No princípio criou Deus os céus e a Terra


“Não terás outros deuses diante de mim” – Deus ciumento?
Maio 31, 2008, 5:45 pm
Filed under: Convicções / Fé, Estupidez/Fanatismo/Ignorância ateísta

Há ateus que dizem que Deus é ciumento e egoísta por Ele dar esta ordem: “Não terás outros deuses diante de mim” (Êxodo 20:3). Um deles até disse “Esta ordem é uma ditadura“. Ora bem… Deus é a única testemunha ocular da Criação de Génesis. Só Ele estava presente no início da criação e, como tal, só Ele sabe o que realmente aconteceu. Ele sabe que Ele e só Ele criou os céus e a Terra. Atentemos para a seguinte ilustração:

Um homem tem um filho. Que alegria… tem os olhos do pai e o nariz da mãe. É tão fofinho. A melhor coisa que lhe aconteceu até ao momento. Vai dar-lhe todo o seu carinho e protecção.

Os anos vão passando e o bébé, agora jovem, começa a querer a sua independência. A certa altura, começa a proclamar uma ideia maluca: “Eu tenho mais que um pai“. O jovem começa a deixar de se interessar pelo seu pai biológico e a dizer com toda a convicção que tem mais de um pai. “Tu não és o meu pai, eu sei que tenho mais que um pai e vou fazer tudo para os encontrar“, atesta.

O jovem começa a procurar incessantemente os seus outros pais. Ele realmente acredita que eles existem. A pessoa que o criou (seu pai biológico) deixa de ter qualquer significado para ele. O seu pai ainda tentou avisá-lo umas quantas vezes: “Mas filho, eu sou o teu verdadeiro e único pai. Fui eu que te criei, fui eu que sempre estive ao teu lado durante o teu crescimento”. Mas as suas palavras caem em saco roto. O jovem não quer saber.

Não terás outros deuses diante de mim“. Por quê? Porque não há outros deuses. Só há um Deus: o Criador dos céus e da Terra e de toda a Vida que nela existe. Mais do que uma lei ou uma proibição, este mandamento é dado por Deus apenas para o bem do Seu povo. Ele sabe que não há outros deuses. Ele sabe que se uma pessoa adorar outros deuses estará a fazê-lo em vão e a hipotecar a sua Salvação.

A ilustração do pai e do filho mostra bem a idiotice dos ateus ao dizerem que Deus é ciumento e ditador por não permitir que outros deuses sejam adorados. Eles não existem.

About these ads

26 Comentários so far
Deixe o seu comentário

A ilustração do pai e do filho mostra bem a idiotice dos ateus ao dizerem que Deus é ciumento e ditador por não permitir que outros deuses sejam adorados. Eles não existem

Não mostra que o exemplo é idiota.

Nada garante que seja verdade. O que o pai tem a fazer é recorrer à ciência e fazer umas análises de DNA para mostrar que é o pai e o filho deixar-se de crises de adolescencia parvas.
Mas até podia ser verdade.

Além disso mesmo que deus existisse e fosse único eu não tinha nada de me submeter a ele. E se quisesse tinha todo o direito de inventar um para mim. Ditador é aquele que priva da liberdade.

Por outro lado existem dezenas de deuses que proclamam o mesmo. Qual escolher ?

Se deus quer isso, então só tem uma coisa a fazer: mostrar-se e explicar como foi que fez estas coisas todas.
Quer ferramentas usou, que material, se nos regou e adubou, etc ,etc.
Sim porque não existe ID sem tecnologia. Como foi que se fez tudo isto.
Também me devia explicar para que é que ele serve hoje ?
Porque deve ser respeitado e reverenciado ?

É que eu acho que ele se existisse estava é a precisar de um valente pontapé naquele sitio que sabemos.

Comentário por Joaquim Coelho

Olá, amigo!
Acho que estou “a entrar” em mais um site de nossos irmãos portugueses. Bem, como o comentário foi feito já há algum tempo, espero, sinceramente, que já tenha mudado seus conceitos.

Em primeiro lugar, saiba que, o homem só pode admitir a existência de DEUS e conhecê-lo através da FÉ. Enquanto ele não chega a este patamar, meu amigo, é uma luta interior incessante, muito grande, que perturba, incomoda e só quem já passou pode saber.

Um fato interessante é que todo aquele não não crê que DEUS existe se revolta contra Ele. Não é uma contradição isto? Se Ele não existe, como se revoltar contra algo que não existe? Por que o ateu não O ignora, mas persiste numa busca, e, ao procurar por caminhos equivocados, não O encontra.

Bom, no início de sua fala, você diz que “eu não tinha nada de me submeter a ele”. Pois foi isso mesmo que o homem fez, meu amigo. Não se submeteu. Não obedeceu. Quando foi criado, havia uma única regra: não comer de determinada árvore. E ele a descumpriu. Mesmo sabendo das consequências drásticas.

Depois, você diz que: “E se quisesse tinha todo o direito de inventar um para mim”. E nao foi isto que a humanidade caótica fez? “Inventou” vários deuses.

“Ditador é aquele que priva da liberdade”. DEUS deu ao ser humano o direito de escolha sim. E continua dando. Todavia, o homem escolhe viver longe de seu Criador. Desde o início, DEUS se portou como um pai amoroso: deu liberdade ao homem para nomear os animais; viu que ele estava se sentindo sozinho, sem alguém de sua espécie e deu-lhe uma esposa; para que ele não ficasse ocioso e acabasse deprimido deu-lhe a tarefa de cuidar do lindo jardim. Veja você: mesmo depois que o homem desobedeceu, DEUS se preocupou com ele, fazendo-lhe uma veste de peles, pois as de folhas não durariam muito. Que amor inefável do nosso Criador!…

Sabe, queira o homem ou não; aceite ou não, não muda nada. DEUS continua sendo DEUS. Sempre foi e sempre será. Quando Moisés perguntou o Seu nome, Ele disse: “EU SOU O QUE SOU”. Sabe o que isso significa? Ele não precisa provar nada para ninguém. Não precisa provar Sua existência; de onde veio; como surgiu; nada. DEUS quis se revelar assim a Moisés porque sabia que em todo o decorrer da história humana, o homem ia exigir dele provas de sua existência. Mas Ele não precisa provar nada para ninguém. Que Ser extraordinário é este do qual estou falando! Ele não tem que se explicar. ELE É. E basta.

Os outros “deuses” existem. Mas são falsos. Foram criados pelo artifício e imaginação dos homens. Só há um DEUS verdadeiro.

A respeito de conhecer o DEUS verdadeiro, Ele diz em Seu livro, a Bíblia: “E buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração”.

Em Romanos, lemos que “o que de DEUS se pode conhecer, DEUS nos revelou pelas coisas que foram criadas” e que elas provam a Sua existência e que por isto os homens são indesculpáveis. Está em Romanos 1.

DEUS é zeloso e quer de Seus filhos dedicação e amor exclusivos. A bíblia diz que Ele tem ciúmes de nós: “O Espírito de DEUS que em vós habita tem ciúmes”. É muito lindo isto!.

Bem, gostaria de continuar escrevendo, mas nem sei se você lerá isto. Vou orar por ti, amigo. Que possas encontra-se, um dia, com este Ser tão extraordinário que eu encontrei e verá que valeu a pena toda esta caminhada. Fique na Paz!…

Comentário por Lucinéia

Graça e paz homem de Deus.com estas palavras não se precisa dizer mais nada.Apenas, continue sendo abençoado….

Comentário por Roberto

Os comentários aqui são antigos, mas valem por serem valiosos. Estou lendo em (Exodo:20:5)”sou um Deus ciumento”. Este foi o ponto inicial deste blog. A questão é: o porque um Deus Ciumento? Entendo, modestamente, sem pretender ser um teólogo no assunto, coisa que está longe de mim! O ciumes a que se refere o tema, está hoje demonstrado pelos inumeros fatos ocorridos em todo o universo, desde a TSUMANE no Japão, até o franco atirador na escola em Realengo, que nos trouxe 12 mortos, todos adolescentes. Aí está a demonstraçãao do fenômeno denominado “teofania”. A manifestação de Deus por variados instrumentos. Isto é, segundo vejo, fruto do distanciamento dos ensinamentos que Ele nos passou, distanciamento de sua estrada, em fim……..

Comentário por wilton santino

PS.: Escrevi Bíblia com “B” maiúsculo e, no final, “Fica na Paz”. O site está mudando letras??

Comentário por Lucinéia

@ Caro amigo coelhinho

“Sim porque não existe ID sem tecnologia. Como foi que se fez tudo isto.”

Deus usou uma tecnologia chamada Verbo cuja capacidade é infinita.

“Ditador é aquele que priva da liberdade.”

Deus não priva da liberdade, tanto que permite que você o recuse ou o aceite. Você apenas sofre as consequencias de suas escolhas.

“Por outro lado existem dezenas de deuses que proclamam o mesmo. Qual escolher ?”

Onde? Somente o Deus de Abrãao proclamou isso. O Alá do Islã é uma deturpação do cristianismo, mas permanece sendo o mesmo Deus de Abraão de nós judeus e cristãos, embora numa concepção erronea. O Budismo não crê num Deus pessoal. O Ahura-Mazda de Zoroastro não afirma ser o único Deus.

Comentário por Rodrigo César Nunes Pino

Se deus sabe que não existem deuses, então se acha unico e só ele resolve os problemas. Então, porque deus deixa as pessoa sofrerem se eu não tenho estômago de ver um semelhante sofrer. Só ele poderia resolver o sofrimento da pessoa em vida. Assim, além de termos um deus ciumento, temos um deus masoquista.

Comentário por Arão Melo

“Ditador é aquele que priva da liberdade.”

Então se um pai privar o seu filho de 4 anos de colocar as mãos na lareira está a ser ditador.

“Por outro lado existem dezenas de deuses que proclamam o mesmo. Qual escolher ?”

Sobre este tema eu fiquei de responder em post. Coming soon…

“Se deus quer isso, então só tem uma coisa a fazer: mostrar-se e explicar como foi que fez estas coisas todas.”

Não adiantaria. Apareceriam os Dawkins a dizer que o nosso cérebro é uma coisa espectacular, capaz de imaginar coisas assombrosas. “Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos.” Lucas 16:31

“Quer ferramentas usou, que material, se nos regou e adubou, etc ,etc. Sim porque não existe ID sem tecnologia. Como foi que se fez tudo isto.”

No entanto, a crença na ideia de que o universo se criou a si mesmo dispensa qualquer tipo de tecnologia.

“Também me devia explicar para que é que ele serve hoje ?
Porque deve ser respeitado e reverenciado ?”

Serve para dar perdão. Acredita que se todo o mundo se convertesse o Arrebatamento chegaria, pois já não haveria ninguém para converter.

Comentário por alogicadosabino

Eu não tenho 4 anos. Penso com a minha cabeça e sou livre de tomar as minhas opções mesmo que me prejudiquem, desde que não prejudiquem os direitos dos outros.

Aos 4 anos o animal humano ainda não está formado e precisa dos pais.
Aos 40 já sabe ou devia saber o que quer. Aquilo que fizer é da sua responsabilidade e deve ser livre para tomar as suas opções.

Se eu for obrigado a votar num ditador não sou livre.
Se for obrigado a reverenciar alguém sem ser por minha opção não sou livre.

Se um politico te disser: só em mim votarás. Não farás caso de outros politicos.
O que é que achas ?

Tudo isso que dizes pode fazer sentido para ti porque acreditas nesse Deus. Mas para todos os que não acreditam não faz qualquer sentido.
E como não há forma de provar a sua existência ou não as discordâncias continuam.

Comentário por Joaquim Coelho

@ Coelhinho

Chamar uma criancinha de 4 anos de animal é muita falta de educação. Além do mais, se não há Deus não há um padrão universal de justiça, então o que quer dizer com:

“sou livre de tomar as minhas opções mesmo que me prejudiquem, desde que não prejudiquem os direitos dos outros.”

DEUS SE FEZ HOMEM, MAS DEUS NÃO É HOMEM. SE FEZ JESUS PARA SE TORNAR RECONHECIVÉL, MAS É INFINITO E ETERNO. NÃO HÁ COMO JULGAR DEUS COMO SE FOSSE “ALGUÉM”.

Comentário por Rodrigo César Nunes Pino

A ideia mantém-se… foste tu que disseste: Ditador é aquele que priva da liberdade.

Um pai que proiba o filho de colocar as mãos na lareira está a ser ditador, um pai que proiba o filho de jogar à bola com o vizinho é ditador, etc

Comentário por alogicadosabino

Não Sabino. Para usufruires da liberdade tens de ser responsavel por ela.

E sabes perfeitamente as liberdades a que me refiro.´Falas só por falar.
E enquanto o filho depender do pai, o pai tem o dever de o proteger. E é aceitável que de vez em quando seja injusto com o filho.

Mas neste caso falamos de pessoas adultas e responsáveis e que sabem o que querem da vida.

A pessoa se quiser outro deus é lá com ela. E se o teu deus não gosta não tem de impedir, tem é de explicar porque deve ser ele e não outro. Tem de convencer a pessoa, não mandar.

E o problema não é ele dizer isso. É o que acontece se não obedeceres. O castigo que ele aplica, absolutamente desproporcional, que chega ao genocidio (por ex. A Matança dos cananitas).
Isso é que caracteriza a ditadura. A privação de liberdade e as consequências para quem não o aceita.
Mas tu já sabias isto, gostas é de desconversar :-)

Comentário por Joaquim Coelho

@ Coelhinho

Mas é justamente isso: Deus não impõem. Você é livre para aceitá-lo ou recusá-lo, e para se afastar dele eternamente se assim quiser.
O problema é que sendo Deus o Amor Absoluto, se afastar Dele significa perder a capacidade de amar. O massacre do cananitas ocorreu devido aos sacrificios humanos, incesto, homossexualismo e outras aberrações praticadas por esses povos. Tais atitudes de massacrar cidades inteiras eram comuns em povos barbaros, os israelitas fariam tais coisas com ou sem ordem divina. Isso nada justifica o massacre do povo palestino, pois os palestino são um povo justo que respeita a família se comparados com o governo israelita atual que permite aborto, adoção gay (expor criancinhas ao homossexualismo) e outras atrocidades. O sionismo é ateu e satanico, é financiado pela maçonaria, nada tem a ver com a época de Josué.

Comentário por Rodrigo César Nunes Pino

“Mas neste caso falamos de pessoas adultas e responsáveis e que sabem o que querem da vida.”

Bem, em termos espirituais os israelitas ainda eram bem bébés… tinham acabado de sair do egipto e a relação com Deus ainda estava muito “verde”. Por outro lado, eles tinham acabado de sair de uma nação onde havia deuses para tudo… convinha estarem alertados. As leis de Deus não são por capricho, são para o melhor. A regra de ter de andar com o cinto de segurança também é para o nosso bem, embora por vezes não dê muito jeito colocar-mos o cinto.

Comentário por alogicadosabino

Não é nesse versículo que é dito que Deus é ciumento: é no 5º. Até está um “porque”. «for I the LORD thy God [am] a jealous God». Nas versões Almeida o “jealous” é “zeloso”, mas o termo hebraico que traduzem é “qanna”, que significa “ciumento” (adj: “jealous”). É usado 6 vezes nas escrituras hebraicas: Ex 20:5, Ex 34:14, Deu 4:24, Deu 5:9, Deu 6:15.

Segundo as Escrituras Hebraicas, Iavé diz: “em todos os deuses do Egito farei juízos”. Os hebreus saúdam: «Ó Senhor, quem é como tu entre os deuses?», «Agora sei que o Senhor é maior que todos os deuses», «Pois o Senhor vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível», «O Senhor Deus dos deuses, o Senhor Deus dos deuses», «DEUS está na congregação dos poderosos; julga no meio dos deuses», «Entre os deuses não há semelhante a ti, Senhor, nem há obras como as tuas». Proibições: «O que sacrificar aos deuses, e não só ao Senhor, será morto», «Não farás aliança alguma com eles, ou com os seus deuses».

Comentário por Pedro Amaral Couto

O Contexto Esta longe de dizer que Deus é ciumento.
1º) Para quem era os 10 mandamentos? para o povo do Exodo (os que Sairam do Egito) não era para todos os povos. é um grande erro se pensar que esta ordenança fosse para todos os povos, assim como é um erro pensar que todos os homens são filhos de Deus.
Este mandamento é uma condicional sim para o povo hebreu deixar o politeismo e confiar no Deus que apareceu para Moisés na Sarça ardente e que diz a Móisés eu Sou o Eu sou, ou “El,Shadai” O Deus Mais do que suficiente.
Quando o texto que esta em pauta fala do Zelo de Deus esta se referindo a idolatria que para Deus é de nenhum prestimo.
A Palvra que esta no contexto é “qanna” é bem importante saber que no hebraico uma palavra pode ter muitos significados e que o que determina seu real valor é o contexto a qual esta encerida, esta palavra pode sim ter a tradução de ciumento e até mesmo de invejoso se usada separadamente ou em um outro contexto e até mesmo por mentes “Brilhantes” que com um pré-texto podem distorce-la
1) invejar, ter ciúmes de, ser invejoso, ser zeloso
1a) (Piel)
1a1) ter ciúmes de
1a2) ter inveja de
1a3) ter zelo por
1a4) incitar à ira ciumenta
1b) (Hifil) provocar ira invejosa, causar inveja
Deus esta se colocando como protetor dos que Sairam do Egito e que agora andam com Ele.
seria muito rediculo Deus Dizer que o povo poderia ter outros deuses, isto seria contra sua natureza “Onipotente”.
Deus assume aproteção daquele povo. Dizendo EU SOU O TEU DEUS QUE TE TIROU DA TERRA DO EGITO E DA CASA DA ESCRAVIDÃO” O povo Hebreu não precisava mais de outros deuses porque conheceram El’Shadai” O Deus do imposivel.
Claro que é uma condicional para se obter os beneficios da sua graça. mas esta longe de tirar o direito de escolha, Deus esta dizendo que cada escolha trara a consequencia desta escolha.

Comentário por pr josé

Sr. José

Mas depois de Cristo, os dez mandamentos valem para todos os povos, se percebe em Cristo não a intenção de fundar uma nova religião e sim de modificar a religião israelita para se tornar a religião católica (universal, de todos os povos)

-Ele não veio modificar a lei e sim cumpri-la

– o Sabado é substituido pelo Domingo, dia da ressureição e primeiro dia da Criação, indicando que haveria uma nova criação no Juizo.

– A cirscuncição pelo batismo

– E certamente o sacerdocio judaico com seu sumo sacerdote por um novo sacerdocio com um novo sumo sacerdote (Pedro e seus sucessores)

– A proibição de fazer qualquer tipo de imagem se aplicava apenas aos israelitas, a prova disso é que o proprio Deus ordenou que Moises fizesse querubins na Arca. Logo, são condenadas as representações de deuses e não de servos de Deus, de Jesus, de sua Mãe Santissima, e de seus apostolos. É evidente que os bois do mar de bronze, os querubins e os leões do templo tinham algum significado religioso que se perdeu.

Comentário por Rodrigo César Nunes Pino

Prezado Sabino,
Esta é a primeira vez que visito esta página. Certamente será a última também. Ela é um acinte à lógica. Vou ficar pensando na associação ¨lógica ¨feita entre a águia e o ¨leitmotiv¨da página.

Comentário por Paulo

Tchau, Tchau, como se diz no Brasil e na Itália
ou Adeus, como se diz em Portugal

Comentário por Rodrigo César Nunes Pino

Olá
Ótimo blog.
Obrigada por ajudar os teistas a refutar afirmações atéias a respeito de Deus/religiões.

Comentário por Jéssica

Falar que DEUS é ditador, é nao conhecer a SUA PALAVRA, pois, em toda a sua extensão a Biblia deixa bem claro a nossa liberdade de escolha, assumindo assim as conseguencias de nossas escolha, pois em Deut.28:1 Ele inicia a sua fala das bençãos que teremos se seguirmos a sua Lei, e à partir do versiculo 15 as consequencia da não obediencia.No mundo natural todos sabemos das consequencias em nao obedecermos as leis, no mundo espiritual nao tem como ser diferente. Se alguem acredita ou não em Deus é problema seu e não de DEus, vai de cada um assumir a sua posição.

Comentário por armando cazella

Sabe que esta expressão de que Deus é ciumento, me incomoda tanto sabe, a impressão que dá é que comparamos Deus com os ser humano, embora sejamos feito á sua imagem e semelhança como diz a bíblia.
Em 1 CO 13:4B diz que o amor não é ciumento, e em 1 JO 4:8b Diz que Deus é amor, e se o amor não é ciumento, logo eu imagino que Deus não o seja também, visto que Deus é amor.
A bíblia nos , nas passagens de EX 20:5: 34:14; DT 4:24; 29:20; JS 24:19; 1 RS 14:22; 1 CO 10:22.
Que Deus é um Deus zeloso, ou seja cuidadoso, agora empregar o termo ciumento pra Deus eu não acho que seja uma boa idéia.
O dicionário nos dá uma série de interpretações para a palavra zeloso, e eu mais uma vez digo, não acho que seja uma palavra boa para explicar o cuidado que Deus tem por nós.

Comentário por Luciano

A bíblia diz que deus é ciumento sim. Se você diz que a VERSÃO bíblica é isso ou aquilo então a bíblia é mentirosa. Não existem VERSÃO de verdade. A verdade é uma só.

Comentário por Arão Melo

O documento que estar fazendo os evangelicos – protestantes – verem que os católicos estão certos e que eles, os protestantes, estão errados. Que nos somos os verdadeiros cristão e eles, os evangelicos, os usurpadores do cristianismo:

DEUS É IDOLATRA?

Não! Então, porque mandou que Moisés fizesse a imagem de uma serpente de bronze?

“Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida”. (Números 21, 4-9).

“Como Moisés levantou a serpente no deserto. Assim deve ser levantado o Filho do Homem, para que todos que nele crer tenha a vida eterna”. (João 3, 14-21).

Obs: Quem usa uma cruz vazia, sem Jesus Cristo nela, comete o erro de se negar a olhar para aquele a quem as Sagradas Escrituras falou que seria levantado, como o foi a serpente no deserto que todos olhavam para ser curado da mordida de cobra – picada – Olhe para Jesus na cruz, como os hebreus olhavam para a serpente de bronze que Moisés fez e fixou-a sobre o poste. Porque, a cruz vazia é apenas um instrumento de morte. Já a cruz com Jesus Cristo nela: é símbolo de nossa salvação. Pois, também está escrito: “Com efeito, a linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas para os que estão sendo salvos, para nós, ela é poder de Deus. Pois, está escrito; eu destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos inteligentes”. (I Coríntios 1, 18-20).

E mais tema dizer a bíblia, para maior entendimento da palavra de Deus?

“Nós, porém, pregamos um Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os pagãos, mas para os que são chamados, tanto judeus quanto gregos, ele é Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus”. (I coríntios 1, 23-24).

E para dissipar toda e, qualquer duvida a respeito da cruz de Jesus Cristo a bíblia declara?

“Eu, por mim, nunca vou querer outro titulo de gloria que não seja a cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, por ela, o mundo está crucificado para mim, como eu para o mundo”. (Gálatas 6, 14).

Vemos claramente, na passagem do livro de Gálatas, que não pode haver outro titulo de gloria para aquele que segue a Jesus, que a cruz onde ele pode ser visto, como era vista a serpente de bronze, pelos hebreus.

Os irmãos protestantes – que no Brasil são conhecido como, evangélicos – devem também lembrar que Deus mando que Moisés fizesse a imagem de dois anjos – querubins – para serem postas sobre a Arca da Aliança, onde estavam guardados Dez Mandamentos da Lei de Deus, como pode ser lido em Êxodos 25, 18. E, mais uma vez volto a perguntar? Deus é idolatra, por ter ordenado que Moisés fizesse a imagem de uma serpente para curar os hebreus da picada de cobras e por ter mandado que ele fizesse a imagem de dois querubins para serem colocadas sobre a Arca da Aliança? Por certo que não! Pois, quando Deus falou para o povo hebreu que não adorasse a ídolos e não fizesse para si, imagens deles, estava se referindo unicamente aos falsos deuses do Egito. Tanto é verdade que ele advertiu ao povo, avisado para que eles não construíssem para si, imagem daquilo que estava nas nuvens do céu – uma clara referencia aos desuses do Egito, em forma de pássaros – que não fizesse para si, imagens das coisas que caminhavam sobre a terra – os deuses do Egito em forma de cabras, bois, gatos e outros mais – que não fizessem para si, imagens das coisas que se moviam nas águas dos mares – os desuses do Egito em forma de crocodilo, de hipopótamo e outras coisas mais. Os falsos deuses do Egito, que vocês poderão ver, nas fotos abaixo:

“Não farás para ti ídolos ou coisas alguma que tenha a forma de algo que se encontre no alto do céu…”. (êxodo 20, 4):

O íbis é uma ave pernalta de bico longo e recurvado. Existe uma espécie negra e outra de plumagem castanha com reflexos dourados, mas era o íbis branco, ou íbis sagrado, que era considerado pelos egípcios como encarnação do deus Thoth.

O deus nacional do Egito, o maior de todos os deuses, criador do universo e fonte de toda a vida, era o Sol, objeto de adoração em qualquer lugar. A sede de seu culto ficava em Heliópolis (On em egípcio), o mais antigo e próspero centro comercial do Baixo Egito. O deus-Sol é retratado pela arte egípcia sob muitas formas e denominações. Seu nome mais comum é Rá e podia ser representado por um falcão.

“…embaixo na terra…”. (Êxodo 20, 4):

Boi sagrado que os antigos egípcios consideravam como a expressão mais completa da divindade sob a forma animal e que encarnava, ao mesmo tempo, os deuses Osíris e Ptá. O culto do boi Ápis, em Mênfis, existia desde a I dinastia pelo menos. Também em Heliópolis e Hermópolis este animal era venerado desde tempos remotos. Antiga divindade agrária simbolizava a força vital da natureza e sua força geradora.

Uma gata ou uma mulher com cabeça de gata simbolizava a deusa Bastet e representava os poderes benéficos do Sol. Seu centro de culto era Bubástis, cujo nome em egípcio – Per Bast – significa a casa de Bastet. Em seu templo naquela cidade a deusa-gata era adorada desde o Antigo Império e suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas pelo mundo. Quando os reis líbios da XXII dinastia fizeram de Bubástis sua capital, por volta de 944 a.C., o culto da deusa tornou-se particularmente desenvolvido.

“…ou nas águas debaixo da terra.”. (Ê xodó 20, 4):

Um crocodilo ou um homem com cabeça de crocodilo representava o deus Sebek, uma divindade aliada do implacável deus Seth. Seu centro de culto era Crocodilópolis, na região do Faium, onde o animal era protegido, nutrido e domesticado. Um homem ferido ou morto por um crocodilo era considerado privilegiado. A adoração desse animal foi, sobretudo importante durante o Médio Império.

Tueris era a deusa-hipopótamo que protegia as mulheres grávidas e os nascimentos. Ela assegurava fertilidade e partos sem perigo. Adorada em Tebas, é representada em inúmeras estátuas e estatuetas sob os traços de um hipopótamo fêmea erguido, com patas de leão, de mamas pendentes e costas terminadas por uma espécie de cauda de crocodilo. Além de amparar as crianças, Tueris também protegia qualquer pessoa de más influências durante o sono.

E, para que não haja mesmo qualquer dúvida de que Deus se referia aos falsos deuses do Egito, ao pedir que o povo não praticasse idolatria, apresentamos um trecho do livro de Josué, que foi quem substitui Moises, após a sua morte:

“Agora, pois, temei o Senhor e o servi-o com inteligência e fidelidade. Afastai os deuses aos quais vossos pais serviram do outro lado do rio e no Egito, e servi ao Senhor”. (Josué 24, 14”.

E para termos mais certeza de que Deus realmente falava dos falsos deuses do Egito, vejamos o que também fala, 8, 8-9-10:

“Filho do homem, disse-me ele, fura a muralha “ quando a furei, divisei uma porta. “Aproxima-te, diz ele, e contempla as horríveis abominações a que se entregam aqui”. Fui até ali para olhar: enxerguei aí toda espécie de imagens de répteis e animais imundos e, pinturas em volta da parede, todos os ídolos da casa de Israel”.

Como podemos verificar, nessa passagem bíblica? Os sacerdotes estavam a adorar os falsos deuses em forma de répteis e animais, que Deus havia proibido que fossem adorados. Tanto é, que Deus enviou o castigo e destruiu os sacerdotes e os que praticavam aquela adoração abominável.

Por sempre fazer livre interpretação das Sagradas Escrituras, os protestantes – evangélicos – sempre cometem erros abomináveis, grotescos e perigosos, contra o Evangelho de Cristo. Errais, não compreendendo as escrituras, nem o poder de Deus”. (Mateus 22, 29).

“Porque sabei-o bem: nenhum dissoluto, ou impuro, ou avarento – verdadeiros idolatras – terá herança no Reino de Cristo e de Deus.”. (Efésios 5, 5).

Obs. Dissoluto significa: devasso, corrupto e libertino.

O VINHO

Os protestantes – evangélicos – costumam afirmar que é proibido beber vinho, e correm dele, como o diabo, da cruz. Será que eles, os protestantes, nunca leram que Jesus bebia vinho? E que o seu primeiro milagre foi transformar água em vinho? E que na Santa Ceia, Jesus Usou vinho? Não venham me dizer agora, os protestantes – evangélicos – que não sabia dessas coisas. E que, não era do seu conhecimento que o vinho do tempo de Cristo embriagava, tal qual o vinho de hoje. Pois, como eles devem saber – se realmente se deram ao trabalho de ler a bíblia: – que Noé se embriagou, que Lot foi embriagado por suas duas filhas, que queriam engravidar dele, para deixar descendência sobre a terra, que Davi se embriagou e o próprio Jesus foi chamado de beberrão. Se Jesus aprovava o vinho e o bebia, porque então tem quem o chame de PROIBIDO? Porque você está proibido de beber vinho, se Jesus o bebia e a palavra de Deus diz que é proibido proibir?

“Se em Cristo estais mortos aos princípios deste mundo, por que ainda voz deixais impor proibições, como se vivêsseis no mundo? Não pegues,! Não toqueis! Proibições estas que se tornam perniciosas pelo uso que dela se faz, e que não passam de normas e doutrinas humanas. Elas podem sem dúvida, dar a impressão de sabedoria enquanto exibem cultos voluntários, de humildade e austeridade corporal. Mas não tem nenhum valor, e só servem para satisfazer a carne”. (Colossenses 2, 20).

Jesus na Santa Ceia tomou vinho. ( I Coríntios 11, 23-26).

O primeiro milagre de Jesus foi transformar água em vinho. (João 2, 1-12).

Como pudemos ver: na época de Noé e de Jesus, como até aos dias de hoje, o vinho sempre embriagou.

“Noé, que era agricultor, plantou uma vinha. Tendo bebido vinho, embriagou-se”. (Gêneses 9, 20).

“Não continue a beber só água, mas toma também um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes indisposições”. (I Timóteo 5, 23).
Uma recomendação bíblica que não pode ser deixada de lado, por se achar que é proibido beber vinho.

JESUS TEVE IRMÃOS?

É comum, entre os protestantes – evangélicos – afirmar que Jesus Cristo teve irmãos de sangue. Porém, Em nenhuma parte da bíblia se encontra escrito que Maria e José tiveram filhos – visto que Jesus era filho legitimo de Maria, mas, filho adotivo de José, pois fora concebido pelo Espírito Santo, pois não nasceu de homem – Em defesa da verdade e das Sagradas Escrituras, vamos mais uma vez usar a palavra de Deus, para mostrar que os apóstolos e os demais que seguiam a Jesus, jamais foram seus irmãos de sangue. Começaremos pelo apostolo Tiago, que os protestantes – evangélicos – e outros, teimam em afirmar ser irmão de sangue de Jesus:

“Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estava numa barca, consertando as redes”. (Marcos 1, 14-20).

Como pudemos ver, através dos textos bíblicos: Os apóstolos Tiago e João eram irmãos e filhos de Zebedeu. Portanto, eles jamais poderiam ser filhos de Maria e de José.

“Tu és Simão, filho de João, será chamado de Cefas (que quer dizer pedra)š. (João 1,42)”.

Se a bíblia é clara quando afirma que os apóstolos Tiago e João têm como pai, Zebedeu e o apostolo Pedro, tem como pai, a João, se torna impossível que eles sejam irmãos de sangue de Jesus. E quem assim acredita e prega, estará contradizendo as Sagradas Escrituras, a bíblia. Mas então, porque Jesus falou que eles eram seus irmãos? Lendo Hebreus 2, 10-13, podermos descobrir o porque dele ter falado isto:

“Aquele para quem e por quem todas as coisas existem, desejando conduzir à gloria numerosos filhos, deliberou elevar à perfeição, pelo sofrimento, o autor da salvação deles, para que santificador e santificados formem um só todo. Por isso Jesus não hesita em chamá-los de irmãos, dizendo: anunciarei teu nome a meus irmãos no meio da assembléia cantarei os teus louvores”. (Salmo 21,23).

E outra vez: “Quanto a mim, ponho nela a minha confiança”. (Isaias 8,17). E: “Eis-me aqui, eu e os filhos que Deus me deu”. (Isaias 8, 18).

O ARREBATAMENTO

Os protestantes – evangélicos – costumam pregar que o arrebatamento acontecerá antes da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, o que é um engano, mais um ensinamento protestante, que não consta das Sagradas Escrituras. Vejamos o que diz a bíblia, a respeito do arrebatamento e como e, quando ele se dará:

“Não queremos, irmãos, deixar-vos na ignorância a respeito dos mortos, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança. Se, com efeito, nós cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também, aqueles que morreram, Deus, por causa deste Jesus, com Jesus os reunirá. Eis o que dizemos, segundo uma palavra do Senhor: nós os vivos, que houvermos ficado até a vinda do Senhor, não precederemos de modo nenhum os que morreram. Porque o Senhor em pessoa, ao sinal dado, à voz do arcanjo e ao toque da trombeta de Deus, descerá do céu: então os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; em seguida nós, os vivos que tivermos ficado, seremos arrebatados com eles sobre as nuvens, ao encontro do Senhor, nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, confortais-vos uns aos outros com este ensinamento.” (I Tessalonicenses 4, 13-18).

Comentário por enoch

@ ENOCH

Tudo isso é a mais pura verdade, mas o que fazer? Antes de Lutero, ser cristão era ser católico, hoje até nós católicos estamos dividos entre tradicionalistas e progressistas. Hoje existem pessoas que se dizem cristãs e admitem que criancinhas sejam expostas ao homossexualismo através da adoção.
Toda essa divisão da Cristandade foi um trabalho realizado por sociedades secretas contra o Papado para que o mundo caisse da degeneração moral que se encontra:

http://www.mensagensdemaria.org/

Comentário por Rodrigo César Nunes Pino

Caro amigo, tenho uma página no facebook que se intitula “More than a winner”, cujo objectivo é levar a verdade às pessoas e consequentemente a salvação. Porque as pessoas nâo se apercebem que isto é muito sério, que existe um céu mas também um inferno.Elas pensam que isto é literatura, mitos surrealistas.Na minha p’agina pode-se ver vários vídeos de pessoas que passaram por uma experiência de Morte Iminente e que relatam como é o “Outro Lado”, se no céu se no inferno. Mas isto para lhe dizer que estava buscando justamente informação para essa página, quando me deparei com o seu blog. Você deu a resposta certa àquela pessoa que se outorgava o direito de se criar deuses.Muito bem argumentado. Se gostar dessa página, divulgue e adicione-a igualmente.É importante divulgar. Eu vou fazer o mesmo com a sua, se me permite. Deus abencoe abundantemente!!!

Comentário por Helena




Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s



Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 62 outros seguidores

%d bloggers like this: