou coisa do género… caso contrário, não posso dizer que um carro é muito diferente de um submarino

O mesmo da baleia e da vaca.

Comentar por alogicadosabino

Mats, a questão não é onde posso ir buscar informação. A questão é perceber o que tu sabes de forma a credibilizar minimamente as tuas críticas. Por isso, se estás assim tão seguro do teu conhecimento, descreve aqui então o sistema (ou sistemas se achares que há mais do que um) de reprodução dos cetáceos.

Comentar por Beowulf

Não Sabino, não é uma questão de títulos, mas sim uma questão de conhecimento sobre algo. O problema é que uma baleia não é assim tão diferente de uma vaca (nem sei porque comparas a uma vaca) como um carro de um submarino. Mas os teus conhecimentos em anatomia comparada são tão fraquinhos que nem te apercebes disso!

Comentar por Beowulf

Beowulf,
Qual é a parte que queres? O deseenvolvimento embrionário? O tempo da gestação?
O meu ponto ao falar da forma de reprodução nem foi a esse detalhe, mas sim na morfologia. Os mamíferos terrestes tem as patas traseiras perto da área por onde saem os descendentes. Em alguns mamíferos aquáticos também, noutros já não tanto. Se os terrestes evoluiram para os mamíferos, então a arquitectura que envolve a mobilidade e a reprodução foi se alterando AO MESMO TEMPO para possibilitar a suposta evolução. É lógico aceitar-se que a montanha de mutações simultâneas foi acontecendo bem na hora exacta, e quando era preciso?

Comentar por Mats

“Os mamíferos terrestes tem as patas traseiras perto da área por onde saem os descendentes.”

Vamo-nos concentrar nesta. Os cetáceos também, mas estão definhadas e são vestigiais. E então? Onde queres chegar com isso? Não percebi desculpa.

Além disso, eu só te estava a pedir que confirmasses que conheces aquilo de que estás a falar. Não te custa muito pois não? Descreve lá a morfologia do aparelho reprodutor para não teres que escrever muito. Mas se quiseres, também podes falar sobre o desenvolvimentos embrionário e o tempo de gestação. O tempo de gestação é fácil, é so dizer um número. Não é por nada, mas esquivares-te à pergunta retira-te muita credibilidade.

Comentar por Beowulf

“Os mamíferos terrestes tem as patas traseiras perto da área por onde saem os descendentes.”

Já agora, em biologia escreve-se assim:

Os mamíferos terrestres tem as patas traseiras perto da vagina.

Não tenhas medo de chamar as coisas pelos nomes!!!

Comentar por Beowulf

Isto já é falar por falar, não é Beowulf?

Se achas que não há problema nenhum em um animal concebido para viver toda a sua vida em terra para um animal que vive toda a sua vida dentro de água tudo bem. Tal como disse, cada um com a sua fé.

Comentar por alogicadosabino

O problema Sabino é que o Mats (assim como tu) diz que não é fé, e que há evidências que conferem elevados níveis de confiança a essa fé, mais do que à contrária. E por isso, o problema é exactamente perceber até que ponto o Mats conhece essas evidências para ver se esse elevado nível de confiança é justificado. Não me incomoda que digas, acredito porque acredito e pronto. O que extremamente desonesto da parte do Mats e dizer acredito porque a morfologia dos sistema de reprodução dos cetáceos demonstra que essa é a interpretação correcta, e depois não ser capaz de descrever essa morfologia e aceitar as suas implicações. É uma questão de credibilidade!

Comentar por Beowulf

Beowulf,

“Os mamíferos terrestes tem as patas traseiras perto da área por onde saem os descendentes.”

Vamo-nos concentrar nesta. Os cetáceos também, mas estão definhadas e são vestigiais. E então? Onde queres chegar com isso? Não percebi desculpa.

Porque ao mesmo tempo que as patas posteriores vão mudando, isso vai ter implicações no nascimento dos filhotes. O que tu acreditas é que essas modificaçõs randómicas foram acontecendo ao mesmo tempo, e sem-direcção ou guia.
É lógico pensar-se assim?

Além disso, eu só te estava a pedir que confirmasses que conheces aquilo de que estás a falar.

Aquilo que estou a falar foi mostrado na resposta anterior. Tu mudaste o assunto. Mas não faz mal.

Não te custa muito pois não? Descreve lá a morfologia do aparelho reprodutor para não teres que escrever muito.

Ora aqui vai (desculpa ser tão longo, mas tu pediste):

Male Reproductive Organs
Penis

The penis of the dolphin originates from the rear pelvic bones and from the pelvic region, the penis extends to the penis slit, just to the back of the umbilicus. The penis is coiled or curved within the sheath (prepuce) except when erect; it is held in this position by a pair of strap-like retractor muscles. The penis slit exposes a part of the penis and the rest of the penis is firmly attached to the retractor muscles. This part of the penis which is covered with skin, is called the terminal cones, similar to the “glans penis” of most mammals.

When the penis is erected, the folded skin (penis sac) can be stretched and the dolphin can protrude approximately two-thirds of its penis from the slit. Just to the rear of the terminal cone, the retracted penis shows a loop. Since during erection, the skin does not allow stretching to occur easily, this loop enables the dolphin to protrude the penis.

A flat “retractor penis” muscle runs from just above the terminal cone to the rectal wall. This muscle is well-developed in species with a “fibro-elastic” penis. The muscle is not necessarily essential in the retraction of the penis, as studies have shown that the loop may naturally recur. One possible function is to prevent the penis from erecting too much.

The penis is made up of three layers, the outer layer being a thick, tough skin, the middle layer containing connective tissue and the innermost layer containing elastic fibres. Unlike most mammals whose three layers are usually made up of spongy tissue, the dolphin’s penis contain a large amount of tough, fibrous tissue. During erection the inner layer fills with blood, but this produces no noticable swelling.

It has been suggested that erection results simply from the elasticity of this fibrous tissue when the retractor muscles relax. However, the mechanism is probably more complex than that.

Testes

The testes of dolphins are elongated and cylindrical in shape. They are not found in an external scrotum as in other mammals. Instead, the testes are located in the abdominal cavity just behind the kidneys. The absence of a scrotum is part of streamlining, reducing water resistance. It is also believed that ancestors of cetaceans may have had an external scrotum and evolution took a part in remodelling the reproductive structure of the cetaceans.

During puberty, the testes of a dolphin increase significantly in size. The testis of an young dolphin is about half the size of finger and weighs about 20 grams. After puberty, the testes may grow to an extent that they are as long and as thick as the forearm and also weigh several kilograms.

Sperm are produced in the testis, then pass into the epididymis. Maturation of the sperm occurs as they pass along this tube to be stored near the tail of the epididymis. From here, the short vasa deferentia conducts the sperm to the urethra. The vasa deferentia (sperm ducts) are highly convoluted. It has been suggested that the shortness of the tubes, due to the internal position of the testes, are made up for by the convolutions.

The mammalian semen is made up of many different fluids secreted by a few sex glands. However, the only accessory sex gland present in the dolphin is the prostate, which surrounds the urogenital canal. This gland is protected by a thick layer of muscle, called the compressor prostatae. This gland produces most of the necessary fluids in the semen.

Female Reproductive Organs
Ovaries

The female reproductive system of dolphins is similar to that of other mammalian species. The ovaries are located in the abdominal cavity behind the kidneys, which is around the same place where the male testes are located in the male reproductive system. The ovaries of dolphins are spherical and elongated in shape, with a fairly smooth surface. Immature ovaries have a flat and elongated shape, with grooves on the surface. The ovaries resemble “a bunch of grapes” when the ovaries mature.

During ovulation, the mature ovaries contains oocytes (egg cells) surrounded by other cells to form follicles. Some of these follicles enlarge and develop a fluid-filled space. One of the follicles eventually enlarges further and bursts, releasing the oocytes into the uterine tube. The cells that remain in the collapsed follicle after ovulation multiply and form a greyish yellow structure called the corpus luteum. The corpus luteum degenerates if the oocyte is not fertilised but if fertilisation occurs, the corpus luteum persists to the end of the pregnancy.

Dolphins seem to ovulate and can become pregnant again even immediately after giving birth, although lactation seems to prevent this sometimes. The female seems to have one period each year but if the first ovulation if not followed by pregnancy, she may experience more periods. It is generally believed that dolphins can retain reproductive ability until they die. But some studies have shown that this may not be true as some species have been seen to experience regression in parts of the reproductive system.

Uterus

The uterus of the dolphin has two main uteri called the cornua. The two cornua contain the uterine glands and a muscled connective tissue containing numerous blood vessels. The internal layer of the uterus thickens during pregnancy. The muscular tissues provide peristalic contraction during labour to push the infant out of the mother’s womb.

The inner walls of the have well-developed annular folds that look like a chain of funnels. The function of the folds is not known yet. The inner part is largely glandular.

The vulva is a slitlike aperture with labia majora and minora (inner and outer folds, or “lips”). A strand of tough, fibrous tissue can be found at the front end of the vulva. Many immature animals also show a band of fibrous tissue running from the front to the rear of the opening, placed so that it is likely to be ruptured during intercourse.

Finito. Contente? Isso é só o do golfinho. Se quiseres posso te mandar o da baleia.

O meu ponto mantem-se: as modificações no aparelho reprodutivo nos mamíferos terrestes para ele se tornar num mamífero foram acontecendo ao mesmo tempo que as outras modificações todas? AO MESMO TEMPO?
As patas traseiras foram ficando mais pequenas e mais próprias para nadar, ao mesmo tempo que a forma de reprodução ? Isso tudo AO MESMO TEMPO, e pro si só?

Repito: é lógico acreditar-se num mito desses?

Comentar por Mats

Ok Mats, fizeste um belo copy-paste de um site qualquer, mas vê-se que não leste o que lá estava escrito. Sabes porquê? Porque continuas a dizer que é muito diferente de um mamífero terrestre, principalmente um Ungulado. As diferenças não são assim tão extremas e não impedem nem são impedidas por modificações no resto do corpo. O sistema de reprodução é essencialmente o mesmo que o dos vertebrados terrestres.

Comentar por Beowulf

Só para reforçar, tirado do texto que fizeste copy-paste:

“The female reproductive system of dolphins is similar to that of other mammalian species.”

A que alterações afinal é que te estás a referir, e porque é que achas que são assim tão difíceis de ocorrer?!

Comentar por Beowulf

Beowulf,
Eu disse-te logo que o que era preciso era fazer uma pesquisa e vêr o que se envolvia lá.
Mas ainda bem que voltaste a fazer a pergunta.

Volto a dizer o que já tinha dito: uma vez que a localização por onde os mamíferos nascem é relativamente perto das patas posteriores tanto nos terrestes como nos aquáticos, é lógico pensar-se que todas as mutações necessárias para as adaptações foram acontecendo exactamente quando era necesário para possibilitar a transição da tera para a água? Tudo isto POR SI SÓ ?

Comentar por Mats

Mats, por vezes sinto que estou a falar uma língua qualquer diferente. Que parte de “o sistema reprodutivo dos golfinhos é semelhante ao dos outros mamíferos” é que não percebeste?! Não houve alterações significativas!!!

“é lógico pensar-se que todas as mutações necessárias para as adaptações foram acontecendo ”

Mas que adaptações Mats?! O sistema reprodutor NÃO sofreu alterações significativas. Eles usam praticamente o mesmo sistema reprodutor que as vacas, os hipopotamos, os camelos, que é o mesmo que os antepassados, e que é praticamente o mesmo que os restantes mamíferos. Vou repetir para ver se entendes: O MESMO!!! Continuas a não ler as coisas. Continuas a negar o que é óbvio por uma questão puramente ideológica. E depois és desonesto com o resto das pessoas.

“Eu disse-te logo que o que era preciso era fazer uma pesquisa e vêr o que se envolvia lá.”

Mats eu sei perfeitamente, sem fazer pesquisa nenhuma no google, como funciona o sistema de reprodução dos cetáceos (ainda estou para ver onde vês tu uma diferença entre os golfinhos e as baleias). Era só para comfirmar se tu sabias, o que tu acabaste de comfirmar. Tiveste que ir fazer uma pesquisa e fazer um copy-paste vergonhoso para alguém que critica uma coisa de forma tão veemente! Enfim, deves achar que é lógico agir-se assim…

Comentar por Beowulf

Beowulf,
diz-me uma coisa: as patas posteriores dos mamíferos terrestes tem a mesma forma que os mamíferos aquáticos ou não?

Comentar por Mats

Mats, pergunta estúpida,desculpa lá.O que eu não percebo é o que é que uma coisa tem a ver com a outra! E porque é que dizes que os membros posteriores tiveram que se alterar ao mesmo tempo que o sistema de reprodução, quando o sistema de reprodução é essencialmente igual. A questão é essa, e tu estás a fugir dela-

Comentar por Beowulf

Beowulf,

Tu estás a falar do que se passa interiormente, enquanto eu falo da sua localização anatómica em relação às patas posteriores. As patas posteriores nos mamíferos terrestes é bem mais forte do que nos mamíferos marinhos, quando comparado com o resto do corpo.

Não só isso, mas os mamíferos terrestes em regra dão à luz mais do que uma cria, enquanto que os mamíferos, em regra, não.

Os mamilos dos terrestes são mais do que nos mamíferos, exceptuando, possivelmente, os primatas. No entanto os cetáceos supsotamente evoluiram de animais que tinham bem mais orgãos mamários que os primatas. Como é que isso aconteceu? E quando? Foi enquanto ele se tornava mamífero, ou quando já era totalmente mamífero?

Estas são algumas das diferenças.

A minha pergunta mantém-se: será que todas as alteraçõs foram acontecendo exactamente quando eram necessárias POR SI SÓ, durante milhões de anos?

Comentar por Mats

Mats, admite que não sabias nada sobre o sistema reprodutor dos cetáceos, e que ele nao tem nada a ver com as modificações dos membros posteriores. Essa tua insistência indica que pegaste nesse assunto por desonestidade. Mas também , esse é o teu estilo. Mentir às pessoas!

Comentar por Beowulf

Beowulf,
lol
Não foi dita mentira nenhuma. O sistema de reprodução (e tudo associado a ele) haveria de ser afectado à medida que o animal perdia forças nas patas posteriores, nossos ossos, na respiração, etc, etc.

Amigo, viver 100% do tempo na terra não é o mesmo que viver 100% do tempo na água. Não é só pôr umas barbatanas e lá vamos nós.

Vocês têm que começar a encarar as coisas realisticamente, e vêr que o que vos disseram é fisicamente uma monstruosidade. Transformar um animal 100% tereste num animal 100% marinho, sendo ele 100% funcional ao longo do processo, é um mito.

Comentar por Mats

Mats, mas o que é que uma coisa tem a ver com a outra? De que forma é que os membros posteriores influenciam o sistema de reprodução? Tu não consegues explicar isso. Estás só a mandar postas de pescada para o ar. E curiosamente assumes que eu nao sei nada sobre o assunto. Amigo, se soubesses com quem estás a falar já te tinhas calado há uns comentários atrás!! Mas continua, eu estou divertido a ver um patetinha como tu a humilhar-se sem saber.

Comentar por Beowulf

Beowulf,
Jovem, se tu dizes que um animal terreste evoluiu para uma baleia, e durante o processo de transformação o animal foi 100% viável e 100% funcional, então vejo que a indoctrinação funcionou.

Repito, e não saio deste ponto: o sistema de reprodução seria afectado consideravelmente durante a transformação, e é ilógico pensar-se que todas as transformações (locomoçºao, respiração, reproduão, visão, etc, etc) foram acontecendo AO MESMO TEMPO, e na altura em que eram necessárias.

Comentar por Mats

“Amigo, se soubesses com quem estás a falar já te tinhas calado há uns comentários atrás!!”

só os licenciados é que podem acreditar na transformação lagartos em pássaros? é que realmente é preciso muito muito muito esforço intelectual para se conseguir acreditar que as vacas viraram baleias

Comentar por alogicadosabino

Licenciado? Não estás a falar de mim de certeza!!! É engraçado as coisas que tu assumes sem saber, e depois dizes essas barbaridades! Onde foste tu buscar que eu sou licenciado? É tramado as interpretações de comentários vagos.Um bocadinho como fazes com a bíblia. Vês como o teu conhecimento é muito frágil?!

Comentar por Beowulf

[Humor]

Sabino,
Fiz um procura na net, e já sei quem é o nosso Beowulf. Se quiseres mando-te o que descobri sobre ele. Nem vais acreditar! Nunca na vida haveria de pensar que alguém como ele haveria de andar em blogs..!
Mas é uma honra ter a sua pessoa entre nós.
[/Humor]

Comentar por Mats

Mats, agora também estou curioso.Ora diz lá quem é?

Comentar por Beowulf




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: