No princípio criou Deus os céus e a Terra


A semana que passou – 12 de Maio
Maio 13, 2008, 2:29 am
Filed under: Descobertas recentes

Um holandês construiu um modelo da Arca de Noé. Após dois anos de intenso trabalho, a Arca abriu ao público no sábado passado e pretende dar a conhecer um pouco daquilo que terá sido a vida de Noé e companhia na arca. Uma das visitantes estava espantada com a grandeza do barco: “Eu conhecia a história de Noé mas nunca pensei que o barco fosse assim tão grande”. Ela ficaria, com certeza, mais espantada se soubesse que a Arca construída por Johan Huibers tem apenas metade do tamanho da Arca descrita na Bíblia. De facto, existe esta ideia errada de que a Arca seria uma pequena embarcação em que os animais estariam uns em cima dos outros, a girafa estaria com a cabeça de fora, etc. Este trabalho do construtor holandês apresenta-se como uma representação mais verosímil daquilo que foi a Arca de Noé.

nbmc
____________________________________________________________________

O código genético dos ornitorrincos foi revelado. Se os evolucionistas já estavam confusos acerca do aspecto físico do animal, mais confusos ficaram com o seu aspecto genético. Mark Batzer, cientista da Luisiana State University de Baton Rouge, disse: “Uma grande surpresa é o facto dos ornitorrincos terem características genéticas das aves, répteis e mamíferos”. O primeiro parágrafo do artigo da ScienceDaily refere o mesmo: “… parte ave, parte réptil, parte mamífero – e o genoma prova-o”. Outro dado curioso é que os cientistas compararam o genoma do ornitorrinco com o do homem, do rato, do cão, da galinha e do gambá e descobriram que ele tem uma similaridade de 82% com estes animais todos.

De facto, o ornitorrinco é um animal fascinante. Apresenta um mosaico de características: esporas venenosas, órgãos sensoriais eléctricos, pêlo, bico de pato, cauda de castor, põe ovos, etc. Como é que este animal evoluiu? Quantas mutações terão sido precisas para o ornitorrinco acabar com este formato esquisito? Como é que elas aconteceram? Onde estão os fósseis transitórios? Porque é que partilha características genéticas com aves, répteis e mamíferos?

nbndee
________________________________________________________________________

A explosão de Câmbrico e a história da Carochinha. Charles Marshall, professor de Biologia e Geologia da Universidade de Harvard, sugeriu uma nova teoria para explicar o aparecimento abrupto de variadas espécies do período cambriano. Segundo ele, “o aumento da interacção entre as espécies, como a luta por alimento, conduziu a um rápido processo de evolução de dentes, garras e a grande variedade de características que vemos hoje nos animais da Terra”. Disse mais: “Talvez a evolução [ele usa “evolução” para dizer “aparecimento”] das mandíbulas ou dos intestinos deu-se para que os animais pudessem morder a sério em vez de darem umas leves trincas”. E pronto… problema resolvido. Está explicado o aparecimento de grande parte de espécies que ainda hoje estão connosco, não de forma lenta e gradual como Darwin havia pregado, mas repentinamente. Basta desejar muito e um pulmão aparece. O mesmo para olhos, sangue, sistemas digestivos, etc. Os evolucionistas estão constantemente a apelar a milagres para resolver os seus problemas. Reparem no que ele diz também: “Pode ter sido tão simples como a evolução [aparecimento] de mandíbulas com dentes que tenham permitido a primeira mordidela a sério”. Mandíbulas com dentes aparecerem assim sem mais nem menos? Encomenda especial… um milagre para o cambriano… prontinho a sair.

Outra coisa lamentável: a ScienceDaily limitou-se a copiar (como acontece muito nestes assuntos de evolução) a press release da Instituição onde trabalha o cientista. Uma pesquisa no Google com a segunda parte do título da notícia leva-nos ao mesmo artigo, publicado pela Universidade de Harvard. Tudo copiadinho. Título, subtítulo, lead, corpo da notícia, foto. Tudo. Como é óbvio, as instituições estão mais inclinadas para apresentar apenas as coisas boas, minimizando os fiascos, insucessos e os erros. Aqui ou faltou o devido trabalho jornalístico ou o cientista não quis falar sobre o assunto. A primeira opção é a mais plausível.

bvcbw
______________________________________________________________________

Um exemplo de mistura de factos com interpretações. O título diz: Criaturas marítimas antigas “vestiam-se” com diamantes. Já para não falar do “criaturas antigas” atentemos para o segundo parágrafo da notícia: “Cientistas descobriram que os organismos vestiam-se com pequenos diamantes feitos de carbono, trazidos no asteróide que terá aniquilado os dinossauros”. Qual é o facto? Fósseis de organismos marinhos com restos de diamantes microscópicos. Qual a parte da notícia que é interpretação? Estes diamantes terem sido trazidos ou formados com material que veio do Espaço. Há muito disto nas notícias. Misturam os factos com as interpretações naturalistas, que não são susceptíveis de confirmar. O leitor acaba por não saber distinguir aquilo que realmente é o facto, aquilo que foi encontrado, daquilo que é apenas uma interpretação fruto de pressuposições.

Mais é dito: “outros grãos presentes nos fósseis eram estranhamente ricos em metais como o níquel e cobalto, indicando a sua origem extraterrestre”. É lamentável que os problemas que a ciência naturalista não consegue resolver na Terra tenham de ser endereçados para o Espaço. Ao menos com o Espaço continuamos a não precisar de aceitar que existe um Deus a quem um dia teremos de dar contas.

Anúncios

5 comentários so far
Deixe um comentário

“[…] existe esta ideia errada de que a Arca seria uma pequena embarcação em que os animais estariam uns em cima dos outros, a girafa estaria com a cabeça de fora, etc.”

hahahahhahahahaha

Aposto que a original tinha um cantinho exclusivo para os unicórnios, os dragões (os gigantes que cospem fogo), as fadas, os duendes, etc.

Agradeço ao site céticos (ponto net), por me permitir conhecer tamanha pérola humorística.

Comentar por Edmilson

Edmilson, obrigado pelo comentário submetido.

Quanto a unicórnios… a bíblia não fala de animais mitológicos. Lembra-te… os autores dos livros bíblicos foram inspirados por Deus. Aqueles que fizeram as traduções não. Está prometido post a esclarecer este assunto para breve.

Quanto a dragões… não vejo por que não podem ter existido. Ainda hoje o Dragão de Komodo testemunha que dragões maiores podem ter existido sendo aniquilados por uma catástrofe global, tal como os dinossauros. Interessante também é que o calendário lunar chinês é representado por 12 animais. 11 deles sao animais que nos conhecemos, como o porco, tigre e coelho, sendo o 12º animal precisamente o dragão. Quanto ao cuspir fogo… hoje, o besouro-bombardeiro tem um mecanismo que produz explosões quentes e tóxicas como arma de defesa (um mecanismo que, aliás, mostra que a evolução aleatória tem de ter muita inteligencia para produzir um sistema assim). Como tal, não vejo por que um mecanismo de cuspir fogo não possa ter existido.

Quanto a gigantes que cospem fogo, fadas e duendes, tens de me indicar os versículos onde se encontram referidos pois não tenho conhecimento. Mas como me pareces um atento estudioso da Bíblia, não terás problema em indicar-me.

Comentar por alogicadosabino

eu achei o ornitorrinco um animalo facinamte, mas que ria saber de sua evolucao um pouco mais

Comentar por bianca

Fantástico. O ornitorrinco tava na arca também? Precisaria de bem mais que o dobro desta arca para caber todas as éspecies do mundo. Depois noé ainda teve que distribuir todos os animais pelo mundo todo não é? A zebra na áfrica, O urso polar no polo, o mico-leão-dourado no Brasil. Que trabalhão não é? E ainda cuidar para o pica-pau não furar o barquinho. E os dinossauros? A é, vcs não acreditam em dinossauros, é tudo conspiração do demo né. Ainda bem que os dragões sabiam voar.

Comentar por Jean

Dilúvio e Arca de Noé

Comentar por alogicadosabino




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: