No princípio criou Deus os céus e a Terra


5000 anos para o ancestral comum de todo o ser humano
Fevereiro 29, 2008, 3:36 pm
Filed under: Evolução/Big-Bang

Artigo interessante. Traduzo parte dele:
_________________________________________________

“Ele – ou ela – foi o ancestral comum de todas as pessoas que vivem, actualmente, na Terra. A última pessoa na História cujos ramos da árvore genealógica tocam todos os 6.5 biliões de pessoas no planeta nos dias de hoje. Significa isso que toda a gente descende de alguém que viveu por volta da altura do reino de Tutankhamon. Existe até a possibilidade de o nosso ancestral humano comum ter vivido no tempo de Cristo. É uma certeza matemática que essa pessoa existiu, disse Steve Olson, jornalista na área da ciência.

Com a ajuda de um expert em estatística, um cientista informático e um super computador, Olson calculou o modo como as árvores genalógicas humanas estão inter-conectadas. Terias de viajar no tempo apenas 2000 a 5000 anos para encontrares a pessoa que representa o descendente comum de todas as pessoas vivas actualmente. Já visitaste alguma aldeia no ano 3000 antes de Cristo? A primeira pessoa que visses seria, provavelmente, o teu antepassado, disse Jotun Hein, matemático especializado em estatística da Universidade de Oxford.

Significa isto que todos nós temos antepassados de todas as cores e raças. Todos os bombistas palestinianos descendem de judeus. Todos os muçulmanos xiitas no Irão descendem de, pelo menos, um sunita.

Como é possível saber isto?

É pura matemática. Cada pessoa tem 2 pais, 4 avós e 8 bisavós. Continua a dobrar através das gerações seguintes – 16, 32, 64, 128 – e em algumas centenas de anos teremos milhares de antepassados. Por volta do século XV teremos um milhão de antepassados. Por volta do século XIII teremos um bilião. Por volta do século IX – apenas 40 gerações atrás – o número atinge o trilião. Mas… como é possível alguém hoje ter tido um trilião de antepassados contando a partir do século IX?

A resposta é: não é possível. Imagina que houve um homem que viveu há 1200 anos cuja filha foi a 36ª bisavó da tua mãe e cujo filho foi o 36ª bisavô do teu pai. Isso colocaria o tal homem em 2 ramos na tua árvore genealógica, um pelo lado da mãe, outra pelo lado do pai. De facto, a maioria das pessoas que viveu há 1200 anos aparece não duas vezes, mas milhares de vezes nas nossas árvores genealógicas, uma vez que só existiam 200 milhões de pessoas na Terra por aquela altura. Uma simples divisão – um trilião a dividir por 200 milhões – mostra que, em média, cada pessoa por aquela altura aparece 5000 vezes na árvore genalógica de cada ser humano que vive actualmente.

No entanto, não nos podemos guiar pela média. Muitas pessoas que viveram no ano 800 nunca tiveram filhos; não aparecem na árvore genealógica de ninguém. Entretanto, membros mais prolíficos da sociedade apareceriam mais de 5000 vezes na árvore genealógica de muita gente. Continua a recuar no tempo e cada vez há menos pessoas disponíveis para colocar nos ramos das árvores genalógicas dos 6.5 biliões de pessoas que existem hoje.

É, matematicamente, inevitável que exista uma pessoa que apareça pelo menos uma vez na árvore genealógica de cada um de nós. Chegará uma altura em que uma pessoa na Terra é o antepassado de todos nós. E não foi assim há tanto tempo atrás. Quando vês uma exposição sobre os mistérios no antigo Egipto, todas aquelas pirâmides, esfinges e desenhos foram criados, muito provavelmente, por um antepassado teu.”
______________________________________________________

Podem ler no resto do artigo como este modelo matemático foi preparado e programado. Rhode, Chang e Olson, responsáveis pelo estudo, consideraram variáveis como a migração e a localização geográfica. O estudo foi publicado na Nature, e foi realizado por cientistas do Massachussets Institute of Technology (MIT) e da Universidade de Yale. As conclusões do estudo deixaram surpreendidos os próprios envolvidos, uma vez que vem meter ao barulho as suposições evolucionistas sobre a antiguidade do ser humano.

Este estudo mostra que as diferenças raciais das pessoas têm uma origem recente. Algo que confirma o que nos diz a Bíblia:

“E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação.” (Actos 17:26)

Anúncios

5 comentários so far
Deixe um comentário

foi otimo otexto desse site pois me ajudou muito no trabalho escola

Comentar por rafael

ola,,,gostaria de saber…se Adão e EvA existiram a 6 mil anos,pois me surge uma duvida….em genesis Deus criou os ceus, terra, animais, e o homem….como pode existir fósseis de ancestrais humanos e animais há milhoes de anos???sou cristã..mas ateus me fazem essa pergunta…obrigada

Comentar por Suzana

muito interessante, conseguir-se em tão pouco tempo repor a população actual.
Um ponto a favor da possibilidade do Dilúvio pela Bíblia.

Agora permitam-me uma ideia estupidamente louca! E que tal ambos os modelos estarem correctos? Da Bíblia e da evolução? Ou seja, o diabrete do Sabino está correcto e a geologia e a datação radioactiva como é vista está errada.
Agora a parte gira! Imagine-se que Deus criou Adão e Eva e algumas bactérias, tudo ocorreu como escrito na Bíblia mas a Bíblia omitiu a evolução das espécies que ocorria em fundo. As bactérias evoluíram por princípios de selecção natural e criou-se a espécie humana.
Cum raio! Até podemos especular que homem de neandertal eram os humanos da bíblia/evolução e foram extintos à paulada!

Desculpem se abusei mas não resisti!

Comentar por Nuno Dias

oiee tipo eu axo super interesante essas coisas muito loko kk bjoss ate mais!
♥♥♥♥♥♣♥

Comentar por desconhecido

O texto é interessante, mas antes de tudo retrata o óbvio pois é lógico que tudo começou de um primeiro homem ou melhor mulher, ja que esta é a que provou ter a capacidade de procriar até do Espírito Santo. Assim, fica também explicado com todas as letras o incesto, o complexo de Édipo e de Electra ja estudados por Freud. Acho que não deve ser visto como novidade o fato da humanidade ter apenas um só pai ou mesmo apenas uma mãe!

Comentar por kadja saldanha




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: