No princípio criou Deus os céus e a Terra


Cristãos evolucionistas? Que mais irão inventar?
Abril 23, 2008, 2:06 pm
Filed under: Convicções / Fé

À primeira vista pode parecer um paradoxo. À segunda vista… temos a certeza que é um grande paradoxo. O Diabo tem atacado dentro da própria Igreja, levando muita gente a contaminar a sua fé com a ciência naturalista que trata das origens. Há quem ache possível acreditar na Bíblia e encaixar nela o relato evolucionista dos milhões e milhões de anos, sem comprometer a sua fé. Por muito que estes denominados cristãos evolucionistas possam esforçar-se por afirmar que é possível conciliar a visão bíblica com a visão evolucionista dos milhões de anos, nunca será possível harmonizar as duas. O desejo de encaixar a hipótese de evolução no relato bíblico levanta grandes problemas teológicos. Vamos ver alguns pontos:

1) Um dos castigos que Deus dá ao homem, em resultado da sua desobediência, é a morte. “No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” (Génesis 3:19). Se realmente Adão e Eva não foram os primeiros seres humanos na Terra, como acreditam os cristãos evolucionistas, significa isso que a morte era algo que já vinha acontecendo. As criaturas que existiram antes de Adão e Eva já tinham passado pela experiência da morte, sendo que ela não foi um castigo dado por Deus em resultado da desobediência de Adão. Ninguém concorda que a morte seja uma coisa boa. Porque iria Deus permitir a morte antes de alguém ter pecado? E se a morte sempre foi parte da criação porque é dito em I Coríntios 15:26 que ela é o “último inimigo”?

2) Outros dizem que Adão e Eva são apenas figuras alegóricas e não realmente os primeiros humanos que habitaram a Terra. No entanto, nenhum deles duvida que Abraão ou Moisés tenham realmente sido quem a Bíblia diz que foram. Se Adão e Eva não foram pessoas reais, o que os faz pensar que Abraão e Moisés já tenham sido? Onde termina o limite das figuras alegóricas e onde começa o limite das personagens reais? Quem determina essas fronteiras? As partes da Bíblia que não gostamos deixamos de lado e apenas acreditamos nas que queremos?

3) O Novo Testamento ensina claramente que a razão pela qual Jesus veio morrer na cruz foi devido àquilo que aconteceu no 1º capítulo de Génesis: “Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.” (I Coríntios 15:21). O primeiro homem deste versículo é Adão. O sacrifício de Jesus na cruz só faz sentido se aquilo que é dito em Génesis sobre Adão e Eva for verdadeiro.

4) Se não acreditamos no que a Bíblia ensina acerca da Criação por que razão acreditamos naquilo que ela diz relativamente à Salvação? Se a Bíblia não está certa em relação a uma coisa tão importante como a Criação, como vai estar certa em relação a outras coisas?

5) A mais importante de todas, na minha opinião: quem não acredita no relato da Criação está a chamar mentiroso ao próprio Jesus. Em Lucas 3, a genealogia de Jesus vai até Adão, o primeiro homem. Em Mateus 19:4, Jesus diz: “Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez macho e fêmea,”. O Filho de Deus não saberia do que estava a falar?

Mais poderia ser dito mas penso que estes pontos já ilustram bem os problemas teológicos que derivam da tentativa de conciliar a fábula evolucionista com os ensinos bíblicos. Em Mateus 6:24, Jesus diz que “ninguém pode servir a dois senhores”, mas é o que parece que estão a fazer aqueles que se dizem cristãos evolucionistas. Querem agradar a Deus e, ao mesmo tempo, agradar ao pensamento mundano, que não quer saber de Deus para nada.

nbvmji

Anúncios

20 comentários so far
Deixe um comentário

Caros cristãos,

1 – Como cristão creio que a vossa forma de agir é altamente prejudicial ao cristianismo. Já Santo Agostinho, no século V, chamava a atenção para os cristãos não interpretarem a Escritura à letra, sobretudo no que diz respeito às “ciências naturais”. Haviam dois argumentos para isso: por um lado, a Escritura não se debruça sobre essas matérias; por outro, como os “pagãos” podiam estar mais esclarecidos nesses assuntos, corriamos o risco de por a Escritura ao ridículo. É o que vocês fazem ao defenderem o criacionismo.

2 – A Escritura não é letra morta. Para compreendermos a Escritura temos de a conceber como um todo inserido na Tradição. Não foi a Escritura que conduziu à Fé, mas foi da Fé dos apóstolos que se fez a Escritura (sobretudo no Novo Testamento).

3 – A morte que se fala em Genesis é o oposto à “vida verdadeira”, de entrega a Deus e ao próximo.

4 – É verdade que a Biblia combina factos históricos com fábulas com interpretações de tudo isso. Para irmos distinguindo as coisas – definindo os limites – temos de estudar a hermeneutica mais actual e avançada da Biblia e seguir a Tradição (como fizeram os apostolos).

5 – Porque razão interpretam as palavras de Jesus literalmente e no ultimo ponto metaforicamente?

Saudações freternas,
Filipe

Comentar por Filipe

Obrigado pelo comentário Filipe.

“Como cristão creio que a vossa forma de agir é altamente prejudicial ao cristianismo.”

Devemos ter concepções diferentes de “cristianismo”.

“Já Santo Agostinho, no século V, chamava a atenção para os cristãos não interpretarem a Escritura à letra”

Mas no século XIX, por exemplo, Calvino e Lutero, reformadores da Igreja, afirmavam o Génesis como narrativa histórica, que signfica aquilo que está mesmo escrito.

“por um lado, a Escritura não se debruça sobre essas matérias;”

Realmente o propósito das Escrituras é falar sobre o sacrifício de Cristo na cruz, mas sempre que a Bíblia toca em assuntos científicos ela não erra.

“É o que vocês fazem ao defenderem o criacionismo.”

Nós apenas defendemos aquilo que vem na Bíblia, que acreditamos que está correcta. Tal como acreditamos que está correcta no que concerne à Vida Eterna, também acreditamos que está correcta no que diz respeito à Criação e ao Dilúvio.

“Para compreendermos a Escritura temos de a conceber como um todo inserido na Tradição.”

Concordo.

“Não foi a Escritura que conduziu à Fé, mas foi da Fé dos apóstolos que se fez a Escritura”

Não concordo de todo com isto. Se não são as palavras da Bíblia que hoje salvam e transformam vidas é o quê? É o facto de alguém precisar de acreditar num Ser superior? Se a Escritura é a revelação de Deus ao Seu povo como é possível que tenha sido apenas a fé dos apóstolos a escrever a Escritura? Vê este texto

“A morte que se fala em Genesis é o oposto à “vida verdadeira”, de entrega a Deus e ao próximo.”

A “morte” em Génesis tem o mesmo significado que no resto da Bíblia.

“É verdade que a Biblia combina factos históricos com fábulas com interpretações de tudo isso.”

Nesse caso, se a Bíblia tem fábulas eu não vou fazer um esforço por acreditar nela.

“Porque razão interpretam as palavras de Jesus literalmente e no ultimo ponto metaforicamente?”

Em que parte? De qualquer forma, como vou acreditar no que Jesus disse, se este usou histórias inventadas (Adão e Eva, Dilúvio, etc) para suportar as suas ideias?

Aconselho este texto que fala sobre este assunto

Abraço, Filipe

Comentar por alogicadosabino

Obrigado pela resposta.

1 – Antes de mais começo a perceber algo que nos separa na visão do cristianismo: eu acredito – como a Carreira das Neves – não pelo relato dos outros, mas pela experiência pessoal que tenho de relação com Deus. A Fé traduz-se numa relação com Deus, não numa escritura morta. Até porque a Escritura é fruto dessa Fé: não é escrita pela mão de Deus, mas por Homens que O procuravam.

2 – No séc. XIX os “reformadores da igreja” – Lutero e Calvino afastaram-se da Tradição para seguirem o seu próprio caminho.

3 – A Bíblia não toca em assuntos científicos. Em primeiro lugar, porque é a Fé que “fez” a Escritura. Em segundo lugar, porque na altura em que a bíblia foi escritura ainda não existia ciência como se concebe hoje (método cientifico, etc.).

4 – A bíblia é um conjunto de livros escritos em alturas diferentes, com diferentes géneros literários, em contextos diferentes, com objectivos diferentes. É natural que as palavras não tenham sempre o mesmo significado. Convém seguir uma Bíblia com uma boa exegese (Exemplo: Bíblia dos Capuchinhos ou Bíblia do peregrino)

5 – no teu texto interpretas “ninguém pode servir a dois senhores” metaforicamente.

6 – Espero que nós cristãos nos possamos juntar para converter este mundo contemporâneo, como fez São Paulo com os gentios, como fizeram os padres da Igreja entrando na filosofia helénica, como fez São Tomás aceitando o sistema aristotélico.
A questão é simples: com as provas científicas que temos, não dá para crer no criacionismo. Já agora como interpretam Gen 2? No Génesis há dois relatos – literalmente incompatíveis – da Criação.

saudações fraternas,
Filipe

Comentar por Filipe

“eu acredito – como a Carreira das Neves – não pelo relato dos outros, mas pela experiência pessoal que tenho de relação com Deus.”

Algo que eu costumo dizer como um dos porquês de acreditar em Deus é precisamente a experiência pessoal. Já pude sentir a presença de Deus. E podem vir os psicólogos que quiserem elaborarem teorias sobre o sentimento humano ou o cérebro…

Mas para nós sabermos que existe um Deus… Ele teve de comunicar a alguém, primeiramente. Para podermos sentir a presença e o cuidado de Deus, alguém teve primeiro de saber que existe um Ser assim. É por essa razão que Deus teve de comunicar com alguém. Caso contrário, essa fé ou primeira fé, como queiramos chamar, foi inventada por alguém. Mas nós, cristãos, sabemos que não há coincidências na nossa vida e sabemos que existe Deus. Mas como soubemos que existe um Ser Sobrenatural? Porque lemos na bíblia. E como os primeiros souberam que existe um Ser Sobrenatural? Tiveram de saber por algum lado.

“A Bíblia não toca em assuntos científicos.”

Toca… ela diz que a Terra é redonda, que a escuridão envolve a Terra, que a Terra está suspensa sobre nada, que o vento tem peso, etc

“na altura em que a bíblia foi escritura ainda não existia ciência como se concebe hoje (método cientifico, etc.).”

Mais uma razão para ser um livro tão especial

“no teu texto interpretas “ninguém pode servir a dois senhores” metaforicamente.”

Creio que interpretei da maneira correcta. Se virmos os versículos para trás vemos que Jesus não se está a referir a senhores como pessoas de carne e osso. Ele também está a falar de coisas imateriais:

Mateus 6:21: “Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração”.

Isto não quer dizer que Jesus não possa ter utilizado metáforas ou outros recursos estilísticos. É o caso do “é mais fácil passar um camelo pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus. Jesus também disse que era a Porta, que era o Sal da Terra, que era a Luz do mundo… e isso não nos faz confusão.

“Já agora como interpretam Gen 2? No Génesis há dois relatos – literalmente incompatíveis – da Criação.”

É uma boa questão. Não são contradições. Farei post em breve.

Comentar por alogicadosabino

Caro Sabino,

1 – Enquanto aguardo pela tua exegese de Gen 1 e 2, gostaria que me explicasses porque a genealogia de Jesus difere em dois dos Evangelhos?

Comentar por filipe

FÉ EM DEUS

Comentar por alisson

LOLADA!

Comentar por Dário Cardina

Filipe,
A genealogia não “difere”. Uma diz respeito à mãe de Cristo, e outro ao pai adoptivo de Cristo.

Comentar por Mats

[b]Filipe,
A genealogia não “difere”. Uma diz respeito à mãe de Cristo, e outro ao pai adoptivo de Cristo.[/b]

não adianta Mats, eles só sabem pegar argumentos prontos no ateus.net, tsc tsc…

Comentar por Matheus

isto e interessante e explicativo

Comentar por anahenriques

Belo post….não entendo o Filipe…como se é cristão sem acreditar na criação?
“A questão é simples: com as provas científicas que temos, não dá para crer no criacionismo.”

Não sabemos como Deus criou, ninguém sabe….mas para os incrédulos, penso que os cientistas sérios um dia darão a resposta, se chegarmos a esse tempo! Um dia a ciência admitirá…para lá vamos…ou não!

Comentar por Francisco

Sem Criação nao Haveria ciência!; …nem o Filipe; Nem eu…

Saudações!

Comentar por Tony Pereira

sou cristão batizado e crismado, mas mesmo assim penso como o Filipe que e muita ignorancia fechar os olhos para o evidente!
evolução sim, mas com um regente e esse é deus, o cara que inventou as regras do jogo!!
tanhamos fé sem perder a razão!

Comentar por C.F. Serafim

Apesar de viver no entre IV e V século da nossa era, Santo Agostinho já desenvolvera a teoria do evolucionismo. No relato do Gênesis 2, 4 a 6, afirma que no dia em que Deus criou o céu e a terra criou também os arbustos e as ervas (isto no na e pela Sabedoria divina). Isto prova que no primeiro dia da criação já Deus criou simultaneamente tudo. O relato do Gênesis 1, diz Agostinho, é modo popular de narrar, “escrito para os menos idôneos” (sic). Deus sendo eterno pode criar tudo ao mesmo tempo, mas, colocou na matéria informe (molécula original), isto é, na terra ainda vazia e sem forma, as sementes ocultas que brotariam nos tempos posteriores conforme a vontade divina (providência) e as criaturas seguiriam as leis colocadas nelas. Isto é a pequena mostra do meu texto sobre Criacionismo e Evolucionismo em Santo Agostinho. Este homem é genial. Só que muitos teólogos tentam ignorar o assunto. Não sei porque eles tem medo disso. O evolucionismo não nega nem desmerece o poder de Deus, pelo contrário, se Deus é Deus, é onisciente, onipotente, onipresente, então, porque os teólogos defendem as posturas anacrônicas? Até a teologia deve evoluir. Abraços, Minimus (Prof. de Filosofia Antiga e Medieval).

Comentar por minimus minimorum

A Bíblia interpreta-se a si mesma…vejamos o que pensava o escritor do livro de Gênesis. “…16 Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua. 17 Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou, e restaurou-se” Ex 31:16-17.
É evidente que Moises acreditava que Deus havia formado o mundo e tudo o que nele há em seis dias,…o que diser então; faltaria por acaso a Moises capacidade de interpretação, ou então uma boa exegese para entender aquilo que Deus lhe avia revelado.
Precisamos urgentemente parar de tentar agradar o mundo, lembremos “Se vós fósseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia Jo 15:19”.
“Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo Ga 01:10”.

Comentar por Jocemar

ola amigos.primeiro gostaria de dizer que sou cristao EVOLUCIONISTA.para resumir minha opiniao com base em ESTUDOS sobre o tema,vou dizer que o genesis eh sim um texto literal,literal para o autor que o escreveu,e para os hebreus que o liam.deixo isso bem claro pois alguns EVOLUCIONISTAS CRISTAOS tentam conciliar evolucao e genesis -sao os que falam de dias de mil anos se referindo aos 7 dias de criacao-.eu nao creio que o genesis seja um simbolismo.MAS tambem nao creio em suas historias pouco convincentes.ja foi provado que eh apenas uma versao dos textos mais antigos conhecidos,GILGAMESH e ENUMA ELISH,mitos babilonicos.Alguns me questionam dizendo que o genesis eh inspirado por Deus.mas esses sao os que usam os versiculos errados da Biblia,por exemplo para dizer que cristo eh Deus,vejam 1Joao 5,7,o acrescimo tardio.ou para se dizer que a Biblia eh cientifica Isaias 40,22 sobre a terra ser redonda -leiam o nome do rei Ciro nos proximos capitulos pra ver a epoca que isso foi escrito-.Ou ainda o tal de beemoth no finalzinho do livro de Jo dizendo ser este um dinossauro. me desculpem mas o criacionismo eh mais uma doutrina equivocada como dizimo,trindade ou predestinacao.

Comentar por anderson rodrigo

olha tenho visto muintos comentarios a respeito dos pensamentos evolucionistas mas nuca tinha visto tantos equivoco quanto estes. tém muita diferença de conhecimentos do homem com conhecimento de Deus, portanto devemos nos lebra de que paulo fala arespeito de nossos conhecimentos …

Comentar por marcos hamilton dias guimaraes

bom, sem rotulos, eu acredito que Deus existe e também acredito que a evolução eh certa.O que pode se perceber em várias discussoes é que existem pessoas que conhecem mto de ciencia e outras muito de religiao,..e a maioria tenta de todas as formas fazer com que religiao fé e ciencia sejam antagonicos..o que pra mim não é, e nenhum professor ou dicionário me disseram que sejam…portanto…eles podem caminhar juntos sim…ja encontrei mta gent d mente aberta disposta a discutir saldavelmente sobre isso,outras que n keriam ouvir e outras que realmente n ouviam…enfim…eh uito dificil esse assunto…a “criação” sempre será mto polemica pq ng tava la pra assitir…brincadeiras a parte, eu não concordo em nada com o texto “cristaos evolucionistas?que mais irão inventar” concordo em muita coisa escrita nos posts do filipe e em nada com o de anderson rodrigo.
As pessoas adoram citar a biblia, mas ela n eh deus e nem foi ele quem escreveu portanto se a ciencia eh um outro senhor a biblia tb o é….n entendo pq dizem ou insinuam que apenas o genesis eh literal e o restante metaforico…
pra mim a biblia eh apenas um livro, sagrado sim, mas que como os outros serve como ensinamento…o ensinamento adiquirido depende da interpretação de cada um.ah é isso.. ja to perdendo a linha de raciocinio.. hauahuahu
abraços até mais.

Comentar por Dayane

Fico triste quando vejo servos de Deus tentarem reduzir Deus às suas teorias.

Comentar por o.maria

Deus não criou o universo e a humanidade como os criacionistas querem nem como os evolucionistas querem, mas como Ele, na sua incompreensivel divindade ,quis.
Isto para dizer que é absurda esta discussão.
Os cientistam TENTAM explicar como Deus criou( mesmo por caminhos que nos são estranhos). Os teólogos TENTAM dizer-nos porque Deus criou.
É com magoa do fundo do coração que sejo “teologos” meterem-se em assuntos cientificos, que não dominam e serem ridicularizados. Tal como cientistas quando passam do COMO para o PORQUE , e concluem que foi por acaso que estamos aqui. Qualquer um dos grupos quer limitar DEUS.

Comentar por o.maria




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: